FORMAÇÃO CONTINUADA DE EDUCADORES DE JOVENS E ADULTOS
FORMAÇÃO CONTINUADA <ul><li>Direito </li></ul><ul><li>Dever  </li></ul><ul><li>Valorização profissional / educacional </li...
FORMAÇÃO CONTINUADA Toda formação de educadores em serviço tem por objetivo  promover a reflexão que provoque e fundamente...
FORMAÇÃO CONTINUADA Na formação continuada em serviço, assim como na formação inicial dos educadores e das educadoras,  a ...
FORMAÇÃO CONTINUADA <ul><li>Os coletivos de educadores de jovens e adultos são  protagonistas de seu próprio processo de f...
FORMAÇÃO CONTINUADA A formação de educadores em serviço não pode ser esporádica ou descontínua, precisa ser  permanente e ...
FORMAÇÃO CONTINUADA Dentre as limitações com que se defrontam os processos de formação permanente e sistemática de educado...
FORMAÇÃO CONTINUADA A gestão democrática e o controle social são os instrumentos para fazer com que as políticas educacion...
FORMAÇÃO CONTINUADA OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE! JOSÉ ÁLVARO PEREIRA DA SILVA [email_address]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

FormaçãO Continuada De Educadores De Jovens E Adultos

1.510 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.510
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

FormaçãO Continuada De Educadores De Jovens E Adultos

  1. 1. FORMAÇÃO CONTINUADA DE EDUCADORES DE JOVENS E ADULTOS
  2. 2. FORMAÇÃO CONTINUADA <ul><li>Direito </li></ul><ul><li>Dever </li></ul><ul><li>Valorização profissional / educacional </li></ul><ul><li>Necessária </li></ul>
  3. 3. FORMAÇÃO CONTINUADA Toda formação de educadores em serviço tem por objetivo promover a reflexão que provoque e fundamente a mudança da prática educativa , e configura-se como um processo de intercâmbio de perspectivas pedagógicas, o que implica a problematização da prática e da explicitação da teoria pedagógica a ela subjacente.
  4. 4. FORMAÇÃO CONTINUADA Na formação continuada em serviço, assim como na formação inicial dos educadores e das educadoras, a pesquisa sobre a prática constitui princípio e diretriz , e o registro e a sistematização são seus instrumentos essenciais.
  5. 5. FORMAÇÃO CONTINUADA <ul><li>Os coletivos de educadores de jovens e adultos são protagonistas de seu próprio processo de formação contínua , sendo o centro educativo o lócus principal dessa formação </li></ul><ul><li>Uma fértil estratégia de formação é a organização dos educadores e formadores em redes ou comunidades de aprendizagem </li></ul>
  6. 6. FORMAÇÃO CONTINUADA A formação de educadores em serviço não pode ser esporádica ou descontínua, precisa ser permanente e sistemática , pois requer tempo de amadurecimento e de sedimentação para que venha a incidir não apenas sobre os conhecimentos e competências, mas também sobre os valores e as atitudes do educador .
  7. 7. FORMAÇÃO CONTINUADA Dentre as limitações com que se defrontam os processos de formação permanente e sistemática de educadores da EJA, sobressai a privatização do espaço público representada pela descontinuidade político-administrativa, ainda mais acentuada na EJA por seu caráter marcadamente político.
  8. 8. FORMAÇÃO CONTINUADA A gestão democrática e o controle social são os instrumentos para fazer com que as políticas educacionais se configurem como políticas de Estado e não mais de governo.
  9. 9. FORMAÇÃO CONTINUADA OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE! JOSÉ ÁLVARO PEREIRA DA SILVA [email_address]

×