“A leitura do mundo precede aleitura da palavra, daí que aposterior leitura desta não possaprescindir da continuidade da l...
o que são microrroteiros?No presente caso, microrroteiros são os textos de até 140 caracteresescritos por Laura Guimarães,...
microrroteiros   O projeto microrroteiros da cidade tem diferentes                 desdobramentos. O principal deles é a i...
justificativa Intervenção urbana. Intervir com arte na cidade. Convidar o público nas ruas a ler, imaginar histórias enq...
colagens
colagens
colagens
colagens
colagens
histórias reais nas colagensvocê gosta de samba?mercado da lapa. hora do rush. fim de tarde bonito. ruas lotadas de pessoa...
histórias reais nas colagens(continuando)ele, nervoso – isso é discriminação! você tá discriminando!não gostei do jeito de...
O projeto Microrroteiros da Cidadefoi convidado a integrar a MostraSesc de Artes 2012 com umaintervenção nos tapumes da un...
microrroteiros do centrovelho | sesc carmonas fotos de Mônica Rodrigues Fernandes,painel de Mozart Fernandes
Tiago Spina              roteiros para                 Magno Costa
Mozart Fernandes                                 roteiros paraMagno Costa
pranchetas
traduções
Quarta feira fui comer um pastel na banquinha em frente afaculdade, sentei no meio fio, um rapaz senta ao meu lado,morador...
histórico2009 Os microrroteiros começam a ser escritoscomo um exercício para a criatividade. Ascenas tem até 140 caracter...
histórico2011 As colagens continuam. Além de São Paulo, os microrroteiros também sãocolados nas ruas de Lisboa, Portugal....
clippingmicrorroteiros da cidade                 mais são paulo,                                         CBN   “(...)Ela t...
clippingmicrorroteiros da cidade                        folha de são paulo                           “Quando era menina, L...
clippingmicrorroteiros da cidade                link estadão                           “É possível contar uma             ...
clippingmicrorroteiros da cidade                                         uol cinema  “A roteirista Laura Guimarães  achou ...
clippingmicrorroteiros da cidade                                   revista são paulo|                                     ...
clippingmicrorroteiros da cidade   revista continuum |                           itaú cultural
clippingmicrorroteiros da cidade                           revista cult
clippingmicrorroteiros da cidade   capa do catálogo de literatura                           da mostra sesc de artes 2012
mini currículo      laura guimarães        E-mail criacao.laura@gmail.com        Blog www.nopassodoroteiro.blogspot.com   ...
Pesquisa em periferias das cidades do Recife e São Paulo e, interior do Ceará, conhecendomanifestações artísticas dos seus...
Microrroteiros da cidade  apresentacao
Microrroteiros da cidade  apresentacao
Microrroteiros da cidade  apresentacao
Microrroteiros da cidade  apresentacao
Microrroteiros da cidade  apresentacao
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Microrroteiros da cidade apresentacao

661 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
661
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
194
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Microrroteiros da cidade apresentacao

  1. 1. “A leitura do mundo precede aleitura da palavra, daí que aposterior leitura desta não possaprescindir da continuidade da leituradaquela. Linguagem e realidade seprendem dinamicamente. Acompreensão do texto a seralcançada por sua leitura críticaimplica a percepção das relaçõesentre o texto e o contexto.(...) De alguma maneira, porém,podemos ir mais longe e dizer que aleitura da palavra não é apenasprecedida pela leitura do mundomas por uma certa forma de“escrevê-lo” ou de “ reescrevê-lo” ,quer dizer, de transformá-lo atravésde nossa prática consciente.”Trecho da palestra “A importânciado ato de ler”, de Paulo Freire
  2. 2. o que são microrroteiros?No presente caso, microrroteiros são os textos de até 140 caracteresescritos por Laura Guimarães, que descrevem cenas inspiradas nocotidiano das cidades e acontecimentos da vida diária. Seu formato tempropositalmente caráter imagético, ou seja, a proposta é fazer com queas pessoas visualizem as cenas descritas.
  3. 3. microrroteiros O projeto microrroteiros da cidade tem diferentes desdobramentos. O principal deles é a impressão dos textosda cidade em papéis coloridos que são colados como lambe-lambes nas ruas (em postes, muros e, principalmente, pontos de ônibus) com o objetivo de estimular a imaginação das pessoas de repente. Convidá-las a sair um pouquinho da turbulência da vida cotidiana para imaginar uma história, visualizar uma cena. Eles também estão cada vez mais presentes em redes sociais. Além das ferramentas usadas pela artista para divulgação dos trabalhos, muitas pessoas que os encontram nas ruas, fotografam com seus celulares e postam em suas páginas no facebook, twitter e, principalmente, no instagram. Em 2012 foram realizadas três exposições artísticas do trabalho: na Galeria Kabul, no Sesc Carmo e no Sesc Paulista – esta última, nos tapumes do SESC da avenida Paulista, para a Mostra Sesc de Artes 2012, continua no local. Os microrroteiros já ganharam destaque em diversos veículos de comunicação: coluna do Gilberto Dimenstein na CBN e na Folha de São Paulo, Revista Agora | Folha de São Paulo, Revista Continuum | Itaú Cultural, Revista Cult, Uol Cinema, Link Estadão, entre outros (veja o clipping no fina desta apresentação).
  4. 4. justificativa Intervenção urbana. Intervir com arte na cidade. Convidar o público nas ruas a ler, imaginar histórias enquanto espera o ônibus, caminhapor aí. Estimular a prática de interpretação de textos nas ruas Por meio de histórias que retratam o cotidiano, convidar o público a descobrir que elasestão por toda parte e não somente nos livros ou na mão dos escritores. Que eles própriostem muitas histórias para contar, que elas são interessantes e podem servir como estímulopara imaginação de outras pessoas e base para criações artísticas; Os micros também pretendem convidar as pessoas à um novo olhar sobre o lugar ondevivem, por onde passam, o que encontram no seu dia. Sabe aquela coisa de criança detransformar nada em brincadeira? A idéia é instigar, mesmo que de vez em quando, esseolhar para como o aqui e agora pode ser inspirador.
  5. 5. colagens
  6. 6. colagens
  7. 7. colagens
  8. 8. colagens
  9. 9. colagens
  10. 10. histórias reais nas colagensvocê gosta de samba?mercado da lapa. hora do rush. fim de tarde bonito. ruas lotadas de pessoas e pontosde ônibus. filas de pessoas. na calçada bem de frente ao mercado, eu acabo de colar eum cobrador de seus 50 e alguns anos pergunta- o que é isso que você tá fazendo?eu explico.- me dá um desse. vai, me dá um desse!não seria a primeira vez que eu daria um dos micros. mas na grosseria não. mostrei oque eu tinha acabado de colar no poste e falei que era dele também. ele disse que euteria problemas com aquilo.- por que eu to colando lambe-lambe na rua? eu sei que é proibido- você vai ter problemas. esse texto é uma discriminação.tomei o maior susto. discriminação? um micro que tenho o maior carinho porque ahistória foi real e foi boa. vai que é verdade e eu nunca percebi.li em voz alta.você gosta de samba? perguntava o cobrador chamando os passageiros pra formaruma roda junto à catracaonde esta a discriminação? é a história de um cobrador. (continua)
  11. 11. histórias reais nas colagens(continuando)ele, nervoso – isso é discriminação! você tá discriminando!não gostei do jeito dele, discuti, queria entender.até que duas mulheres da fila do ônibus se meteram – o problema é que ele que não táinterpretando o texto direito. o senhor não está interpretando o texto direito!- esse texto é discriminação contra os cobradores!aí uma delas – o que tem nele de discriminação? o senhor tá dizendo que édiscriminação gostar de samba? o senhor é que tá discriminando quem gosta desamba!e por aí foi.cinema na monte azulfui com o graffiteiro nave mãe na comunidade monte azul pra colar nas ruas, dentro doevento fora de foco. perguntei para um dos meninos (de aproximadamente 10 anos)que nos acompanhou num trecho da colagem, o que ele tinha entendido, qual era ahistória desse micro:cantava no ouvido dele. dançavam na fila do cinemaele depois de pensar – eu acho que é a história de uma mulher que fala muito. ela ficafalando no ouvido de outra mulher. e a outra mulher não gosta porque ela tá querendoassistir o filme.
  12. 12. O projeto Microrroteiros da Cidadefoi convidado a integrar a MostraSesc de Artes 2012 com umaintervenção nos tapumes da unidadeda av. Paulista.Para tanto, os grafiteiros FelipePrimat e Frenesi pintaram umacidade fictícia no local. Durante os 10dias da Mostra, foi montado umescritório na calçada. O público quepassava no local era convidado aescrever uma história e essa,transformada em microrroteiro nahora por Laura Guimarães. No finaldo dia, o trabalho era colado nopainel, junto à outros microrroteirosque já faziam parte do repertório daartista. Durante o processo, tambémforam inseridos trabalhos dosartistas Mozart Fernandes, JulioVieira, Carol Plumari e a dupla Seis eMeia. A produção ficou por conta deMônica Rodrigues Fernandes, daVértices Casa. mostra sesc de artes 2012
  13. 13. microrroteiros do centrovelho | sesc carmonas fotos de Mônica Rodrigues Fernandes,painel de Mozart Fernandes
  14. 14. Tiago Spina roteiros para Magno Costa
  15. 15. Mozart Fernandes roteiros paraMagno Costa
  16. 16. pranchetas
  17. 17. traduções
  18. 18. Quarta feira fui comer um pastel na banquinha em frente afaculdade, sentei no meio fio, um rapaz senta ao meu lado,morador de rua, pede um trocado, digo pra ele sentar, praconversarmos. Ele me olha espantado, senta, perguntosobre sua vida e me surpreendo. Ele era professoruniversitário, fala francês e italiano fluentes e está na rua históriapor conta de uma decepção amorosa. Não quis dar s dosdetalhes sobre isso, mas disse que cada trocado se tornauma cachaça que afasta a saudade dela do seu peito. outros(Carolina Balza)Num dia de chuva. o guarda-chuva era um só. A mãe (eu),a filha (Lia) e a irmã (Luiza) abrigadas nele. Numa esquinaque descia a mãe escorregou, a filha mais do que depressalivrou do desastre. E a irmã querendo sustentar caiu junto.Como uma fileira de dominó. Foi tão gozado. Ainda caídasno chão não parávamos de rir. Até hoje quando noslembramos a gente ri. Foi um momento maravilhoso.(Maria Celina Simões)Quero escrever algo pra minha avó. Os móveis que herdeificaram coloridos. As louças são usadas no dia-a-dia. Ospanos de prato estão um pouco manchados. E os livros dereceita amarelados. Está tudo lá, só falta ela. (BeatrizCarvalho)
  19. 19. histórico2009 Os microrroteiros começam a ser escritoscomo um exercício para a criatividade. Ascenas tem até 140 caracteres e são postadasno twitter.2010 Começam as parcerias com artistas, que osutilizam como inspiração para a criação deobras: os quadrinistas Marcelo e MagnoCosta, os artistas plásticos Mozart Fernandese Tiago Spina; Os microrroteiros ganham o formato delambe-lambes em papéis coloridos e vãopara as ruas, colados em postes e,principalmente, pontos de ônibus; O trabalho ganha destaque na coluna deGilberto Dimenstein na CBN e Folha de SãoPaulo, no portal UOL e no jornal Agora SãoPaulo.
  20. 20. histórico2011 As colagens continuam. Além de São Paulo, os microrroteiros também sãocolados nas ruas de Lisboa, Portugal. Parceria com os videastas Thiago Guimarães e William de Carvalho Destaque no site Link Estadão, do jornal Estado de São Paulo2012 As colagens nas ruas se intensificam Destaque nas revistas São Paulo | Folha de São Paulo, Continuum | ItaúCultural, Revista Cult, site de tendências Hapyness e capa do Guia Perdizes. Intervenção na calçada da avenida Paulista, junto ao público, durante 10dias e criação de painel de 150 metros quadrados para a Mostra Sesc deArtes 2012. Exposição Paisagens Escritas do Centro Velho, no Sesc Carmo Participação no documentário Cola de Farinha, de Maicknuclear2013 Exposição Microrroteiros da Cidade, naGaleria Kabul
  21. 21. clippingmicrorroteiros da cidade mais são paulo, CBN “(...)Ela tá hoje postando esses microrroteiros ilustrados nos pontos de ônibus. Então, a pessoa fica esperando, vê aquele microrroteiro, um mais interessante do que o outro (...)E o mais importante é transformar os pontos de ônibus num lugar de aprendizado, de cultura (...)” – Gilberto Dimenstein http://cbn.globoradio.globo.com/col unas/mais-sao- paulo/2010/08/18/ARTISTA-CRIA- ROTEIRO-DE-CINEMA-NO- TWITTER.htm
  22. 22. clippingmicrorroteiros da cidade folha de são paulo “Quando era menina, Laura Guimarães observava, intrigada, pela janela do carro de seu pai, as filas que se formavam nos pontos de ônibus. Por alguma misteriosa razão, ela ficava tentando adivinhar o que aquelas pessoas faziam naqueles lugares.(...) No ano passado, apenas para brincar, resolveu fazer microrroteiros com 140 caracteres. (...) percebeu que essas cenas poderiam ser um ponto de partida para uma criação coletiva e fazer da cidade um imenso roteiro cinematográfico.”– Gilberto Dimenstein
  23. 23. clippingmicrorroteiros da cidade link estadão “É possível contar uma história em 140 caracteres? Laura Guimarães prova que sim. Em seu Twitter, @nopassodroteiro, ela conta cenas da cidade em pequenas pílulas. (...) As histórinhas se misturam ao cotidiano da cidade, e geram novas histórias à medida em que as pessoas interagem com elas...” – Tatiana de Mello Dias http://blogs.estadao .com.br/link/sabado- livre-no-passo-do- roteiro/
  24. 24. clippingmicrorroteiros da cidade uol cinema “A roteirista Laura Guimarães achou uma forma criativa de expor suas histórias: resolveu colar microrroteiros - impressos em papéis coloridos - em pontos de ônibus e postes de ruas movimentadas de São Paulo. Numa segunda etapa do trabalho, Laura fez parcerias com quadrinistas e ilustradores a fim de complementar os textos com imagens.” – Edu Fernandes http://cinema.uol.com.br/ultnot/ 2010/09/04/roteirista-espalha- microrroteiros-pelas-ruas-de-sao- paulo.jhtm
  25. 25. clippingmicrorroteiros da cidade revista são paulo| folha de são paulo “Pensei que fossem poemas, retalhos de poesia, quando vi pela primeira vez os pequenos textos impressos em papel colorido e colados em pontos de ônibus da zona oeste de São Paulo. (...) O primeiro texto surgiu em 2009. Voltando de Campos do Jordão (SP), olhou pela janela do ônibus e viu a cena, que registrou no caderno: "Domingo à tarde, debaixo de muita chuva, um homem colhe flores na beira da estrada". Ainda anotou: "Início, meio ou final?". Concluiu que era uma história completa e assim começavam os microrroteiros. – Rodolfo Lucena
  26. 26. clippingmicrorroteiros da cidade revista continuum | itaú cultural
  27. 27. clippingmicrorroteiros da cidade revista cult
  28. 28. clippingmicrorroteiros da cidade capa do catálogo de literatura da mostra sesc de artes 2012
  29. 29. mini currículo laura guimarães E-mail criacao.laura@gmail.com Blog www.nopassodoroteiro.blogspot.com www.portfoliodalau.blogspot.comFormada em Artes Cênicas pelo TEATRO ESCOLA CÉLIAHELENA, em 1995, e em Cinema pela FAAP, em 2002.Procura relacionar seus trabalhos com o olhar para a relação arte - vida cotidiana.Desenvolve roteiros, pesquisas e conteúdo para sites, revistas e peças de marketing. Além dedireção e assistência de direção de trabalhos audiovisuais.Entre eles, Roteiro e Direção dos curtas-metragens – A Imagem (16mm), Conceito Virtual(video), De Casa em Casa e Notícias do Recife, ambos sobre o Coletivo Rede de ResistênciaSolidária e, 10 de Janeiro de 2006, para o CD Somos, do músico Ortinho. Além do video deapresentação do projeto TIM nas Escolas, no Recife.
  30. 30. Pesquisa em periferias das cidades do Recife e São Paulo e, interior do Ceará, conhecendomanifestações artísticas dos seus moradores e coletivos.Entrevistas de campo e criação de conteúdo para blog do projeto itinerante Amigos do Planeta– Inclusão Digital, da Casas Bahia, em 2009/10.Pesquisa de campo e matérias de capa das revista O Melhor do BRAsi lsobre o estado dePernambuco e do Ceará. Pesquisa e criação de conteúdo para portal UOL e site da GNT.Pesquisa qualitativa com estudantes universitários para MB Foco Estratégico.Criação de Microrroteiros inspirados nas histórias da cidade e parceria com os artistas MarceloCosta, Magno Costa, Mozart Fernandes, Tiago Spina, Willian de Carvalho e Thiago Guimarães.Microrroteiros em lambe-lambes nos pontos de ônibus da cidade de São Paulo, como opção deleitura para quem espera sua condução. Trabalho ganhou destaque na Folha de São Paulo, CBN(coluna de Gilberto Dimenstein), Uol Cinema, Link Estadão, Revista Continuum e Revista Cult.Intervenção nos tapumes do Sesc Paulista para a Mostra Sesc de Artes 2012, ExposiçãoPaisagens Escritas do Centro Velho, no Sesc Carmo, Exposição de Microrroteiros na BaladaLiterária 2012 e Exposição de Microrroteiros na Galeria KabulPeças publicitárias e roteiros Institucionais para empresas como Petrobrás, Gradiente,Microsoft, Varig – Smiles, Fiat, Nivea, entre outras

×