Prof. Alexandre Morais
<ul><li>Vida Urbana e Industrialização; </li></ul><ul><li>Crescimento das Camadas Médias Urbanas; </li></ul><ul><li>1916: ...
Ilustração do voo do Santos-Dumont 14-bis em 12 de novembro de 1906, que rendeu a Santos Dumont o Prêmio do Aeroclube da F...
Semana de 1922 e os movimentos Modernistas no Brasil
TEATRO MUNICIPAL - SP <ul><li>1920  2011 </li></ul>
 
Oswald de Andrade  (1890 - 1954) Mário de Andrade (1893 - 1945)
Mário de Andrade  de Lasar Segall
<ul><li>Eu insulto o burguês! O burguês-níquel,  o burguês-burguês!  A digestão bem feita de São Paulo!  O homem-curva! o ...
<ul><li>Só a Antropofagia nos une. Socialmente. Economicamente. Filosoficamente. </li></ul><ul><li>Única lei do mundo. Exp...
Tarsila do Amaral (1886 – 1973)
A Bailarina Anita Malfatti
Religião Brasileira Carnaval em Madureira
Abaporu A Negra
 
O batizado de Macunaíma - Tarsila do Amaral
Estação Central do Brasil, de Tarsila do Amaral
Operários  Tarsila do Amaral
Euclides da Cunha (1866/1909)
 
Lima Barreto (1881/1922)
Afonso Segreto, junto aos primeiros projetores da  Empreza Paschoal Segreto : os irmãos italianos foram os precursores do ...
<ul><li>“ Pelo Telefone ” de  Donga   </li></ul><ul><li>(1890/1974), primeiro Samba  </li></ul><ul><li>gravado no Brasil (...
<ul><li>Escravidão e Favelas;  </li></ul><ul><li>Herança de ritmos africanos; </li></ul><ul><li>Lundu + maxixe </li></ul><...
<ul><li>“ Pelo Telefone ” </li></ul>
<ul><li>Lenço no Pescoço </li></ul><ul><li>Wilson Batista </li></ul><ul><li>Meu chapéu do lado Tamanco arrastando Lenço no...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - Parte 1 - Profº Alexandre Morais

1.327 visualizações

Publicada em

Apresentação de slide usada na 4ª Aula-Palestra de História do Profº Alexandre Morais no Curso Livre de Redação - Profª Eliani Martins.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.327
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
206
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - Parte 1 - Profº Alexandre Morais

  1. 1. Prof. Alexandre Morais
  2. 2. <ul><li>Vida Urbana e Industrialização; </li></ul><ul><li>Crescimento das Camadas Médias Urbanas; </li></ul><ul><li>1916: Criação da Sociedade de Ciência Brasileira, depois Academia Brasileira de Ciências. </li></ul><ul><li>1920 – Fundação da Universidade do Brasil (hoje UFRJ); </li></ul><ul><li>Europa: Vanguardas Artísticas (surrealismo, dadaísmo, cubismo etc.) </li></ul>
  3. 3. Ilustração do voo do Santos-Dumont 14-bis em 12 de novembro de 1906, que rendeu a Santos Dumont o Prêmio do Aeroclube da França Alberto Santos Dumont (Palmira, 20 de julho de 1873 — Guarujá, 23 de julho de 1932)
  4. 4. Semana de 1922 e os movimentos Modernistas no Brasil
  5. 5. TEATRO MUNICIPAL - SP <ul><li>1920 2011 </li></ul>
  6. 7. Oswald de Andrade (1890 - 1954) Mário de Andrade (1893 - 1945)
  7. 8. Mário de Andrade de Lasar Segall
  8. 9. <ul><li>Eu insulto o burguês! O burguês-níquel, o burguês-burguês! A digestão bem feita de São Paulo! O homem-curva! o homem-nádegas! O homem que sendo francês, brasileiro, italiano, é sempre um cauteloso pouco-a-pouco! </li></ul><ul><li>(...) </li></ul><ul><li>Ódio e insulto! Ódio e raiva! Ódio e mais ódio! Morte ao burguês de giolhos, cheirando religião e que não crê em Deus! Ódio vermelho! Ódio fecundo! Ódio cíclico! Ódio fundamento, sem perdão! </li></ul><ul><li>Mário Raul de Morais Andrade </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Só a Antropofagia nos une. Socialmente. Economicamente. Filosoficamente. </li></ul><ul><li>Única lei do mundo. Expressão mascarada de todos os individualismos, de todos os coletivismos. De todas as religiões. De todos os tratados de paz. </li></ul><ul><li>Tupi, or not tupi that is the question. </li></ul><ul><li>(...) </li></ul><ul><li>Queremos a Revolução Caraiba. Maior que a Revolução Francesa. A unificação de todas as revoltas eficazes na direção do homem. Sem n6s a Europa não teria sequer a sua pobre declaração dos direitos do homem. </li></ul><ul><li>(...) </li></ul><ul><li>A nossa independência ainda não foi proclamada. Frape típica de D. João VI: – Meu filho, põe essa coroa na tua cabeça, antes que algum aventureiro o faça! Expulsamos a dinastia. É preciso expulsar o espírito bragantino, as ordenações e o rapé de Maria da Fonte. </li></ul><ul><li>Contra a realidade social, vestida e opressora, cadastrada por Freud – a realidade sem complexos, sem loucura, sem prostituições e sem penitenciárias do matriarcado de Pindorama. </li></ul><ul><li>OSWALD DE ANDRADE Em Piratininga Ano 374 da Deglutição do Bispo Sardinha.&quot; (Revista de Antropofagia, Ano 1, No. 1, maio de 1928.) </li></ul>
  10. 11. Tarsila do Amaral (1886 – 1973)
  11. 12. A Bailarina Anita Malfatti
  12. 13. Religião Brasileira Carnaval em Madureira
  13. 14. Abaporu A Negra
  14. 16. O batizado de Macunaíma - Tarsila do Amaral
  15. 17. Estação Central do Brasil, de Tarsila do Amaral
  16. 18. Operários Tarsila do Amaral
  17. 19. Euclides da Cunha (1866/1909)
  18. 21. Lima Barreto (1881/1922)
  19. 22. Afonso Segreto, junto aos primeiros projetores da  Empreza Paschoal Segreto : os irmãos italianos foram os precursores do cinema no Brasil Humberto Mauro (1897 - 1983)
  20. 23. <ul><li>“ Pelo Telefone ” de Donga </li></ul><ul><li>(1890/1974), primeiro Samba </li></ul><ul><li>gravado no Brasil (1917) </li></ul><ul><li>Chiquinha Gonzaga (1847/1935) </li></ul>o samba, o maxixe e o choro Instrumentos musicais típicos do choro brasileiro:Violão de 7 cordas, violão, bandolim, flauta, cavaquinho e pandeiro . Foi a primeira chorona, primeira pianista de choro, autora da primeira marcha carnavalesca (Ô Abre Alas, 1899) e também a primeira mulher a reger uma  orquestra no Brasil
  21. 24. <ul><li>Escravidão e Favelas; </li></ul><ul><li>Herança de ritmos africanos; </li></ul><ul><li>Lundu + maxixe </li></ul><ul><li>Morros do Rio de Janeiro; </li></ul>2 de dezembro o Dia Nacional do Samba.   O batuque praticado durante o Brasil do século XIX, em pintura de  Johann Rugendas .
  22. 25. <ul><li>“ Pelo Telefone ” </li></ul>
  23. 26. <ul><li>Lenço no Pescoço </li></ul><ul><li>Wilson Batista </li></ul><ul><li>Meu chapéu do lado Tamanco arrastando Lenço no pescoço Navalha no bolso Eu passo gingando Provoco e desafio Eu tenho orgulho Em ser tão vadio Sei que eles falam Deste meu proceder Eu vejo quem trabalha Andar no miserê Eu sou vadio Porque tive inclinação Eu me lembro, era criança Tirava samba-canção Comigo não Eu quero ver quem tem razão E eles tocam E você canta E eu não dou </li></ul>

×