Resumo das atividades das becre

2.072 visualizações

Publicada em

Relatório das atividades realizadas pelas BE/CRE ao longo do ano letivo de 2015/2016

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.072
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.587
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo das atividades das becre

  1. 1. 1 Relatório das atividades 2014/2015 Nesta segunda fase do Modelo de Avaliação das Bibliotecas Escolares (MABE), 2014/17, e depois da aplicação de um Plano de Melhoria para os aspetos menos conseguidos dos diferentes domínios avaliados, na primeira fase, seguiu-se a avaliação do mesmo, neste ano letivo. Foi elaborado o quadro das amostragens para aplicação dos questionários aos alunos, docentes, diretora e encarregados de educação, de acordo com as orientações do modelo. Estas decisões foram apresentadas em Conselho Pedagógico, para que a colaboração dos coordenadores de ano/ciclo tornasse mais eficaz a sua divulgação e a sua aplicação. Os inquéritos foram realizados através de aplicação informática e /ou impressos em suporte papel, e a sua análise (com a dos restantes instrumentos de avaliação), foi tratada pela “Base de Dados do MABE, da responsabilidade da RBE” e pelas Professoras Bibliotecárias, Graciete Monteiro, Emília Fernandes e Conceição Moscoso. Os relatórios finais acompanharão o do PAA do agrupamento, em Conselho Pedagógico, e servirão de base aos Planos de Melhoria e Planos Anuais de Atividades das BE/CRE do Agrupamento, no próximo ano letivo. A forte adesão e disponibilidade dos inquiridos (alunos, docentes e encarregados de educação) permitem concluir que a relação entre a comunidade educativa e a BE/CRE é já de estreita colaboração. Da análise conjunta da avaliação das três BECRE, pode-se concluir que dos pontos fortes, podemos destacar: - O trabalho regular de cooperação entre as Professoras Bibliotecárias (PB), com a diretora, com o Conselho Pedagógico/ coordenadores de departamentos e projetos, com professores, diretores de turma, ensino especial, alunos e organismos exteriores (RBECop Sintra, RBE, CiênciaViva de Aveiro e de Sintra….); - A leitura presencial e de articulação com a sala de aula; - A requisição domiciliária e atividades livres de leitura, realizadas pelos alunos fora do horário letivo; - O trabalho de articulação com o currículo, realizado a partir de obras do PNL e das obras para Educação Literária indicadas nas Metas de Aprendizagem do Português e o contributo para o desenvolvimento das competências de leitura dos alunos; - O número de atividades realizadas de apoio ao currículo e acprojetos; - O projeto de Tutores da BECRE; -A organização e/ou participação em projetos que envolvem a comunidade educativa; -A BE António Sérgio esteve sempre aberta à colaboração com a escola, na Gestão de Conflitos, apoio a LPNM, apoio a alunos/turmas com dificuldades, sem aulas, e nos tempos livres. Podemos concluir que a nossa equipa das Professoras Bibliotecárias e restante da BECRE, colaboradores, tutores e assistente operacional, Dona Virgínia Nunes, continuaram a ter, como principal objetivo, a prestação de um serviço eficaz aos nossos alunos e a toda a comunidade, de acordo com os principais objetivos da BE/CRE, do Projeto Educativo e do Plano Anual de Atividades do Agrupamento. As prioridades foram para o desenvolvimento de projetos em articulação com a comunidade tendo sempre presentes a Leitura, a Literacia da Informação e a Articulação Curricular. Foi nesta perspetiva que apoiámos os alunos e professores no seu dia-a-dia, nas atividades curriculares disciplinares e não disciplinares, dividindo sempre o nosso esforço, por um lado, pelas necessidades coletivas de grupos de alunos em sala de aula, por outro, dando assistência aos projetos individuais e de grupos e às necessidades de ocupação ou pesquisa de todos os que nos procuravam.
  2. 2. 2 Na sequência da formação Aprender com a Biblioteca Escolar, da responsabilidade da RBE, foi apresentado e aprovado em conselho pedagógico, um Projeto de Integração e desenvolvimento das literacias da informação nas aprendizagens que será desenvolvido em diferentes etapas e que tem como objetivo final a elaboração de um projeto de intervenção, assegurado no PAA da escola e da Biblioteca, que envolva a colaboração e formação dos coordenadores, professores de todas as áreas disciplinares e de alunos em competências de informação, com a dinamização de sessões de formação para professores e alunos no âmbito da Literacia da Informação. Foi já adotado um modelo de pesquisa no Agrupamento (BIG 6 e Super3) para facilitar o trabalho de professores e alunos, assim como um guia de arranjo e composição gráfica de um trabalho escrito, um guião de como elaborar um trabalho de pesquisa, e Tutoriais sobre “Como avaliar uma apresentação eletrónica – o Power point”. Decorreram já duas sessões de trabalho e de planificação de ações para a sua implementação na escola/agrupamento, com os coordenadores de departamentos, de projetos, coordenadores de ano/ ciclo, Diretora do agrupamento e Presidente do Conselho Geral. O mesmo será alargado aos Colaboradores e Tutores da BECRE, a Professores e turmas selecionadas e posteriormente será alargado a todos os professores e turmas do agrupamento. Do Plano Anual de Actividades das BE/CRE, ao longo deste ano letivo, foram realizadas a maioria das atividades planificadas e ainda outras que não tinham sido previstas. Realizaram- se visitas guiada à BE para alunos/ pais e Enc. de Educação no início do ano letivo e destacaram-se inúmeras ações, nomeadamente, o enriquecimento do Fundo Documental Livro e a formação de novos “baús de livros” para leitura nas salas de aula, as exposições de trabalhos relativos às obras lidas, o intercâmbio de leituras, projectos diversos à volta da leitura, o encontro com escritores, as Feiras do Livro, incluindo as de Livros Usados, o Dia Mundial do Poeta e Dia Mundial das Bibliotecas Escolares, o Projeto Newton com a turma do 6 º C, e posteriormente alargado a outras turmas, anos e ciclos, a Semana da Leitura, o 8ºSarau de Leitura/ Matinés de Leitura, o Dia Mundial do Livro / Direitos de Autor e a 10ª Maratona da Poesia. O entusiasmo e adesão das turmas e respetivos professores continuam a ser contagiantes e têm contribuído para atividades e “produções orais e escritas” de excelente qualidade, em articulação com o currículo, com impacto no sucesso individual/social dos alunos. Fez-se a manutenção dos Blog e Facebook das BECRE. No terceiro período, a BECRE da escola sede apoiou a aplicação de inquéritos para a avaliação interna (docentes, alunos e AAE) e do MABE. No final do ano letivo, a PB e professor João Lopes dinamizaram pequenas sessões de trabalho para apoio ao estágio de alunos do Vocacional 2, sobre a abordagem e classificação de livros e sua organização nas estantes/prateleiras da BE, de acordo com as principais orientações da CDU. Posteriormente, os alunos fizeram o registo numa base de dados em Excel, criada para o efeito. Um dos projetos mais interessantes continua a ser o da formação de tutores e a dinamização de várias atividades, quer de Leitura – “O Clube de Leitura às quartas”, quer de apoio a um grande grupo de alunos de LPNM e outros com mais dificuldades. Muitos destes tutores desempenham um papel fundamental no apoio a colegas, tendo-se mesmo criado um grupo de amigos, com fortes laços afetivos e de colaboração entre eles e com alunos de diferentes turmas. O grupo de tutores é de vinte e oito alunos, do quinto ao nono ano, e colaboram com a Professora Bibliotecária, nos principais eventos públicos da BECRE. No dia 20 de outubro, “Dia do Poeta”, dinamizaram-se atividades à volta da poesia. Algumas turmas fizeram pesquisas sobre biografias de poetas e de poemas. Produziram-se ainda poemas originais. Todos estes materiais foram expostos na Biblioteca, com visitas e partilhas declamadas de poemas.
  3. 3. 3 Realizaram-se duas Feiras do Livro Usado (outubro/março), com um grande sucesso. Professores e alunos puderam colocar na feira livros para partilha ou compra simbólica. Cada exemplar oferecido podia ser trocado por outro existente. A adesão e o entusiasmo foram enormes. Houve oferta de exemplares muito variados e inesperados, quer pela “antiguidade” quer pela temática. Em Novembro, a Professora Bibliotecária, Graciete Monteiro, foi convidada a participar e a partilhar o projeto “Ler e Partilhar afetos”, no Seminário do Projeto a LER+, na Torre do Tombo, com a divulgação de algumas atividades de leitura que envolvem o agrupamento. No dia 27 de outubro, dia das Bibliotecas Escolares, fizeram-se leituras, declamaram- se poemas, divulgaram-se trabalhos. Algumas turmas realizaram trabalhos sobre a importância da BE/CRE nas aprendizagens e hábitos de leitura dos alunos e expuseram-nos nos placards da Biblioteca. Nessa semana receberam-se ainda algumas turmas de quinto ano para conhecerem e se motivarem para a utilização correta e eficaz deste espaço e dos seus recursos. Foi dinamizado o concurso de “A melhor frase sobre a Biblioteca”. Participaram oitenta e cinco alunos e foram premiadas várias frases de alunos de diferentes anos. Ainda durante o mês de outubro, a BECRE divulgou e apoiou as candidaturas ao concurso “Dá voz à letra”, promovido pela Calouste Gulbenkian. As professoras Hélia Reis e Graciete Monteiro apoiaram nas fases de seleção, ensaio e gravação em vídeo dos textos de oito candidatos do 8ºC, 9ºA, 9ºC e 9ºD. As candidaturas foram apresentadas até dia 29 de Outubro de 2014. No dia 18 de novembro foram anunciados os 20 semifinalistas nacionais e, num universo de trezentos e oitenta candidatos, passaram à semifinal dois alunos nossos, tutores da BECRE: Duarte Coelho do 8ºC e Duarte Ramalhete do 9.º C. No dia 29 de Novembro de 2014, na Fundação Calouste Gulbenkian, teve lugar o encontro, com provas de seleção, para apuramento dos 10 finalistas, entre eles, o aluno Duarte Coelho, do 8ºC. No dia 7 de fevereiro, o aluno participou no espetáculo final deste concurso, na Fundação Calouste Gulbenkian tendo dignificado o nosso agrupamento com a sua presença e atuação. No dia 22 de novembro, realizou-se a cerimónia de entrega de diplomas aos alunos que foram destacados no quadro de valor e de excelência, no ano 2013/14. A apresentação deste espetáculo esteve a cargo de tutores do CRE, nomeadamente, Madalena Costa e Francisco Lima, do 6ºC; Irina Costa, Duarte Coelho, Sandyla e Leonardo, do 8ºC e o Duarte Ramalhete, do 9ºC. Foram apresentadas algumas canções, da responsabilidade das professoras de Educação Musical, e alguns poemas vencedores da 9ª Maratona da Poesia. Foi com emoção que recebemos alunos que foram tutores da BECRE e que já se encontram noutras escolas. Receberam-se escritores e contadores de histórias: A 12 de dezembro, tivemos o prazer de receber a escritora Alice Vieira. As turmas do 5ºA, 6ºB, 6ºJ, 7ºA, 8ºB e Tutores do CRE prepararam trabalhos e apresentações para o acontecimento. Foi uma manhã bem passada e ficámos a conhecer mais de perto uma das autoras portuguesas com mais obras divulgadas e lidas pelo público juvenil. Tivemos a presença do contador de histórias Adriano Reis e do seu acompanhante à guitarra, Lino Badio no dia 12 de março, no Auditório da nossa escola. Realizaram-se duas sessões de apresentação de histórias sobre Cabo Verde associadas ao Mês do Conto Lusófono, da Junta de Freguesia de Agualva e Mira Sintra. Os alunos das turmas 5ºA, 5ºD, 5ºF,5ºI, 6ºC, 6ºD, 6ºE, 6ºH e os do Vocacional II, assim como os professores acompanhantes, assistiram com muito entusiasmo e alegria às sessões apresentadas. Foi uma manhã cheia de dinamismo e de aprendizagens à volta de Cabo Verde. Iniciámos o terceiro período com a receção à escritora Maria Teresa Gonzalez, que foi recebida pelas turmas do 6ºC, 8ºA, 8ºC, 9ºA e por um grupo de Tutores da BECRE. Todos prepararam trabalhos e apresentações para o acontecimento. Foi uma manhã muito enriquecedora com uma avaliação muito positiva de todos os intervenientes. A escritora Maria
  4. 4. 4 Teresa Gonzalez encantou e elogiou também o encontro e o trabalho desenvolvido. https://www.youtube.com/watch?t=12&v=jUcwdbKmc9U A BE/CRE apoiou ainda o projeto de Orçamento Participativo promovido pela Junta de Freguesia de Agualva- Mira Sintra (com a seleção de cinco dos trabalhos apresentados) e o concurso Um conto de contas que envolveu as áreas de Português, Matemática, Expressões e Educação Física. Participaram doze alunos de 6ºC, dois de 8ºA e um de 9ºC. Os alunos João Simas e Daniel Santos, do 6ºC tiveram uma Menção Honrosa. Realizaram-se várias exposições de trabalhos: São Martinho, Dia Mundial do Poeta, Natal, Dia da Não Violência, Semana da Leitura, Semana da Ciência, Primeira Guerra Mundial, projeto “Lenços dos Namorados”, projetos de leitura e de escrita, ”Os animais”, exposição de trabalhos de inglês (3ºciclo) e outras, em interligação com os diferentes departamentos (Português, Ciências Humanas e Sociais, Ciências Naturais e Experimentais….) e com o apoio das Professoras Manuela Rebelo e Fátima Stoker. A BE/CRE promoveu e dinamizou a Campanha de Solidariedade de Natal da escola, com angariação e distribuição de alimentos e de roupa. Associaram-se também a esta iniciativa, os tutores que ajudaram na organização e distribuição. Consolidaram-se projetos já assumidos anualmente pelas BECRE e agrupamento, nomeadamente a planificação e dinamização da Semana da Leitura (9 a 13 de Março), do 8º Sarau de Leitura – 18 de Março de 2014 e da 10ª Maratona da Poesia (maio e junho de 2015), com um grande sucesso, quer quanto à qualidade, quer quanto à colaboração dos professores de português e de alunos. O Agrupamento de Escolas António Sérgio, de acordo com o seu Plano Anual de Atividades e do PAA das BE/CRE, celebrou a Semana da Leitura, de 9 a 13 de março. O tema aglutinador foi ”Palavras do Mundo” que foi objeto de estudo e de pesquisa, particularmente em Português, mas também proporcionou trabalhos multidisciplinares, envolvendo diferentes áreas disciplinares em todas as escolas do agrupamento, desde o pré-escolar ao terceiro ciclo. Muitas foram as atividades realizadas, tendo com principal lema “Ler e partilhar afetos”. Todas as turmas partilharam leituras e atividades a elas associadas, organizaram-se exposições, feiras de livro, encontro com escritores e contadores de histórias. Os Tutores da BE/CRE partilharam os seus trabalhos e dinamizaram-se momentos de discussão e debate sobre os assuntos tratados. Muitos tutores apresentaram as suas leituras no 8º Sarau de Leitura e doze tutores foram selecionados para apresentaram as duas sessões do 8º Sarau de Leitura da Escola EB 2,3 António Sérgio. O 8º Sarau de Leitura/ Matinés de Leitura, previstos para o dia 13 de março foram alterados para o dia 18 de março, na maioria das escolas, devido à greve registada na função pública. Nesse dia, realizaram-se duas sessões de leitura: das 15 horas às 17h 30m e das 18h às 22h00m, na Escola EB 2,3 António Sérgio. Este acontecimento decorreu em todas as escolas do agrupamento com um grande envolvimento e participação de toda a comunidade educativa. É com orgulho que motivamos e envolvemos, novos pais, familiares e amigos, todos os anos. De referir que os alunos de terceiro ciclo têm vindo a aderir cada vez mais. Tivemos, mais uma vez, uma grande adesão de encarregados de educação/familiares. VIVEMOS, mais uma vez, a nossa FESTA DA LEITURA. Na Escola EB 2,3 António Sérgio, cento e noventa alunos e cerca de cento e vinte convidados (pais, familiares, amigos) partilharam leituras das mais variadas tipologias e das formas mais diversificadas. Os professores de Português e os professores titulares de turma/educadores, continuam a ser os grandes “motores” deste evento. Foram muitos os que colaboraram nas diferentes etapas da seleção e apresentação das leituras, contribuindo para a grande qualidade deste Sarau, que mais uma vez uniu a comunidade educativa, estreitou laços de amizade e favoreceu o convívio de alunos, pais, amigos, funcionários e convidados. É ainda de
  5. 5. 5 salientar a crescente adesão de pais/ encarregados de educação, não só com textos selecionados, como com originais, produzidos em parceria com os seus educandos, neste caso, associados ao tema “Palavras do Mundo”. O Sarau contou ainda, como é hábito, com a colaboração preciosa das professoras de E. Musical. O trabalho, empenho e dedicação da equipa da BE/CRE (destacando o professor João Lopes, Tutores e Dona Virgínia Nunes) foram exemplares e permitiram o grande sucesso desta atividade. A 10ª Maratona da Poesia foi, mais uma vez, um dos principais acontecimentos deste ano letivo. Este evento, da responsabilidade das BE/CRE do Agrupamento, consegue agregar esforços de toda a comunidade escolar, tendo como protagonistas, os nossos alunos. Todas as escolas, ciclos e anos do Agrupamento de Escolas António Sérgio participam nesta atividade, com a estreita colaboração dos professores de português e dos professores titulares de turma. Trata-se de um concurso, em três fases, que permite aos alunos aprofundar conhecimentos sobre o texto poético, motivá-los para a leitura de diferentes poetas, nacionais e internacionais, exercitar a imaginação, escrever poesia e desenvolver a comunicação/ expressão oral e escrita. Os alunos foram selecionados pelos professores, em sala de aula (1ª fase) e, nos dias 28 e 29 de maio apresentaram-se, no Auditório José Mateus, ou nas BECRE de Agualva2 e de Colaride, perante um júri de quatro professores e dois alunos tutores (2ª fase), de acordo com os critérios do concurso. Houve 150 participações (poemas de diferentes modalidades) que envolveram 530 alunos, tendo sido premiadas 61 das participações com 193 alunos. Os alunos premiados participaram no SintraViva a 3 de junho e na Festa Final de Poesia (3ª fase), integrada no Dia da Comunidade, a 13 de junho. Nesse mesmo dia, realizou-se a cerimónia de entrega de prémios, a todos os alunos e grupos selecionados.
  6. 6. 6 O êxito desta atividade foi possível, não só pela grande envolvência de professores de português, titulares de turma/educadores e de alunos, como pelo grande apoio da direção, dos tutores da BE/CRE, da equipa de colaboradores e do bom trabalho de organização e de colaboração das Professoras Bibliotecárias Graciete Monteiro, Conceição Moscoso, Emília Fernandes, do Professor João Lopes e da Dona Virgínia Nunes, Assistente Operacional da BE/CRE. O Projeto Newton gostava de ler, com o apoio simultâneo da RBE e de verba do agrupamento, permitiu a aquisição de cinco maletas pedagógicas, com quatro obras de literatura, DVD e Kits de apoio a diversas atividades experimentais de várias áreas das ciências naturais e experimentais. Este projeto, em articulação com a RBE e os Centros de Ciência Viva de Aveiro e Sintra, foi desenvolvido na escola sede, em cinco sessões com a turma do 6ºC. A formação de cada um dos módulos foi realizada no Centro de Ciência Viva de Sintra, onde estiveram sempre presentes as três professoras bibliotecárias, a coordenadora do departamento de Ciências Naturais e Físico-química (ou outros elementos do departamento, consoante a área desenvolvida). Foram realizadas vinte e oito réplicas do projeto, das diferentes sessões, em turmas/escolas do 1º ciclo e em turmas da escola sede, do 5º ao 8º ano de escolaridade, também, no Dia da Comunidade. Este projeto foi dinamizado pela Professora Bibliotecária da escola sede, professora Graciete Monteiro, com a colaboração das Professoras Bibliotecárias, Conceição Moscoso e Emília Fernandes, e da equipa da BE/CRE, o Professor João Lopes, a Dona Virgínia Nunes. Contou ainda com a colaboração das professoras Salomé Almeida, Leopoldina Fernandes, Marisa Bernardo, que articularam as atividades com o seu departamento, de forma eficaz. Houve 509 alunos e 41 Docentes envolvidos distribuídos pelas disciplinas de Português (2º e 3ºs ciclos), Matemática (2º e 3ºs ciclos), Ciências (2º e 3ºs ciclos), Físico-química, Fotografia (vocacional) e 1º ciclo. Continuamos a desenvolver o Projeto LER+, com as orientações do PNL e da Educação Literária. No início do ano, adquiriram-se alguns títulos em baús com cerca de catorze exemplares cada, com o apoio de uma verba do PNL. Um dos nossos principais objetivos continua a ser a motivação para a leitura: autónoma / ao domicílio/ sala de aula. As estatísticas são muito positivas: Ao longo do ano letivo, foram requisitados 3042 livros para casa, por alunos, professores e funcionários, tendo- se mantido o ritmo da leitura, mesmo com menos alunos de 2º ciclo. Gráfico 1 – Requisição domiciliária/alunos por ano e turma O ano com mais requisições é o 6º ano, seguido do 5, 8º e 7º.
  7. 7. 7 Relativamente à leitura na escola, os dados também são muito positivos como podemos observar no quadro seguinte. Tal como podemos observar nos gráficos apresentados, de acordo com o tipo de utilização registada, ao longo deste ano, o número total de utilizações da BECRE por alunos, foi de 10.310 vezes. Os anos que mais utilizaram a BECRE foram, por ordem decrescente, o 6º, 5º, 8º, 7º, VOC/CEF e 9º ano. Os tipos de utilização que envolveram mais utilizadores foram : o uso de computador, os T.P.C., a leitura presencial, a pesquisa, o trabalho de grupo, o estudo e os jogos. Emprestados para o domicílio Alunos 2377 Professores 111 Outros 54 Total 3042 Leitura presencial Leitura presencial 1733 Outros 120 Total 1853 Documentos para as salas de aula Educação Literária/PNL 7028 Empréstimo de livros 89 Gramáticas 718 Dicionários 136 Mapas 58 CD 22 Interbibliotecas 17 Outros 25 Total 8093 Gráfico 2- Utilização anual da BECRE por período e ano de escolaridade Gráfico 3- Utilização anual da BECRE
  8. 8. 8 Das BECRE de Colaride e de Agualva 2, para além das atividades gerais planificadas, organizadas e dinamizadas por yodas as BECRE, destacam-se: BECRE de Colaride -Hora do conto – todos os meses, com atividades e temas diferentes, de acordo com as efemérides e/ ou temas do PAA da Escola. Algumas destas atividades também foram realizadas na escola EB Agualva 3, de acordo com as inscrições dos professores. - Dramatização de um conto de Natal – com alunos do 4ºano. - Projecto “Newton gostava de ler!” – fizeram-se 6 sessões na escola EB Agualva 3, que incluíram turmas do 1º ao 4º ano. -SOBE – projeto realizado com a turma do 3ºA de Colaride, em cooperação com o Centro de Saúde do Olival. -“Dia da não-violência escolar”, a partir da fábula “A pomba e a Formiga” - Concurso “O Melhor Poema de Amor”. - “Dia da Internet Segura” a partir do livro “A namorada japonesa do meu avô”. -Feira/Troca do Livro Usado (em duas épocas diferentes). -“Encontro de Leitores: Os Pais lêem para os Filhos na BE” no Dia Mundial das Bibliotecas Escolares. -Semana da Leitura que incluiu: troca de leituras entre turmas na sala de aula, Matiné de Leitura com a participação de pais e Enc. de Educação desde o JI ao 4º ano. (40 participações) -O Agrupamento pára para ler-Palavras do Mundo – Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, em parceria com as escolas do agrupamento - Concurso “Um Livro, Um Amigo” com a atribuição de diplomas de mérito e prémios ao aluno e à turma que maior número de livros requisitou ao longo do ano. -“Dia da Criança” – com a apresentação do conto “A Menina Invisível”. - Atualização do banco de recursos adaptados às várias obras trabalhadas pelas turmas. - Exposições variadas. - Manutenção do Blog da BE e tratamento do Fundo Documental. - Requisição domiciliária pelos alunos e pelos pais (embora com fraca adesão por parte destes últimos). - Receção da escritora Rosário Alçada Araújo - Participação no Sintra Viva -10ª Maratona da Poesia – em parceria com as escolas do agrupamento. -Desenvolveu o trabalho de articulação com o currículo, realizado a partir de obras do PNL e das obras para Educação Literária indicadas nas Metas de Aprendizagem do Português. -A BE organizou com os docentes um horário de utilização, deslocando-se a turma, semanalmente, com ou sem o seu docente para as actividades promovidas pela BE e para a requisição domiciliária. Mas, muitos alunos também fizeram as requisições domiciliárias nos intervalos de aulas. As turmas do JI cumpriram este horário com muita regularidade (com metade da turma de cada vez e sem a educadora) e, todas as semanas, além da requisição domiciliária, ouviam uma história diferente. A BE desenvolveu algumas ações e atividades no âmbito da formação para a cidadania, apoiou, pontualmente, a pesquisa e o tratamento da informação, embora alunos e professores quase não tenham usado os recursos informáticos da BE, uma vez que só houve tardiamente os recursos minimamente necessários para o efeito (mais quatro computadores).
  9. 9. 9 Requisição Domiciliária BECRE Agualva 2 Foi feita a rotatividade das obras do PNL e da Educação Literária pelas escolas do Agrupamento, tendo sido emprestados 12 títulos. Foi realizada com grande sucesso a Semana da Leitura/ Matiné da Leitura nas escolas abrangidas pela BE. Houve parceria com o Centro de Saúde de Olival Cacém no projeto SOBE; Centro de Ciência Viva de Aveiro e de Sintra com o projeto Newton gostava de ler; Projetos com as BE/CRE das Escolas do Agrupamento: Semana da Leitura/Matiné da Leitura tendo 95 participações, Maratona da poesia; Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor- Ler “Palavras do Mundo”; Receção dos escritores (Rita Fortes, Rosário Alçada Araújo e o contador de histórias Rodolfo de Castro) o que envolveu todas as turmas da escola EB Agualva 2. Foi realizada a feira dos “Livros Usados” que teve alguma adesão uma vez que alguns livros, doados à biblioteca, não estavam nas condições mais desejadas. A Matiné da Leitura realizada nas escolas abrangidas pela BE, que se enquadra no Plano Anual de Atividades, de acordo com o projeto LER +, do Plano Nacional de Leitura e da R.B.E. teve uma adesão de 50% superior à do ano passado. As leituras foram bem preparadas, como era desejado, e não fugiram muito aos temas propostos. Foi assegurada a difusão da informação relevante através da página do Facebook e do Blogue. Turmas Nº de requisições Sala verde 105 Sala amarela 173 Sala azul 130 1ºA 336 2ºA 213 3ºA 641 4ºA 400 4ºB 246 Total 2244
  10. 10. 10 Estatística - Requisição Domiciliária – 2014-15 Iniciamos o nosso ano escolar no dia 15 de setembro e tendo como ponto de partida a história, “Ler é divertido”, nesse mesmo dia, a Biblioteca esteve aberta aos Encarregados de Educação para conhecerem o espaço e os alunos ouviram a história e as regras da biblioteca. Para a atividade de 16 de outubro, “Dia mundial da alimentação” No dia 20 de outubro, “ Dia da poesia” Para o dia 27 de outubro “Dia Internacional da Biblioteca Escolar” - Feira do livro usado. O S. Martinho- história de António Torrado, “A última castanha” e construção de fantoches. No dia 30 de Janeiro – “Dia da não violência escolar”, os alunos desenharam e escreveram o que sentiam e podiam melhorar para que todos fossem amigos. Os alunos da turma do 4º C fizeram a atividade Newton gostava de ler -A arte de calcular- com a história “O homem que sabia contar”. Dia da Internet Segura - Aproveitando a história "A Namorada Japonesa do Meu Avô" de José Fanha, falamos sobre a internet segura e também sobre o dia dos namorados. Realizou-se o concurso “ A melhor poesia de amor”. Semana da Leitura/ Matiné de Leitura O contador de histórias Rodolfo de Castro. A escritora Ana Rita Fortes, com o seu livro “Onde vais Safira?”. A escritora Rosário Alçada Araújo. As Professoras Bibliotecárias: Graciete Monteiro, Emília Fernandes e Conceição Moscoso Turmas Nº de requisições Sala 1 5 Sala 2 10 Sala 3 7 Sala 4 5 1ºA 242 1ºB 118 1ºC 0 2ºA 124 2ºB 0 2ºC 106 3ºA 203 3ºB 155 3ºC 140 4ºA 30 4ºB 71 4ºC 58 Total 1274

×