Tesouro Direto 2012

3.450 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.450
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.536
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tesouro Direto 2012

  1. 1. Tesouro Direto Brasília André Garcia Secretaria do Tesouro Nacional
  2. 2. Visão GeralVantagensComprando e Vendendo TítulosTributaçãoComprando e Vendendo TítulosEntendendo o que altera o preçoCalculadora do Tesouro DiretoPerfil do Investidor
  3. 3. O que é o Tesouro Direto?Programa criado em 7 de janeiro de 2002, que possibilita a aquisição detítulos públicos por parte de pessoas físicas por meio da InternetObjetivos Democratizar o acesso aos títulos públicos brasileiros Incentivar a formação de poupança de longo prazo Transparência - Fornecer informações sobre a administração e a estrutura da dívida pública federal brasileira Disseminar a cultura de investir diretamente em títulos públicos
  4. 4. O que são títulos públicos? Os títulos públicos são ativos de renda fixa que representam dívidas contraídas pelo Tesouro Nacional a serem pagas em datas pré-estabelecidasObjetivos da Dívida Pública Financiar investimentos do Governo Federal Captar recursos para a rolagem da dívida pública
  5. 5. Relação entre as partes envolvidas no Tesouro Direto TESOURO NACIONAL BM&F Bovespa (guarda dos títulos, saldo e extratos) Instituição Financeira Instituição Financeira Instituição Financeira (repasse de recursos, (repasse de recursos, (repasse de recursos, IR, cadastro) IR, cadastro) IR, cadastro) Investidor 1 Investidor 2 Investidor 3
  6. 6. Visão GeralVantagensComprando e Vendendo TítulosTributaçãoComprando e Vendendo TítulosEntendendo o que altera o preçoCalculadora do Tesouro DiretoPerfil do Investidor
  7. 7. Vantagens Rentabilidade atrativa Investimentos a partir de R$ 30,00 na compra programada e múltiplos de 10% (aprox. R$80,00) na compra normal Facilidade operacional – negociação pela internet Melhor planejamento - Investidor monta sua carteira, escolhendo os prazos e os tipos de rentabilidade Liquidez semanal Segurança – Investimento 100% garantido pelo Tesouro Nacional Baixos custos de intermediação
  8. 8. Custos de Fundos de InvestimentosAs taxas dos fundos de investimento mudam de acordo com a política de cada Banco.Geralmente são mais baixas quanto maiores os volumes aplicados.
  9. 9. Custos do Tesouro Direto Taxas BM&FBOVESPA: Taxa de Negociação – 0,1% sobre o valor da operação, cobrada no momento da compra Taxa de Custódia – 0,3% a.a. provisionada diariamente e cobrada proporcionalmente ao período em que o investidor mantiver o título Taxa da Instituição Financeira: É determinado livremente por cada agente De 0% a 1%
  10. 10. Vantagens do Tesouro Direto: Ranking de Taxas das Instituições Financeiras
  11. 11. Vantagens do Tesouro Direto: Rentabilidade e Taxa de AdministraçãoEm geral, as pessoas não têm a exata dimensão do impacto dos custos deadministração sobre a rentabilidade Simulação: Rendimento nominal de 8,25% a.a.; horizonte de 24 meses
  12. 12. Vantagens do Tesouro Direto: Carteira PersonalizadaOutra vantagem do TD é a possibilidade do investidor montar uma carteira: Tipos de títulos: O investidor pode adequar os tipos de títulos de acordo com sua necessidade (indexados à inflação, à Selic ou prefixados) Vencimentos: O investidor pode usar os vários vencimentos para adequar sua necessidade de fluxo de caixa
  13. 13. Preços e taxas dos títulos públicos disponíveis para compra
  14. 14. Títulos Públicos Ofertados no Tesouro Direto Fluxo dos títulos: LTN, LFT e NTN-B Principal Pagamento de principal (NTN- B e LFT) e R$ 1.000 (LTN) Data de vencimento Data da compra Fluxo dos títulos: NTN-F e NTN-B Pagamento de principal Pagamento de cupom (semestral) Data de Data da vencimento compra
  15. 15. Visão GeralVantagensComprando e Vendendo TítulosTributaçãoComprando e Vendendo TítulosEntendendo o que altera o preçoCalculadora do Tesouro DiretoPerfil do Investidor
  16. 16. Tributação IOF regressivo (para aplicações com prazo inferior a 30 dias) e IR de: 22,5% até 180 dias 20% de 181 a 360 dias 17,5% de 361 a 720 dias 15% de acima de 720 dias O Imposto de Renda só é cobrado no momento da venda, vencimento ou pagamento de cupom
  17. 17. O “come-cotas” em Fundos de Investimento e a dedução do IR no TD • Aplicação: R$ 1.000,00 • Rentabilidade: 10% a.a. • IR: 15% • Período: 30 anos
  18. 18. Visão GeralVantagensComprando e Vendendo TítulosTributaçãoComprando e Vendendo TítulosEntendendo o que altera o preçoCalculadora do Tesouro DiretoPerfil do Investidor
  19. 19. Como adquirir Títulos Públicos no Tesouro Direto Diretamente no site do Tesouro Direto Diretamente no site da Instituição Financeira Alguns Bancos e Corretoras habilitados integraram seus sites ao do Tesouro Direto (atualmente são 20 os agentes integrados)
  20. 20. Novidades implementadas em JUNHO/12 Programação de compras (Taxa de negociação de 0,05% a partir da terceira compra do mesmo agendamento) Programação de vendas Reinvestimento automático dos juros semestrais dos títulos e do resgate na data do vencimento (não será cobrada a taxa de negociação de 0,1%) Diminuição da aplicação mínima de 20% para 10% do valor do título Aumento da aplicação máxima de R$ 400 mil para R$ 1 milhão por mês No caso de compras programadas e reinvestimento de cupons/vencimentos, o investidor terá a vantagem de comprar obedecendo a parcela mínima de 1% do valor do título, respeitado o limite financeiro mínimo de R$ 30,00
  21. 21. Horário de Funcionamento Disponível para consulta 24 horas por dia, 7 dias na semana Os investidores podem comprar títulos públicos diariamente, inclusive nos finais de semana e feriadosLimites de Compra por Pessoa Física (CPF) Limite Mínimo: 10% de um título público (compra programada 1%) ou R$ 30,00 Limite Máximo: R$ 1.000.000,00 por mês Não há limites para estoqueRecompra de Títulos Semanalmente, de 9h00 das quartas-feiras às 5h00 das quintas-feiras Prover liquidez aos títulos Não há carência nem limite máximo É efetuada a preços de mercado
  22. 22. Como adquirir Títulos Públicos no Tesouro Direto Investidor Escolhe uma das Solicita cadastramento e acessa o Instituições Financeiras envia documentação Portal credenciadas necessária Instituição Financeira habilita investidor no sistema da BM&F BOVESPAInvestidor apto No primeiro acesso, o BM&F BOVESPA envia senha a operar no próprio sistema solicitará a provisória ao investidorTesouro Direto digitação da senha definitiva.
  23. 23. Como OPERAR Títulos Públicos no Tesouro Diretohttps://seguro.cblc.com.br/tesourodireto/ <<--- link direto do site do TD
  24. 24. Como COMPRAR Títulos Públicos no Tesouro Direto
  25. 25. Visão GeralVantagensComprando e Vendendo TítulosTributaçãoComprando e Vendendo TítulosEntendendo o que altera o preçoCalculadora do Tesouro DiretoPerfil do Investidor
  26. 26. Entendendo o que altera o preçoO objetivo desta seção é ajudar o investidor a entender: Por que a rentabilidade da aplicação pode ser diferente da informada no momento da compra Os preços dos títulos são marcados a mercado O efeito de variações das taxas de juros sobre o preço O efeito do prazo de vencimento sobre o preço
  27. 27. Entendendo o que altera o preço Os juros praticados no mercado tem influência direta sobre o preço dos títulos. Exemplo: LTN 010116, com taxa de juros de 10% a.a. O preço que garante a rentabilidade de 10% ao ano durante o período de 03/04/12 a 01/01/16 é de R$ 700,01 R$ 1.000,00 Taxa = 10% a.a. 03/04/12 01/01/16 R$ 700,01 943 dias úteis Preço = 1.000 (DU / 252) DU (1 + TAXA) 252
  28. 28. Entendendo o que altera o preço Relação entre Preço e Taxa - LTN jan/16 11,50% 730 11% 11,00% 720 724,35 Preço 10,50% 710Taxa 10% 10,00% 700 700,01 9,50% 690 9% 9,00% 680 676,70 8,50% 670
  29. 29. Entendendo o que altera o preço Quanto maior o prazo para o vencimento, mais sensível é o preço dotítulo às alterações nas taxas de juros
  30. 30. Entendendo o que altera o preço Preço de Mercado X Preço da “Curva”
  31. 31. Entendendo o que altera o preço
  32. 32. Visão GeralVantagensComprando e Vendendo TítulosTributaçãoComprando e Vendendo TítulosEntendendo o que altera o preçoCalculadora do Tesouro DiretoPerfil do Investidor
  33. 33. Calculadora do Tesouro Direto
  34. 34. Visão GeralVantagensComprando e Vendendo TítulosTributaçãoComprando e Vendendo TítulosEntendendo o que altera o preçoCalculadora do Tesouro DiretoPerfil do Investidor
  35. 35. Investidores Registrados 309.602 276.373 214.657 174.658 145.939 102.993 73.198 32.796 49.498 20.916 5.854 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 jul/12
  36. 36. Estoque do Tesouro Direto (R$ milhões) 8.800,5 7.508,3 4.653,1 3.268,4 2.460,1 1.430,9 1.113,4 253,2 487,1 828,3 63,3 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 jul/12
  37. 37. Estoque do Tesouro Direto Estoque por título – julho/12
  38. 38. Estoque do Tesouro Direto Composição do estoque por prazo – julho/12
  39. 39. Obrigado!Contatotesourodireto@fazenda.gov.brwww.tesouro.fazenda.gov.br

×