Poema Quilombola

6.301 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina, Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.301
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poema Quilombola

  1. 1. Poema Quilombola* Penso que as causas sociais Faz com que aprendo mais Reflito meu aprender Para amanhã saber fazer. E sonho a cada instante Com nossa luta Para que no futuro A vitória seja absoluta! Olha aí meu povo! Os quilombolas chegando de novo Mostrando toda sua cultura Colocando sua força de guerra Pelo direito a terra Na habilidade da sobrevivência guerreira Não esquecer: Oralidade, tradição e cultura Não entramos na luta por brincadeira A cultura negra no Brasil É maravilhosa! Simpatia, bondade, inteligência, alegria... Meu Deus quanta magia! A nossa luta ligada ao coração Está ligada a nossos ancestrais
  2. 2. E está ligada ao nosso futuro Esta ligada a nossa emancipação Para a construção justa E solidária de uma sociedade Devemos conhecer os quilombolas Olhar e escutar.... E fazer parte da comunidade Correr atrás de seus objetivos Ontem, hoje, amanhã e sempre A cada novo dia No nascente e no poente Consciência negra Luta, escola... Liberdade Mudaremos a sociedade Pois somos quilombolas de verdade Quilombola eu sou E me orgulho de coração E que nesse encontro haja Várias trocas de informação Falamos das comunidades Da saúde e da educação • Poema construído por integrantes da Oficina Educação das Relações Étnico-raciais em áreas Remanescentes de quilombos. 15/10/2008. Docente Prof.Ms. Lauro Cornélio da Rocha

×