Insuficiência Renal Crônica
• IdentificaçãoSexo: (x) Feminino ( ) Masculino Idade: 35 anosTempo de Internação: 15 diasEscolaridade: Ensino Fundamental...
Exame FísicoNível de Consciência LOTECabelos Brilhos e sem quedaOlhos e conjuntivas Hipocorados 2+/4+Bola gordurosa de Bic...
Sintomas GastrointestinaisNáusias ( ) Sim (x) Não Frequência/dia:Vômitos ( )Sim (x) Não Frequência/dia:Diarréia ( )Sim (x)...
Avaliação AntopometricaDados Antropométricos Avaliação ClassificaçãoPeso Atual (kg) 65 -Peso Seco (kg) 64 Edema leve = - 1...
Avaliação BioquimicaDados Bioquimicos Valores deReferênciaAvaliação ClassificaçãoHemácias 4 – 5,5milhões/mm 3,7 AlteradoHe...
Dados Bioquimicos Valores de Referência Avaliação ClassificaçãoColesterol total <200mg/dL-desejável 200-239mg/dL-limítrofe...
Sinais Vitais• Pressão Arterial: 130x70mmHg – PA normal• Temperatura: Afebril• Freqüência Cardíaca: 90 ( 70 – 100 bpm)• Fr...
Prescrição Dietética• Cálculo do valor energético total (VET)VET = 40Kcal/kg PA/dia = 40x64 ( peso atual seco) = 2.560 kca...
Relação Calorias Não- protéicas por grama de nitrgênio(Kcal:gN)Conteúdo protéico da dieta (g) x 4 = calorias da contribuiç...
Adequar Também o consumo das vitaminas do complexo B ( niacina e riboflavina), poismelhoram o metabolismo energético. Adeq...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação luciana

579 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
579
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação luciana

  1. 1. Insuficiência Renal Crônica
  2. 2. • IdentificaçãoSexo: (x) Feminino ( ) Masculino Idade: 35 anosTempo de Internação: 15 diasEscolaridade: Ensino Fundamental completo Profissão: VendedoraDados ClínicosQueixa Principal: Dificuldade para urinar e sente comfrequência falta de ar.Historia da Doença Atual: Paciente apresenta diagnostico de LES e desenvolveu IRCdevido a esta doença auto-imune. No ultimo mês apresentou oligúria. Refereredução do consumo de alimentos emagrecimento, pois apresenta dispnéia comfreqüência.História da Doença Pregressa: Portadora de LES em tratamento medicamentoso.Apresenta hipotireodismo e pancreatite edematoso, IRC em Tratamento dialíticoHistoria Familiar: NDNDiagnostico Clinico: Insuficiencia Renal Crônica (IRC)
  3. 3. Exame FísicoNível de Consciência LOTECabelos Brilhos e sem quedaOlhos e conjuntivas Hipocorados 2+/4+Bola gordurosa de Bichat Sem depleçãoMusculatura temporal Sem depleçãoLábios Sem alteraçõesLínguas Sem alteraçõesGengivas Sem alteraçõesDentição PresenteFossas Supra e Intraclaviculares PreservadasPerfusão de Extremidades PreservadaConsumo Muscular Interósseo AusenteUnhas Sem alteraçõesAbdome Flácido timpânico doloroso à palpaçãosuperficialEdema Presente 1+/4+ -MMII
  4. 4. Sintomas GastrointestinaisNáusias ( ) Sim (x) Não Frequência/dia:Vômitos ( )Sim (x) Não Frequência/dia:Diarréia ( )Sim (x) Não Frequência/dia:Constipação ( )Sim (x) Não Frequência/dia:Disfalgia ( )Sim (x) Não Frequência/dia:Odinofalgia ( )Sim (x) Não Frequência/dia:Pirose ( )Sim (x) Não Frequência/dia:Flatulência ( )Sim (x) Não Frequência/dia:
  5. 5. Avaliação AntopometricaDados Antropométricos Avaliação ClassificaçãoPeso Atual (kg) 65 -Peso Seco (kg) 64 Edema leve = - 1kgPeso usual(kg) 68 -Estatura (m) 1,64 -%Perda de peso/mês 4,4 Significativa - 1 mêsIMC (kg/m) 23,8 EutrofiaDCT(mm) 13 P10-depleção moderadaCB(cm) 21,7 -CMB 17,7 Inferior a p5-depleção graveCC(cm) 78 Ausência de risco
  6. 6. Avaliação BioquimicaDados Bioquimicos Valores deReferênciaAvaliação ClassificaçãoHemácias 4 – 5,5milhões/mm 3,7 AlteradoHemoglobina 11,5-16,4g/dL-mulheres9,5 AlteradoHematócrito 36-50% 33 AlteradoLeucócitos 5 – 9 mil/mm 1.840 AlteradoLinfócitos 1,3 - ,4mil/mm ND -CTL > 1.500/mm ND -Plaquetas 200 – 400 mil/mm 721.000 AlteradoProteínas totais 6,5 – 7,7g/mL 5,6 AlteradoAlbumina 3,9 – 4,6g/mL 1,4 AlteradoGlobulina 2,3 – 3,5g/mL 4,2 Adequado
  7. 7. Dados Bioquimicos Valores de Referência Avaliação ClassificaçãoColesterol total <200mg/dL-desejável 200-239mg/dL-limítrofe >240mg/dL-alto280 AlteradoLDL – Colesterol 100 – 29mg/dL desejável 130 –159mg/dL – limítrofe150 AlteradoHDL – colesterol >60mg/dL – desejável 30 AlteradoTrigliceridios <150mg/dL 200 AlteradoGlicose <100mg/dL 164 AlteradoUréia 20 – 40mg/mL 50 AlteradoCreatinina 1 – 2mg/mL 4 AlteradoÁcido Úrico 2 – 5mg/mL ND -AST 5 – 40U Karmen/mL 38 AdequadoALT 5 – 35U Karmen/mL 24 AdequadoFosfatase alcalina 21 – 85 UI ND -
  8. 8. Sinais Vitais• Pressão Arterial: 130x70mmHg – PA normal• Temperatura: Afebril• Freqüência Cardíaca: 90 ( 70 – 100 bpm)• Freqüência Respiratória: 30irpm – taquipnéia comdispnéia (16 – 20irpm)Diagnostico Nutricional, Segundo Parâmetros ObservadosPaciente eutrófica segundo o IMC, porém com depleção grave docompartimento protéico somático e moderado do compartimento adiposo.Apresentou no ultimo mês perda significativa de peso.
  9. 9. Prescrição Dietética• Cálculo do valor energético total (VET)VET = 40Kcal/kg PA/dia = 40x64 ( peso atual seco) = 2.560 kcal/diaPTN = 1,3 g/hg PA/dia = 1,3x64 = 83gDistribuição dos MacronutrientesNutrientes g/kgPA/dia g/dia Kcal %VETPTN 1,3 83 332 13CHO 5,7 365 1.460 57LIP 1,3 83 747 30
  10. 10. Relação Calorias Não- protéicas por grama de nitrgênio(Kcal:gN)Conteúdo protéico da dieta (g) x 4 = calorias da contribuiçào protéica  83 x 4 = 332kcal.Conteúdo protéico da dieta (g) ÷ 6,25 = conteúdo nitrogenado da dieta (g)  83 ÷6,25 = 13,2.Calorias totas da dieta – calorias de contribuição protéica = calorias não-protéicas 2.540 kcal – 332 kcal = 2.208 kcal.Calorias não-protéicas ÷ conteúdo nirogenado = calorias não-protéicas/nitrogenio(g) 2.208 kcal÷ 13,2 = 167kcal:gNMicronutrientes•VitaminasAdequar o consumo de vitamina A, evitar suplementação devido àhepatotoxidade desta vitamina para o nefropata. Priorizar a vitamina C, poismelhora o sistema imune e aumenta a absorção de ferro não-heme; estavitamina também e importante devido à as perdas na diálise e por sua fusãoantioxidante. A vitamina e E também apresenta função antioxidante.
  11. 11. Adequar Também o consumo das vitaminas do complexo B ( niacina e riboflavina), poismelhoram o metabolismo energético. Adequar a vitamina D, pois esta aumenta aabsorção de calcio, comumente depletado no nefropata crônico.Vitamina Recomendações Fontes alimentaresA 700mg/dia Salsa, escarola, cenora, abobora, folha de batatadoce, brocolis e couveC 75mg/dia Caju, kiwi, acerola, laranja, limão, mamão e salsaE 15mg/dia Germen de trigo, amedoim, abacate, óleo de milhoe avelãD 5mg/dia Óleo de figado de bacalhau, peixes carnes, iorgut,ovo cozidoRiboflavina (B) 1,1mg/dia Amedoim, avelã, figado bovino, amexa seca ebrócolisNiacina (B) 14mg/dia Amedoim, carne bovina, avelã, frango, castanha,cajú, acelga e banana

×