Trabalhos de Ciências Naturais

1.358 visualizações

Publicada em

Trabalhos realizados no âmbito da disciplina de Ciências Naturais de 8.º ano

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.358
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
376
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalhos de Ciências Naturais

  1. 1. T r a b a l h o r e a l i z a d o p o r :∞ C a t a r i n a B r a g a n ç a n º 3∞ P a u l a L i g o w a n º 1 4∞ S é r g i o M e n d e s n º 1 8D i s c i p l i n a : Ciências NaturaisA n o / T u r m a : 8º DA n o l e t i v o : 2012 / 2013
  2. 2. Índice∞ Introdução∞ Água∞ Recursos hídricos∞ Utilização dos recursos hídricos∞ Tipos de águas∞ ETA e ETAR∞ Dicas para economizar água∞ Vídeos∞ Conclusão∞ Bibliografia
  3. 3. IntroduçãoO nosso grupo realizou este trabalho por proposta daProfessora da disciplina de Ciências Naturais.O objetivo da realização deste trabalho é que,tanto nós como vocês, aprendamos mais sobreos temas relacionados com a Água a tratarao longo do PowerPoint.
  4. 4. ÁguaA água é um bem essencial indispensável à vida,pois como todos sabemos, sem ela não existiamos.Representa-se pela formula química H2O.A água é um recurso natural renovável,uma vez que existe o importante ciclo da água,que faz com que esta não se esgote.Existe água em três estados :• Líquido• Sólido• Gasoso
  5. 5. Recursos HídricosA água existe na Terra nos três estados físicos eencontra-se distribuida pelos oceanos, solo, rios e lagos,glaciares e neves perpétuas, e na atmosfera.Da água existente, apenas uma pequena parteestá disponivel para o Homem, designada porrecursos hídricos.Os recursos hídricos são a água disponível parauso doméstico, industrial e agropecuário.
  6. 6. Recursos HídricosNo nosso planeta, existem locais com abundância e outros com escassez de água,contribuindo para tal, fatores como:• as diferenças climáticas, que dependem dacirculação da atmosfera e do relevo, e que influenciama precipitação.• as atividades humanas - com a desflorestação degrandes áreas, porque a diminuição do número de plantas conduz à redução datranspiração e provoca a diminuição da precipitação.ALERTA: cerca de dois milhões de pessoas vivem com água potável em quantidadeinsuficiente, e alguns especialistas estimam que este valor poderá duplicar nos próximosvinte cinco anos.
  7. 7. Utilização dos recursos hídricosOs recursos hídricos são utilizados em vários casos como :Utilização dos recursos hídricosAtividades ConsequênciasAgrícola •Consumo elevado•Desperdício e ineficáciaDoméstica •Desperdício no abastecimento•Desperdício na utilizaçãoIndustrial •Consumo elevado
  8. 8. BarragemAs águas superficiais são armazenadas naturalmente nos rios, oceanos e lagos. O Homemretêm a agua dos rios, armazenando-a em barragens para posterior consumo.
  9. 9. PoçosAs águas que se infiltram podem ficar armazenadas nos aquíferos.Estas águas que se encontram no subsolo são extraídas através de furos e poços.
  10. 10. EsgotosUtilizamos a água como local de descarga e vários resíduos de origem doméstica ouindustrial, para que assim se diluam, ou sejam, transportados para longe da sua origem.
  11. 11. Agricultura e PecuáriaNa agricultura e na pecuária, a água é utilizada abundantemente quer na rega quer namanutenção do gado.
  12. 12. IndústriaNa indústria, a água serve de solvente para o fabrico de diversos produtos e é usada paraa lavagem e refrigeração de equipamentos e de instalações.
  13. 13. Tipos de águasExistem diversos tipos de águas consoante a sua proveniência, composição química eutilização.Alguns desses tipos são:• Água de nascente – água com baixa mineralização, resultante do curto tempo decirculação no subsolo.• Água mineral – água com elevado grau de mineralização dado permanecermuito tempo no subsolo.• Água minero-medicional – água mineral com propriedades medicinais.• Água termal – água mineral que emerge a uma tempratura que pode variarentre os 35ºC e os 45ºC.
  14. 14. ETA e ETAR
  15. 15. ETA e ETARRaramente a água que é captada nos furos e nas barragens pode ser canalizadapara o consumo doméstico sem receber algum tipo de tratamento prévio.Por esse motivo, a água extraída dos furos e barragens passa numa estação detratamento de águas – ETA.Depois de utilizada em casa, a água dirige-se para uma nova estação de tratamento queremove maior parte dos resíduos lá contidos, chamada estação de tratamento de águasresiduais – ETAR.Os processos que ocorrem são:• Decantação e filtração.• Desinfeção, utilizando o cloro e outros produtos químicos.• Eliminação de compostos poluentes.• Adição de substâncias benéficas, como o flúor.
  16. 16. Dicas para economizar águaAprender a economizar água é muito importante, pois gastá-la execivamente é umerro muito grave que a cada dia se torna mais habitual.Por este motivo, existem dicas que devemos utilizar para diminuir o consumo de águaem demasia. São apenas pequenas atitudes que mudam o nosso dia-a-dia.Algumas dessas dicas são : Banho rápido: se demorarmos no banho, gastamos entre 95 e 180 litros de águalimpa. Banhos rápidos ( no máximo 15 minutos) economizam água e energia. Fechar a torneira : se a torneira ficar aberta enquanto escovamos os dentes,lavamos as mãos, tomamos banho e os homens fazem a barba, gastamos até 25litros de água. Então, o melhor é primeiro escovar/lavar e depois abrir a torneira. Lavar a louça : ao lavar a louça, não devemos deixar a torneira aberta o tempotodo, ou seja, primeiro passamos a esponja e ensaboamos e depois enxaguamostudo de uma só vez.
  17. 17. Dicas para economizar água Jardim : ao regar plantas gastamos muita água limpa; para economizar, podemosguardar a água da chuva e reguar sempre de manhã cedo, evitando que a águaevapore com o calor do dia. Aquário : quando limparmos o aquário, aproveitamos a água para regar asplantas; esta água está enriquecida com nitrogênio e fósforo, o que faz muito bempara as plantas. Resíduos : não devemos deitar resíduos, como óleo, pelos canos; outras substânciasdificultam o tratamento de água. Pressão política : não adianta só economizar, é preciso lutar por políticas quecuidem dos rios e lagos e garantam água potável para todos.Existem muitas outras dicas que cada vez se torna mais importante divulgar.
  18. 18. VídeosAgora vamos visualizar um vídeo sobre a água., nos seus trêsestados físicos.
  19. 19. ConclusãoConcluímos agora que a água é um bem essencial e imprescindível para a vida,pois sem ela não vivíamos.Como é um fator muito importante para a nossa vidadevemos saber aproveitá-lo de forma “equilibrada”,ou seja, devemos gerir a sua utilização para que a águanão passe de recurso renovável inesgotável a recurso esgotável.Cuidem do AMBIENTE!Não se esqueçam… FIQUEM ALERTA  !
  20. 20. BibliografiaEste trabalho foi realizado com informação das seguintes fontes:∞ Livro de Ciências Naturais “Planeta Terra – Sustentabilidade na Terra 8ºano” deAna Cristina Barros e Fernando Delgado, Santillana Constancia∞ Youtube – vídeos sobre a água∞ Google imagens
  21. 21. Trabalho realizado por: Ana Cristina nº1 Dora Azevedo nº5 Tânia Luz nº19
  22. 22. ÍNDICE Introdução O que é a Energia? Energias renováveis e não-renováveis Como poupar energia? Vídeo sobre o tema Conclusão.
  23. 23. INTRODUÇÃOCom a realização deste trabalho, cujo tema é Luz e aEnergia, pretendemos passar mais informação sobre esteassunto. Iremos tratar o que é a luz e a energia, como podemospoupar cada uma delas e tipos de energia, etc.
  24. 24. O QUE É A ENERGIA?A energia é tudo que produz ou pode produzir ação, podendopor isso tomar as mais variadas formas: energia mecânica,calorífica, gravítica, eléctrica, química, magnética, radiante,nuclear, etc. Tudo é energia!
  25. 25. ENERGIAS RENOVÁVEIS E NÃO-RENOVÁVEISHá dois tipos de energias:EnergiaRenovável (energiainesgotável que éreposta naturalmentenum prazo relativamentecurto)Ex: energia solare eólicaNão-renovável(energia que não podeser formada num curtoperíodo de tempo)Ex: gás natural ecombustíveisfósseis
  26. 26. COMO POUPAR ENERGIA?Poupar energia significa diminuir a quantidade de energia utilizadaquando realizamos qualquer ato do nosso dia-a-dia. Gastar menosenergia tem várias vantagens - poupa-se dinheiro e ajuda-se oAmbiente.Existem vários princípios que permitem diminuir o consumo deenergia e, como consequência, diminuir os custos do funcionamentotais como:- Evitar ter as luzes ou os equipamentos ligados, quando não fornecessário;
  27. 27. COMO POUPAR ENERGIA?- Procurar utilizar os transportes públicos nos trajectos diários.Para distâncias curtas optar por deslocar-se a pé;- Procurar tapar as frinchas das portas e janelas, e isolarparedes, tetos e pavimento da casa. Ao fazê-lo, economiza-seenergia e a reduz-se o gasto em sistemas de climatização;
  28. 28. COMO POUPAR ENERGIA?- Substituir as lâmpadasincandescentes por lâmpadaseconomizadoras. Dão a mesma luz,mas poupam 80% da energiaeléctrica utilizada e duram 8 vezesmais;- Desligar os equipamentos nobotão, em vez de desligar nocomando. Os aparelhos emmodo stand-by, continuam a gastarenergia.
  29. 29. VÍDEO SOBRE O TEMAAgora iremos visualizar um vídeo sobre o tema queabordamos.Vamos poupar energia!
  30. 30. Sensibilização para a recolha deóleos alimentares usadosAno Letivo: 2012/2013Disciplina: Ciências NaturaisAno: 8ºTurma: DTrabalho realizado por: Olga Silva nº11
  31. 31. Sabias que…… Um litro de óleo deitado na rede de esgoto irádegradar um milhão de litros de água, ou seja, oequivalente ao consumo de uma pessoa por 14anos.
  32. 32. Reciclar é transformar matérias usadas e que jánão se aproveitam em matéria que possa serutilizada para o mesmo fim. No caso dos óleosalimentares e gorduras isso não acontece pois asmatérias usadas são utilizadas para diferentesfins, como o sabão, detergentes, entre outros…O que é reciclar?
  33. 33. O que é que nós, portugueses fazemosao óleo de fritura?• 7%- Depositam no oleão ou entregam numaescola• 17%- Não fazem fritos• 35%- Deitam no ralo do lava-loiça• 41%- Colocam numa garrafa que deitam no lixo
  34. 34. Todas as gorduras podem ser recicladas?Sim, todas as gorduras podem ser recicladas. São consideradasgorduras: óleo, azeite, margarina e manteiga.Porque é que as gorduras devem ser recicladas?Ao ser despejado diretamente nas tubagens , além de poder criarentupimento, pode causar posteriormente problemas graves notratamento de águas nas ETAR’s1.1 ETAR’s – estações de tratamento de águas residuais.
  35. 35. O que devemos fazer ao óleo depoisde usado?Não despejar diretamente o óleo quente no oleão;Não encher demasiado os óleões;Manusear os óleões cuidadosamente para nãopoluir o espaço circundante;Utilizar os óleões exclusivamente para o óleoalimentar usado.
  36. 36. Qual o processo de reciclagem do óleousado?O óleo é tratado deforma a retirar asespumas e a humidade econtrolar algunsparâmetros químicos, demodo a obter ascondições necessáriaspara a sua reciclagem.Todo o tratamento érealizado com a ajuda deequipamentosmecânicos.
  37. 37. Quais são as consequências de nãoreciclarmos os óleos usados?• Poluição de água e de solos;• Problemas de funcionamento nas ETAR’s;• Entupimento das canalizações, entre outros.
  38. 38. Em que recipientes se deve depositar o óleo usado paradepois ser reciclado?Deve ser colocado em garrafas ou garrafões de plástico comtampa de rosca bem fechada e colocados dentro do oleão.Qual o destino final do óleo usado?Depois de reciclado o óleo é utilizado em indústrias químicas(sabão, detergentes , lubrificantes, tintas, graxas ebiocombustíveis (biodisel).
  39. 39. ConclusãoAo reciclarmos os óleos alimentares usadosestamos a fazer muito mais do quesimplesmente evitar que estes resíduos sejamdespejados a céu aberto. Estes pequenos passosque incentivamos, são os primeiros passos rumoa um desenvolvimento sustentável.Poupa oAMBIENTE
  40. 40. Trabalho realizado por:• Jéssica Martins nº7;• Márcia Dantas nº9;• Marco Silva nº10.Turma: 8ºDAno Letivo: 2012/2013Disciplina: Ciências Naturais
  41. 41. • Para que servem as pilhas• Quais as suas consequências• O que fazem para as reaproveitar• Os diferentes tipos de pilhas• Pilha de lítio• Pilha de botão com óxido de prata• Pilha alcalina• Pilha seca ou salina• Pilha de botão zinco-ar• Conclusão.42
  42. 42. O nosso grupo realizou este trabalho para a disciplina deCiências Naturais relacionado com o tema: As pilhas.Ao longo do trabalho iremos explicar para que servem, algumasdas suas consequências se não as reciclarmos, tipo de pilhas, etc.43
  43. 43. As pilhas servem para fornecer energia a qualquer objeto quenecessite dela, como por exemplo:• Rádios;• Comandos de TV;• Leitores de CD antigos;• Gravadores;• Relógios;44
  44. 44. Objetos como as pilhas são extremamente agressivos à saúde doHomem, já que são compostos de produtos químicos de alto nível tóxico.Depois de usados, se forem colocados no lixo comum, podem causargrandes danos.Estas podem afetar o sistema nervoso central, o fígado, os rins e ospulmões. O cádmio pode provocar cancro assim como o chumbo podeprovocar anemia, debilidade e paralisia parcial e o mercúrio algumasmutações genéticas.45
  45. 45. Apesar das pilhas causarem doenças ao Homem se não foremdevidamente recicladas, elas causam também um grave problemaambiental, contaminando o solo e a água.46
  46. 46. Algumas instituições para reaproveitá-las, desencapam-nas elevam-nas para fornos industrias em alta temperatura. Depois osmateriais que são libertados servem de matéria-prima na produçãode vidros, tintas, cerâmicas, etc.47
  47. 47. Vamos falar sobre diferentes tipos de pilhas:• Pilha de lítio;• Pilha de botão com óxido de prata;• Pilha alcalina;• Pilha seca ou salina;• Pilha de botão zinco-ar;48
  48. 48. A pilha de lítio é usada em câmaras fotográficas, equipamentoinformático, calculadoras, controlos remotos, equipamentos deimagem, etc.49
  49. 49. A pilha de botão com óxido de prata é usada em relógios.50
  50. 50. A pilha alcalina é usada em equipamentos portáteis de som,jogos, câmaras fotográficas, etc.51
  51. 51. A pilha seca ou salina é usada em brinquedos, alarmes,flashes, relógios, lanternas, etc.52
  52. 52. A pilha de botão zinco-ar é usada em aparelhos auditivos.53
  53. 53. Com a realização deste trabalho aprendemos quais são asconsequências da não reciclagem das pilhas.54Sejam amigos do AMBIENTE!
  54. 54. RECICLAGEM DE ROLHAS DE CORTIÇATrabalho realizado por:Bárbara Santos nº2Diana Tigre nº4Ricardo Borges nº15
  55. 55. O SOBREIRO…
  56. 56. DESCORTIÇAMENTO…
  57. 57. O QUE É A CORTIÇA?
  58. 58. O PORQUÊ DE RECICLAR ROLHAS DE CORTIÇA?A rolha de cortiça faz parte daembalagem do vinho e tal comonoutras embalagens em que astampas ou vedantes são reciclados,a rolha de cortiça também deve ser.Sem esta reciclagem a rolha decortiça não se pode defender a rolhade cortiça como um produtoecológico. Defendendo a rolha decortiça estamos também a defendero montado de sobro e abiodiversidade que lhe é associada.A matéria-prima cortiça, como produto natural (que necessita de um tempo longo decrescimento) é limitada, pelo que o seu reaproveitamento não diminui a utilizaçãoda cortiça que sai das árvores, mas permite a sua utilização em outros produtos.Não serão feitas novas rolhas a partir das usadas, as rolhas serão matéria-primapara a produção de outros materiais como isolamentos de construção quesubstituem e se tornam mais competitivos em relação aos seus equivalentessintéticos menos amigos do ambiente.
  59. 59. PORQUE DEVEMOS DEFENDER AS ROLHAS?Assiste-se, atualmente, a uma grandepressão sobre as rolhas decortiça, produto vital na cadeia devalor acrescentado que beneficiaas comunidades rurais e quegarante igualmente asustentabilidade económica detodas as aplicações de cortiça.Esta pressão provém de produtosalternativos (vedantes sintéticos ecápsulas de alumínio), que sãoderivados do petróleo e doalumínio, indústriasambientalmente nocivas.Há, pois, que defender a rolha de cortiça como produto que garantiu e deverácontinuar a garantir a manutenção do montado de sobreiros, um dos ecossistemasmais ricos em biodiversidade do continente europeu e que se estima absorver, porano, 4,8 milhões de toneladas de CO2, um dos principais gases causadores doefeito estufa e do consequente aquecimento global.
  60. 60. COMO FUNCIONA A RECICLAGEM? A reciclagem dasrolhas passa porvários processosantes de chegaremao sistema derecolha.
  61. 61. ALGUNS TIPOS DE ROLHAS… As rolhas de cortiça apresentam-se em setecategorias:Rolha naturalRolha NaturalColmatadaRolhaaglomeradaRolhas naturais MultipeçasRolhas capsuladasRolhas de champanhe
  62. 62. DIVERSOS FINS DA CORTIÇA…
  63. 63.  Nós, com este trabalho, pretendemos incentivar-vos a recolher o plástico para reciclar, de modo anão poluir. Se tiverem alguma duvida não hesitem emperguntar. Esperamos que gostem!!!
  64. 64.  O plástico é um grande problema para o ambiente. E porquê? Porque o plástico é usado em quase tudo, e é produzido atravésdo petróleo, que é um combustível não-renovável, ou seja, queum dia vai acabar. O plástico também demora MUITO tempo a biodegradar-se (adecompor-se no ambiente), é por isso que se deve reciclá-lo,quando já não tem uso.
  65. 65.  Quando alguma coisa já não tem uso, por exemplo, umbrinquedo velho ou uma garrafa de água vazia, em vez dea deitarem no lixo, deitem-na no ecoponto amarelo, dessamaneira, o objeto vai ser reciclado e reutilizado, comopodem ver no esquema seguinte:
  66. 66.  Todos os anos várias pessoas e organizações recolhem sacos esacos de rolhas de plástico, para serem recicladas, tambémmuitas escolas participam, pedindo aos alunos para trazerem asrolhas que têm em casa.
  67. 67. PlásticosRecicláveis• Garrafas , garrafões e frascos de:água , sumos e refrigerantes.• Embalagens de detergentes edetergentes higiénicos.• Óleos alimentares•Esferovite•Sacos de plásticos•Embalagens de cartão paralíquidos alimentaresNão recicláveis•Embalagens que tenhamcontido produtos tóxicos.•Embalagens que tenhamcontido produtos combustíveise óleos.•Embalagens de manteiga, margarina ebanha (gordura do porco)•Copos de iogurte•Baldes•CD´S•Rolhas de cortiça•Ferramentas•Talheres de plástico.
  68. 68.  Várias pessoas, que não têm a noção da gravidade do que estão afazer, deitam ao mar e/ou ao chão sacos de plástico. Isto é muito grave, porque, como já dissemos, o plástico demoramuitos anos a biodegradar-se (cerca de 450 anos), e, estes afetammuito e poluem os habitats de vários seres vivos, especialmente dosseres marinhos.
  69. 69.  Assim acaba o nosso trabalho, esperamos quetenham percebido a importância da recolha seletivapara reciclar e de não poluir o AMBIENTE!Trabalho realizado por:João Carlos nº14, João Lopes nº15 e Diogo Fernandes nº9
  70. 70.  Assim acaba o nosso trabalho, esperamos quetenham percebido a importância da recolha seletivapara reciclar e de não poluir o AMBIENTE!Trabalho realizado por:João Carlos nº14, João Lopes nº15 e Diogo Fernandes nº9
  71. 71. ∞ B Á R B A R A S A N T O S N º 2∞ D I A N A T I G R E N º 4∞ R I C A R D O B O R G E S N º 1 5
  72. 72. ÍNDICE Introdução Como é feito o papel? Onde foi inventado o papel? Quais são os processos pelo qual este passa Quanto tempo demora a desaparecer? Como deve ser efetuada a reciclagem desse Sabias que… Vídeo
  73. 73. INTRODUÇÃOEste trabalho foi nos sugerido pela docente de Ciências Naturais,ao longo deste trabalho iremos falar sobre todas as fases peloqual o papel passa. Ao longo deste trabalho tambémapresentaremos um vídeo e imagens sobre os vários tipos depapel.
  74. 74. COMO E FEITO O PAPEL?O papel é feito a partir da madeira, da qual sãoextraídas fibras de celulose, que são convertidasem papel após uma série de processosindustriais.
  75. 75. ONDE FOI INVENTADO O PAPEL?O papel foi inventado na china, no século II, masdurante mais de 1500 anos, a matéria-prima comque se fazia o papel não era a madeira, mas sim porfibras de algodão que eram extraídas de roupasvelhas, como por exemplo: Panos TraposDepois as máquinas de impressão começaram adesenvolver-se, a partir do século 15….
  76. 76. ….VÁRIOS TIPOS DE PAPEL ANTIGO….
  77. 77. QUAIS SÃO OS PROCESSOS PELO QUAL PASSAO processo pelo qual o papel passa é o seguinte:O papel vai para o lixo do lixo vai para a separação deresíduos recicláveis da separação de resíduos recicláveisvai para a reciclagem.Da reciclagem vai para a indústria da indústria passapelo processamento e do processamento vai para osprodutos e bens de consumo dos produtos e bens deconsumo vai para o consumo doméstico…E a partir daqui o ciclo volta repetir-se vezes e vezes semconta.
  78. 78. QUANTO TEMPO DEMORA O PAPEL A DEGRADAR-SE?O tempo que o papel leva a degradar-se e/oudecompor-se é mais ao menos 3 a 6 meses.No diapositivo seguinte terá uma tabela que poderácomprovar isso mesmo.
  79. 79. TABELA DE CONFIRMAÇÃO DO TEMPO DE DECOMPOSIÇÃODO PAPEL!
  80. 80. COMO DEVE SER FEITA A RECICLAGEMDESSE?A reciclagem do papel deve ser feita através dopapelão.O papel depois de utilizado deve ir para areciclagempois assim estaremos a usar o mesmo papel 1,2,3vezes e contribuiremos para que não haja o abate detantas árvores.
  81. 81. ...COMO DEVE SER FEITA A RECICLAGEM DO PAPEL...(IMAGENS DOPAPELÃO)
  82. 82. SABIAS QUE…Sabias que num ano, o consumidor deita fora duas árvoresgastas como o papel?Que por cada tonelada de papel reciclado evita-se o abate de15 a 20 árvores de porte médio. A produção de papelrecicladoproduz menos poluição atmosférica, poupa água e energia,reproduz a quantidade de resíduos no aterro?A mudança imediata dos hábitos do homem ira contribuirpara que onosso futuro e, o futuro das novas gerações seja melhor emenosPoluído.
  83. 83. VÍDEOhttp://www.youtube.com/watch?v=aGe63ibH7cw

×