ASSOCIAÇÃO RUMO & ALL
2

DISCLAIMER

Esta apresentação contém estimativas e declarações sobre operações futuras a respeito de nossa estratégia e...
3

Racional da Proposta
A Cosan acredita na construção de valor a partir da associação das duas companhias

Oferta de
logí...
4

Estrutura da Transação Proposta
Principais Aspectos da Transação
Visão Geral


Composição do Conselho de Administração...
5

Estrutura da Transação Proposta
Estrutura Acionária Atual
BNDES
75,0%

12,5%

BRZ

12,1%

12,5%

PREVI
3,9%

4,8%

Juli...
6

ALL

A maior empresa de logística independente da América Latina

Destaques

Desempenho Operacional

 12.900 km de via...
7

RUMO Modelo integrado de logística
Vantagens Competitivas
Menor Custo vs. Caminhões


Desempenho Operacional1
Capacida...
8

Visão da Cosan para a Nova Companhia
Companhias

Capacidade

Líder mundial em logística de açúcar
destinado a exportaçã...
9

A Cosan acredita na geração de valor pela potencial combinação de
Rumo e ALL
Modelo de logística integrada
Equipe de ge...
Investor Relations
www.cosan.com.br/ir
ri@cosan.com.br
+55 (11) 3897-9797
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação rumo e all

320 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação rumo e all

  1. 1. ASSOCIAÇÃO RUMO & ALL
  2. 2. 2 DISCLAIMER Esta apresentação contém estimativas e declarações sobre operações futuras a respeito de nossa estratégia e oportunidades de crescimento futuro. Essas informações se baseiam principalmente em nossas atuais expectativas e estimativas ou projeções de eventos futuros e tendências, que afetam ou podem afetar nossos negócios e resultados operacionais. Apesar de acreditarmos que essas estimativas e declarações sobre operações futuras se baseiam em suposições razoáveis, elas estão sujeitas a diversos riscos e incertezas e são feitas considerando as informações atualmente disponíveis para nós. Nossas estimativas e declarações sobre operações futuras podem ser influenciadas pelos seguintes fatores, entre outras: (1) condições econômicas gerais, políticas, demográficas e comerciais no Brasil e especificamente nos mercados geográficos que servimos; (2) inflação, depreciação e desvalorização do real; (3) desenvolvimentos competitivos nos setores de etanol e açúcar; (4) nossa habilidade de implementar nosso plano de investimento de capital, incluindo nossa habilidade de obter financiamento quando necessário e em termos razoáveis; (5) nossa habilidade de concorrer e conduzir nossos negócios no futuro; (6) alterações na demanda dos consumidores; (7) alterações em nossos negócios; (8) intervenções do governo resultantes em alterações na economia, impostos, taxas ou ambiente regulamentar; e (9) outros fatores que vierem a afetar nossa situação financeira, liquidez e resultados operacionais. As palavras “acreditar”, “poder”, “dever”, “estimar”, “continuar”, “prever”, “pretender”, “esperar” e palavras similares se destinam a identificar estimativas e declarações de operações futuras. As estimativas e declarações sobre operações futuras se referem apenas à data na qual elas foram feitas e não assumimos nenhuma obrigação de atualizar ou revisar qualquer estimativa e/ou declaração sobre operações futuras em virtude de novas informações, eventos futuros ou outros fatores. As estimativas e declarações sobre operações futuras envolvem riscos e incertezas e não são garantias de desempenho futuro. Nossos resultados futuros podem ser substancialmente diferentes daqueles expressos nessas estimativas e declarações sobre operações futuras. Considerando os riscos e incertezas descritos acima, as estimativas e declarações sobre operações futuras discutidas nesta apresentação podem não ocorrer e nossos resultados futuros e nosso desempenho podem ser diferentes substancialmente daqueles expressos nessas declarações sobre operações futuras em virtude, inclusive, entre outros, dos fatores mencionados acima. Em virtude dessas incertezas, o investidor não deve tomar nenhuma decisão de investimento com base nessas estimativas e declarações sobre operações futuras.
  3. 3. 3 Racional da Proposta A Cosan acredita na construção de valor a partir da associação das duas companhias Oferta de logística ferroviária e portuária integrada Ativos estrategicamente localizados Sinergias operacionais relevantes Eficiente gestão do fluxo de movimentação de cargas Formação da maior companhia de logística da América Latina
  4. 4. 4 Estrutura da Transação Proposta Principais Aspectos da Transação Visão Geral  Composição do Conselho de Administração Associação dos negócios da Rumo e ALL através da incorporação  36,5% Acionistas Rumo  1 Membro 1 Membro PREVI Participações na nova companhia BRZ FUNCEF 9 Membros pela Rumo da totalidade das ações de emissão da ALL 1 Membro Júlia / Riccardo Arduini 1 Membro Wilson Delara 1 Membro 63,5% Acionistas ALL 1 Membro Listagem Rumo 1 Membro  A nova companhia será listada no Novo Mercado Condições Precedentes BNDES (i) registro da Rumo como companhia aberta no Novo Mercado (ii) aprovações regulatórias pelo CADE e ANTT (iii) aprovações societárias e de terceiros necessárias 1 Membro
  5. 5. 5 Estrutura da Transação Proposta Estrutura Acionária Atual BNDES 75,0% 12,5% BRZ 12,1% 12,5% PREVI 3,9% 4,8% Julia Arduini 5,6% FUNCEF 3,8% Riccardo Arduini GMI 4,9% 0,8% Estrutura Acionária Após a Transação Proposta Acionistas ALL 27,4% 4,6% 4,6% 22,9% Free Float 40,5% Free Float 64,0%
  6. 6. 6 ALL A maior empresa de logística independente da América Latina Destaques Desempenho Operacional  12.900 km de vias Volume Transportado: (Bilhões de TKUs) 62,2% 100%  26.819 vagões  916 2 locomotivas2  80% das exportações agrícolas do Brasil  80% do PIB do Brasil provém de regiões cobertas pela malha da ALL  4 dos portos mais ativos do país 43,0 45,2 2011 2012 44,7 2013E 33,3 1 50,4% 33,2 9M12 65,0% 9M13 Volume Contêineres Transportados (Mil Contêineres) 46,1 51,6 2011 2012 Km Rodados (milhões de Km) 63,8 37,8 2013E 1 47,5 9M12 9M13 MT 64,0 74,0 78,2 2011 2012 2013E 1 54,4 GO 60,2 9M12 BA 9M13 MG MS SP PR SC Notas: 1 De acordo com fato relevante divulgado pela ALL e 5 de fevereiro de 2014 2 Desconsidera ativos detidos pela Rumo e operados pela ALL (929 vagões e 50 locomotivas) RS
  7. 7. 7 RUMO Modelo integrado de logística Vantagens Competitivas Menor Custo vs. Caminhões  Desempenho Operacional1 Capacidade De Descarga (mil toneladas / dia) 65,1² Preço competitivo Maior Flexibilidade e Confiabilidade 24,0 Garantia de atendimento e performance Sistema logístico completo: armazenagem, transporte e embarque 28,5 28,5 28,5 30,9 09/10   10/11 11/12 12/13   +1 milhão de toneladas de capacidade estática Armazéns no interior e no porto de Santos Solução Completa e Integrada 41,1 13/14 E Capacidade De Elevação (mm toneladas / ano) 16,5 Capacidade de Estocagem UNIDADE PRODUTORA 14,4 14,4 10/11 11/12 17,1 14,4 09/10 TERMINAIS DE TRANSBORDO FERROVIA Capacidade Estática No Porto (mil toneladas) 12/13 13/14 E 423 423 PORTOS   One-stop shop da usina para o navio Equipe especializada na logística de exportação de commodities agrícolas Notas: 1 Considera ano fiscal com fechamento em Março 2 Capacidade de descarga total após investimentos na área do porto 360 360 360 09/10 10/11 11/12 12/13 Capacidade de descarga adicional após investimentos na área do porto 13/14 E
  8. 8. 8 Visão da Cosan para a Nova Companhia Companhias Capacidade Líder mundial em logística de açúcar destinado a exportação  Capacidade estática: 1 mm / ton  2 berços de atracação, 11 armazéns, 12 moegas (ferroviário e caminhões)  50 Locomotivas, 929 Vagões  52% de share nos terminais de açúcar porto de Santos Maior empresa de logística independente da América Latina      4 Concessionárias 12,900 Km de via 916 Locomotivas 26,819 Vagões 80% das exportações agrícolas do Brasil Combinado LTM 3T2013 Destaques Financeiros LTM 3T2013 R$ MM LTM 3T2013 Receita Líquida 785,4 Receita Líquida 289,6 EBITDA 1.823,2 Caixa 556,0 Caixa 2.321,1 Endividamento Total 730,4 Endividamento Total 6.395,5 Dívida Líquida 174,4 Dívida Líquida 4.074,4 2.112,8 Dívida Líquida 4.248,8 3.659,8 EBITDA 4.445,2 EBITDA R$ MM Receita Líquida Dívida Líquida / EBITDA 0,6x Dívida Líquida / EBITDA 2,2x Dívida Líq. / EBITDA 2,0x
  9. 9. 9 A Cosan acredita na geração de valor pela potencial combinação de Rumo e ALL Modelo de logística integrada Equipe de gestão da Rumo e ALL com forte know-how logístico e ferroviário Sinergias administrativas e operacionais (otimização dos galpões, equipamentos, pátios, pessoal, serviços) Maior geração de caixa, com redução da alavancagem e maior disponibilidade de funding para novos investimentos Maximização da capacidade ferroviária Solução de atuais gargalos logísticos Sólida base de acionistas para liderar a expansão da Nova Companhia
  10. 10. Investor Relations www.cosan.com.br/ir ri@cosan.com.br +55 (11) 3897-9797

×