Interjeição aula 2014

4.811 visualizações

Publicada em

GRAMÁTICA - ENSINO MÉDIO
AULA SOBRE INTERJEIÇÃO

Publicada em: Educação
1 comentário
7 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.811
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
531
Comentários
1
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Interjeição aula 2014

  1. 1. EEFM ARQUITETO ROGÉRIO FRÓES PROFª.: CRISTHIANE GÓES LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO MÉDIO
  2. 2. ADIVINHOU O ASSUNTO DA AULA??
  3. 3. INTERJEIÇÃO !!!!!!!!!!!!!!
  4. 4. CONCEITO • As interjeições são palavras invariáveis que exprimem estados emocionais, ou mais abrangentemente: sensações e estados de espírito; ou até mesmo serve como auxiliador expressivo para o interlocutor, já que lhe permite a adoção de um comportamento que pode dispensar estruturas linguísticas mais elaboradas.
  5. 5. CLASSIFICAÇÃO As interjeições podem ser classificados de acordo com o sentimento que traduzem. Seguem alguns exemplos para cada emoção:
  6. 6. • Alegria: Oba!, Eba!, Viva!, Oh!, Ah!, Uhu!, Eh! , Gol!, Que bom!, Iupi! • Saudação: Oi!, Olá!, Salve!, Adeus!, Viva!, Alô! • Alívio: Ufa!, Uf!, Ah!, Ainda bem!, Arre! • Animação, estímulo: Coragem!, Avante!, Firme!, Vamos!, Eia!
  7. 7. • Aprovação, aplauso: Bravo!, Bis!, Viva!, Muito bem! • Desejo: Tomara!, Oxalá!, Queira Deus!, Oh!, Pudera! • Dor: Ai! Ui!
  8. 8. • Espanto, surpresa, admiração: Ah!, Chi!, Ih!, Oh!, Uh!, Ué!, Puxa!, Uau!, Caramba!, Caraca!, Putz!, Gente!, Céus!, Uai!, Horra!, Nossa! (Francês: oh lala) • Impaciência: Hum!, Hem!, Raios!, Diabo!, Puxa!, Pô!, Cacete! • Invocação, chamamento, apelo: Alô!, Olá!, Psiu!, Socorro!, Ei!, Eh!, Ô!
  9. 9. • Medo,terror: Credo!, Cruzes! Uh!, Ui! Socorro! • Outros exemplos que não representam emoções: • Ordem: Silêncio! Alto! Basta! Chega! Quietos! • Derivados do inglês: Yes! Ok!
  10. 10.  desejo: oh!, oxalá!, tomara!, pudera!, queira Deus!, quem me dera!, • DESPEDIDA: adeus!, até logo!, bai-bai!, tchau! • DOR: ai!, ui!, ai de mim! • DÚVIDA: hum! Hem! • CESSAÇÃO: basta!, para! • INVOCAÇÃO: alô!, ô, olá! • ESPANTO: uai!, hi!, ali!, ué!, ih!, oh!, poxa!, quê!, caramba!, nossa!, opa!, Virgem!, xi!, terremoto!, barrabás!, barbaridade!, m)
  11. 11. • IMPACIÊNCIA: Hum!, Puxa!, Raios! • Saudade: ah!, Oh! • Silêncio: psiu!, Silêncio!, Calada!, Psiu! (Bem demorado) • SUSPENÇÃO: alto!, Alto lá! • Terror: credo!, Cruzes!, Jesus!, Que medo!, Uh!, Ui!, Fogo!, Barbaridade! • Interrogação: hei!…
  12. 12. • A compreensão de uma interjeição depende da análise do contexto em que ela aparece. Quando a interjeição é expressada com mais de um vocábulo, recebe o nome de LOCUÇÃO INTERJETIVA. Ora bolas!, Cruz credo!, Puxa vida!, Valha-me deus!, Se Deus quiser! Macacos me mordam!
  13. 13. • A interjeição é considerada palavra-frase, caracterizando-se como uma estrutura à parte. Não desempenha função sintática. DROGA! PRESTE ATENÇÃO QUANDO EU ESTOU FALANDO!!
  14. 14. • No exemplo, o interlocutor está muito bravo. Toda sua raiva se traduz numa palavra: Droga! • Ele poderia ter dito: - ESTOU COM MUITA RAIVA DE VOCÊ! Mas usou simplesmente uma palavra. Ele empregou a interjeição Droga!
  15. 15. CONTEXTO • O significado das interjeições está vinculado à maneira como elas são proferidas. Desse modo, o tom da fala é que dita o sentido que a expressão vai adquirir em cada contexto de enunciação. • Exemplos:
  16. 16. Psiu! Psiu! • contexto: alguém pronunciando essa expressão em um hospital • significado da interjeição (sugestão): "Por favor, faça silêncio!“ Psiu! • contexto: alguém pronunciando essa expressão na rua • significado da interjeição (sugestão): "Estou te chamando! Ei, espere!“
  17. 17. Puxa! • Puxa! Ganhei o maior prêmio do sorteio! • puxa: interjeição tom da fala: euforia • Puxa! Hoje não foi meu dia de sorte! • puxa: interjeição tom da fala: decepção
  18. 18. Locução Interjetiva • Ocorre quando duas ou mais palavras formam uma expressão com sentido de interjeição. Por exemplo : Ora bolas! Quem me dera! Virgem Maria! Meu Deus! Ó de casa! Ai de mim! Valha-me Deus! Graças a Deus! Alto lá! Muito bem!
  19. 19. Observações: 1) As interjeições são como frases resumidas, sintéticas. Por exemplo: Ué! = Eu não esperava por essa! Perdão! = Peço-lhe que me desculpe.
  20. 20. • 2) Além do contexto, o que caracteriza a interjeição é o seu tom exclamativo; por isso, palavras de outras classes gramaticais podem aparecer como interjeições. • Por exemplo: • Viva! Basta! (Verbos) Fora! Francamente! (Advérbios)
  21. 21. • 3) A interjeição pode ser considerada uma "palavra-frase" porque sozinha pode constituir uma mensagem. Por exemplo: Socorro! Ajudem-me! Silêncio! Fique quieto!
  22. 22. • 4) Há, também, as interjeições onomatopaicas ou imitativas, que exprimem ruídos e vozes. Por exemplo: Pum! Miau! Bumba! Zás! Plaft! Pof! Catapimba! Tique-taque! Quá-quá-quá!, etc.
  23. 23. • 5) Não se deve confundir a interjeição de apelo "ó" com a sua homônima "oh!", que exprime admiração, alegria, tristeza, etc. Faz- se uma pausa depois do" oh!" exclamativo e não a fazemos depois do "ó" vocativo. Por exemplo: "Ó natureza! ó mãe piedosa e pura!" (Olavo Bilac) “Oh! a jornada negra!" (Olavo Bilac)
  24. 24. • 6) Na linguagem afetiva, certas interjeições, originadas de palavras de outras classes, podem aparecer flexionadas no diminutivo ou no superlativo. Por exemplo: • Calminha! Adeusinho! Obrigadinho!
  25. 25. Observação: Qualquer palavra, locução ou frase, quando proferida em tom exclamativo, torna-se interjeição. • SUBSTANTIVO: Cuidado! • ADJETIVO: Boa! • VERBO: Viva! • ADVÉRBIO: Fora! • LOCUÇÃO: Meu Deus! • FRASE: Macacos me mordam!
  26. 26. Interjeições, leitura e produção de textos • Usadas com muita frequência na língua falada informal, quando empregadas na língua escrita, as interjeições costumam conferir-lhe certo tom inconfundível de coloquialidade. Além disso, elas podem muitas vezes indicar traços pessoais do falante - como a escassez de vocabulário, o temperamento agressivo ou dócil, até mesmo a origem geográfica. É nos textos narrativos - particularmente nos diálogos - que comumente se faz uso das interjeições com o objetivo de caracterizar personagens e, também, graças à sua natureza sintética, agilizar as falas. Natureza sintética e conteúdo mais emocional do que racional fazem das interjeições presença constante nos textos publicitários.
  27. 27. LEIAM!! • Advertência: Cuidado!, Devagar!, Calma!, Sentido!, Atenção!, Olha!, Alerta! • Afugentamento: Fora!, Passa!, Rua!, Xô! • Alegria ou Satisfação: Oh!, Ah!,Eh!, Oba!, Viva! • Alívio: Arre!, Uf!, Ufa! Ah! • Animação ou Estímulo: Vamos!, Força!, Coragem!, Eia!, Ânimo!, Adiante!, Firme!, Toca! • Aplauso ou Aprovação: Bravo!, Bis!, Apoiado!, Viva!, Boa! • Concordância: Claro!, Sim!, Pois não!, Tá!, Hã-hã! • Repulsa ou Desaprovação: Credo!, Irra!, Ih!, Livra!, Safa!, Fora!, Abaixo!, Francamente!, Xi!, Chega!, Basta!, Ora! • Desejo ou Intenção: Oh!, Pudera!, Tomara!, Oxalá!
  28. 28. • Desculpa: Perdão! • Dor ou Tristeza: Ai!, Ui!, Ai de mim!, Que pena!, Ah!, Oh!, Eh! • Dúvida ou Incredulidade: Qual!, Qual o quê!, Hum!, Epa!, Ora! • Espanto ou Admiração: Oh!, Ah!, Uai!, Puxa!, Céus!, Quê!, Caramba!, Opa!, Virgem!, Vixe!, Nossa!, Hem?!, Hein?, Cruz!, Putz! • Impaciência ou Contrariedade: Hum!, Hem!, Irra!, Raios!, Diabo!, Puxa!, Pô!, Ora! • Pedido de Auxílio: Socorro!, Aqui!, Piedade! • Saudação, Chamamento ou Invocação: Salve!, Viva!, Adeus!, Olá!, Alô!, Ei!, Tchau!, Ô, Ó, Psiu!, Socorro!, Valha- me, Deus! • Silêncio: Psiu!, Bico!, Silêncio! • Terror ou Medo: Credo!, Cruzes!, Uh!, Ui!, Oh!
  29. 29. POESIA: INTERJEIÇÃO • Ah! Lá vem ela bela Oh! Ri meu coração de satisfação Olá! Dizem meus lábios a ela Olé! Diz a presença a solidão. Avante! Avante! Coragem! Coragem! Cala meu medo, fala meu coração Viva! Que maravilha de paisagem Psiu! É ela chamando minha atenção. Chi! Tomou-me paixão Pudera! Estava diante de meu desejo Silêncio! Era demais a emoção Bis! Acabara de receber um beijo. Te amo, disse sua boca Não resisti a vontade louca Gritei alto: ooooooooooooooba! Publicado no site: O Melhor da Web em 18/02/2011
  30. 30. FESTA DAS INTERJEIÇÕES • Existiram dores e emoções ... Na festa das interjeições ! O Ah ! de alegria ... Dançou com harmonia ! O Oh ! de espanto ... Se comportou como um santo ! O Ih ! de pessimismo e medo , Pensou que a cachaça era um brinquedo ! O Uh ! que só gostava de valsa e de cereja ... Vaiou o brigadeiro e a música sertaneja ! O Puxa ! achou uma maravilha ... A doce torta de baunilha ! O Ai ! teve um dedo pisado ... Num rock agitado ! O Opa ! esbarrou no bolo ... E se misturou num rolo !
  31. 31. O Bis ! com o jeito que sempre quis ... Pediu mais uma música feliz ! O Hip , Hip , Urra ... Levou uma surra ! Pois , ele esbarrou no Ui ! mau – humorado , Que , por sorte , não estava armado ! O Poxa ! ficou assustado ... E saiu da festa calado ! Existiram dores e emoções ... Na festa das interjeições . Luciana do Rocio Mallon
  32. 32. MAIS EXEMPLOS
  33. 33. INTERJEIÇÃO
  34. 34. FIM. UFA!!!

×