Motivações e condições da Expansão Portuguesa

10.541 visualizações

Publicada em

QUE RAZÕES LEVARAM OS PORTUGUESES A SEREM PIONEIROS NA EXPANSÃO?

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.541
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
177
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Motivações e condições da Expansão Portuguesa

  1. 1. RUMOS DA EXPANSÃO QUATROCENTISTA 1
  2. 2. 2
  3. 3. 3
  4. 4. Representações do mundo vistas pelos árabes e europeus In AMARAL, Cláudia e outros, Descobrir a História 8 4
  5. 5. Representações do mundo vistas pelos árabes e europeus Planisfério genovês de Toscanelli, 1457 Qual é o continente cuja representação é mais próxima da atualidade? Justifica essa representação 5
  6. 6. Representações de seres fantásticos virgula.blogspot.com/2008/12/saldos.htmlOLIVEIRA, Ana e outros, Novo História 8 http://esquerda-da- Iluminura do séc. XV, ilustrações do Livro das Maravilhas de Marco Polo 6
  7. 7. 7
  8. 8. 8
  9. 9. 9
  10. 10. LER A FONTE 2, PÁGINA 11LER A SEGUINTE FONTE:“(…) A dinastia de Avis aspirava a atravessar o estreito de Gibraltar e conquistar o continente africano (…). O isco eram terras que atraíam tanto a nobreza do Norte de Portugal como os cavaleiros das ordens militares do Sul. (…) O Norte de África, outrora celeiro de Roma, parecia oferecer grandes planícies onde se poderia cultivar o trigo em abundância (…)Uma das grandes debilidades económicas das propriedades do Sul de Portugal era a escassez de mão- de-obra. Os cavaleiros que atacaram Marrocos estavam desejosos de raptar mulheres e crianças ou de capturar prisioneiros de guerra que pudessem ser vendidos como escravos.”David Birmingham, História de Portugal, uma perspectiva mundial, 1998, Cit In In AMARAL, Cláudia e outros, Descobrir a História 8, p.19 10
  11. 11. Sociais • Alargar a fé cristã Clero • Lutar contra os mouros (Cruzada) • Aumentar a riqueza • Fazer a guerraNobreza • Conquistar novas terras • Conquistar novos mercadosBurguesia Povo • Melhorar condições de vidaNobreza Burguesia Povo Clero 11
  12. 12. Económicas Religiosas PolíticasProcurar cereais Expandir fé cristã Afirmar a dinastia de AvisProcurar mão-de- Renovar ideal de Aumentar obra Cruzada internacionalmente o prestígio de D. João Procurar matérias- I primas Procurar mão-de-obraAumentar mercados Procurar matérias-primas Procurar cereais Procurar metal precioso Afirmar a dinastia de Avis Expandir fé cristã Aumentar internacionalmente o prestígio de D. João I Aumentar mercados Procurar metal precioso Renovar ideal de Cruzada 12
  13. 13. Estabilidade política: clima de paz Situação geográfica: costa marítima e bons portos Tradição marítima: pesca e comércio marítimoApoio régio à atividade marítima e construção naval (Bolsa de Mercadores, 1293 e Companhia das Naus, 1377)Contactos com técnicas e instrumentos de navegação (influência de muçulmanos e judeus) 13
  14. 14. Conhecimentos técnicos e científicosNavegação astronómicaTécnica de bolinar Leme centralCaravela Velas triangulares ou latinas 14
  15. 15. A AVENTURAVAICOMEÇAR 15
  16. 16. Descobrimentos e conquistas no período henriquino: áreas e processos de exploração 1415 CEUTA CEUTA 16
  17. 17. AMARAL, Cláudia e outros, Descobrir a História 8, Porto, Porto Editora, 2007OLIVEIRA, Ana e outros, Novo História 8, Lisboa, Texto Editores, 2007 17
  18. 18. Departamento de Ciências Sociais e Humanas Grupo de HGP/HistóriaProfessora Cristina Barcoso Lourenço profcristinalourenco@gmail.com http://www.agrupamontenegro.com/site/ http://agrupamontenegro.com/becre/site/ http://moodle.agrupamontenegro.com/

×