INTRODUÇÃO A 
BIOLOGIA FORENSE E 
SUAS ÁREAS 
Danieli Simões R.A 11031946
AVALIAÇÃO PRÉVIA 
• TESTE SEUS CONHECIMENTOS INICIAIS 
RESPONDENDO O QUIZZ SIMPLES. 
DISPONIVEL EM: 
https://docs.google.c...
SUMÁRIO 
Definição de ciência forense. 
Conceitos básicos sobre algumas áreas da 
ciência forense. 
Vídeos ilustrativos...
OBJETIVOS 
 Mostrar a interdisciplinaridade 
inerente no assunto ciência 
forense. 
Aprofundar os conteúdos 
contextuali...
DEFINIÇÃO 
CIÊNCIA FORENSE 
 Área interdisciplinar; 
 Não é uma ciência única; 
 Aplicam o conhecimento e a 
tecnologia...
PRINCIPAIS ÁREAS 
 ANTROPOLOGIA 
ODONTOLOGIA 
TOXICOLOGIA 
ENTOMOLOGIA 
BOTÂNICA 
CRIMINOLOGIA 
GENÉTICA
ANTROPOLOGIA FORENSE 
 Estudo dos restos de esqueletos. 
http://www.ipsoaxaca.hol.es/laboratorios/antropologia-forense
ODONTOLOGIA FORENSE 
 Exame e estudos a partir da 
manipulação dos dentes. 
http://www.ipsoaxaca.hol.es/laboratorios/odon...
TOXICOLOGIA 
 Têm como principal objetivo a detecção e a 
identificação de substâncias tóxicas que 
possam provocar danos...
ENTOMOLOGIA 
 Estudo dos insetos, para determinar as 
informações sobre o corpo, data e local da 
morte com base na idade...
BOTÂNICA 
Utiliza plantas, sementes, raízes, polén ou 
quaisquer outros vestígios botânicos 
com o fim de obter provas pa...
PALINOLOGIA 
 Consiste na aplicação do estudo da 
estrutura, disposição e dispersão do pólen 
e dos esporos na investigaç...
CRIMINOLOGIA 
 Têm por objetivo identificar o autor 
do crime baseando-se na comparação de 
perfis genéticos das amostras...
GENÉTICA 
 Utiliza o DNA para apoiar e auxiliar 
a justiça a desvendar casos sob investigação 
policial ou do ministério ...
IMPORTÂNCIA DO DNA 
 Identificação Humana (e.g teste de 
paternidade); 
 Crimes sexuais; 
 Desastres em massa; 
 Análi...
LIMITAÇÕES DO 
ESTUDO DO DNA 
 Dificuldades na obtenção de resultados 
quando o material é exíguo ou se 
encontra excessi...
A partir das análises forenses através do 
estudo do DNA progrediu notavelmente 
nos últimos anos. 
Os testes que no pas...
O DNA FORENSE 
É APLICADO
VANTAGENS DA ANÁLISE 
FORENSE POR DNA 
 Pode ser feita em qualquer fonte de material 
biológico; 
 Sensibilidade do exam...
DNA FINGERPRINT 
Foi inicialmente concebido por Alec 
Jeffreys em 1985, as primeiras técnicas de 
análise. 
http://www.te...
 A análise se dá através de marcadores 
genéticos denominados STR ( Short Tandem 
Repeats) autossômicos. 
http://rosalind...
 STRs são denominados de regiões 
microssatélites são constituídas por 
sequencias de DNA de 2-7 pb que se 
repetem em ta...
APLICAÇÕES DE DNA PARA 
FINS FORENSES 
I. JUSTIÇA CÍVIL: Testes de 
paternidade. 
II. JUSTIÇA CRIMINAL: 
Identificação hum...
PÓS GRADUAÇÃO 
EM BIOLOGIA FORENSE 
Biólogos, biomédicos, médicos, 
profissionais da área da criminalística, 
ciências ju...
SALÁRIO MÉDIO 
 PERITO CRIMINAL em 
início de carreira no Brasil é de 
R$ 4.492,52. 
 sendo o menor salário o pago 
pelo...
COMO SE TORNAR UM 
CIENTISTA FORENSE 
 Um diploma de bacharel, obter uma 
licenciatura em ciências ( química, 
biologia, ...
LOCAL DE TRABALHO DE UM 
CIENTISTA FORENSE 
LABORATÓRIOS; 
CENAS DE CRIME, NECROTÉRIOS; 
SALAS DE AULA; 
ORGANIZAÇOES ...
TESTES DE PATERNIDADE 
 Permite determinar a partir do 
trio filho, mãe e pretenso pai, se 
esse pode ou não ser excluído...
 2 técnicas utilizadas para análise. 
1. RFLP (Restriction Fragment Length 
Polymorphism) que estuda o VNTR 
(Variable Nu...
 RFLP é baseada em mutações que 
alteram a sequência de DNA de um 
indivíduo. 
 A impressão genética faz uso de 
sequênc...
 O DNA é digerido por enzimas de 
restrição, havendo diferentes 
fragmentos de sequências VNTR do 
DNA , característico d...
Os fragmentos são visualizados como 
bandas negras no filme de raio x. 
Análise de uma região VNTR do 
cromossomo 1 (D1S...
ANÁLISE DE PATERNIDADE 
 DNA da mãe (M), da criança (C), do alegado 
pai (AP), mistura do alegado pai/criança (PC) 
e uma...
TÉCNICA DE PCR 
Polymerase Chain Reaction foi 
introduzida inicialmente por Kary 
Mullis et al. 
Amplificações de sequên...
Utilizada em situações em que é preciso 
trabalhar com quantidades muito 
pequenas de DNA . 
Envolve vários ciclos, onde...
A Taq polimerase vem da bactéria 
Thermus aquaticus, que vive em águas 
termais. 
A Taq polimerase começa a trabalhar 
n...
PASSOS DA PCR 
1. DESNATURAÇÃO; 
2. HIDRIDIZAÇÃO OU ANNEALING; 
3. EXTENSÃO; 
http://www.ldmvet.com.br/Fotos1.aspx
1.PASSO: 
DESNATURAÇÃO TÉRMICA > 
90 º C 
Separa a dupla fita de DNA 
em fitas isoladas
2. PASSO 
HIBRIDIZAÇÃO 
 Replicação da sequência de interesse. 
 Temperatura encontra-se entre 40 
e 65 ° C.
Os iniciadores (PRIMERS) marcam as 
extremidades da sequência alvo. 
Os primers correspodem a curtas 
cadeias de nucleot...
3. PASSO 
EXTENSÃO 
A extensão é feita pela Taq polimerase, a 
temperatura se eleva aproximadamente 
eleva a aproximadame...
Extensão utilizando os dntps 
( dATP, dGTP, dCTP, dTTP). 
A taq polimerase sintetiza a cadeia 
exclusivamente na direção...
Ao final do ciclo temos duas cadeias 
de DNA idênticas a original.
SEPARANDO FRAGMENTOS 
DE DNA 
ELETROFORESE EM GEL DE 
AGAROSE E/ OU 
POLIACRILAMIDA 
Técnica de separação de partículas ...
 DNA possui carga elétrica negativa e 
migra em uma matriz de gel 
submetida a um campo elétrico. 
http://adamogama.blogs...
 Para análise de ácidos nucléicos ( DNA 
e RNA ) são usados corantes como o 
brometo de etídio. 
http://dc729.4shared.com...
PRINCIPAIS VESTÍGIOS 
BIOLÓGICOS FORENSES 
O que são vestígios biológicos ?? 
 SANGUE 
 PELOS HUMANOS 
 ESPERMA
SANGUE 
 São analisados pela Hematologia 
Forense. 
http://www.calameo.com/books/0001896935 
c643e87391e 
http://jaimeram...
 O uso de luminol e outras luzes 
forenses podem revelar manchas 
de sangue ocultas ou lavadas. 
http://badalovip.com/dir...
PELOS HUMANOS 
 Cabe aos conhecimentos oriundos da 
Tricologia Forense identificar a 
natureza dos pelos e diferenciá-los...
ESPERMA 
 A Citologia Forense ocupa-se de 
investigar e diferenciar células 
presentes no local do crime. 
 A confirmaçã...
INFLUÊNCIA DA MÍDIA 
TELEVISIVA 
 Várias séries televisivas por exemplo 
Dexter, CSI (Crime Scene Investigation), 
Cold C...
AVALIAÇÃO FINAL 
• Para uma avaliação dos seus conhecimentos 
responda o quizz. Disponível em: 
https://docs.google.com/fo...
REFERÊNCIAS 
Antropologia Forense. Disponível em: <http://www.ipsoaxaca.hol.es/laboratorios/ 
antropologia-forense>. Acess...
Crime Scene. Disponível em: <http://whomurderedrobertwone.com/2011/01/10/the-philadelphia-story/ 
crime-scene-tape/>. Aces...
. MERCADO, J. Criminologo. Disponível em: < http://jaimeramirezmercado123.blogspot.com.br>. 
Acesso 02 Outubro 2014. 
Lumi...
Uso de técnicas de Biologia Molecular na Genética Forense. Disponível em: 
<http://www.derechoycambiosocial.com/revista034...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biologia forense e suas áreas auxiliares.

2.316 visualizações

Publicada em

Apresentação de carácter informativo sobre Introdução à biologia forense e suas áreas auxiliares.

Publicada em: Ciências
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.316
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
153
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biologia forense e suas áreas auxiliares.

  1. 1. INTRODUÇÃO A BIOLOGIA FORENSE E SUAS ÁREAS Danieli Simões R.A 11031946
  2. 2. AVALIAÇÃO PRÉVIA • TESTE SEUS CONHECIMENTOS INICIAIS RESPONDENDO O QUIZZ SIMPLES. DISPONIVEL EM: https://docs.google.com/forms/d/1eBOI0lNUYGpBymL78guF D1dBPhbnBGguXlg23TcMq1c/viewform
  3. 3. SUMÁRIO Definição de ciência forense. Conceitos básicos sobre algumas áreas da ciência forense. Vídeos ilustrativos Influência da mídia televisiva
  4. 4. OBJETIVOS  Mostrar a interdisciplinaridade inerente no assunto ciência forense. Aprofundar os conteúdos contextualizando-os com atividades profissionais.
  5. 5. DEFINIÇÃO CIÊNCIA FORENSE  Área interdisciplinar;  Não é uma ciência única;  Aplicam o conhecimento e a tecnologia das ciências no comprimento das leis sociais;
  6. 6. PRINCIPAIS ÁREAS  ANTROPOLOGIA ODONTOLOGIA TOXICOLOGIA ENTOMOLOGIA BOTÂNICA CRIMINOLOGIA GENÉTICA
  7. 7. ANTROPOLOGIA FORENSE  Estudo dos restos de esqueletos. http://www.ipsoaxaca.hol.es/laboratorios/antropologia-forense
  8. 8. ODONTOLOGIA FORENSE  Exame e estudos a partir da manipulação dos dentes. http://www.ipsoaxaca.hol.es/laboratorios/odontologia-forense
  9. 9. TOXICOLOGIA  Têm como principal objetivo a detecção e a identificação de substâncias tóxicas que possam provocar danos ou alterações no equilíbrio biológico. http://www.toxicologyguide.com/887-Forensic
  10. 10. ENTOMOLOGIA  Estudo dos insetos, para determinar as informações sobre o corpo, data e local da morte com base na idade do inseto presente. http://stoukasb.gr/ http://ecologiaurbanacwb.blogspot.pt/
  11. 11. BOTÂNICA Utiliza plantas, sementes, raízes, polén ou quaisquer outros vestígios botânicos com o fim de obter provas para um crime, comprovar o testemunho e /ou acusações. http://cenadocrime-ap.blogspot.com.br/2010/11/botanica-forense.html
  12. 12. PALINOLOGIA  Consiste na aplicação do estudo da estrutura, disposição e dispersão do pólen e dos esporos na investigação criminal. http://www.marisolcollazos.es/noticias-criminologia/?p=4704
  13. 13. CRIMINOLOGIA  Têm por objetivo identificar o autor do crime baseando-se na comparação de perfis genéticos das amostras biológicas. http://whomurderedrobertwone.com/2011/01/10/the-philadelphia-story/ crime-scene-tape/
  14. 14. GENÉTICA  Utiliza o DNA para apoiar e auxiliar a justiça a desvendar casos sob investigação policial ou do ministério público. http://www.fenapef.org.br/fenapef/noticia/index/40775
  15. 15. IMPORTÂNCIA DO DNA  Identificação Humana (e.g teste de paternidade);  Crimes sexuais;  Desastres em massa;  Análise dos vestígios biológicos (e.g sangue, saliva, pelos, etc);
  16. 16. LIMITAÇÕES DO ESTUDO DO DNA  Dificuldades na obtenção de resultados quando o material é exíguo ou se encontra excessivamente degradado.  Impossibilidade de diferenciar amostras de vítimas que pertence a gêmeos monozigóticos.
  17. 17. A partir das análises forenses através do estudo do DNA progrediu notavelmente nos últimos anos. Os testes que no passado se efetuavam de 6-8 semanas podem ser feitos em poucas horas na atualidade.  3 % do genoma humano tem repetições em tandem.
  18. 18. O DNA FORENSE É APLICADO
  19. 19. VANTAGENS DA ANÁLISE FORENSE POR DNA  Pode ser feita em qualquer fonte de material biológico;  Sensibilidade do exame;  Estabilidade perante a fatores ambientais devido á sua resistência a ácidos e bases;  Possibilidade de separar o DNA de uma célula espermática de qualquer outro DNA celular;
  20. 20. DNA FINGERPRINT Foi inicialmente concebido por Alec Jeffreys em 1985, as primeiras técnicas de análise. http://www.telegraph.co.uk/news/uknews/5293393/DNA-fingerprint-pioneer-brands-database- ruling-very-disturbing.html
  21. 21.  A análise se dá através de marcadores genéticos denominados STR ( Short Tandem Repeats) autossômicos. http://rosalind.info/glossary/microsatellite/
  22. 22.  STRs são denominados de regiões microssatélites são constituídas por sequencias de DNA de 2-7 pb que se repetem em tandem de 5- 30 vezes.  O loci dos microssatélites ou repetições curtas consecutivas (STRs), são parecidos com minissatélites, mas com estrutura repetida menor (GATA)n, para a identificação de indivíduos é necessária a utilização de regiões polimórficas de DNA.
  23. 23. APLICAÇÕES DE DNA PARA FINS FORENSES I. JUSTIÇA CÍVIL: Testes de paternidade. II. JUSTIÇA CRIMINAL: Identificação humana, crimes sexuais, crimes contra a vida, crimes contra o patrimônio e desastres em massa.
  24. 24. PÓS GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA FORENSE Biólogos, biomédicos, médicos, profissionais da área da criminalística, ciências jurídicas e professores de biologia. Portadores de diploma do ensino superior nas áreas da saúde e biológicas, interessados em adquirir ou ampliar o conhecimento na área forense e preparação para concursos públicos.
  25. 25. SALÁRIO MÉDIO  PERITO CRIMINAL em início de carreira no Brasil é de R$ 4.492,52.  sendo o menor salário o pago pelo estado do Espírito Santo R$2.363,11.  e o maior salário o pago pela Polícia Federal R$ 12.992,70.
  26. 26. COMO SE TORNAR UM CIENTISTA FORENSE  Um diploma de bacharel, obter uma licenciatura em ciências ( química, biologia, física, etc).  Grau avançado em alguns trabalhos como: psiquiatria, antropologia e patologista.  Capacidade de observação e cursos de laboratório.  Integridade pessoal, capacidade de escrever um relatório científico compreensível.
  27. 27. LOCAL DE TRABALHO DE UM CIENTISTA FORENSE LABORATÓRIOS; CENAS DE CRIME, NECROTÉRIOS; SALAS DE AULA; ORGANIZAÇOES NACIONAIS E INTERNACIONAIS; HOSPITAIS, UNIVERSIDADES, POLÍCIA, ETC.
  28. 28. TESTES DE PATERNIDADE  Permite determinar a partir do trio filho, mãe e pretenso pai, se esse pode ou não ser excluído da possibilidade de ser o pai biológico. http://brandtk.deviantart.com/art/Darth-Vader-Paternity-Test-318611041
  29. 29.  2 técnicas utilizadas para análise. 1. RFLP (Restriction Fragment Length Polymorphism) que estuda o VNTR (Variable Number of Tandem Repeats). 2. PCR (Polymerase Chain Reaction) que estuda os locus (loci) STR (Short Tandem Repeat) pela amplificação destes.
  30. 30.  RFLP é baseada em mutações que alteram a sequência de DNA de um indivíduo.  A impressão genética faz uso de sequências altamente repetitivas variáveis VNTRs denominadas minissatélites.  As regiões minissatélites são constituídas por sequências de DNA DE 6-100 pb que se repetem várias vezes dependendo do locus.
  31. 31.  O DNA é digerido por enzimas de restrição, havendo diferentes fragmentos de sequências VNTR do DNA , característico de cada indivíduo.  Os produtos da digestão são separados por eletroforese em gel de agarose, desnaturados e transferidos para uma membrana de hibridização, técnica denominada Southern Blot.
  32. 32. Os fragmentos são visualizados como bandas negras no filme de raio x. Análise de uma região VNTR do cromossomo 1 (D1S7).
  33. 33. ANÁLISE DE PATERNIDADE  DNA da mãe (M), da criança (C), do alegado pai (AP), mistura do alegado pai/criança (PC) e uma padrão molecular (M). http://www.dnapaternidade.com.br/procedimentos.htm
  34. 34. TÉCNICA DE PCR Polymerase Chain Reaction foi introduzida inicialmente por Kary Mullis et al. Amplificações de sequências específicas. http://edge.org/igd/2172
  35. 35. Utilizada em situações em que é preciso trabalhar com quantidades muito pequenas de DNA . Envolve vários ciclos, onde, em cada um deles, a cadeia específica é dobrada de tamanho. Envolve uma reação enzimática catalisada pela polimerase (enzima termoestável). http://www.neb.ca/emailer/taq/taq.html
  36. 36. A Taq polimerase vem da bactéria Thermus aquaticus, que vive em águas termais. A Taq polimerase começa a trabalhar no passo da replicação: a polimerase monta, a partir de cada fita simples de DNA marcada por um primer, uma nova dupla fita.
  37. 37. PASSOS DA PCR 1. DESNATURAÇÃO; 2. HIDRIDIZAÇÃO OU ANNEALING; 3. EXTENSÃO; http://www.ldmvet.com.br/Fotos1.aspx
  38. 38. 1.PASSO: DESNATURAÇÃO TÉRMICA > 90 º C Separa a dupla fita de DNA em fitas isoladas
  39. 39. 2. PASSO HIBRIDIZAÇÃO  Replicação da sequência de interesse.  Temperatura encontra-se entre 40 e 65 ° C.
  40. 40. Os iniciadores (PRIMERS) marcam as extremidades da sequência alvo. Os primers correspodem a curtas cadeias de nucleotídeos sintéticas, entre 20 e 20 bases nitrogenadas.
  41. 41. 3. PASSO EXTENSÃO A extensão é feita pela Taq polimerase, a temperatura se eleva aproximadamente eleva a aproximadamente 72 ° C. O processo de síntese é iniciado numa zona da cadeia dupla (onde os primers estão ligados) incorporando nucleotídeos complementares à sequência alvo.
  42. 42. Extensão utilizando os dntps ( dATP, dGTP, dCTP, dTTP). A taq polimerase sintetiza a cadeia exclusivamente na direção 5’ para 3’.
  43. 43. Ao final do ciclo temos duas cadeias de DNA idênticas a original.
  44. 44. SEPARANDO FRAGMENTOS DE DNA ELETROFORESE EM GEL DE AGAROSE E/ OU POLIACRILAMIDA Técnica de separação de partículas através da corrente elétrica. É frequentemente utilizada para estimar o tamanho dos fragmentos dos ácidos nucléicos.
  45. 45.  DNA possui carga elétrica negativa e migra em uma matriz de gel submetida a um campo elétrico. http://adamogama.blogspot.com.br/2012/07/eletroforese.html
  46. 46.  Para análise de ácidos nucléicos ( DNA e RNA ) são usados corantes como o brometo de etídio. http://dc729.4shared.com/doc/oZyl0nqS/preview.html
  47. 47. PRINCIPAIS VESTÍGIOS BIOLÓGICOS FORENSES O que são vestígios biológicos ??  SANGUE  PELOS HUMANOS  ESPERMA
  48. 48. SANGUE  São analisados pela Hematologia Forense. http://www.calameo.com/books/0001896935 c643e87391e http://jaimeramirezmercado123.blogspot.com.br /
  49. 49.  O uso de luminol e outras luzes forenses podem revelar manchas de sangue ocultas ou lavadas. http://badalovip.com/direitos-humanos-mais-luminol/ http://www.dudeiwantthat.com/gear/novelty/lum inol-spray.asp
  50. 50. PELOS HUMANOS  Cabe aos conhecimentos oriundos da Tricologia Forense identificar a natureza dos pelos e diferenciá-los de outras fibras naturais ou sintéticas.  Diferenciação de pelos humanos e animais. http://tricologista.blogspot.com.br/
  51. 51. ESPERMA  A Citologia Forense ocupa-se de investigar e diferenciar células presentes no local do crime.  A confirmação de sêmen se dá por testes imunológicos, que atestam a presença de sêmen pela detecção de Antígenos Prostáticos Específicos (PSA).
  52. 52. INFLUÊNCIA DA MÍDIA TELEVISIVA  Várias séries televisivas por exemplo Dexter, CSI (Crime Scene Investigation), Cold Case, dentre outras. Abordam temas referentes a ciência forense, influenciando jovens e adultos a se interessarem pela ciência. http://forense.worldwar-two.net/wordpress/?page_id=24
  53. 53. AVALIAÇÃO FINAL • Para uma avaliação dos seus conhecimentos responda o quizz. Disponível em: https://docs.google.com/forms/d/1OOxCnPQdo-gAfZL_ 5h3N8I8xZMPPBTzc3RfygpO18zY/viewform
  54. 54. REFERÊNCIAS Antropologia Forense. Disponível em: <http://www.ipsoaxaca.hol.es/laboratorios/ antropologia-forense>. Acesso em: 01 Agosto 2014. Odontologia Forense. Disponível em: <http://www.ipsoaxaca.hol.es/ laboratorios/odontologia-forense>. Acesso em: 01 agosto 2014. Toxicologia Forense. Disponível em: <http://www.toxicologyguide.com/887-Forensic>. Acesso em: 01 agosto 2014. Entomologia Forense. Disponível em: <http://stoukasb.gr/>. Acesso em: 02 agosto 2014. Entomologia Forense. Disponível em: <http://ecologiaurbanacwb.blogspot.pt>. Acesso em: 02 agosto 2014. Botânica Forense. Disponível em: <http://cenadocrime-ap.blogspot.com.br/2010/11/botanica-forense. html>. Acesso em: 04 agosto 2014. Panilogia Forense. Disponível em: < http://www.marisolcollazos.es/noticias-criminologia/?p=4704>. Acesso em: 06 agosto 2014. Dnapaternidade. Disponível em: < http://www.dnapaternidade.com.br/procedimentos.htm>. Acesso 10 Setembro 2014.
  55. 55. Crime Scene. Disponível em: <http://whomurderedrobertwone.com/2011/01/10/the-philadelphia-story/ crime-scene-tape/>. Acesso em: 06 agosto 2014. Federação Nacional dos Policiais Federais. Disponível em: <http://www.fenapef.org.br/fenapef/noticia/index/40775>. Acesso em : 06 agosto 2014. Microsatellite. Disponível em: <http://rosalind.info/glossary/microsatellite/>. Acesso em: 08 agosto 2014. Deviantart. Disponível em: < http://brandtk.deviantart.com/art/Darth-Vader-Paternity-Test- 318611041>. Acesso em: 08 agosto 2014. Ciência Forense. Disponível em: < http://forense.worldwar-two.net/wordpress/?page_id=347#2>. Acesso 08 Setembro 2014. How Crime Scene Investigation Works. Disponível em: <http://science.howstuffworks.com/csi.htm>. Acesso 08 Setembro 2014. Ádamo Porto Gama. Disponível em: < http://adamogama.blogspot.com.br/2012/07/eletroforese.html>. Acesso 18 Setembro 2014. Edge. Disponível em: http://edge.org/igd/2172>. Acesso 18 Setembro 2014. Hematologia Forense. Disponível em: < http://dc729.4shared.com/doc/oZyl0nqS/preview.html>. Acesso 02 Outubro 2014.
  56. 56. . MERCADO, J. Criminologo. Disponível em: < http://jaimeramirezmercado123.blogspot.com.br>. Acesso 02 Outubro 2014. Luminol. Disponível em: <http://badalovip.com/direitos-humanos-mais-luminol/>. Acesso 02 Outubro 2014. PINHEIRO, M. Genética Forense: Perspectivas da Identificação Genética. Universidade Fernando Pessoa, p. 412, 2010. SOUZA, C. M. Ciências Forenses em Sala de Aula. Disponível em: <http://www.webartigos.com/artigos/ciencias-forenses-em-sala-de-aula/9772/>. Acesso 02 Outubro 2014. Estudo Forense do Sangue. Disponível em: <https://bibliotecadigital.ipb.pt/bitstream/10198/7519/3/Estudo%20forense%20do%20Sangue%20po ster%2097.pdf>. Acesso 02 Outubro 2014. Biologia Forense. Disponível em: <https://ru.scribd.com/doc/152727647/biologia-forense>. Acesso 02 Outubro 2014. Ciência Forense- Perito Criminal. Disponível em: <https://ru.scribd.com/doc/152727647/biologia-forense>. Acesso 02 Outubro 2014. CSI A Importância da Recolha do Material Biológico. Disponível em: https://ru.scribd.com/doc/152727647/biologia-forense>. Acesso 02 Outubro 2014.
  57. 57. Uso de técnicas de Biologia Molecular na Genética Forense. Disponível em: <http://www.derechoycambiosocial.com/revista034/USO_DAS_TECNICAS_DE_BIOLOGIA_MOL ECULAR_NA_GENETICA_FORENSE.pdf>. Acesso 02 Outubro 2014. Biologia Forense-Principais Vestígios Biológicos. Disponível em: <http://www.portaleducacao.com.br/biologia/artigos/54402/biologia-forense-principais-vestigios-biologicos>. Acesso em 02 Outubro 2014. Ciências Forenses ao Serviço da Justiça. Disponível em: < http://issuu.com/lidel/docs/issuu_completo_bx>. Acesso: 02 Outubro 2014. Instituto de Serviços Periciais de Oaxaca. Disponível em: < http://issuu.com/lidel/docs/issuu_completo_bx>. Acesso 02 Outubro 2014. O Papel da Taq Polimerase. no PCR Disponível em: < http://issuu.com/lidel/docs/issuu_completo_bx>. Acesso 02 Outubro 2014. Dna Paternidade. Disponível em: < http://issuu.com/lidel/docs/issuu_completo_bx>. Acesso em: 02 Outubro 2014. Citocamp. Disponível em: < http://issuu.com/lidel/docs/issuu_completo_bx>. Acesso em: 02 Outubro 2014.

×