ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL - AVARÉ
PROGRAMA DE FOMENTO    ASSOCIATIVO                       PFA          JURUMIRIMESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ - SP - 01 DE NO...
PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO OBJETIVO DO PROGRAMA:                                          ÁREA DE IMPLANTAÇÃO:OBJETIV...
COMENTÁRIOEste Programa foi elaborado visando incrementar o quadro associativo, aumentando o número de sócios através de u...
CONJUNTURA            Desde a mudança de Avaré de Município para Estância Turística, tenho lido matéria nos jornaisde noss...
TENDÊNCIA ECONÔMICA           Embora o quadro que acabei de relatar no meu entendimento sobre o aspecto conjuntural esuas ...
DADOS     Abaixo dados importantes para analise de tomada de decisões, estas informações tem comobase o mês de outubro de ...
TÓPICOS          O PFA terá como base de escopo 8 (oito) itens que darão condições para a efetivação doprograma, por sua v...
1          REFORMA E MELHORIAS NAS INSTALAÇÕES DA SEDE                                 REVITALIZAÇÃOPara implementar o PFA...
1.1                     Reforma do Salão de Festas e Jogos     Com o passar do tempo é natural que as instalações vão perd...
1.2                      Reforma do Salão de Festas e JogosParecer para esta reforma contempla duas situações:1- Transform...
FOTOS DA SITUAÇÃO ATUAL                          9   12
1.3                         Reforma dos banheiros sociaisAtualmente os banheiros sociais encontram-se em condições para pr...
1.4          Pavimentação das áreas de acesso e estacionamentosEste item uma vez realizado daria um novo aspecto nas áreas...
1.5                                Construção da saunaMuito sócios tem comentados e cobrado pela falta de saunas em nosso ...
PROJETO REVITALIZAÇÃO           Arquiteto Eduardo Franke - AvaréPortaria   Recreação                     Sauna          Qu...
2                          CRIAÇÃO DA EQUIPE DE VENDAS             A implantação de uma equipe de vendas sem precedentes n...
2.1                              ESTRUTURAÇÃO DA EQUIPE       PERFILEsta equipe deverá ser composta por 3 (três) promotora...
2.2   MODALIDADEO padrão de contratação para formação da equipe de vendas será o autônomo ou free lance,suportados por con...
2.3     METASO PFA estabelecerá uma meta de 315 novos sócios, sendo 115 para reposição das baixas queocorrerão no período,...
2.4        4 P’sProduto: Jóia da AABB – Jurumirim (Pessoa Física). O clube oferece aos sócios uma estrutura quepropicia um...
2.5   EMPRESARIAL            Atualmente muitas empresas preocupadas com a qualidade de vida de seus funcionários,associada...
2.6   AABB ESTUDANTE            Com uma preocupação crescente nas escolas de modo geral e principalmente aquelas quesão di...
3                              CAMPANHA PUBLICITÁRIA         Há um ditado corrente que diz o seguinte: “Quem está fora da ...
3LOGOTIPO DA CAMPANHA                       25
4                   REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’sEste projeto tem como finalidade de integrar as AABB’s da nossa reg...
4.1                  REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’sPara implantação definitiva deste projeto, após conhecimento dos d...
4.2          REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s1 – FRANQUEADONão será cobrado valores adicionais nas mensalidades, desta ...
4.3          REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s1 – ONERADONeste caso o associado poderá escolher uma ou mais AABB’s “espe...
4.4                 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s                                        VALORES                    ...
4.5          REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s                                MICRO REGIÃO 9Relação das AABB’s participa...
4.4     REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s                        OUTRAS REGIÕESRelação das AABB’s que serão convidadas à...
LOGOTIPO           9   33
5                                        CONVÊNIOS                                         FIDELIZAÇÃO      Para melhorar ...
5.1LOGOTIPO           35
6                                       PARCERIAS     Outra maneira seria criar condições para novos serviços ou de melhor...
6.1LOGOTIPO           37
LOGOTIPOS            38
7                                    MELHORIA DO ESTATUTO         Com a necessidade de até 2007 a AABB – Jurumirim adequar...
7                                 PADRÃO DE CONTRIBUIÇÃO CATEGORIA                              FATOR          PERIODICIDA...
8                                   RELACIONAMENTO BB        Visando estreitar o relacionamento entre AABB – Avaré e Banco...
CRÉDITOS        O PFA e logotipos conforme página 38 desta programa foram criados com a finalidade de atenderas demandas d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO - AABB AVARÉ

1.591 visualizações

Publicada em

Programa de Fomento Associativo. Criado para alavancar novos sócios numa ótica de organização e melhorias continuadas.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.591
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO - AABB AVARÉ

  1. 1. ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL - AVARÉ
  2. 2. PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO PFA JURUMIRIMESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ - SP - 01 DE NOVEMBRO DE 2005
  3. 3. PROGRAMA DE FOMENTO ASSOCIATIVO OBJETIVO DO PROGRAMA: ÁREA DE IMPLANTAÇÃO:OBJETIVO DO PROJETO: Aumentar o número de sócios da AABB – Jurumirim. Sede na Represa de Jurumirim. Secretaria da Associação. META: 200 + 115 TEMPO: 5 anos BASE: 285 BAIXAS: 23 (aa.) TOTAL: 600 (incluso baixas) INÍCIO DO PFA: Março de 2006PLANO DE AÇÕES: Implementações que vise dar apoio econdições para melhoria na estrutura de serviços, utilizando-se de meios como: Reformas na Sede do Clube, publicidade, AVALIAÇÃO DO PFA:parcerias, convênios empresariais, equipe de vendas, bem Trimestral - A serem definidas as prioridades.como promoções nos canais de mídia.BÁSICOS: DIRETORIAS: Conselho Administrativo1 - Reforma e melhorias nas instalações da sede. Conselho Deliberativo2 - Criação da Equipe de Vendas + Promoções. RETORNO .............US$: Fiscal Conselho3 - Convênios e Parcerias.4 - Publicidade através dos canais de mídias.5 - Rede de compartilhamento das AABB”s. INVESTIMENTOS: R$150.000,00 (Cento e cinqüenta mil Reais) Captação de recursos através de financiamento junto ao Banco do Brasil S/A. Aportados pelo PROGER AUTOR: Carlos dos Santos Silva - CRA 2-78956 (FAT e/ou TURISMO) FABRICA 03 ITAPERUNA
  4. 4. COMENTÁRIOEste Programa foi elaborado visando incrementar o quadro associativo, aumentando o número de sócios através de umconjunto de projetos e/ou programas que contemple medidas estruturais, financeiras e de ordem organizacional, buscandoresultados que viabilize uma melhora nas condições atuais, contudo valorizar a AABB e se destacar pelo esforço empregadona busca de seus objetivos, sendo um macro programa o PFA visa também uma mudança de cultura e de comportamento,valorizando o que já existe. Outro fator importante que se deve observar e ser trabalhado, é a questão da Decadência Inicial, fase que osdirigentes da AABB deve se preocupar, evitando assim fuga e desmotivação entre sócios e pessoas que freqüentam a sededo clube, inclusive reclamações de sócios tem chegado ao nosso conhecimento alertando sobre as condições que seencontram as instalações e como se deve mantê-la. Não por isto o presidente da AABB tem promovido ao longo dos últimosdois anos, período este que pude constatar in loco, melhorias necessárias para a manutenção e a busca por reforço decaixa, que viabilize empreitas de maior cunho, atividades que relatarei nas páginas finais deste programa. Questão primordial a ser objeto do PFA é o capítulo das reformas e melhorias físicas nas instalações, taiscomo: salão de jogos, banheiros, pavimentação das áreas de acesso e de estacionamento, inclusive o playground. Essasmelhorias serão promovidas na medida em que os recursos forem sendo liberados através de financiamento junto ao Bancodo Brasil, conforme Circular da Fenabb, chamando a atenção para linha de crédito com recursos do FAT. Está notícia nãopoderia vir em tão boa hora, pois já estamos na fase do levantamento da documentação para obtenção desses recursos,como também tornarmos referência para demais AABB da nossa região.Carlos dos Santos Silva Avaré, 03 de novembro de 2005.Coordenador 04
  5. 5. CONJUNTURA Desde a mudança de Avaré de Município para Estância Turística, tenho lido matéria nos jornaisde nossa região que serão construídos clubes sociais para profissionais liberais, públicos etc. Se de fatoesta situação vier a se confirmar, poderemos ter uma saída de sócios acentuada, como foi o caso do Clubeda Ceripa de Itaí que já provocou algumas baixas do quadro associativo, pois muitos irão acompanharsuas classes ou por clubes de melhor infra-estrutura, natural que isto ocorra. Os investimentos chegam atéimpressionar, inclusive o Banco do Brasil de Avaré, por um período manteve exposto uma maquete de umgrande projeto cuja finalidade seria um clube de associados da área odontológica. Outro aspecto relevantefoi a construção e reformas de hotéis, inclusive uma onda de melhorias tanto privadas como públicas seaplacou pela cidade, a própria prefeitura tem direcionado seus trabalhos na melhoria das instalações,comprometida com o fazer de Avaré uma estância turística. Contudo o apontamento do crescimento econômico na ordem de 3,5% aa, (PIB) este resultadoainda não está chegando a grande parcela da população, o “garrote” asfixia seus parcos rendimentos, asincertezas do futuro, a questão do desemprego, o aumento nas tarifas de modo geral e a carestia, empurraas pessoas para conter seus gastos, abrindo mão de despesas como as de lazer e cultura. Apenas até o mês de outubro tivemos a baixa de 37 sócios, perguntando qual o fator principalde suas desistências, foram enfáticos em dizer que foi o econômico, como se pode perceber a AABB estádiretamente envolvida nesta questão e deve buscar novas alternativas que contemple a melhoria continuae garantindo satisfação aos seus sócios, pois de verdade o que temos são clientes que buscam qualidadede vida. Podemos promover isto, depende de querer realizar e o envolvimento de cada colaborador.CARLOS DOS SANTOS SILVA 05
  6. 6. TENDÊNCIA ECONÔMICA Embora o quadro que acabei de relatar no meu entendimento sobre o aspecto conjuntural esuas conseqüências não sejam favoráveis, podemos crer que o contrário também possa ser verdadeiro,com o andamento velado da campanha eleitoral para presidência da república em 2006 o governopromoverá algumas mudanças básicas para uma retomada acelerada do crescimento econômico, sembeirar o populismo que nesta época se acentua. Muito provavelmente até a mudança do ministro dafazenda poderá ocorrer. Pelos sinais que o planalto está emitindo, podemos vislumbrar tal crescimentocom a esperada queda nas taxas de juros, a famosa Selic. Com esta e outras medidas aumentará a oferta de recursos para investimentos nas áreassociais e sobretudo na de infra-estrutura, esta por sua vez concorre por uma melhor distribuição de renda,podendo chegar em poucos meses a uma grande parte da massa trabalhadora. O próprio presidente Lulacobrou de seu ministério um maior desembolso e resultados para que possam ser contabilizados em suacampanha. Desta maneira as pessoas de modo geral voltarão a refazer seus planos de gastos eprovavelmente o lazer estará entre os principais itens de suas metas. Convenhamos que nos últimos anos as privatizações das estradas e o surgimentos das praçasde pedágios, tornaram as viagens de longa distância impraticáveis, sobretudo para aqueles que gostam deviajar para o litoral, optando então para passeios mais curtos entre 150 a 200 km no máximo. Com amelhoria das estradas de nossa região, podemos imaginar a formação de uma nova tendência em turismoregional, neste aspecto a AABB está inserida, até porque dirigentes das cidades que fazem parte da baciada Represa de Jurumirim, estão se reunindo para elaborar um plano turístico para um melhoraproveitamento deste recurso.CARLOS DOS SANTOS SILVA 06
  7. 7. DADOS Abaixo dados importantes para analise de tomada de decisões, estas informações tem comobase o mês de outubro de 2005 e no banco de dados da secretaria da AABB – Jurumirim: Adesões de Sócios 16 Exclusões de Sócios 37 Sócios Comunitários 193 Sócios Efetivos 92 Total de Sócios 285 Mensalidades R$ 9.473,00 Convênios R$ 22.355,72 07
  8. 8. TÓPICOS O PFA terá como base de escopo 8 (oito) itens que darão condições para a efetivação doprograma, por sua vez, contemplará projetos dinâmicos e objetivando atender os cinco itens doPrograma. Poderão ou não serem escalonados na medida das necessidades de implementações,remanejamentos, adiamentos, etc. 1 – REFORMA DA SEDE 6 - PARCERIAS 2 – EQUIPE DE VENDAS 7- MUDANÇA NO ESTATUTO 3 – PUBLICIDADE 8 - RELACIONAMENTO BB 4 - REDE AABB 5 - CONVÊNIOS 08
  9. 9. 1 REFORMA E MELHORIAS NAS INSTALAÇÕES DA SEDE REVITALIZAÇÃOPara implementar o PFA este item sem dúvidas é um dos quais não se pode desconsiderarpela sua importância, tratando-se da revitalização da Sede da AABB – Jurumirim, elaboradopelo Arquiteto Eduardo Franke. Um projeto arrojado e de grande beleza arquitetônica,contudo os recursos para este tipo de investimento o inviabiliza.Podemos chegar a conclusão que outra alternativa seria a promoção de reformas nasinstalações, e construções de novas áreas, abaixo os pontos principais a saber: 1 – Reforma do Salão de Festas/Jogos 2 – Reforma dos banheiros sociais 3 – Pavimentação das áreas de acesso e estacionamento 4 – Construção da sauna 9 09
  10. 10. 1.1 Reforma do Salão de Festas e Jogos Com o passar do tempo é natural que as instalações vão perdendo suas qualidades, pois sofremações da natureza e do homem, tais como: sol, oxidação das caxilharias, desbotamento edescascamento da pintura, umidade, goteiras, quebras de peças por uso contínuo ou vandalismo(fechaduras, lustres, spot etc.). Outro fator é o da desatualização, as pessoas de modo geralreparam como as coisas estão, porém evitam de comentar, para não parecer uma queixa. Nesta situação a reforma é mais do que urgente, pois nossos freqüentadores, geralmente sãopessoas de classe média acostumada a encontrar locais com instalações modernas e confortáveis,querendo ou não a comparação acontece naturalmente e neste caso a AABB leva desvantagem,situação que deve ser evitada, considerando este item importante no Programa. Comentei também que podemos estar em uma fase não favorável, com o surgimento do DI,(Declínio Inicial) Todo empreendimento com o passar do tempo fica saturado, as pessoas de modogeral não tem mais afinidade e vontade de consumir um produto e/ou serviço. Marketeiros bastanteacostumados com o mercado tem noção desta fase, re-lançam produtos e/ou serviços com umaroupagem nova, dando sobrevida com sua campanha, evitando assim a morte de uma marca, serviçoe/ou produto. Isto pode estar acontecendo com a AABB – Jurumirim, devemos estudar esteprograma e implantar aos poucos e assim evitarmos problemas no futuro. 9 10
  11. 11. 1.2 Reforma do Salão de Festas e JogosParecer para esta reforma contempla duas situações:1- Transformar o salão de festas e jogos num restaurante, pois é este que ultimamente tem dadomovimento e pela apresentação do Projeto AABB CANTA. Constatei no período de 8 meses quandoa secretaria mudou-se para lá, o uso quase zero do salão, transformá-lo em restaurante a AABB iriaaproveitar a bela paisagem da represa e das áreas verdes, inclusive com a promessa do PrefeitoJoselyr Silvestre de Avaré em iluminar a ponte, outro aspecto relevante é o inverno pois seria umaopção fugir do frio, uma vez que a pizzaria mudaria para este novo local, abrigados do frio os sócios eprincipalmente suas esposas iriam incentivar uma maior freqüência neste período. Para este casouma reforma ampla, moderna desde o piso até o teto, palco, banheiros anexos, varanda compoltronas e porta-corpo, aparelhagem de iluminação artística.2 – Reforma básica do salão, sem arranjos de obras de alvenaria. Nesta segunda opção seria a mais próxima da realidade, não que a primeira seja descartável, porémo fator econômico é determinante para esta avaliação, a primeira seria a ideal a segunda a possível,porém não se deve deixar de promover melhorias para garantir o sucesso do projeto. Sugiro que secontrate uma empresa de arquitetura solicitando um projeto que contemple as duas situações paratomada de decisão, até porque será necessário para solicitação de financiamento. 9 11
  12. 12. FOTOS DA SITUAÇÃO ATUAL 9 12
  13. 13. 1.3 Reforma dos banheiros sociaisAtualmente os banheiros sociais encontram-se em condições para promover uma reforma geral, nãoapenas pintura o que no ponto de vista estético estaria atualizado, passando aos freqüentadores umapreocupação da melhoria constante em nosso clube, inclusive sendo ampliado para melhor servir. FOTOS DA SITUAÇÃO ATUAL 9 13
  14. 14. 1.4 Pavimentação das áreas de acesso e estacionamentosEste item uma vez realizado daria um novo aspecto nas áreas onde há uma maior circulação depessoas e automóveis, resolveria o problema das águas das chuvas, sem contarmos com a definiçãode vagas de estacionamento, guias e sarjetas. FOTOS DA SITUAÇÃO ATUAL 9 14
  15. 15. 1.5 Construção da saunaMuito sócios tem comentados e cobrado pela falta de saunas em nosso clube, alegando que no invernopoderia ser uma alternativa para sua freqüência, como é comum na maioria dos clubes possuírem estetipo de equipamento na AABB - Jurumirim não poderia ser diferente e não apenas na construção desaunas, num futuro poderia até imaginar uma piscina coberta e aquecida por um sistema solar ououtro, integrando-se com a sauna. REIVINDICAÇÃO DOS SÓCIOS, MELHORIA PARA O INVERNO. 9 15
  16. 16. PROJETO REVITALIZAÇÃO Arquiteto Eduardo Franke - AvaréPortaria Recreação Sauna QuiosquePier Marina - Salão de Ginástica Salão Social Salão de Jogos 9 16
  17. 17. 2 CRIAÇÃO DA EQUIPE DE VENDAS A implantação de uma equipe de vendas sem precedentes na história da AABB – Jurumirim,será um marco importante na sua trajetória, desde sua fundação até os dias atuais nunca houve taliniciativa de importância impar. Com a conjuntura atual e as dificuldades impostas por condições alheiasa nossa vontade e por não conseguirmos aumentar o quadro associativo, percebemos a necessidade debuscarmos alternativas para alavancar novos sócios, uma delas foi a terceirização deste serviço, fomoscontatados por uma empresa voltada para vendas (Ittecaph), porém não decolou devido a exigências edificuldades nas negociações das partes envolvidas. Desta maneira após um período de conhecimento e percebendo o quanto falta ainda paraAABB chegar a um número ideal de sócios, resolvi elaborar o PFA, nas próximas páginas detalhareitodas as etapas para criação desta equipe, reconhecendo que teremos muito trabalho pela frente,dificuldades na estruturação, elaboração e procedimentos bem como campanhas e projetos que viabilizeeste programa, sobretudo pela falta de recursos quando não diminutos. Este será um dos pontos quedevemos dar maior atenção em todos os aspectos, para que possamos num futuro comemorarmosnosso sucesso. 17
  18. 18. 2.1 ESTRUTURAÇÃO DA EQUIPE PERFILEsta equipe deverá ser composta por 3 (três) promotoras(es) de vendas de adesões, preferencialmenteque tenha o perfil descrito abaixo:1 - Formação no ensino médio.2 - Ter experiência em vendas, gostar da atividade, ser empreendedor, dinâmico e responsável.3 -Ter participado de cursos ou treinamentos em técnicas de vendas, devidamente certificado.4 - Ser autônomo ou desenvolva suas atividades de forma free-lance. TREINAMENTOSA AABB, poderá na medida de suas possibilidades, promover treinamentos para sua equipe, focando omelhoramento das técnicas de vendas ou correlatos, desta maneira homogeneizando o perfil da equipe. 18
  19. 19. 2.2 MODALIDADEO padrão de contratação para formação da equipe de vendas será o autônomo ou free lance,suportados por contrato conforme modelo da Fenabb, podendo ser adequado para nossa AABB. Nãotendo exclusividade nas vendas. REMUNERAÇÃOO valor a ser pago a contratada(o) será de R$100,00 o mesmo valor da Jóia, pago em duas parcelas,após a devida efetivação do crédito pelo novo sócio. Sendo a primeira parcela de R$65,00 num períodode 5 dias úteis, período necessário para tramitação e assinatura das propostas e compensações decheques e o saldo de R$35,00 será pago após o pagamento da primeira mensalidade.OBS.: Caso seja uma adesão empresarial, havendo negociação de dispensa de taxa da adesão, seráconsiderado a primeira mensalidade (sem Segasp e Rede AABB) como remuneração a promotora(o)de vendas. EXTRASApós um período da implantação, dependendo do resultado alcançado haverá possibilidade de estudopara incrementar com ajuda de custo e reembolso de despesas, tais como: conduções, cursos,combustível etc. 19
  20. 20. 2.3 METASO PFA estabelecerá uma meta de 315 novos sócios, sendo 115 para reposição das baixas queocorrerão no período, desta maneira teremos uma média anual de 63 novos sócios, sendo 45 para operíodo do verão e 23 para o inverno. A duração do programa terá 5 anos e todos deverão estarenvolvidos para atingir esta meta, chegando ao final deste período num total de 600 sócios. Oprograma contempla também a possibilidade de ajustes necessários para correções de rumo ou dascontingências e improvisos que irão surgir no decorrer da implantação e promoção do programa bemcomo a suspensão e/ou cancelamento do mesmo. AVALIAÇÕESO PFA será avaliado trimestralmente, com relatório simplificado para analise de desempenho e dodesenvolvimento dos trabalhos propostos bem como de sua equipe. Esta medida visa basicamente anecessidade de acompanhar, ajustar, monitorar, iniciar, interromper ou outras medidas que dêsubsídios para correções das metas e dos projetos que fazem parte do programa, conforme metasestabelecidas. 20
  21. 21. 2.4 4 P’sProduto: Jóia da AABB – Jurumirim (Pessoa Física). O clube oferece aos sócios uma estrutura quepropicia uma melhor qualidade de vida através da prática de esportes, lazer e recreações, para issodispõe de 16 apartamentos c/ capacidade para 60 pessoas, área de camping, quatro quadras de tênis desaibro, uma quadra poli-esportiva, uma quadra de areia, campo de futebol society oficial, piscina adulto einfantil, quiosques para churrasco, rampa de barco, restaurante, pizzaria, salão de festas, jogos (mesa desinuca, bilhar, tênis e pebolim), cancha de bocha, playground, praia na represa e 54000 m2 de área verde,inclusive com árvores frutíferas.Preço: Adesão de R$100,00 - Mensalidade de R35,00 + R$4,00 Seguro Segasp + R$2,50 Rede AABB aser aprovado pela Diretoria (Proposta do PFA).Ponto: Avaré e demais cidades que fazem parte da micro região. (Poderá ser estudado a possibilidade dedimensionar regiões para atuação das promotoras(es) de vendas.Promoção: A AABB promoverá durante o PFA promoções através de parcerias, apoios, eventosesportivos e sociais, temporadas e excursões cuja finalidade de criar visibilidade perante a comunidade,favorecendo o ingresso de novos sócios e a manutenção do quadro associativo. 21
  22. 22. 2.5 EMPRESARIAL Atualmente muitas empresas preocupadas com a qualidade de vida de seus funcionários,associada a uma nova mentalidade na maneira de administrá-las, tem promovidos algumas práticas deResponsabilidade Social com um sistema de benefícios que contemple seus funcionários, desta maneiraa AABB – Jurumirim estará oferecendo ao empresariado de nossa região a possibilidade de seusfuncionários terem um novo benefício, um clube para eles e seus familiares. Sabemos o quanto custa terum clube ou grêmio exclusivo. A AABB desenvolveu o Plano Empresarial com categorias que atenda asnecessidades e vinculado ao porte de cada empresa, inclusive os empregados poderão ser convidados aratearem com pequeno desembolso, ficando assim muito mais fácil de participar do AABBEMPRESARIAL. (OBS.: CONDICIONADO AO PERFIL DA EMPRESA) Junior: 20 a 40 funcionários – Mensalidade R$23,00 + R$4,00 Segasp + R$2,50 Rede AABB - R$29,50 Master: 41 a 70 funcionários – Mensalidade R$20,00 + R$4,00 Segasp + R$2,50 Rede AABB - R$26,50 Golden: 71 a 110 funcionários – Mensalidade R$17,00 + R$4,00 Segasp + R$2,50 Rede AABB - R$23,50Premium: 111 a 160 funcionários – Mensalidade R$14,00 + R$4,00 Segasp + R$2,50 Rede AABB - R$20,50Para essas modalidades haveria um plano de desconto na adesão: Junior 25% - Master 50% - Golden 75% e Premium100% todos os funcionários seriam beneficiados pelo mesmo padrão do sócio pessoa física (comunitário). 22
  23. 23. 2.6 AABB ESTUDANTE Com uma preocupação crescente nas escolas de modo geral e principalmente aquelas quesão dirigidas por pessoas voltadas para a prática da cidadania, ética, meio ambiente, esportes, etc.,procurando se destacar oferecendo a seus alunos a possibilidade de participar ativamente em excursõescurtas ou em dias especiais por exemplo: Dia de campo, visita ao planetário, museus, zoológicos,bibliotecas públicas, info-centros etc. Desta maneira quebrando a rotina das salas de aulas e partindopara experiências externas, propiciando a seus alunos uma nova maneira de interagir com suacomunidade. Desta maneira o AABB Estudante, torna-se um atrativo e uma ferramenta aos professores eescolas de nossa região, oferecendo aos seus alunos a possibilidade de passarem um dia com a gente, aum custo relativamente baixo R$13,00 incluindo: Café da manhã, almoço e lanche da tarde (excetobebida). Ficando definido as terças, quartas e quintas-feiras reservado ao AABB Estudante.Atrativo: Instalações da AABB, podendo ser utiliza por professores de educação física, geografia,ecologia, recreações e jogos.Outro fator positivo do projeto é a divulgação no meio estudantil do nome AABB, bem como oconhecimento de seus pais pela iniciativa da escola em parceria com nossa entidade, desta maneira aAABB vai de encontro com a necessidade de uma maior visibilidade perante a comunidade. 23
  24. 24. 3 CAMPANHA PUBLICITÁRIA Há um ditado corrente que diz o seguinte: “Quem está fora da mídia não será lembrado”, oualgo parecido. Não resta a menor dúvida de que esta frase foi criada por alguém que vive de divulgarpeças publicitárias e até podemos concluir que se trata de uma verdade, também que não seja absoluta,contudo devemos avaliar o quanto estamos sendo esquecidos, perdendo oportunidade de melhorar nossodesempenho, bem como indo mais afundo nesta questão; de modo geral o que as pessoas pensam sobrea AABB e qual a imagem que a AABB transmite, negativa ou positiva? Para isso devemos criar condições para que tenhamos uma campanha simples e continuada, ouseja com um prazo de no mínimo 12 meses ou mais, prazo este que iremos implantando em paralelo osprojetos do PFA. Indo de encontro com a realidade elaborei a Campanha AABB+SÓCIOS, terá comofinalidade de divulgar os pontos relevantes do PFA, destacando os tópicos: 1 – 4 – 5.1 - Definição de verba publicitária para divulgação da Campanha, valor e período.2 - Definição dos veículos de propaganda (Rádio – Jornal – Impressos)3 - Definição do material publicitário para a campanha. (incluir Segasp)4 - Levantamento de orçamentos junto a mídia.5 - Atualizações das peças publicitárias. 24
  25. 25. 3LOGOTIPO DA CAMPANHA 25
  26. 26. 4 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’sEste projeto tem como finalidade de integrar as AABB’s da nossa regional, através de compartilhamento,beneficiando seus sócios e familiares, utilizando-se das instalações de modo amplo e sem restrições, bemcomo item a ser explorado nas peças e promoções de novos sócios, (inclusive outras AABB’s): PONTOS FORTES1 – Abrirá canais de troca de Experiências, Informações e Sinergia (Dirigentes)2 – Possibilitará a criação de uma Base de Dados de uso comum (Promoções)3 – Será um atrativo (Plus) de promoção de captação de novo sócios4 – Propiciará uma maior e melhor visibilidade das AABB’s junto a comunidade5 – Criação de um site exclusivo da REDE AABB (www.redeaabb.com.br)6 – Possibilidade de expansão da Rede (Norte do Paraná – Litoral Paulista)7 – Poderá ser “modelado” conforme necessidades de cada AABB 26
  27. 27. 4.1 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’sPara implantação definitiva deste projeto, após conhecimento dos detalhes pelos dirigentes das AABB’s,será promovido reuniões para formatação final, através de sugestões e mudanças necessárias queatendam os interesses entre as AABB’s. PROCEDIMENTOS 1 – Definição da sistemática básica de funcionamento (Franqueado e/ou Onerado) 2 – Contato com as AABB’s e seus dirigentes 3 – Agendamento de visitas as AABB’s 4 – Reuniões para sugestões e melhorias do projeto 5 – Finalização do Projeto 6 – Implantação da REDE AABB 27
  28. 28. 4.2 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s1 – FRANQUEADONão será cobrado valores adicionais nas mensalidades, desta maneira espera-seuma maior participação por parte dos sócios em conhecer outras AABB’s,considerando as distâncias entre elas podemos certificar o envolvimento de todos noprojeto e se de fato haverá uma participação efetiva. Esclarecendo que o projeto porsi não terá o caráter evasivo ou migratório entre AABB’s, muito embora admitamosque no começo; o querer conhecer outras cidades motivem os associados com maiorintensidade, tendendo a diminuir com tempo.Como alternativa recomendo que pelo menos seja concedido um período de 6 (seis)meses de gratuidade, caso a segunda opção seja aceita pelo corpo diretivo como amais viável para o projeto, onerando as mensalidades dos sócios que optem naadesão da REDE AABB. 28
  29. 29. 4.3 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s1 – ONERADONeste caso o associado poderá escolher uma ou mais AABB’s “espelho”, como sefosse uma extensão, exemplo: O sócio e/ou sócia da AABB de Itapetininga teminteresse na AABB de Avaré ou quantas desejar, será acrescido um valor em suamensalidade proporcional ao número de AABB’s. Valor que deverá ser repassadopara AABB espelho, neste caso Avaré. Para isto deverá ser criado ou melhorado osistema de informação, para que não haja constrangimentos por ocasião de suavisita.Outra maneira seria a cobrança de um valor fixo para todos os sócios pertencentes aRede AABB. Antevendo que isto poderá criar situações de conflito de interesses evenha provocar apatia pela adesão ao projeto, faço uma sugestão:Criação de um fundo com destinação fixa para pagamentos de despesaspublicitárias, o que seria de importância impar para o sucesso do programa, umacampanha unificada, atendendo aos interesses de todos. 29
  30. 30. 4.4 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s VALORES 1 – R$2,50 2 – R$3,50 3 – R$5,00Estes valores são orientativos, lembrando que o valor a ser definido deverá ser módico, para nãoprovocar expectativas ou não-adesão ao Projeto REDE AABB. Meu parecer favorável é R$2,50. 30
  31. 31. 4.5 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s MICRO REGIÃO 9Relação das AABB’s participantes da Micro Região 9 – Objeto deste Projeto. Avaré Itararé Capão Bonito Mairinque Cerqueira César Piedade Ibiúna Pirajú Itaberá São Roque Itapetininga Sorocaba Itapeva TatuíConselheiro da MR-9: Sr. Adilson Antônio Meneguela – Presidente da AABB de Itararé - SP 31
  32. 32. 4.4 REDE DE COMPARTILHAMENTO DAS AABB’s OUTRAS REGIÕESRelação das AABB’s que serão convidadas à participar do Projeto. Barra Bonita Pederneiras Bauru Pirajuí Botucatu Santa Cruz do Rio Pardo Chavantes Santos Itanhaem São Manuel Jaú Ourinhos Lençóis Paulista Piracicaba 32
  33. 33. LOGOTIPO 9 33
  34. 34. 5 CONVÊNIOS FIDELIZAÇÃO Para melhorar nosso relacionamento com as empresas convenentes, sócios e conveniados,devemos implantar um Programa de Fidelidade, premiando através de pontuações aqueles que usammensalmente esta modalidade, bem como os que freqüentam a sede da AABB, (bar, pizzaria erestaurante). Para que tudo isto possa acontecer, a implantação deste programa deverá contemplar umescopo de regras e etapas mínimas e trazer benefícios para todos, conforme procedimentos a saber:1 – Levantamento de dados e informações sobre o volume em R$ (convenentes e conveniados)2 – Elaboração de gráficos e performance por item (alimentação – papelaria - saúde – combustível)3 – Definição da pontuação e prêmios.4 – Divulgar e convidar convenentes p/ participar do programa.5 – Elaborar folder para divulgação aos conveniados.6 – Registrar as premiações para eventuais promoções. 34
  35. 35. 5.1LOGOTIPO 35
  36. 36. 6 PARCERIAS Outra maneira seria criar condições para novos serviços ou de melhorias aos sócios através deparcerias, usarei um modelo para exemplificar. Constatei que boa parte dos clubes de nossa cidadeoferece um espaço com equipamentos para prática de atividade físicas (Fitnees), o que infelizmente aAABB não oferece esse tipo de serviço, por duas razões:1 – Sua sede está a mais de 25 km de boa parte de seus sócios.2 – A implantação torna-se inviável pelo custo (prédio, equipamentos, manutenção e a contratação deprofissional especializado). Sem contarmos com o pouco uso que provavelmente irá acontecer. Desta maneira criaríamos o BÔNUS AABB FITNEES, seria oferecido aos sócios a possibilidadede estarem praticando atividades físicas numa academia da cidade de Avaré e Itaí por umadeterminada carga horária mensal e com um custo a ser avaliado (a ser negociado c/ o parceiro) ou serabsorvido em 100% pela AABB. Como benefício aos freqüentadores desta academia seriaconsiderado como sócio parceiro, podendo usufruir das instalações da AABB – Jurumirim. Este projetodeverá ser ajustado de acordo com o levantamento de dados, custos e eventuais parceiros paramelhor definição. 36
  37. 37. 6.1LOGOTIPO 37
  38. 38. LOGOTIPOS 38
  39. 39. 7 MELHORIA DO ESTATUTO Com a necessidade de até 2007 a AABB – Jurumirim adequar seu estatuto ao novo Código Civil e porconseqüência realizar convocação extraordinária da Assembléia Geral para aprovação do modelo sugerido pela Fenabb,aproveitaríamos a oportunidade para efetuar outras mudanças no estatuto, abaixo descreverei uma medida que poderáser um “gancho” para criação de um Programa que vise a Premiação conforme estabelece o estatuto, reconhecendo aspersonalidades que se destacam em nossa região pelos méritos aos préstimos a comunidade. Inclusive comoplataforma do AABB Comunidade.I - Estabelecimento do Programa de Contribuição Voluntária (PCV) sem caracterização associativa, podendo serconcedido benefícios similares aos sócios comunitários, etc. Esta contribuição será destinada para financiamento deprojetos culturais, esportivos e sociais e/ou de despesas de administração com caráter vinculativo, (definir).II - A Contribuição Voluntária (PCV) e seus respectivos fatores, periodicidades não se configura obrigatoriedade depermanência, ficando a critério do contribuinte o tempo que julgar conveniente, desde que não esteja sendo agente definanciamento de projeto.III - Os contribuintes serão pessoa física ou jurídica, inclusive sócios da AABB com entrega de recibo para abatimentoem IR, desde que observado a legislação vigente.IV - A adesão por parte do Contribuinte Voluntário não se configura troca, venda, prestação de serviço ou entrega dequaisquer materiais por parte da AABB ao contribuinte direta ou indiretamente.V - Será elaborado pelo Diretoria Social, Banco de Pontuação Contributiva, (BPC) regulamento de classificação doscontribuintes, para efeito de premiação e homenagem. 39
  40. 40. 7 PADRÃO DE CONTRIBUIÇÃO CATEGORIA FATOR PERIODICIDADE VALOR ANUAL SIMPATIZANTE 2/12 SEMESTRAL 50,00 100,00 COLABORADOR 3/12 SEMESTRAL 75,00 150,00 PATROCINADOR 4/12 QUADRIMESTRAL 100,00 300,00 PATRONO 5/12 TRIMESTRAL 125,00 500,00 BENFEITOR 6/12 BIMESTRAL 150,00 900,00 BENFEITOR PLATINA 9/12 BIMESTRAL 225,00 1.350,00 BENFEITOR DOURADO 12/12 MENSAL 300,00 3.600,00 Dividir o salário mínimo por: (N) X SM 12Benfeitor, Benfeitor Platina e Benfeitor Dourado, poderão ser agraciados por Comenda, mediante projetopatrocinado de cunho social e relevante a comunidade. 40
  41. 41. 8 RELACIONAMENTO BB Visando estreitar o relacionamento entre AABB – Avaré e Banco do Brasil – Avaré, comosugestão e também pelo esforço dos dirigentes da AABB em promove-la, o PFA não poderia deixar decontemplar algumas idéias e/ou sugestões criando uma maior sinergia, resultando uma maior visibilidadeperante a comunidade e buscando retornos positivos para os parceiros. 1 – Promoção para abertura e novas contas no mês de maio de 2006, gratuidade de 4 meses, até 30correntistas. Havendo adesão posterior, durante 6 meses desconto de 50% na mensalidade e sempagamento da Jóia. Havendo desistência antes de completar um ano, o novo sócio deverá pagar a Jóia.(NP).2 – Estender esta promoção para clientes com contas já aniversariadas superior a 1 ano.3 – Sócios da AABB que ainda não possuem conta no BB, isenção nas tarifas (Limitado a margem negocialda agência)4 – Sorteio de Estadias em finais de semana da AABB para clientes com direito a acompanhante. (definirtipo de cliente).5 – Open Day (Passar um dia) sem estadia com grupos de clientes, através de sorteio ou indicação) 41
  42. 42. CRÉDITOS O PFA e logotipos conforme página 38 desta programa foram criados com a finalidade de atenderas demandas da AABB – Avaré, com caráter de exclusividade e livre de débito, não podendo ser aplicadoas demais AABB’s, salvo solicitação por escrito e com acompanhamento como consultoria. Os dados, fotose Projetos assinados por demais profissionais estão desvinculados destes Créditos, não podendo o autordo Programa de Fomento Associativo reivindicá-los. O Projeto REDE AABB, pela sua condições deestrutura ficará isento de eventuais cobranças quando de sua aplicabilidade nas AABB’s que farão parte daRede, excluindo as despesas que forem promovidas por ocasião e sua implantação. O autor deste programa outorga a AABB – Avaré o uso exclusivo do PFA, salvo considerações doprimeiro parágrafo, não podendo a AABB – Avaré repassá-lo seja na forma gratuita e/ou desembolsávelpara demais AABB’s, sem prévio conhecimento e autorização do autor. Trata-se de um Programa que poderá no decorrer na fase de estudos de viabilidade e deimplantação sofrer alterações com a finalidade de melhorias, sejam elas oriundas do próprio autor ou daspartes envolvidas, podendo estas serem beneficiárias de eventuais créditos. Defino “Créditos” como oreconhecimento público de pessoas ou instituições que fizeram parte na elaboração e melhoramento doPFA.____________________________ Avaré, 15 de novembro de 2005.Carlos dos Santos SilvaAutor do PFA – CRA2-78956 42

×