SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Os Romanos na Península Ibérica
Este era o  território romano  no séc.III a.C Vieram da Península Itálica atraídos pelas riquezas da Península Ibérica
Os Romanos eram um povo muito desenvolvido. Possuíam um poderoso  e organizado exército, o que lhes permitiu construir um grande  império . Roma  era a capital do império Romano que era governado por um imperador e por cidadãos ricos e poderosos. Tartaruga – técnica defensiva Catapulta
Os Lusitanos Antes da chegada dos Romanos o território da Península Ibérica era ocupada por vários povos, em que se destacavam os  Lusitanos . Os Lusitanos travaram duras lutas com os Romanos nas quais obtiveram grandes vitórias. O exército  Romano  era muito poderoso , mas os  Lusitanos  ofereceram uma grande resistência
Viriato , que a tradição diz ter sido um pastor, foi um chefe muito corajoso dos  Lusitanos  e venceu os romanos em várias  ocasiões . Monumento a Viriato em  Viseu Este guerreiro acabou por ser atraiçoado e mandado assassinar pelos Romanos enquanto dormia.
Sertório , um ex-general Romano, que estava zangado com Roma por questões políticas ficou a comandar os Lusitanos, após a morte de Viriato. Mas também ele teve a mesma sorte que Viriato: foi assassinado à traição durante um banquete. Criou as primeiras escolas, onde se ensinava o Latim, o Grego e os costumes romanos.
A conquista Romana Os Romanos acabaram por conquistar a Península Ibérica no séc. I a.C.
A Romanização Como possuíam uma cultura muito rica, os Romanos fixaram-se na Península Ibérica  e acabaram por influenciar os povos que conquistaram . Dá-se o nome de  romanização  à influência que os Romanos tiveram na cultura, nos usos e costumes dos povos da península.
A prosperidade económica ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Novas construções Os Romanos desenvolveram a construção de confortáveis habitações. Construíram-se casas com jardins, repuxos e mosaicos de várias cores.
Construíram-se também balneários públicos ou termas, onde o maior interesse era encontrar pessoas, de escutar conversas, falar de política e tratar de negócios. Ruínas de Estói Ruínas   de Vilamoura
Construíram também anfiteatros e templos Anfiteatro em Mérida - Espanha Templo de Diana - Évora
Para fornecerem água às suas cidades, construíram longos aquedutos.  Aqueduto de Pegões
A construção de  estradas  e  pontes À medida que o império crescia, os Romanos construíram também uma grande rede de  estradas  e  pontes , que unia as cidades mais importantes e a sua capital, Roma. Por isso se diz que todos os caminhos vão dar a Roma. Ponte de Monforte Via romana
A língua latina A língua dos Romanos, o Latim, passou a ser falada pelos povos peninsulares. A romanização também se deu na introdução da numeração, das leis escritas e de novos cultos religiosos – o Cristianismo.
Vestígios Romanos em Portugal Ponte romana em Negrelos Ruínas de Conímbriga Miróbriga – Santiago do Cacém
Ruínas de Tróia Ruínas de Milreu - Estói Ruínas de Braga
Fim Novembro de 2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2. 3 a romanização da península ibérica
2. 3   a romanização da península ibérica2. 3   a romanização da península ibérica
2. 3 a romanização da península ibéricaMaria Cristina Ribeiro
 
Romanização 7ºAno / Historia
Romanização 7ºAno / Historia Romanização 7ºAno / Historia
Romanização 7ºAno / Historia Francisco Nogueira
 
Romanos na Península Ibérica
Romanos na Península IbéricaRomanos na Península Ibérica
Romanos na Península IbéricaIsabel Mendinhos
 
Os iberos, celtas, fenícios, gregos
Os iberos, celtas, fenícios, gregosOs iberos, celtas, fenícios, gregos
Os iberos, celtas, fenícios, gregosFernandoMarques
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaRomanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaCarlos Vieira
 
Primeiros povos
Primeiros povosPrimeiros povos
Primeiros povosAna Duarte
 
Os romanos e a romanização
Os romanos e a romanizaçãoOs romanos e a romanização
Os romanos e a romanizaçãoIsabel Mendinhos
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasGuilherme Drumond
 
A Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império RomanoA Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império RomanoMariana Neves
 
Primeiros Povos
Primeiros PovosPrimeiros Povos
Primeiros Povoszialucio
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Pptrukka
 
Os Romanos em Portugal
Os Romanos em PortugalOs Romanos em Portugal
Os Romanos em PortugalDiogo Mota
 
Invasoes barbaras
Invasoes barbarasInvasoes barbaras
Invasoes barbarascattonia
 
Os Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaOs Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaHistN
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da  Península IbéricaRomanização da  Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaCarlos Pinheiro
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaRomanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaPatricia .
 

Mais procurados (20)

2. 3 a romanização da península ibérica
2. 3   a romanização da península ibérica2. 3   a romanização da península ibérica
2. 3 a romanização da península ibérica
 
Romanização 7ºAno / Historia
Romanização 7ºAno / Historia Romanização 7ºAno / Historia
Romanização 7ºAno / Historia
 
Romanos na Península Ibérica
Romanos na Península IbéricaRomanos na Península Ibérica
Romanos na Península Ibérica
 
Os Romanos
Os RomanosOs Romanos
Os Romanos
 
Os iberos, celtas, fenícios, gregos
Os iberos, celtas, fenícios, gregosOs iberos, celtas, fenícios, gregos
Os iberos, celtas, fenícios, gregos
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaRomanização da Península Ibérica
Romanização da Península Ibérica
 
Primeiros povos
Primeiros povosPrimeiros povos
Primeiros povos
 
Os romanos e a romanização
Os romanos e a romanizaçãoOs romanos e a romanização
Os romanos e a romanização
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
 
A Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império RomanoA Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império Romano
 
Primeiros Povos
Primeiros PovosPrimeiros Povos
Primeiros Povos
 
Romanos
Romanos Romanos
Romanos
 
A civilização romana
A civilização romanaA civilização romana
A civilização romana
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Ppt
 
Os Romanos em Portugal
Os Romanos em PortugalOs Romanos em Portugal
Os Romanos em Portugal
 
Invasoes barbaras
Invasoes barbarasInvasoes barbaras
Invasoes barbaras
 
Os Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaOs Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península Ibérica
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da  Península IbéricaRomanização da  Península Ibérica
Romanização da Península Ibérica
 
Romanização da Península Ibérica
Romanização da Península IbéricaRomanização da Península Ibérica
Romanização da Península Ibérica
 
9. O Modelo Romano: A Romanização na Península Ibérica
9. O Modelo Romano: A Romanização na Península Ibérica9. O Modelo Romano: A Romanização na Península Ibérica
9. O Modelo Romano: A Romanização na Península Ibérica
 

Destaque

Vestígios de romanos
Vestígios de romanosVestígios de romanos
Vestígios de romanosLurdes Gomes
 
5º tema II
5º   tema II5º   tema II
5º tema IIliedson
 
Fa em4-05 afc-fevereiro
Fa em4-05 afc-fevereiroFa em4-05 afc-fevereiro
Fa em4-05 afc-fevereirolveiga
 
A historia de portugal
A historia de portugalA historia de portugal
A historia de portugalgracindacasais
 
Power point elmer o elefante
Power point   elmer o elefantePower point   elmer o elefante
Power point elmer o elefanteusc
 
Ficha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º ano
Ficha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º anoFicha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º ano
Ficha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º anoAna Tapadinhas
 
Fic.av.trimestral páscoa2014 e. meio
Fic.av.trimestral páscoa2014  e. meioFic.av.trimestral páscoa2014  e. meio
Fic.av.trimestral páscoa2014 e. meiolveiga
 
Fav. mat4 3 div-fraç-perc
Fav. mat4 3 div-fraç-percFav. mat4 3 div-fraç-perc
Fav. mat4 3 div-fraç-percLuis Veiga
 

Destaque (14)

Vestígios de romanos
Vestígios de romanosVestígios de romanos
Vestígios de romanos
 
2 as 1 comunidade humanas
2   as 1 comunidade humanas2   as 1 comunidade humanas
2 as 1 comunidade humanas
 
Friso cronológico
Friso cronológicoFriso cronológico
Friso cronológico
 
5º tema II
5º   tema II5º   tema II
5º tema II
 
Povos pi ebql
Povos pi ebqlPovos pi ebql
Povos pi ebql
 
Geometria 4º ano
Geometria 4º anoGeometria 4º ano
Geometria 4º ano
 
Árabes
ÁrabesÁrabes
Árabes
 
Fa em4-05 afc-fevereiro
Fa em4-05 afc-fevereiroFa em4-05 afc-fevereiro
Fa em4-05 afc-fevereiro
 
A historia de portugal
A historia de portugalA historia de portugal
A historia de portugal
 
Power point elmer o elefante
Power point   elmer o elefantePower point   elmer o elefante
Power point elmer o elefante
 
Ficha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º ano
Ficha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º anoFicha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º ano
Ficha de estudo do meio - 1ª dinastia - 4º ano
 
Fic.av.trimestral páscoa2014 e. meio
Fic.av.trimestral páscoa2014  e. meioFic.av.trimestral páscoa2014  e. meio
Fic.av.trimestral páscoa2014 e. meio
 
Graus dos adjetivos
Graus dos adjetivosGraus dos adjetivos
Graus dos adjetivos
 
Fav. mat4 3 div-fraç-perc
Fav. mat4 3 div-fraç-percFav. mat4 3 div-fraç-perc
Fav. mat4 3 div-fraç-perc
 

Semelhante a Romanos na Península Ibérica: influência cultural e econômica

Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02
Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02
Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02Maria Ferreira
 
A romanização em portugal helena 5_c (3)
A romanização em portugal helena 5_c (3)A romanização em portugal helena 5_c (3)
A romanização em portugal helena 5_c (3)Mariajosesantos57
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Pptrukka
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Pptrukka
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Pptrukka
 
Os Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaOs Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península Ibéricamartamariafonseca
 
11. Os primeiros povos - colar caderno.pdf
11. Os primeiros povos - colar caderno.pdf11. Os primeiros povos - colar caderno.pdf
11. Os primeiros povos - colar caderno.pdfAndrChico
 
civilização romana.pdf
civilização romana.pdfcivilização romana.pdf
civilização romana.pdfMariaBalhico
 
ae_nvt5_ppt5 romanos.pptx
ae_nvt5_ppt5 romanos.pptxae_nvt5_ppt5 romanos.pptx
ae_nvt5_ppt5 romanos.pptxngelaMendes10
 
Romanização em Portugal
Romanização em Portugal   Romanização em Portugal
Romanização em Portugal Filipa Silva
 
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docxA CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docxNewageCentroestudos
 
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docxA CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docxNewageCentroestudos
 
Pp civilização romana
Pp  civilização romanaPp  civilização romana
Pp civilização romanaisabel mgm
 
2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibéricaR C
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana eb23ja
 

Semelhante a Romanos na Península Ibérica: influência cultural e econômica (20)

Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02
Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02
Cfakepathosromanos 091117115733-phpapp02
 
A romanização em portugal helena 5_c (3)
A romanização em portugal helena 5_c (3)A romanização em portugal helena 5_c (3)
A romanização em portugal helena 5_c (3)
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Ppt
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Ppt
 
Romanização Ppt
Romanização PptRomanização Ppt
Romanização Ppt
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Os Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaOs Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península Ibérica
 
11. Os primeiros povos - colar caderno.pdf
11. Os primeiros povos - colar caderno.pdf11. Os primeiros povos - colar caderno.pdf
11. Os primeiros povos - colar caderno.pdf
 
A Romaniz..
A Romaniz..A Romaniz..
A Romaniz..
 
civilização romana.pdf
civilização romana.pdfcivilização romana.pdf
civilização romana.pdf
 
ae_nvt5_ppt5 romanos.pptx
ae_nvt5_ppt5 romanos.pptxae_nvt5_ppt5 romanos.pptx
ae_nvt5_ppt5 romanos.pptx
 
Romanização em Portugal
Romanização em Portugal   Romanização em Portugal
Romanização em Portugal
 
Império Romano
Império RomanoImpério Romano
Império Romano
 
Roma1 120103075852-phpapp01
Roma1 120103075852-phpapp01Roma1 120103075852-phpapp01
Roma1 120103075852-phpapp01
 
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docxA CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
 
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docxA CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
A CONQUISTA ROMANA E A RESISTÊNCIA DOS POVOS IBÉRICOS.docx
 
Pp civilização romana
Pp  civilização romanaPp  civilização romana
Pp civilização romana
 
2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana
 
O mundo romano - tetyana
O mundo romano -  tetyanaO mundo romano -  tetyana
O mundo romano - tetyana
 

Último

Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 

Último (20)

Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 

Romanos na Península Ibérica: influência cultural e econômica

  • 1. Os Romanos na Península Ibérica
  • 2. Este era o território romano no séc.III a.C Vieram da Península Itálica atraídos pelas riquezas da Península Ibérica
  • 3. Os Romanos eram um povo muito desenvolvido. Possuíam um poderoso e organizado exército, o que lhes permitiu construir um grande império . Roma era a capital do império Romano que era governado por um imperador e por cidadãos ricos e poderosos. Tartaruga – técnica defensiva Catapulta
  • 4. Os Lusitanos Antes da chegada dos Romanos o território da Península Ibérica era ocupada por vários povos, em que se destacavam os Lusitanos . Os Lusitanos travaram duras lutas com os Romanos nas quais obtiveram grandes vitórias. O exército Romano era muito poderoso , mas os Lusitanos ofereceram uma grande resistência
  • 5. Viriato , que a tradição diz ter sido um pastor, foi um chefe muito corajoso dos Lusitanos e venceu os romanos em várias ocasiões . Monumento a Viriato em Viseu Este guerreiro acabou por ser atraiçoado e mandado assassinar pelos Romanos enquanto dormia.
  • 6. Sertório , um ex-general Romano, que estava zangado com Roma por questões políticas ficou a comandar os Lusitanos, após a morte de Viriato. Mas também ele teve a mesma sorte que Viriato: foi assassinado à traição durante um banquete. Criou as primeiras escolas, onde se ensinava o Latim, o Grego e os costumes romanos.
  • 7. A conquista Romana Os Romanos acabaram por conquistar a Península Ibérica no séc. I a.C.
  • 8. A Romanização Como possuíam uma cultura muito rica, os Romanos fixaram-se na Península Ibérica e acabaram por influenciar os povos que conquistaram . Dá-se o nome de romanização à influência que os Romanos tiveram na cultura, nos usos e costumes dos povos da península.
  • 9.
  • 10. Novas construções Os Romanos desenvolveram a construção de confortáveis habitações. Construíram-se casas com jardins, repuxos e mosaicos de várias cores.
  • 11. Construíram-se também balneários públicos ou termas, onde o maior interesse era encontrar pessoas, de escutar conversas, falar de política e tratar de negócios. Ruínas de Estói Ruínas de Vilamoura
  • 12. Construíram também anfiteatros e templos Anfiteatro em Mérida - Espanha Templo de Diana - Évora
  • 13. Para fornecerem água às suas cidades, construíram longos aquedutos. Aqueduto de Pegões
  • 14. A construção de estradas e pontes À medida que o império crescia, os Romanos construíram também uma grande rede de estradas e pontes , que unia as cidades mais importantes e a sua capital, Roma. Por isso se diz que todos os caminhos vão dar a Roma. Ponte de Monforte Via romana
  • 15. A língua latina A língua dos Romanos, o Latim, passou a ser falada pelos povos peninsulares. A romanização também se deu na introdução da numeração, das leis escritas e de novos cultos religiosos – o Cristianismo.
  • 16. Vestígios Romanos em Portugal Ponte romana em Negrelos Ruínas de Conímbriga Miróbriga – Santiago do Cacém
  • 17. Ruínas de Tróia Ruínas de Milreu - Estói Ruínas de Braga