SlideShare uma empresa Scribd logo

Relevo brasileiro-e-sua-classificacao

Aula em PDF

1 de 20
Baixar para ler offline
BRASIL:
Estrutura Geológica e Classificação do Relevo.
Fonte: Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco / Sistema de Ensino – CNEC.
Adaptado 2017
http://jornalggn.com.br/noticia/driftando-na-serra-do-rio-do-rastro
Relevo
 o relevo é o conjunto das formas da crosta terrestre.
 É resultado da ação de forças endógenas (forças internas
da Terra como vulcanismo, movimento de placas
tectônicas, terremotos) e exógenas (forças externas como
erosão, transporte e sedimentação).
 São várias as formas de relevo: montanhas, planaltos,
planícies, depressões relativas e absolutas.
Brasil e as Placas Tectônicas.
Estrutura Geológica do Brasil
 A Estrutura Geológica de um lugar refere-se a
que tipo de material compõe o seu solo e
subsolo.
 A Estrutura Geológica Brasileira é
classificada considerando-se três unidades
básicas:
- dobramentos antigos;
- bacias sedimentares;
- crátons ou escudos cristalinos.
Estrutura Geológica do Brasil
Já foram bastante desgastados pelos agentes
erosivos
Água da chuva Vento
Era Pré-Cambriana
Período Arqueozoico Período Proterozoico
Dobramentos antigos
Também chamados de cadeias
orogênicas
São resultantes do erguimento lento
e horizontal.
Estrutura Geológica do Brasil
Bacias
Sedimentares
São resultantes do acúmulo, em
áreas mais baixas, de sedimentos
e detritos oriundos do desgaste
sofrido pelas rochas de terrenos
mais altos, ao longo do tempo
geológico.
Recobre cerca de 64% do território
brasileiro.
Nelas, encontram-se os
combustíveis fósseis: carvão e
petróleo.
Anúncio

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio BrasileiroO TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio Brasileiroguest36d66b7
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localizaçãoLuciano Pessanha
 
Estrutura geológica do brasil
Estrutura geológica do brasilEstrutura geológica do brasil
Estrutura geológica do brasilAlexandre Sampaio
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil AulaLuciano Pessanha
 
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilProfessor
 
A regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundialA regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundialUilson Pereira da Silva
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosProfessor
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da AméricaCadernizando
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasilmoajr2
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônicaProfessor
 
O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)
O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)
O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)Nefer19
 
Geografia a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...
Geografia   a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...Geografia   a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...
Geografia a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...Gustavo Soares
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosProfessor
 

Mais procurados (20)

Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
 
Região nordeste
Região nordesteRegião nordeste
Região nordeste
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
 
O TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio BrasileiroO TerritóRio Brasileiro
O TerritóRio Brasileiro
 
Relevo Brasileiro
 Relevo Brasileiro Relevo Brasileiro
Relevo Brasileiro
 
Estrutura geológica
Estrutura geológicaEstrutura geológica
Estrutura geológica
 
O continente americano localização
O continente americano   localizaçãoO continente americano   localização
O continente americano localização
 
Estrutura geológica do brasil
Estrutura geológica do brasilEstrutura geológica do brasil
Estrutura geológica do brasil
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
 
Aula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasilAula de hidrografia do brasil
Aula de hidrografia do brasil
 
A regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundialA regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundial
 
Africa aspectos fisicos
Africa aspectos fisicosAfrica aspectos fisicos
Africa aspectos fisicos
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
A população da ásia
A população da ásiaA população da ásia
A população da ásia
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
 
Formação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevoFormação e modelagem do relevo
Formação e modelagem do relevo
 
O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)
O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)
O Brasil no mundo - 7º Ano (2017)
 
Geografia a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...
Geografia   a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...Geografia   a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...
Geografia a estrutura geologica do brasil e sua relaçao com a formacao do r...
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
 

Destaque (15)

Energia hidreltrica brasil
Energia hidreltrica brasilEnergia hidreltrica brasil
Energia hidreltrica brasil
 
Agricultura slide
Agricultura slideAgricultura slide
Agricultura slide
 
Geopolitica do petroleo
Geopolitica do petroleo Geopolitica do petroleo
Geopolitica do petroleo
 
Transgênicos ppt
Transgênicos pptTransgênicos ppt
Transgênicos ppt
 
Agricultura nos eua
Agricultura nos euaAgricultura nos eua
Agricultura nos eua
 
Prova1 bciencias4anoformat
Prova1 bciencias4anoformatProva1 bciencias4anoformat
Prova1 bciencias4anoformat
 
Geografia relevo-final
Geografia relevo-finalGeografia relevo-final
Geografia relevo-final
 
Transportesbrasileiros
TransportesbrasileirosTransportesbrasileiros
Transportesbrasileiros
 
Agricultura na ue
Agricultura na ueAgricultura na ue
Agricultura na ue
 
Concentração fundiária
Concentração fundiáriaConcentração fundiária
Concentração fundiária
 
Estruturageologica
EstruturageologicaEstruturageologica
Estruturageologica
 
História do mst
História do mstHistória do mst
História do mst
 
Tiposdeclima
TiposdeclimaTiposdeclima
Tiposdeclima
 
Agricultura organica
Agricultura organicaAgricultura organica
Agricultura organica
 
Hidrelétricas2
Hidrelétricas2Hidrelétricas2
Hidrelétricas2
 

Semelhante a Relevo brasileiro-e-sua-classificacao

Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilProf.Paulo/geografia
 
Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.
Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.
Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.Hevan Schultz
 
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilDomínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilRogério Bartilotti
 
Relevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptxRelevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptxSalvioli1
 
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevoProf demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevoDeto - Geografia
 
Pdf geografia
Pdf geografiaPdf geografia
Pdf geografiaEMSNEWS
 
Aula de relevo
Aula de relevoAula de relevo
Aula de relevoGoogle
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileirokarolpoa
 
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02Colegio D. Temoteo
 
Relevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologicaRelevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologicaestelakolinski
 
Relevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologicaRelevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologicaestelakolinski
 
Estrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasilEstrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasilAtalibas Aragão
 
Relevo continental e submarino
Relevo continental e submarinoRelevo continental e submarino
Relevo continental e submarinoprofleofonseca
 

Semelhante a Relevo brasileiro-e-sua-classificacao (20)

Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
 
Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.
Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.
Relevo do Brasil - Formações Geomorfológicas do Brasil.
 
RELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTALRELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTAL
 
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilDomínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
 
As paisagens e o relevo
As paisagens e o relevoAs paisagens e o relevo
As paisagens e o relevo
 
Relevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptxRelevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptx
 
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevoProf demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Pdf geografia
Pdf geografiaPdf geografia
Pdf geografia
 
Apostila Geografia
Apostila GeografiaApostila Geografia
Apostila Geografia
 
Aula de relevo
Aula de relevoAula de relevo
Aula de relevo
 
1 aula
1 aula1 aula
1 aula
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
Relevoestruturageologica 100417095104-phpapp02
 
Relevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologicaRelevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologica
 
Relevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologicaRelevo estrutura geologica
Relevo estrutura geologica
 
Estrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasilEstrutura geologica e relevo do brasil
Estrutura geologica e relevo do brasil
 
Relevo Do brasil
Relevo Do brasilRelevo Do brasil
Relevo Do brasil
 
Relevo continental e submarino
Relevo continental e submarinoRelevo continental e submarino
Relevo continental e submarino
 

Mais de danielcpacheco2

Mais de danielcpacheco2 (6)

Geografia do Rio de Janeiro
Geografia do Rio de JaneiroGeografia do Rio de Janeiro
Geografia do Rio de Janeiro
 
Biomassa
Biomassa Biomassa
Biomassa
 
Energia nuclear
Energia nuclearEnergia nuclear
Energia nuclear
 
Hidrelétricas
HidrelétricasHidrelétricas
Hidrelétricas
 
Estruturadaterra
EstruturadaterraEstruturadaterra
Estruturadaterra
 
Cartografia powerpoint
Cartografia powerpointCartografia powerpoint
Cartografia powerpoint
 

Último

a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 

Relevo brasileiro-e-sua-classificacao

  • 1. BRASIL: Estrutura Geológica e Classificação do Relevo. Fonte: Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco / Sistema de Ensino – CNEC. Adaptado 2017 http://jornalggn.com.br/noticia/driftando-na-serra-do-rio-do-rastro
  • 2. Relevo  o relevo é o conjunto das formas da crosta terrestre.  É resultado da ação de forças endógenas (forças internas da Terra como vulcanismo, movimento de placas tectônicas, terremotos) e exógenas (forças externas como erosão, transporte e sedimentação).  São várias as formas de relevo: montanhas, planaltos, planícies, depressões relativas e absolutas.
  • 3. Brasil e as Placas Tectônicas.
  • 4. Estrutura Geológica do Brasil  A Estrutura Geológica de um lugar refere-se a que tipo de material compõe o seu solo e subsolo.  A Estrutura Geológica Brasileira é classificada considerando-se três unidades básicas: - dobramentos antigos; - bacias sedimentares; - crátons ou escudos cristalinos.
  • 5. Estrutura Geológica do Brasil Já foram bastante desgastados pelos agentes erosivos Água da chuva Vento Era Pré-Cambriana Período Arqueozoico Período Proterozoico Dobramentos antigos Também chamados de cadeias orogênicas São resultantes do erguimento lento e horizontal.
  • 6. Estrutura Geológica do Brasil Bacias Sedimentares São resultantes do acúmulo, em áreas mais baixas, de sedimentos e detritos oriundos do desgaste sofrido pelas rochas de terrenos mais altos, ao longo do tempo geológico. Recobre cerca de 64% do território brasileiro. Nelas, encontram-se os combustíveis fósseis: carvão e petróleo.
  • 7. Estrutura Geológica do Brasil Bacias Sedimentares Formaram-se nas eras Paleozoica, Mesozoica e Cenozoica. Solos dispostos em camadas horizontais Conclusão: Pouca ação do tectonismo no Brasil Lavas endurecidas e desgastadas Longínquas atividades vulcânicas Solos de terra roxa
  • 8. Estrutura Geológica do Brasil Crátons ou Escudos Cristalinos Terrenos mais antigos e amplamente erodidos, de baixas altitudes. Os crátons encontrados no Norte do Brasil e nas Guianas são exceções, pois possuem grandes altitudes.
  • 9. Estrutura Geológica do Brasil CRÁTONS Era Pré- Cambriana 545 m.a. Período Arqueozoico 3.800 m.a. Período Proterozoico 2.500 m.a. Correspondem a 36% do território brasileiro 32% do período Arqueozoico 4% do período Proterozoico
  • 10. Ex. Formas de Relevo.
  • 11. O relevo brasileiro  O Brasil apresenta as seguintes formas de relevo: planaltos, planícies e depressões. O território brasileiro não apresenta altas montanhas.  O Brasil apresenta altitudes modestas: cerca de 85% do território brasileiro apresenta-se com altitudes inferiores a 600 m.  Altitude – é a altura de um lugar em relação ao nível médio das águas do mar.
  • 12. Jurandyr Ross Aziz Ab’Sáber Aroldo de Azevedo O relevo brasileiro foi classificado por três principais autores:
  • 13. Aroldo de Azevedo – déc. 1940  De acordo com essa classificação o relevo brasileiro foi dividido em planícies – áreas com altitudes abaixo de 200 m. e planaltos – altitudes superiores a 200 m.  A classificação de Azevedo apresentou 8 unidades: 59% planálticas e 41% planícies.
  • 14. Aziz Ab’Saber – 1958  Definiu planícies como áreas mais ou menos planas onde os processos de sedimentação são superiores aos processos de erosão.  Definiu planaltos como áreas irregulares onde os processos de erosão são superiores aos processos de sedimentação.  A classificação de Ab’Saber apresentou 10 unidades: 75% -planaltos e 25% planícies.
  • 15. Jurandyr Ross - 1989  O relevo brasileiro é formado por planaltos, planícies e depressões.  Planaltos – são áreas relativamente elevadas, formadas por rochas resistentes que podem ser cristalinas e sedimentares e delimitadas por escarpas (aclives acentuado de relevo), onde os processos erosivos predominam e as superfícies são irregulares.  Planícies – são as áreas mais baixas e planas do relevo onde predominam os processos de sedimentação já que recebem sedimentos oriundos dos planaltos e das depressões.  Depressões – são áreas de relevo levemente aplainado e rebaixado em relação às áreas do entorno (em sua volta), onde há ação tanto da erosão quanto da sedimentação, mas predominam os processos erosivos.  São 28 unidades no relevo brasileiro: 11 planaltos, 11 depressões e 6 planícies. Foi feito em 1989 a partir dos dados do Projeto Radambrasil.
  • 20. Referências Bibliográficas  http://www.brasilescola.com/brasil/estrutura-geologia-brasil.htm. Acesso em 1/7/2012.  http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/estrutura-geologica-brasil.htm. Acesso em 1/7/2012.  http://www.colegioweb.com.br/geografia/estrutura-geologica-do-brasil.html. Acesso em 1/7/2012.  http://www.suapesquisa.com/o_que_e/geologia.htm. Acesso em 1/7/2012.  http://oespacobrasileiro.blogspot.com.br/2010/04/extrutura-geologica-e-relevo- brasileiro.html. Acesso em 3/7/2012.  ADAS, Melhem. Panorama Geográfico Brasileiro: contradições, impasses e desafios socioespaciais. – 4. ed. reform. e atual. – São Paulo: Moderna, 2004.  ARAÚJO, Regina. MAGNOLI, Demétrio. Projeto de ensino de geografia. Geografia do Brasil. - 2. ed. - São Paulo: Moderna, 2005.  ROSS, Jurandyr. L. S. Geografia do Brasil. - 4. ed. 1 reimpr. - São Paulo: EDUSP, 2003.  www.joseferreira.com.br/.../relevo-brasileiro/relevo-brasileiro-e-classificacao-do-relev...  www1.educacao.pe.gov.br/.../A%20estrutura%20geológica%20do%20Brasil%20e%2...