Antigo Egito foi uma civilização daantiguidade oriental do Norte daÁfrica, concentrada ao longo ao cursoinferior do rio Ni...
O CRESCENTE FÉRTILO CRESCENTE FÉRTIL
A coroa era um dos principais símbolos do faraó. Antes da unificação, osoberano do Alto Egito utilizava a coroa branca; a ...
Por volta do ano 3200 a .C., o rei Menés, do Alto Egito (novale do Nilo), conquistou o Baixo Egito (no delta do Nilo),unif...
Nomos: conjunto de pequenas aldeias.FORMAÇÃO DO ESTADOFORMAÇÃO DO ESTADOFORMAÇÃO DO ESTADOFORMAÇÃO DO ESTADO
Linha do Tempo – Egito AntigoLinha do Tempo – Egito AntigoLinha do Tempo – Egito AntigoLinha do Tempo – Egito Antigo
ANTIGO IMPÉRIO: centralização do governo, sistema administrativo eficiente,construção das pirâmides Quéops, Miquerinos e Q...
ANTIGO IMPÉRIO: Durante a maior parte deste longo período, os faraós conseguiram imporsua autoridade ao reino e, auxiliado...
SociedadeSociedadeSociedadeSociedade
VIZIR: A maior autoridade depois do faraó. Cabia a ele tomar decisões jurídicas, administrativas e financeirasem nome do f...
-Agricultura-Pecuária-Comércio-Servidão coletiva (construções dePirâmides, Esfinges e Mastabas)Economia EgípciaEconomia Eg...
COMÉRCIOCOMÉRCIOCOMÉRCIOCOMÉRCIOO Império Antigo é caracterizado por umcrescente comércio com o Líbano, Palestina,Mesopotâ...
MASTABAMASTABAMASTABAMASTABAPeríodo tinitaMastabaUma mastaba é um túmulo egípcio, era uma capela, com aforma de um tronco ...
O Egito tornou-se uma província do ImpérioRomano em 30 a.C., após a derrota de MarcoAurélio e Cleópatra VII por Otaviano (...
REVISANDO!REVISANDO!REVISANDO!REVISANDO!
EconomiEconomiaa Agricultura de regadio (diques e canais) Servidão Coletiva Cobrança de ImpostosPolíticaPolítica• Poder...
PARA SABER MAIS:PARA SABER MAIS:PARA SABER MAIS:PARA SABER MAIS:Antigo Egito= http://antigoegipto.com.sapo.pt/index.htmlTe...
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
EGITO ANTIGO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

EGITO ANTIGO

2.290 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

EGITO ANTIGO

  1. 1. Antigo Egito foi uma civilização daantiguidade oriental do Norte daÁfrica, concentrada ao longo ao cursoinferior do rio Nilo, no que é hoje é opaís moderno Egito. Era parte de umcomplexo de civilizações, asCivilizações do Vale do Nilo, dos quaisas regiões ao sul do Egito (hoje noSudão, Eritreia, Etiópia e Somália) sãouma parte. Tinha como fronteira anorte o Mar Mediterrâneo, a oeste odeserto da Líbia, a leste o deserto daArábia e a sul a primeira catarata do rioNilo.Passado e PresentePassado e PresentePassado e PresentePassado e PresentePirâmides de Guiza (ou Gizé), um dos monumentosmais emblemáticos do Antigo Egito
  2. 2. O CRESCENTE FÉRTILO CRESCENTE FÉRTIL
  3. 3. A coroa era um dos principais símbolos do faraó. Antes da unificação, osoberano do Alto Egito utilizava a coroa branca; a coroa vermelha era usada noBaixo Egito. Quando o Egito passou a ser governado por um único soberano, ofaraó, a coroa tornou-se dupla : vermelha e branca, simbolizando a união dosdois reinos. Ao comandar suas tropas na guerra, o faraó usava a coroa azul.
  4. 4. Por volta do ano 3200 a .C., o rei Menés, do Alto Egito (novale do Nilo), conquistou o Baixo Egito (no delta do Nilo),unificando os dois reinos.Menés tornou-se então o primeiro faraó (nome que sedava ao rei entre os egípcios) e o fundador da primeiradinastia (sucessão de reis pertencentes a uma mesmafamília).Unificação do EgitoUnificação do EgitoUnificação do EgitoUnificação do Egito
  5. 5. Nomos: conjunto de pequenas aldeias.FORMAÇÃO DO ESTADOFORMAÇÃO DO ESTADOFORMAÇÃO DO ESTADOFORMAÇÃO DO ESTADO
  6. 6. Linha do Tempo – Egito AntigoLinha do Tempo – Egito AntigoLinha do Tempo – Egito AntigoLinha do Tempo – Egito Antigo
  7. 7. ANTIGO IMPÉRIO: centralização do governo, sistema administrativo eficiente,construção das pirâmides Quéops, Miquerinos e Quéfren; defesa das fronteiras,expansão territorial, expedições comerciais. Diversos problemas internos causa o fimdesse período: diminuição das enchentes do Nilo, fome, pestes, gastos do Estado erevoltas sociais.NOVO IMPÉRIO: Expulsão do hicsos, fronteiras se expandiram para o norte e sul.Período de força militar, maior intercambio cultural e comercial.MÉDIO IMPÉRIO: reunificação do Egito pelos reis da cidade de Tebas, quecultuavam o deus Amon (Rá, Amon-Rá). Atenção militar para as fronteiras do sul, naregião do deserto da Núbia, gerando uma expansão territorial. Anexação do povohebreu. Derrotados pelos hicsos (príncipes do deserto). Esses guerreiros usavamcavalos e carros de guerra e armas mais resistentes, desconhecidas pelos egípcios.FIM DO IMPÉRIO: Dominação pelos estrangeiros: assírios, persas, gregos daMacedônia e romanos.
  8. 8. ANTIGO IMPÉRIO: Durante a maior parte deste longo período, os faraós conseguiram imporsua autoridade ao reino e, auxiliados por seus funcionários, coordenaram a construção degrandes obras públicas, entre elas as pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos.NOVO IMPÉRIO: Este período inicia-se com a expulsão dos hicsos. Amósis, o líder militar daluta contra o invasor, inaugurou uma nova dinastia. Os faraós do Novo Império organizaram umpoderoso exército com cavalaria e carros de combate e adotaram uma política expansionista. Pelaforça, reconquistaram a Núbia, ocuparam a Síria, a Fenícia e a Palestina e estenderam seusdomínios até o rio Eufrates. Depois de efetuar estas conquistas, o governo egípcio passou a exigirpesados impostos dos povos dominados. Essa situação provocou revoltas sociais dentro do Egito,o que, somado às sublevações dos povos conquistados contra a cobrança de impostos abusivos,acabou debilitando o poder do faraó. A partir do século VIII a.C., o Egito foi sucessivamenteinvadido por núbios, assírios e persas, até que, em 332 a.C. foi conquistado por Alexandre, oGrande, da Macedonia.MÉDIO IMPÉRIO: Neste período os egípcios expandiram seu território em direção ao Sul,conquistando a Núbia, região rica em minerais, entre os quais o ouro. Apesar da prosperidadematerial, o reino continuou envolvido em guerras e revoltas internas que o enfraqueceram. Issoencorajou os hicsos, povo originário da Ásia Central, a atravessarem o deserto e invadir o Egito,conquistando-o. A vitória dos hicsos deveu-se ao uso de cavalos e carros de combate,desconhecidos pelos egípcios. O domínio dos hicsos em território egípcio durou mais de 150anos.
  9. 9. SociedadeSociedadeSociedadeSociedade
  10. 10. VIZIR: A maior autoridade depois do faraó. Cabia a ele tomar decisões jurídicas, administrativas e financeirasem nome do faraó.NOBRES:  Descendentes das famílias mais importantes dos antigos nomos cuidavam da administração dasprovíncias ou ocupavam os postos mais altos do exército.SACERDOTES: detinham muito poder, administravam todos os bens que os fiéis e o próprio Estadoofereciam aos deuses e tinham muita influência junto ao faraó. Enriqueciam porque ficavam com parte dasoferendas feitas pela população aos deuses, além de serem dispensados do pagamento de impostos.ESCRIBAS: os que dominavam a difícil escrita egípcia, encarregavam-se da cobrança dos impostos, daorganização das leis e dos decretos e da fiscalização da atividade econômica em geral.SOLDADOS: nunca atingiam os postos de comando, pois estes eram reservados à nobreza.Eles viviam dosprodutos recebidos como pagamento e dos saques que podiam realizar durante as guerras de conquista.ARTESÃOS: exerciam as mais diversas profissões. Trabalhavam como pedreiros, carpinteiros, desenhistas,escultores, pintores, tecelões, ourives, etc. Muitas de suas atividades eram realizadas nas grandes obraspúblicas (templos, túmulos, palácios, etc.).CAMPONESES: chamados no Egito de felás, constituíam a imensa maioria da população. Trabalhavam naspropriedades do faraó e dos sacerdotes e tinham o direito de conservar para si apenas uma pequena parte dosprodutos colhidos. Eram também obrigados a trabalhar na construção de obras públicas grandiosas, comoabertura de estradas, limpeza de canais, transportes de pedras necessárias às grandes obras, como túmulos,templos e palácios.ESCRAVOS: geralmente estrangeiros e prisioneiros de guerra, também compunham a base da sociedade.Trabalhavam, principalmente, nas minas e pedreiras do Estado, nas terras reais e nos templos. Muitas vezesfaziam parte do exército em época de guerra e eram utilizados como escravos domésticos .
  11. 11. -Agricultura-Pecuária-Comércio-Servidão coletiva (construções dePirâmides, Esfinges e Mastabas)Economia EgípciaEconomia EgípciaEconomia EgípciaEconomia Egípcia
  12. 12. COMÉRCIOCOMÉRCIOCOMÉRCIOCOMÉRCIOO Império Antigo é caracterizado por umcrescente comércio com o Líbano, Palestina,Mesopotâmia e Punt, assim como porexpedições comerciais para exploração mineralnas minas do Sinai e Mar Vermelho (DesertoOriental) e por campanhas militares contranúbios e líbios. Com suas campanhas militarese comerciais o Egito além de criaracampamentos estratégicos também adquiriuouro, cobre, turquesa, madeira de cedro,mirra, malaquita e electrum. Sob Sahuré, como crescente comércio, foi criada a primeirafrota marítima egípcia.
  13. 13. MASTABAMASTABAMASTABAMASTABAPeríodo tinitaMastabaUma mastaba é um túmulo egípcio, era uma capela, com aforma de um tronco de pirâmide (paredes inclinadas emdireção a um topo plano de menores dimensões que abase), cujo comprimento era aproximadamente quatrovezes a sua largura.Começaram-se a construir desde a primeira era dinástica noque chamavam de período arcaico (cerca de 3500 a.C.) e foio gênero de edifício que precedeu e preparou as pirâmides.Quando estas começaram a ser construídas, mais exigentesdo ponto de vista técnico e económico, a mastabapermaneceu a sua mais simples alternativaDiagrama de uma mastaba
  14. 14. O Egito tornou-se uma província do ImpérioRomano em 30 a.C., após a derrota de MarcoAurélio e Cleópatra VII por Otaviano (posterioro imperador Augusto) na Batalha de Actium.Os romanos dependiam fortemente dasremessas de grãos do Egito, e o exércitoromano, sob o controle de um prefeitonomeado pelo imperador, reprimiu revoltas,aplicando estritamente a cobrança de pesadosimpostos, e impediu os ataques de bandidos,que havia se tornado um problema notóriodurante o período. Alexandria se tornou umcentro cada vez mais importante na rota decomércio com o Oriente, como luxos exóticosque estavam em alta demanda em Roma.CLEÓPATRACLEÓPATRACLEÓPATRACLEÓPATRACleópatraAcima. A atriz que vaiinterpretar Cleópatrana primeira novelaárabe sobre a últimaRainha do Egito.
  15. 15. REVISANDO!REVISANDO!REVISANDO!REVISANDO!
  16. 16. EconomiEconomiaa Agricultura de regadio (diques e canais) Servidão Coletiva Cobrança de ImpostosPolíticaPolítica• Poder Centralizado – Faraó• Teocrática (religião + poder político)SociedadSociedadeeFARAÓMinistros e sacerdotesEscribas e demais funcionáriospúblicosCamponeses servosEscravos
  17. 17. PARA SABER MAIS:PARA SABER MAIS:PARA SABER MAIS:PARA SABER MAIS:Antigo Egito= http://antigoegipto.com.sapo.pt/index.htmlTemplos do Egito= http://www.starnews2001.com.br/egypt/temples.htmlO fascínio do Egito= http://www.fascinioegito.sh06.comOs deuses egípcios = http://www.fascinioegito.sh06.com/panteao.htm

×