316 abcdef periodo democratico gov joao goulart

1.146 visualizações

Publicada em

Jango do parlamentarismo ao presidencialismo e a queda frente ao Golpe Militar.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

316 abcdef periodo democratico gov joao goulart

  1. 1. Brasil: período democrático (1945-1964) Governo João Goulart (PTB) (1961-1964) Prof. Cristiano Pissolato
  2. 2. O presidente da República João Belchior Marques Goulart (PTB), nasceu em São Borja-RS em 1919 e desde criança foi apelidado de Jango. Entra na política por influência de Vargas e elege-se deputado estadual pelo PTB em 1947, e deputado federal em 1950. Em 1953 é nomeado por Vargas ministro do Trabalho propondo um aumento de 100% do salário mínimo. Em 1955 eleito vice-presidente sendo o presidente Juscelino Kubistschek, em 1960 reeleito vice-presidente mas agora o presidente era Jânio Quadros seu opositor. Com a renúncia de Jânio Quadros, consegue assumir após negociação política, era herdeiro político do varguismo e visto pela oposição como “comunista”.
  3. 3. Maria Teresa Fontella Goulart, esposa de João Goulart nasceu em 1940 na cidade de São Borja-RS.
  4. 4. Hermes Lima (PTB/BA), primeiro-ministro de 18/09/1962 a 24/01/1963. Objetivo alcançado ao antecipar o plebiscito de 1965 para o inicio de 1963. Francisco de Paula Brochado da Rocha (PSD/RS), primeiro-ministro de 12/07/1962 a 18/09/1962. Objetivo: antecipar o plebiscito. Brasil durante o sistema parlamentarista Chefe de Estado (representar, papel diplomático) Presidente João Goulart (Jango) Chefe de Governo (primeiro-ministro) (chefia o Poder Executivo) Eleito pelo Congresso Nacional Tancredo Neves (PSD/MG), primeiro- ministro de 08/09/1961 a 21/06/1962. Governou com um gabinete multipartidário (PSD, PTB, UDN, PDC, PSP).
  5. 5. Jango e o primeiro-ministro Tancredo Neves, foi capaz de acalmar os ânimos das forças políticas e militares momentaneamente. O Território do Acre é elevado a estado em julho de 1962.
  6. 6. Eletrobrás (Centrais Elétricas Brasileiras S.A.) •Criada em junho de 1962 a Eletrobrás, empresa estatal que ficou responsável por promover estudos, projetos para construção, operação de centrais geradoras e linhas de transmissão de energia elétrica. A Eletrobrás diretamente não produz energia, mas tem um grupo de subsidiárias formada ao longo do tempo como Furnas, Eletrosul, Chesf. (logomarca adotada em 1965). Nova logomarca de 2010.
  7. 7. Plebiscito sobre o parlamentarismo (1963) •Inicialmente para 1965, congressistas favoráveis a posse de João Goulart conseguem a antecipação do plebiscito para 1963. Série 1; Presidencialismo; 9.457.448 Série 1; Parlamentarismo; 2.073.582
  8. 8. Goulart com plenos poderes Entre os altas patentes militares Jango tem pouco prestígio.
  9. 9. Plano Trienal Objetivos: •Melhorar a distribuição das riquezas nacionais, fim dos latifundiários improdutivos. •Encampar refinarias de petróleo particulares. •Reduzir a dívida externa brasileira. •Diminuir a inflação, manter crescimento econômico, sem sacrificar somente os trabalhadores. 1960; 30% 1961; 47,7% 1962; 51,3% 1963; 81,3% 1964; 91,9% Inflação anual em % Organizado pelo ministro do Planejamento Celso Furtado.
  10. 10. Organizações favoráveis a Jango •Formado por vários sindicatos das mais diversas atividades, foi criado em 1962 o Comando Geral dos Trabalhadores (CGT), era uma central sindical com o objetivo de orientar e formular estratégias de atuação, até mesmo no cenário político. Operários do setor siderúrgico feridos durante a greve geral da Usiminas em 1963. Prestígio do PTB com dentro do sindicalismo.
  11. 11. •Outro movimento forte era as Ligas Camponesas a partir da década de 1950, inicialmente no sertão pernambucano com o objetivo de lutar pela reforma agrária. As Ligas Camponesas se espalharam por outros estados e causaram pânico entre os grandes proprietários de terras. Francisco Julião (PSB/PE), advogado e considerado o líder do movimento, elegeu-se deputado estadual em 1954 e 1958, e deputado federal em 1962. Acusado de ser agitador da ordem pública e comunista.
  12. 12. Francisco Julião, ao lado de Fidel Castro em Havana, Cuba em 1961 durante uma apresentação do Circo de Moscou. Francisco Julião durante uma reunião dos trabalhadores rurais.
  13. 13. Oposição se organiza •Instituto Brasileiro de Ação Democrática (IBAD), anticomunista, financiou candidatos de oposição (eleições de 1962) e propagandas contra Goulart. •Em 1963 o IBAD foi extinto por uma medida judicial (origem ilícita dos recursos). Jornal A Noite, da cidade do Rio de Janeiro, nas eleições de 1962 foi arrendado pela agência de publicidade Promotion pertencente ao IBAD, o dinheiro provinha na sua maioria de empresas norte- americanas.
  14. 14. •Outra organização anti-goulart, o Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais (IPES), foi fundado em 1961, por empresários do RJ e SP e em pouco tempo recebeu adesão de grupos dos outros estados. Propaganda convidando para a Marcha da Família com Deus pela Liberdade, financiada pelo IPES.
  15. 15. Eleições de 1962
  16. 16. Eleições para governador (1962) Ildo Meneghetti (PSD)
  17. 17. Eleições de 2/3 do Senado Federal (1962) PSD 38% PTB 27% UDN 24% PSP 2% PST 4% PTN 4% 2 No Rio Grande do Sul foram eleitos para o Senado: Daniel Krieger (PSD) e Men de Sá (PSD). Obs: O Acre sendo um estado recém-criado elege seus três senadores. 17 senadores 12 senadores 11 senadores 2 1
  18. 18. Câmara dos Deputados eleita em 1962 PSD PTB UDN PSP PDC PST PL PSB Outros partidos Obs: Total de 410 deputados federais. O PSD manteve-se com a maior bancada 118 deputados, três a mais que a eleição passada. O PTB elegeu 50 deputados a mais em relação a legislatura anterior, total 116 deputados. A UDN conseguiu eleger 21 deputados a mais em relação a eleição anterior, mas perdeu o posto de segunda bancada, total de 91 deputados. O PSP perdeu 4 deputados, totalizando 21 deputados. 20 5 5 27 7
  19. 19. Reformas de base Jango acompanhado da primeira-dama durante comício realizado em frente a Central do Brasil, no Rio de Janeiro (13/03/1964). Reformas de base foram anunciadas no comício que reuniu-se em torno de 300 mil pessoas.
  20. 20. Principais medidas das Reformas de base: •Reforma agrária: facilitando o acesso à terra a milhões de lavradores. •Reforma urbana: para socorrer os moradores de favelas e cortiços. •Reforma educacional: aumentar o número de escolas e combater o analfabetismo. •Reforma eleitoral: dar o direito de voto aos analfabetos. •Reforma tributária: corrigir as desigualdades sociais entre ricos e pobres, patrões e empregados.
  21. 21. •Lei de Remessa de Lucros procurou controlar o capital estrangeiro, limitando o envio dos lucros obtidos no Brasil ao estrangeiro. A grande bancada do PTB eleita em 1962 facilitou a aprovação da Lei de Remessa de Lucros e a assinatura pelo presidente Jango (foto) em janeiro de 1964, um motivo para ser odiado pelo empresários estrangeiros.
  22. 22. Rebelião dos Sargentos (1963) Rebelião dos Sargentos (1963) aconteceu em Brasília, realizada por 600 sargentos do Exército e da Aeronáutica, os revoltosos queriam o direito ao voto. A revolta foi controlada rapidamente pelo Exército. Os oficiais ficaram assustados com a indisciplina da tropa, a acusaram o governo.
  23. 23. Família com Deus pela Liberdade (contra Goulart) Esta marcha foi organizada em várias cidades do país, em São Paulo (19 de março de 1964) reuniu 500 mil pessoas, financiada pelo IPES junto a organizações ligadas a parte conservadora da Igreja Católica.
  24. 24. Golpe militar (31/03 e 01/04/1964) •O movimento militar teve início em MG, com apoio do governador mineiro Magalhães Pinto. •Tropas do General Olímpio Mourão Filho de Juiz de Fora-MG, marcham em direção a Guanabara. Rapidamente outras forças militares até então neutras aderiram ao golpe como SP, GB, RS, MT, PE. Imagem tanques M41 Walker Bulldog durante movimentações do golpe. Apoio dos EUA - Operação Brother Sam
  25. 25. Líderes golpistas José de Magalhães Pinto (UDN), governador de Minas Gerais e sócio do Banco Nacional. General Olímpio Mourão Filho, comandante da IV Região Militar sediada em Juiz de Fora-MG, desencadeou o golpe de 1964. Já havia participado (AIB) e do falso Plano Cohen em 1937 e lutou na FEB. Carlos Lacerda (UDN), governador da Guanabara. Marechal Odílio Denys, mesmo estando na reserva deu apoio a Mourão Filho durante o golpe. General Arthur da Costa e Silva, assumiu o Ministério da Guerra logo depois da queda de Goulart, e será o segundo presidente militar. General Humberto de Alencar Castelo Branco, chefe do Estado-maior do Exército e será o primeiro presidente militar.
  26. 26. O Exército cercou o Congresso Nacional, na imagem um tanque M41 Walker Bulldog e dois Willys M38. Tanques na estacionados em frente ao Ministério da Guerra (Palácio Duque de Caxias) na cidade do Rio de Janeiro. Na visão dos apoiadores do golpe, o que ocorreu foi uma Revolução.
  27. 27. •Sem condição de resistir, e não querendo uma guerra civil João Goulart deixou Brasília em 1º de abril de 1964. Na foto Goulart e Maria Teresa que se exilaram inicialmente no Uruguai.
  28. 28. Fim do período democrático
  29. 29. Quem assume oficialmente? Pascual Ranieri Mazzilli (PSD), a presidência da República é declarada vaga pelo Congresso Nacional no dia 2 de abril de 1964. Assim o Presidente da Câmara dos Deputados, assume a presidência da República pela segunda oportunidade, do dia 02 de abril a 15 de abril de 1964. Jornal O Globo de Irineu Marinho é favorável ao golpe de Estado. Quem estava no comando do país eram os militares.
  30. 30. Ato Institucional Número Um (AI-1) •Baixando pela junta militar em 09/04, permitindo que o presidente da República pudesse suspender os direitos políticos de qualquer cidadão por dez anos. •Estabelecia que o novo presidente da República seria eleito de forma indireta pelo Congresso Nacional que se transformaria em Colégio Eleitoral.
  31. 31. •Assim já saiu a primeira lista de cassados destacando-se os nomes de João Goulart (PTB), Jânio Quadros, Luís Carlos Prestes (PCB), Leonel Brizola (PTB), Miguel Arraes (PST), Celso Furtado (economista). Celso Furtado (1920-2004) importante economista brasileiro, ajudou a criar a pedido de JK a SUDENE. Ministro do Planejamento de Goulart redige o Plano Trienal. Miguel Arraes (1916-2005) advogado pernambucano, eleito governados do seu estado em 1963. Contrário ao golpe de 1964 teve o Palácio das Princesas sede do governo em Recife cercado, acabou sendo preso. Se exilará na Argélia.
  32. 32. Eleição presidencial de 1964 (indireta) Marechal Castelo Branco Juarez Távora Eurico Gaspar Dutra 98,63% 0,81% 0,54% 361 votos 3 votos 2 votos OBS: As eleição presidencial de 1964 realizada pelo Congresso Nacional, 72 congressistas se abstiveram e 37 não compareceram a votação.
  33. 33. Eleição para vice-presidente em 1964 (indireta) 0 20 40 60 80 100 José Maria Alkmin (PSD/MG) Auro de Moura Andrade (PSD/SP) 256 Desistiu da candidatura. Advogado paulista e elegeu-se deputado federal em 1950 pela UDN. Em 1954 elege-se senador pelo PTN, passando para outra agremiação o PSD. Em 1961 é eleito presidente do Senado Federal permanecendo no cargo até 1968. Advogado mineiro, eleito em 1933 para a Assembléia Nacional Constituinte e deputado federal em 1934. Com a volta da democracia é um dos fundadores do PSD. Foi ministro da Fazenda de JK, alia-se ao governador mineiro e apóia o golpe de Estado.
  34. 34. Extra
  35. 35. Operação Brother Sam (31/04/1964) •Planejada pela CIA e pela Marinha norte- americana, consistia no envio de apoio logístico (armas, combustíveis) caso necessário para os militares golpista. •A frota do Caribe se deslocou (deslocaria) para a costa brasileira, mas como não houve conflito (guerra civil) a operação foi abortada. Lincoln Gordon, embaixador dos EUA no Brasil de 1961 a 1966, um dos articuladores com os militares brasileiros golpistas, assegurando-lhes total apoio. Lyndon Johnson, assumiu a presidência após a morte de Kennedy em 1963, sendo favorável a intervenções militares onde necessário para manutenção das regiões de influência.
  36. 36. CCC – Comando de Caça aos Comunistas •Fundado em 1963, era uma organização paramilitar anticomunista, formada por estudantes, advogados, policiais ligados a repressão, etc. •Objetivo: fazer denúncias e atacar pessoas ligadas a esquerda comunista. Apoiaram o Golpe Militar de 1964. O grupo é acusado de ter realizado o sequestro e assassinato do padre Antônio Henrique Pereira Neto (1968), auxiliar de D. Hélder Câmara em Recife/PE.
  37. 37. Envolvimento do CCC no Conflito de estudantes na Rua Maria Antônia em São Paulo/SP (1968) onde enfrentaram-se universitários da Faculdade de Filosofia da USP (mais ligados à esquerda) e universitários da Mackenzie (ligados mais à direita) o resultado foi um estudante morto.
  38. 38. Criado o estado do Acre •O território passa a ser brasileiro pelo Tratado de Petrópolis (1903), acordo entre Brasil e a Bolívia. •Território Federal desde 1904, passa a ser um estado com a aprovação da proposta no Congresso Nacional em 1962. Atualidade •Capital: Rio Branco (335.796) • População total: 732.793 (Obs. Em 1962 tinha um pouco mais de 200.000 hab.). • Atividade econômica de exportação: madeira compensada 43%, madeira serrada 18%.
  39. 39. UnB – Universidade de Brasília •Em 1962 é fundada uma universidade pública e federal na nova capital do Brasil. •Tiveram destaque na fundação da UnB, Darcy Ribeiro (antropólogo e primeiro reitor), Oscar Niemayer, Anísio Teixeira (educador). Atualmente a UnB conta com em torno de trinta e cinco mil acadêmicos nos diversos níveis de ensino. Dispõe de 109 cursos de graduação distribuídos nos quatro campi da instituição no Distrito Federal (Plano Piloto, Planaltina, Ceilândia e Gama).
  40. 40. TV Gaúcha •Fundada em dezembro de 1962, em Porto Alegre sob o comando de Maurício Sirotsky Sobrinho. •Em 1967 torna-se afiliada a TV Globo. •Em 1979 é renomeada de RBS TV (Rede Brasil Sul de Televisão). Maurício Sirotsky Sobrinho (1925-1986) presidente do Grupo RBS de 1957 a 1986. Formado em 1957 o Grupo RBS atualmente possui 18 emissoras de TV aberta no RS e SC filiadas a Rede Globo, 24 emissoras de rádio (Rádio Gaúcha, Rádio Atlântida), 8 jornais (Zero Hora, Diário Gaúcho, Pioneiro). Além de atuar também na mídia eletrônica, gravadora, editora.
  41. 41. Ieda Vargas eleita Miss Universo •A Miss Brasil eleita em 1963 foi a gaúcha Ieda Maria Vargas. •No mesmo ocorreu o Miss Universo em Miami na Flórida/EUA onde sagrou- se vencedora, sendo a primeira brasileira a conquistar o título.
  42. 42. Indústria automobilística nacional •Em 1962 é nacionalizada a produção do jipe Toyota Bandeirante, uma versão brasileira da linha Toyota Land Cruiser. O Toyota Bandeirante foi fabricado até 2001. O Bandeirante foi fabricado com capota de lona ou de aço, pick-up. O motor utilizado de 1962 até 1994 foi da Mercedes-Benz.
  43. 43. Em 1962 a Willys- Overland em parceria com a francesa Renault renomeou o Dauphine passando a chamar-se de Renault Gordini com algumas melhorias na mecânica e com apenas 40cv. O Gordini foi fabricado até 1968. Em 1962 era lançado o VW Karmann Ghia fabricado no Brasil. O design era elaborado pela italiana Ghia, o chassi e motor fabricados pela Volkswagen e a carroceria e acabamento pela empresa de origem alemã Karmann. Foi fabricado no Brasil até 1975.
  44. 44. A Mercedes-Benz reformula sua linha que caminhões em 1964, lançando o modelo L1111. Em 1970 a linha será aumentada com a chegada caminhão médio L1113 e em 1972 do caminhão semipesado L1313 e L1513. Esse estilo de cabine perdurou com pequenas modificações até o fim da década de 1980. Começa a ser fabricada em 1962 no Brasil a primeira perua de grande porte, a Simca Jangada com capacidade para oito pessoas. Foi fabricada até 1966.
  45. 45. Copa do Mundo de 1962 Brasil bicampeão •O Brasil conquista no Chile o bicampeonato mundial, com um time liderado por Garrincha. Manuel Francisco dos Santos, mais conhecido como Garrincha atuou como ponta-direita (atacante) e foi um dos destaques do Brasil em 1962, foi um dos artilheiros da competição com 4 gols.
  46. 46. Seleção bicampeã mundial em 1962. Em pé: Djalma Santos, Zito, Gilmar, Zózimo, Nilton Santos e Mauro Ramos (C). Agachados: Garrincha, Didi, Vavá, Amarildo e Zagallo.
  47. 47. PRIMEIRA FASE Grupo 3 Estádio Sausalito (Viña del Mar) Brasil 2 x 0 México Brasil 0 x 0 Tchecoslováquia Brasil 2 x 1 Espanha Time Pts Brasil 5 Tchecoslováquia 3 México 2 Espanha 2 Quartas-de-final Estádio Sausalito (Viña del Mar) Semifinal Estádio Nacional (Santiago) Brasil 3 x 1 Inglaterra Brasil 4 x 2 Chile Zagallo marcou o primeiro gol brasileiro na Copa de 1962 contra o México. Em 1962 Pelé se machucou na segunda partida e não pode atuar mais na competição.
  48. 48. FINAL (Estádio Nacional/Santiago) Brasil 3 1 Tchecoslováquia Amarildo Zito Vavá Masopust O zagueiro capitão da seleção Mauro Ramos de posse da Taça Jules Rimet. Momento em que Zito de cabeça marca o segundo gol brasileiro na final.

×