G10 reciclagem

2.070 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.070
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
68
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

G10 reciclagem

  1. 1.  A reciclagem consiste no processo de reutilização de materiais sólidos descartados para a fabricação de novos produtos. Neste processo, o lixo é utilizado como matéria-prima para vários novos objetos e possui diversas vantagens, tais como: Diminuição da quantidade de lixo, já que esses são reaproveitados; Preservação de recursos naturais; Redução da poluição; Geração de empregos no setor;
  2. 2.  No entanto, para se fazer Reciclagem, antes temos que ter uma noção do que é a chamada “coleta seletiva”. Coleta Seletiva é a separação dos materiais que podem ser reciclados ou não. Na coleta normal, o lixo doméstico é colocado em sacolas fechadas e depois depositadas nas lixeiras. Na coleta seletiva existe separação prévia dos resíduos recicláveis, por tipo de material, nas lixeiras específicas (cada uma possui uma cor). É a forma ideal de consciência ambiental. Além do mais, cada lixo possui um processo diferente de reciclagem.
  3. 3.  A coleta seletiva também diminui o volume de lixo que vai para os aterros sanitários, aumentando sua vida útil desses espaços e evitando que as prefeituras tenham de gastar dinheiro com a construção de novos aterros. Outro ganho para a sociedade acontece quando os materiais recicláveis são encaminhados para centrais de triagem mantidas por cooperativas de catadores, que têm ali um trabalho mais digno do que vasculhar recicláveis pelas ruas ou em lixões.
  4. 4.  A quantidade de lixo domiciliar produzida no Brasil atualmente é de 115 mil toneladas por dia. Se esse lixo fosse colocado de uma só vez em caminhões, haveria uma fila de 16.400 deles ocupando 150 quilômetros de estrada. Em apenas três dias, essa fila ultrapassaria a distância entre São Paulo e Rio de Janeiro. Cerca de 30% de todo o lixo é composto por materiais recicláveis como papel, vidro, plástico e latas. Tirar esses materiais do lixo traz uma série de vantagens. Uma delas é recursos naturais e de energia que se faz com a reciclagem. Cada lata de alumínio reciclada, por exemplo, economiza energia elétrica suficiente para manter uma lâmpada de 60 watts acesa por quatro horas. E a reciclagem de 100 toneladas de plástico evita o uso de 1 tonelada de petróleo.
  5. 5.  Programa Coleta Seletiva Solidária O Programa Coleta Seletiva Solidária é uma realização da SEA e do Instituto Estadual do Ambiente, em parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), cujos objetivos são: Implantação da Coleta Seletiva Solidária; A melhoria da gestão dos resíduos sólidos urbanos nos Municípios do Estado do Rio de Janeiro; O fortalecimento da cadeia produtiva da reciclagem; A valorização e inclusão social dos Catadores de Materiais Recicláveis.
  6. 6.  Programa Recicla Rio Programa tem como foco estratégico a implementação de sistemas de logística reversa que incentivem a coleta de lixo reciclável. O programa Recicla-Rio, coordenado pela SUPS/SEA, é instrumento da política de resíduos e está inserido dentro do PERS (Plano Estadual de Resíduos Sólidos). Em fase de estruturação, tem como objetivo principal a valorização dos resíduos sólidos e a promoção da parceria entre os agentes públicos, privados e comunitários visando a fortalecer as iniciativas e a cadeia produtiva da reciclagem no território do estado do Rio de Janeiro.
  7. 7.  Sistema de recolhimento de pneus inservíveis Há no estado um sistema de Logística Reversa de pneus inservíveis (que não servem mais). Conta com 34 pontos de coleta em 29 municípios, onde foram recolhidas 10.224 toneladas de pneus de janeiro a julho de 2011. Esse sistema está ancorado no programa da Reciclanip, que foi criada pelos fabricantes de pneus novos Bridgestone, Goodyear, Michelin e Pirelli, e que hoje conta também com a Continental. Os pneus inservíveis são coletados desde 1999 e destinados pela Reciclanip para as empresas de trituração e posteriormente seguem para os fornos das cimenteiras para o reaproveitamento.
  8. 8. Integrantes  Alecsandro Costa  Mauro Santos  Uilson Júnior  Vanessa Moreira  Michele Moreira Turma 3003Colégio Estadual Dom Helder Câmara

×