Entendendo a raiz do medo
Textos
bíblicos
Iª Pedro 05:06-08
Iª João 04:16-18
O QUE É O MEDO?
Definição: Medo é o desejo sufocante de nos esconder,
defender-nos ou fugir de algo (ou alguém) ou situaçã...
O medo sufoca! Diminui nosso interesse, atração e
energia. O constrangimento que o medo produz pode ser
saudável quando no...
1º - MEDO RACIONAL
É o tipo de medo proporcional ao nível de perigo ou
ameaça – ele é saudável e indispensável para nos pr...
2º - MEDO EXAGERADO
Este tipo de medo é baseado na realidade, mas é
desproporcional ao nível de perigo ou ameaça. É o tipo...
3º - MEDO IRRACIONAL
É o tipo de medo que a maioria das pessoas tem e que nos
leva a níveis muito elevados de ansiedade: é...
POR QUE FICAMOS COM MEDO?
Gary Collins, no livro Aconselhamento cristão trata deste
tema e define 5 situações que nos caus...
02) Temos medo quando nossa autoestima é ameaçada:
Qualquer coisa que ameace nossa imagem ou que nos
exponha nos dá medo. ...
04) Quando estamos feridos: É o medo oriundo de traumas,
feridas emocionais não curadas. Tem muito a ver com o
passado das...
QUAIS OS RESULTADOS DE MEDOS NÃO RESOLVIDOS?
O que acontece quando o medo encontra espaço para
morar em nossos corações?
1) Desgaste emocional
2) Esgotamento físico, emocional e espiritual
3) Desânimo
4) Sentimento de isolamento
5) Bloqueio em...
O medo nos sufoca e nos desgasta. Requer de nós muita
energia e esforço para manter as defesas contra o que nos
ameaça. Se...
COMO LIDAR COM O MEDO?
01) Entenda seu medo: Vimos que existem três raízes do
medo: normal, exagerado e irracional. Qual o...
02) Expresse seu medo: Isso pode ser feito em suas orações
a Deus ou através de seu pastor, grupo de apoio ou pessoas
de s...
Por exemplo: “Se quando criança você foi chamada (o) de
“burra” (o) ou “incompetente” e agora, como adulta (o) há
momentos...
UMA PESSOA FERIDA PODE SER RESTAURADA POR MEIO
DE:
1) RECONHCER QUE PRECISA DE AJUDA
2) EXPERIMENTAR JESUS QUE LEVOU SOBRE...
Próxima semana:
ENTENDENDO A DEPRESSÃO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Entendendo a raiz do medo

636 visualizações

Publicada em

Estudo bíblico - Entendendo a raiz do medo

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
636
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entendendo a raiz do medo

  1. 1. Entendendo a raiz do medo
  2. 2. Textos bíblicos Iª Pedro 05:06-08 Iª João 04:16-18
  3. 3. O QUE É O MEDO? Definição: Medo é o desejo sufocante de nos esconder, defender-nos ou fugir de algo (ou alguém) ou situação que nos incomoda ou nos ameaça.
  4. 4. O medo sufoca! Diminui nosso interesse, atração e energia. O constrangimento que o medo produz pode ser saudável quando nos alerta sobre a possibilidade de nos machucarmos fisicamente ou emocionalmente. Esse tipo de medo não é pecado. É normal e faz parte de nossa vida. O autor John Haggai em seu livro Como vencer o medo, distingue três tipos de medo: o racional, o exagerado e o irracional. Vejamos com mais detalhes cada um deles:
  5. 5. 1º - MEDO RACIONAL É o tipo de medo proporcional ao nível de perigo ou ameaça – ele é saudável e indispensável para nos proteger. Outro aspecto do medo racional é o temor de Deus, um respeito solene da santidade e do poder Dele – II Cor. 07:01; Efésios 05:21 e Filipenses 02:12. Este temor não é de fugir de Deus, mas de fugir de tudo aquilo que O desagrada: o pecado, o mundo e de sujeitar-se a Satanás. Devemos ter um “santo temor” ou medo racional do pecado, sabendo da destruição que ele causa em nossas vidas.
  6. 6. 2º - MEDO EXAGERADO Este tipo de medo é baseado na realidade, mas é desproporcional ao nível de perigo ou ameaça. É o tipo de medo que nos leva a não confiar mais em Deus em seu amor por nós. Este tipo de medo já começa a nos paralisar e nos coloca sob a tirania da ansiedade. Há também medo exagerado de Deus. Ele nos leva a não confiar Nele, a ver nosso Pai celestial como um juiz autoritário e imprevisível que a qualquer momento pode nos punir. No medo racional nossa alma é nutrida pelo amor saudável de Deus, mas no medo exagerado nossa alma fica desgastada e ansiosa.
  7. 7. 3º - MEDO IRRACIONAL É o tipo de medo que a maioria das pessoas tem e que nos leva a níveis muito elevados de ansiedade: é o tipo de medo de algo que não existe ou que possa vir a existir. É um medo ligado à fobias e paranoias. Este tipo de medo nos desestrutura e nos afasta de Deus. É o medo do tipo “pecaminoso”, pois coloca em xeque o caráter de Deus. Fugimos para dentro de nós mesmos e não para Deus. Ao invés de encontrarmos abrigo Nele criamos nossos próprios esconderijos, defesas e estratégias de autopreservação. Isso tem sido muito comum. Alimentamos nossos piores medos e junto com eles se achegam o ódio, o ressentimento e a amargura. Este medo literalmente nos “engole”.
  8. 8. POR QUE FICAMOS COM MEDO? Gary Collins, no livro Aconselhamento cristão trata deste tema e define 5 situações que nos causam muito medo: 01) Existe perigo: Sentimos medo quando confrontados por pessoas criminosas, violentas, doenças graves ou até uma visita ao dentista. Na verdade a vida nos oferece várias situações de perigo. Você saltaria de um avião com um paraquedas velho? Existem os perigos normais que todas as pessoas correm. Temos que aprender a conviver com eles!
  9. 9. 02) Temos medo quando nossa autoestima é ameaçada: Qualquer coisa que ameace nossa imagem ou que nos exponha nos dá medo. Esse medo aparece quando enfrentamos o fracasso, quando sentimos falta de propósito na vida ou quando não experimentamos o amor. 03) Temos medo quando experimentamos a separação: Quando pessoas que amamos morrem ou quando as pessoas nos rejeitam. Isso acontece quando há divórcio, mudanças geográficas ou de trabalho ou outras separações.
  10. 10. 04) Quando estamos feridos: É o medo oriundo de traumas, feridas emocionais não curadas. Tem muito a ver com o passado das pessoas. Este tipo de medo é um dos mais comuns. 05) Quando estamos em conflito: o conflito pode estar dentro de nós, com uma outra pessoa ou até entre várias pessoas que são importantes para nós. Acontece a cada dia com base em simples diferenças individuais ou prioridades que precisamos definir. Também este tipo de medo está intimamente ligado á decisões que precisamos tomar.
  11. 11. QUAIS OS RESULTADOS DE MEDOS NÃO RESOLVIDOS? O que acontece quando o medo encontra espaço para morar em nossos corações?
  12. 12. 1) Desgaste emocional 2) Esgotamento físico, emocional e espiritual 3) Desânimo 4) Sentimento de isolamento 5) Bloqueio emocional 6) Perder contato com a realidade
  13. 13. O medo nos sufoca e nos desgasta. Requer de nós muita energia e esforço para manter as defesas contra o que nos ameaça. Se ele persistir por muito tempo certamente ficaremos fracos e facilmente seremos vencidos. O medo nos faz sentir isolados e solitários. Ficamos alvos fáceis para as trevas. O medo não resolvido pode nos destruir e nos separa das pessoas que amamos. O medo nos impõe uma barreira quase intransponível. Na pior das hipóteses o medo leva as pessoas à internações hospitalares e até à morte!
  14. 14. COMO LIDAR COM O MEDO? 01) Entenda seu medo: Vimos que existem três raízes do medo: normal, exagerado e irracional. Qual o tipo de seu medo? Medo pode ser falta de confiança em Deus! Vejamos o que diz o texto bíblico de Filipenses 04:06-07. “Andar ansiosos significa que achamos que Deus não é capaz de cuidar dos detalhes práticos de nossa vida, e é sempre isso que nos leva á ansiedade, à preocupação intensa. A única maneira de nos curar disso é apreendermos a ter fé e plena obediência ao Senhor” Oswald Chambers
  15. 15. 02) Expresse seu medo: Isso pode ser feito em suas orações a Deus ou através de seu pastor, grupo de apoio ou pessoas de sua confiança. O importante é encontrar alguma forma e alguém como que possa contar e se expressar. Sem isto, será difícil passar para o próximo passo: resolver seu medo! 03) Resolva seu medo: nosso medo, muitas vezes, se baseia em alguma mentira ou “meia verdade” de Satanás. Precisamos saber desvendar suas mentiras. Coisas negativas que falamos para nós mesmos, geralmente não são verdadeiras e não vêm de Deus. Uma forma de filtrar esses pensamentos e verificar se vêm de Deus é dizer: “Meu Deus que está no céu me diz...” e então acrescentar o pensamento que está em sua mente. Se não se encaixa então não vêm de Deus!
  16. 16. Por exemplo: “Se quando criança você foi chamada (o) de “burra” (o) ou “incompetente” e agora, como adulta (o) há momentos em que você começa a punir a si mesma (o) chamando-se deste nome faça o teste: “Meu Deus que está no céu me chama de burra (o)”. Viu como ficou fácil identificar que se trata de uma mentira das trevas? Se a raiz do medo for profunda, você pode precisar de aconselhamento para obter a cura emocional. Isto pode acontecer através de um bom psicólogo ou de um pastor que além de aconselhar vai orar por você.
  17. 17. UMA PESSOA FERIDA PODE SER RESTAURADA POR MEIO DE: 1) RECONHCER QUE PRECISA DE AJUDA 2) EXPERIMENTAR JESUS QUE LEVOU SOBRE SI NOSSAS DORES, ENFERMIDADES E TRAUMAS 3) RECEBER PERDÃO E LIBERTAÇÃO DE DEUS 4) PODER TRANSMITIR O MESMO PARA OUTRAS PESSOAS QUE ESTÃO SOFRENDO Nossos medos precisam ser entendidos, expressados e depois tratados, ou irão acabar nos destruindo e contagiando outros ao nosso redor, em especial as pessoas de nossa família. Experimente hoje o amor de Jesus. Só Ele pode te curar e fazer de sua vida uma nova história!
  18. 18. Próxima semana: ENTENDENDO A DEPRESSÃO

×