SlideShare uma empresa Scribd logo
Segurança
Cavalgada abre rodeio
do CTG Sul Catarinense
Projeto Gerar Vidas
encerra último grupo do ano
Presa dupla que aterrorisou
vítimas com facão e arruaça
Tradição
Sombrio
Vandalismo
7Página
ANO XXVI EDIÇÃO Nº 5.056
SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 2, 3 E 4 DE DEZEMBRO DE 2016
R$ 2,00
www.grupocorreiodosul.com.br
26º 17º
Parcialmente Nublado - Sol entre poucas nuvens.
Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense
Correio do Sul
14Página
Mistério
18Página
Roupasdedesaparecido
sãoencontradasnorio 14Página
2017serábomsóparametadedaregião
Prefeito eleito de Meleiro, Eder
Matos (PSB), já definiu o nome de
quatro cargos de confiança do primei-
ro escalão de seu governo. Eloir Cór-
neo (PSB) será o diretor do Samae.
Elisandra da Silva Mota (DEM) será
a Secretária da Saúde. Rosinei Pau-
lino Rocha (PSB) será o Secretário da
Agricultura. Por sua vez, Rosangela
Dal Pont, que não tem filiação parti-
dária, será a Secretária da Educação.
De acordo com Eder, falta apenas ofi-
cializar quem será seu Secretário de
Administração e Finanças. Conforme
o prefeito eleito, o nome já está defi-
nido, mas o convite ainda está sendo
estudado pelo indicado e, por conta
disto, não será anunciado ainda. Em
princípio, outras funções de ponta da
gestão municipal serão respondidas
pelo próprio Eder Matos e por seu
vice, Rogildo Bordignon (PSDB), a
título de economia financeira.
Definidos Semacordo
Tem que verIDH
ADVOCACIA EMPRESARIAL
FONE: (48) 3533-0145
“Num sistema democrático, ninguém chega ao poder por milagre.
Se o político ruim está no poder, é porque gente pior que ele o
colocou lá”.
Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
rolando_coelho@hotmail.com
(48) 9945.6787
Clodovil Hernandes (1937/2009)
Ex-deputado federal por São Paulo
Recusa do PSDB em participar
do governo de Raimundo Colombo
(PSD) deixou Palácio Santa Catarina
meio sem eira nem beira. Os tucanos
eram uma das apostas do PSD para
tentar neutralizar a ascendente do
PMDB, que já disse que terá candida-
to ao governo em 2018. Ao dizer não
a Colombo, o PSDB deixa explicitado
que irá novamente protagonizar uma
candidatura ao governo, ou irá se
unir ao PMDB com esta intenção,
buscando espaço na majoritária.
Em princípio, o projeto de Raimundo
Colombo de ter PSD, PMDB, PSDB e
PP na mesma chapa, em 2018, sim-
plesmente não vingará. Sem o PSDB,
também é muito difícil que o PP
embarque numa tríplice aliança que
conte com o PMDB. Diante dos fatos,
hoje o clima está muito mais para
‘cada um por si e Deus por todos’, do
que para ‘unidos venceremos’.
O
mar não estará para
peixe para sete dos
15 municípios aqui do
Extremo Sul em 2017.
Jacinto Machado, Praia Grande,
Timbé do Sul, Meleiro, Sombrio,
Santa Rosa do Sul e Turvo deverão
ter uma receita de ICMS negativa
no próximo ano, em relação ao que
receberam em 2016. O ICMS, que é
repassado pelo Governo do Estado
às prefeituras, corresponde a cerca
de 40% do faturamento mensal das
prefeituras. As maiores quedas de
receita serão sentidas em Jacinto,
onde o percentual a menor chegará
a 8,7% e em Praia Grande, com um
percentual negativo de 7,2%. Timbé
do Sul também será bastante atingi-
do, com uma queda de 5,07% de seu
ICMS. Já Sombrio, Turvo, Meleiro e
Santa Rosa do Sul terão quedas que
variam entre 1% e 2%.
Mas nem tudo é mazela na região,
quando o assunto são as finanças pú-
blicas. Em Araranguá, por exemplo,
a expectativa é que o ICMS cresça
11% no ano que vem. Esta alta está
ligada diretamente aos bons negócios
realizados pelas fumageiras que es-
tão instaladas no município. Em 2015
elas bateram recordes de vendas e
ainda foram beneficiadas pelo dólar
alto, contribuindo em muito para o
movimento econômico do município.
Como venderam muito, pagaram
mais impostos ao Governo do Estado,
que dois anos depois devolvem parte
deste dinheiro para as prefeituras.
Ainda que com crescimentos bem
menos expressivos, São João do Sul
aumentou seu retorno de ICMS em
4,41%, Morro Grande em 3,72% e Ma-
racajá em 3,59%. Os três municípios
foram beneficiados pelas exportações
ligadas ao agronegócio e ao setor
cerâmico. Também com percentuais
positivos, que vão de 0,78% a 1,94%
estão Arroio do Silva, Balneário Gai-
vota, Ermo e Passo de Torres.
Puxada pelo bom desempenho da
Cidade das Avenidas, nossa região
aumentará seu retorno de ICMS ano
que vem em 1,29% acima da média
do crescimento estadual.
Se por um lado 2017 deverá ser
razoável para a maioria, o mesmo não
se poderá dizer do ano de 2018. É que
o retorno de ICMS está ligado direta-
mente, e principalmente, a produção
industrial, mesmo que esta produção
esteja ligada, por exemplo, ao abate
de frangos. O retorno do dinheiro do
ICMS para os municípios acontece
dois anos depois de seu reconheci-
mento na fonte. Por conta disto, em
2018 colheremos os frutos do que foi
produzido neste ano. O problema é
que quase nada foi produzido neste
ano. Os mais pessimistas falam até
mesmo em queda de 15% na produção
regional, de forma generalizada. Es-
tes supostos 15% a menos, somados
a inflação que será acumulada em
2017, poderá fazer com que o retorno
de ICMS de 2018 volte a patamares
de cinco ou seis anos atrás.
A esperança estará fatalmente
jogada em artimanhas feitas pelo
Governo Federal, e que provavel-
mente serão copiadas pelo Governo
do Estado. Uma delas é a tal da
repatriação de dinheiro do exterior,
que aumentará em 2017 o Fundo de
Participação dos Municípios de nossa
região, pela média, em 9,1%. Ou isso,
ou vender o almoço para comer a jan-
ta nos próximos três anos, quando o
assunto for finanças das prefeituras
municipais.
Maioria absoluta dos prefeitos
eleitos,eatéreeleitos,comquemtenho
conversado, têm se mostrado céticos
em relação a 2017. Questionados sobre
os planos para o início do mandato, a
ordem é uma só: esperar para ver o
que vai dar. Afora encaminhamento
depedidosdeemendasparlamentares,
algo que é mais antigo do que andar
para frente, praticamente ninguém
querarriscarafirmaçõessobreprojetos
próprios. A explicação é uma só: como
ninguém sabe como ficará o caixa das
prefeituras ano que vem, ninguém
quer criar expectativas junto a popula-
ção,aomenosparaoprimeirosemestre
de governo.Até agora, a única exceção
veio de Meleiro, através do futuro pre-
feito Eder Matos (PSB). Ele me disse
que, custe o que custar, vai instalar
uma usina de asfalto, como também
instituir um projeto turístico, cultural
e religioso para o município, já nos
primeirosmesesdemandato.Nomais,
o que se observa é uma cautela para
lá de cautelosa. De um modo geral os
prefeitoseleitosereeleitosemOutubro
acreditam que conseguirão colocar em
prática seus planos de governo, mas só
não sabem a partir de quando as ações
começarão a ser executadas.
Atualização do Índice de Desen-
volvimento Humano dos municípios
de Santa Catarina melhorou bastante
a média da qualidade de vida de nos-
sa região. Dos 15 municípios aqui do
Extremo Sul, apenas São João do Sul,
com avaliação 0,695, ficou abaixo dos
0,7pontosalmejadoscomoomínimodo
ideal. A escala proposta pela ONU vai
de0,0a1,0evisamedirváriosaspectos
de um município, tais como acesso a
educação, saúde, saneamento básico
e outros princípios básicos para a boa
qualidade de vida. De acordo com os
dados,Maracajáéomunicípiodenossa
região com maior IDH, somando 0,768
pontos. Ele é seguido de Araranguá,
com 0,760. A terceira colocação cabe a
Arroio do Silva, com 0,746 pontos. Em
quarto lugar vem Turvo, com 0,740.
Em quinto está Meleiro, com 0,738.
Sombrio e Balneário Gaivota dividem
a sexta colocação, com 0,728 pontos. A
sétima colocação fica com Ermo, com
0,726. Já Timbé do Sul e Passo de
Torres dividem a oitava colocação com
0,720 pontos. A nona colocação cabe a
Praia Grande com um IDH de 0,718
pontos e a décima a Jacinto Machado,
com 0,716. A lista é encerrada com
Santa Rosa do Sul, com 0,705 pontos.
Geral 3Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
Aids
“Não ter medo hoje é um problema”
> SOMBRIO
Q
uando sur-
giu no Brasil,
na década de
1980, a Aids provocou
pânico e muitas mortes.
A maioria da popula-
ção se apavorava com a
ideia de ‘pegar’ o vírus
HIV. Menos de 30 anos
depois, a situação se in-
verteu de tal forma que
hoje a falta de medo é
considerado um proble-
ma para os profissionais
de saúde. Na região, um
dos maiores e mais expe-
rientes especialistas em
doenças transmissíveis,
o médico Carlos Ma-
chado, é que se assusta
com a falta de temor
das pessoas, que pode
atrapalhar a prevenção.
Nesta semana em
que se lembra o Dia
Mundial de Combate a
Aids (1º de dezembro)
Dr. Carlos esteve na
Rádio 93.3 FM em com-
panhia do psicólogo João
Roges, do Serviço de
Atendimento Especiali-
Marivânia Farias zado (SAE) de Sombrio.
Os dois falaram
sobre o aumento da
contaminação entre jo-
vens, que não viram as
imagens devastadoras
dos primeiros anos de
combate a Aids e talvez
por isso, não levam a
prevenção muito a sério.
- As pessoas anti-
gamente tinham mais
medo do vírus HIV, não
é?
Carlos Machado:
Com certeza, não só
as pessoas, também os
governantes. E está
voltando a aparecer
muitos jovens infecta-
dos. Alguns deles talvez
conheçam alguém que é
portador do vírus e que
vive normalmente. Em
um passado não muito
distante, tu perdia este
amigo.
Só é preciso escla-
recer que o portador do
HIV não é doente, a do-
ença é o que o vírus faz
no organismo. Hoje com
o aumento da eficácia
dos medicamentos esse
efeito do vírus diminiu,
porém ainda existe.
- O senhor quer
dizer que o HIV ainda
é perigoso.
Dr.Carlos: Costumo
dizer que o HIV é um
vírus muito vagabun-
do, nem febre ele te dá.
O problema é quando
ele se estabelece nas
células de defesa do
corpo, e o organismo
perde a capacidade de
se defender. Então as
doenças oportunistas
vão se estabelecer e
ele vai gradativamente
tirando a imunidade
do organismo. A partir
daí, uma doença que
em uma criança não
chega a trazer proble-
mas, pode matar um
adulto.
- É verdade que
devido a medicação,
o vírus está com uma
carga viral mais bai-
xa?
Dr. Carlos: É fato.
É que hoje se começa
o tratamento assim
que detectado o vírus.
Antes era mais tarde.
Mesmo assim, trata-se
de uma doença que não
> SOMBRIO
O Serviço de Aten-
dimento Especializado
(SAE) da Secretaria Mu-
nicipal de Saúde de Som-
brio realizou palestra na
Escola Jovem, maior colé-
gio do município, e testes
rápidos na sua sede, como
programação de 1º de
dezembro, Dia Mundial
de Combate a Aids.
Na escola a palestra
foi realizada pela médica
Prevençãocontraaaids
infectologista do SAE
Sombrio Raphaella Vieira
e com o psicólogo João
Roges.
Já ontem foram en-
tregues camisetas da
campanha, preservativos
e realizado testes rápidos.
“O SAE presta um
serviço excelente aos ci-
dadãos sombrienses, um
atendimento discreto e
muito atencioso, porque
há uma série de passos a
serem tomados com quem
descobre ser portador do
HIV, para que não haja
maiores abalos físicos e
psicológicos. Muito me
orgulho da equipe do SAE
e sempre ouvimos da po-
pulação esse retorno com
elogios ao serviço presta-
do”, afirma a secretária
de Saúde, Gislaine Dias
da Cunha.
Nas redes sociais,
através de imagens, a
prefeitura apresentou
dados e convidou os som-
brienses a se protegerem
e a fazerem o teste, com a
campanha #VivaSemPre-
conceito.
tem cura.
- A sífilis é outra do-
ença que está preocu-
pando em Santa Cata-
rina.
Dr.Carlos: Sim, o
HIV faz parte das doen-
ças sexualmente trans-
missíveis, como a sífilis,
gonorreia e hepatites.
Nosso trunfo é investir
na prevenção. Não se
quer que o jovem deixe de
se divertir, o que se quer
é que se proteja. Muitas
vezes surje oportunida-
de de sexo casual sem
proteção e depois vem o
arrependimento.
- Como o Serviço de
Atendimento Especia-
lizado (SAE) coordena
este setor?
João Roges: Oferece-
mos testes rápidos das
DSTs e outros serviços.
Muita gente desconhece
isso. Normalmente quem
procura está em dúvida,
como no início de relacio-
namento em que não se
protegeu. Então é feito o
exame. Algumas pessoas
têm dificuldade de aceitar
o resultado, porém hoje
o tratamento é muito
eficiente. Tentamos que
o paciente naturalize a
informação e faça o tra-
tamento corretamente.
Hoje usa-se menos
medicamentos e com me-
nos efeitos colaterais. De
8, 9 caiu pra um compri-
mido ao dia. É preciso
aceitar também psicolo-
gicamente o tratamento.
- Quantos pacientes
têm hoje em Sombrio?
João: Cerca de 100
em tratamento. Um pe-
queno número não adere,
a maior parte adere cor-
retamente ao tratamento.
A acolhida da equipe do
SAE ajuda bastante, tudo
é acompanhado por nós.
Temos pacientes bem
jovens, com 15, 20 anos.
Carlos: A preocupa-
ção maior é com quem
tem o vírus e não sabe.
Muitos dizem que não
fazem o exame por medo.
Como pode alguém não
querer saber de algo que
se não fizer nada vai te
matar. Faça o teste, e
se der positivo receba o
acompanhamento ade-
quado. Arrisco dizer que
pelo menos 50 pessoas
são portadoras do HIV e
não sabem.
Médico Carlos Machado e psicólogo João Roges falam sobre nova realidade do combate a aids
Publicidade4 Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
JABSON MULLER
Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br
(48) 9955.5313
Prefeito recebe grupo de dança
TV Senado
no facebook
Celescconfiante
paraoverão
Concessão de rodovias
O
prefeito de Ermo Aldoir
Cadorin recebeu em seu
gabinete as bailarinas do
grupo de dança CriArte,
que já faz tempo que deixou de encantar
somente a região e agora tem reconheci-
mento internacional.
O grupo voltou esta semana de um fes-
tival na Argentina, cheio de medalhas. A
professora e coreógrafa Renata Possamai
acompanhou as alunas e também recebeu
homenagens do prefeito.
Abrindo espaço com talento e dedica-
ção, o CriArte
se transformou
em grande or-
g u l h o p a r a
Ermo, e sempre
contou com o
apoio da admi-
nistração mu-
nicipal. De pa-
rabéns também
está o prefeito,
por ter aposta-
do nos baila-
rinos desde o
início.
O Senado Federal realizou pela primeira vez uma
transmissão ao vivo via Facebook. A partir das 11h30
desta quinta-feira, os mais de dois milhões de segui-
dores da página puderam acompanhar a sessão de
debates temáticos sobre o Projeto de Lei do Senado n.
280/2016, que define os crimes de abuso de autoridade.
Estavam presentes na sessão o juiz federal Sérgio Moro,
que comanda as investigações da operação Lava Jato,
e o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal
Federal (STF).
Para ter acesso ao conteúdo, proveniente do sinal
da TV Senado, basta que o internauta acesse a página
do Senado no Facebook e pressione o botão PLAY.
O relacionamento do Senado Federal com o cidadão
por meio das mídias sociais tem crescido de forma sur-
preendente. Na semana passada, a página alcançou a
quarta posição entre as páginas de governo no Brasil. À
frente nesse ranking estão somente Exército, Ministério
da Educação e a Polícia Federal.
Somente neste ano, as publicações da página já
foram compartilhadas quase 10 milhões de vezes e gera-
ram mais de três milhões de comentários dos cidadãos.
Além de poder acompanhar as ações do Senado
Federal ao vivo pelaTV Senado, pela Rádio Senado
ou pelo YouTube, o cidadão poderá, a partir de agora,
assistir alguns debates e decisões da Casa em tempo
real pelo Facebook.
A Celesc apresentou ontem o seu planejamento
para o verão. A promessa do presidente Cleverson
Siewert, é que na temporada 2016/2017 a empresa
tem tudo para oferecer mais garantia de fornecimen-
to de energia, com menos interrupções. É esperar
para ver.
Além do reforço do sistema e de ações de auto-
mação, que garantem o controle remoto de boa parte
da rede, o presidente da Celesc contou que foram
investidos R$ 40 milhões em manutenção preven-
tiva, como podas e roçadas, principal causa isolada
de desligamentos – 35% das quedas de energia têm
como causa vegetação encostando na rede elétrica.
Houve ainda, para o período da alta temporada, a
contratação de 20% mais recursos humanos, tanto
equipes de eletricistas quanto de atendimento.
“Fazemos de tudo para não deixar o sistema cair.
Mas se cair, por questão climática, temos que estar
preparados para restabelecer no menor espaço de
tempo possível”, explicou.
A explanação feita nesta quinta-feira foi acom-
panhada por representantes do setor turístico e pelo
deputado Leonel Pavan (PSDB).
Tomara que todas as promessas se concretizem,
energia de qualidade é fundamental para ajudar a
economia catarinense.
O Governo do Estado, representado pelos secretários de Planejamento, Murilo Flores, e de Articulação Nacio-
nal, Lourdes Martini, apresentou ao Ministério dos Transportes na quarta-feira, o Programa Estadual de Gestão
de Ativos Rodoviários, que prevê a concessão de rodovias estaduais importantes para o desenvolvimento de Santa
Catarina. Eles foram recebidos pelo diretor do Departamento de Concessões, Fábio de Freitas; coordenador da
Secretaria de Fomento, Henrique Oliveira Mendes; demais assessores e representantes da Agência Nacional de
Transportes Terrestres (ANTT) e Empresa de
Planejamento e Logística (EPL).
Conforme exposto, o Governo do Estado
realizou análise dos investimentos já realiza-
dos e outros necessários; cálculos de demanda;
levantamento socieconômico e avaliação das
rodovias estratégicas; e definição dos níveis
de serviços a serem ofertados nos pólos ro-
doviários.
“Queremos integrar nossos pensamento
com relação a esta malha e casar com o que o
Governo Federal já planeja. Por isso, já contra-
tamos estudos mais detalhados”, falou Flores.
A intenção é que um termo de cooperação
técnica seja firmado com o Ministério dos
Transportes para que as concessões das rodo-
vias de Santa Catarina (estaduais e federais)
sejam feitas em um só pacote.
10X R$
29,90
Cartão de crédito ou R$ 299,00 à vista
FURADEIRA IMP. 1/2
650W DEWALT
Geral6 Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
Publicações legais:
tomaz@grupocorreiodosul.com.br
Financeiro
financeiro@grupocorreiodosul.com.br
Comercial:
l48l 3533.0870
comercial@grupocorreiodosul.com.br
Diretor Geral
Jabson Muller
l48l 9955.5313
diretor@grupocorreiodosul.com.br
Diagramação/Arte:
correiodosul@grupocorreiodosul.com.br
Sul Gráfica
sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br
Redação:
editor@grupocorreiodosul.com.br
Radio 93FM
radio93fm@grupocorreiodosul.com.br
Circulação/Assinatura
l48l 3533.0870
assinaturas@grupocorreiodosul.com.br
Celesc preparada para o verão
O
Programa de Automação da Distribuição é apenas uma das ferramentas
da Celesc para garantir um verão com maior confiabilidade no forneci-
mento de energia elétrica. Na apresentação feita ontem ao trade turístico
sobre as ações desenvolvidas pela empresa para o verão, o presidente da compa-
nhia, Cleverson Siewert, explicou que já estão em operação 850 religadores te-
lecontrolados e outros 250, em fase de instalação. A preocupação do presidente
é que a infraestrutura de energia elétrica seja condizente com o que a sociedade
precisa: “Até porque o verão trabalha muito com Turismo e esse setor represen-
ta 12% do PIB (Produto Interno Bruto) catarinense.” A modernização tecno-
lógica da rede da Celesc garante maior recursividade para o sistema elétrico, o
que permite remanejamento de carga entre circuitos e consequente redução do
tempo de atendimento de ocorrências. Nos últimos seis anos, a Celesc teve inves-
timento médio anual de R$ 300 milhões para melhorar seu sistema em todas as
regiões do estado. Especificamente para a temporada 2016/2017, a empresa está
contratando 20% mais recursos humanos, tanto equipes de eletricistas quanto
de atendimento, e intensificou as ações de poda e roçada. A Operação Verão da
Celesc vai ter reforço em Florianópolis, Joinville, Itajaí, Criciúma e Tubarão,
com 35 equipes terceirizadas adicionais, especialmente nas festas de final de ano
e no carnaval. O mesmo vai ocorrer em Blumenau, Rio do Sul e Mafra, onde
são comuns ocorrências climáticas, como ventos e raios, que resultam no desli-
gamento do sistema. Acompanharam a apresentação do presidente da Celesc o
presidente da Santur, Valdir Walendowsky, o presidente do Conselho Estadual
de Turismo, Rogério Siqueira, e o deputado Leonel Pavan (PSDB).
Premonição A nota não é sobre pessoas
que previram a queda do avião da Chape-
coense, mas sobre o deputado Mauro Ma-
riani (PMDB-SC) que, na segunda-feira
(28), em evento da Federação das Indús-
trias (Fiesc), afirmou que a semana pas-
sada tinha sido difícil em Brasília e esta
seria pior. Acertou. Questionado sobre a
afirmação, ele respondeu que era um sen-
timento óbvio. “O ambiente está confla-
grado. Enquanto não virarmos a página
dessas crises que se sucedem, não vamos
fazer o Brasil andar.”
Foco errado Ele citou, em relação à se-
mana passada, “o caso do Gedel (Vieira
Lima, sexto ministro de Michel Temer a
deixar o governo), a malfadada anistia do
caixa dois, que é um absurdo, e agora vem
a delação da Odebrecht...” Para Mariani,
o Brasil não pode esperar mais: “A econo-
mia do país está parada. Tem muita gente
desempregada e essa deve ser a prioridade.
O governo está falando em grandes refor-
mas que vão impactar daqui a 20 anos,
mas tem que pensar no agora. A coisa
mais urgente que o presidente Michel de-
veria fazer, e na minha opinião o foco dele
está errado, é isso: quais as medidas ime-
diatas para ativar a economia. Estamos
perdendo um pouco o foco. Uma pena.”
Homenagem e agradecimento
Deputado João Rodrigues (PSD-SC),
ex-prefeito de Chapecó, e o deputado Je-
rônimo Goergen (PP-RS) encaminharam
ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia
(DEM-RJ), pedido para realização de
“ampla homenagem” em memória das
vítimas do acidente com a aeronave que
transportava a equipe da Chapecoense.
A solenidade será também oportunida-
de para agradecer a diretoria do Atlético
Nacional de Medellín, autoridades colom-
bianas e profissionais que trabalharam no
resgate, bem como ao povo da Colômbia,
“que promoveu uma das cerimônias mais
bonitas da história do esporte mundial”.
Tarde demais A Direção Geral de
Aeronáutica Civil da Bolívia anunciou
ontem a suspensão da licença de voo da
companhia aérea Lamia, dona do avião
que caiu com a delegação da Chapecoen-
se na Colômbia. As investigações ainda
vão demorar para serem concluídas, até
porque as caixas pretas serão analisadas
pela fabricante da aeronave, na Inglater-
ra. Mas já parece incontestável a versão
de combustível insuficiente para o trecho
aéreo que se pretendia cobrir já vem sendo
considerada incontestável.
Por Andréa Leonora
redacao@peloestado.com.br
02/Dez/2016
Apoio à Lava Jato
As especulações da imprensa nacio-
nal sobre uma suposta articulação do
PSDB para a urgência da votação do
pacote anticorrupção no Senado foram
refutadas pelo senador Paulo Bauer.
Líder da sigla na Casa, o catarinense
divulgou nota informando que a ban-
cada se posicionou contra a urgência,
de modo unânime. Ele, inclusive, ma-
nifestou a decisão tomada pelos tuca-
nos no Plenário. Bauer ainda fez ques-
tão de cumprimentar o juiz Sérgio Moro durante sessão temática sobre o
tema, realizada na tarde de ontem, reafirmando seu apoio à Operação Lava-
Jato e ao trabalho da Polícia Federal.
GerdanWesley
Geral 7Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
> SOMBRIO
E
m uma das sa-
las do prédio
onde funciona
o setor social da admi-
nistração municipal de
Sombrio, se reuniram
esta semana cerca de 20
mulheres que juntas for-
mavam uma imagem do
que a vida tem de melhor.
Quatorze delas estão grá-
vidas, promessas de futu-
ro e renovação, outras se
doam por solidariedade e
as demais fazem do tra-
balho uma profissão de
fé. Todas participaram do
último encontro do proje-
to Gerar Vidas de 2016.
O projeto teve três
edições este ano, cada
um atendendo em média
15 gestantes que durante
três meses se encontram
semanalmente para re-
ceber informações, as-
sistir palestras, fazer
artesanatos, visitar a
maternidade do Hospital
Regional de Araranguá,
rir e conversar.
A coordenadora do
Centro de Referência em
Assistência Social (Cras)
Ronise Fabiana Menezes
Euler, explica que as
participantes precisam
manter os exame de pré-
-natal em dia e quando
necessário recebem en-
caminhamento para a
Secretaria de Saúde. Por
essa parceria, a secre-
tária de Saúde Gislaine
Dias Cunha foi convidada
> REGIÃO
O bispo da Dioce-
se de Criciúma, dom
Jacinto Inácio Flach,
anunciou, oficialmente,
na manhã desta quinta-
-feira, as transferências
e nomeações do clero
para a despedida do gru-
po, assim como as enfer-
meiras que acompanha-
ram os encontros. Tam-
bém estavam presentes
a pedagoga do Centro de
Referência Especializado
em Assistência Social
(Creas) Ivonete Borges
Simão, a Voninha, e a
secretária de Assistência
Social Aldinéia Raupp
Cândido. Néia elogiou a
equipe do projeto que é
coordenado por Ronise e
também as participantes.
Falou do esforço para ofe-
recer sempre o melhor as
futuras mamães e sobre a
importância de acompa-
nhar as famílias com os
serviços oferecidos pela
prefeitura.
O ponto alto da con-
fraternização foi a en-
trega as gestantes do kit
composto por banheira,
roupinhas e outros itens.
Danieli Geroleti Coe-
lho espera o terceiro filho
e novamente tem uma
gestação difícil. Suas
duas primeiras crianças,
hoje com sete e quatro
anos, nasceram prema-
turas, e agora Danieli
tenta levar a gravidez até
o final. Ela está de sete
meses e tem um grave
problema: seu tipo san-
guineo é um e o do bebê
é outro. “Já tive que fa-
zer transfusão de sangue
uma vez, e toda semana
vou a Florianópolis fazer
acompanhamento”, conta.
para o ano de 2017.
O anúncio foi feito
aos presbíteros diocesa-
nos e religiosos reuni-
dos ontem na Paróquia
São Sebastião, em Praia
Grande, por ocasião do
encontro de espirituali-
dade em preparação ao
Natal.
As mudanças foram
Mulheres reunidas no encerramento do projeto que acolhe gestantes sombrienses
Padrestrocamdeparóquias
O peso dessas dificul-
dades é amenizado pela
companhia das demais
participantes do grupo
Gerar Vidas e pela as-
sistência que recebe das
profissionais. “A Ronise
encaminhou tudo para
mim e todas elas aqui do
Social são maravilhosas”.
diz. Ronise é a coordena-
dora do Centro de Re-
ferência em Assistência
Social (Cras).
A gestação de Lucia-
na Patrício Teixeira é
mais tranquila, mesmo
assim ela não abre mão
dos encontros semanais.
“Na primeira gravidez já
participei do grupo, gosto
muito, a gente aprende,
se distrai, conversa”, diz.
Outras duas mulhe-
res estão intimamente
ligadas ao projeto Gerar
Vidas, apesar de já terem
criado seus próprios filhos
e agora acompanhar o
crescimento dos netos.
Dona Zeli Maria Souza e
dona Iria Recco são volun-
tárias junto a assistência
social. Dona Zeli trabalha
com a Pastoral da Criança
há 35 anos e dona Iria é
‘tricoteira’. Ela tricota
os casaquinhos que são
doados as gestantes no
kit recebido no final dos
encontros. De suas mãos e
agulhas já saíram mais de
30 peças e ela ainda aten-
de outros pedidos para
ajudar quem necessita.
O Gerar Vidas entra
em recesso durante o ve-
rão e deve ser retomado
em março.
definidas sob aprovação
e orientação do Conselho
Diocesano de Presbíte-
ros. A cada seis meses,
é comum que a igreja
realize transferências
entre os padres, a fim de
suprir as necessidades
pastorais pertinentes à
realidade de cada paró-
quia.
Trocas
Padre Aguinaldo Zucchinali
Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Criciúma)
2017: Paróquia Santo Agostinho (Rio Maina, Criciúma)
Padre Alex Sandro Serafim
Administrador da Paróquia São Roque (Timbé do Sul)
2017: Pároco em Tocantins
Padre Antônio Mendes
Paróquia em Tocantins
2017: Pároco da Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio)
Padre Carlos Wecki
Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga)
2017: Paróquia São Roque (Morro da Fumaça)
Padre César Budny
Paróquia Sagrada Família (Cidade Alta, Araranguá)
2017: Paróquia Nossa Senhora da Natividade (Cocal do Sul)
Padre Daniel Pagani
Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio)
2017: Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga)
Padre Daniel Zilli
Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga)
2017: Paróquia Sagrada Família (Cidade Alta, Araranguá)
Padre Eloir Rogério
Paróquia Nossa Senhora da Natividade (Cocal do Sul)
2017: Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe (Boa Vista, Criciúma)
Padre Jiovani Manique
Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga)
2017:Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga)
Padre Jonas Emerim Velho
Paróquia Santa Terezinha (Jacinto Machado)
2017: Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio)
Padre José Benjamim
Paróquia Nossa Senhora da Natividade (Cocal do Sul)
2017: ParóquiaNossaSenhoradaConceição(Urussanga)e ParóquiaSãoJosé(Criciúma)
Padre José Cipriano Neto
Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio)
2017: Paróquia Santa Rosa de Lima (Santa Rosa do Sul)
Padre Sidnei Vitali
Paróquia Santa Rosa de Lima (Santa Rosa do Sul)
2017: Paróquia São Roque (Timbé do Sul)
Padre Thiago Eufrasio
Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens (Araranguá)
2017: Liberado para cursar Doutorado em Teologia.
Volta em 2017
GerarVidasencerramaisumgrupo
Mãos amigas
M
ario discute com Ralf.
João Amaro coloca a
arma que usou contra
Massao em um dos vasos de
planta na casa de Gaetano e
Geppina. Milena reconhece
João Amaro e Damasceno
registra. Yumi volta para casa.
Dora pensa se deixou de gostar
de Tiago. Júlia pergunta se Chica acredita que a explosão da
traineira foi criminosa. Ralf agradece Vittorio pelo apoio a Le-
nita. Carol leva para Mario uma lista com opções de nomes de
bebê. Patrick incentiva Ralf a falar com Vittorio sobre Milena.
EntretenimentoEntretenimento
Novelas - Horóscopo - Diversão
Cruzadinha Novelas
J
úlia revela a Alex que o
denunciou à polícia no
aeroporto. Gordo avisa a
Diana que trabalhará com Gui.
Chiara fica insegura sobre sua
apresentação de balé. Léo
ameaça denunciar Néia. Alex
fica revoltado com Júlia. Chiara
avisa a Diana que não quer que
Léo apareça em sua apresentação. Lázaro diz a Néia que tem
uma ideia para acabar com o romance entre Léo e Diana. Gui
fica encantado ao ouvir Zac, Tom e Wellington tocando. Júlia
conta o plano que armou contra Alex para Lorena.
L
etícia diz a Pedro que Helô
a renegou e o acusa de
ter destruído sua família.
Tião consegue seduzir Jéssica.
Magnólia avisa a Ciro que Beth
voltaráparacasa.Fláviaconvida
Helô para morar com ela. Tiago
deleta as fotos de Isabela do
celular e Pedro aconselha o so-
brinhoavoltaraotrabalho.SaletesesurpreendeaoverMileide
com Hércules. Suely pede a Salete reconsiderar e readmitir
Gustavo. Ruty Raquel comenta com Sansão que Gigi pode
estar desconfiada de seu namoro com Antônio.
Sol Nascente -18h
A Lei do Amor -21h
Rock Story -19h
Rapidinhas
Áries 21/03 a 20/04
21/04 a 20/05
21/05 a 20/06
21/06 a 20/07
21/07 a 20/08
21/08 a 20/09
21/09 a 20/10
21/10 a 20/11
21/11 a 20/12
21/12 a 20/01
21/01 a 20/02
21/02 a 20/03
Leão
HoróscopoHoróscopo
Sagitário
Gêmeos Libra Aquário
Touro
Diante das dificuldades terá pouca habilidade para
se acalmar. Tira esse orgulho do pensamento e se
aproxime de alguém do signo de Libra. O grande
astro rei sol pode permitir que mostre forças para
superar algumas dificuldades.
Colocar-se acima dos outros será algo muito nocivo
para um relacionamento profícuo e vantajoso para
ambas as partes. Urano em queda irá lhe preju-
dicar para superar algumas pequenas situações
periclitantes.
Passará um dia sem muitas preocupações e che-
gará há uma decisão sábia e condizente com o que
precisas. Filho do ar, passará por este inconveniente
da melhor pessoa possível. Não tema seus desafios,
isso é importante.
Virá a apresentar um estado de pensamento mais
estressado,vaiconseguirapenasferirseupróprioco-
raçãodestaforma.Sintamaisamorpróprioevalorize
seus esforços em todas as áreas. A intervenção de
Saturnonãodevelheabalarmaisquepossasuportar.
Sua magnanimidade vai ficar um pouco em baixa
neste período, porém não se desiluda, siga em frente
buscando sua maestria.
Pessoaspróximasavocêpodemachá-lodemasiada-
mente chato, isso é devido algumas de suas manias
e insistências. Não deixar levar por divagações
sem resultado vai fazer com que obtenha melhores
resultados.
Muita agonia será sentida se não souber diferenciar
aquilo que você quer daquilo que você precisa. A
incessante busca pelo equilíbrio deve permanecer
principalmente neste período. Sentirá dentro de você
uma grande força de Vênus em você.
Você ficará muito nervoso devido a problemas no
campo das ideias, e essas confusões se arrumarão
com o tempo. Momentos de raiva estarão presentes
em alguns momentos. Não deixe que Lua lhe baixe
o astral.
Poucos momentos memoráveis durante este dia,
oscilará entre o sorriso e siso, e por isso passará
boa parte do tempo confuso. Nem Vênus e muito
menos Plutão irão ajudar você neste aspecto, ficará
por conta de você.
Seráquetudoquereluzéouro?Estecomcertezavai
ser um questionamento presente durante boa parte
do dia. A falta de uma resposta concreta é o que
será a mola propulsora do resgate de suas reflexões.
Contemple seus feitos de forma discreta e aja nas
missões do dia de forma astuta e firme, condizen-
temente com o que você necessita de fato. Neste
momento imaginação e trabalho em grupo se fazem
necessário, Mercúrio será importante neste aspecto.
Agir com praticidade, é difícil certo, então reveja suas
atitudes para compreender a falta de ação positiva
no seu dia. Para encontrar a luz no fim do túnel, o
filho de Urano sentirá o ápice de sua capacidade de
executar ao focar apenas no necessário.
Virgem Capricórnio
Câncer Escorpião Peixes
Rayanne Morais voltou nesta quinta-feira, 1º,
ao apartamento que dividia com o ex-noivo, Dou-
glas Sampaio, no Rio de Janeiro. Depois de ir ao
local escoltada pela polícia, desta vez ela foi com
o caminhão de mudança para retirar todos seus
pertences da residência.
Aatriz foi vista saindo do local com alguns obje-
tosdedecoração,acompanhadadamãe,Terezinha
Morais. Os objetos mais pesados foram levados
para o caminhão pelos funcionários contratados
para fazer a mudança. Ao deixar o condomínio,
Rayanne cumprimentou funcionários.
A atriz e Douglas se conheceram no confi-
namento do reality show “A Fazenda”, em 2015.
Após o fim do programa, eles foram morar juntos
e, apaixonados, ficaram noivos. Para oficializar o
relacionamento, Rayanne gastou quase R$ 60 mil
ao comprar as alianças.
O ex-BBB Matheus Lisboa estava afiado na
madrugada desta quinta-feira, 1º de dezembro. O
mineiro usou seu perfil noTwitter para mandar uma
série de indiretas para Maria Claudia, sua ex-namo-
rada.Adupla, que se conheceu no reality, anunciou
o término do relacionamento no Twitter no final de
outubro.ProcuradapeloEGO,aex-sisterafirmaque
achou “estranha” a atitude do ex na rede social, já
que ela não teria mandado indiretas para ele.
Correio do Sul - Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
REINVENTAR
ROMILDO BLACK
Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
romildoblack@hotmail.com
facebook.com/romildoblack
#FORADOEXPEDIENTE
Oi. Em algum momento da vida olhamos
para o lado e as coisas já não são mais como
eram. Algo que nos acalenta é saber que é
assim para todo mundo e que existem pessoas
que terão mais facilidade para se adequar aos
novostempoeoutrosmenos.Bomouruim,fica
a cargo de cada um decidir...
O maravilhoso disso é saber que podemos
estartododianosreinventando,trocandoafita,
virando o disco ou trocando o chip. Reinventar
é superar nossos defeitos aprimorar as nossas
virtudes, melhorando todos os dias. Concor-
rência, disputa apenas conosco, pois temos
plena consciência de que podemos sim ultra-
passar nossos limites, e quando isso acontecer
saberemos que estamos nos tornando pessoas
melhores. Não para esse mundo corrido, mas
para nós.
As conquistas são resultado de nosso tra-
balho e empenho, por isso ousadia, coragem,
força e fé e que nos dá energia para buscar
nossos sonhos, nossa felicidade. Tudo que pro-
curamosestádentrodenósepodemosfazerum
mundo melhor buscando nos tornar pessoas
melhores.Aproveitecadaocasiãoparaaprender,
crescer e ser mais feliz. Um bom dia, uma boa
tarde e uma boa noite conforme a ocasião e eu
ficarei aqui torcendo muito por você, querendo
ver o seu sucesso acontecer diariamente!
FRASE
Apersistência é o caminho do êxito.
Charles Chaplin
JOGO RÁPIDO COM:
Rodrigo
Saran
Fé: Acreditar que há sempre algo
superior que rege nossos dias.
Amor: Sentimento que nos aproxima
de forma especial uns dos outros.
Família: Alicerce de tudo, sem família
não chegamos a lugar algum e não
somos nada.
Dinheiro: Consequência do trabalho
bem feito.
Um lugar: Minha casa.
Uma música: Walk on - U2
Um filme: Wall Street
Um animal: Cão
Frase:
“Nascemos, vivemos por um momen-
to breve e morremos. Tem sido assim
há muito tempo. A tecnologia não
está mudando muito este cenário”.
Adoro: Tecnologia
Odeio: Pessoas que não são sin-
ceras.
Um homem: Airton Senna
Uma mulher: Madre Teresa de
Calcutá
Esporte: Tênis
Time: Não tenho
Fora do Expediente o youtuber sombriense Daniel Santos, o Não Famoso, em São Paulo com alguns
dos maiores nomes do Youtube nacional para um torneio de poker exibido na Fox. Esse guri vai longe.
Olha aí as meninas Malu,
Isabela, Clara e Duda aprovei-
tando a o final de semana.Que
escadinha mais fofa!!
A universitária Valéria junto de sua
mãe Marise Januário e família, comemo-
rando a apresentação de seu TCC de con-
tabilidade. Parabéns garota e sucesso!
Felicidades aos recém casados
Anderson e Camila, que Deus ilu-
mine seus caminho é o que desejam
amigos e familiares. A bela imagem
clicada por André Jacob.
O novo comandante do
Corpo de Bombeiros de Som-
brio, 2º tenente Eric Gomes
Varmelati junto de seus
familiares durante a posse.
Seja bem vindo e sucesso em
sua estadia.
O grupo de guardas vidas que vai trabalhar no Bal-
neário Gaivota. Gurizada preparada e encharcada após
a formatura esta semana. Parabéns e boa temporada.
Na quarta-feira esse colunis-
ta visitou a Celesc de Sombrio
para agradecer o trabalho des-
ses profissionais que acabou
dando um prêmio nacional de
jornalismo em uma de suas
coberturas.O prêmio também é
de vocês, parabéns!!!
O Jogo Rápido dessa semana é com
ele, Rodrigo Saran, diretor de marke-
ting do Sítio do Cassio / X9 Promoções.
Cara gente fina, que fica nos bastidores
garantindo que o Sunset seja sempre
um grande sucesso. Confira aí o Jogo
Rápido com Rodrigo Saran.
Publicidade10 Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
Geral 11Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
> SOMBRIO
P
equenos reis
e rainhas se
encontraram
ontem para um chá em
Sombrio. Teve docinhos,
dança, cumprimento
real e muito encanto
> ARROIO DO SILVA
O grupo do Proje-
to Entre Jovens um
passeio diferenciado,
marcando o fim das
atividades de 2016. No
passeio eles colocaram
em prática o curso do
bombeiro sobre trilhas
na mata, destacando o
companheirismo e con-
templando a natureza.
Os jovens fizeram a
> ARROIO DO SILVA
O Grupo da Terceira
Idade de BalneárioArroio
do Silva teve um dia dife-
renciado na quarta-feira.
Mais de 200 idosos par-
ticiparam do passeio que
marcou o encerramento
das atividades de 2016.
O grupo realiza passeios
de encerramento todos os
anos e, desta vez o desti-
no escolhido foi Braço do
Norte.
Odiafoideintegração,
divertimento e emoção. O
passeio encerrou não só as
atividades do ano como foi
também de despedida do
prefeito Evandro Scaini e
da primeira-dama Diane
Scaini que estiveram à
frente da administração
municipal por oito anos.
> ARARANGUÁ
O Caverá Country
Park foi o local para o en-
cerramento das atividades
do Centro e Referência de
Assistência Social (Cras).
Ao todo, 90 crianças e ado-
lescentes aproveitaram
durante toda a tarde. O
evento grandioso foi na
escola Sanga da Toca 3,
em Santa Fé, e contou
com a presença de 32
membros da realeza
celebrando o fim do ano
letivo na Roda da Lei-
tura.
O Chá Real foi ideia
da professora Maria Ro-
trilha do farol do Morro
dos Conventos, visi-
taram a caverna e se
divertiram nas dunas.
O Entre Jovens reú-
ne semanalmente ado-
lescentes entre 15 a 17
anos de idade para ativi-
dades voltadas ao lazer
e à cidadania. O encon-
tro conta com oficinas de
música e capoeira, além
de rodas de conversa com
a equipe técnica do Cras
e da Secretaria de Desen-
volvimento Social.
Os integrantes ganharam
um porta-retrato com foto
de lembrança, além de
apresentações e brinca-
deiras.
O prefeito eleito Jus-
a tarde de sol no parque
aquático, na quarta-feira.
A tarde de lazer e diversão
contagiou até mesmo pais
que acompanhavam as
crianças. “Nunca imaginei
que um dia estaria aqui
neste parque. Há um ano
que participamos do Cras e
agradeço por tudo que é fei-
to neste programa. Espero
Meninos e meninas fizeram apresentações e tomaram chá no encerramento do projeto de incentivo a leitura
Participantes do Entre Jovens se divertem ao ar livre
Membros do grupo brincaram durante encerramentoCrianças se divertiram em parque aquático onde a maioria ainda não conhecia
Jovens fazem
trilha no Morro
TerceiraIdadeencerraencontrosCriançasdoCrasvãoaoCaverá
sane Carlos Fernandes,
que trabalhou contos
de fadas com os alunos
das turmas do Infantil
ao 4° ano, e resolveu fe-
char o projeto dando aos
alunos tudo o que eles
aprenderam nas histó-
rias. “Deu um pouco de
trabalho para organi-
zar, mas eles amaram.
celino Guimarães, o Mi-
neiro, a primeira-dama
Claudete, o vice Carlos
Scarsanella e a segunda-
-dama, Agda, também
participaram do passeio.
queanoquevemcontinue”,
diz a diarista Luciana Gon-
çalves, 31 anos, que estava
com a filha, irmã e cinco
sobrinhos.
O prefeito Sandro Ro-
berto Maciel e a primeira-
-dama Rose Maciel, esti-
veram no parque aquático
para prestigiar a diversão
da garotada.
Contos de Fadas
Alunostêmtarderealnaescola
Aprenderam coisas que
vão levar para o resto
da vida e estão apai-
xonados pelo teatro, já
que na representação
abandonam a timidez
e gostam cada vez mais
de leitura. Então me-
recidamente tiveram
uma tarde real”, explica
a professora.
Publicidade12 Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
Geral 13Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
> SOMBRIO
E
sta semana foi
realizada a pri-
meira formatu-
ra do Proerd Kids no mu-
nicípio de Sombrio. O novo
projeto da Polícia Militar
chega as creches e escolas
com o mesmo objetivo do
Proerd tradicional, das tur-
mas de 5º ano, porém, abor-
dando a questão das drogas
e da violência de forma
muito simples e divertida.
Segundo as instruto-
ras, soldados Ana Paula
e Sarah, este ano foram
atendidas 18 turmas das
séries iniciais, somando
97 crianças com idade en-
tre cinco e oito anos. Elas
aprendem noções de cida-
dania, segurança pessoal e
práticas saudáveis, através
de músicas, brincadeiras
e conversas. Os aluninhos
também se empolgam com
a presença de uma policial
‘deverdade’aoladodelesna
sala de aula.
A primeira formatura
aconteceunasegunda-feira,
na creche Lar da Criança,
no bairro São Luiz, e na
terçafoirealizadanacreche
Espaço Criança no bairro
São Pedro. A solenidade
para os pequenos teve cara
de gente de grande, com
direitoajuramentoeoutros
atos,paraoorgulhodospais
e professores.
“Para nós, que minis-
Policial passa noções de cidadania e segurança as turminhas no Proerd Kids
Sargento Marcelo explicou programa de segurança
Meninada ganhou uniforme e aprendeu a preservarEncerramento do Proerd com mascote é uma festa
> ARROIO DO SILVA
Na noite de quarta-
-feira,161 crianças de
escolas municipais e esta-
duais de BalneárioArroio
do Silva se formaram no
Programa Educacional
de Resistência às Drogas
e a Violência (Proerd), da
Polícia Militar. Também
foram formados nove pais
de alunos no programada
Proerd para pais. O curso
foi ministrado pelos sar-
gentos Moisés de Bem
Alano e João Batista dos
Passos de Oliveira.
Em uma das eta-
pas do Proerd, os alu-
nos apresentam uma
redação, onde descrevem
todas as informações
> ERMO
Na noite da última
quarta-feira, na Câmara
de Vereadores de Ermo,
foi realizada a reunião
do Conseg (Conselho de
Segurança) em que o
sargento Marcelo Pícolo
apresentou a comuni-
dade o projeto Rede de
Cidadãos Protegidos.
O projeto visa pos-
sibilitar uma relação
de confiança e coope-
ração mútua entre a
comunidade e os órgãos
de segurança pública.
Para isto, a comunidade
interessada em fazer
parte será devidamente
cadastrada e participa-
rá do Grupo do Conseg
existente no aplicativo
WhatsApp. Ali, poderá
informar e ser informa-
da ao perceber algum
problema ligado a se-
gurança pública, como
pessoas ou veículos em
> ARROIO DO SILVA
Aconteceu na noite
desta quinta-feira, a for-
matura de 20 alunos, da
rede pública de Arroio do
Silva, no curso de Protetor
Ambiental, oferecido pela
Polícia Militar Ambiental
de Maracajá, em parceria
com a prefeitura. O curso
é oferecido uma vez por
ano, sempre em um muni-
cípio diferente, os municí-
pios de Maracajá, Meleiro,
Timbé do Sul, Santa Rosa
do Sul e Praia Grande
já haviam recebido uma
edição do projeto.
O sargento Correia,
da PM Ambiental, contou
que as aulas iniciaram
dia 1º de agosto e que as
crianças tiveram três me-
ses de aula com matérias
relacionadas à preserva-
ção do meio ambiente,
onde os alunos aprendem
um pouco das questões
FormaturanoArroiodoSilva
Rededecidadãosprotegidos
Criançassãoprotetoresambientais
adquiridas e o aprendiza-
do que tiveram durante
as aulas. Ao todo, seis
atitude suspeita, dei-
xando todos em alerta
e, principalmente, para
que a Polícia Militar
possa averiguar a situ-
ação. Além disto, nas
residências participan-
tes será instalada uma
placa informando que o
local está sendo monito-
ambientais do planeta.
A intenção do pro-
grama é conscientizar
os alunos em relação às
questões ambientais e
tronarem-se multiplica-
dores das informações que
aprenderam. Em torno
de 120 pessoas compa-
rado pela polícia e pela
comunidade.
O grupo de WhatsA-
pp do Conseg vem sendo
monitorado pela Polícia
Militar, e quem estiver
interessado em partici-
par basta preencher o
requerimento fornecido
na sede da PM de Ermo.
receram na formatura,
entre elas familiares dos
alunos, representantes
da PM Ambiental de Ma-
racajá, da PM de Arroio
do Silva, prefeito Evandro
Scaini e demais represen-
tantes da administração
municipal.
tramos o curso, a emoção
é grande. Sabemos que
muitos vão levar esses en-
sinamentos para a vida
e torcemos para que se
tornem jovens felizes e re-
alizados”, diz Ana Paula.
Para Sarah, a experiência
é única, com aprendizado
tantoparaosalunosquanto
paraaspoliciaisenvolvidas,
que acreditam no poder
transformadordaeducação.
O comandante da PM
em Sombrio, capitão Luiz
Paulo Fernandes.
“Estamos plantando a
sementinha do bem, para
uma sociedade melhor. É
gratificante em uma forma-
tura ver os olhos das crian-
ças brilhando de alegria e
seuspaisemocionados”,diz.
Nas Creches
ProerdKidsforma97crianças
Gislaine Fontoura
redações se destacaram
e seus autores foram
homenageados.
Segurança14 Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
> ARARANGUÁ
O
C o r p o d e
B o m b e i r o s
(CB), a Polí-
cia Civil (PC) e a Polícia
Militar (PM) de Araran-
guá iniciaram na noite
de quarta-feira, as buscas
por Geovanni Vasconce-
los Pereira, de 47 anos,
após a família anunciar
seu desaparecimento.
Geovanni é escrivão da
1ª Vara Criminal da Co-
marca de Araranguá e
havia saído do serviço,
por volta das 15 horas
de quarta, dizendo que
iria até a agência dos
Correios, próximo ao fó-
rum, e não voltou mais.A
última vez que foi visto,
foi por volta das 17 horas,
caminhando às margens
do rio Araranguá.
Na noite de quarta-
-feira, a família deu de-
clarações para a impren-
sa local e também enviou
mensagens pelo aplica-
tivo WhatsApp, pedindo
para quem encontrasse
o escrivão, que entrasse
em contato. A enteada
Jéssica Albino Hames
afirmou que o padrasto
é um homem caseiro e ia
de casa para o trabalho
e vice-versa. Geovanni
nunca havia saído por
muito tempo, sem avisar
a família, porém, nas
últimas duas semanas
estava com um comporta-
mento diferente e chegou
a perder dez quilos.
Dois irmãos vieram
de Florianópolis para
ajudar nas buscas, um
deles é Danilo Irigoite,
de 62 anos, que conver-
sou com a imprensa na
manhã desta quinta-fei-
ra. Danilo, que ajudou
a criar Geovanni, diz
que colocou o irmão em
aula de natação, quando
criança. “Todos os meus
filhos aprenderam a na-
dar, eu acho isto muito
importante”, contou o
irmão, que tem Geovanni
como filho.
Danilo revelou que
ele e o outro irmão che-
garam emAraranguá por
volta de 5 da manhã de
ontem e que a partir das
8 horas seguiram com
Mergulhadores e familiares passaram parte da noite de quarta e toda a quinta procurando Geovanni no rio
> SOMBRIO
Na última terça-feira,
a Polícia Civil de Som-
brio cumpriu mandado
de prisão preventiva de
Moisés de Assis da Silva
de Souza,o Monga e Luiz
Enrique Flor, o Floripinha,
ambos de 18 anos. Segun-
do os policiais, os dois, e o
foragido da justiça Natan
Jardel de Jesus Réus, 19,
na madrugada de 23 de ou-
tubro estavam no pátio do
posto AMPM , no Centro
de Sombrio, e atacaram
dois jovens com facão. Um
deles foi ferido após retirar
uma garrafa de cerveja de
trás do próprio carro para
sair do estacionamento.
As vítimas não perderam
a vida por muito pouco,
já que receberam vários
golpes.
Ainvestigação identifi-
cou Moisés como autor das
Políciaprendedoisportentativadehomicídio
facadas e os outros dois
teriam auxiliado no crime.
Os três foram indiciados
por dupla tentativa de
homicídio qualificado.
O delegado Luiz Otá-
vio Pohlmann explica que
a foram coletadas várias
informações e provas para
dar sustentação ao pedido
de prisão. Moisés foi preso
ao comparecer a uma audi-
ência no forum de Sombrio
e Luiz Henrique minu-
tos depois no bairro São
Luiz. Eles não resistiram
a prisão e foram levados a
depois para o presídio.
No facebook do Jor-
nal Correio do Sul foram
postadas na noite desta
quinta-feira as imagens
Jéssica atrás do escrivão
e algum tempo depois
encontraram as roupas
Mistério
Irmãoencontraroupadedesaparecido
registradas por uma câ-
mara do local mostrando
a violência cometida na-
quela madrugada pelos
três rapazes, que estavam
acompanhados de outros
amigos. O vídeo mostra
o início da briga, facãoza-
das e o grupo chutando e
pulando em cima do carro
das vítimas.
Gislaine Fontoura dele. “Às 8 horas nós
começamos a procurar
pela Vila São José, vie-
mos pela rua da beira
rio, seguimos de carro,
eu descia e olhava as en-
tradas do rio, chegamos
na casa de tratamento
(Fazenda São Jorge),
procuramos ele lá e tam-
bém não encontramos,
até que chegamos neste
ponto (cerca de dois qui-
lômetros da Fazenda São
Jorge, sentido Norte), eu
verifiquei que tinha um
calçado lá, fotografei,
levei a foto até o carro e
confirmei com Jéssica se
era a roupa dele mesmo,
ela disse que sim e eu
acionei o 190”, detalhou.
Por volta de 9h30min
de ontem, os bombeiros
reiniciaram as buscas,
que haviam sido encer-
radas de madrugada.
Três mergulhadores e um
homem de apoio ficaram
até por volta de 17 horas
dentro do rio. O CB tra-
balhou com 12 homens
de Araranguá, Passo de
Torres, Criciúma e Iça-
ra, e após as 17 horas
as buscas continuaram
com embarcações pelas
margens do Araranguá
e seguiram até o final do
dia, quando escureceu.
PM, PC e Instituto
Geral de Perícias (IGP)
também estiveram no lo-
cal e a tarde o helicóptero
da PC veio de Criciúma
ajudar nas buscas.
Na parte da manhã o
movimento de familiares,
colegas de trabalho, ami-
gos e curiosos foi intenso
e o trânsito teve que ser
bloqueado, permitindo
acesso apenas da família,
amigos próximos e car-
ros de trabalho. Amigos
estavam inconformados,
dizendo não acreditar no
que estava acontecendo.
Segundo Danilo, a esposa
de Geovanni chorava o
tempo inteiro, a família
preferiu preservá-la e
ela não acompanhou as
buscas.
Geovanni é casado,
tem três filhos e mora
com a família no Centro
de Araranguá, até o final
desta edição, o escrivão
não havia sido encontra-
do. As buscas continuam
nesta sexta-feira e quem
tiver informações sobre
o paradeiro de Geovanni
pode ligar para o telefone
99638-5718 e falar com
Jéssica.
Geral 15Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
EDITAL DE INTIMAÇÃO
ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta
Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000,
atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL
virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três)
dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar
conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de
que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto.
PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ
Prot: 152595; Devedor(es): ANTONIO TIBURCIO DE MELLO - 289.665.549-20, End: Rua José Patricio
dos Santos, 425, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO;
Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 48-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp:
Certidão de Dívida Ativa; Val: R$ 2.708,22 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$
15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$
0,00- Total Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 152596; Devedor(es): ANTONIO TIBURCIO DE MELLO - 289.665.549-20, End: Rua José Patricio
dos Santos, 425, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO;
Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 49-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp:
Certidão de Dívida Ativa; Val: R$ 2.128,23 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$
15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$
0,00- Total Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 152589; Devedor(es): JOAO CARDOSO DE MATOS - 104.159.209-49, End: Rua Caetano Lummertz,
953, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Sac: MUNICIPIO
DE SOMBRIO; Tit: 41-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de Dívida
Ativa; Val: R$ 15.555,75 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$
1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total
Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 152592; Devedor(es): MARIA DE FATIMA BALTAZAR LOPES - 298.672.409-44, End: Rua Manoel
Augusto da Rosa, 70, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO;
Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 45-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp:
Certidão de Dívida Ativa; Val: R$ 2.171,29 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$
15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$
0,00- Total Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 152562; Devedor(es): RODO MANENTI TRANSPORTES LTDA ME - 08.890.219/0001-15, End: Av.
Pref. Francisco Lummertz Jr, S/N, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LUCIANO
CORREA DE FREITAS; Sac: ; Tit: 000095 ; Apr: LUCIANO CORREA DE FREITAS; VEN: 04/06/2016;
Esp: Cheque; Val: R$ 3.500,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo
R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total
Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 152563; Devedor(es): RODO MANENTI TRANSPORTES LTDA ME - 08.890.219/0001-15, End:
Av Prefeito José João Scheffer, 808, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LUCIANO
CORREA DE FREITAS; Sac: ; Tit: 000096 ; Apr: LUCIANO CORREA DE FREITAS; VEN: 04/07/2016;
Esp: Cheque; Val: R$ 3.500,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo
R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total
Emolumentos R$ 51,86.
Prot: 152539; Devedor(es): TEREZINHA GHISI SILVESTRE 024393269 - 25.695.327/0001-56, End: Rua
Padre João Reitz, 377, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: EXPLODE NUTRITION IND
E COM DE SUPLEMENT; Sac: EXPLODE NUTRITION IND E COM DE SUPLEMENT; Tit: 0000005416
; Apr: BANCO BRADESCO S A; VEN: 24/11/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val:
R$ 408,53 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86.Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição
R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86.
Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 02/12/2016.
Sombrio - SC, 02/12/2016
ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
Estado de Santa Catarina
SAMAE AGUA DOS CANYONS PRAIA GRANDE
Extrato de Termo Aditivo
EXTRATO DE TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 13/2015, assinado em 18/11/2016,
entre o SAMAE AGUA DOS CANYONS PRAIA GRANDE E A EMPRESA CARLESSI ENGENHARIA
COMERCIO E CONSTRUÇÕES LTDA, cujo objeto é a aditamento de mais R$ 35.908,29(trinta e
cinco mil e novecentos e oito reais e vinte e nove centavos).
Praia Grande-SC, 18 de Novembro de 2016.
Jonathan Reis da Silva
Diretor
Título: Nota de Esclarecimento Sobre a Falta de Energia Elétrica
A Cooperativa de Eletricidade Praia Grande - CEPRAG, por meio desta,
consumidores, sobre duas ocorrências afetando seu sistema elétrico nes
novembro de 2016:
 Ocorrência 1: Das 07:30 às 11:14, a CELESC executa a substituição d
subestação de Sombrio que havia queimado em 04 de agos
desligamento foi executado sem aviso a CEPRAG e atingiu Sombrio,
Praia Grande e parte do municipio de São João do Sul, impossibilita
divulgasse o desligamento através de internet, rádio e carro de som
 Ocorrência 2: Das 16:42 do dia 27/11/2016 às 07:09 do dia 28/11/2
aos problemas meteorológicos ocorridos na região sul de Santa Ca
gaúcho uma descarga atmosférica atingiu a subestação da CEEE em T
que Torres, Passo de Torres e parte do municipio de São João do Sul f
A CEPRAG Aproveita para agradecer a compreensão de todos pelos transt
falta de energia, em virtude dos fortes ventos e temporais que atingiram a
dias, fortalecendo compromisso de continuar a distribuir energia elétrica
eficiência.
Título: Nota de Esclarecimento Sobre a Falta de Energia Elétrica
A Cooperativa de Eletricidade Praia Grande - CEPRAG, por meio desta, comunica os seus
consumidores, sobre duas ocorrências afetando seu sistema elétrico neste domingo 27 de
novembro de 2016:
 Ocorrência 1: Das 07:30 às 11:14, a CELESC executa a substituição do transformador da
subestação de Sombrio que havia queimado em 04 de agosto de 2016. Esse
desligamento foi executado sem aviso a CEPRAG e atingiu Sombrio, Santa Rosa do Sul,
Praia Grande e parte do municipio de São João do Sul, impossibilitando que a CEPRAG
divulgasse o desligamento através de internet, rádio e carro de som;
 Ocorrência 2: Das 16:42 do dia 27/11/2016 às 07:09 do dia 28/11/2016. Devido devido
aos problemas meteorológicos ocorridos na região sul de Santa Cataria e litoral norte
gaúcho uma descarga atmosférica atingiu a subestação da CEEE em Torres, fazendo com
que Torres, Passo de Torres e parte do municipio de São João do Sul ficasse sem energia.
A CEPRAG Aproveita para agradecer a compreensão de todos pelos transtornos advindos da
falta de energia, em virtude dos fortes ventos e temporais que atingiram a região nos últimos
dias, fortalecendo compromisso de continuar a distribuir energia elétrica com qualidade e
eficiência.
Título: Nota de Esclarecimento Sobre a Falta de Energia Elétrica
A Cooperativa de Eletricidade Praia Grande - CEPRAG, por meio desta, comunica os seus
consumidores, sobre duas ocorrências afetando seu sistema elétrico neste domingo 27 de
novembro de 2016:
 Ocorrência 1: Das 07:30 às 11:14, a CELESC executa a substituição do transformador da
subestação de Sombrio que havia queimado em 04 de agosto de 2016. Esse
desligamento foi executado sem aviso a CEPRAG e atingiu Sombrio, Santa Rosa do Sul,
Praia Grande e parte do municipio de São João do Sul, impossibilitando que a CEPRAG
divulgasse o desligamento através de internet, rádio e carro de som;
 Ocorrência 2: Das 16:42 do dia 27/11/2016 às 07:09 do dia 28/11/2016. Devido devido
aos problemas meteorológicos ocorridos na região sul de Santa Cataria e litoral norte
gaúcho uma descarga atmosférica atingiu a subestação da CEEE em Torres, fazendo com
que Torres, Passo de Torres e parte do municipio de São João do Sul ficasse sem energia.
A CEPRAG Aproveita para agradecer a compreensão de todos pelos transtornos advindos da
falta de energia, em virtude dos fortes ventos e temporais que atingiram a região nos últimos
dias, fortalecendo compromisso de continuar a distribuir energia elétrica com qualidade e
eficiência.
ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO
Comarca - Sombrio / 1ª Vara
Rua Edílio Antônio da Rosa, 974, Fone/Fax (48) 3533-6700, Centro - CEP 88960-000, Fone: (48)
3533-6706, Sombrio-SC - E-mail: sombrio.vara1@tjsc.jus.br
Juiz de Direito: Pablo Vinícius Araldi
Chefe de Cartório: João Júnior Colodel
EDITAL DE CITAÇÃO - EXECUÇÃO - COM PRAZO DE 30 DIAS
Execução de Título Extrajudicial n. 0000123-93.2010.8.24.0069
Exequente: Brasfumo - Indústria Brasileira de Fumos Ltda /
Executado: Domingos Albino do Nascimento /
Citando(a)(s): Domingos Albino do Nascimento, Rua Manoel Elias Oliveira, 778, Januária, próximo ao
bar do Carlos - CEP 88960-000, Sombrio-SC, CPF 179.886.249-20, brasileiro(a), Agricultor
Valor do Débito: R$ 58.510,89. Data do Cálculo: 09/15. Pelo presente, a(s) pessoa(s) acima
identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, FICA(M) CIENTE(S) de que neste Juízo de
Direito tramitam os autos do processo epigrafado e CITADA(S) para, em 3 (três) dias úteis, contados do
primeiro dia útil seguinte ao transcurso do prazo deste edital (art. 231, IV, do CPC), efetuar o pagamento
do principal, acessórios, honorários advocatícios e despesas processuais. Não ocorrendo o pagamento,
proceder-se-á à penhora de bens do executado. O executado poderá opor-se à execução por meio de
embargos, no prazo de 15 (quinze) dias úteis, a contar do primeiro dia útil seguinte ao transcurso do
prazo deste edital (art. 231, IV, do CPC). E para que chegue ao conhecimento de todos, partes e
terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es),
com intervalo de 0 dias, na forma da lei, bem como intimado da penhora, via Bacen Jud, para, em 15
dias, apresentar a defesa que entender cabível.
Sombrio (SC), 14 de junho de 2016.
Adroaldo Jacobi de Freitas
Código de Normas da Corregedoria-Geral da Justiça - Art. 212
DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE
Lei n. 11.419/2006, art. 1º, § 2º, III, “a”
autosem14/06/2016às13:10,écópiadooriginalassinadodigitalmenteporAdroaldoJacobideFreitas.
fls. 6
Publicidade16 Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
Publicidade 17Correio do Sul
Sexta-Feira,
2 de dezembro de 2016
CavalgadaabrerodeiodoSulCatarinense
Correio do Sul - Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
> BALN. GAIVOTA
A
tradicional
c a v a l g a d a
deu início a
mais uma edição do
rodeio do CTG Sul Ca-
tarinense. Partindo da
avenida Papa João 23,
vários cavaleiros per-
correram ruas de Som-
brio e depois a rodovia
José Tiscoski, rumo ao
Centro de Tradições
Gaúchas na localidade
de Figueirinha.
Entre os partici-
pantes estava Jomar
Costa, que frequenta
o rodeio há mais de 20
18-26-58-64-66CONCURSO
4.247
QUINA 01/12
05-06-07-08-09-20
20-24-30-39-41-43 CONCURSO
1.576
DUPLA SENA
01/12
anos. Para ele, andar
a cavalo é algo natural
desde criança. "É uma
coisa que nasce com a
gente, que vem desde
pequeno, da nossa raiz
e que faz parte da nossa
vida", comenta. Jomar
é natural de Arroio do
Sal, no Rio Grande do
Sul, e veio para o ro-
deio acompanhado de
vários amigos. Entre
eles, Aldo Meneghet-
ti, que cavalgou dois
dias desde Balneário
Pinhal. Já são 36 anos
frequentando os rodeios
no CTG Sul Catarinen-
se e levando a diante
a cultura gaúcha. "É a
nossa tradição. O tradi-
cionalismo é a cultura
mais linda que existe",
defende.
O patrão do Sul Ca-
tarinense, Marco Auré-
lio da Cunha, está con-
fiante com o evento que
começou ontem e vai
até domingo, com uma
ampla programação de
competições, bailes e
shows. Ele diz que os
próprios frequentado-
res fazem propaganda
dos rodeios. "A expecta-
tiva é boa, muita gente
de fora liga avisando
que vai vir e as pessoas
estão motivadas. Traba-
lhamos para fazer sem-
pre um rodeio melhor",
completa.
Chapecoense,SolidariedadeeReflexões
19Correio do Sul
Quinta-Feira,
1° de dezembro de 2016
> PORTO ALEGRE
Dois dias após a tra-
gédia envolvendo a Cha-
pecoense, os jogadores
do país inteiro ainda re-
fletem sobre o futuro. O
goleiro do Grêmio Mar-
celo Grohe lembrou, por
exemplo, da rotina dos
jogadores entre viagens
pelo Brasil e América
do Sul. Também evitou
opinar sobre a última
rodada do Campeonato
Brasileiro ao afirmar
que pessoas capacita-
das irão definir a dispu-
ta. Ex-companheiro do
Groheevitaopinarsobreúltima
rodada:"Hápessoasresponsáveis"
> ARARANGUÁ
S
emprecultiveiuma
simpatia pelo povo
colombiano, tal-
vez pelas semelhança com
a cultura e o jeito alegre do
brasileiro.
Em geral, o colombiano
é simples, comunicativo e
extrovertido. Enfim, a rela-
ção Colômbia - Brasil vem
de longa data, é histórica,
incluindo diversos persona-
gensesegmentos,atéporque,
os colombianos tem território
vizinho ao Brasil.
Naturalmente, minha
admiração expandiu-se para
os gramados. São duas esco-
las parecidas, que exportam
atletas para o mundo todo.
No futebol, pelo qual somos
igualmente apaixonados, as
equipes colombianas jogam
de maneira ofensiva, ousada,
possuem técnica apurada.
Lembro, por exemplo, da ir-
reverência e oportunismo do
centroavante de Wason Ren-
tería, campeão da América
peloInternacional.Alémdele,
outros talentosos jogadores
como, Victor Aristizábal e
Freddy Rincón, também fize-
ram sucesso no futebol brasi-
leiro.Sóparacitaralguns...A
lista é imensa!
Nessa semana, embora
todosestejamosconsternados
com a tragédia envolvendo a
delegação da Chapecoense,
não apenas chorei, me emo-
cionei, como também orei
pedindo intercessão divina
pelasvítimas,seusfamiliares
eamigos.Emmomentodein-
trospecção lembrei da ascen-
são da Chapecoense tanto na
gestão administrativa, quan-
tonocenáriofutebolístico,dos
colegas jornalistas, que per-
deram precocemente suas
vidas enquanto
trabalhavam,
do carinho
pelo povo
colombia-
n o . D e
maneira
espontâ-
nea, uni
essesfatores
econstateique
o futebol imita
a vida na sua arte, união,
imprevisibilidade, superação
e solidariedade!
Impossível não recordar
junho de 2014, quando fiz
amizades com colombianos
navésperadojogoSeleçãoda
Colômbia x Seleção da Costa
do Marfim, no Estádio Mané
Garrincha, em Brasília. Era
junho de 2014, Copa do Mun-
do no Brasil. Naquela data,
tive certeza que admiração
entre os povos é recíproca...
Para os colombianos, visi-
tar o Brasil era um sonho.
Eles exaltavam nosso País.
goleiro Follmann, que
segue sob atendimento
médico na Colômbia,
declarou que torce de
longe pela recuperação.
A CBF adiou para
o próximo dia 11 a 38ª
rodada do Brasileirão
– o Tricolor enfrenta o
Botafogo, na Arena. Um
movimento envolvendo
jogadores e clubes su-
geriu que as partidas
não sejam disputadas.
O goleiro gremista se
esquivou do posiciona-
mento e preferiu dizer
que vai acatar o que for
decidido.
Sabiam dos problemas, mas
diziam que o saldo é posi-
tivo. Na ocasião, registrei
uma foto (em anexo), que
carinhosamente preservo em
meu arquivo pessoal. Hoje
cedo, lembrei dessa imagem
e observando-a atentamente,
enquanto lia e escutava notí-
ciassobreaChapecoense,não
contiveaemoçãoaoconstatar
que,asolidariedadepredomi-
na, que pessoas do mundo
todo uniram-se em
orações, que
moradores
auxiliaram
no resgate
davítimas
e que, o
Club Atlé-
tico Nacio-
nal, de Me-
dellín, enviou
ofício a Conme-
bol, solicitando que o título
da Copa Sul-Americana seja
concedido a Chapecoense.
Inicialmente,estavaprevisto
que as duaquipes disputa-
riam a final.
O acidente aéreo ocorreu
namadrugadadeterça-feira,
29 de novembro, véspera do
primeiro jogo decisivo. Bo-
letins informativos relatam
que sessenta e uma pessoas
perderam suas vidas, ou-
tras seis sobreviveram. Foi a
maiortragédiadesportivaem
nível mundial!Aferida ainda
está aberta e precisará de
tempo, fé e solidariedade hu-
mana para ficar amenizada.
Esse grave acidente jamais
será esquecido, porém, pelas
demonstrações de solidarie-
dade, fica o consolo de que a
humanidade ainda respira
bondade e fraternidade. Em
consequência de uma triste
fatalidade, milhões de pes-
soas, finalmente "desligaram
o automático", ao qual estão
inconscientemente subme-
tidas pela competitividade e
optaram pelos movimentos
de "expiração e inspiração".
Enfim, já que a maioria
denósfezumapausa,mesmo
que abrupta, humildemente
sugiro que tenhamos discer-
nimento para calçarmos as
sandálias da humildade e
refletirmos muito, fazendo
umaintrospecçãonãoapenas
sobre o momento, mas sobre
nossas trajetórias de vida!
Quetodosfaçamosumacrite-
riosaanálise.Fazendoissova-
mos perceber que precisamos
orar com maior frequência e
intensidade, praticar carida-
de, sermos mais compreen-
sivos e amáveis uns com os
outros, porque mais uma vez
ficou comprovado que o des-
tino é uma incógnita, sequer
sabemos o que o amanhã, os
próximos instantes e o futuro
no reserva.
Ofutebol,asderrotas,vi-
tórias, fracassos e conquistas
devem servir como aprendi-
zado e constante aperfeiçoa-
mento do ser humano nesse
contexto chamado vida! Ás
vezes será necessário redu-
zir à marcha, puxar o freio,
estacionar, dar marcha ré e
até fazer curvas. Não tem
problema. O fundamental é
que nós, pobres mortais, te-
nhamos sabedoria para fazer
breves pausas no cotidiano,
aproveitando esses momen-
tos para avaliar, recomeçar,
pedir perdão, agradecer e
sobretudo, viver ao invés de
simplesmente sobreviver!!!
* João Carlos Silva -
JPSC 02012. Assessor de
Comunicação da
SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 2, 3 E 4 DE DEZEMBRO DE 2016

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Jornal digital 15 12-17
Jornal digital 15 12-17Jornal digital 15 12-17
Jornal digital 15 12-17
 
Jornal digital 06-04-17
Jornal digital 06-04-17Jornal digital 06-04-17
Jornal digital 06-04-17
 
Jornal digital 5060 qui_08122016
Jornal digital 5060 qui_08122016Jornal digital 5060 qui_08122016
Jornal digital 5060 qui_08122016
 
Jornal digital 09 01-18
Jornal digital 09 01-18Jornal digital 09 01-18
Jornal digital 09 01-18
 
Jornal digital 30 08-18
Jornal digital 30 08-18Jornal digital 30 08-18
Jornal digital 30 08-18
 
Jornal digital 06-03-17
Jornal digital 06-03-17Jornal digital 06-03-17
Jornal digital 06-03-17
 
Jornal digital 13 03-18
Jornal digital 13 03-18Jornal digital 13 03-18
Jornal digital 13 03-18
 
Jornal digital 4848_ter_02022016
Jornal digital 4848_ter_02022016Jornal digital 4848_ter_02022016
Jornal digital 4848_ter_02022016
 
Jornal digital 04 04-18
Jornal digital 04 04-18Jornal digital 04 04-18
Jornal digital 04 04-18
 
Jornal digital 5043_sex_11112016
Jornal digital 5043_sex_11112016Jornal digital 5043_sex_11112016
Jornal digital 5043_sex_11112016
 
Jornal digital 01 03-18
Jornal digital 01 03-18Jornal digital 01 03-18
Jornal digital 01 03-18
 
Paraná Notícias
Paraná NotíciasParaná Notícias
Paraná Notícias
 
Jornal digital 26 09-2018
Jornal digital 26 09-2018Jornal digital 26 09-2018
Jornal digital 26 09-2018
 
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
Jornal digital   13 de janeiro de 2017Jornal digital   13 de janeiro de 2017
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 4918_seg_16052016
Jornal digital 4918_seg_16052016Jornal digital 4918_seg_16052016
Jornal digital 4918_seg_16052016
 
Jornal digital 4978_ter_09082016
Jornal digital 4978_ter_09082016Jornal digital 4978_ter_09082016
Jornal digital 4978_ter_09082016
 
Jornal digital 5046_sex_18112016
Jornal digital 5046_sex_18112016Jornal digital 5046_sex_18112016
Jornal digital 5046_sex_18112016
 
Jornal digital 24 08-17
Jornal digital 24 08-17Jornal digital 24 08-17
Jornal digital 24 08-17
 
Jornal digital 18 01-18
Jornal digital 18 01-18Jornal digital 18 01-18
Jornal digital 18 01-18
 
Jornal digital 26 06-18
Jornal digital 26 06-18Jornal digital 26 06-18
Jornal digital 26 06-18
 

Destaque

Destaque (20)

Guia de Compras 14-12-16
Guia de Compras 14-12-16Guia de Compras 14-12-16
Guia de Compras 14-12-16
 
Sintonia 08 pag (1, 4, 5 e 8 color)
Sintonia 08 pag (1, 4, 5 e 8 color)Sintonia 08 pag (1, 4, 5 e 8 color)
Sintonia 08 pag (1, 4, 5 e 8 color)
 
Jornal digital 5061 sex_09122016
Jornal digital 5061 sex_09122016Jornal digital 5061 sex_09122016
Jornal digital 5061 sex_09122016
 
Classificado 8 pag (4 e 5 color)
Classificado 8 pag (4 e 5 color)Classificado 8 pag (4 e 5 color)
Classificado 8 pag (4 e 5 color)
 
Jornal digital 5057 seg_05122016
Jornal digital 5057 seg_05122016Jornal digital 5057 seg_05122016
Jornal digital 5057 seg_05122016
 
Jornal digital 5063 ter_13122016
Jornal digital 5063 ter_13122016Jornal digital 5063 ter_13122016
Jornal digital 5063 ter_13122016
 
Jornal digital 5057 qua_07122016
Jornal digital 5057 qua_07122016Jornal digital 5057 qua_07122016
Jornal digital 5057 qua_07122016
 
Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016Jornal digital 5062 seg_12122016
Jornal digital 5062 seg_12122016
 
Jornal digital 5055 qui_01122016
Jornal digital 5055 qui_01122016Jornal digital 5055 qui_01122016
Jornal digital 5055 qui_01122016
 
Jornal digital 5058 ter_06122016
Jornal digital 5058 ter_06122016Jornal digital 5058 ter_06122016
Jornal digital 5058 ter_06122016
 
Jornal digital 5054 qua_30112016
Jornal digital 5054 qua_30112016Jornal digital 5054 qua_30112016
Jornal digital 5054 qua_30112016
 
Jornal Digital 15 12-16
Jornal Digital 15 12-16Jornal Digital 15 12-16
Jornal Digital 15 12-16
 
Sintonia da Saúde 16-12-16
Sintonia da Saúde 16-12-16Sintonia da Saúde 16-12-16
Sintonia da Saúde 16-12-16
 
Jornal digital 20 12-16
Jornal digital 20 12-16Jornal digital 20 12-16
Jornal digital 20 12-16
 
Jornal digital 14-12-16
Jornal digital 14-12-16Jornal digital 14-12-16
Jornal digital 14-12-16
 
Jornal digital 16 12-16
Jornal digital 16 12-16Jornal digital 16 12-16
Jornal digital 16 12-16
 
Jornal digital 19 12-16
Jornal digital 19 12-16Jornal digital 19 12-16
Jornal digital 19 12-16
 
Jornal digital 5 de janeiro de 2017
Jornal digital   5 de janeiro de 2017Jornal digital   5 de janeiro de 2017
Jornal digital 5 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 5051_sex_25112016
Jornal digital 5051_sex_25112016Jornal digital 5051_sex_25112016
Jornal digital 5051_sex_25112016
 
Jornal digital 5053 ter_29112016
Jornal digital 5053 ter_29112016Jornal digital 5053 ter_29112016
Jornal digital 5053 ter_29112016
 

Semelhante a Jornal digital 5056 sex_02122016

Jornal 130117102828-phpapp02
Jornal 130117102828-phpapp02 Jornal 130117102828-phpapp02
Jornal 130117102828-phpapp02
Flavio Chaves
 

Semelhante a Jornal digital 5056 sex_02122016 (20)

Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17Jornal digital 15-02-17
Jornal digital 15-02-17
 
Jornal digital 5049_qua_23112016
Jornal digital 5049_qua_23112016Jornal digital 5049_qua_23112016
Jornal digital 5049_qua_23112016
 
Jornal digital 14 08-17
Jornal digital 14 08-17Jornal digital 14 08-17
Jornal digital 14 08-17
 
Jornal digital 04 05-18
Jornal digital 04 05-18Jornal digital 04 05-18
Jornal digital 04 05-18
 
Jornal digital 24 09-2018
Jornal digital 24 09-2018Jornal digital 24 09-2018
Jornal digital 24 09-2018
 
Jornal digital 5050_qui_24112016
Jornal digital 5050_qui_24112016Jornal digital 5050_qui_24112016
Jornal digital 5050_qui_24112016
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
 
Jornal digital 22-12-16
Jornal digital 22-12-16Jornal digital 22-12-16
Jornal digital 22-12-16
 
Jornal 130117102828-phpapp02
Jornal 130117102828-phpapp02 Jornal 130117102828-phpapp02
Jornal 130117102828-phpapp02
 
Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17
 
Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17Jornal digital 16 08-17
Jornal digital 16 08-17
 
Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17
 
Jornal digital 18 05-18
Jornal digital 18 05-18Jornal digital 18 05-18
Jornal digital 18 05-18
 
Jornal digital 03 04-18
Jornal digital 03 04-18Jornal digital 03 04-18
Jornal digital 03 04-18
 
Jornal digital 05 10-2018
Jornal digital 05 10-2018Jornal digital 05 10-2018
Jornal digital 05 10-2018
 
Jornal digital 22 08-17
Jornal digital 22 08-17Jornal digital 22 08-17
Jornal digital 22 08-17
 
Jornal digital 4582_sex_ 09012015
Jornal digital 4582_sex_ 09012015Jornal digital 4582_sex_ 09012015
Jornal digital 4582_sex_ 09012015
 
Jornal digital 4866_ter_01032016
Jornal digital 4866_ter_01032016Jornal digital 4866_ter_01032016
Jornal digital 4866_ter_01032016
 
Jornal digital 4833_ter_12012016
Jornal digital 4833_ter_12012016Jornal digital 4833_ter_12012016
Jornal digital 4833_ter_12012016
 
Jornal digital 13 07-18
Jornal digital 13 07-18Jornal digital 13 07-18
Jornal digital 13 07-18
 

Mais de Jornal Correio do Sul

Mais de Jornal Correio do Sul (20)

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
 
Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018
 

Jornal digital 5056 sex_02122016

  • 1. Segurança Cavalgada abre rodeio do CTG Sul Catarinense Projeto Gerar Vidas encerra último grupo do ano Presa dupla que aterrorisou vítimas com facão e arruaça Tradição Sombrio Vandalismo 7Página ANO XXVI EDIÇÃO Nº 5.056 SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 2, 3 E 4 DE DEZEMBRO DE 2016 R$ 2,00 www.grupocorreiodosul.com.br 26º 17º Parcialmente Nublado - Sol entre poucas nuvens. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Correio do Sul 14Página Mistério 18Página Roupasdedesaparecido sãoencontradasnorio 14Página
  • 2. 2017serábomsóparametadedaregião Prefeito eleito de Meleiro, Eder Matos (PSB), já definiu o nome de quatro cargos de confiança do primei- ro escalão de seu governo. Eloir Cór- neo (PSB) será o diretor do Samae. Elisandra da Silva Mota (DEM) será a Secretária da Saúde. Rosinei Pau- lino Rocha (PSB) será o Secretário da Agricultura. Por sua vez, Rosangela Dal Pont, que não tem filiação parti- dária, será a Secretária da Educação. De acordo com Eder, falta apenas ofi- cializar quem será seu Secretário de Administração e Finanças. Conforme o prefeito eleito, o nome já está defi- nido, mas o convite ainda está sendo estudado pelo indicado e, por conta disto, não será anunciado ainda. Em princípio, outras funções de ponta da gestão municipal serão respondidas pelo próprio Eder Matos e por seu vice, Rogildo Bordignon (PSDB), a título de economia financeira. Definidos Semacordo Tem que verIDH ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 “Num sistema democrático, ninguém chega ao poder por milagre. Se o político ruim está no poder, é porque gente pior que ele o colocou lá”. Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 rolando_coelho@hotmail.com (48) 9945.6787 Clodovil Hernandes (1937/2009) Ex-deputado federal por São Paulo Recusa do PSDB em participar do governo de Raimundo Colombo (PSD) deixou Palácio Santa Catarina meio sem eira nem beira. Os tucanos eram uma das apostas do PSD para tentar neutralizar a ascendente do PMDB, que já disse que terá candida- to ao governo em 2018. Ao dizer não a Colombo, o PSDB deixa explicitado que irá novamente protagonizar uma candidatura ao governo, ou irá se unir ao PMDB com esta intenção, buscando espaço na majoritária. Em princípio, o projeto de Raimundo Colombo de ter PSD, PMDB, PSDB e PP na mesma chapa, em 2018, sim- plesmente não vingará. Sem o PSDB, também é muito difícil que o PP embarque numa tríplice aliança que conte com o PMDB. Diante dos fatos, hoje o clima está muito mais para ‘cada um por si e Deus por todos’, do que para ‘unidos venceremos’. O mar não estará para peixe para sete dos 15 municípios aqui do Extremo Sul em 2017. Jacinto Machado, Praia Grande, Timbé do Sul, Meleiro, Sombrio, Santa Rosa do Sul e Turvo deverão ter uma receita de ICMS negativa no próximo ano, em relação ao que receberam em 2016. O ICMS, que é repassado pelo Governo do Estado às prefeituras, corresponde a cerca de 40% do faturamento mensal das prefeituras. As maiores quedas de receita serão sentidas em Jacinto, onde o percentual a menor chegará a 8,7% e em Praia Grande, com um percentual negativo de 7,2%. Timbé do Sul também será bastante atingi- do, com uma queda de 5,07% de seu ICMS. Já Sombrio, Turvo, Meleiro e Santa Rosa do Sul terão quedas que variam entre 1% e 2%. Mas nem tudo é mazela na região, quando o assunto são as finanças pú- blicas. Em Araranguá, por exemplo, a expectativa é que o ICMS cresça 11% no ano que vem. Esta alta está ligada diretamente aos bons negócios realizados pelas fumageiras que es- tão instaladas no município. Em 2015 elas bateram recordes de vendas e ainda foram beneficiadas pelo dólar alto, contribuindo em muito para o movimento econômico do município. Como venderam muito, pagaram mais impostos ao Governo do Estado, que dois anos depois devolvem parte deste dinheiro para as prefeituras. Ainda que com crescimentos bem menos expressivos, São João do Sul aumentou seu retorno de ICMS em 4,41%, Morro Grande em 3,72% e Ma- racajá em 3,59%. Os três municípios foram beneficiados pelas exportações ligadas ao agronegócio e ao setor cerâmico. Também com percentuais positivos, que vão de 0,78% a 1,94% estão Arroio do Silva, Balneário Gai- vota, Ermo e Passo de Torres. Puxada pelo bom desempenho da Cidade das Avenidas, nossa região aumentará seu retorno de ICMS ano que vem em 1,29% acima da média do crescimento estadual. Se por um lado 2017 deverá ser razoável para a maioria, o mesmo não se poderá dizer do ano de 2018. É que o retorno de ICMS está ligado direta- mente, e principalmente, a produção industrial, mesmo que esta produção esteja ligada, por exemplo, ao abate de frangos. O retorno do dinheiro do ICMS para os municípios acontece dois anos depois de seu reconheci- mento na fonte. Por conta disto, em 2018 colheremos os frutos do que foi produzido neste ano. O problema é que quase nada foi produzido neste ano. Os mais pessimistas falam até mesmo em queda de 15% na produção regional, de forma generalizada. Es- tes supostos 15% a menos, somados a inflação que será acumulada em 2017, poderá fazer com que o retorno de ICMS de 2018 volte a patamares de cinco ou seis anos atrás. A esperança estará fatalmente jogada em artimanhas feitas pelo Governo Federal, e que provavel- mente serão copiadas pelo Governo do Estado. Uma delas é a tal da repatriação de dinheiro do exterior, que aumentará em 2017 o Fundo de Participação dos Municípios de nossa região, pela média, em 9,1%. Ou isso, ou vender o almoço para comer a jan- ta nos próximos três anos, quando o assunto for finanças das prefeituras municipais. Maioria absoluta dos prefeitos eleitos,eatéreeleitos,comquemtenho conversado, têm se mostrado céticos em relação a 2017. Questionados sobre os planos para o início do mandato, a ordem é uma só: esperar para ver o que vai dar. Afora encaminhamento depedidosdeemendasparlamentares, algo que é mais antigo do que andar para frente, praticamente ninguém querarriscarafirmaçõessobreprojetos próprios. A explicação é uma só: como ninguém sabe como ficará o caixa das prefeituras ano que vem, ninguém quer criar expectativas junto a popula- ção,aomenosparaoprimeirosemestre de governo.Até agora, a única exceção veio de Meleiro, através do futuro pre- feito Eder Matos (PSB). Ele me disse que, custe o que custar, vai instalar uma usina de asfalto, como também instituir um projeto turístico, cultural e religioso para o município, já nos primeirosmesesdemandato.Nomais, o que se observa é uma cautela para lá de cautelosa. De um modo geral os prefeitoseleitosereeleitosemOutubro acreditam que conseguirão colocar em prática seus planos de governo, mas só não sabem a partir de quando as ações começarão a ser executadas. Atualização do Índice de Desen- volvimento Humano dos municípios de Santa Catarina melhorou bastante a média da qualidade de vida de nos- sa região. Dos 15 municípios aqui do Extremo Sul, apenas São João do Sul, com avaliação 0,695, ficou abaixo dos 0,7pontosalmejadoscomoomínimodo ideal. A escala proposta pela ONU vai de0,0a1,0evisamedirváriosaspectos de um município, tais como acesso a educação, saúde, saneamento básico e outros princípios básicos para a boa qualidade de vida. De acordo com os dados,Maracajáéomunicípiodenossa região com maior IDH, somando 0,768 pontos. Ele é seguido de Araranguá, com 0,760. A terceira colocação cabe a Arroio do Silva, com 0,746 pontos. Em quarto lugar vem Turvo, com 0,740. Em quinto está Meleiro, com 0,738. Sombrio e Balneário Gaivota dividem a sexta colocação, com 0,728 pontos. A sétima colocação fica com Ermo, com 0,726. Já Timbé do Sul e Passo de Torres dividem a oitava colocação com 0,720 pontos. A nona colocação cabe a Praia Grande com um IDH de 0,718 pontos e a décima a Jacinto Machado, com 0,716. A lista é encerrada com Santa Rosa do Sul, com 0,705 pontos.
  • 3. Geral 3Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 Aids “Não ter medo hoje é um problema” > SOMBRIO Q uando sur- giu no Brasil, na década de 1980, a Aids provocou pânico e muitas mortes. A maioria da popula- ção se apavorava com a ideia de ‘pegar’ o vírus HIV. Menos de 30 anos depois, a situação se in- verteu de tal forma que hoje a falta de medo é considerado um proble- ma para os profissionais de saúde. Na região, um dos maiores e mais expe- rientes especialistas em doenças transmissíveis, o médico Carlos Ma- chado, é que se assusta com a falta de temor das pessoas, que pode atrapalhar a prevenção. Nesta semana em que se lembra o Dia Mundial de Combate a Aids (1º de dezembro) Dr. Carlos esteve na Rádio 93.3 FM em com- panhia do psicólogo João Roges, do Serviço de Atendimento Especiali- Marivânia Farias zado (SAE) de Sombrio. Os dois falaram sobre o aumento da contaminação entre jo- vens, que não viram as imagens devastadoras dos primeiros anos de combate a Aids e talvez por isso, não levam a prevenção muito a sério. - As pessoas anti- gamente tinham mais medo do vírus HIV, não é? Carlos Machado: Com certeza, não só as pessoas, também os governantes. E está voltando a aparecer muitos jovens infecta- dos. Alguns deles talvez conheçam alguém que é portador do vírus e que vive normalmente. Em um passado não muito distante, tu perdia este amigo. Só é preciso escla- recer que o portador do HIV não é doente, a do- ença é o que o vírus faz no organismo. Hoje com o aumento da eficácia dos medicamentos esse efeito do vírus diminiu, porém ainda existe. - O senhor quer dizer que o HIV ainda é perigoso. Dr.Carlos: Costumo dizer que o HIV é um vírus muito vagabun- do, nem febre ele te dá. O problema é quando ele se estabelece nas células de defesa do corpo, e o organismo perde a capacidade de se defender. Então as doenças oportunistas vão se estabelecer e ele vai gradativamente tirando a imunidade do organismo. A partir daí, uma doença que em uma criança não chega a trazer proble- mas, pode matar um adulto. - É verdade que devido a medicação, o vírus está com uma carga viral mais bai- xa? Dr. Carlos: É fato. É que hoje se começa o tratamento assim que detectado o vírus. Antes era mais tarde. Mesmo assim, trata-se de uma doença que não > SOMBRIO O Serviço de Aten- dimento Especializado (SAE) da Secretaria Mu- nicipal de Saúde de Som- brio realizou palestra na Escola Jovem, maior colé- gio do município, e testes rápidos na sua sede, como programação de 1º de dezembro, Dia Mundial de Combate a Aids. Na escola a palestra foi realizada pela médica Prevençãocontraaaids infectologista do SAE Sombrio Raphaella Vieira e com o psicólogo João Roges. Já ontem foram en- tregues camisetas da campanha, preservativos e realizado testes rápidos. “O SAE presta um serviço excelente aos ci- dadãos sombrienses, um atendimento discreto e muito atencioso, porque há uma série de passos a serem tomados com quem descobre ser portador do HIV, para que não haja maiores abalos físicos e psicológicos. Muito me orgulho da equipe do SAE e sempre ouvimos da po- pulação esse retorno com elogios ao serviço presta- do”, afirma a secretária de Saúde, Gislaine Dias da Cunha. Nas redes sociais, através de imagens, a prefeitura apresentou dados e convidou os som- brienses a se protegerem e a fazerem o teste, com a campanha #VivaSemPre- conceito. tem cura. - A sífilis é outra do- ença que está preocu- pando em Santa Cata- rina. Dr.Carlos: Sim, o HIV faz parte das doen- ças sexualmente trans- missíveis, como a sífilis, gonorreia e hepatites. Nosso trunfo é investir na prevenção. Não se quer que o jovem deixe de se divertir, o que se quer é que se proteja. Muitas vezes surje oportunida- de de sexo casual sem proteção e depois vem o arrependimento. - Como o Serviço de Atendimento Especia- lizado (SAE) coordena este setor? João Roges: Oferece- mos testes rápidos das DSTs e outros serviços. Muita gente desconhece isso. Normalmente quem procura está em dúvida, como no início de relacio- namento em que não se protegeu. Então é feito o exame. Algumas pessoas têm dificuldade de aceitar o resultado, porém hoje o tratamento é muito eficiente. Tentamos que o paciente naturalize a informação e faça o tra- tamento corretamente. Hoje usa-se menos medicamentos e com me- nos efeitos colaterais. De 8, 9 caiu pra um compri- mido ao dia. É preciso aceitar também psicolo- gicamente o tratamento. - Quantos pacientes têm hoje em Sombrio? João: Cerca de 100 em tratamento. Um pe- queno número não adere, a maior parte adere cor- retamente ao tratamento. A acolhida da equipe do SAE ajuda bastante, tudo é acompanhado por nós. Temos pacientes bem jovens, com 15, 20 anos. Carlos: A preocupa- ção maior é com quem tem o vírus e não sabe. Muitos dizem que não fazem o exame por medo. Como pode alguém não querer saber de algo que se não fizer nada vai te matar. Faça o teste, e se der positivo receba o acompanhamento ade- quado. Arrisco dizer que pelo menos 50 pessoas são portadoras do HIV e não sabem. Médico Carlos Machado e psicólogo João Roges falam sobre nova realidade do combate a aids
  • 4. Publicidade4 Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
  • 5. JABSON MULLER Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br (48) 9955.5313 Prefeito recebe grupo de dança TV Senado no facebook Celescconfiante paraoverão Concessão de rodovias O prefeito de Ermo Aldoir Cadorin recebeu em seu gabinete as bailarinas do grupo de dança CriArte, que já faz tempo que deixou de encantar somente a região e agora tem reconheci- mento internacional. O grupo voltou esta semana de um fes- tival na Argentina, cheio de medalhas. A professora e coreógrafa Renata Possamai acompanhou as alunas e também recebeu homenagens do prefeito. Abrindo espaço com talento e dedica- ção, o CriArte se transformou em grande or- g u l h o p a r a Ermo, e sempre contou com o apoio da admi- nistração mu- nicipal. De pa- rabéns também está o prefeito, por ter aposta- do nos baila- rinos desde o início. O Senado Federal realizou pela primeira vez uma transmissão ao vivo via Facebook. A partir das 11h30 desta quinta-feira, os mais de dois milhões de segui- dores da página puderam acompanhar a sessão de debates temáticos sobre o Projeto de Lei do Senado n. 280/2016, que define os crimes de abuso de autoridade. Estavam presentes na sessão o juiz federal Sérgio Moro, que comanda as investigações da operação Lava Jato, e o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Para ter acesso ao conteúdo, proveniente do sinal da TV Senado, basta que o internauta acesse a página do Senado no Facebook e pressione o botão PLAY. O relacionamento do Senado Federal com o cidadão por meio das mídias sociais tem crescido de forma sur- preendente. Na semana passada, a página alcançou a quarta posição entre as páginas de governo no Brasil. À frente nesse ranking estão somente Exército, Ministério da Educação e a Polícia Federal. Somente neste ano, as publicações da página já foram compartilhadas quase 10 milhões de vezes e gera- ram mais de três milhões de comentários dos cidadãos. Além de poder acompanhar as ações do Senado Federal ao vivo pelaTV Senado, pela Rádio Senado ou pelo YouTube, o cidadão poderá, a partir de agora, assistir alguns debates e decisões da Casa em tempo real pelo Facebook. A Celesc apresentou ontem o seu planejamento para o verão. A promessa do presidente Cleverson Siewert, é que na temporada 2016/2017 a empresa tem tudo para oferecer mais garantia de fornecimen- to de energia, com menos interrupções. É esperar para ver. Além do reforço do sistema e de ações de auto- mação, que garantem o controle remoto de boa parte da rede, o presidente da Celesc contou que foram investidos R$ 40 milhões em manutenção preven- tiva, como podas e roçadas, principal causa isolada de desligamentos – 35% das quedas de energia têm como causa vegetação encostando na rede elétrica. Houve ainda, para o período da alta temporada, a contratação de 20% mais recursos humanos, tanto equipes de eletricistas quanto de atendimento. “Fazemos de tudo para não deixar o sistema cair. Mas se cair, por questão climática, temos que estar preparados para restabelecer no menor espaço de tempo possível”, explicou. A explanação feita nesta quinta-feira foi acom- panhada por representantes do setor turístico e pelo deputado Leonel Pavan (PSDB). Tomara que todas as promessas se concretizem, energia de qualidade é fundamental para ajudar a economia catarinense. O Governo do Estado, representado pelos secretários de Planejamento, Murilo Flores, e de Articulação Nacio- nal, Lourdes Martini, apresentou ao Ministério dos Transportes na quarta-feira, o Programa Estadual de Gestão de Ativos Rodoviários, que prevê a concessão de rodovias estaduais importantes para o desenvolvimento de Santa Catarina. Eles foram recebidos pelo diretor do Departamento de Concessões, Fábio de Freitas; coordenador da Secretaria de Fomento, Henrique Oliveira Mendes; demais assessores e representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Empresa de Planejamento e Logística (EPL). Conforme exposto, o Governo do Estado realizou análise dos investimentos já realiza- dos e outros necessários; cálculos de demanda; levantamento socieconômico e avaliação das rodovias estratégicas; e definição dos níveis de serviços a serem ofertados nos pólos ro- doviários. “Queremos integrar nossos pensamento com relação a esta malha e casar com o que o Governo Federal já planeja. Por isso, já contra- tamos estudos mais detalhados”, falou Flores. A intenção é que um termo de cooperação técnica seja firmado com o Ministério dos Transportes para que as concessões das rodo- vias de Santa Catarina (estaduais e federais) sejam feitas em um só pacote. 10X R$ 29,90 Cartão de crédito ou R$ 299,00 à vista FURADEIRA IMP. 1/2 650W DEWALT
  • 6. Geral6 Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 Publicações legais: tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 diretor@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: editor@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Celesc preparada para o verão O Programa de Automação da Distribuição é apenas uma das ferramentas da Celesc para garantir um verão com maior confiabilidade no forneci- mento de energia elétrica. Na apresentação feita ontem ao trade turístico sobre as ações desenvolvidas pela empresa para o verão, o presidente da compa- nhia, Cleverson Siewert, explicou que já estão em operação 850 religadores te- lecontrolados e outros 250, em fase de instalação. A preocupação do presidente é que a infraestrutura de energia elétrica seja condizente com o que a sociedade precisa: “Até porque o verão trabalha muito com Turismo e esse setor represen- ta 12% do PIB (Produto Interno Bruto) catarinense.” A modernização tecno- lógica da rede da Celesc garante maior recursividade para o sistema elétrico, o que permite remanejamento de carga entre circuitos e consequente redução do tempo de atendimento de ocorrências. Nos últimos seis anos, a Celesc teve inves- timento médio anual de R$ 300 milhões para melhorar seu sistema em todas as regiões do estado. Especificamente para a temporada 2016/2017, a empresa está contratando 20% mais recursos humanos, tanto equipes de eletricistas quanto de atendimento, e intensificou as ações de poda e roçada. A Operação Verão da Celesc vai ter reforço em Florianópolis, Joinville, Itajaí, Criciúma e Tubarão, com 35 equipes terceirizadas adicionais, especialmente nas festas de final de ano e no carnaval. O mesmo vai ocorrer em Blumenau, Rio do Sul e Mafra, onde são comuns ocorrências climáticas, como ventos e raios, que resultam no desli- gamento do sistema. Acompanharam a apresentação do presidente da Celesc o presidente da Santur, Valdir Walendowsky, o presidente do Conselho Estadual de Turismo, Rogério Siqueira, e o deputado Leonel Pavan (PSDB). Premonição A nota não é sobre pessoas que previram a queda do avião da Chape- coense, mas sobre o deputado Mauro Ma- riani (PMDB-SC) que, na segunda-feira (28), em evento da Federação das Indús- trias (Fiesc), afirmou que a semana pas- sada tinha sido difícil em Brasília e esta seria pior. Acertou. Questionado sobre a afirmação, ele respondeu que era um sen- timento óbvio. “O ambiente está confla- grado. Enquanto não virarmos a página dessas crises que se sucedem, não vamos fazer o Brasil andar.” Foco errado Ele citou, em relação à se- mana passada, “o caso do Gedel (Vieira Lima, sexto ministro de Michel Temer a deixar o governo), a malfadada anistia do caixa dois, que é um absurdo, e agora vem a delação da Odebrecht...” Para Mariani, o Brasil não pode esperar mais: “A econo- mia do país está parada. Tem muita gente desempregada e essa deve ser a prioridade. O governo está falando em grandes refor- mas que vão impactar daqui a 20 anos, mas tem que pensar no agora. A coisa mais urgente que o presidente Michel de- veria fazer, e na minha opinião o foco dele está errado, é isso: quais as medidas ime- diatas para ativar a economia. Estamos perdendo um pouco o foco. Uma pena.” Homenagem e agradecimento Deputado João Rodrigues (PSD-SC), ex-prefeito de Chapecó, e o deputado Je- rônimo Goergen (PP-RS) encaminharam ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pedido para realização de “ampla homenagem” em memória das vítimas do acidente com a aeronave que transportava a equipe da Chapecoense. A solenidade será também oportunida- de para agradecer a diretoria do Atlético Nacional de Medellín, autoridades colom- bianas e profissionais que trabalharam no resgate, bem como ao povo da Colômbia, “que promoveu uma das cerimônias mais bonitas da história do esporte mundial”. Tarde demais A Direção Geral de Aeronáutica Civil da Bolívia anunciou ontem a suspensão da licença de voo da companhia aérea Lamia, dona do avião que caiu com a delegação da Chapecoen- se na Colômbia. As investigações ainda vão demorar para serem concluídas, até porque as caixas pretas serão analisadas pela fabricante da aeronave, na Inglater- ra. Mas já parece incontestável a versão de combustível insuficiente para o trecho aéreo que se pretendia cobrir já vem sendo considerada incontestável. Por Andréa Leonora redacao@peloestado.com.br 02/Dez/2016 Apoio à Lava Jato As especulações da imprensa nacio- nal sobre uma suposta articulação do PSDB para a urgência da votação do pacote anticorrupção no Senado foram refutadas pelo senador Paulo Bauer. Líder da sigla na Casa, o catarinense divulgou nota informando que a ban- cada se posicionou contra a urgência, de modo unânime. Ele, inclusive, ma- nifestou a decisão tomada pelos tuca- nos no Plenário. Bauer ainda fez ques- tão de cumprimentar o juiz Sérgio Moro durante sessão temática sobre o tema, realizada na tarde de ontem, reafirmando seu apoio à Operação Lava- Jato e ao trabalho da Polícia Federal. GerdanWesley
  • 7. Geral 7Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 > SOMBRIO E m uma das sa- las do prédio onde funciona o setor social da admi- nistração municipal de Sombrio, se reuniram esta semana cerca de 20 mulheres que juntas for- mavam uma imagem do que a vida tem de melhor. Quatorze delas estão grá- vidas, promessas de futu- ro e renovação, outras se doam por solidariedade e as demais fazem do tra- balho uma profissão de fé. Todas participaram do último encontro do proje- to Gerar Vidas de 2016. O projeto teve três edições este ano, cada um atendendo em média 15 gestantes que durante três meses se encontram semanalmente para re- ceber informações, as- sistir palestras, fazer artesanatos, visitar a maternidade do Hospital Regional de Araranguá, rir e conversar. A coordenadora do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Ronise Fabiana Menezes Euler, explica que as participantes precisam manter os exame de pré- -natal em dia e quando necessário recebem en- caminhamento para a Secretaria de Saúde. Por essa parceria, a secre- tária de Saúde Gislaine Dias Cunha foi convidada > REGIÃO O bispo da Dioce- se de Criciúma, dom Jacinto Inácio Flach, anunciou, oficialmente, na manhã desta quinta- -feira, as transferências e nomeações do clero para a despedida do gru- po, assim como as enfer- meiras que acompanha- ram os encontros. Tam- bém estavam presentes a pedagoga do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) Ivonete Borges Simão, a Voninha, e a secretária de Assistência Social Aldinéia Raupp Cândido. Néia elogiou a equipe do projeto que é coordenado por Ronise e também as participantes. Falou do esforço para ofe- recer sempre o melhor as futuras mamães e sobre a importância de acompa- nhar as famílias com os serviços oferecidos pela prefeitura. O ponto alto da con- fraternização foi a en- trega as gestantes do kit composto por banheira, roupinhas e outros itens. Danieli Geroleti Coe- lho espera o terceiro filho e novamente tem uma gestação difícil. Suas duas primeiras crianças, hoje com sete e quatro anos, nasceram prema- turas, e agora Danieli tenta levar a gravidez até o final. Ela está de sete meses e tem um grave problema: seu tipo san- guineo é um e o do bebê é outro. “Já tive que fa- zer transfusão de sangue uma vez, e toda semana vou a Florianópolis fazer acompanhamento”, conta. para o ano de 2017. O anúncio foi feito aos presbíteros diocesa- nos e religiosos reuni- dos ontem na Paróquia São Sebastião, em Praia Grande, por ocasião do encontro de espirituali- dade em preparação ao Natal. As mudanças foram Mulheres reunidas no encerramento do projeto que acolhe gestantes sombrienses Padrestrocamdeparóquias O peso dessas dificul- dades é amenizado pela companhia das demais participantes do grupo Gerar Vidas e pela as- sistência que recebe das profissionais. “A Ronise encaminhou tudo para mim e todas elas aqui do Social são maravilhosas”. diz. Ronise é a coordena- dora do Centro de Re- ferência em Assistência Social (Cras). A gestação de Lucia- na Patrício Teixeira é mais tranquila, mesmo assim ela não abre mão dos encontros semanais. “Na primeira gravidez já participei do grupo, gosto muito, a gente aprende, se distrai, conversa”, diz. Outras duas mulhe- res estão intimamente ligadas ao projeto Gerar Vidas, apesar de já terem criado seus próprios filhos e agora acompanhar o crescimento dos netos. Dona Zeli Maria Souza e dona Iria Recco são volun- tárias junto a assistência social. Dona Zeli trabalha com a Pastoral da Criança há 35 anos e dona Iria é ‘tricoteira’. Ela tricota os casaquinhos que são doados as gestantes no kit recebido no final dos encontros. De suas mãos e agulhas já saíram mais de 30 peças e ela ainda aten- de outros pedidos para ajudar quem necessita. O Gerar Vidas entra em recesso durante o ve- rão e deve ser retomado em março. definidas sob aprovação e orientação do Conselho Diocesano de Presbíte- ros. A cada seis meses, é comum que a igreja realize transferências entre os padres, a fim de suprir as necessidades pastorais pertinentes à realidade de cada paró- quia. Trocas Padre Aguinaldo Zucchinali Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Criciúma) 2017: Paróquia Santo Agostinho (Rio Maina, Criciúma) Padre Alex Sandro Serafim Administrador da Paróquia São Roque (Timbé do Sul) 2017: Pároco em Tocantins Padre Antônio Mendes Paróquia em Tocantins 2017: Pároco da Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio) Padre Carlos Wecki Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga) 2017: Paróquia São Roque (Morro da Fumaça) Padre César Budny Paróquia Sagrada Família (Cidade Alta, Araranguá) 2017: Paróquia Nossa Senhora da Natividade (Cocal do Sul) Padre Daniel Pagani Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio) 2017: Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga) Padre Daniel Zilli Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga) 2017: Paróquia Sagrada Família (Cidade Alta, Araranguá) Padre Eloir Rogério Paróquia Nossa Senhora da Natividade (Cocal do Sul) 2017: Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe (Boa Vista, Criciúma) Padre Jiovani Manique Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga) 2017:Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga) Padre Jonas Emerim Velho Paróquia Santa Terezinha (Jacinto Machado) 2017: Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio) Padre José Benjamim Paróquia Nossa Senhora da Natividade (Cocal do Sul) 2017: ParóquiaNossaSenhoradaConceição(Urussanga)e ParóquiaSãoJosé(Criciúma) Padre José Cipriano Neto Paróquia Santo Antônio de Pádua (Sombrio) 2017: Paróquia Santa Rosa de Lima (Santa Rosa do Sul) Padre Sidnei Vitali Paróquia Santa Rosa de Lima (Santa Rosa do Sul) 2017: Paróquia São Roque (Timbé do Sul) Padre Thiago Eufrasio Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens (Araranguá) 2017: Liberado para cursar Doutorado em Teologia. Volta em 2017 GerarVidasencerramaisumgrupo Mãos amigas
  • 8. M ario discute com Ralf. João Amaro coloca a arma que usou contra Massao em um dos vasos de planta na casa de Gaetano e Geppina. Milena reconhece João Amaro e Damasceno registra. Yumi volta para casa. Dora pensa se deixou de gostar de Tiago. Júlia pergunta se Chica acredita que a explosão da traineira foi criminosa. Ralf agradece Vittorio pelo apoio a Le- nita. Carol leva para Mario uma lista com opções de nomes de bebê. Patrick incentiva Ralf a falar com Vittorio sobre Milena. EntretenimentoEntretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas J úlia revela a Alex que o denunciou à polícia no aeroporto. Gordo avisa a Diana que trabalhará com Gui. Chiara fica insegura sobre sua apresentação de balé. Léo ameaça denunciar Néia. Alex fica revoltado com Júlia. Chiara avisa a Diana que não quer que Léo apareça em sua apresentação. Lázaro diz a Néia que tem uma ideia para acabar com o romance entre Léo e Diana. Gui fica encantado ao ouvir Zac, Tom e Wellington tocando. Júlia conta o plano que armou contra Alex para Lorena. L etícia diz a Pedro que Helô a renegou e o acusa de ter destruído sua família. Tião consegue seduzir Jéssica. Magnólia avisa a Ciro que Beth voltaráparacasa.Fláviaconvida Helô para morar com ela. Tiago deleta as fotos de Isabela do celular e Pedro aconselha o so- brinhoavoltaraotrabalho.SaletesesurpreendeaoverMileide com Hércules. Suely pede a Salete reconsiderar e readmitir Gustavo. Ruty Raquel comenta com Sansão que Gigi pode estar desconfiada de seu namoro com Antônio. Sol Nascente -18h A Lei do Amor -21h Rock Story -19h Rapidinhas Áries 21/03 a 20/04 21/04 a 20/05 21/05 a 20/06 21/06 a 20/07 21/07 a 20/08 21/08 a 20/09 21/09 a 20/10 21/10 a 20/11 21/11 a 20/12 21/12 a 20/01 21/01 a 20/02 21/02 a 20/03 Leão HoróscopoHoróscopo Sagitário Gêmeos Libra Aquário Touro Diante das dificuldades terá pouca habilidade para se acalmar. Tira esse orgulho do pensamento e se aproxime de alguém do signo de Libra. O grande astro rei sol pode permitir que mostre forças para superar algumas dificuldades. Colocar-se acima dos outros será algo muito nocivo para um relacionamento profícuo e vantajoso para ambas as partes. Urano em queda irá lhe preju- dicar para superar algumas pequenas situações periclitantes. Passará um dia sem muitas preocupações e che- gará há uma decisão sábia e condizente com o que precisas. Filho do ar, passará por este inconveniente da melhor pessoa possível. Não tema seus desafios, isso é importante. Virá a apresentar um estado de pensamento mais estressado,vaiconseguirapenasferirseupróprioco- raçãodestaforma.Sintamaisamorpróprioevalorize seus esforços em todas as áreas. A intervenção de Saturnonãodevelheabalarmaisquepossasuportar. Sua magnanimidade vai ficar um pouco em baixa neste período, porém não se desiluda, siga em frente buscando sua maestria. Pessoaspróximasavocêpodemachá-lodemasiada- mente chato, isso é devido algumas de suas manias e insistências. Não deixar levar por divagações sem resultado vai fazer com que obtenha melhores resultados. Muita agonia será sentida se não souber diferenciar aquilo que você quer daquilo que você precisa. A incessante busca pelo equilíbrio deve permanecer principalmente neste período. Sentirá dentro de você uma grande força de Vênus em você. Você ficará muito nervoso devido a problemas no campo das ideias, e essas confusões se arrumarão com o tempo. Momentos de raiva estarão presentes em alguns momentos. Não deixe que Lua lhe baixe o astral. Poucos momentos memoráveis durante este dia, oscilará entre o sorriso e siso, e por isso passará boa parte do tempo confuso. Nem Vênus e muito menos Plutão irão ajudar você neste aspecto, ficará por conta de você. Seráquetudoquereluzéouro?Estecomcertezavai ser um questionamento presente durante boa parte do dia. A falta de uma resposta concreta é o que será a mola propulsora do resgate de suas reflexões. Contemple seus feitos de forma discreta e aja nas missões do dia de forma astuta e firme, condizen- temente com o que você necessita de fato. Neste momento imaginação e trabalho em grupo se fazem necessário, Mercúrio será importante neste aspecto. Agir com praticidade, é difícil certo, então reveja suas atitudes para compreender a falta de ação positiva no seu dia. Para encontrar a luz no fim do túnel, o filho de Urano sentirá o ápice de sua capacidade de executar ao focar apenas no necessário. Virgem Capricórnio Câncer Escorpião Peixes Rayanne Morais voltou nesta quinta-feira, 1º, ao apartamento que dividia com o ex-noivo, Dou- glas Sampaio, no Rio de Janeiro. Depois de ir ao local escoltada pela polícia, desta vez ela foi com o caminhão de mudança para retirar todos seus pertences da residência. Aatriz foi vista saindo do local com alguns obje- tosdedecoração,acompanhadadamãe,Terezinha Morais. Os objetos mais pesados foram levados para o caminhão pelos funcionários contratados para fazer a mudança. Ao deixar o condomínio, Rayanne cumprimentou funcionários. A atriz e Douglas se conheceram no confi- namento do reality show “A Fazenda”, em 2015. Após o fim do programa, eles foram morar juntos e, apaixonados, ficaram noivos. Para oficializar o relacionamento, Rayanne gastou quase R$ 60 mil ao comprar as alianças. O ex-BBB Matheus Lisboa estava afiado na madrugada desta quinta-feira, 1º de dezembro. O mineiro usou seu perfil noTwitter para mandar uma série de indiretas para Maria Claudia, sua ex-namo- rada.Adupla, que se conheceu no reality, anunciou o término do relacionamento no Twitter no final de outubro.ProcuradapeloEGO,aex-sisterafirmaque achou “estranha” a atitude do ex na rede social, já que ela não teria mandado indiretas para ele. Correio do Sul - Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
  • 9. REINVENTAR ROMILDO BLACK Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 romildoblack@hotmail.com facebook.com/romildoblack #FORADOEXPEDIENTE Oi. Em algum momento da vida olhamos para o lado e as coisas já não são mais como eram. Algo que nos acalenta é saber que é assim para todo mundo e que existem pessoas que terão mais facilidade para se adequar aos novostempoeoutrosmenos.Bomouruim,fica a cargo de cada um decidir... O maravilhoso disso é saber que podemos estartododianosreinventando,trocandoafita, virando o disco ou trocando o chip. Reinventar é superar nossos defeitos aprimorar as nossas virtudes, melhorando todos os dias. Concor- rência, disputa apenas conosco, pois temos plena consciência de que podemos sim ultra- passar nossos limites, e quando isso acontecer saberemos que estamos nos tornando pessoas melhores. Não para esse mundo corrido, mas para nós. As conquistas são resultado de nosso tra- balho e empenho, por isso ousadia, coragem, força e fé e que nos dá energia para buscar nossos sonhos, nossa felicidade. Tudo que pro- curamosestádentrodenósepodemosfazerum mundo melhor buscando nos tornar pessoas melhores.Aproveitecadaocasiãoparaaprender, crescer e ser mais feliz. Um bom dia, uma boa tarde e uma boa noite conforme a ocasião e eu ficarei aqui torcendo muito por você, querendo ver o seu sucesso acontecer diariamente! FRASE Apersistência é o caminho do êxito. Charles Chaplin JOGO RÁPIDO COM: Rodrigo Saran Fé: Acreditar que há sempre algo superior que rege nossos dias. Amor: Sentimento que nos aproxima de forma especial uns dos outros. Família: Alicerce de tudo, sem família não chegamos a lugar algum e não somos nada. Dinheiro: Consequência do trabalho bem feito. Um lugar: Minha casa. Uma música: Walk on - U2 Um filme: Wall Street Um animal: Cão Frase: “Nascemos, vivemos por um momen- to breve e morremos. Tem sido assim há muito tempo. A tecnologia não está mudando muito este cenário”. Adoro: Tecnologia Odeio: Pessoas que não são sin- ceras. Um homem: Airton Senna Uma mulher: Madre Teresa de Calcutá Esporte: Tênis Time: Não tenho Fora do Expediente o youtuber sombriense Daniel Santos, o Não Famoso, em São Paulo com alguns dos maiores nomes do Youtube nacional para um torneio de poker exibido na Fox. Esse guri vai longe. Olha aí as meninas Malu, Isabela, Clara e Duda aprovei- tando a o final de semana.Que escadinha mais fofa!! A universitária Valéria junto de sua mãe Marise Januário e família, comemo- rando a apresentação de seu TCC de con- tabilidade. Parabéns garota e sucesso! Felicidades aos recém casados Anderson e Camila, que Deus ilu- mine seus caminho é o que desejam amigos e familiares. A bela imagem clicada por André Jacob. O novo comandante do Corpo de Bombeiros de Som- brio, 2º tenente Eric Gomes Varmelati junto de seus familiares durante a posse. Seja bem vindo e sucesso em sua estadia. O grupo de guardas vidas que vai trabalhar no Bal- neário Gaivota. Gurizada preparada e encharcada após a formatura esta semana. Parabéns e boa temporada. Na quarta-feira esse colunis- ta visitou a Celesc de Sombrio para agradecer o trabalho des- ses profissionais que acabou dando um prêmio nacional de jornalismo em uma de suas coberturas.O prêmio também é de vocês, parabéns!!! O Jogo Rápido dessa semana é com ele, Rodrigo Saran, diretor de marke- ting do Sítio do Cassio / X9 Promoções. Cara gente fina, que fica nos bastidores garantindo que o Sunset seja sempre um grande sucesso. Confira aí o Jogo Rápido com Rodrigo Saran.
  • 10. Publicidade10 Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
  • 11. Geral 11Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 > SOMBRIO P equenos reis e rainhas se encontraram ontem para um chá em Sombrio. Teve docinhos, dança, cumprimento real e muito encanto > ARROIO DO SILVA O grupo do Proje- to Entre Jovens um passeio diferenciado, marcando o fim das atividades de 2016. No passeio eles colocaram em prática o curso do bombeiro sobre trilhas na mata, destacando o companheirismo e con- templando a natureza. Os jovens fizeram a > ARROIO DO SILVA O Grupo da Terceira Idade de BalneárioArroio do Silva teve um dia dife- renciado na quarta-feira. Mais de 200 idosos par- ticiparam do passeio que marcou o encerramento das atividades de 2016. O grupo realiza passeios de encerramento todos os anos e, desta vez o desti- no escolhido foi Braço do Norte. Odiafoideintegração, divertimento e emoção. O passeio encerrou não só as atividades do ano como foi também de despedida do prefeito Evandro Scaini e da primeira-dama Diane Scaini que estiveram à frente da administração municipal por oito anos. > ARARANGUÁ O Caverá Country Park foi o local para o en- cerramento das atividades do Centro e Referência de Assistência Social (Cras). Ao todo, 90 crianças e ado- lescentes aproveitaram durante toda a tarde. O evento grandioso foi na escola Sanga da Toca 3, em Santa Fé, e contou com a presença de 32 membros da realeza celebrando o fim do ano letivo na Roda da Lei- tura. O Chá Real foi ideia da professora Maria Ro- trilha do farol do Morro dos Conventos, visi- taram a caverna e se divertiram nas dunas. O Entre Jovens reú- ne semanalmente ado- lescentes entre 15 a 17 anos de idade para ativi- dades voltadas ao lazer e à cidadania. O encon- tro conta com oficinas de música e capoeira, além de rodas de conversa com a equipe técnica do Cras e da Secretaria de Desen- volvimento Social. Os integrantes ganharam um porta-retrato com foto de lembrança, além de apresentações e brinca- deiras. O prefeito eleito Jus- a tarde de sol no parque aquático, na quarta-feira. A tarde de lazer e diversão contagiou até mesmo pais que acompanhavam as crianças. “Nunca imaginei que um dia estaria aqui neste parque. Há um ano que participamos do Cras e agradeço por tudo que é fei- to neste programa. Espero Meninos e meninas fizeram apresentações e tomaram chá no encerramento do projeto de incentivo a leitura Participantes do Entre Jovens se divertem ao ar livre Membros do grupo brincaram durante encerramentoCrianças se divertiram em parque aquático onde a maioria ainda não conhecia Jovens fazem trilha no Morro TerceiraIdadeencerraencontrosCriançasdoCrasvãoaoCaverá sane Carlos Fernandes, que trabalhou contos de fadas com os alunos das turmas do Infantil ao 4° ano, e resolveu fe- char o projeto dando aos alunos tudo o que eles aprenderam nas histó- rias. “Deu um pouco de trabalho para organi- zar, mas eles amaram. celino Guimarães, o Mi- neiro, a primeira-dama Claudete, o vice Carlos Scarsanella e a segunda- -dama, Agda, também participaram do passeio. queanoquevemcontinue”, diz a diarista Luciana Gon- çalves, 31 anos, que estava com a filha, irmã e cinco sobrinhos. O prefeito Sandro Ro- berto Maciel e a primeira- -dama Rose Maciel, esti- veram no parque aquático para prestigiar a diversão da garotada. Contos de Fadas Alunostêmtarderealnaescola Aprenderam coisas que vão levar para o resto da vida e estão apai- xonados pelo teatro, já que na representação abandonam a timidez e gostam cada vez mais de leitura. Então me- recidamente tiveram uma tarde real”, explica a professora.
  • 12. Publicidade12 Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
  • 13. Geral 13Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 > SOMBRIO E sta semana foi realizada a pri- meira formatu- ra do Proerd Kids no mu- nicípio de Sombrio. O novo projeto da Polícia Militar chega as creches e escolas com o mesmo objetivo do Proerd tradicional, das tur- mas de 5º ano, porém, abor- dando a questão das drogas e da violência de forma muito simples e divertida. Segundo as instruto- ras, soldados Ana Paula e Sarah, este ano foram atendidas 18 turmas das séries iniciais, somando 97 crianças com idade en- tre cinco e oito anos. Elas aprendem noções de cida- dania, segurança pessoal e práticas saudáveis, através de músicas, brincadeiras e conversas. Os aluninhos também se empolgam com a presença de uma policial ‘deverdade’aoladodelesna sala de aula. A primeira formatura aconteceunasegunda-feira, na creche Lar da Criança, no bairro São Luiz, e na terçafoirealizadanacreche Espaço Criança no bairro São Pedro. A solenidade para os pequenos teve cara de gente de grande, com direitoajuramentoeoutros atos,paraoorgulhodospais e professores. “Para nós, que minis- Policial passa noções de cidadania e segurança as turminhas no Proerd Kids Sargento Marcelo explicou programa de segurança Meninada ganhou uniforme e aprendeu a preservarEncerramento do Proerd com mascote é uma festa > ARROIO DO SILVA Na noite de quarta- -feira,161 crianças de escolas municipais e esta- duais de BalneárioArroio do Silva se formaram no Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd), da Polícia Militar. Também foram formados nove pais de alunos no programada Proerd para pais. O curso foi ministrado pelos sar- gentos Moisés de Bem Alano e João Batista dos Passos de Oliveira. Em uma das eta- pas do Proerd, os alu- nos apresentam uma redação, onde descrevem todas as informações > ERMO Na noite da última quarta-feira, na Câmara de Vereadores de Ermo, foi realizada a reunião do Conseg (Conselho de Segurança) em que o sargento Marcelo Pícolo apresentou a comuni- dade o projeto Rede de Cidadãos Protegidos. O projeto visa pos- sibilitar uma relação de confiança e coope- ração mútua entre a comunidade e os órgãos de segurança pública. Para isto, a comunidade interessada em fazer parte será devidamente cadastrada e participa- rá do Grupo do Conseg existente no aplicativo WhatsApp. Ali, poderá informar e ser informa- da ao perceber algum problema ligado a se- gurança pública, como pessoas ou veículos em > ARROIO DO SILVA Aconteceu na noite desta quinta-feira, a for- matura de 20 alunos, da rede pública de Arroio do Silva, no curso de Protetor Ambiental, oferecido pela Polícia Militar Ambiental de Maracajá, em parceria com a prefeitura. O curso é oferecido uma vez por ano, sempre em um muni- cípio diferente, os municí- pios de Maracajá, Meleiro, Timbé do Sul, Santa Rosa do Sul e Praia Grande já haviam recebido uma edição do projeto. O sargento Correia, da PM Ambiental, contou que as aulas iniciaram dia 1º de agosto e que as crianças tiveram três me- ses de aula com matérias relacionadas à preserva- ção do meio ambiente, onde os alunos aprendem um pouco das questões FormaturanoArroiodoSilva Rededecidadãosprotegidos Criançassãoprotetoresambientais adquiridas e o aprendiza- do que tiveram durante as aulas. Ao todo, seis atitude suspeita, dei- xando todos em alerta e, principalmente, para que a Polícia Militar possa averiguar a situ- ação. Além disto, nas residências participan- tes será instalada uma placa informando que o local está sendo monito- ambientais do planeta. A intenção do pro- grama é conscientizar os alunos em relação às questões ambientais e tronarem-se multiplica- dores das informações que aprenderam. Em torno de 120 pessoas compa- rado pela polícia e pela comunidade. O grupo de WhatsA- pp do Conseg vem sendo monitorado pela Polícia Militar, e quem estiver interessado em partici- par basta preencher o requerimento fornecido na sede da PM de Ermo. receram na formatura, entre elas familiares dos alunos, representantes da PM Ambiental de Ma- racajá, da PM de Arroio do Silva, prefeito Evandro Scaini e demais represen- tantes da administração municipal. tramos o curso, a emoção é grande. Sabemos que muitos vão levar esses en- sinamentos para a vida e torcemos para que se tornem jovens felizes e re- alizados”, diz Ana Paula. Para Sarah, a experiência é única, com aprendizado tantoparaosalunosquanto paraaspoliciaisenvolvidas, que acreditam no poder transformadordaeducação. O comandante da PM em Sombrio, capitão Luiz Paulo Fernandes. “Estamos plantando a sementinha do bem, para uma sociedade melhor. É gratificante em uma forma- tura ver os olhos das crian- ças brilhando de alegria e seuspaisemocionados”,diz. Nas Creches ProerdKidsforma97crianças Gislaine Fontoura redações se destacaram e seus autores foram homenageados.
  • 14. Segurança14 Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 > ARARANGUÁ O C o r p o d e B o m b e i r o s (CB), a Polí- cia Civil (PC) e a Polícia Militar (PM) de Araran- guá iniciaram na noite de quarta-feira, as buscas por Geovanni Vasconce- los Pereira, de 47 anos, após a família anunciar seu desaparecimento. Geovanni é escrivão da 1ª Vara Criminal da Co- marca de Araranguá e havia saído do serviço, por volta das 15 horas de quarta, dizendo que iria até a agência dos Correios, próximo ao fó- rum, e não voltou mais.A última vez que foi visto, foi por volta das 17 horas, caminhando às margens do rio Araranguá. Na noite de quarta- -feira, a família deu de- clarações para a impren- sa local e também enviou mensagens pelo aplica- tivo WhatsApp, pedindo para quem encontrasse o escrivão, que entrasse em contato. A enteada Jéssica Albino Hames afirmou que o padrasto é um homem caseiro e ia de casa para o trabalho e vice-versa. Geovanni nunca havia saído por muito tempo, sem avisar a família, porém, nas últimas duas semanas estava com um comporta- mento diferente e chegou a perder dez quilos. Dois irmãos vieram de Florianópolis para ajudar nas buscas, um deles é Danilo Irigoite, de 62 anos, que conver- sou com a imprensa na manhã desta quinta-fei- ra. Danilo, que ajudou a criar Geovanni, diz que colocou o irmão em aula de natação, quando criança. “Todos os meus filhos aprenderam a na- dar, eu acho isto muito importante”, contou o irmão, que tem Geovanni como filho. Danilo revelou que ele e o outro irmão che- garam emAraranguá por volta de 5 da manhã de ontem e que a partir das 8 horas seguiram com Mergulhadores e familiares passaram parte da noite de quarta e toda a quinta procurando Geovanni no rio > SOMBRIO Na última terça-feira, a Polícia Civil de Som- brio cumpriu mandado de prisão preventiva de Moisés de Assis da Silva de Souza,o Monga e Luiz Enrique Flor, o Floripinha, ambos de 18 anos. Segun- do os policiais, os dois, e o foragido da justiça Natan Jardel de Jesus Réus, 19, na madrugada de 23 de ou- tubro estavam no pátio do posto AMPM , no Centro de Sombrio, e atacaram dois jovens com facão. Um deles foi ferido após retirar uma garrafa de cerveja de trás do próprio carro para sair do estacionamento. As vítimas não perderam a vida por muito pouco, já que receberam vários golpes. Ainvestigação identifi- cou Moisés como autor das Políciaprendedoisportentativadehomicídio facadas e os outros dois teriam auxiliado no crime. Os três foram indiciados por dupla tentativa de homicídio qualificado. O delegado Luiz Otá- vio Pohlmann explica que a foram coletadas várias informações e provas para dar sustentação ao pedido de prisão. Moisés foi preso ao comparecer a uma audi- ência no forum de Sombrio e Luiz Henrique minu- tos depois no bairro São Luiz. Eles não resistiram a prisão e foram levados a depois para o presídio. No facebook do Jor- nal Correio do Sul foram postadas na noite desta quinta-feira as imagens Jéssica atrás do escrivão e algum tempo depois encontraram as roupas Mistério Irmãoencontraroupadedesaparecido registradas por uma câ- mara do local mostrando a violência cometida na- quela madrugada pelos três rapazes, que estavam acompanhados de outros amigos. O vídeo mostra o início da briga, facãoza- das e o grupo chutando e pulando em cima do carro das vítimas. Gislaine Fontoura dele. “Às 8 horas nós começamos a procurar pela Vila São José, vie- mos pela rua da beira rio, seguimos de carro, eu descia e olhava as en- tradas do rio, chegamos na casa de tratamento (Fazenda São Jorge), procuramos ele lá e tam- bém não encontramos, até que chegamos neste ponto (cerca de dois qui- lômetros da Fazenda São Jorge, sentido Norte), eu verifiquei que tinha um calçado lá, fotografei, levei a foto até o carro e confirmei com Jéssica se era a roupa dele mesmo, ela disse que sim e eu acionei o 190”, detalhou. Por volta de 9h30min de ontem, os bombeiros reiniciaram as buscas, que haviam sido encer- radas de madrugada. Três mergulhadores e um homem de apoio ficaram até por volta de 17 horas dentro do rio. O CB tra- balhou com 12 homens de Araranguá, Passo de Torres, Criciúma e Iça- ra, e após as 17 horas as buscas continuaram com embarcações pelas margens do Araranguá e seguiram até o final do dia, quando escureceu. PM, PC e Instituto Geral de Perícias (IGP) também estiveram no lo- cal e a tarde o helicóptero da PC veio de Criciúma ajudar nas buscas. Na parte da manhã o movimento de familiares, colegas de trabalho, ami- gos e curiosos foi intenso e o trânsito teve que ser bloqueado, permitindo acesso apenas da família, amigos próximos e car- ros de trabalho. Amigos estavam inconformados, dizendo não acreditar no que estava acontecendo. Segundo Danilo, a esposa de Geovanni chorava o tempo inteiro, a família preferiu preservá-la e ela não acompanhou as buscas. Geovanni é casado, tem três filhos e mora com a família no Centro de Araranguá, até o final desta edição, o escrivão não havia sido encontra- do. As buscas continuam nesta sexta-feira e quem tiver informações sobre o paradeiro de Geovanni pode ligar para o telefone 99638-5718 e falar com Jéssica.
  • 15. Geral 15Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 152595; Devedor(es): ANTONIO TIBURCIO DE MELLO - 289.665.549-20, End: Rua José Patricio dos Santos, 425, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 48-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de Dívida Ativa; Val: R$ 2.708,22 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 152596; Devedor(es): ANTONIO TIBURCIO DE MELLO - 289.665.549-20, End: Rua José Patricio dos Santos, 425, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 49-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de Dívida Ativa; Val: R$ 2.128,23 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 152589; Devedor(es): JOAO CARDOSO DE MATOS - 104.159.209-49, End: Rua Caetano Lummertz, 953, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 41-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de Dívida Ativa; Val: R$ 15.555,75 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 152592; Devedor(es): MARIA DE FATIMA BALTAZAR LOPES - 298.672.409-44, End: Rua Manoel Augusto da Rosa, 70, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 45-2016 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de Dívida Ativa; Val: R$ 2.171,29 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 152562; Devedor(es): RODO MANENTI TRANSPORTES LTDA ME - 08.890.219/0001-15, End: Av. Pref. Francisco Lummertz Jr, S/N, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LUCIANO CORREA DE FREITAS; Sac: ; Tit: 000095 ; Apr: LUCIANO CORREA DE FREITAS; VEN: 04/06/2016; Esp: Cheque; Val: R$ 3.500,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 152563; Devedor(es): RODO MANENTI TRANSPORTES LTDA ME - 08.890.219/0001-15, End: Av Prefeito José João Scheffer, 808, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LUCIANO CORREA DE FREITAS; Sac: ; Tit: 000096 ; Apr: LUCIANO CORREA DE FREITAS; VEN: 04/07/2016; Esp: Cheque; Val: R$ 3.500,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 152539; Devedor(es): TEREZINHA GHISI SILVESTRE 024393269 - 25.695.327/0001-56, End: Rua Padre João Reitz, 377, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: EXPLODE NUTRITION IND E COM DE SUPLEMENT; Sac: EXPLODE NUTRITION IND E COM DE SUPLEMENT; Tit: 0000005416 ; Apr: BANCO BRADESCO S A; VEN: 24/11/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 408,53 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86.Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 02/12/2016. Sombrio - SC, 02/12/2016 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA Estado de Santa Catarina SAMAE AGUA DOS CANYONS PRAIA GRANDE Extrato de Termo Aditivo EXTRATO DE TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 13/2015, assinado em 18/11/2016, entre o SAMAE AGUA DOS CANYONS PRAIA GRANDE E A EMPRESA CARLESSI ENGENHARIA COMERCIO E CONSTRUÇÕES LTDA, cujo objeto é a aditamento de mais R$ 35.908,29(trinta e cinco mil e novecentos e oito reais e vinte e nove centavos). Praia Grande-SC, 18 de Novembro de 2016. Jonathan Reis da Silva Diretor Título: Nota de Esclarecimento Sobre a Falta de Energia Elétrica A Cooperativa de Eletricidade Praia Grande - CEPRAG, por meio desta, consumidores, sobre duas ocorrências afetando seu sistema elétrico nes novembro de 2016:  Ocorrência 1: Das 07:30 às 11:14, a CELESC executa a substituição d subestação de Sombrio que havia queimado em 04 de agos desligamento foi executado sem aviso a CEPRAG e atingiu Sombrio, Praia Grande e parte do municipio de São João do Sul, impossibilita divulgasse o desligamento através de internet, rádio e carro de som  Ocorrência 2: Das 16:42 do dia 27/11/2016 às 07:09 do dia 28/11/2 aos problemas meteorológicos ocorridos na região sul de Santa Ca gaúcho uma descarga atmosférica atingiu a subestação da CEEE em T que Torres, Passo de Torres e parte do municipio de São João do Sul f A CEPRAG Aproveita para agradecer a compreensão de todos pelos transt falta de energia, em virtude dos fortes ventos e temporais que atingiram a dias, fortalecendo compromisso de continuar a distribuir energia elétrica eficiência. Título: Nota de Esclarecimento Sobre a Falta de Energia Elétrica A Cooperativa de Eletricidade Praia Grande - CEPRAG, por meio desta, comunica os seus consumidores, sobre duas ocorrências afetando seu sistema elétrico neste domingo 27 de novembro de 2016:  Ocorrência 1: Das 07:30 às 11:14, a CELESC executa a substituição do transformador da subestação de Sombrio que havia queimado em 04 de agosto de 2016. Esse desligamento foi executado sem aviso a CEPRAG e atingiu Sombrio, Santa Rosa do Sul, Praia Grande e parte do municipio de São João do Sul, impossibilitando que a CEPRAG divulgasse o desligamento através de internet, rádio e carro de som;  Ocorrência 2: Das 16:42 do dia 27/11/2016 às 07:09 do dia 28/11/2016. Devido devido aos problemas meteorológicos ocorridos na região sul de Santa Cataria e litoral norte gaúcho uma descarga atmosférica atingiu a subestação da CEEE em Torres, fazendo com que Torres, Passo de Torres e parte do municipio de São João do Sul ficasse sem energia. A CEPRAG Aproveita para agradecer a compreensão de todos pelos transtornos advindos da falta de energia, em virtude dos fortes ventos e temporais que atingiram a região nos últimos dias, fortalecendo compromisso de continuar a distribuir energia elétrica com qualidade e eficiência. Título: Nota de Esclarecimento Sobre a Falta de Energia Elétrica A Cooperativa de Eletricidade Praia Grande - CEPRAG, por meio desta, comunica os seus consumidores, sobre duas ocorrências afetando seu sistema elétrico neste domingo 27 de novembro de 2016:  Ocorrência 1: Das 07:30 às 11:14, a CELESC executa a substituição do transformador da subestação de Sombrio que havia queimado em 04 de agosto de 2016. Esse desligamento foi executado sem aviso a CEPRAG e atingiu Sombrio, Santa Rosa do Sul, Praia Grande e parte do municipio de São João do Sul, impossibilitando que a CEPRAG divulgasse o desligamento através de internet, rádio e carro de som;  Ocorrência 2: Das 16:42 do dia 27/11/2016 às 07:09 do dia 28/11/2016. Devido devido aos problemas meteorológicos ocorridos na região sul de Santa Cataria e litoral norte gaúcho uma descarga atmosférica atingiu a subestação da CEEE em Torres, fazendo com que Torres, Passo de Torres e parte do municipio de São João do Sul ficasse sem energia. A CEPRAG Aproveita para agradecer a compreensão de todos pelos transtornos advindos da falta de energia, em virtude dos fortes ventos e temporais que atingiram a região nos últimos dias, fortalecendo compromisso de continuar a distribuir energia elétrica com qualidade e eficiência. ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca - Sombrio / 1ª Vara Rua Edílio Antônio da Rosa, 974, Fone/Fax (48) 3533-6700, Centro - CEP 88960-000, Fone: (48) 3533-6706, Sombrio-SC - E-mail: sombrio.vara1@tjsc.jus.br Juiz de Direito: Pablo Vinícius Araldi Chefe de Cartório: João Júnior Colodel EDITAL DE CITAÇÃO - EXECUÇÃO - COM PRAZO DE 30 DIAS Execução de Título Extrajudicial n. 0000123-93.2010.8.24.0069 Exequente: Brasfumo - Indústria Brasileira de Fumos Ltda / Executado: Domingos Albino do Nascimento / Citando(a)(s): Domingos Albino do Nascimento, Rua Manoel Elias Oliveira, 778, Januária, próximo ao bar do Carlos - CEP 88960-000, Sombrio-SC, CPF 179.886.249-20, brasileiro(a), Agricultor Valor do Débito: R$ 58.510,89. Data do Cálculo: 09/15. Pelo presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, FICA(M) CIENTE(S) de que neste Juízo de Direito tramitam os autos do processo epigrafado e CITADA(S) para, em 3 (três) dias úteis, contados do primeiro dia útil seguinte ao transcurso do prazo deste edital (art. 231, IV, do CPC), efetuar o pagamento do principal, acessórios, honorários advocatícios e despesas processuais. Não ocorrendo o pagamento, proceder-se-á à penhora de bens do executado. O executado poderá opor-se à execução por meio de embargos, no prazo de 15 (quinze) dias úteis, a contar do primeiro dia útil seguinte ao transcurso do prazo deste edital (art. 231, IV, do CPC). E para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es), com intervalo de 0 dias, na forma da lei, bem como intimado da penhora, via Bacen Jud, para, em 15 dias, apresentar a defesa que entender cabível. Sombrio (SC), 14 de junho de 2016. Adroaldo Jacobi de Freitas Código de Normas da Corregedoria-Geral da Justiça - Art. 212 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Lei n. 11.419/2006, art. 1º, § 2º, III, “a” autosem14/06/2016às13:10,écópiadooriginalassinadodigitalmenteporAdroaldoJacobideFreitas. fls. 6
  • 16. Publicidade16 Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
  • 17. Publicidade 17Correio do Sul Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016
  • 18. CavalgadaabrerodeiodoSulCatarinense Correio do Sul - Sexta-Feira, 2 de dezembro de 2016 > BALN. GAIVOTA A tradicional c a v a l g a d a deu início a mais uma edição do rodeio do CTG Sul Ca- tarinense. Partindo da avenida Papa João 23, vários cavaleiros per- correram ruas de Som- brio e depois a rodovia José Tiscoski, rumo ao Centro de Tradições Gaúchas na localidade de Figueirinha. Entre os partici- pantes estava Jomar Costa, que frequenta o rodeio há mais de 20 18-26-58-64-66CONCURSO 4.247 QUINA 01/12 05-06-07-08-09-20 20-24-30-39-41-43 CONCURSO 1.576 DUPLA SENA 01/12 anos. Para ele, andar a cavalo é algo natural desde criança. "É uma coisa que nasce com a gente, que vem desde pequeno, da nossa raiz e que faz parte da nossa vida", comenta. Jomar é natural de Arroio do Sal, no Rio Grande do Sul, e veio para o ro- deio acompanhado de vários amigos. Entre eles, Aldo Meneghet- ti, que cavalgou dois dias desde Balneário Pinhal. Já são 36 anos frequentando os rodeios no CTG Sul Catarinen- se e levando a diante a cultura gaúcha. "É a nossa tradição. O tradi- cionalismo é a cultura mais linda que existe", defende. O patrão do Sul Ca- tarinense, Marco Auré- lio da Cunha, está con- fiante com o evento que começou ontem e vai até domingo, com uma ampla programação de competições, bailes e shows. Ele diz que os próprios frequentado- res fazem propaganda dos rodeios. "A expecta- tiva é boa, muita gente de fora liga avisando que vai vir e as pessoas estão motivadas. Traba- lhamos para fazer sem- pre um rodeio melhor", completa.
  • 19. Chapecoense,SolidariedadeeReflexões 19Correio do Sul Quinta-Feira, 1° de dezembro de 2016 > PORTO ALEGRE Dois dias após a tra- gédia envolvendo a Cha- pecoense, os jogadores do país inteiro ainda re- fletem sobre o futuro. O goleiro do Grêmio Mar- celo Grohe lembrou, por exemplo, da rotina dos jogadores entre viagens pelo Brasil e América do Sul. Também evitou opinar sobre a última rodada do Campeonato Brasileiro ao afirmar que pessoas capacita- das irão definir a dispu- ta. Ex-companheiro do Groheevitaopinarsobreúltima rodada:"Hápessoasresponsáveis" > ARARANGUÁ S emprecultiveiuma simpatia pelo povo colombiano, tal- vez pelas semelhança com a cultura e o jeito alegre do brasileiro. Em geral, o colombiano é simples, comunicativo e extrovertido. Enfim, a rela- ção Colômbia - Brasil vem de longa data, é histórica, incluindo diversos persona- gensesegmentos,atéporque, os colombianos tem território vizinho ao Brasil. Naturalmente, minha admiração expandiu-se para os gramados. São duas esco- las parecidas, que exportam atletas para o mundo todo. No futebol, pelo qual somos igualmente apaixonados, as equipes colombianas jogam de maneira ofensiva, ousada, possuem técnica apurada. Lembro, por exemplo, da ir- reverência e oportunismo do centroavante de Wason Ren- tería, campeão da América peloInternacional.Alémdele, outros talentosos jogadores como, Victor Aristizábal e Freddy Rincón, também fize- ram sucesso no futebol brasi- leiro.Sóparacitaralguns...A lista é imensa! Nessa semana, embora todosestejamosconsternados com a tragédia envolvendo a delegação da Chapecoense, não apenas chorei, me emo- cionei, como também orei pedindo intercessão divina pelasvítimas,seusfamiliares eamigos.Emmomentodein- trospecção lembrei da ascen- são da Chapecoense tanto na gestão administrativa, quan- tonocenáriofutebolístico,dos colegas jornalistas, que per- deram precocemente suas vidas enquanto trabalhavam, do carinho pelo povo colombia- n o . D e maneira espontâ- nea, uni essesfatores econstateique o futebol imita a vida na sua arte, união, imprevisibilidade, superação e solidariedade! Impossível não recordar junho de 2014, quando fiz amizades com colombianos navésperadojogoSeleçãoda Colômbia x Seleção da Costa do Marfim, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Era junho de 2014, Copa do Mun- do no Brasil. Naquela data, tive certeza que admiração entre os povos é recíproca... Para os colombianos, visi- tar o Brasil era um sonho. Eles exaltavam nosso País. goleiro Follmann, que segue sob atendimento médico na Colômbia, declarou que torce de longe pela recuperação. A CBF adiou para o próximo dia 11 a 38ª rodada do Brasileirão – o Tricolor enfrenta o Botafogo, na Arena. Um movimento envolvendo jogadores e clubes su- geriu que as partidas não sejam disputadas. O goleiro gremista se esquivou do posiciona- mento e preferiu dizer que vai acatar o que for decidido. Sabiam dos problemas, mas diziam que o saldo é posi- tivo. Na ocasião, registrei uma foto (em anexo), que carinhosamente preservo em meu arquivo pessoal. Hoje cedo, lembrei dessa imagem e observando-a atentamente, enquanto lia e escutava notí- ciassobreaChapecoense,não contiveaemoçãoaoconstatar que,asolidariedadepredomi- na, que pessoas do mundo todo uniram-se em orações, que moradores auxiliaram no resgate davítimas e que, o Club Atlé- tico Nacio- nal, de Me- dellín, enviou ofício a Conme- bol, solicitando que o título da Copa Sul-Americana seja concedido a Chapecoense. Inicialmente,estavaprevisto que as duaquipes disputa- riam a final. O acidente aéreo ocorreu namadrugadadeterça-feira, 29 de novembro, véspera do primeiro jogo decisivo. Bo- letins informativos relatam que sessenta e uma pessoas perderam suas vidas, ou- tras seis sobreviveram. Foi a maiortragédiadesportivaem nível mundial!Aferida ainda está aberta e precisará de tempo, fé e solidariedade hu- mana para ficar amenizada. Esse grave acidente jamais será esquecido, porém, pelas demonstrações de solidarie- dade, fica o consolo de que a humanidade ainda respira bondade e fraternidade. Em consequência de uma triste fatalidade, milhões de pes- soas, finalmente "desligaram o automático", ao qual estão inconscientemente subme- tidas pela competitividade e optaram pelos movimentos de "expiração e inspiração". Enfim, já que a maioria denósfezumapausa,mesmo que abrupta, humildemente sugiro que tenhamos discer- nimento para calçarmos as sandálias da humildade e refletirmos muito, fazendo umaintrospecçãonãoapenas sobre o momento, mas sobre nossas trajetórias de vida! Quetodosfaçamosumacrite- riosaanálise.Fazendoissova- mos perceber que precisamos orar com maior frequência e intensidade, praticar carida- de, sermos mais compreen- sivos e amáveis uns com os outros, porque mais uma vez ficou comprovado que o des- tino é uma incógnita, sequer sabemos o que o amanhã, os próximos instantes e o futuro no reserva. Ofutebol,asderrotas,vi- tórias, fracassos e conquistas devem servir como aprendi- zado e constante aperfeiçoa- mento do ser humano nesse contexto chamado vida! Ás vezes será necessário redu- zir à marcha, puxar o freio, estacionar, dar marcha ré e até fazer curvas. Não tem problema. O fundamental é que nós, pobres mortais, te- nhamos sabedoria para fazer breves pausas no cotidiano, aproveitando esses momen- tos para avaliar, recomeçar, pedir perdão, agradecer e sobretudo, viver ao invés de simplesmente sobreviver!!! * João Carlos Silva - JPSC 02012. Assessor de Comunicação da
  • 20. SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 2, 3 E 4 DE DEZEMBRO DE 2016