Escola 2,3 da Cruz de Pau. Nome: Carolina Gonçalves de Sousa. Ano: 8ºano. Turma: B. Nº: 5.  Disciplina: História. Professo...
<ul><li>Goa antes da chegada dos portugueses............. 3/4 </li></ul><ul><li>Goa quando chegaram os Portugueses...........
<ul><li>Por volta de 2200 a. C., Goa foi referênciada em escrita cuneiforme, da Suméria. Devido à influência dos sumérios ...
<ul><li>Cerca de 200 a.C., Goa passou a ser a fronteira sul do Império de  Ashoka  ( os arianos empurraram os dravidianos ...
Localização de Goa: 1 – Mapa antigo de Goa.
3. Goa no mapa de Pedro Barreto de Resende (1635). 2 – Localização do estado de Goa na Índia.
Goa era muito cobiçada devido a ser o melhor porto comercial da região. 4 – Rua de Goa apôs ter sido conquistada pelos por...
5 – Rua de Goa nos finais do século XVI. Goa era um grande centro comercial e um lugar de encontro entre várias raças.
O primeiro ataque português a Goa foi de 4 de Março a 29 de Maio em 1510. A 25 de Novembro desse mesmo ano, houve então um...
7 – Navios portugueses.
8 – Navios portugueses do Oriente.
Foi então, a partir de 1510 que Goa foi conquistada pelos portugueses e se tornou a capital do Estado Português na Índia e...
&quot; Os gentios do reino de Goa são mais validos que os do reino de Cambaia.   Têm formosos templos seus neste reino, tê...
&quot; [Goa] é habitada de muitos mouros honrados , muitos deles estrangeiros de muitas partidas. Eram homens brancos, ent...
Um quinto de Goa estava conquistada, depois dos muçulmanos a terem perdido em 1553. Deram às regiões conquistadas o nome d...
9 – Goa antiga sob domínio português.
O enfraquecimento do porto no século XVII foi devido ao insucesso militar dos portugueses para a Companhia Nerlandesa das ...
A mais notável influência é a religiosa. Hoje a população é um terço católica. Mas, como é natural o catolicismo afectou o...
Desde 1534 que Goa é diocese católica e foi durante século o símbolo no Oriente da religião cristã. Os Franciscanos foram ...
<ul><li>Na Velha Goa ainda hoje existem um grande número de igrejas e edifícios religiosos do século XVI e XVII que confir...
<ul><li>Igrejas </li></ul>A igreja mais importante é a basílica de Bom Jesus, feita em estilo barroco. É nesta que se enco...
10 – Basílica de Bom Jesus.
11 – Igreja de S. Francisco de Avis.
12 – Igreja de Nossa Senhora da Imaculada Conceição.
13 – Igreja na Velha Goa, exemplo de arquitectura portuguesa.
<ul><li>Capelas   </li></ul>A capela exibida abaixo foi erguida durante a ocupação portuguesa . Esta tem o nome da capela ...
<ul><li>Templos  </li></ul>Havia igualmente templos em Goa. 15 – Templo hindu em Goa.
<ul><li>Colégios  </li></ul>Um dos colégios existentes em Goa é o Colégio de São Paulo, sob a direcção dos Jesuitas. Este ...
Os portugueses em Goa criaram várias cidades como: “Velha Goa”, Goa (na Ilha de Tissuari), Pangim, Mapuçá, Margão e Vasco ...
<ul><li>Como foi que os portugueses perderam Goa? </li></ul>Logo que os Ingleses deixaram a Índia (1947) e os Franceses Po...
<ul><li>Como é agora Goa? </li></ul>A cidade passou a fazer parte da União Indiana em 1961, mas mesmo assim a mistura das ...
O nome dado à parte urbana é actualmente Pangim. Sómente a parte histórica da cidade, apresenta o nome antigo, apesar de h...
<ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa   </li></ul><ul><li>http://lusotopia.no.sapo.pt/indexOPGoa.html   </li></ul><ul><...
<ul><li>http://www.colonialvoyage.com/Goa.JPG   </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa   </li></ul><ul><li>htt...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Locais Onde Os Portugueses Estiveram Goa

2.885 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.885
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Locais Onde Os Portugueses Estiveram Goa

  1. 1. Escola 2,3 da Cruz de Pau. Nome: Carolina Gonçalves de Sousa. Ano: 8ºano. Turma: B. Nº: 5. Disciplina: História. Professora: Sílvia Mendonça. Ano lectivo: 2008/2009. Data: 28 de Novembro de 2008.
  2. 2. <ul><li>Goa antes da chegada dos portugueses............. 3/4 </li></ul><ul><li>Goa quando chegaram os Portugueses.............. 5/29 </li></ul><ul><li>Goa depois da chegada dos portugueses........... 30/32 </li></ul><ul><li>Webgrafia................................................................ 33 </li></ul><ul><li>Imagens...................................................................34 </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Por volta de 2200 a. C., Goa foi referênciada em escrita cuneiforme, da Suméria. Devido à influência dos sumérios esta era composta por diversos povos de diferentes etnias da Índia, ficando o primeiro sistema de medidas da região. </li></ul><ul><li>Nos meados de 1775 a. C., os fenícios fixaram-se em Goa. </li></ul><ul><li>No período védico (1000-500 a.C.), Goa teve o nome de Gomantak , em sânscrito, que quer dizer “terra semelhante ao paraíso, fértil e com águas boas”. Os primeiros arianos que lá chegaram , por volta de 1000 a. C., eram fugitivos da extinção. A estes juntaram-se os Kundbis, vindos do Sul. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Cerca de 200 a.C., Goa passou a ser a fronteira sul do Império de Ashoka ( os arianos empurraram os dravidianos para Sul ). </li></ul><ul><li>Foi também, depois do império Maurya ( entre 321 – 185 a. C. ), disputada em batalhas sangrentas por diversos impérios. </li></ul><ul><li>Entre 530 – 550, foi vista como um dos melhores portos do Industão e chamada pelos árabes e turcos de Sindabur ou Buvah-Sindabur. </li></ul><ul><li>Por volta do século X Goa, centralizada em volta do rio Zuari, prosperou pelo comércio com os árabes. </li></ul><ul><li>Ficou sob controlo islâmico, em 1347, e foram destruídos muitos templos e deuses Hindus. </li></ul>
  5. 5. Localização de Goa: 1 – Mapa antigo de Goa.
  6. 6. 3. Goa no mapa de Pedro Barreto de Resende (1635). 2 – Localização do estado de Goa na Índia.
  7. 7. Goa era muito cobiçada devido a ser o melhor porto comercial da região. 4 – Rua de Goa apôs ter sido conquistada pelos portugueses em 1510.
  8. 8. 5 – Rua de Goa nos finais do século XVI. Goa era um grande centro comercial e um lugar de encontro entre várias raças.
  9. 9. O primeiro ataque português a Goa foi de 4 de Março a 29 de Maio em 1510. A 25 de Novembro desse mesmo ano, houve então uma segunda expedição comandada por Afonso de Albuquerque, e ajudada pelo chefe hindo Timoja. Com esta expedição Afonso de Albuquerque conquistou Goa aos árabes. Os árabes, por o sultão se achar em guerra com o Decão, deram-se por vencidos sem combate. 6 – Afonso de Albuquerque.
  10. 10. 7 – Navios portugueses.
  11. 11. 8 – Navios portugueses do Oriente.
  12. 12. Foi então, a partir de 1510 que Goa foi conquistada pelos portugueses e se tornou a capital do Estado Português na Índia e também a mais importante posse na Índia Portuguesa. Em pouco tempo os portugueses transformaram Goa num importante ponto estratégico da união entre o Ocidente e o Oriente, e também a sua essencial base para a propagação do Cristianismo nesta região. Imaginavam igualmente transformar Goa na “Roma do Oriente”. Devido a estas razões, os portugueses durante séculos não reduziram esforços para sustentar e não deixar escapar este território. Entre 1512-1515 um cronista português descreve Goa no período de conquista portuguesa:
  13. 13. &quot; Os gentios do reino de Goa são mais validos que os do reino de Cambaia. Têm formosos templos seus neste reino, têm sacerdotes ou brâmanes de muitas maneiras. Há entre estes brâmanes gerações muito honradas deles, não comem coisa que tivesse sangue nem coisa feita por mão de outrem (...). As gentes do reino de Goa por nenhum tormento não confessarão coisa que façam. Sofrem grandemente e soem ser atormentados de diversos tormentos. Antes morrem que confessar o que determinaram calar. E as mulheres de Goa são jeitosas no vestir, as que dançam e volteiam o fazem com melhor maneira que todas as destas partes. (...) E costuma-se grandemente neste reino de Goa, toda mulher de gentio queimar-se por morte de seu marido. Entre si têm todos isto em apreço e os parentes dela ficam desonrados quando se não querem queimar e eles com admoestações as fazem queimar. As que de má mente recebem o sacrifício e as que de todo ponto não se queimam ficam públicas fornicárias e ganham para as despesas e fábricas dos templos donde são freguesas. Este gentios têm cada um uma mulher por ordenança, e muitos brâmanes prometem castidade e sustêm-na sempre. Nos outros portos de Goa se carrega muito arroz, sal, bétele, areca. &quot; ( A 'Suma Oriental' de Tomé Pires . Ed. Armando Cortesão, 1978. p. 212-218.)
  14. 14. &quot; [Goa] é habitada de muitos mouros honrados , muitos deles estrangeiros de muitas partidas. Eram homens brancos, entre os quais, além de muito ricos mercadores que aí havia, eram outros lavradores. A terra por ser muito bom porto, era de grade trato, onde vinham muitas naus de Meca e da cidade de Adem, Ormuz, de Cambaia e do Malabar (...). É a cidade mui grande, de boas casas, bem cercada de fortes muros, torres e cubelos; ao redor dela muitas hortas e pomares, com muitas formosas árvores e tanques de boa água com mesquitas e casas de oração de gentios. A terra é toda arredor muito aproveitada (...). Neste porto de Goa há grande trato de muitas mercadorias de todo o Malabar, Chaul e Dabul, do grande reino de Cambaia, que se gastam para a terra firme. Do reino de Ormuz vem aqui cada ano muitas naus carregadas de cavalos, os quais vêm aqui comprar muitas mercadorias do grande reino de Narsinga e Daquem, e compram cada um a duzentos e trezentos cruzados e segundo é, e vão-nos a vender aos reis e senhores aqui das suas terras, e, todos, uns e outros, ganham nisso muito e assim el-rei nosso senhor, que de cada cavalo tem quarenta cruzados de direitos. &quot; ( Livro que dá relação do que viu e ouviu no Oriente Duarte Barbosa. Lisboa: Ed. Augusto Reis Machado, 1946. p. 89-91.)
  15. 15. Um quinto de Goa estava conquistada, depois dos muçulmanos a terem perdido em 1553. Deram às regiões conquistadas o nome de “Velhas Conquistas”. Os governadores portugueses da cidade queriam que esta fosse uma extensão de Lisboa mas no Oriente. Para que isto acontece-se fundaram algumas instituições, criaram várias Igrejas para espalhar o cristianismo e construíram fortificações para proteger Goa de ataques externos.
  16. 16. 9 – Goa antiga sob domínio português.
  17. 17. O enfraquecimento do porto no século XVII foi devido ao insucesso militar dos portugueses para a Companhia Nerlandesa das Índias Orientais dos Países Baixos no Oriente, passando a ser o Brasil e a seguir as colónias africanas, no século XIX, o núcleo económico de Portugal. Houve, após este período, apenas dois curtos períodos de controlo britânico (1797-1798 e 1802-1813) e poucas outras ameaças externas. No decorrer do dominío britânico na Índia, emigraram em grande quantidade residentes de Goa, indo para Mumbai, Calcutá, Puna, Karachi e outras cidades. A partir de 1881, o isolamente de Goa foi menor devido à construçaõ das vias férreas, mas mesmo assim a emigração à procura de melhores oportunidades continuou a aumentar.
  18. 18. A mais notável influência é a religiosa. Hoje a população é um terço católica. Mas, como é natural o catolicismo afectou os costumes, a arquitectura, a atmosfera e a cultura local. Com a chegada da Inquisição ( 1560-1812), em grande quantidade os residentes locais que, foram transformados com brutalidade à religião Cristã por missionários, eram intimidandos com castigos ou confiscávam-lhes terras, títulos ou propriedades. Para libertar-se à Inquisição milhares de goeses fugiram e estabeleceram-se nas cidades vizinhas como a Mangalore e Karwar.
  19. 19. Desde 1534 que Goa é diocese católica e foi durante século o símbolo no Oriente da religião cristã. Os Franciscanos foram os primeiros, e a seguir vieram os Jesuítas. Salienta-se, entre os missionários Franciscanos, S. Francisco Xavier. Este chegou a Goa em 1542, percorreu as costas da Índia e Ceilão, dirigiu-se até às Molucas, Japão e China. Faleceu em 1552, sendo sepultado em Goa.
  20. 20. <ul><li>Na Velha Goa ainda hoje existem um grande número de igrejas e edifícios religiosos do século XVI e XVII que confirmam o passado colonial português, nomeadamente do período barroco. </li></ul><ul><li>Houve então enquanto os portugueses lá estiveram, vários edíficios construídos, como por exemplo: </li></ul><ul><li>Igrejas; </li></ul><ul><li>Capelas; </li></ul><ul><li>Templos; </li></ul><ul><li>Colégios. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Igrejas </li></ul>A igreja mais importante é a basílica de Bom Jesus, feita em estilo barroco. É nesta que se encontra o túmulo do missionário (padre encarregado de espalhar a sua fé) Francisco Xavier protector de Goa, enterrado no século XVI. A maior igreja da Ásia é a Sé. Esta foi uma vontade do vice-rei português, o conde de Redondo, e em 1562 iniciou a sua construção demorando aproximamente um século até ser concluída. Também existe a Igreja de S. Francisco de Assis, que foi renovada em 1762. Shanta Durga e Shi Munguesh, são dois dos mais importantes monumentos hindus construídos há 400 anos. No seu interior é de mencionar a presença de lustres que, não existiam nos templos hindus mas existiam nas igrejas católicas.
  22. 22. 10 – Basílica de Bom Jesus.
  23. 23. 11 – Igreja de S. Francisco de Avis.
  24. 24. 12 – Igreja de Nossa Senhora da Imaculada Conceição.
  25. 25. 13 – Igreja na Velha Goa, exemplo de arquitectura portuguesa.
  26. 26. <ul><li>Capelas </li></ul>A capela exibida abaixo foi erguida durante a ocupação portuguesa . Esta tem o nome da capela de Santa Catarina. 14 – Capela de Santa Catarina, erguida durante a ocupação portuguesa.
  27. 27. <ul><li>Templos </li></ul>Havia igualmente templos em Goa. 15 – Templo hindu em Goa.
  28. 28. <ul><li>Colégios </li></ul>Um dos colégios existentes em Goa é o Colégio de São Paulo, sob a direcção dos Jesuitas. Este foi uma verdadeira universidade no Oriente.
  29. 29. Os portugueses em Goa criaram várias cidades como: “Velha Goa”, Goa (na Ilha de Tissuari), Pangim, Mapuçá, Margão e Vasco da Gama.  
  30. 30. <ul><li>Como foi que os portugueses perderam Goa? </li></ul>Logo que os Ingleses deixaram a Índia (1947) e os Franceses Pondicherry (1954), na situação de descolonização o governo português, dirigido por António de Oliveira Salazar, não aceitou negociar com a Índia. Devido à recusa, de 18 para 19 de Dezembro de 1961, uma força indiana de 40 000 soldados conquitou Goa, não encontrando muita dificuldade em vencer. Maior parte das nações aceitaram a acção da Índia, mas Portugal só o fez depois da Revolução dos Cravos (1974).
  31. 31. <ul><li>Como é agora Goa? </li></ul>A cidade passou a fazer parte da União Indiana em 1961, mas mesmo assim a mistura das culturas (portuguesa e indiana) é visível em toda a cidade. Os goeses cristão, na beira das estradas erguem pequenas cruzes assim como, os seus antepassados hindus tinham erguido pequenos altares; nos altares das catedrais a escultura dos santos baseiam-se sobre temas cristãos mas expõem rostos e expressões faciais indianas. 16 – Arquitectura residencial tradicional de Goa influenciada pela presença dos portugueses.
  32. 32. O nome dado à parte urbana é actualmente Pangim. Sómente a parte histórica da cidade, apresenta o nome antigo, apesar de hoje ser pouco habitada. Depois da saída dos portugueses, nos anos 60 do século XX, transformou-se num local de peregrinação dos jovens ocidentais. As principais cidades de Goa são: Betul Beach, Cape Rama, Chauri (Canacona), Mapusa, Margao (Madgaon), Panaji (Panajin), entre outras.
  33. 33. <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa </li></ul><ul><li>http://lusotopia.no.sapo.pt/indexOPGoa.html </li></ul><ul><li>http://www.costacruzeiros.com/B2C/BR/Shopping/Destinations/PortDetail.htm </li></ul><ul><li>http://lusotopia.no.sapo.pt/indexOPGoa.html </li></ul>
  34. 34. <ul><li>http://www.colonialvoyage.com/Goa.JPG </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa </li></ul><ul><li>http://deviamosacordarsemprejuntos.blogspot.com/2007_06_01_archive.html </li></ul><ul><li>http://viajarnotempo-historia.blogspot.com/2007_10_01_archive.html </li></ul><ul><li>http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/e/ef/Afonso_de_Albuquerque.jpg </li></ul><ul><li>http://navegante.blogs.sapo.pt/arquivo/Caravela.jpg </li></ul><ul><li>http://cache02.stormap.sapo.pt/fotostore01/fotos//70/eb/73/228554_sI1O9.jpeg </li></ul><ul><li>http://www.vilakostkaitaici.org.br/13santos_out_07.htm </li></ul>10. http://pt.wikipedia.org/wiki/Igrejas_e_Conventos_de_Goa 11. http://www.supergoa.com/img/assis.jpg 12. http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa 13. http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa 14. http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa 15. http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa 16. http://pt.wikipedia.org/wiki/Goa

×