Estudo de Caso em um Ambiente Universitário
Integração de Sistemas
Orientado
Cristiano Mesquita Garcia
Orientador
MSc. Ram...
● Introdução
● Objetivo
● Referencial Teórico
● Metodologia
● Resultados e Discussão
● Trabalhos Relacionados
● Conclusão
...
Introdução
2
Contexto:
● Utilização de sistemas de informação tem tido um
crescimento expressivo
● Instituições públicas e privadas
● C...
4
Ambiente Universitário
● Universidade de Açores/PT (UAç) (COSTA et al., 2010);
○ Otimização de tarefas críticas, envolvendo informações
financeir...
● Universidade Federal de Lavras (UFLA)
○ Crescimento na comunidade (Até 2013, 16581 alunos e 1635
servidores);
○ 24 Siste...
Realizar um estudo de caso analisando as
soluções de integração entre sistemas de
informação na UFLA, destacando os
benefí...
Referencial Teórico
8
9
SI’s Integrados
● Diferentes focos:
○ Implementação
○ Organização e seus Processos
● Razões:
○ Estender a tecnologia existente para reduzi...
● Foco na Implementação:
○ Aplicações Compostas
○ Informação Centralizada
○ Sistemas Distribuídos
○ Sistemas Integrados de...
● Foco na organização e seus processos:
○ Portais de Informação
○ Replicação de Dados
○ Funções de Negócio Compartilhadas
...
● Arquitetura Orientada a Serviço (SOA)
○ Abrange componentes do software e interação
entre eles
● Integração Orientada a ...
Metodologia
14
● Revisão bibliográfica
● Estudo sobre os softwares e serviços da
UFLA
● Estudo de caso
○ Pesquisa documental e Entrevista...
Resultados
16
17
Linguagem SGBD Arquitetura
CIN_Cadastro PHP MySQL Web
CPPD PHP MySQL Web
HCS - MySQL Desktop
Pergamum Delphi/Java SQL S...
● LDAP: serviço de autenticação
● Zimbra: serviço de email institucional
18
Serviços
19
Interação
20
Estudo de Caso
● 4 Momentos:
21
Momentos
Pré Integração
Momento 1
Momento 2
Momento 3
2006
2009
2014
● Sistemas de setores
● Bases de dados isoladas
● Atualizações manuais
22
Pré - Integração
● Desvantagens
○ Performance
● Características:
○ Zimbra e uso de API
○ Atualização manual para alguns sistemas
○ UDF’s
○ ...
24
Momento 1 (cont.)
● Desvantagens
○ Escalabilidade
○ Monitorabilidade
● Características:
○ SIG-UFLA e sobrecarga
○ Atualização do MySQL e UDF...
26
Momento 2 (cont.)
● Questões de projeto
27
Momento 3 (cont.)
Segurança SOAP + Sistema de gerência de permissões e autenticação
Linguagem PHP...
● Desvantagens
○ Duplicação de código
● Características:
○ SOA e Web Services (Provedores e Consumidores)
○ Utilização do ...
29
Momento 3 (cont.)
● Disponibilização de serviços:
○ Serviços Privados
○ Serviços Públicos
30
Momento 3 (cont.)
31
Momento 3 (cont.)
32
Momento 3 (cont.)
● Obtenção de informações
● Ambiente heterogêneo
● Momento 1
○ SGBD
○ UDF’s
● Momento 2
○ UDF’s
○ Crontab
33
Discussão
● M...
● Criação de serviços de acesso ao BD-UFLA
● Desenvolvimento de arquitetura para concentração de
dados
● Desenvolvimento d...
● ESTiG (ALVES; AMARAL; PIRES, 2005)
○ Integração para incentivo ao uso de plataforma Web.
● CEFET-AL (CUNHA; JUNIOR; ALME...
● Necessidades e evolução
● Vantagens e desvantagens
● Integração de sistemas e serviços presentes
● Referência
36
Conclus...
● Framework para Web Services
● Formas de documentar serviços
● Segurança de Web Services
● Processo de integração
● Forne...
Obrigado
Estudo de Caso em um Ambiente Universitário
Integração de Sistemas
Orientado
Cristiano Mesquita Garcia
Orientador
MSc. Ram...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Integração de Sistemas: Estudo de Caso em um Ambiente Universitário

401 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
401
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Integração de Sistemas: Estudo de Caso em um Ambiente Universitário

  1. 1. Estudo de Caso em um Ambiente Universitário Integração de Sistemas Orientado Cristiano Mesquita Garcia Orientador MSc. Ramon Simões Abílio Co-orientador Dr. Neumar Costa Malheiros
  2. 2. ● Introdução ● Objetivo ● Referencial Teórico ● Metodologia ● Resultados e Discussão ● Trabalhos Relacionados ● Conclusão 1 Índice
  3. 3. Introdução 2
  4. 4. Contexto: ● Utilização de sistemas de informação tem tido um crescimento expressivo ● Instituições públicas e privadas ● Cenários ● Abordagens e focos para integração de sistemas ● Arquitetura Orientada a Serviço (SOA) 3 Introdução
  5. 5. 4 Ambiente Universitário
  6. 6. ● Universidade de Açores/PT (UAç) (COSTA et al., 2010); ○ Otimização de tarefas críticas, envolvendo informações financeiras e estratégicas; ● Univ. Federal de Pelotas/RS (UFPel) (ANDERSSON et al., 2014); ○ Consistência de Informações entre sistemas e serviços, como RU e Wireless 5 Ambiente Universitário COSTA, C.; MELO, A. C.; FERNANDES, A.; GOMES, L. M.; GUERRA, H. Integração de sistemas de informação universitários via web services. In: Actas da 5 a Conferencia Ibérica de Sistemas y Tecnologías de Información. [S.l.: s. n.], 2010. p. 290–295. ANDERSSON, V. O.; SANTOS, R. T. dos; TILLMANN, A. L. C.; NOGUEZ, J. H. S. COBALTO Webservice: Solução para consistência de informações. Resumo Publicado na VIII Workshop de Tecnologia da Informação e Comunicação das IFES, 2014.
  7. 7. ● Universidade Federal de Lavras (UFLA) ○ Crescimento na comunidade (Até 2013, 16581 alunos e 1635 servidores); ○ 24 Sistemas de Informação mantidos pela DGTI - UFLA (Até 2012); ○ Serviços de email e wireless institucional; ● Sistemas Heterogêneos 6 Ambiente UFLA
  8. 8. Realizar um estudo de caso analisando as soluções de integração entre sistemas de informação na UFLA, destacando os benefícios e as dificuldades encontradas. 7 Objetivo
  9. 9. Referencial Teórico 8
  10. 10. 9 SI’s Integrados
  11. 11. ● Diferentes focos: ○ Implementação ○ Organização e seus Processos ● Razões: ○ Estender a tecnologia existente para reduzir custos na implementação de novos serviços ○ Expandir alcance dos serviços ○ Compartilhar informações 10 Abordagens
  12. 12. ● Foco na Implementação: ○ Aplicações Compostas ○ Informação Centralizada ○ Sistemas Distribuídos ○ Sistemas Integrados de Gestão Abordagens (cont.) 11
  13. 13. ● Foco na organização e seus processos: ○ Portais de Informação ○ Replicação de Dados ○ Funções de Negócio Compartilhadas ○ Processos de Negócio Distribuídos ○ Integração Negócio-Negócio (B2B) ○ Arquitetura Orientada a Serviço Abordagens (cont.) 12
  14. 14. ● Arquitetura Orientada a Serviço (SOA) ○ Abrange componentes do software e interação entre eles ● Integração Orientada a Serviço (SOI) ○ SOA com propósito de integração ● Web Services ○ SOAP e REST SOA, SOI e WS 13
  15. 15. Metodologia 14
  16. 16. ● Revisão bibliográfica ● Estudo sobre os softwares e serviços da UFLA ● Estudo de caso ○ Pesquisa documental e Entrevistas ○ Análise das informações 15 Metodologia
  17. 17. Resultados 16
  18. 18. 17 Linguagem SGBD Arquitetura CIN_Cadastro PHP MySQL Web CPPD PHP MySQL Web HCS - MySQL Desktop Pergamum Delphi/Java SQL Server Desktop/Web SCIN PHP MySQL Web SIG-UFLA PHP MySQL Web SIGAA Java PostgreSQL Web SIGRH Java PostgreSQL Web SIPAC Java PostgreSQL Web RV3Acesso - MySQL Desktop Veículos PHP MySQL Web Sistemas e Tecnologias
  19. 19. ● LDAP: serviço de autenticação ● Zimbra: serviço de email institucional 18 Serviços
  20. 20. 19 Interação
  21. 21. 20 Estudo de Caso
  22. 22. ● 4 Momentos: 21 Momentos Pré Integração Momento 1 Momento 2 Momento 3 2006 2009 2014
  23. 23. ● Sistemas de setores ● Bases de dados isoladas ● Atualizações manuais 22 Pré - Integração
  24. 24. ● Desvantagens ○ Performance ● Características: ○ Zimbra e uso de API ○ Atualização manual para alguns sistemas ○ UDF’s ○ Criação de base única 23 Momento 1 ● Vantagens ○ Início de automatização
  25. 25. 24 Momento 1 (cont.)
  26. 26. ● Desvantagens ○ Escalabilidade ○ Monitorabilidade ● Características: ○ SIG-UFLA e sobrecarga ○ Atualização do MySQL e UDF’s ○ Utilização do Cron 25 Momento 2 ● Vantagens ○ Manutenibilidade
  27. 27. 26 Momento 2 (cont.)
  28. 28. ● Questões de projeto 27 Momento 3 (cont.) Segurança SOAP + Sistema de gerência de permissões e autenticação Linguagem PHP + Biblioteca NuSOAP Relação Provedor vs Serviço Vários provedores x poucos serviços Protocolo Estrutura JSON com 4 campos: ID, Message, Type e System. Abordagem Aplicações compostas, de acordo com implementação. Arquitetura Orientada a Serviço, de acordo com a Organização e seus Processos.
  29. 29. ● Desvantagens ○ Duplicação de código ● Características: ○ SOA e Web Services (Provedores e Consumidores) ○ Utilização do Cron ○ Sistema de Monitoramento e Permissões 28 Momento 3 (cont.) ● Vantagens ○ Manutenibilidade ○ Monitorabilidade ○ Escalabilidade
  30. 30. 29 Momento 3 (cont.)
  31. 31. ● Disponibilização de serviços: ○ Serviços Privados ○ Serviços Públicos 30 Momento 3 (cont.)
  32. 32. 31 Momento 3 (cont.)
  33. 33. 32 Momento 3 (cont.)
  34. 34. ● Obtenção de informações ● Ambiente heterogêneo ● Momento 1 ○ SGBD ○ UDF’s ● Momento 2 ○ UDF’s ○ Crontab 33 Discussão ● Momento 3 ○ Monitorável, escalável, manutenível e segura ○ Dificuldade principal ■ Ferramentas para disponibilização de Web Services
  35. 35. ● Criação de serviços de acesso ao BD-UFLA ● Desenvolvimento de arquitetura para concentração de dados ● Desenvolvimento de dashboard de serviços públicos ● Análise entre SOAP e REST e suas características ● Refatoração de código 34 Melhorias e Sugestões
  36. 36. ● ESTiG (ALVES; AMARAL; PIRES, 2005) ○ Integração para incentivo ao uso de plataforma Web. ● CEFET-AL (CUNHA; JUNIOR; ALMEIDA, 2005) e (CUNHA; JUNIOR; DORNELAS, 2008) ○ Proposta de integração no ambiente universitário. 35 Trabalhos Relacionados ALVES, P.; AMARAL, L.; PIRES, J. A. Integração de sistemas de informação em instituições de ensino superior usando intranets: um estudo de caso. 6ª Conferência da Associação Portuguesa de Sistemas de Informação, CAPSI, 2005. CUNHA, M. X. C. da; JUNIOR, M. F. de S.; ALMEIDA, H. O. de. Dificuldades com integração e interoperabilidade de sistemas de informação nas instituições públicas de ensino-um estudo de caso no cefet-al. Anais do SIMPEP, Bauru, Brasil, v. 12, p. 1–11, 2005. CUNHA, M. X. C. da; JUNIOR, M. F. de S.; DORNELAS, J. S. O uso da arquitetura SOA como estratégia de integração de sistemas de informação em uma instituição pública de ensino. SEGeT – Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 2008.
  37. 37. ● Necessidades e evolução ● Vantagens e desvantagens ● Integração de sistemas e serviços presentes ● Referência 36 Conclusão
  38. 38. ● Framework para Web Services ● Formas de documentar serviços ● Segurança de Web Services ● Processo de integração ● Fornecer arquitetura para integração em instituições acadêmicas 37 Trabalhos Futuros
  39. 39. Obrigado
  40. 40. Estudo de Caso em um Ambiente Universitário Integração de Sistemas Orientado Cristiano Mesquita Garcia Orientador MSc. Ramon Simões Abílio Co-orientador Dr. Neumar Costa Malheiros

×