AO LONGO<br />DO<br />DANUBIO<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
O Danúbio é o segundo rio mais longo da Europa (depois do Volga), com 2.850 quilómetros de extensão.<br />Tem a sua origem...
A junção do Brigach (à esquerda) com o Breg (à direita) que origina o Danúbio (ao centro)<br />Em Donaueschingen (Alemanha...
Ainda em Donaueschingen, já como Danúbio<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
O Danúbio em Ulm (Alemanha)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Passando em Ingolstadt (Alemanha)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
E em Regensburg (Alemanha)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Ainda na Alemanha, em Passau<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Já na Áustria, em Linz<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Na sua passagem por Krems (Áustria)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Já na capital da Áustria, Viena<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Passando “adormecido” por outra capital. A da Eslováquia. Bratislava<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
E como “o rio das capitais”, mais uma. Budapeste (Hungria)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Em território croata. Em Vukovar<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Já na Sérvia. Em Novi Sad<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
E antes de entrar noutra capital, Belgrado, onde recebe o “tributo” de um seu afluente, o Sava.<br />http://blogdevariedad...
E já banhando Belgrado, a capital da Sérvia<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Na sua primeira incursão na Roménia. Em Turnu Severin<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
O Danúbio já na sua periférica passagem pela Bulgária. Em Vidin<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
...e em Ruse<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Na sua segunda passagem pela Roménia, em Braila<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Em Galati na Roménia, o último país que “visita”<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Em Tulcea, quase em fim de percurso<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Onde na Floresta Letea, de aspecto tropical, forma um delta<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
O Delta do Danúbio, região protegida...<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
...e classificada como Património Mundial pela UNESCO<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
E seu encontro com o Mar Negro<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
Fotos<br />Flickr<br />Fundo musical<br />Danúbio Azul – Johann Strauss II<br />Andre Rieu e sua orquestra<br />F.Costa<br...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conhecendo A Europa Ao Longo Do Rio DanúBio (Joel)

1.866 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conhecendo A Europa Ao Longo Do Rio DanúBio (Joel)

  1. 1. AO LONGO<br />DO<br />DANUBIO<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  2. 2. O Danúbio é o segundo rio mais longo da Europa (depois do Volga), com 2.850 quilómetros de extensão.<br />Tem a sua origem na Floresta Negra, a 60 km a noroeste do Lago Constança na Alemanha, a partir de dois pequenos rios chamados Brigach e Breg, que se juntam em Donaueschingen (Alemanha) e são chamados Danúbio dali em diante.<br />Constitui a fronteira natural de dez países: Alemanha, Áustria, Eslováquia, Hungria, Croácia, Sérvia, Bulgária, Roménia, Moldávia e Ucrânia. <br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  3. 3. A junção do Brigach (à esquerda) com o Breg (à direita) que origina o Danúbio (ao centro)<br />Em Donaueschingen (Alemanha)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  4. 4. Ainda em Donaueschingen, já como Danúbio<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  5. 5. O Danúbio em Ulm (Alemanha)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  6. 6. Passando em Ingolstadt (Alemanha)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  7. 7. E em Regensburg (Alemanha)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  8. 8. Ainda na Alemanha, em Passau<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  9. 9. Já na Áustria, em Linz<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  10. 10. Na sua passagem por Krems (Áustria)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  11. 11. Já na capital da Áustria, Viena<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  12. 12. Passando “adormecido” por outra capital. A da Eslováquia. Bratislava<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  13. 13. E como “o rio das capitais”, mais uma. Budapeste (Hungria)<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  14. 14. Em território croata. Em Vukovar<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  15. 15. Já na Sérvia. Em Novi Sad<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  16. 16. E antes de entrar noutra capital, Belgrado, onde recebe o “tributo” de um seu afluente, o Sava.<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  17. 17. E já banhando Belgrado, a capital da Sérvia<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  18. 18. Na sua primeira incursão na Roménia. Em Turnu Severin<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  19. 19. O Danúbio já na sua periférica passagem pela Bulgária. Em Vidin<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  20. 20. ...e em Ruse<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  21. 21. Na sua segunda passagem pela Roménia, em Braila<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  22. 22. Em Galati na Roménia, o último país que “visita”<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  23. 23. Em Tulcea, quase em fim de percurso<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  24. 24. Onde na Floresta Letea, de aspecto tropical, forma um delta<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  25. 25. O Delta do Danúbio, região protegida...<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  26. 26. ...e classificada como Património Mundial pela UNESCO<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  27. 27. http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  28. 28. http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  29. 29. http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  30. 30. http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  31. 31. http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  32. 32. E seu encontro com o Mar Negro<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />
  33. 33. Fotos<br />Flickr<br />Fundo musical<br />Danúbio Azul – Johann Strauss II<br />Andre Rieu e sua orquestra<br />F.Costa<br />2007<br />http://blogdevariedades.wordpress.com<br />

×