Animais Talita P.  e  Alexandra T:41 Professora: Solange e Cheila
1-ANIMAIS SELVAGENS São considerados animais silvestres (ou selvagens) todos os animais que vivem ou nascem em um ecossist...
Evolução dos animais   No decorrer deste último século os cientistas descobriram várias pistas que os levaram a algumas co...
Os primeiros a aparecer tinham a forma de peixe, e somente milhões de anos após é que os primeiros anfíbios passaram a exi...
Para a ocorrência de todo esse processo, ocorreram inúmeras explicações, contudo, a mais conhecida foi explanada por Darwi...
Observou-se que partes dessas diferenças são benéficas para a obtenção de mais alimento, fato que permite uma melhor forma...
Após milhões de anos, a aparência de animais e plantas ficou bem diferente do que era. Aqueles que se desenvolveram melhor...
Tipos de escorpião Existem dois tipos de escorpiões mais conhecidos, escorpião preto (Tityus bahiensis) e o mais comum, es...
 
AS MINHOCAS
As minhocas se alimentam de organismos animais mortos e diversos tipos de vegetação (plantas e folhas). Durante o moviment...
As minhocas não ouvem  e nem enxergam. Vivem enterradas, construindo galerias e canais, arejando a terra.
São muito usadas na pesca como iscas pelos pescadores.  Seu corpo é formado por anéis. Numa extremidade fica a boca (sem d...
As minhocas também se reproduzem pelo processo de regeneração. Após uma divisão do corpo, formam-se novos indivíduos a par...
CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DAS MINHOCAS Peso: em média 30 gramas Comprimento: 15 cm na média
PEIXES . A respiração dos peixes é bem diferente da humana. Eles respiram fazendo a água passar pela boca e, em seguida, a...
Os peixes possuem uma visão de curta distância, embora enxerguem em todas as direções.  Não conseguem ouvir muito bem, por...
O sangue dos peixes, ao contrário do nosso, é frio. O corpo da maioria dos peixes é coberto por escamas e, para se movimen...
Sentido dos gatos
Os gatos conseguem ver tudo à frente e ao lado dos olhos, reconhecem o tamanho, a forma e a distância exata dos objetos. O...
Os gatos tem  a sensibilidade dos olhos onde enxergam um objeto a 10 metros na escuridão total, como se fosse de dia. É a ...
AUDIÇÃO DOS INSETOS O alcance da audição dos insetos é muito grande, alguns na frequência ultra-sônica de mais de duas oit...
AVES
As aves variam muito em seu tamanho, dos minúsculos beija-flores a espécies de grande porte como a avestrus  e a ema. Note...
Os pássaros estão incluidos na  ordem   Passeriformes , constituindo a ordem mais rica, ou seja, com maior número de espéc...
Enquanto a maioria das aves são caracterizadas pelo voo, as ratitas não podem voar ou apresentam voo limitado, uma caracte...
Aves não-voadoras são especialmente vulneráveis à extinção por conta da ação antrópica direta (destruição e fragmentação d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Animais

2.666 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.666
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Animais

  1. 1. Animais Talita P. e Alexandra T:41 Professora: Solange e Cheila
  2. 2. 1-ANIMAIS SELVAGENS São considerados animais silvestres (ou selvagens) todos os animais que vivem ou nascem em um ecossistema natural como florestas, rios e oceanos. Existem animais silvestres nativos brasileiros e exóticos de outros países .
  3. 3. Evolução dos animais No decorrer deste último século os cientistas descobriram várias pistas que os levaram a algumas comprovações sobre a teoria da evolução. Sabe-se que a princípio, não existiam seres vivos possuidores de coluna vertebral. Antes do surgimento dos primeiros vertebrados milhões de anos se passaram na história da evolução .
  4. 4. Os primeiros a aparecer tinham a forma de peixe, e somente milhões de anos após é que os primeiros anfíbios passaram a existir, e depois vieram os répteis, pássaros e mamíferos.
  5. 5. Para a ocorrência de todo esse processo, ocorreram inúmeras explicações, contudo, a mais conhecida foi explanada por Darwin (teoria evolucionista). Ele se fez notar quando observou que não existem duas plantas ou dois animais exatamente iguais.
  6. 6. Observou-se que partes dessas diferenças são benéficas para a obtenção de mais alimento, fato que permite uma melhor formação e um tempo de vida mais prolongado. Essas variações passaram de geração para geração e foram muito úteis para o desenvolvimento dos seres vivos.
  7. 7. Após milhões de anos, a aparência de animais e plantas ficou bem diferente do que era. Aqueles que se desenvolveram melhor, foram os que tiveram a chance de se adaptar as inúmeras mudanças que ocorreram em nosso planeta.
  8. 8. Tipos de escorpião Existem dois tipos de escorpiões mais conhecidos, escorpião preto (Tityus bahiensis) e o mais comum, escorpião amarelo (Tityus serrulatus),embora tem o (Tityus Costatus), (Tityus Metjendus) e (Tityus Stigmurus)
  9. 10. AS MINHOCAS
  10. 11. As minhocas se alimentam de organismos animais mortos e diversos tipos de vegetação (plantas e folhas). Durante o movimento, elas ingerem terra, aproveitando todo material orgânico e eliminando a terra.
  11. 12. As minhocas não ouvem e nem enxergam. Vivem enterradas, construindo galerias e canais, arejando a terra.
  12. 13. São muito usadas na pesca como iscas pelos pescadores. Seu corpo é formado por anéis. Numa extremidade fica a boca (sem dentes e mandíbulas) e na outra o ânus.
  13. 14. As minhocas também se reproduzem pelo processo de regeneração. Após uma divisão do corpo, formam-se novos indivíduos a partir de cada pedaço. A respiração da minhoca ocorre na pele.
  14. 15. CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DAS MINHOCAS Peso: em média 30 gramas Comprimento: 15 cm na média
  15. 16. PEIXES . A respiração dos peixes é bem diferente da humana. Eles respiram fazendo a água passar pela boca e, em seguida, até as guelras (brânquias), onde o oxigênio é retirado da água.
  16. 17. Os peixes possuem uma visão de curta distância, embora enxerguem em todas as direções. Não conseguem ouvir muito bem, porém possuem partes sensíveis no corpo que lhes permitem perceber o que está ocorrendo nas proximidades.
  17. 18. O sangue dos peixes, ao contrário do nosso, é frio. O corpo da maioria dos peixes é coberto por escamas e, para se movimentarem, utilizam as barbatanas (nadadeiras).
  18. 19. Sentido dos gatos
  19. 20. Os gatos conseguem ver tudo à frente e ao lado dos olhos, reconhecem o tamanho, a forma e a distância exata dos objetos. Os gatos conseguem ver um objeto da mesma maneira, quer esteja a 2 ou a 6 metros, devido a uma espécie de "zoom" que conseguem aplicar. No entanto, não tem uma distinção de cores apurada.
  20. 21. Os gatos tem a sensibilidade dos olhos onde enxergam um objeto a 10 metros na escuridão total, como se fosse de dia. É a dupla reflexão que faz com que os olhos dos gatos brilhem tanto na presençe luz, mesmo que seja pouca.
  21. 22. AUDIÇÃO DOS INSETOS O alcance da audição dos insetos é muito grande, alguns na frequência ultra-sônica de mais de duas oitavas acima do ouvido humano e outros na frequência infra-sônica. Alguns insetos ouvem por meio de membranas finas e planas, semelhantes ao tímpano, que se encontram em quase todas as partes do corpo, menos na cabeça. Outros ouvem com a ajuda de pêlos delicados que reagem não apenas ao som, mas também aos mais suaves movimentos no ar, como os causados pela mão humana
  22. 23. AVES
  23. 24. As aves variam muito em seu tamanho, dos minúsculos beija-flores a espécies de grande porte como a avestrus e a ema. Note que todos os pássaros são aves, mas nem todas as aves são pássaros.
  24. 25. Os pássaros estão incluidos na ordem Passeriformes , constituindo a ordem mais rica, ou seja, com maior número de espécies dentro do grupo das aves.
  25. 26. Enquanto a maioria das aves são caracterizadas pelo voo, as ratitas não podem voar ou apresentam voo limitado, uma característica considerada secundária, ou seja, adquirida por espécies "novas" a partir de ancestrais que conseguiam voar. Muitas outras espécies, particularmente as insulares, também perderam essa habilidade.
  26. 27. Aves não-voadoras são especialmente vulneráveis à extinção por conta da ação antrópica direta (destruição e fragmentação do habitat , poluição etc.) ou indireta (introdução de animais/plantas exóticas,mamíferos em particular).

×