SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Gripe Influenza
 CONCEITO
 Infecção viral aguda que afeta o sistema
respiratório
 A maioria da população já deve ter contraído
algum tipo de influenza
 AGENTE ETIOLÓGICO
 Família Ortomixovirus
Gênero Influenzavirus.
 São compostos de RNA
 São envelopados
 Subdividem-se em três tipos: A, B e C
 EPIDEMIOLOGIA
 Características epidemiológicas
 A infecção pelo vírus influenza tem distribuição
global e elevada transmissibilidade.
 Atinge quase todas as faixas etárias num curto
espaço de tempo
 Transmissão
 Pessoa a pessoa através gotículas ou
contato direto com objetos contaminados
recentemente por secreções nasofaríngeas
 Período de incubação
 1 a 3 dias
 SÍNDROMES CLÍNICAS
 Sintomas iniciais:
 Febre repentina
 Mal-estar
 Dor de cabeça
 Calafrios
 Tosse seca
 Complicações:
 Pneumonia bacteriana
 Bronquite
 Síndrome de Reye
 insuficiência respiratória
 Convulsões febris
 DIAGNÓSTICO LABORATORIAL
 Cultura Viral
• Método demorado
• Limitações na prática
 Detecção de antígenos
• Por ensaio imunoenzimático (EIA) ou (IF)
imunofluorescência
• EIA: fácil, diagnóstico rápido
 PREVENÇÃO E CONTROLE
 Lavar bem as mãos, frequentemente, com água
e sabão;
 Evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato
com superfícies;
 Não compartilhar objetos de uso pessoal;
 Cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou
lenço descartável ao tossir ou espirrar;
 Manter os ambientes arejados, com portas e
janelas abertas;
 TRATAMENTO
 Adolescentes e adultos jovens: podem ser
tratados apenas sintomáticos, sem a
necessidade de intervenção específica.
 Pacientes de maior risco para complicações
podem beneficiar-se da terapia antiviral

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?Berenice Damasceno
 
Aula Programa Nacional de Imunizacao
Aula Programa Nacional de ImunizacaoAula Programa Nacional de Imunizacao
Aula Programa Nacional de ImunizacaoErivaldo Rosendo
 
Trabalho sobre febre amarela
Trabalho sobre febre amarela Trabalho sobre febre amarela
Trabalho sobre febre amarela Zilda Souza
 
Aula n° 7 helmintos
Aula n° 7   helmintosAula n° 7   helmintos
Aula n° 7 helmintosGildo Crispim
 
Doenças virais ( caxumba e sarampo)
Doenças virais  ( caxumba e sarampo)Doenças virais  ( caxumba e sarampo)
Doenças virais ( caxumba e sarampo)guiribeiro0210
 
Questões doenças exantemáticas professor robson
Questões doenças exantemáticas   professor robsonQuestões doenças exantemáticas   professor robson
Questões doenças exantemáticas professor robsonProfessor Robson
 
Aula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaAula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaJaqueline Almeida
 
Epidemiologia das doenças transmissíveis
Epidemiologia das doenças transmissíveisEpidemiologia das doenças transmissíveis
Epidemiologia das doenças transmissíveisRicardo Alanís
 

Mais procurados (20)

Sarampo
SarampoSarampo
Sarampo
 
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
 
Leptospirose
LeptospiroseLeptospirose
Leptospirose
 
Aula leishmaniose
Aula leishmanioseAula leishmaniose
Aula leishmaniose
 
Aula Programa Nacional de Imunizacao
Aula Programa Nacional de ImunizacaoAula Programa Nacional de Imunizacao
Aula Programa Nacional de Imunizacao
 
Hepatite A
Hepatite AHepatite A
Hepatite A
 
FEBRE AMARELA
FEBRE AMARELAFEBRE AMARELA
FEBRE AMARELA
 
Trabalho sobre febre amarela
Trabalho sobre febre amarela Trabalho sobre febre amarela
Trabalho sobre febre amarela
 
Aula n° 7 helmintos
Aula n° 7   helmintosAula n° 7   helmintos
Aula n° 7 helmintos
 
Apresentação aids
Apresentação aidsApresentação aids
Apresentação aids
 
Poliomielite
Poliomielite Poliomielite
Poliomielite
 
Resumo Malária
Resumo MaláriaResumo Malária
Resumo Malária
 
Aula Hanseníase
Aula Hanseníase Aula Hanseníase
Aula Hanseníase
 
Doenças virais ( caxumba e sarampo)
Doenças virais  ( caxumba e sarampo)Doenças virais  ( caxumba e sarampo)
Doenças virais ( caxumba e sarampo)
 
Questões doenças exantemáticas professor robson
Questões doenças exantemáticas   professor robsonQuestões doenças exantemáticas   professor robson
Questões doenças exantemáticas professor robson
 
Aula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia BásicaAula de Parasitologia Básica
Aula de Parasitologia Básica
 
IMUNIZAÇÃO - tudo o que voce sempre quis saber
IMUNIZAÇÃO - tudo o que voce sempre quis saberIMUNIZAÇÃO - tudo o que voce sempre quis saber
IMUNIZAÇÃO - tudo o que voce sempre quis saber
 
Apresentação malária
Apresentação maláriaApresentação malária
Apresentação malária
 
Epidemiologia das doenças transmissíveis
Epidemiologia das doenças transmissíveisEpidemiologia das doenças transmissíveis
Epidemiologia das doenças transmissíveis
 
Surto, Epidemia, Pandemia e Endemia
Surto, Epidemia, Pandemia e EndemiaSurto, Epidemia, Pandemia e Endemia
Surto, Epidemia, Pandemia e Endemia
 

Destaque (9)

La gripe, gripa o influenza
La gripe, gripa o influenzaLa gripe, gripa o influenza
La gripe, gripa o influenza
 
Ortomixovirus
OrtomixovirusOrtomixovirus
Ortomixovirus
 
Influenza tipo a (h1 n1)
Influenza tipo a (h1 n1)Influenza tipo a (h1 n1)
Influenza tipo a (h1 n1)
 
Influenza
InfluenzaInfluenza
Influenza
 
Ortomixovirus
OrtomixovirusOrtomixovirus
Ortomixovirus
 
Gripe a h1n1
Gripe a h1n1Gripe a h1n1
Gripe a h1n1
 
Gripe e Influenza A (H1N1)
Gripe e Influenza A (H1N1)Gripe e Influenza A (H1N1)
Gripe e Influenza A (H1N1)
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
 
Ortomixovirus
OrtomixovirusOrtomixovirus
Ortomixovirus
 

Semelhante a Gripe: Sintomas, Causas e Prevenção

Doencas em geral
Doencas em geralDoencas em geral
Doencas em geralescola
 
MICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagem
MICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagemMICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagem
MICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagemJoana Darc Calado
 
Epidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosasEpidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosasAdriana Mércia
 
Gripe comum, suina e aviaria
Gripe comum, suina e aviariaGripe comum, suina e aviaria
Gripe comum, suina e aviariaGuilherme Gehlen
 
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...ClaudiaPereiraBrito
 
Doenças
DoençasDoenças
Doençaseld09
 
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aidsStrongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aidsDenise Selegato
 
pneumonia-7c2b0.ppt
pneumonia-7c2b0.pptpneumonia-7c2b0.ppt
pneumonia-7c2b0.pptcarlasuzane2
 
Pneumonia adquirida na comunidade
Pneumonia adquirida na comunidadePneumonia adquirida na comunidade
Pneumonia adquirida na comunidadeThiago Hubner
 
Seminario micro geral_doencas_interpessoal
Seminario micro geral_doencas_interpessoalSeminario micro geral_doencas_interpessoal
Seminario micro geral_doencas_interpessoalMICROBIOLOGIA-CSL-UFSJ
 
Tuberculose em hospitais
Tuberculose em hospitaisTuberculose em hospitais
Tuberculose em hospitaisJosy Farias
 

Semelhante a Gripe: Sintomas, Causas e Prevenção (20)

aids
 aids aids
aids
 
Doencas em geral
Doencas em geralDoencas em geral
Doencas em geral
 
MICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagem
MICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagemMICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagem
MICRO PARTE IV.pptx curso tecnico de enfermagem
 
Influenza humana
Influenza humanaInfluenza humana
Influenza humana
 
Epidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosasEpidemiologia das doenças infecciosas
Epidemiologia das doenças infecciosas
 
Coqueluche doença
Coqueluche doença Coqueluche doença
Coqueluche doença
 
Microbiologia parte 4
Microbiologia parte 4Microbiologia parte 4
Microbiologia parte 4
 
Gripe comum, suina e aviaria
Gripe comum, suina e aviariaGripe comum, suina e aviaria
Gripe comum, suina e aviaria
 
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
 
Doenças
DoençasDoenças
Doenças
 
H1N1
H1N1H1N1
H1N1
 
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aidsStrongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
 
Tuberculose
TuberculoseTuberculose
Tuberculose
 
pneumonia-7c2b0.ppt
pneumonia-7c2b0.pptpneumonia-7c2b0.ppt
pneumonia-7c2b0.ppt
 
Pneumonia adquirida na comunidade
Pneumonia adquirida na comunidadePneumonia adquirida na comunidade
Pneumonia adquirida na comunidade
 
viroses
virosesviroses
viroses
 
Influenza a
Influenza aInfluenza a
Influenza a
 
Gripe
GripeGripe
Gripe
 
Seminario micro geral_doencas_interpessoal
Seminario micro geral_doencas_interpessoalSeminario micro geral_doencas_interpessoal
Seminario micro geral_doencas_interpessoal
 
Tuberculose em hospitais
Tuberculose em hospitaisTuberculose em hospitais
Tuberculose em hospitais
 

Mais de Danielle Climaco (14)

Mão - Anatomia Radiológica
Mão - Anatomia RadiológicaMão - Anatomia Radiológica
Mão - Anatomia Radiológica
 
Ressonância Magnética das Órbitas
Ressonância Magnética das ÓrbitasRessonância Magnética das Órbitas
Ressonância Magnética das Órbitas
 
Anatomia radiológica
Anatomia radiológicaAnatomia radiológica
Anatomia radiológica
 
Radiobiologia seminario
Radiobiologia seminarioRadiobiologia seminario
Radiobiologia seminario
 
Angio ressonância Magnética
Angio ressonância MagnéticaAngio ressonância Magnética
Angio ressonância Magnética
 
Tronco encefálico anterior
Tronco encefálico anterior Tronco encefálico anterior
Tronco encefálico anterior
 
Tronco encefálico posterior
Tronco encefálico posterior Tronco encefálico posterior
Tronco encefálico posterior
 
Diencefalo Imagem 2
Diencefalo Imagem 2Diencefalo Imagem 2
Diencefalo Imagem 2
 
Diencefalo Imagem
Diencefalo ImagemDiencefalo Imagem
Diencefalo Imagem
 
Cerebelo Imagem
Cerebelo ImagemCerebelo Imagem
Cerebelo Imagem
 
Adenovírus
Adenovírus  Adenovírus
Adenovírus
 
Raiva.
Raiva.Raiva.
Raiva.
 
Dengue
Dengue Dengue
Dengue
 
Paramixovírus
Paramixovírus Paramixovírus
Paramixovírus
 

Gripe: Sintomas, Causas e Prevenção

  • 2.  CONCEITO  Infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório  A maioria da população já deve ter contraído algum tipo de influenza
  • 3.  AGENTE ETIOLÓGICO  Família Ortomixovirus Gênero Influenzavirus.  São compostos de RNA  São envelopados
  • 4.  Subdividem-se em três tipos: A, B e C
  • 5.  EPIDEMIOLOGIA  Características epidemiológicas  A infecção pelo vírus influenza tem distribuição global e elevada transmissibilidade.  Atinge quase todas as faixas etárias num curto espaço de tempo
  • 6.  Transmissão  Pessoa a pessoa através gotículas ou contato direto com objetos contaminados recentemente por secreções nasofaríngeas
  • 7.  Período de incubação  1 a 3 dias
  • 8.  SÍNDROMES CLÍNICAS  Sintomas iniciais:  Febre repentina  Mal-estar  Dor de cabeça  Calafrios  Tosse seca
  • 9.  Complicações:  Pneumonia bacteriana  Bronquite  Síndrome de Reye  insuficiência respiratória  Convulsões febris
  • 10.  DIAGNÓSTICO LABORATORIAL  Cultura Viral • Método demorado • Limitações na prática  Detecção de antígenos • Por ensaio imunoenzimático (EIA) ou (IF) imunofluorescência • EIA: fácil, diagnóstico rápido
  • 11.  PREVENÇÃO E CONTROLE  Lavar bem as mãos, frequentemente, com água e sabão;  Evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies;  Não compartilhar objetos de uso pessoal;  Cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou lenço descartável ao tossir ou espirrar;  Manter os ambientes arejados, com portas e janelas abertas;
  • 12.  TRATAMENTO  Adolescentes e adultos jovens: podem ser tratados apenas sintomáticos, sem a necessidade de intervenção específica.  Pacientes de maior risco para complicações podem beneficiar-se da terapia antiviral