Sessão 5

434 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sessão 5

  1. 1. qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc vbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl çzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdf O MAV: Metodologias de Operacionalização ghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuio Domínio B – Indicadores B1 e B3 pasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwer 23-11-2009 Cristina Calado tyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnm qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc vbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl çzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdf ghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmrtyuiopasd fghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuio pasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwer tyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnm qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc
  2. 2. PREÂMBULO Considerando a importância da BE na consecução das metas definidas no Projecto Educativo do agrupamento de Escolas D. Carlos I, nomeadamente a Promoção da leitura e das literacias e Melhoria dos resultados escolares, parece-nos prioritária a incidência do Modelo de Avaliação no domínio B – Leitura e Literacias - como forma de regulação do Plano de Acção e Melhoria da BE e o seu entrosamento com a avaliação interna e posterior avaliação externa (a realizar pela IGE). Do diagnóstico que efectuámos, foi possível concluir sumariamente que a BE se situa entre o patamar 1 e 2 dos níveis de desempenho apresentados pelo Modelo, evidenciando grande falta de rotinas de promoção da leitura e das literacias, sobretudo informacionais e digitais, bem como hábitos de avaliação sistemáticos, pelo que considerámos ser um domínio de intervenção prioritária. Na análise que realizámos, tivemos por base os factores de sucesso constantes no MAV, a partir dos quais identificámos os pontos fortes e fracos da BE e estabelecemos as respectivas linhas de acção, quer em termos de processos quer de impactos. Desta forma, perspectivamos a avaliação como uma componente natural da actividade de gestão da biblioteca, tomando os seus resultados como trampolins para a melhoria contínua, de acordo com um processo cíclico de planeamento estratégico/operacional, execução e avaliação. Em termos de acções estratégicas propomos três grandes áreas de intervenção:  Divulgação;  Formação de utentes (professores e alunos);  Cooperação interna e externa em actividades de promoção da leitura e das literacias. Os instrumentos a utilizar na recolha de evidências envolvem:  A recolha documental (planos de actividades, registos de actividades e de participação, etc.);  Os registos estatísticos da utilização da biblioteca e dos seus recursos;  A observação de actividades com recurso a grelhas de observação de competências e atitudes;  O feedback informal;  A análise de trabalhos dos alunos;  Os questionários a docentes e alunos. Quanto à recolha de dados e seu tratamento, estes serão feitos sistematicamente sempre que seja promovida uma actividade. O tratamento de dados global, com vista à elaboração do relatório final de avaliação, será feito no final do ano lectivo (Junho/Julho) e constituirá a base para os reajustamentos necessários ao Plano de Acção/Melhoria a desenvolver no ano lectivo subsequente. Para uma melhor eficácia, o Plano de Avaliação será objecto de ajustamentos regulares, sempre que se considerar pertinente.
  3. 3. DOMÍNIO B. Leitura e Literacia INDICADOR DE PROCESSO B.1: Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura na escola/agrupamento ANÁLISE/DIAGNÓSTICO PLANO DE AVALIAÇÃO FACTORES PONTOS FRACOS PERÍODO DE PONTOS FORTES AGENTES A CRÍTICOS DE A ACÇÕES PARA A IMPLEMENTAÇÃO/ ACTUAIS DESENVOLVER EVIDÊNCIAS ENVOLVER / SUCESSO MELHORIA OBSERVAÇÃO / AMOSTRA RECOLHA A. A BE disponibiliza  Existência de cerca de  Áreas temáticas  Levantamento das  Livro de registo,  Equipa BE A partir de Setembro uma colecção 7000 documentos que possuem existências nas diferentes catálogo e  Coordenadores de variada e adequada escritos e áudio- documentos escolas do agrupamento e listagens do acervo Departamento/ aos gostos, interesses visuais, abarcando as desactualizados ou sua divulgação por áreas Conselho de e necessidades dos diferentes áreas do inadequados ao  Análise anual criteriosa temáticas, Docentes/Educadores utilizadores. saber nível etário dos das existências para devidamente  Direcção do alunos e às identificação das actualizados Agrupamento necessidades limitações e desbaste dos  Listagem de  Alunos programáticas documentos propostas,  Pais e Encarregados  Desconhecimento desactualizados inventários de de Educação das existências nas  Prospecção regular e necessidades e várias escolas do planificação de aquisições aquisições (fichas agrupamento das novidades editoriais e de sugestões, notas B. A BE apoia os  Incapacidade de em resposta às de encomenda e alunos nas suas resposta financeira necessidades da facturas) escolhas e conhece imediata às comunidade educativa  Registo de as novidades novidades  Implicação dos prospecções literárias e de editoriais e coordenadores de realizadas divulgação que necessidades dos departamento/conselho de  Orçamento geral melhor se adequam utentes docentes/educadores na de escola e aos seus gostos.  Inexistência de selecção das obras a orçamento da BE uma “caixa de adquirir sugestões”  Contemplação de uma destinada a toda a verba no OGE destinada comunidade ao enriquecimento do acervo  Colocação de uma “caixa de sugestões” na BE e na plataforma moodle C. A BE identifica  Frequência de público  Deficiente  Articulação de estratégias  Registo de  Equipa BE A partir de Novembro novos públicos e CEF no âmbito do integração do com os professores actividades/projecto  Professores adequa a colecção e lazer, da leitura público CEF nas curriculares dos CEF no s curriculares dos CEF as práticas às informal e da práticas de leitura e sentido de promover a  Estatísticas de e EFA necessidades desses utilização dos recursos de utilização da leitura, a literacia áudio- utilização informal  Coordenadores dos públicos (CEF, informáticos WEB (selecção da visual e a utilização da BE CEF e EFA EFA, CNO, outros). informação) correcta dos recursos  Estatísticas de  Direcção do  Deficiente informáticos utilização informal Agrupamento articulação com os  Diálogo informal com este da BE e para professores público no sentido de actividades de curriculares dos auscultar os seus leitura
  4. 4. CEF interesses ao nível de programada/articula  Inexistência de leitura, audiovisual e da com outros resposta ao público WEB docentes EFA dado o factor  Promoção de actividades  Questionários aos distância que se de leitura e de utilização alunos (QA2) interpõe entre a correcta dos recursos  Trabalhos dos escola sede e o EPS informáticos bem como de alunos e a ESSM onde se animações audiovisuais e desenvolvem digitais inductoras de comportamentos de leitura e de aprendizagem dos novos públicos  Prospecção sobre necessidades do público EFA e planificação de eventuais articulações (maletas, exposições itinerantes, etc.) D. A BE identifica  A BE iniciou este ano  Utilização pontual  Formação de utilizadores  Registo das  Equipa BE A partir de Setembro problemáticas e um projecto de dos recursos da BE, abrangendo o maior actividades:  Professores e dificuldades neste promoção de acções no âmbito da leitura número possível de - Formação de educadores domínio e delineia de formação de e das literacias professores e turmas no utilizadores  Alunos acções e programas utilizadores para informáticas, por âmbito das diferentes (professores e que melhorem as alunos e professores parte da maioria das áreas curriculares turmas) situações através de contactos turmas do  Sensibilização dos - Hora do Conto identificadas. directos com os 2.º/3.ºCEB professores e educadores - Conto Vai, Conto professores que  Insuficiente no sentido do Vem E. A BE promove demonstraram esse sensibilização dos estabelecimento de  Questionários aos acções formativas interesse professores para a projectos articulados de alunos e aos que ajudem a espontaneamente importância de promoção da leitura a docentes desenvolver as  A BE proporciona utilização da BE negro e das literacias envolvidos nas competências na situações de leitura nas práticas de WEB actividades área da leitura. semanal através da ensino-  Alargamento dos públicos  Trabalhos dos Hora do Conto aprendizagem das actividades de leitura alunos (focalizada no 1.º  Articulação com o no âmbito da Hora do CEB) e do Conto Vai, 1.º CEB e JI Conto e do Conto Vai, Conto Vem (que reservada apenas à Conto Vem abrange os três ciclos Hora do Conto  Criação de um espaço de de ensino)  Pouca abrangência orientação ao trabalho de da Hora do Conto pesquisa e da leitura no essencialmente sítio da BE e no Moodle destinada ao JI e 1.ºCEB e restringida à escola- sede F. A BE incentiva o  Todos os livros são  Inexistência em n.º  Aposta na aquisição  Registo de  Equipa BE A partir de Setembro empréstimo objecto de empréstimo suficiente de diversificada de obras em aquisições  Alunos domiciliário. domiciliário, excepto algumas obras de n.º suficiente e com  Registo de documentos de consulta geral que resistência e qualidade empréstimo e
  5. 5. referência poderiam ser equivalente que permita o circulação de obras (enciclopédias, objecto de empréstimo domiciliário  Estatísticas de dicionários, atlas), empréstimo  Realização de acções de requisição obras de áreas domiciliário (como formação de utilizadores domiciliária específicas que têm dicionários, atlas ou que promovem o  Questionários aos grande solicitação enciclopédias empréstimo domiciliário Encarregados de diária ou ainda obras juvenis temáticas como a “adopção de um Educação cujo estado de livro”, no âmbito do fragilidade requer projecto “Um tesouro no manuseamento sob labirinto” vigilância (livros antigos e com valor) G. A BE está  A BE disponibiliza,  A BE não oferece  Incentivo à diversificação  Lista divulgada Equipa BE A partir de Setembro informada desde o início do ano material de apoio à das escolhas e sua do acervo Professores de Língua relativamente às lectivo, as listagens leitura orientada circulação inter-escolas disponível no Portuguesa/ 1.º CEB// linhas de orientação actualizadas das obras do agrupamento agrupamento no educadores e actividades recomendadas do PNL  Compilação de materiais âmbito do PNL propostas pelo PNL em suporte papel e de apoio à leitura (com ref.ª ao nº de e desenvolve as digital (moodle); orientada e sua exemplares e acções implicadas contacta directamente divulgação escola em que se na sua com os  Promoção de actividades encontram) implementação. departamentos/conselh no âmbito do PNL  Registo de os de através de projectos de requisições do docentes/educadores promoção da leitura e de PNL solicitando, através de actividades  Registo de impresso próprio, desenvolvidas em circulação de novas propostas de pareceria interna e obras leitura a adquirir que externa (por ex., a BMS)  Relatórios de foram encomendadas actividades dos às editoras professores de  A BE providencia Língua maletas e sacolas para Portuguesa/ 1.º o transporte das obras CEB e para a sala de aula educadores, no  A BE apela a uma boa âmbito do PNL gestão dos recursos  Trabalhos dos com vista à circulação alunos interna do acervo disponível e o seu enriquecimento H. A BE incentiva a  Deficiente  Articulação com os  Estatísticas de  Equipa BE A partir de Setembro leitura informativa, incentivo à leitura professores curriculares ocupação da BE  Professores articulando com os informativa para o desenvolvimento de  Registo de curriculares departamentos  Falta de trabalhos de pesquisa no actividades  Professores de TIC curriculares no divulgação das âmbito da Área de Projecto  Actas de reuniões  Alunos desenvolvimento de existências por ou das restantes disciplinas com departamentos, actividades de áreas do saber,  Desenvolvimento de conselhos de ensino e junto dos actividades/projectos de turma/de ano/de aprendizagem ou professores promoção das literacias da docentes
  6. 6. em projectos e curriculares e informação e da leitura  Trabalhos dos acções que educadores informativa (Ex.: alunos incentivem a leitura. Ciberpaper; concursos) I. A BE desenvolve, de  Desenvolvimento de  Dinamização nula  Dinamização do blogue  Registo de  Equipa BE A partir de Setembro forma sistemática, actividades de de fóruns, blogues “Livros para que vos actividades  Professores actividades no promoção da leitura, de leitura, escrita quero?” e de um Fórum  Trabalhos dos curriculares âmbito da promoção da escrita e da ou de de Leitura na alunos  Professores de TIC da leitura: sessões e comunicação no comunicação em plataforma Moodle  Alunos clubes de leitura, âmbito dos projectos ambiente digital  Alargamento do âmbito fóruns, blogs ou Hora do Conto e do dos projectos Hora do outras actividades Conto Vai, Conto Vem Conto e Conto Vai, que associem formas Conto Vem de leitura, de escrita ou de comunicação em diferentes ambientes e suportes. J. A BE promove  Promoção habitual de  Cooperação com a  Registo de  Equipa BE A partir de Setembro encontros com Feiras do Livro e BMS, museus, actividades  Professores escritores ou outros encontros com entidades culturais e curriculares/Educador eventos culturais escritores ou visitas de editoras no sentido de es que aproximem os estudo que incentivem participação do  Alunos alunos dos livros ou o gosto pela leitura agrupamento nas de outros actividades materiais/ambientes desenvolvidas pelas e incentivem o gosto mesmas pela leitura. K. A BE incentiva a  A BE dispõe de um  A BE não tem  Reforço da formação da  Estatísticas de  Equipa BE A partir de Setembro leitura em parque informático estimulado a equipa BE, dos utilização da BE  Professores ambientes digitais satisfatório, com leitura em professores para actividades em curriculares/Educador explorando as acesso WEB (9 ambientes digitais colaboradores e das ambientes digitais es possibilidades PC’s, 9 portáteis e de forma assistentes técnicas, em  Registo de  Alunos facultadas pela wireless), para dar sistemática, por termos de competências actividades WEB, como o resposta às falta de formação TIC hipertexto, o e-mail, necessidades da adequada da blogs,wikis, escola sede, aberto à equipa BE, dos slideshare, utilização por professores youtube… professores colaboradores e curriculares e das assistentes turmas, bem como à técnicas utilização livre pelos alunos para realização de trabalhos L. A BE organiza e  Muito fraca  Desenvolvimento de  Catálogo  Equipa BE A partir de Setembro difunde recursos divulgação do uma acção informático documentais que, acervo documental sistemática na  Registos de
  7. 7. associando-se a reduzida à promoção e divulgação diferentes temáticas pontualidade de divulgação de obras  Registos de ou projectos, eventos culturais literárias ou actividades suportam a acção ou educativos informativas educativa e garantem a  Enquadramento transversalidade e o dessa divulgação desenvolvimento de através da realização competências de exposições, associadas à leitura. debates, eventos de leitura, etc. INDICADOR DE IMPACTO B.3: Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia ANÁLISE/DIAGNÓSTICO PLANO DE AVALIAÇÃO FACTORES PONTOS FRACOS PERÍODO DE PONTOS FORTES AGENTES A CRÍTICOS DE A ACÇÕES PARA A IMPLEMENTAÇÃO/ ACTUAIS DESENVOLVER EVIDÊNCIAS ENVOLVER / SUCESSO MELHORIA OBSERVAÇÃO / AMOSTRA RECOLHA M. Os alunos usam o  Regista-se grande  Melhoria da oferta de  Estatísticas de  Equipa BE A partir de Setembro livro e a BE para ler afluência para actividades de utilização da BE  Alunos de forma recreativa, realização de trabalhos promoção da leitura e para actividades  Docentes para se informar ou que envolvem de apoio ao de leitura ou para para realizar pesquisa WEB, os desenvolvimento de realização de trabalhos escolares dicionários temáticos e competências no trabalhos obras de referência ou âmbito da leitura, da  Observação de temáticas escrita e das literacias, utilização da BE  Regista-se um n.º nomeadamente em  Questionário aos considerável de ambientes digitais alunos (QA2) empréstimos  Formação de utentes domiciliários de obras de LIJ e temáticas  Há maior facilidade no acesso e empréstimo de documentos N. Os alunos, de  Nunca foi  Promoção de um  Análise  Equipa BE A partir de Setembro acordo com o seu realizado um diálogo com os diacrónica das  Alunos ano/ciclo de estudo neste docentes no sentido de avaliações  Docentes escolaridade, âmbito no garantir um esforço  Questionários aos manifestam agrupamento conjunto para que o alunos(QA2) e progressos nas desenvolvimento de aos competências de competências de docentes(QD2) leitura, lendo mais e leitura, estudo e com maior investigação seja profundidade adequadamente inserido nos diferentes currículos e actividades
  8. 8. O. Os alunos  Os alunos  Nunca foi  Promoção de um  Análise  Equipa BE A partir de Setembro desenvolvem desenvolvem avaliado o diálogo com os diacrónica das  Alunos trabalhos onde habitualmente impacto sobre as docentes no sentido de avaliações  Docentes interagem com trabalhos no âmbito competências da garantir um esforço  Questionários aos equipamentos e da área de Projecto leitura e da conjunto para que o alunos (QA2) e ambientes na BE com recurso literacia em desenvolvimento de aos informacionais às TIC interacção com a competências de docentes(QD2) variados , BE leitura, estudo e manifestando investigação seja progressos nas suas adequadamente competências no inserido nos diferentes âmbito da leitura e currículos e actividades da literacia P. Os alunos  Âmbito não  Encorajar a  Registos de  Equipa BE A partir de Setembro participam desenvolvido participação dos alunos participação no  Alunos activamente em em actividades livres blogue e fórum  Docentes diferentes no âmbito da leitura,  Observação do actividades nomeadamente o índice de associadas à blogues “Livros para participação em promoção da que vos quero?” e o actividades da BE leitura: clubes de fórum do espaço BE no de promoção da leitura, fóruns de moodle leitura discusssão, jornais, blogues, outros

×