Lygia Fagundes Telles 3A

4.479 visualizações

Publicada em

Apresentação Lygia Fagundes Telles - CVP

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.479
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
63
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lygia Fagundes Telles 3A

  1. 1. Alexsandro Bruno Eduardo 3º A Pedro Vilela Pedro Caio Victor Lygia Fagundes Telles
  2. 2. <ul><li>Lygia Fagundes Telles nasceu em São Paulo, em 1923. Como o pai era promotor público, viveu parte de sua infância no interior paulista. Seus estudos, contudo, foram feitos na capital. Em 1945, formou-se em Direito. Desta época são os seus primeiros contos. Depois de viver um tempo na cidade do Rio de Janeiro, Lygia retornou para São Paulo, tornando-se advogada e, mais tarde, procuradora do estado. O seu primeiro livro significativo foi o romance “Ciranda de Pedra”, publicado em 1954. Em 1970 ,veio à luz um grande livro de contos, “Antes do Baile Verde”. Em 1973, a autora lançou “As meninas”, um dos grandes romances da literatura brasileira no século XX. </li></ul><ul><li>Segundo o crítico literário Antonio Candido de Mello e Souza, o romance Ciranda de Pedra (1954) seria o marco de sua maturidade intelectual. Vivendo a realidade de uma escritora do Terceiro Mundo, Lygia considera sua obra de natureza engajada, ou seja, comprometida com a difícil condição do ser humano num país de tão frágil educação e saúde. Participante e testemunha deste tempo e desta sociedade, a escritora procura por meioda palavra escrita apresentar esta sociedade e este tempo envolto na sedução do imaginário e da fantasia. </li></ul><ul><li>Lygia Fagundes Telles tem participado de feiras de livros e congressos realizados não só no Brasil, mas também em Portugal, Alemanha, Espanha, França, Itália, República Tcheca, Suécia, Canadá, Estados Unidos e México, países nos quais foram publicados seus contos e romances. </li></ul>Biografia
  3. 3. <ul><li>Contos: </li></ul><ul><li>História do desencontro (1968); </li></ul><ul><li>Antes do baile verde (1970); </li></ul><ul><li>Seminário dos ratos (1977); </li></ul><ul><li>Venha ver o pôr do sol (1987); </li></ul><ul><li>Invenção e memória (2000). </li></ul><ul><li>Romances: </li></ul><ul><li>Ciranda de pedra (1954); </li></ul><ul><li>Verão no aquário (1963); </li></ul><ul><li>As meninas (1973); </li></ul><ul><li>As horas nuas (1989). </li></ul>Principais Obras
  4. 4. <ul><li>As Meninas é, sem dúvida, o mais importante romance de Lygia Fagundes Telles. Escrito em 1973, é resultado do esforço de três anos de trabalho dessa autora perseverante, que valoriza a palavra e mostra, por meio de seus textos, a luta de todos nós em defesa da liberdade. O texto de Lygia Fagundes Telles não cai na vulgaridade, não se banaliza. A linguagem é coloquial e expressiva e os diálogos abandonam as conveniências formais. </li></ul><ul><li>Enredo: </li></ul><ul><li>A intriga de “As Meninas” transcorre em época aguda da vida política e cultural, vale dizer, no período mais violento da repressão e da resposta armada contra os militares. O golpe militar de 1964 se inspirara no projeto de um Brasil moderno e capitalista, liberal, tecnológico. Inversamente, o governo então deposto havia-se inspirado num projeto democrático e nacionalista, escorado na participação das massas trabalhadoras e das associações de classe. Houve perseguições e mortes. Houve prisões e exílios. Houve muita censura por toda parte. Esse clima, de medo e espera, se estendeu pelos anos 70 e 80 e só começou a arrefecer durante o último governo militar. De qualquer forma, tivemos, de um lado, toda uma atuação clandestina que confluía para o terrorismo, e, do lado oposto, uma violenta repressão por parte das autoridades. Entre esses dois pólos, amordaçada, sofria a sociedade brasileira. E, debaixo desse jogo de forças, foram crescendo e se consolidando formas que iam minando a sociedade, como o desamparo da educação, o tráfico de drogas, o contrabando, a corrupção das elites e a base de toda a criminalidade urbana que tão bem conhecemos hoje. </li></ul>Principal Obra
  5. 5. Resumo: O livro narra a história de três universitárias de condição social e origens diversificadas, que se conhecem em um pensionato de freiras na cidade de São Paulo, tornam-se muito amigas, apesar das diferenças de valores e personalidades, convivem durante algum tempo, compartilham seus dramas e sonhos, ajudam-se nos momentos difíceis e terminam por separarem-se definitivamente. “ As Meninas” oferece-nos, de um lado, um painel saboroso das vivências de três pessoas em busca de si mesmas; de outro, uma amostra dos problemas cruciais que agitaram a juventude durante um dos períodos mais conturbados da história do Brasil, que Lygia Fagundes Telles teve a ousadia e a coragem de denunciar.

×