Entendendo a culpa falsa e a verdadeira
Textos bíblicos: Salmo 32:01-05 e I João 01:07-09
O que é culpa falsa e culpa verdadeira?
Não existe nada que afete mais nossas emoções do que o
chamado “sentimento de culp...
Culpa verdadeira
O que podemos chamar de culpa verdadeira está indicada
nas passagens bíblicas que lemos. É a culpa causad...
Ela é saudável porque nos estimula a mudar nossas
atitudes e pensamentos. Ela nos ajuda a corrigir o mal que
há em nós e t...
A falsa culpa
Este é o tipo de culpa ruim, perniciosa e desgastante. Este
tipo de culpa é um peso sobremodo terrível e est...
A culpa falsa é quando nós mesmos, os outros ou Satanás,
nos acusam de havermos pecado ou falhado, mas o
Espírito Santo nã...
Mas por que muitas pessoas se sentem culpadas?
Nos sentimos culpados quando reconhecemos que
falhamos, ferimos ou desapont...
Não se esqueça... Temos um acusador 24 horas por dia!
Satanás é o maior acusador que temos. Ele sempre vai
tentar destruir...
Quando o Espírito Santo nos está convencendo do pecado,
ele aponta atos concretos, reais e específicos e sentimos
um grand...
Como superar a culpa falsa?
A culpa verdadeira é limpa e fácil de superar. Requer
humildade e quebrantamento de nossa part...
Próxima semana...
Chegaremos ao final...
Tenha paz em todas as situações!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Entendendo entre culpa falsa e a verdadeira

801 visualizações

Publicada em

Entendendo entre culpa falsa e a verdadeira

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
801
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entendendo entre culpa falsa e a verdadeira

  1. 1. Entendendo a culpa falsa e a verdadeira Textos bíblicos: Salmo 32:01-05 e I João 01:07-09
  2. 2. O que é culpa falsa e culpa verdadeira? Não existe nada que afete mais nossas emoções do que o chamado “sentimento de culpa”. Este sentimento nos assombra dia e noite. Este é o assunto mais discutido pela Psicologia moderna e também pela Teologia. Hoje vamos estudar este fenômeno tão assustador e que vem sistematicamente destruindo vidas ao longo da história da humanidade.
  3. 3. Culpa verdadeira O que podemos chamar de culpa verdadeira está indicada nas passagens bíblicas que lemos. É a culpa causada pelo pecado. Seja em ação, atitude ou pensamento. É o Espírito Santo de Deus que nos dá a convicção de que pecamos e nos leva ao sentimento de culpa. Isto se deve ao fato de que o Espírito nos leva a entender os ideais de Deus e as consequências de nosso pecado e do juízo. Este sentimento está expressado em vários capítulos do livro de Salmos – 32; 38; 51; 85; 102; 130 e 143. Este é um tipo de culpa saudável quando respondemos a ela de forma correta.
  4. 4. Ela é saudável porque nos estimula a mudar nossas atitudes e pensamentos. Ela nos ajuda a corrigir o mal que há em nós e também a nos afastar de pecarmos novamente. A culpa luta contra o pecado que há em nós. Quando compreendida ela nos ajuda na batalha contra o mal em nós mesmos e nos alerta ao perigo de pecarmos. Esta culpa nos ajuda a tomar a decisão do verdadeiro arrependimento. Ela é uma aliada para a boa saúde espiritual e emocional.
  5. 5. A falsa culpa Este é o tipo de culpa ruim, perniciosa e desgastante. Este tipo de culpa é um peso sobremodo terrível e está presente na vida de muitas pessoas.
  6. 6. A culpa falsa é quando nós mesmos, os outros ou Satanás, nos acusam de havermos pecado ou falhado, mas o Espírito Santo não está nos convencendo disso! Começamos a conviver com critérios do bem e do mal que não são bíblicos e não vêm de Deus. O resultado mais comum são as cobranças que fazemos de nós mesmos exageradamente mesmo sabendo que fizemos o melhor ou que o que fizemos não é tratado na Bíblia como pecado. Além do esgotamento emocional, a pessoa luta contra um sentimento de culpa que não é sua, mas acredita que é. Isto leva a pessoa ao desespero!
  7. 7. Mas por que muitas pessoas se sentem culpadas? Nos sentimos culpados quando reconhecemos que falhamos, ferimos ou desapontamos alguém. Se tratarmos com a culpa como Deus quer que façamos, o sentimento de culpa desaparecerá. Nos arrependendo, pedindo perdão e restituindo o que temos feito de errado, seremos libertos pela Graça de Deus! Muitas pessoas carregam o peso da culpa porque simplesmente não conseguem se arrepender! A vergonha de confessar nossos erros, é muitas vezes mais forte que o desejo de consertar nosso erro! Se a pessoa não souber se humilhar diante de Deus e receber Dele graça e perdão, jamais se livrará do sentimento de culpa que tanto lhe assombra.
  8. 8. Não se esqueça... Temos um acusador 24 horas por dia! Satanás é o maior acusador que temos. Ele sempre vai tentar destruir o que Deus fez. Autoritarismo no lugar do serviço por amor, carnalidade no lugar do sexo, ódio no lugar do amor e muitas outras áreas... Ele se aproveita para distorcer tudo! Uma ferramenta poderosa que utiliza é a acusação. Ele é identificado como o “acusador de nossos irmãos” (Ap. 12:10). Além de nos acusar diante de Deus, ele joga sujo conosco nos acusando de coisas que as vezes nem fizemos. Podemos nos sentir terrivelmente culpados por algo que não tem base alguma de acusação. Mas cuidado... Existe uma diferença sutil entre convicção de pecado dada pelo Espírito e acusação do maligno!
  9. 9. Quando o Espírito Santo nos está convencendo do pecado, ele aponta atos concretos, reais e específicos e sentimos um grande alívio quando nos arrependemos e pedimos perdão. Já o “acusador” não condena um ato específico, mas a nós como pessoas dizendo assim: “Você é terrível. Sempre foi e sempre será”. “Você nunca será a esposa que seu marido sonha”. “Seu marido nunca será o esposo que você precisa”. “Seu pastor é muito rígido e não sabe o que está falando”. “Você nunca vai se livrar do pecado”. Satanás e seus demônios são especialistas em nos atormentar! Precisamos nos submeter a Deus e resistir ao Diabo! Os demônios fugirão à luz da verdade!
  10. 10. Como superar a culpa falsa? A culpa verdadeira é limpa e fácil de superar. Requer humildade e quebrantamento de nossa parte. Já a falsa culpa precisa ser reconhecida, desmascarada e renunciada. Diga não a ela! Culpa não resolvida leva pessoas à ansiedade e à depressão. Ela pode levar a pessoa a um sentimento de tristeza e até de desespero! Podemos ser curados da falsa culpa olhando para Deus e assim encontraremos paz. O apóstolo Paulo fala disso em 2ª Cor. 07:09-10. A falsa culpa precisa de um basta de nossa parte e de uma vida aos pés de Jesus! Se tomarmos esta atitude a culpa falsa poderá ser superada!
  11. 11. Próxima semana... Chegaremos ao final... Tenha paz em todas as situações!

×