Malaquias - Cap. 04

1.574 visualizações

Publicada em

Estudo do livro do profeta Malaquias

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.574
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Malaquias - Cap. 04

  1. 1. Malaquias cap. 04 A última audiência
  2. 2. Vs. 01 – O dia da retribuição do ímpio Malaquias de forma solene fala sobre o veredito final do ímpio, do pecador e aponta três fatos dramáticos: 01) Para os justos Deus é o fogo do ourives, que purifica, mas para os pecadores Deus é como fogo ardente de uma fornalha. Todos os pecadores serão como material de combustão na fornalha ardente. Nosso Deus é um fogo consumidor (Hebreus 12.29). Nas Escrituras a palavra fogo é geralmente associada com “julgamento”, visto que é um símbolo da santa ira de Deus. Neste dia não haverá mais esperança, é um julgamento sem direito a recurso ou adiamento. Não haverá mais nenhuma instância para se recorrer. O dia do Senhor chegará, queira você ou não!
  3. 3. 2) Os céticos no meio do povo pensavam que os arrogantes e soberbos é que eram felizes, mas estavam enganados. Pensavam que tentariam a Deus e sairiam ilesos, sem impunidade. Todavia quem escapará das Mãos do Deus vivo? Ninguém poderá se esconder do Senhor no Dia do juízo! Ninguém poderá subornar o Grande Juiz, muito menos mudar Sua sentença. Naquele dia Deus vai julgar os segredos dos corações humanos, os pecados ocultos e as ações que ninguém viu.
  4. 4. 3) Malaquias no final do verso 1 registra dois fatos: (A) “todos os arrogantes serão condenados”. Arrogância ou soberba é um sentimento que pode ficar escondido por trás de uma “fachada”, mas Deus vai julgar o segredo no coração dos homens. Deus não suporta o homem arrogante. (B) “todos os malfeitores serão condenados”. Os que cometeram atos perversos não ficarão escondidos aos olhos de Deus. Aqueles que viveram apenas para saciar a “fome da carne” serão condenados para sempre. Este tipo de pessoa não pensa na eternidade, só vive para o agora, para o presente, sem se importar com o futuro e com o dia do Senhor que chegará certamente. Esta geração que só pensa em si mesma irá comparecer diante do tribunal de Deus para prestar contas de suas vidas e de seus atos. Vivemos hoje, uma das mais trágicas gerações da raça humana em todos os tempos.
  5. 5. Versos 02:03 – O dia da recompensa dos justos “E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória” – 1ª Pedro 5:4
  6. 6. Três verdades gloriosas são destacadas pelo profeta: 01) O veredito final trará a luz da vida para o justo: Deus será o sol da justiça! Ele é a maior herança que podemos receber! Trevas e medo nunca mais farão parte de nossas vidas, brilharemos como o sol no firmamento, seremos como Ele é! Jesus é a luz que ilumina o mundo e ilumina todo o homem que Nele crê. Cristo é a fonte da vida eterna. Sem luz não há vida, assim como sem Cristo estamos mortos! 02) O veredito final trará alegria e liberdade para os justos: O profeta compara esta alegria e esta liberdade a um bezerro preso no estábulo. Nossa liberdade será plena, completa, total quando entrarmos na Nova Jerusalém.
  7. 7. 03) O veredito final revelará a vitória dos justos sobre os ímpios: Os justos não apenas receberão libertação, mas também triunfo sobre o mal. Os mesmos ímpios que perseguiram, que maltrataram e que zombaram dos justos verão a vitória de Cristo na vida de Seus filhos e irão amargar pela eternidade seus pecados e delitos. A Igreja estará no céu, enquanto os pecadores serão destruídos para sempre. Deus vai retribuir com justiça aqueles que oprimiram Seu povo. Os justos serão recompensados e viverão para sempre com Cristo!
  8. 8. Vs. 04-06 – o dia da advertência, a última chance de reconciliação! O livro está chegando ao seu final. Uma última advertência Deus faz dizendo três verdades solenes: Vs. 04) Devemos nos lembrar da autoridade da lei. Devemos nos lembrar dos estatutos, dos juízos, e das bênçãos que Deus prometeu. Antes do dia final Deus chama Seu povo a voltar os olhos à obediência e ao temor. A única maneira de nos prepararmos para este dia é obedecendo Sua Palavra. Hoje, mais do que nunca as pessoas são analfabetas da Bíblia. Precisamos urgentemente rever esta situação e voltar nossos corações às ordenanças e preceitos revelados nas Escrituras.
  9. 9. Vs. 05 – Antes do veredito final Deus adverte a todos por meio de Seus instrumentos: Malaquias fala dos profetas, dos pregadores, dos homens de Deus. Deus faz uso destes “instrumentos” para alertar Seu povo. Deus enviou Elias e muitos outros para confrontar o povo de Israel. Deus queria levá-los ao arrependimento! Antes do dia do juízo vem o dia da oferta generosa da Graça de Deus. Portanto não despreze esta Graça! Em cada período da história Deus levanta servos para chamar o povo ao arrependimento, antes que venha o juízo. Foi assim nos séculos passados e está sendo assim em nossos dias, portanto, a Igreja não pode e não deve desprezar a voz de Deus em nossos dias.
  10. 10. Vs. 06 – Antes do veredito final é muito importante uma profunda transformação nas relações familiares: Evangelho começa dentro de nossa casa. Se não funcionar em nossa casa não funcionará no resto de sua vida. A mais bela expressão da Igreja é nosso lar! A transformação do povo de Deus deve começar na família. Não há igrejas fortes sem lares fortes. A volta para Deus implica em uma restauração de relacionamentos dentro de nossa família.
  11. 11. Assim termina o livro do profeta Malaquias e o Antigo Testamento. A lição deste livro? O pecado nunca compensa, parece ser bom por um tempo, mas traz condenação e morte. Nunca tente enganar a Deus! Pense nisso! Um novo coração, uma nova vida, esperam por você em Cristo Jesus!

×