Politerapia aumenta o risco de infertilidade em mulheres com epilepsia

842 visualizações

Publicada em

Estudo que mostra a relação de infertilidade em mulheres que utilizam mais de uma droga anti epilética.

Assista a aula em: http://ankol.com.br/Cursos/tabid/93/ProdID/2/CatID/1/Politerapia_aumenta_o_risco_de_infertilidade_em_mulheres_com_epilepsia.aspx

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
842
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Politerapia aumenta o risco de infertilidade em mulheres com epilepsia

  1. 1. Série Artigos Comentados
  2. 2. Série Artigos ComentadosPoliterapia aumenta o risco de infertilidade em mulheres com epilepsiaConsultorDr. Renato AnghinahProdução e ediçãoAnkol Educação ContinuadaImagem de abertura do artigoFreeDigitalPhotos.netO artigo aqui apresentado é de propriedade e autoria de suas respectivas editoras eautores.Ankol © Copyrigth 2011 - Todos os direitos reservados
  3. 3. Politerapia aumenta o risco deinfertilidade em mulheres com epilepsiaSukumaran SC, Sarma OS e Thomas SVInstitute for Medical Sciences and Technology, Trivandrum, IndiaNeurology 2010; 75:1351-1355Ankol – www.ankol.com.br
  4. 4. Estudo prospectivo commulheres com epilepsiaem estágio de pré -concepção.Durante o seguimento,deixavam de seracompanhadas aspacientes queengravidavam.Ankol – www.ankol.com.br
  5. 5. • Foram selecionadas 375 pacientes epiléticas com mais de 1ano de seguimento, em tentativa de engravidar.39,5% - Epilepsia generalizada51,2 % - Epilepsia focal9,3% - Epilepsia não classificadasAnkol – www.ankol.com.br
  6. 6. Durante oseguimento231 (61,6%)engravidaram144 (38,4%)nãoengravidaram14 não tomavam medicação211 em monoterapia86 com 2 medicamentos58 com 3 ou maisAnkol – www.ankol.com.br
  7. 7. • As pacientes foram seguidas por 10 anos (as quenão engravidaram).• Das que engravidaram , a maioria dasconcepções ocorreram nos 2 primeiros anos deseguimento.Ankol – www.ankol.com.br
  8. 8. A infertilidade é menor que 7,1% napopulação que não tomamedicamentos anticonvulsivantesNeste estudo foi de 31,8% no grupousando monoterapia40,7 % com 2 medicamentosanticonvulsivantes60,3% usando 3 ou maismedicamentos anticonvulsivantesAnkol – www.ankol.com.br
  9. 9. • O Fenobarbital foi a droga que mais associou-se ainfertilidade, seja em monoterapia ou politerapia.C12H12N2O3Ankol – www.ankol.com.br
  10. 10. Conclusão• Mais de 1/3 das pacientes que utilizavammedicamentos anticonvulsivantes apresentaraminfertilidade.• Este deve ser considerado como um importantepreditor de infertilidade para esta população.Ankol – www.ankol.com.br

×