A Revolução Francesa<br />História<br />Revolução Francesa era o nome dado ao conjunto de acontecimentos que, entre 5 de M...
A revolução francesa
A revolução francesa
A revolução francesa
A revolução francesa
A revolução francesa
A revolução francesa
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A revolução francesa

1.186 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.186
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A revolução francesa

  1. 1. A Revolução Francesa<br />História<br />Revolução Francesa era o nome dado ao conjunto de acontecimentos que, entre 5 de Maio de 1789 e 9 de Novembro de1799, alteraram o quadro político e social da França. Ela começa com a convocação dos Estados Gerais e a Queda da Bastilha e se encerra com o golpe de estado do 18 Brumário de Napoleão Bonaparte. Em causa estavam o Antigo Regime (Ancien Régime) e os privilégios do clero e da nobreza. Foi influenciada pelos ideais do Iluminismo  e da Independência Americana  (1776). Está entre as maiores revoluções da história da humanidade.<br />A Revolução é considerada como o acontecimento que deu início à Idade Contemporânea. Aboliu a servidão e os direitos feudais e proclamou os princípios universais de "Liberdade,  Igualdade e Fraternidade" (Liberté, Egalité, Fraternité), frase de autoria de Jean-Jacques Rousseau. Para a França, abriu-se em 1789 o longo período de convulsões políticas do século XIX, fazendo-a passar por várias repúblicas, uma ditadura, uma monarquia constitucional e dois impérios.<br />A Revolução<br />A Revolução Francesa pode ser subdividida em quatro períodos: a Assembléia Constituinte, a Assembléia Legislativa, a Convenção e o  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Diret%C3%B3rio_(Revolu%C3%A7%C3%A3o_Francesa)" o "Diretório (Revolução Francesa)" Diretório.<br />O período da Assembleia Constituinte decorre de 9 de julho de 1789 a 30 de setembro de 1791. As primeiras ações dos revolucionários deram-se quando, em 17 de junho, a reunião do Terceiro Estado se proclamou "Assembléia Nacional" e, pouco depois, "Assembléia Nacional Constituinte". Em 12 de julho, começam os motins em Paris, culminando em 14 de julho com a tomada da prisão da Bastilha, símbolo do poder real e depósito de armas. Sob proposta de dois aristocratas, o visconde de Noailles e do duque de Aiguillon, a Assembleia suprime todos os privilégios das comunidades e das pessoas, as imunidades provinciais e municipais, as banalidades, e os direitos feudais. Pouco depois, aprovava-se a solene "Declaração dos direitos do Homem e do Cidadão". O lema dos revolucionários era "Liberdade, Igualdade e Fraternidade", mas logo em 14 de junho de 1791, se aprovou a Lei de Le Chapelier que proibia os sindicatos de trabalhadores e as greves, com penas que podiam ir até à pena de morte. Em 19 de abril de 1791, o Estado nacionaliza e passa a administrar todos os bens da Igreja Católica, sendo aprovada em  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Julho" o "Julho" julho a Constituição Civil do Clero, por intermédio da qual os padres católicos passam a ser funcionários públicos.<br />O período da Assembléia Legislativa decorre de 8 de outubro de 1791, quando se dá a primeira reunião da Assembléia Legislativa, até aos massacres de 2 a 7 de setembro do ano seguinte. Sucedem-se os motins de Paris provocados pela fome; a França declara guerra à Áustria; dá-se o ataque ao Palácio das Tulherias; a família real é presa, e começam as revoltas monárquicas na Bretanha, Vendeia e Delfinado.<br />Entra o período da Convenção Nacional, de 20 de setembro de 1792 até 26 de outubro de 1795. A Convenção vem a ficar dominada pelos jacobinos (partido da pequena e média burguesia, liderado por  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Robespierre" o "Robespierre" Robespierre), criando-se o Comitê de Salvação Pública e o Comitê de Segurança Geral iniciando-se o reino do Terror. A monarquia é abolida e muitos nobres abandonam o país, vindo a família de Luís XVI a ser guilhotinada em 1793.<br />Vai seguir-se o período do  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Diret%C3%B3rio_(Revolu%C3%A7%C3%A3o_Francesa)" o "Diretório (Revolução Francesa)" Diretório até 1799, também conhecido como o período da "Reação Termidoriana". Um golpe de Estado armado desencadeado pela alta burguesia financeira marca o fim de qualquer participação popular no movimento revolucionário. Foi um período autoritário assente no exército (então restabelecido após vitórias realizadas em campanhas externas). Elaborou-se uma nova Constituição, com o propósito de manter a alta burguesia ( HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Girondinos" o "Girondinos" girondinos) livre de duas grandes ameaças: o jacobinismo e o ancien régime.<br />O golpe do 18 de Brumário em 9 de novembro de 1799 põe fim ao Diretório, iniciando-se a Era Napoleônica sob a forma do Consulado, a que se segue a Ditadura e o Império.<br />A Revolução Francesa semeou uma nova ideologia na Europa, conduziu a guerras, acabando por ser derrotada pela instalação do Império e, depois da derrota de Napoleão Bonaparte, pelo retorno a uma Monarquia na qual o rei Luís XVIII vai outorgar uma Carta Constitucional.<br />Napoleão Bonaparte Imperador<br />O governo não era respeitado pelas outras camadas sociais. Os burgueses mais lúcidos e influentes perceberam que com o Diretório não teriam condição de resistir aos inimigos externos e internos e manter o poder. Eles acreditavam na necessidade de uma ditadura militar, uma espada salvadora, para manter a ordem, a paz, o poder e os lucros.<br />A figura que sobressai no fim do período é a de Napoleão Bonaparte. Ele era o general francês mais popular e famoso da época. Quando estourou a revolução, era apenas um simples tenente e, como os oficiais oriundos da nobreza abandonaram o exército revolucionário ou dele foram demitidos, fez uma carreira rápida. Aos 24 anos já era general de brigada. Após um breve período de entusiasmo pelos jacobinos, chegando até mesmo a ser amigo dos familiares de Robespierre, afastou-se deles quando estavam sendo depostos. Lutou na Revolução contra os países absolutistas que invadiram a França e foi responsável pelo sufocamento do golpe de 1795.<br />Enviado ao Egipto para tentar interferir nos negócios do império inglês, o exército de Napoleão foi cercado pela marinha britânica nesse país, então sobre tutela inglesa. Napoleão abandonou seus soldados e, com alguns generais fiéis, retornou à França, onde, com apoio de dois directores e de toda a grande burguesia, suprimiu o Diretório e instaurou o Consulado, dando início ao período napoleônico em 18 de brumário (10 de Novembro de 1799).<br />O Consulado era representado por três elementos: Napoleão, o abade  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Emmanuel_Joseph_Siey%C3%A8s" o "Emmanuel Joseph Sieyès" Sieyès e  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Roger_Ducos" o "Roger Ducos" Roger Ducos. Na realidade o poder concentrou-se nas mãos de Napoleão, que ajudou a consolidar as conquistas burguesas da Revolução.<br />Brumário<br />Brumário (brumaire em francês) era o segundo mês do Calendário Revolucionário Francês que esteve em vigor na França de 22 de Setembro de 1792 a 31 de Dezembro de 1805.<br />O brumário correspondia geralmente ao período compreendido entre 22 de Outubro e 20 de Novembro do calendário gregoriano; recobrindo, aproximadamente, o período durante o qual o sol atravessa a constelação zodiacal de Escorpião.<br />O nome se deve à "neblina e às baixas brumas que são a exsudação da natureza de Outubro a Novembro", de acordo com os termos do relatório apresentado à Convenção (Revolução Francesa) em 3 brumário do ano II (24 de Outubro de 1793) por  HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Fabre_d%27%C3%89glantine&action=edit&redlink=1" o "Fabre d'Églantine (página não existe)" Fabre d'Églantine, em nome da "comissão encarregada da confecção do calendário"<br />Fábio Silva Nº13 8ºB<br />

×