05 economiade energia_3002

489 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
489
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

05 economiade energia_3002

  1. 1. Produção de Energia no Brasil e Economia de Energia
  2. 2. Consumo de Energia <ul><li>A estrutura geológica do Brasil é privilegiada em comparação com outros países. O potencial hidrelétrico brasileiro é elevado, as possibilidades de obtenção de energia usando a biomassa como parte primária são enormes e a produção do petróleo e gás natural vem aumentando gradualmente. O que falta para atingir a completa auto-suficiência energética é a política com planejamento e execução bem intencionados. </li></ul>
  3. 3. As principais fontes de energia no Brasil são:
  4. 4. Petróleo <ul><li>Em 1938, foi perfurado o primeiro poço de petróleo em território nacional. Foi no município de Lobato, na bacia do Recôncavo Baiano, na cidade de Salvador. </li></ul><ul><li>O Brasil agora é auto-suficiente no setor, precisando importar pequenas quantidades que não são produzidas internamente. O petróleo sempre é refinado próximo aos grandes centros consumidores. Isso ajuda a diminuir os gastos com transportes. </li></ul><ul><li>Mais da metade do petróleo consumido no Brasil é gasto no setor de transporte, cujo modelo de desenvolvimento é o rodoviarismo. Essa opção é a que mais consome energia no transporte de mercadorias e pessoas pelo território. Por isso há uma necessidade de o país investir nos transportes ferroviários e hidroviários para diminuir custos e o consumo de uma fonte não-renovável de energia. </li></ul>
  5. 5. Energia Elétrica <ul><li>A principal forma de se obter eletricidade no Brasil é por meio das hidrelétricas. Existem também outros meios menos explorados, como o eólico, o termoelétrico e o à vapor. </li></ul><ul><li>A primeira unidade produtora de energia no Brasil foi a usina termoelétrica instalada em Campos, no ano de 1883. Em 1939, o número de empresas se elevou a 1.176, às quais pertenciam 738 hidrelétricas, 637 termoelétricas e 15 usinas mistas. </li></ul><ul><li>O sistema elétrico brasileiro apresenta como particularidade grandes extensões de linhas de transmissão. O mercado consumidor (47,2 milhões de unidades) concentra-se nas regiões Sul e Sudeste, mais industrializadas. A região Norte é atendida de forma intensiva por pequenas centrais geradoras, a maioria termoelétricas a óleo diesel. </li></ul>
  6. 6. Carvão Mineral <ul><li>No território brasileiro é encontrado em áreas restritas e limitadas. Além disso, o carvão extraído não possui boa qualidade, pois apresenta baixo poder calórico e quantidade de cinza elevada. Por essa razão não possui viabilidade quanto à sua utilização como fonte de energia e matéria-prima nas siderúrgicas.  </li></ul><ul><li>Diante disso, a produção brasileira é insuficiente e o país importa 50% do carvão consumido, sendo que no Brasil uma das principais jazidas se encontra no Rio Grande do Sul, como no Vale do rio Jacuí, cuja produção é consumida pelas usinas termoelétricas locais. </li></ul>
  7. 7. Lenha e Carvão Vegetal <ul><li>A lenha e o carvão vegetal sempre desempenharam um papel importante para a industrialização brasileira, tendo sido fonte básica para um grande número de indústrias. Mas sua importância foi decaindo com o tempo. Seu uso implica um desmatamento muito grande, e o reflorestamento da área desmatada torna a exploração dessa fonte inviável economicamente. </li></ul>
  8. 8. Álcool <ul><li>O álcool é uma fonte renovável de energia e sua queima é feita em motores a explosão. É menos poluente, se comparada com a queima dos derivados do petróleo. </li></ul><ul><li> No interesse de enfrentar a crise do petróleo, foram dados empréstimos a juros subsidiados aos maiores produtores de cana-de-açúcar, para que construíssem usinas de grande porte para a produção de álcool. </li></ul><ul><li>Atualmente, após o desenvolvimento tecnológico obtido no setor, o álcool tornou-se economicamente viável, pelo menos se for consumido próximo a região produtora. Apesar disso, seu consumo está espalhado por todo o Brasil, e seu transporte é feito em caminhões movidos a diesel. </li></ul>
  9. 9. Dicas para economizar energia! <ul><li>Limpe regularmente as luminárias e lâmpadas, pois o acúmulo de pó, com o tempo, reduzirá a iluminação do ambiente. </li></ul><ul><li>Onde houver aparelhos de ar condicionado em uso, deixe a porta fechada. </li></ul><ul><li>Você pode desligar o ar condicionado em até 30 minutos antes de sair - a sala ainda permanecerá climatizada. </li></ul><ul><li>Aproveite ao máximo a iluminação natural. </li></ul><ul><li>Utilize cores claras na pintura de paredes internas e do teto. </li></ul><ul><li>A geladeira não deve ficar próxima de lugares quentes, como fogão ou a janela que bate sol. </li></ul><ul><li>Não deixe a porta da geladeira aberta por muito tempo. </li></ul><ul><li>Tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente a televisão e o DVD. </li></ul>
  10. 10. O Planeta agradece.

×