Apresentação 1T09

303 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
303
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 1T09

  1. 1. Resultados 1T09 Cidade Paradiso (Nova Iguaçu, RJ) Maio 2009
  2. 2. Track-record dos Gestores 1999-2005 2006 2007 2008 1S09 •Fundação do grupo •Setor em expansão •Setor acessa o •Antecipando o •Modesta CR2 em 1999 mercado de capitais agravamento da recuperação na •Captação de crise global atividade •Foco em Crédito e R$60mm via FIP •IPO captação de reduzimos o ritmo econômica, mas Real Estate R$307mm de lançamentos visibilidade limitada desde 1S08 •Aumento do apetite •Setor imobiliário dos bancos por •Modelo de negócios •Queda na SELIC e ainda incipiente crédito à produção e flexível permite •Prioridades: levantar inflação sob controle aos adquirentes aceleração rápida financiamento para são fatores positivos em tempos de os projetos e •CR2 lança 11 preservar o caixa empreendimentos •Fundação da CR2 liquidez abundante •Pacote habitacional com VGV de Empreendimentos do governo R$218mm Imobiliários SA •Lançamentos totais •VGV total em 2008 apresentará de R$774mm, e de R$347mm, e oportunidades próprio de R$293mm próprios •Mudança de foco da alta/média renda R$535mm •Foco continua para o segmento •Lançamentos voltado para o econômico voltados apenas segmento para o segmento econômico (92% do econômico, e à landbank); seletivo expansão para SP quanto a novos lançamentos •Política de gestão do caixa e redução de estoques já mostra resultados 2
  3. 3. Destaques 1T09 Lucro líquido de R$1,3mm (LPA R$0,03) no 1T09, vs R$486.000 (LPA R$0,01) no 1T08 Foco na gestão do caixa: Optamos por não lançar novos empreendimentos e concentrar na venda de estoques Calibramos os gastos nas obras com seus respectivos financiamentos Otimizamos o processo de repasse de adquirentes Resultado foi redução significativa no consumo de caixa para R$5mm no 1T09 vs R$44mm no 4T08, fechando o trimestre com caixa de R$39mm no balanço Divida corporativa de R$19mm e SFH de R$68mm, caracterizam baixa alavancagem do balanço (divida líquida/PL = 13%, incluindo SFH) Após lançamento do Minha Casa Minha Vida, completamos a meta de assinar 5 contratos adicionais com a CEF, trazendo o total para 7, e o potencial de repasses para R$281mm Bom posicionamento no Minha Casa Minha Vida, dado foco no segmento econômico e know- how em trabalhar com a CEF, os resultados preliminares são positivos 3
  4. 4. Destaques Operacionais 1T09 No 1T09, continuamos focados na venda de estoques sem novos lançamentos o que limitou a velocidade de vendas Vendas Contratadas do 1T09 apresentaram melhora frente o 4T08 com o saldo de R$24mm (+55% vs 4T08) e o %CR2 de R$19mm (+52% vs 4T08) Vendas de Abril já foram beneficiadas pelo Minha Casa Minha Vida e apresentaram um aumento >50% vs a média mensal do 1T09 Vendas Contratadas (R$ mm) 37,2 10,0 24,0 4,9 15,5 27,2 3,0 19,1 12,6 1T08 4T08 1T09 CR2 Parceiros 4
  5. 5. Histórico das Vendas Preço Médio Unidades Vendidas (R$) 326.292 209.621 204.762 166.422 164.587 168.923 116.630 112.891 101.154 87.331 2006 1T07 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 5
  6. 6. Estoque Valor de Mercado & VSO Período Estoque no Início Vendas Estoque ao Final Lançamentos VSO (R$ mm) do Período Contratadas do Período 2006 0,0 33,4 11,9 21,5 35,7% 1T07 21,5 62,4 31,5 52,4 37,6% 2T07 52,4 27,0 18,5 60,8 23,3% 3T07 60,8 63,1 32,4 91,6 26,1% 4T07 91,6 183,9 59,2 216,3 21,5% 1T08 216,3 47,9 27,2 237,0 10,3% 2T08 237,0 131,3 144,4 223,9 39,2% 3T08 223,9 113,9 67,6 270,2 20,0% 4T08 270,2 0,0 12,6 257,7 4,6% 1T09 257,7 0,0 19,1 238,6 7,4% VSO (%CR2) = [Vendas Contratadas do período / (Estoque no início do período + Lançamentos líquidos de permuta física do período)] Apresenta tendência de queda 1T09 = 64% do Patrimônio Líquido 6
  7. 7. Perfil do Estoque Valor de Mercado Estoque a Valor de Mercado - Status de Construção Estoque a Valor de Mercado - Preço Médio 4% 11% 22% Concluído R$350 mil - R$500 mil Em Construção 29% R$220 mil - R$350 mil 60% Construção Não < R$220 mil Iniciada 74% 100% do estoque se enquadra no SFH 7
  8. 8. Conclusão de Projetos - Cronograma Cronograma de Entrega (Unidades Vendidas e Estoque) 1.600 1.484 1.400 1.200 1.021 1.000 952 909 800 750 763 600 400 58% 90% 74% 82% 200 51% 53% 172 - 49% 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 4T10 Vendidas Estoque 7 projetos a serem entregues em 2009 com VGV total de R$376mm e %CR2 de R$261mm 71% das 2.680 unidades a serem entregues em 2009 estão vendidas 8
  9. 9. Financiamentos VGV Total Modalidade de Entrega das Empreendimento Banco Status Linha de Financiamento (R$ MM) Financiamento Chaves - Previsão Green Park 3000/4000 55,7 Itaú Repasse nas Chaves Dez-2008 Contrato Assinado - repasses em andamento Verano I 130,0 Itaú Plano Empresário Ago-2009 Contrato Assinado - parcelas já liberadas Itaú Verano II 105,0 Itaú Plano Empresário Mar-2010 Contrato Assinado - parcelas já liberadas R$250 milhões Parque das Águas 140,0 Itaú Plano Empresário Mai-2010 Contrato Assinado - parcelas já liberadas Parque das Águas 140,0 Unibanco Repasse na Planta Dez-2010 Contrato Assinado - repasses em andamento Unibanco Splendore Valqueire I 15,9 Unibanco Repasse na Planta Jul-2009 Contrato Assinado - repasses em andamento R$29 milhões de VGV Villaggio Del Mare 58,9 Santander Plano Empresário Jul-2009 Contrato Assinado - parcelas já liberadas Santander Barra Allegro 41,5 Santander Plano Empresário Dez-2009 Contrato Assinado - parcelas já liberadas R$100 milhões de VGV Verano III 67,0 Bradesco Plano Empresário Mar-2011 Contrato Em Elaboração - assinatura em Maio/Junho Bradesco R$90 milhões Felicittá 29,3 Real Plano Empresário Abr-2010 Contrato Em Elaboração - assinatura em Maio/Junho Real R$12 milhões Via Parque 4,9 Caixa Repasse nas Chaves Mar-2008 Contrato Assinado - repasses em andamento Mirante Bonsucesso 28,4 Caixa Crédito Associativo Mai-2009 Contrato Assinado - parcelas já liberadas Top Life Itamaraty 43,0 Caixa Crédito Associativo Fev-2010 Contrato Assinado - parcelas a liberar - Maio/Junho (1) Villagio do Campo 65,0 Caixa Crédito Associativo Jun-Dez 2009 Contrato Assinado - parcelas a liberar - Maio/Junho CEF Premium Cpo. Grande 47,0 Caixa Crédito Associativo Jun-2010 Contrato Assinado - parcelas a liberar - Maio/Junho R$ 2,5 bilhões de VGV Acqua Park 67,3 Caixa Crédito Associativo Jul-2010 Contrato Assinado - parcelas a liberar - Maio/Junho Top Life Park 25,3 Caixa Crédito Associativo Jul-2010 Contrato Assinado - parcelas a liberar - Maio/Junho Jardim Paradiso 36,8 Caixa Crédito Associativo Dez-2009 Carta de Crédito - Análise Engenharia da CEF (1) Termo de Compromisso assinado com a Caixa em Julho de 2007. Os R$2,5 bilhões vislumbram a totalidade do Cidade Paradiso Update CEF: Primeiras liberações do Crédito Associativo no 1T09 Total de 7 empreendimentos financiados, com VGV total de R$281mm e %CR2 de R$239mm Know-how e bom relacionamento 9
  10. 10. Destaques Financeiros 1T09 Receita Líquida (R$ 000) Lucro Bruto (R$ 000) e Margem Bruta 60.000 12.000 27,8% 30,0% 51.682 50.000 9.732 10.000 25,0% 40.000 8.000 7.573 20,0% 30.000 27.241 6.000 18,8% 15,0% 20.000 4.000 10,0% 10.000 2.000 5,0% 0 0 0,0% 1T08 1T09 1T08 1T09 EBITDA (R$ 000) e Margem EBITDA Lucro Líquido (R$ 000) e Margem Líquida 1T08 1T09 1.400 1.286 3,0% 0 0,0% 1.200 2,5% -1,8% -1,0% 1.000 2,5% -500 1,8% 2,0% -2,0% 800 -3,0% -1.000 1,5% -927 -4,0% 600 486 -1.500 -5,0% 1,0% 400 -6,0% -2.000 0,5% -7,0% 200 -8,0% -2.500 0 0,0% -2.506 -9,0% -9,2% 1T08 1T09 -3.000 -10,0% 10
  11. 11. Resultados a Apropriar Receita a Apropriar de R$285mm no 1T09 e resultado a apropriar R$92mm (margem de 32,2%) Recebíveis on e off-balance totalizavam R$527mm no 1T09, sendo que R$151mm no curto prazo. Receita e Resultado a Apropriar (R$ 000) 1T09 4T08 4T07 Receitas a Apropriar 284.746 311.074 195.918 Custo das Unidades Vendidas a Incorrer 193.016 206.360 139.923 Lucro Bruto a Apropriar 91.730 104.714 55.995 Margem Bruta a Apropriar 32,2% 33,7% 28,6% 11
  12. 12. Estrutura de Capital / Liquidez Liquidez no 1T09: caixa de R$39 milhões e dívida corporativa de R$19 milhões Redução do “cash burn” para R$5mm no 1T09, Março teve fluxo de caixa positivo Importante progresso nas liberações de financiamentos: Liberações SFH de R$27mm no 1T09 foram 2X as do 4T08, chegando a R$68mm, contamos ainda com R$170mm em Planos Empresários já contratados e a liberar Primeiras liberações no Crédito Associativo (R$6mm em um único empreendimento) Após lançamento do Minha Casa Minha Vida, assinamos outros 5 contratos com a CEF trazendo para R$281mm o total potencial de repasse Aceleração do repasse de recebíveis performados, que representavam R$28mm no 1T09 Baixa alavancagem com divida líquida/PL = 13% (incluindo SFH) 12
  13. 13. Land Bank (a Lançar) Preço Médio VGV Total VGV CR2 Empreendimento Localização Segmento Unidades % CR2 (R$ 000) (R$ MM) (R$ MM) Jardim Paradiso II – III Nova Iguaçu (RJ) Econômico 68 1.283 87,0 80,9 93% Javri Santo André (SP) Econômico 174 190 33,0 28,4 86% Colônia Paraíso S. J. Campos (SP) Econômico 82 392 32,0 27,5 86% Manaú 2 Guarulhos (SP) Econômico 81 420 34,0 29,2 86% Splendore Valqueire II Rio de Janeiro (RJ) Econômico 156 160 25,0 20,0 80% Sta. Cecília – Madureira I Nova Iguaçu (RJ) Econômico 50 1.613 80,0 64,0 80% Barrartes Rio de Janeiro (RJ) Comercial 237 507 120,0 84,0 70% Sta. Cecília – Madureira II Nova Iguaçu (RJ) Econômico 50 1.612 80,0 64,0 80% Pq. das Águas II São Gonçalo (RJ) Econômico 162 1.152 187,0 149,3 80% Pq. das Águas III São Gonçalo (RJ) Econômico 171 492 84,0 67,2 80% Pq. das Águas IV São Gonçalo (RJ) Econômico 89 942 84,0 67,2 80% Warehouse ABEAR Rio de Janeiro (RJ) Comercial 591 389 230,0 161,0 70% Cidade Paradiso Nova Iguaçu (RJ) Econômico 72 30.183 2.180,0 2.180,0 100% Total 83 39.335 3.256,0 3.022,7 93% 13
  14. 14. Segmentos de Atuação Lançamentos 2008 Land Bank 8% 100% 92% Econômico Econômico Comercial 14
  15. 15. Empreendimentos Lançados Unidades Unidades VGV Total VGV CR2 Empreendimento Localização Lançamento Segmento % Vendida % CR2 Lançadas Vendidas (R$ mm) (R$ mm) Green Park 3000/4000 Barra (RJ) mar/set 06 Média Renda 240 201 84% 55,7 33,4 60% Verano I Barra (RJ) mar/07 Média Renda 395 309 78% 130,0 78,0 60% Villaggio Del Mare Recreio (RJ) mai/07 Média Renda 120 103 86% 58,9 30,6 52% Splendore Valqueire I V. Valqueire (RJ) jul/07 Econômico 120 114 95% 15,9 12,7 80% Verano II Barra (RJ) set/07 Média Renda 346 214 62% 105,0 63,0 60% Parque das Águas I S. Gonçalo (RJ) out/07 Econômico 1.058 506 48% 140,0 112,0 80% Verano III Barra (RJ) out/07 Média Renda 172 84 49% 67,0 40,2 60% Barra Trade Barra (RJ) nov/07 Comercial 5 0 0% 28,0 19,6 70% Barra Allegro Barra (RJ) nov/07 Média Renda 144 109 76% 41,5 29,0 70% Mirante Bonsucesso Guarulhos (SP) mar/08 Econômico 368 360 98% 28,4 24,4 86% Via Parque Caxias (RJ) mar/08 Econômico 99 60 61% 4,9 3,2 66% Felicittá Jacarepaguá (RJ) mar/08 Econômico 230 217 95% 29,3 20,5 70% Top Life Itamaraty Santo André (SP) abr/08 Econômico 417 412 99% 43,0 37,0 86% Villagio do Campo Campo Grande (RJ) jun/08 Econômico 999 670 67% 65,0 52,0 80% Premium Cpo. Grande Campo Grande (RJ) jun/08 Econômico 196 144 73% 47,0 42,3 90% Acqua Park Guarulhos (SP) jul/08 Econômico 747 304 41% 67,3 57,9 86% Top Life Park Santo André (SP) jul/08 Econômico 200 196 98% 25,3 21,8 86% Jardim Paradiso I Nova Iguacu (RJ) set/08 Econômico 534 228 43% 36,8 34,2 93% Total Acumulado 6.390 4.231 66% 989,0 712,0 72% Em 2006* 240 43 55,7 33,4 60% Em 2007* 2.360 1.126 586,3 385,2 66% Em 2008* 3.790 2.920 347,0 293,4 85% Em 2009* 0 142 0,0 0,0 0% Total 6.390 4.231 66% 989,0 712,0 72% 15
  16. 16. Contato Relações com Investidores Rogério Furtado Diretor Financeiro e RI Daniel Grozdea Gerente de RI www.cr2.com.br/ri tel: (21) 3095-4600 (21) 3031-4600 16
  17. 17. Disclaimer Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à CR2 que refletem as visões atuais e/ou expectativas da Companhia e de sua administração com respeito à sua performance, seus negócios e eventos futuros. Referidas declarações prospectivas estão sujeitas a riscos, incertezas e eventos futuros. Advertimos os investidores que diversos fatores importantes fazem com que os resultados efetivos diferenciem se de modo relevante de tais planos, objetivos, expectativas, projeções e intenções expressadas nesta apresentação. Em nenhuma circunstância, nem a Companhia, nem suas subsidiárias, conselheiros, diretores, agentes ou funcionários serão responsáveis perante terceiros (incluindo investidores) por qualquer decisão de investimento tomada com base nas informações e declarações presentes nesta apresentação, ou por qualquer dano dela resultante, correspondente ou específico. 17

×