SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO
Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecim...
Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecim...
A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do re...
Senhorios e Concelhos Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei ...
A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do re...
A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do re...
A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do re...
A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do re...
A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do re...
O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do po...
O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do po...
O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do po...
O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do po...
O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do po...
PROFESSORA CRISTINA BARCOSO LOURENÇO HISTÓRIA – 7ºANO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Senhores,Concelhos,Poder Regio

20.263 visualizações

Publicada em

Senhorios laicos e eclesiásticos, organização concelhia e fortalecimento do poder régio (Portugal)

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.263
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
163
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
387
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Senhores,Concelhos,Poder Regio

  1. 1. SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO
  2. 2. Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Onde se concentram os senhorios laicos? E os eclesiásticos? Porquê? Que designação tinham? Onde se encontram os domínios da Ordens Religiosas e Militares? Porquê?
  3. 3. Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO CARTA DE DOAÇÃO (…) Eu, D. Afonso, pela graça de Deus Rei dos Portugueses, a Deus e aos cavaleiros chamados do Templo de Salomão, faço carta e pacto de doação e de firmeza, de toda a terça parte que possam adquirir e povoar além do rio Tejo, mediante o favor divino, com tal condição que, enquanto durar a guerra dos Sarracenos com os Cristãos as utilizeis em serviço de Deus, meu, de meu filho e de toda a minha descendência, com as rendas que de mim recebeis, e vos hei-de dar ainda (…) Feita esta carta no mês de Setembro, em Lafões; Era de 1207
  4. 4. A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO <ul><li>OS CONCELHOS: </li></ul><ul><li>São instituídos com a finalidade de povoar e defender as terras recém conquistadas </li></ul><ul><li>São criados através de um documento régio - Carta de Foral - que regulava a vida no concelho </li></ul><ul><li>Tinham autonomia administrativa e eram dirigidos por Assembleias de Homens Bons (ricos mercadores e proprietários rurais) </li></ul>
  5. 5. Senhorios e Concelhos Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Concelhos Senhorios
  6. 6. A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Foral de Évora (1166) Eu, Rei Afonso, filho do conde D. Henrique e da Rainha D. Teresa, juntamente com meus filhos, queremos restaurar e povoar Évora que conquistámos aos Sarracenos. Damos-vos foro tanto para os presentes como para os futuros, para que duas partes dos cavaleiros vão para o fossado e o que não for ao fossado pagará em favor do foro 5 soldos de fossadeira. (…). E quem no concelho, quer no mercado ou na igreja, ferir pague 60 soldos. Quem for infiel à sua mulher, pagará uma moeda em juízo. A mulher que abandonar o marido pagará 300 soldos (…). E quem quebrar quer um olho quer um braço quer um dente, por qualquer membro pague 100 soldos ao lesado. Tendas e moinhos e fornos de homens de Évora sejam livres de foro. De todos os que quiserem pousar com o seu gado nos termos de Évora, tomem-lhes de manada de vacas uma vaca.
  7. 7. A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Domus Municipalis, Bragança A - Tribunal B - Pelourinho Linhares da Beira
  8. 8. A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Câmara Municipal Pelourinho Sortelha
  9. 9. A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Pelourinhos Bragança Azambuja
  10. 10. A organização concelhia Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Selo de Lisboa
  11. 11. O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Coroa, ceptro e globo com cruz
  12. 12. O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Rei Jaime I e Cortes de Aragão Rei e privilegiados
  13. 13. O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO Rei e Corte
  14. 14. O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO As funções das Cortes Quem fazia parte das Cortes? Para que serviam as Cortes? Onde reuniam as Cortes?
  15. 15. O fortalecimento do poder do rei Senhorios laicos e senhorios eclesiásticos A organização concelhia O fortalecimento do poder do rei SENHORES, CONCELHOS E PODER RÉGIO
  16. 16. PROFESSORA CRISTINA BARCOSO LOURENÇO HISTÓRIA – 7ºANO

×