www.grupocorreiodosul.com.br
ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.798
quarta-feira, 18 de novembro de 2015
R$ 2,00
Grupo
24º 20º
Sol e aume...
Política
Jarbas Vieira
Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
jarbas@grupocorreiodosul.com.br
(48) 9966.5326
...
cirurgia odontológica que
venham fazer o exame”,
alerta Tiane.
A maioria dos pacien-
tes do SAE de Araranguá
são acima de ...
a oportunidade surgi-
da com o curso. “É um
aprendizado muito im-
portante e que irá facili-
tar ainda mais a entrada
no m...
O objetivo em estrei-
tar os vínculos é para que
a comunidade compreen-
da que ser assistida pelo
município é um direito.A...
Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente
Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador J...
Geral 7Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
Jovensagricultoresconcluemcurso
> Região
A formatura de 24
jove...
Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão
Novelas
Além do Tempo -18h
Totalmente Demais -19h
A Regra do Jogo -21h
L
u f...
Geral 9Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
> ArArAnguá
O diretor dos Correios
de Santa Catarina, Paulo
Oli...
10 Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015 Publicidade
Polícia 11Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
Gislaine Fontoura AdelinoSuzin,oParaguai.
Um outro homem, Je...
12 Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015 Publicidade
Polícia 13Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
Gislaine Fontoura
> ArArAnguá
No final da tarde
de ontem, po...
Publicações Legais14 Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
Estado dE santaCatarina
PrefeituraMuniciPal de
so...
Publicações Legais 15Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
identificação de sua disciplina/cargo e numeração...
Publicações Legais16 Correio do Sul
Quarta-feira,
18 de novembro de 2015
impetrar recurso em favor de sua situação.
9.9 A ...
Jornal digital 4798_qua_18112015
Jornal digital 4798_qua_18112015
Jornal digital 4798_qua_18112015
Jornal digital 4798_qua_18112015
Jornal digital 4798_qua_18112015
Jornal digital 4798_qua_18112015
Jornal digital 4798_qua_18112015
Jornal digital 4798_qua_18112015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal digital 4798_qua_18112015

237 visualizações

Publicada em

Correio do Sul

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4798_qua_18112015

  1. 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.798 quarta-feira, 18 de novembro de 2015 R$ 2,00 Grupo 24º 20º Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Geral Geral Começadistribuição de novotratamento contrahepatiteC Bombeiroecadela unem-seabuscade vítimasdebarragens Muito Caro Araranguá 3 9 Página Página 4 e 11 Inscriçõesestão abertasparamais umPedalaSombrio 22Página Participe 7Página Santa Rosa do Sul Drenagem e limpeza de valo acabam com alagamento de lavouras
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “Santa Catarina não poderia passar em branco, sugerindo melhorias como a descentralização e a adesão ao novo pacto federativo, afinal, não é mais possível administrar o Brasil concentrando as decisões em Brasília”. Ele disse: ‘ ‘Presidente do PMDB (SC), Mauro Mariani, sobre as propostas apresentadas ao governo Dilma. DiscussãoeternapeloDomJoaquim O assunto predomi- nante da sessão da Câmara de Vereado- res de Santa Rosa do Sul, na últi- ma segunda-feira, foi novamente o Hospital Dom Joaquim. Isso porque, a pedido da vereadora Madalena Luiz (PMDB), o vere- ador de Sombrio Cezar Luchina (PSD) pode explanar na tribuna a necessidade que o hospital tem de conveniar com o Município. Hoje Santa Rosa do Sul dispõe de um atendimento ampliado até as 22 horas, porém após este horário e nos finais de semana, a população não pode contar Deputado estadual Manoel Mota (PMDB) recebeu comitiva de lideranças de São João do Sul, acompanhada do secretário regional, Ademir da Silva, o Dema (PMDB). Entre as solicitações encaminhadas pelo prefeito João Rubens (PMDB), estão R$ 70 mil para o hospital de Praia Grande e R$ 300 mil para as estra- das de município. Mota explicou que as solicitações atendem a demanda não só de São João do Sul, como de toda a região do Vale do Araranguá. Para o parlamentar, os pleitos são importantes e nos próximos dias serão encaminhados ao governador. (48) 3522-3777 João Rubens segue pedindoAmin na pururuca Presidente estadual do PP, deputado Federal Esperidião Amin, confir- mou ao deputado estadual Zé Milton (PP) a sua participação no primeiro porco a pururuca da Juventude Progressista, que acontece nesse sábado, em Sombrio. “Sei da organização do PP de Sombrio em seus eventos, e tenho a certeza que este será mais um grande sucesso”, enfatizou Amin, parabenizando a executiva e a juventude progressista pela iniciativa do encontro. Desde que assumiu a presidência da sigla, Amin tem percorrido o Estado realizando filiações e reorganizando o partido. Neste roteiro ele também irá participar da inauguração de uma obra em Jacinto Machado. Drogas Secretário regional Ademir da Silva, o Dema (PMDB), fará hoje a entrega dos materiais alusivos à Campanha do Gover- no do Estado “Drogas, não dá mais para aceitar”, às 15 horas, na Câmara de Vereadores de Sombrio. Nessa etapa recebe- rão os materiais os prefeitos de Sombrio, Santa Rosa do Sul, São João do Sul, Balneário Gaivota, Passo de Torres e Praia Grande. com o serviço. “Nós precisamos de algum lugar, precisamos de lugares para levar o nosso povo”, comentou o presidente, Agenor Francisco de Carvalho. O assun- to já foi amplamente debatido, inclusive no Poder Legislativo. Acredite que falte uma ação mais incisiva do Isev, com um plano de trabalho, detalhado, dos ser- viços que podem ser prestados a Santa Rosa do Sul e também à Balneário Gaivota, com reuni- ões decisivas com os prefeitos das duas cidades. Até porque os vereadores, que têm contato direto com a população, são favoráveis ao convênio, porém, não possuem a caneta nas mãos. E prefeito algum, independente de estar ou não com a razão, vai dar recibo a um sermão recebido via Câmara de Vereadores. Orçamento Será votada hoje pela Câ- mara de Araranguá a peça orçamentária para o ano de 2016, no valor de R$ 129 milhões. Um dos principais debates será sobre a reserva de contingência para utilização do Município sem a necessi- dade de receber autorização da Câmara de Vereadores. Enquanto o Executivo solicita até 25% o presidente do Legis- lativo, vereador Rony da Silva (PMDB) é autor de emenda sugerindo que este limite seja de, no máximo, 7% sob o valor do orçamento. Já o vereador Alexandre Rezende Pereira (PPS) defende a fixação de 15% como reserva de contin- gência.
  3. 3. cirurgia odontológica que venham fazer o exame”, alerta Tiane. A maioria dos pacien- tes do SAE de Araranguá são acima de 50 anos. ComoahepatiteCdemora a se manifestar, muitos se contaminaram ainda jo- vens. “O vírus da hepatite causa uma inflamação do fígado,quelentamentevai perdendo a elasticidade e a função, as células vão morrendo.Sóqueapessoa não sente nada, então ela não vai vir fazer o exame, por isso trabalhamos nas campanhas para chamar atenção da população e conscientizar as pessoas”, informa a enfermeira. Os primeiros trata- mentos contra a Hepatite C a base de Interferon Peguilado causavam bas- tante efeito colateral. O paciente tinha que toda semana aplicar uma in- jeção e tomar vários com- primidos por dia”, lembra Tiane. A mudança para o das hepatites. “As hepati- tes há pouco tempo estão na visibilidade do gover- no, porque antes nós não tínhamos este acúmulo de pacientes. Os programas começaram a se organizar e a ter profissionais para atender esta demanda”, revela. Conforme Tiane, a maioria dos pacientes pe- gou a doença na época que a transfusão de sangue não era testada e os ban- cos de sangue não tinham o controle atual. “Hoje quando você vai fazer a doaçãodesanguetemtodo um critério e eles deixam o sangue congelado por seis meses e fazendo os exames.Antes não era as- sim. A maioria dos nossos pacientesdehojepegaram a doença nessa época, an- tes de 1993.Por isso é tão importanteagentealertar as pessoas que receberam algum tipo de transfusão de sangue, ou fizeram al- guma grande cirurgia, ou > ArArAnguá OServiço de Aten- dimento Especia- lizado(SAE)deAraranguá saiu na frente ao entregar a nova medicação para portadores do vírus da hepatite C.Adona de casa AdalzizaFerreiraMota,de 66 anos, foi a primeira a receber os medicamentos Sofosbuvir, Daclatasvir e Ribavirina da farmacêu- tica do programa, Janiere Dassoler, na última sexta- -feira. Segundo a enfermeira TianeRamos,coordenado- ra do SAE de Araranguá, desde Florianópolis até PassodeTorres,oprimeiro município a entregar os medicamentos em mãos foi Araranguá. Ela tam- bém falou sobre a doença e disse que há dez anos o Governo Federal começou a investir seriamente no tratamento e prevenção Especial 3Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Gislaine Fontoura Paciente recebe novo tratamento Hepatire C Dona de casa é a primeira, entre Florianópolis e Passo de Torres, a receber medicação que custa R$ 38 mil por trimestre ³Primeira paciente beneficiada recebe tratamento da equipe especializada ³Nova medicação deve garantir melhor resultado A paciente A paciente Adalziza conta que descobriu a do- ença em 2013 quando foi consultar incomodada por uma dor nos dois ombros. A médica que a atendeu não se preocupou tanto com a dor e sim com manchas que a dona de casa tinha em torno do peito, nos ombros e nas costas. Elapediuqueumcolega tambémexaminasseAdalzi- zaeelesolicitou váriosexa- mes,entreelesodahepatite C. “Eu fiz e deu hepatite em grau muito adiantado”, re- vela a mulher, que disse não tersentidonenhumsintoma da doença. Adalziza já está com cirrose e felizmente o grau de comprometimento de seu fígadonãoexigetransplante. Ela fez o tratamento antigo em 2014 e teve muitos efei- tos colaterais. “A gente fica muito mal, é como uma qui- mioterapia”,explica.Mesmo assim ela suportou por seis meses e não se curou. Seu tratamentoseriadeumano, mas teve que ser encerrado antes. “As plaquetas bai- xaram muito, a imunidade baixou, deu anemia e não estava fazendo efeito. Estou esperando desde dezembro porestemedicamentonovo”, diz. Apacienteestáesperan- çosa com o novo tratamento eelogiamuitooatendimento doSAE.“Aquioatendimento é excelente. As meninas são atenciosaseadoutoraMôni- caéumanjoemminhavida”, declaraAdalziza. novo tratamento depende do comprometimento do fígado. A eficácia de cura do método antigo é mais baixa, de 70 a 80%. Já o tratamento com Sofosbu- vir e Daclatasvir tem uma eficáciadecurade90%eos efeitoscolateraissãoquase zero. “É um tratamento muito mais leve e eficaz, por isso foi lutado tanto para trazer para o Brasil”, afirmou a coordenadora do SAE. Outros países já usam esta medicação, porém, o Brasil será o primeiro a distribui-lo de graça. O SAE de Araranguá já tem oito pacientes autori- zados a receber o novo tra- tamento para a Hepatite C, que pode ser de três a seis meses. Com a quebra de patente, conseguida pelo Governo Federal, no Brasil o tratamento de trêsmesescustaR$38mil por paciente. Tiane resaltou que o medicamento vem do Mi- nistério da Saúde, mas os exames, acompanhamen- to do paciente e consultas são bancados pelo municí- pio. “Araranguá tem este serviço e esperamos que os beneficiados fiquem curados e saiam da fila do transplante de fígado”, diz a enfermeira. O SAE de Araranguá tem duas médicas infec- tologistas, enfermeira, psicóloga e farmacêutica, entre as profissionais da equipe. A médica infectolo- gista Mônica Anselmo Junques Antero explica que o novo tratamento chegou ao país em julho deste ano. “Nossa expec- tativa para este trata- mentoéboa.Vãorecebê-lo pacientes que têm um graudecomprometimento do fígado mais avança- do e pacientes que não responderam ao antigo tratamento”, explica Mô- nica. Ela confirma que os efeitos colaterais são bem menores, um pouco de enjoo e dor de cabeça.
  4. 4. a oportunidade surgi- da com o curso. “É um aprendizado muito im- portante e que irá facili- tar ainda mais a entrada no mercado de trabalho”. De acordo com o dire- tor do Desenvolvimento Econômico Paulo Hum- berto Borges, os cursos têm sempre uma boa procura. “Profissionali- zamos uma média de 200 alunos por ano. Já temos diversos exemplos de pes- soas que hoje possuem uma renda familiar com os produtos que aprende- ram a fazer e hoje comer- cializam”, diz. O prefeito Zênio Car- doso destaca a importân- cia dessa parceria entre a prefeitura e Senai. “É notório como os diversos Atualmente Fernan- da faz alguns bicos como faxineira, mas já traba- lhou na padaria de siper- mercados do município. No momento seu foco é apenas na qualifica- ção profisisonal. “Estou adorando. Às vezes têm mínimos detalhes que a gente não sabe, e é tão simples. Além disso, ti- nha muita coisa que eu não sabia e estou tendo a oportunidade de apren- der”, comenta. Com um sorriso no rosto ela diz que pretende montar uma pequena confeitaria para a família. A filha de 18 anos, Natália, também já tra- balhou em supermercado e padaria, e assim como a mãe está satisfeita com Geral4 Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 ³Fernanda e a filha Natália estão frequentando um curso com o propósito de investir em um negócio próprio Mãe e filha buscam negócio próprio Batalhadoras Apaixonadas por culinária, elas estão fazendo um curso de qualificação e juntas querem realizar um antigo sonho vivem na comunidade administrada por João Luís de Souza, lutando para se livrar do álcool e das drogas. Eles depen- dem principalmente de doações e deste tipo de evento para manter a casa de recuperação fun- cionando. João compara o tratamentodenovemeses a uma gestação que leva > Bal.gaivota A Comunidade Te- rapêutica Magnificat, que abriga dependentes químicos na localidade de Anita Garibaldi, em Balneário Gaivota, pro- move no dia 28 (sábado) um jantar para arreca- dar fundos. Hoje sete homens Comunidade Magnificat promove jantar beneficente ao nascimento para uma vida nova, longe do vício. Com os recursos arre- cadados no jantar deste mês ele pretende dar continuidade a constru- ção de uma capela junto as demais dependências do prédio. Os ingressos estão sendo vendidos até esta sexta-feira, dia 20, por > Região . Se a adolescência por si só já é uma fase problemática da vida, com sua profunda al- teração do corpo, es- pinhas no rosto e ins- tabilidade do humor, imagine enfrentar isso tudo vivendo em um abrigo para menores. Mais do que qual- quer outro garoto ou garota, os que vivem nas Casas-Lares da re- gião precisam aprender a ter autoestima, a bus- car autonomia, inclusi- ve financeira com uma profissão, e a fortalecer os vínculos com a pró- pria família, de onde foram afastadas por decisão judicial, ou com uma família substitu- ta. Isso tudo pode ser alcançado através de um projeto tão simples quanto eficiente bati- zado de Arte Culinária, aposta a coordenação das Casas-Lares de Araranguá, Sombrio e Santa Rosa do Sul. Foi na cozinha, aprendendo receitas de bolos, pães e salgados, Casas-Lares divulgam projeto Arte Culinária que os adolescentes abrigados aprenderam a alimentar o corpo e também a alma.Afinal, os atos de fazer comida e de comer são carrega- dos de sentimentos e de prazeres, de partilha, cheiros e sabores. Pou- cos ambientes de uma casa são tão acolhedo- res quanto a cozinha, onde se reúnem fami- liares e amigos íntimos. Em Sombrio, as duas adolescentes que hoje estão na Casa-Lar gostaram da experiên- cia e no próximo dia 27 ajudam a preparar os produtos que serão pos- tos à mesa no 1º Café Colonial oferecido pelos adolescentes acolhidos. O Café vai reunir pes- soas envolvidas na rede de proteção a crianças e adolescentes das co- marcas de Araranguá, Sombrio e Santa Rosa do Sul, como promoto- res, juízes, conselheiros tutelares e prefeitos. O evento aconte- ce na Casa-Lar Irmã Carmen de Araranguá, que coordena as outras duas, numa sexta-feira, 27, às 15horas. realmente gostam, mas poucos são os que vão atrás para transformar o sonho em realidade. Fernanda e Natália são pessoas simples e deter- minadas a concretizar o que tanto almejam: ter seu próprio negócio. “Eu sempre tive vontade de aprender e fui a prefeitu- ra saber o que estavam oferecendo. Quando sou- be que tinha o curso de confeiteiro fiquei muito feliz, pois eu sempre tive vontade de fazer algo nes- sa área”, disse Fernanda. > SomBRio Em busca de um futuro melhor, mãe e filha encontraram no curso de confeiteiro uma chance para mudar de vida. Fernanda Dal Ponte e Natália Antônio Bez frequentam as aulas que são oferecidas pela prefeitura de Sombrio, através da Secretaria de Desenvolvimento Econô- mico em parceria com o Senai, via Pronatec. Muitos sonham em trabalhar com algo que R$ 15,00 nas secretarias das duas paróquias de Sombrio, na loja Center Motos, com lideranças católicas das comuni- dades e com voluntá- rios como Daniel Ghe- lere. O jantar acontece no dia 28, a partir das 20h30min, no salão pa- roquial da Igreja Matriz SantoAntôniodePádua. cursos oferecidos já mu- daram a vida de muita gente. Os alunos ficam prontos para ingressarem no mercado de trabalho com plena capacidade e possibilidade de aumen- tar seus ganhos”, afirma.
  5. 5. O objetivo em estrei- tar os vínculos é para que a comunidade compreen- da que ser assistida pelo município é um direito.As palestras tiveram temas diversificados como saú- de da mulher, família e serviço social. A equipe do Cras que atua no projeto é formada pela assistente social Thayse Brovedan Piazza Manenti, psicó- loga Ieda Maria Gomes Machado e a pedagoga e coordenadora Dione Pru- dêncio Pacheco. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Pleito de 2018 cada vez mais rascunhado S abedordequeoPSDEstadualestá louco para chutar o balde, PMDB catarinense já está buscando al- ternativas para o pleito de 2018. Em princípio, o que se vê nitidamente, por parte do PSD, é o desejo que o partido tem de ter candidato ao governo na próxima eleição. Mesmodesejoquedeformasumáriaseráleva- do adiante pelo PMDB. Este ponto parece ser algopacífico,esuperior,atémesmo,avontade que o governador Raimundo Colombo (PSD) tem de manter a unidade das duas siglas para chegar de forma mais fácil ao Senado Federal. Num primeiro momento, a alternativa de coligação majoritária que tem sido trabalhada pelo PMDB é o PSDB. Sente-se isto em todos oscantosdoEstado,oqueincluioSul,ondeas duas siglas até há pouco não se bicavam, por conta do antagonismo entre Eduardo Moreira (PMDB) e Clésio Salvaro (PSDB). Moreira e Salvaro parecem ter esquecido o passado, por contadeumprojetomaior.MesmoporqueoPP, que antes era aliado incondicional do tucano em Criciúma, agora é seu principal inimigo. Porcontadisto,sobabatutadeSalvaro,haverá uma tendência natural de afastamento entre PSDB e PP no Sul catarinense. A alternativa natural do PSD seria o PP para 2018. A dobradinha PSD/PP de fato te- ria grandes chances de vitória já no primeiro turno.Oproblemadospessedistaséconvencer osprogressistasahomologarestacomposição. Verdade seja dita: o PP tem uma base eleitoral muito superior a do PSD em Santa Catarina e muito mais chances de chegar ao segundo turno duelando com o PMDB. Por conta disto, a grande incógnita de 2018 é saber se o PP sucumbirá ao PSD e se aliaráaelejánoprimeiroturno,ouseapostará suas fichas numa candidatura autônoma, que poderá lhe render a retomada do Governo do Estado.Emprincípio,omaissensatoaoPPpa- receserolançamentodeumacandidaturapró- pria, afinal de contas o partido não tem nada a perder, já que não tem nada. Até porque, se chegar ao segundo turno com o PMDB, tem grandes chances de receber o apoio do PSD, por conta das ligações históricas que unem os dois partidos. Mais do que isto, se o PMDB fecharmesmocomoPSDB,ocandidatodoPP ainda poderá receber o apoio dos petistas no segundo turno. Cras vai a comunidade Itinerante > Jacinto Machado NesteanooCentro de Referência da Assistência Social(Cras) de Jacinto Machado ga- nhou sua sede própria, graças à parceria da pre- feitura com o governo do estado. Mas as atividades nãoseresumemaoatendi- mento diário nas salas do moderno prédio. A equipe coordenadapelapedagoga Dione Prudêncio tem ido até as comunidades com o projeto Cras Itinerante. Durante os meses de agosto, setembro e outu- bro as profissionais leva- ram ao interior e bairros informação e acompa- nhamento as famílias as- sistidas pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif). “Foramencontrosregados por muito conhecimento e calor humano a fim de integrar nossos serviços sociais e psicológicos com a população”, frisa a coor- denadora. Investigando Mesmo com Ministério Público tendo divulgado nota dando conta de que não en- controuirregularidadesnoconcursopúblico realizadopelaPrefeituradeSombrio,prefei- toZênioCardoso(PMDB)dissequemanterá ativaacomissãodeinvestigaçãointerna,até quehajaumplenoesclarecimentodosfatos. Na prática a Promotoria deu por encerrada a questão, não oferecendo denúncia ao ju- diciário. Já o prefeito quer esmiuçar mais o assunto,pois,deacordocomele,houveuma repercussão bastante negativa em relação à lisuradoprocesso.“Derepenteconseguimos algumaevidênciaquetenhapassadodesper- cebidaporqueminvestigouatéagora.Temos maisuns60diasparaaveriguaristo.Senada for encontrado de errado, ai a homologação acontecerá ao natural. Mais isto só ocorrerá depois de esgotados os últimos recursos de uma auditagem interna”, comentou Zênio. Hipocrisia Porenquanto,opovobrasileironãoouviu ainda sequer uma palavra da ambientalista e presidenciável Marina Silva (Rede) contra os responsáveis pelo rompimento da barragem de resíduos de minério em Mariana (MG). A barragem pertence à Companhia Vale, a antiga Vale do Rio Doce, que foi privatizada peloex-presidenteFernandoHenriqueCardoso (PSDB). Marina se refere ao drama, mas não toca o dedo na ferida no que diz respeito à responsabilidade. A Vale possui um fundo de investimentos em conjunto com o banco Itaú, dabanqueiraNecaSetubal,madrinhapolítica deMarinaSilva.Ofatoéqueaarautodamoral edoscostumessesilencioufrenteaosculpados. Sucumbiuaocapitalquelhealicerçaránapró- ximacampanha.Nestequesitonãodiferenem dospetistas,nemdostucanos,quehátemposjá seentregaramàlógicafinanceiraquesustenta nossa falsa e hipócrita democracia. Em Passo Vereador passotorrense Jonas Souza (PT), que vem sendo especulado para enca- beçar uma chapa de oposição com vistas à eleição municipal do ano que vem, admite a possibilidade de deixar seu partido para concorrer a prefeito. Esta hipótese, no entan- to, precisaria ser discutida em conjunto com aquelaspessoasqueocircundam.“Seriauma decisão que eu necessitaria conversar com quem esteve comigo até agora, militantes, deputados e apoiadores, afinal não faço política sozinho, tenho um grupo”, comen- ta. Jonas ressalta que já foi procurado pelo PMDB, PSDB e PR para se filiar a um deles, comvistasadisputade2016.Nestecontexto, ressaltaumapredileçãopelospeemedebistas. “Familiarmente tenho uma ligação histórica com o PMDB, meu bisavô foi um dos funda- dores no partido aqui no Passo, tenho muitos amigos dentro do PMDB, mas acredito que se compusermos PT/PMDB Passo de Torres sairá fortalecido, por termos um canal direto de acesso a recursos federais”, comenta. Solução PrefeitodeSãoJoãodoSul,JoãoRubens dosSantos(PMDB),estevereunidoontem,em Florianópolis, com o secretário de Estado da Infraestrutura João Carlos Ecker, para discutir umademandahistóriadeseumunicípio.Trata- -se de um trecho de 300 metros da rodovia estadual que liga a BR 101 a sede municipal, na localidade de Piritu, que desde sempre fica encoberta pela água quando há uma chuva mais intensa. Não é raro a rodovia ser interdi- tada, fazendo com que os motoristas tenham que fazer um longo contorno pelo interior do município, para chegar não só a São João do Sul, como também a Praia Grande e aos municípios da serra gaúcha. “O governo vai investirR$60milhõesparaasfaltaraSerrado Faxinal, mas corre o sério risco dela também ficar sem utilidade em vários momentos se o problemadoPiritunãoforresolvido”,comenta o prefeito. Já o secretário disse estar ciente do problema e ressaltou que se empenhará para queoproblemasejaresolvido,atravésdeuma repavimentação ou de um elevado. ³Encontro nas comunidades serve para aproximar população da equipe do Cras ³Antigo posto vai atender clube de mães e Pastoral > araranguá A Secretaria de As- sistência Social de Ara- ranguá vai entregar à co- munidade do bairro Mato Alto, o Centro Multiuso. O espaço está localizado no antigo posto de saúde e Conseg e a inaugura- ção será realizada nesta sexta-feira, às 17 horas. O ato estava agendado para a semana passada, mas precisou ser transferido. Em virtude das seguidas chuvas, a empresa res- ponsável pela execução da obra havia solicitado mais alguns dias para finalizar o muro construído no en- torno do prédio. “O Centro Multiu- so visa o abrigar princi- palmente a Pastoral da Criança e também dará mais comodidade para Centro Multiuso inaugura sexta as mulheres de clubes de mães realizem seus tra- balhos”, destaca o prefeito Sandro Maciel. O local foi amplamente reformado ao custodecercadeR$80mil.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro l48l 3533.0870 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Nenhum empresário é contra a segurança do trabalhador, que precisa sempre ter a sua integridade física e a sua saúde preservadas. Mas a atual NR 12 possui exageros que podem levar à inviabilização de plantas industriais inteiras. Presidente da Federação das Indústrias (Fiesc), Glauco José Côrte, comemorando a primeira decisão judicial coletiva, com o Sindicato da Indústria da Madeira de Caçador (Sindimadeira), que libera máquinas antigas de seguir a Norma Regulamentadora 12. Editada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a legislação regulamenta questões de segurança “ ” “Uma ponte para o futuro” PeloEstado U ma política de descentralização, tirando a concentração de poder em Brasília e a adesão ao novo pacto federativo, com a autonomia financeira e administrativa a estados e municípios. Essas foram al- gumas das propostas levadas pelo PMDB catarinense ao Congresso Na- cional da Fundação Ulysses Guimarães, nessa terça-feira, em Brasília. A representação estadual foi uma das mais expressivas do encontro e as su- gestões, coordenadas pelo deputado Carlos Chiodini, serão incluídas no documento nacional Uma Ponte para o Futuro, que aponta medidas para enfrentar a crise política e econômica nacional. “Enquanto só há críticas e o governo não consegue uma proposta de recuperação do país pela falta de credibilidade, surge o PMDB com um caminho que pode tirar o país da crise”, afirmou o presidente do PMDB-SC, Mauro Mariani. “E, claro, San- ta Catarina não poderia passar em branco, sugerindo melhorias como dar mais autonomia aos municípios. Afinal, não é mais possível que uma obra em Dionísio Cerqueira, por exemplo, seja administrada por Brasília”, recla- mou. Na mesma linha, ele defende que é preciso rever a distribuição dos recursos públicos, “pois é no municí- pio que o cidadão mora e precisa ter uma resposta rápida às suas deman- das”. Mariani, que coordena o Fó- rum Parlamentar de Santa Catarina, destacou também a necessidade de os partidos se reinventarem, moder- nizando os canais de comunicação. Clima tenso 1 Congresso Nacional da FUG foi marcado por vaias e aplausos ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que tem contas no exterior sendo inves- tigadas, e por manifestações de apoio ao vice-presidente da República Michel Te- mer. Ele foi recebido com a palavra de or- dem “daqui pra frente, Temer presidente”. Ao que respondeu: “Ainda não”. Clima tenso 2 A sessão plenária de on- tem da Assembleia Legislativa foi tensa. Muitos manifestantes nas galerias contra a aprovação das Medidas Provisórias 201, 202 e 203, as chamadas MPs da Seguran- ça, que alteram a escala de trabalho dos policiais civis e militares, dos bombeiros e dos servidores do Instituto Geral de Perícia (IGP). Não adiantou a mobiliza- ção dos servidores e todas as MPs foram aprovadas. Imediatamente, uma chuva de réplicas de nota de R$ 100,00 com o rosto do governador Raimundo Colombo foi lançada das galerias no Plenário. Vou ali e já volto Outra aprovação que causou calor na Assembleia ontem foi a da extinção das Secretarias Regionais de Desenvolvimento (SDRs), agora transfor- madas emAgências de Desenvolvimento. Foram 31 votos favoráveis à mudança e quatro contrários. Os deputados Padre Pedro Baldissera (PT) e Narcizo Parisotto (DEM) estavam em plenário, mas saíram no momento da votação. Pela manhã passaram três matérias im- portantes na reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o Projeto de Lei Complementar (PLC) que institui o Regime de Previdência Complementar para os novos servidores do Estado, a Po- lítica Estadual de Apoio ao Cooperativis- mo e a Política Estadual de Agroecologia. Fiscal catarinense Senador Paulo Bauer (PSDB-SC) foi eleito, ontem à tarde, pre- sidente da Comissão de Transparência e Governança Pública (CTG), recém-cria- da no Senado federal. O catarinense será o primeiro a comandar a instância, cuja meta maior é fiscalizar os gastos públicos. O mandato vai até o fim de 2016. PrimeiradificuldadeA CTG vai se reunir semanalmente,sempreàsquartas-feiras.E aí já está o primeiro desafio de Bauer, pois o funcionamento é simultâneo com outras comissões. O senador vai tentar alterar o dia para garantir quórum nas sessões. Tendências 2016 O economista-chefe do BancoVotorantin,RobertoPadovani,esta- rá em Florianópolis no dia 26 , quinta-feira da próxima semana, ministrando palestra no 1º Painel EconomiaSC, evento que será realizado na Fiesc. O tema será As tendên- cias do mercado de crédito e investimentos para 2016 - Perspectivas de crescimento para as empresas catarinenses. As inscrições po- dem ser feitas antecipadamente pelo link http://goo.gl/V10oDZ Andréa Leonora ��or�an�po���� ����or�an�po���� �� 18Nov15
  7. 7. Geral 7Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Jovensagricultoresconcluemcurso > Região A formatura de 24 jovens que realizaram o curso de empreendedo- rismo, liderança e ges- tão com foco em arroz irrigado ocorrerá nesta quinta-feira, a partir das 9 horas, no Cen- tro de Treinamento da Epagri em Araranguá. O ato contará com a participação dos pais e autoridades,encerrando com um almoço de con- fraternização. De acordo com o ge- renteregionaldaEpagri, Reginaldo Ghellere, o curso que teve a dura- ção de nove meses foi realizado pela Epagri e apoiado pelo Programa SC Rural, da Secretaria de Estado da Agricultura e Pesca. Ao longo do curso, os jovens tiveram aulas de empreendedorismo, lide- rança e gestão. “Como a seleção foi para filhos de agricultoresqueproduzem arroz, foi dedicada espe- cial atenção para a parte técnica do cultivo do arroz irrigado”, explicou. Acoordenadoradocur- so, engenheira agrônoma Lidiane Camargo, ressalta que na conclusão, cada jo- vem apresenta um projeto e faz a apresentação para uma comissão de avalia- ção. Cumprindo todos os pré-requisitos, os jovens receberão do Programa SC Rural apoio para a execução dos projetos com aporte de recursos finan- ceiros não reembolsáveis na ordem de R$ 10 mil para projetos individu- ais, ou de R$15 mil para projetos em grupo. “Esse modelo de capacitação em alternância, em que o jovem passa momentos no centro de treinamento e momentos com a famí- lia, se transformou em uma política pública de grande resultado”, com- pletou o gerente regional da Epagri, justificando a realização no ano de 2016 da quarta edição, com foco na olericultura e fruticultura. Jovens de 18 a 29 anos filhos de agricultores familiares podem procurar a Epagri para inscrição. Alunos organizam brechó > SombRio O terceiro ano do en- sinomédiodaEscolaNor- mélioCunha,naGuarita, saiudoconvencionalpara arrecadar fundos para a formatura dos alunos. Além de ação entre ami- gos e sorteios, a turma organizou um brechó de roupasusadasnosábado. As vendas não foram um sucessocompletodevidoà faltadeconhecimentodos pais e vizinhos da escola, segundo uma das profes- sorasenvolvidas,Alessan- draSilvadosSantos.“Éo primeiroanoquefazemos essaação,maséumaboa ideia para continuar”, disseAlessandra. Segundo a aluna Ma- riani Elias Soares, as peças eram de inverno e verão e compreçosbastantevariados também.“Foiumainiciativa da turma, cerca de 25 alu- nos, e todo mundo ajudou trazendo peças”, contou Ma- riani. Ainda de acordo com as professoras e alunos, mais um brechó já está sendo organizado para a próxima sexta-feira, dia de plantão pedagógico na escola, das 17h30min às 19h. É mais uma opor- tunidade para quem não aproveitou na primeira edição. ³Alunos vendem peças a preços bem populares Trinta produtores serão beneficiados com serviço de limpeza e desassoreamento de um valo na localidade de Vila Nova ³Máquina da prefeitura trabalha na limpeza e drenagem de área que alaga > Santa RoSa do Sul Aadministração mu- nicipal de Santa Rosa do Sul, através da Secretaria de Agricultura, contempla mais de 30 pro- priedades produtivas da comunidade de Vila Nova com os serviços de limpe- za e desassoreamento de valos e do macro-canal de drenagem, numa extensão de aproximadamente sete quilômetros. Essa obra é uma antiga reivindicação dos agriculto- res que tinham suas áreas invadidas pelas águas das chuvas. Para o secretário de Agricultura Matias Car- doso, a obra era uma priori- dade. “Vai trazer segurança aos nossos agricultores que vão poder produzir com mais tranquilidade. Esta- Drenagem beneficia agricultores Fim do Alagamento mostrabalhandofirmepara finalizar o serviço dentro de dez dias”, informou. Segundo o operador de máquina Jailson Cunha, houve necessidade de in- terromper os trabalhos por duas semanas por conta da chuva que não permitiu entrarnasáreas,poistrata- -se de um solo turfoso, com alto risco e dificuldade de operação. Para o prefeito Nelson Cardoso, que vistoriou os trabalhos, o investimento é fundamental para a econo- miadomunicípio.“Cercade 30 propriedades que vivem da agricultura vão ser fa- vorecidas com essa drena- gem. Agora os agricultores da Vila Nova vão voltar a produzir com qualidade e segurança, garantindo que o ciclo econômico do muni- cípio cresça cada vez mais”, aposta. O morador da comuni- dade, Roni dos Santos, des- creveu as dificuldades que enfrentava. “Nos últimos anos qualquer chuva inva- dia a estrada e as lavouras, isso trazia prejuízos a todo mundo.Odesassoreamento resolve o nosso problema”, acredita . O técnico em agrope- cuária Rudi Winck explica o que acontecia quando choviaemexcessonacomu- nidade “Quando coincidem as chuvas fortes ou ininter- ruptas com incidência de ventos do quadrante sul e leste,elevaamaréeprovoca orepresamentodaságuasa partir dos rios Mampituba, Piritu, Canoas e Sanga da Anta, trazendo a enchente até a Vila Nova”.
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Novelas Além do Tempo -18h Totalmente Demais -19h A Regra do Jogo -21h L u fica arrasada ao perceber que Carolina está flertando com Rafael.RafaelaproveitaparaseaproximardeLorena.MaxlevaLu paraaboatedesempreeacabamencontrandoRafaeleLorena. Max percebe que Lu vai ao encontro de Rafael e, para impedir que a amiga se decepcione mais uma vez, a beija diante do fotógrafo. RosângelaeMaristelabrigamporcausadeFlorisval.Rosângelaavisaa CleidequeconseguiráumadvogadoparacolocarFlorisvalnacadeia porfaltadepagamentodepensão. F elipe e Lívia confessam sentir falta um do outro e Pedro sur- preende os dois. Alberto inventa para Emília queVitória ligou pedindo dinheiro. Bernardo marca um encontro com Vitória. Vitória é hostil com Lívia. Salomé sente ciúme de Rita com Bianca e Felícia. Queiroz encontra os desenhos que Mateus fez de Gema e Raul e se descontrola com a esposa. O Mestre repreende Ariel por interferir no destino de Mateus. Emília se irrita com Lívia por contadesuacompaixãocomVitória.AfonsosedeclaraparaAnita. F austini pede para investigar as contas da Fundação, e Ro- meroseexalta.OzielrevelaaTinaqueRuiestácomIndira. AdisabebamanipulaNinfacontraAlisson,easduasacabam destruindo a boate improvisada. Guerra avisa a Zé Maria o destino de Faustini, e o chefe da facção dá a Atena a missão de recuperar os documentos. Atena seduz Faustini e consegue resgatar os papéis que incriminam a facção. Rapidinhas Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Vênus e Plutão começam a formar ângulo tenso hoje, sinali- zando jogos de poder que envolvem amor, relacionamentos e contratos. Sol e Mercúrio favorecem negócios, finanças e alterações pessoais. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Estãodandocertoosseusesforçosemproldemaisestru- turapessoal,significadoeprofundidade.Hojemesmo,terá achancedereceberalgodeumamigoeserbemrecebido porumaentidade. Gêmeos 21/05 a 20/06 A Lua em Aquário prepara o movimento de afirmação geral em busca de liberdade e respeito pelas diferenças. Paravocê,chancedefluirbem,superandoentravescom engenhosassoluções.Amoremalta! Libra 21/09 a 20/10 Librianosestãovivendoumperíododegrandesdemandas. Emmuitasfrentes:profissional,familiar,amorosaetc.ALua emAquáriodehojetrazânimo,ideias,sustentaçãopsíquica paratudoisso. Aquário 21/01 a 18/02 Touro 21/04 a 20/05 Faça um sinal claro na direção do acordo, do entendimento e será vitorioso em seus negócios, sociedades e iniciativas emcomumcomoutraspessoasouorganizações.Océuestá fantástico para você hoje! Virgem 21/08a20/09 Em suas investigações e pesquisas, você segue feliz. E hoje e amanhã pode ganhar mais percepção, seguir no caminhodaautoconsciênciacommaisrapidez.Contatos importantes com muita gente. Capricórnio 21/12 a 20/01 Profundidade sim, mas com bons modos, ótima apre- sentação e muita gentileza, sem falar na boa e velha diplomacia --tenha isso como lema de hoje a sexta-feira, etudovaisairmelhordoquevocêesperava. Câncer 21/06 a 20/07 Vênus e Marte em Libra significam o desafio de ser menos passional com todos em casa, encontrando ali o equilíbrio eabeleza,capazesdesustentarsuaalmaesuasesperanças. Escorpião 21/10 a 20/11 Caminhosestãoabertosparavocêseenvolverdecoração emalgumacausaespecial,queofaçasesentirútil,produzin- domudançaverdadeira.Depoisdebatalharporaí,reserve tempolivrepararelaxar. Peixes 19/02 a 20/03 VênusePlutãocomplicamasuarelaçãocomdinheiro,amor, vida social. A vontade é de sumir? Saia de fininho e não cha- me a atenção sobre si mesmo. Tudo é meio incerto agora: inclusive para onde você quer ir. ComaLuaemAquário,vocêredescobreanecessidadede serelacionarbemcomgentesensível,aberta,quenãotem medo de pensar fora da caixinha. Vênus intensifica essa tendência,comamor. Destaque da revista Mais Jr deste mês, Thammy Miranda mostra o novo visual, sem censura,quaseumanoapóssesubmeterauma cirurgiapararetirarosseios.Erevelouquesentia vergonhadocorpoquecarregoupormaisde30 anos,alémdissoalgoemespecial,oincomoda- va bastante: os seios. “A coisa que mais me deixava com vergo- nha era quando eu tinha peito. Morria de vergo- nha de ir à praia. Hoje em dia, não mais. Não aguentavamaisconvivercomelas(asmamas)”. Na entrevista, Thammy fez um pedido ao público. Questionado sobre o que espera para 2016, o artista respondeu, sem titubear, que gostaria que as pessoas se referissem a ele apenas no gênero masculino. “Que as pessoas entendam o que é tran- sexualidadeeparemdemetratarnomasculino e feminino. No masculino, please”, pediu ele, afirmando que não pensa em fazer uma nova cirurgia, por enquanto. À publicação, ele também contou que os hormônios masculinos que vem injetando no corpoajudaramacurarsuasíndromedopânico. “Estou totalmente curada. Nunca mais tomei remédio, graças a Deus. Hoje me sinto pleno!”. Belisa,personagemdeBrunaLinzmeyerem ARegradoJogo,novelaexibidanafaixadas21h, na Globo, ganhou mais espaço na trama e até um quente affair com Juliano (Cauã Reymond). Éatorcidaparaqueocasalfiquejunto,égrande. “O que os une é muito bonito, humano e justo.Eisso,envolvidodeamorepaixão,émuito gostosodever.Achoquemeusgrandesamigose minhafamíliareconhecemalgumaforçadaBelisa emmim”,disseBrunaaojornalOGlobo. Recentemente Bruna terminou o romance com Michel Melamed, e tenta ao máximo pre- servarsuaintimidade. “Souumapessoaconhecidaetentomanter minhaintimidadeprotegida,masalgumascoisas são inevitáveis. Sendo assim, tento contribuir da melhor maneira com esses olhares que vêm na minhadireção.Eminhacontribuiçãosobreminha relação com o Michel, para essas pessoas que queremsaberdisso,équeépossível,respeitoso emuitobonitoterminarumrelacionamentoamo- rosobem,comcarinho,afeto,respeitoecuidado. Astensõessociaisaumentam,vocêésensívelaelas,sente napele.Daíotumultointerno,aânsiasemforma,apressa não se sabe para quê. Hoje é dia de se proteger, com a Luaemseusigno.
  9. 9. Geral 9Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 > ArArAnguá O diretor dos Correios de Santa Catarina, Paulo Oliveira deAndrade, esteve em Araranguá para ho- menagear José da Silva, o popularNegãodosCorreios, como Carteiro Nota 10. Negão tem 33 anos de casa e concorreu com car- teiros de todo o Estado. “Ele hojeestásendohomenagea- docomoomelhorcarteirode toda Santa Catarina, entre mais de 2.300 funcionários que fazem a distribuição em nosso estado. Todo ano nós elegemos os melhores funcionários e este ano o Carteiro Nota 10 é de Ara- ranguá”, revelouAndrade. O diretor dos Correios contou que a escolha é feita dentre de alguns critérios, como assiduidade, envol- vimento com a sociedade, relação com os colegas e produtividade. Cada unida- de inscreve seus melhores funcionárioseumacomissão analisa os critérios. “A rela- ção dele com a sociedade é muitogrande,atépelosanos de casa que ele tem”, disse Andrade. Quando completou 30 anos nos Correios, Negão já foi homenageado por tempo deserviço,elesempretraba- lhou em Araranguá e está feliz com a nova conquista. Araranguá tem Carteiro Nota 10 “Éumreconhecimentoháum trabalho que a gente faz há anos, mas não só pra mim, para os carteiros que traba- lham dia a dia, na chuva, no vento, acho que o reconheci- mento é para todos os cartei- ros, eu represento a classe”, declarou Negão. O Carteiro Nota 10 tem 56 anos, é casado, tem dois filhos, é palestrante no Alco- ólicosAnônimos e presidente da Associação de Moradores do bairro Arapongas, onde mora. João Batista Freire, ge- rente da área de distribuição dos Correios da agência do Centro de Araranguá, fala sobre o colega. “Nós que tra- balhamoscomelenodiaadia jásabíamos queeleénota10, não só como profissional, mas como pessoa também. Há mais de dez anos que Araranguá não recebe uma premiação desta, a impor- tância deste prêmio hoje é para todos nós”, afirmou Freire. A esposa de Negão, Cristina Rodrigues, sentiu- -se orgulhosa do prêmio do marido.“Euvejoadedicação que ele tem pelo Correio, é bem responsável, bem pre- ocupado, ver a pessoa que a gente ama sendo reconhe- cida é muito gratificante”, avaliou Cristina. Junto com a homena- gem,queconcedeuaNegãoo diplomadeCarteiroNota10, o profissional recebeu uma Smart TV 40 polegadas. Rafael e Mel embarcaram ontem para a cidade de Mariana, para ajudar na busca por vítimas do rompimento de barragens ³Rafael e Mel se juntam a dezenas de equipes que auxiliam na busca de corpos ³Negão entre os seus superiores, comemorando Gislaine Fontoura Gislaine Fontoura da empresa mineradora Samarco. Além do ararangua- ense, o tenente Alan e seu cachorro Tchuck, de Xanxerê, também foram para a cidade mineira. Eles substituem dois bombeiros de Santa Ca- tarina que estão em Ma- Araranguá. Eles embar- caram em Florianópolis, na manhã de ontem,para o município de Mariana, em Minas Gerais, onde irão auxiliar nas buscas dos desaparecidos na tragédia que assolou a cidade, com o rompimen- to de duas barragens > ArArAnguá Ocabo Rodrigo Bo- naldo Rafael e sua cachorra Mel formam uma dupla especial no Corpo de Bombeiros de Bombeiro e seu cão vão para Minas Busca e Resgate riana desde terça-feira passada (dia 10), o cabo Leonardo e seu cachorro Arcanjo,de Itajaí e o sar- gento Amorim e sua ca- chorra Ice, de Blumenau. Rafael, Mel, Alan e Tchuck estão indo com previsão de ficar uma se- mana em missão. “A in- tenção é utilizar os cães de buscas que nós temos no estado para tentar lo- calizar as vítimas soter- radas ou então descartar áreas para sinalizar que as equipes não precisam mais fazer buscas ali, dizendo que ali não tem mais ninguém”, revela Rafael. Os bombeiros de San- ta Catarina saíram de Florianópolis com o avião do Corpo de Bombeiros do Estado, o Arcanjo 02, e seguiram até Minas Gerais, onde se integram com as equipes de buscas locais. ³Bombeiros foram atender suposto chamado > Sombrio Na tarde desta terça- -feira, a Polícia Militar de Sombrio recebeu a infor- mação, através do 190, de que uma mulher estaria presa no elevador de um prédio no Centro da cida- de. Os policiais avisaram o Corpo de Bombeiros que imediatamente foi ao local, assim como a reportagem do Jornal Correio do Sul, avisada de que os bombeiros es- tariam fazendo o resgate da mulher. No prédio os bom- beiros souberam que a informação era falsa, pro- vavelmente um trote. A Trote mobiliza PM e bombeiros brincadeira idiota ocupou sem necessidade a linha de emergência da PM, mobi- lizou os policiais, tirou os bombeiros do quartel sem necessidade,gastandocom- bustível da viatura à toa. Bombeiros e policiais ressaltam que trote e crime, além de ser uma demonstração de mau caratismo. que atrapalha e dá prejuízo as duas corporações.
  10. 10. 10 Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Publicidade
  11. 11. Polícia 11Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Gislaine Fontoura AdelinoSuzin,oParaguai. Um outro homem, Jerry Ribeiro Soares, também foi acusado, mas não foi julgado ainda. O crime aconteceu no bairro Mato Alto, quando às 2 horas da madrugada, Jerry, Fabito e uma ado- lescente foram até a casa de Paraguai, que estava ³Júri começou de manhã e terminou no meio da tarde te Marcelo e Jean foram liberados, sendo indiciados em Inquérito Policial pela práticadefurtoqualificado. De acordo com o delegado Jorge giraldi, Jean Carlos possui antecedentes poli- ciais. da moto tentando encon- trar os envolvidos no furto. Osinvestigadoresressalta- ramaimportânciadoapoio dacomunidadenotrabalho policial, pois pequenas informações podem ser de muita importância para solucionar um crime. favorável à Medida Provi- sória que corta, em alguns casos, a indenização de serviço ativo e institui a escala de 24 x 48 horas de trabalho, que vai vigorar durante um ano. cido, o motorista perdeu o controle do veículo e ‘atropelou’ um poste de energia elétrica. O poste acabou caindo e estragando uma cerca, mas não houve vítimas. ³Dupla foi encontrada pouco depois em casa ³Policiais civis foram retirar a moto do local ³Policiais viajaram de madrugada a capital > ArArAnguá Na madrugada de on- tem, o estabelecimento comercial Lucas Motos , localizado no Centro de Balneário Arroio do Sil- va foi alvo de furto. Após arrombarem a porta, foi furtado da loja uma mo- tocicleta Honda Twister placa MFF-7490, além de uma série de mercadorias. Agentes da DIC ini- ciaram as investigações assim que comunicados e nofinaldatardeidentifica- ramosladrõescomosendo Marcelo Machado Gra- ciano, de 29 anos e Jean Carlos Pereira, 38, ambos > Sombrio APolíciaCivildeSom- brio recebeu a informação, na tarde de ontem, de que havia uma moto embaixo da ponte da estrada geral da Sanga Negra, que liga a comunidade a SC 449. Ao chegar ao local de difícil acesso os policiais viram que era somente a carcaça de uma moto. Segundoosinvestigadores ela teria sido roubada no dia 18 outubro, na Cida- de Alta, em Araranguá. Pertencia a um jovem que teriaidoencontraranamo- rada e quando foi pegar a motoviuqueelatinhasido furtada. > região Atendendo um cha- mado da Aprasc (Associa- ção de Praças de Santa Catarina), às 4horas da madrugadadeontem,poli- ciais militares de Sombrio e Araranguá embarcaram para Florianópolis. Eles se juntaram a colegas de todo o estado para parti- cipar da mobilização na Assembleia Legislativa, na tentativa de derrubar a Medida Provisória 202. “A categoria denuncia e o real conteúdo desta MP, que tenta escravizar os praças”, disse o presidente > bAlneário gAivotA Na manhã desta terça-feira um cami- nhão bateu contra um poste na comunida- de de Lagoa Cortada, residentes em Araranguá. A dupla confessou e todo o ma- terial furtado foi apreendido naresidênciadeles,nobairro Jardim dasAvenidas.Após o furto a moto foi abandonada próximo ao Caic. Comonãohouveflagran- Nesta terça mesmo a moto foi periciada e depois entregue ao proprietário. Os policiais acreditam que o veículo foi furtado, desman- chado e a carcaça jogada no rio. A Polícia Civil continu- ará buscando a procedência daAprasc Elisandro Lotin. Centenas de policiais acompanharamareuniãoda Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) daAssembleia Legislativa, que apesar dos protestos aprovou relatório em Balneário Gaivota. A Polícia Militar esteve no local e verificou que tratava-se de um pequeno acidente envolvendo um caminhão de coleta de lixo. Po motivo desconhe- DIC prende ladrões de loja de motos Carcaça de moto aparece em ponte Policiais vão a Alesc contra MP Caminhão colide contra poste > ArArAnguá Foi a júri popular ontem no fórum deAraranguá Fábio Júlio Pedroso,oFabito,acusado de um crime que aconte- ceu em setembro de 2009 e vitimou o traficante Fabito é condenado há 30 anos Júri Popular com a mulher e um irmão e atiraram nos três dentro da residência do trafican- te, que morreu. A promotoria enten- deu que Jerry e Fabito cometeram os crimes de furto, já que a carteira do irmão de Paraguai foi levada, porte ilegal de armas, duas tentativas de homicídio e homicídio doloso com qualificadora de traição e corrupção de menores. Segundo o advogado de defesa de Fabito, o criminalista Vicente Ma- chado, seu cliente queria apenas comprar drogas e foi Jerry quem atirou em Paraguai, sua mulher e irmão. A alegação não convenceu os jurados e Fábio foi condenado pela morte de Paraguai e pela tentativa de homicídio qualificado da mulher dele, sendo sentenciado a pena de 30 anos de reclu- são em regime fechado. A defesa já recorreu da sentença.
  12. 12. 12 Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Publicidade
  13. 13. Polícia 13Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Gislaine Fontoura > ArArAnguá No final da tarde de ontem, por volta das 19 horas, um mercado localizado no bairro Sanga da Areia, às margens da BR-101, foi alvo de assalto. Testemunhas infor- maram que um homem alto e moreno, usando um moletom preto e um capa- cete vermelho, entrou no estabelecimentocomercial munido de um revólver e anunciou o assalto. O bandido roubou o dinheiro docaixa,porémasvítimas reagiram e partiram para cima dele. O criminoso descarregou o revólver e o proprietário do estabeleci- mentoficouferidonamão. Segundo testemu- nhas, o bandido chegou de carona em uma moto- cicleta de cor preta e após ser agredido, deixou no local a arma usada para Comerciantereageaassaltoarmado Indignado ³Comércio foi assaltado nesta terça por um homem armado e usando capacete praticar o assalto, um revólver calibre 32 com a numeração raspada, e fugiu com o comparsa em direção Araranguá. APolícia Militar mon- touumcercoparaacaptu- ra dos assaltantes e bus- cas foram efetuadas em vários bairros. Segundo informações da PM, quan- do a guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) chegou à extinta Zona do Meretrício, loca- lizada no bairro Polícia Rodoviária, os militares avistaram dois homens abandonando na rua uma moto CG Honda 150 Fan, de cor preta e placa MJZ 5955, de Arroio do Silva. Oshomensteriamentrado em uma residência e fugi- do pelos fundos. Além da moto, um ³Leidieracomerciária Mulher morre depois de sofrer acidente > Sombrio Leidiani Albino da Cunha, funcionária havia dez anos da Loja Diocy, em Sombrio, fale- ceu ontem, 25 dias após sofrer um acidente. Se- gundo informações,ela teria batido a moto em uma ambulância, no túnel do Jaguarari, na BR 101, em Sombrio, quando ia trabalhar. Leidiani, que tinha 34 anos, ficou 15 dias in- ternada no Hospital Regional deAraranguá. Na semana passada recebeu alta após apre- sentar melhoras, mas depois de cinco dias em casa, começou a apre- sentar muito cansaço e voltou ao hospital. capacete de cor verme- lha, uma televisão, um aparelho de vídeo-game, um notebook e um celular foram apreendidos pela PM. Nenhum suspeito foi preso. Testemunhas reco- nheceram a motocicleta e o capacete como sendo os usados no momento do assalto. A Polícia Civil passa a investigar o crime. Ela realizou exames, mas nenhum resultado apresentou causas para o problema. Leidiani morreu ontem, às 17 horas, após sofrer uma parada respiratória.
  14. 14. Publicações Legais14 Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 Estado dE santaCatarina PrefeituraMuniciPal de soMbrio Processo seletiVo n.º 001/2015 aPrEFEitUraMUniCiPaLdE soMBrio, junto à sECrEtaria MUniCiPaL dE EdUCaÇÃo, através da Comissão de Processo seletivo aCt 2016, nomeada através do decreto nº 203/15, de 03 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições legais e com base na Lei nº 1853, de 22 de dezembro de 2009, e Lei nº 1905, de 27 de setembro de 2010, torna PÚBLiCo o Edital de abertura para realização de Processo seletivo destinado a admissão em caráter temporário de profissionais nas áreas de: Educação infantil ao 5º ano, licenciaturas do 6º ao 9º ano, Ensino Religioso do 6º ao 9º ano (Português, História, Geografia, Filosofia, Religião, Matemática e/ou Ciências), Educação Física do infantil iii ao 9º ano, arte do infantil iV ao 9º ano, inglês do infantil iV ao 9º ano, auxiliar de ensino da educação infantil, auxiliar de ensino para educação inclusiva, monitor de oficinas (Capoeira, Esporte, Dança, Musica e/ou Informática). 1. DISPOSIÇOES PRELIMINARES 1.1 A PREFEITURA MUNICIPAL DE SOMBRIO se reserva o direito de admitir os candidatos classificados, de acordo com a necessidade e disponibilidade de vagas que surgirem durante a vigência do Processo Seletivo. 1.2 Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site www. processosseletivos.com.br/sombrio, efetuar seu cadastro e sua inscrição, e antes de validar a inscrição, conferir todos os dados inclusive à denominação do cargo e seu respectivo código. 1.3 O cronograma com as datas de cada fase do Processo seletivo e os conteúdos programáticos de cada cargo estarão disponibilizadas nos anexos i e ii, partes integrantes do presente Edital. 2. DAS VAGAS, CARGOS, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS. Poderão participar do Processo seletivo, os profissionais interessados em prestar serviço que atendam os requisitos deste Edital da legislação vigente e alterações supervenientes, para os cargos/áreas abaixo relacionados: ÁREA 1 – EDUCAÇÃO INFANTIL III AO 5º ANO ÁREA 2 – ENSINO FUNDAMENTAL (6º AO 9º ANO) * Cr = Cadastro de reserva nota 01: as atribuições dos cargos são as constantes na Lei nº 1853, de 22 de dezembro de 2009, e Lei nº 1905, de 27 de setembro de 2010. 3. DAS INSCRIÇÕES O candidato poderá se inscrever para até 02 (dois) cargos diferentes simultaneamente. 3.1 PRÉ-INSCRIÇÃO ONLINE 3.1.1 A pré-inscrição on-line do candidato somente será efetuada via internet, no período de 21/11/2015 a 30/11/2015. 3.1.2 Para realizar a sua pré-inscrição o candidato deverá seguir os seguintes passos: a)Acessar o endereço eletrônico: www.processosseletivos.com. br/sombrio; b)Leratentamenteoedital,preencheroFormuláriodePré-inscrição on-line, imprimir o comprovante gerado, e o documento contendo o valor de inscrição e a conta para dEPÓsito idEntiFiCado também gerado após a pré-inscrição eletronicamente, e seguir os passos constantes no ÍTEM 3.2 deste edital. c) Efetuar o DEPÓSITO IDENTIFICADO referente à taxa de inscrição (ÍTEM 3.3) atribuída ao nível do cargo para o qual pretende concorrer, na seguinte conta corrente: C/C: 72-3, AG: 2892, Operação: 006, Banco nº 104 (Caixa Econômica Federal), Titular: Prefeitura Municipal de Sombrio. 3.1.3 O candidato inscrito que possuir deficiência deverá mencionar a sua condição no Formulário de Pré-inscrição on-line. 3.1.4 O candidato poderá obter informações técnicas referentes à utilização do portal das inscrições e preenchimento do formulário de pré-inscrição, através do e-mail: suporte@processosseletivos. com.br. 3.1.5 As informações prestadas no Formulário de Pré-inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato. Reserva-se à comissão técnica do processo seletivo, o direito de não homologar a inscrição do candidato que não preencher o respectivo documento de forma completa e correta, bem como fornecer dados inverídicos ou falsos. 3.2 VALIDAÇÃO DA INSCRIÇÃO: 3.2.1 O candidato, para validar a sua inscrição no presente Processo Seletivo, após preenchimento do formulário de pré- inscrição on-line, deverá comparecer de 01 a 03/12/2015, em horário de expediente (07:00h as 13:00h), no auditório da Prefeitura Municipal de soMBrio, munido dos seguintes documentos: a) Formulário de Pré-inscrição impresso; b) Comprovante de DEPÓSITO IDENTIFICADO referente ao valor da inscrição; c) CPF e Carteira de Identidade (original e cópia); d) Documentos para comprovação de cursos de aperfeiçoamento (original e cópia); e) Comprovante de habilitação profissional ou de escolaridade exigida para o cargo pleiteado (original e cópia); f) O Candidato que apresentar certidão de colação de grau deverá, obrigatoriamente, no dia da admissão, apresentar o diploma de conclusão do curso (original e cópia). g) Laudo médico, para os candidatos que possuírem deficiência. (Original) h) Declaração de que não sofreu processo administrativo. (Original e Cópia) i) Documentos para comprovação de Tempo de Serviço. (Original e Cópia)] j) Prova de quitação das obrigações eleitorais; k) Prova de quitação das obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino; l) Não ser aposentado por invalidez e nem estar com idade de aposentadoria compulsória, ou seja, 70 anos. m) PIS/PASEP; n) Certidão de Casamento; o) Certidão de Nascimento dos filhos menores de 14 anos; p) (uma) foto 3x 4 recente; q) Carteira Profissional Original (Original e Cópia); r) Fotocópia do comprovante de residência atualizado, assim sendo considerado: Conta de luz, IPTU, água ou telefone fixo, em nome do candidato, cônjuge ou de ascendente ou descendente direto; s) Não haverá validação de inscrição condicional ou extemporânea nem validação da inscrição por correspondência. 3.2.2 O candidato inscrito que possuir deficiência deverá entregar no ato da validação da inscrição o laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, bem como a provável causa da deficiência, atestando a aptidão para o cargo que está sendo pretendido. 3.2.3 O candidato portador de deficiência deverá solicitar a prova especial, se for o caso, preenchendo o requerimento do Anexo III, parte integrante deste Edital. 3.2.4.........................................................................no momento da validação, será emitido o comprovante de inscrição onde o candidato deverá assinar concordando incondicionalmente com todos os termos descritos na sua inscrição. 3.3 VALORES DE INSCRIÇÃO CarGo / EsCoLaridadE............................................. VaLor Cargos de Nível Médio ..................................................r$ 20,00 Cargos de Nível Superior...............................................r$ 30,00 3.4 CONSIDERAÇÕES SOBRE AS INSCRIÇÕES 3.4.1 É de inteira responsabilidade do candidato a conferência e confirmação dos dados de inscrição, bem como a responsabilidade por qualquer erro ou omissão no preenchimento do formulário de inscrição on-line, razão pela qual deve ser atenciosamente conferida antes da confirmação, pois não será permitido pedido de retificação após o encerramento do prazo das validações das inscrições. 3.4.2 As inscrições pela Internet devem ser feitas com antecedência, evitando o possível congestionamento de comunicação do site www.processosseletivos.com.br/sombrio nos últimos dias de pré-inscrição on-line. 3.4.3aempresa organizadora do certame e a Prefeitura Municipal de soMBrio/sC não se responsabilizam por qualquer problema na inscrição via motivada por falhas de comunicação, falta de energia elétrica, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a conexão ou a transferência de dados. 3.5 PUBLICAÇÃO DAS INSCRIÇÕES 3.5.1. As inscrições que preencherem todas as condições deste edital serão deferidas e publicados pela autoridade competente no dia 08/12/2015, até as 23h:59min. A publicação será realizada no site www.processosseletivos.com.br/sombrio, onde estarão indicados o nome do candidato, o cargo pretendido e o número de sua inscrição. 3.5.2... no mesmo local será publicada a relação das inscrições indeferidas. 4 REQUISITOS BÁSICOS PARA ADMISSÃO NO CARGO 4.1 Ter nacionalidade brasileira ou equivalente 4.2 Estar no gozo de direitos políticos e cíveis; 4.3 Estar em dia com as obrigações eleitorais. 4.4 Possuir quitação das obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino. 4.5 Possuir o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo de acordo com o estabelecido no itEM ii do presente Edital, na data da contratação. 4.6 Contar com, no mínimo, 18 (dezoito) anos completos até a data da admissão de caráter temporário por contrato. 4.7 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo. 4.8 Não possuir antecedentes criminais 4.9 Não ter sofrido, quando no exercício de cargo, função ou emprego público, demissão a bem do serviço público ou por justa causa, fato a ser comprovado, no ato de admissão, por meio da assinatura de regular termo de declaração. 4.10 Firmar declaração de não possuir acúmulo de cargo público, exceto aqueles previstas em Lei. 5 das EtaPas do ProCEsso sELEtiVo O Processo Seletivo constará de 02 (duas) etapas consistentes de: a. Prova Escrita, de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos de caráter classificatório (ressalvada a ausência do candidato à prova ou zerá-la, casos em que será eliminado do processo seletivo); b. Prova de Títulos (escolaridade, cursos de aperfeiçoamento ou atualização e tempo de serviço), de caráter classificatório. 5.1 PROVA ESCRITA 5.1.1 A prova escrita será de caráter classificatório e eliminatório, que avaliará a aptidão funcional dos candidatos para o desempenho das funções a serem executadas no exercício do cargo pretendido. 5.1.2as provas escritas serão organizadas conforme exigências do cargo pretendido: 5.1.2.1 Provas para os cargos de Professor eAuxiliar de Educação a) A Prova Escrita será composta com 20 (vinte) questões objetivas para o cargo de interesse do candidato, sendo 05 (cinco) questões de língua portuguesa e interpretação de texto, 10 (dez) questões de conhecimentos Gerais da Educação e 05 (cinco) questões de conhecimentos específicos do cargo pretendido. Cada uma delas com 05 (cinco) alternativas, das quais, somente 01 (uma) deverá ser assinalada como correta. b) Os candidatos receberão um cartão resposta com 20 (vinte) questões. Sendo 05 (cinco) questões específicas para cada cargo pretendido; c) O caderno de avaliações será único e composto pelas questões gerais e específicas de todos os cargos; d) As questões que o candidato deverá responder estarão explicitamente indicadas no cartão resposta através da identificação de sua disciplina/cargo e numeração de questões conforme caderno de avaliações. 5.1.2.2 Provas para os cargos de Monitor de Oficinas e) A Prova Escrita será composta com 20 (vinte) questões objetivas para o cargo de interesse do candidato, sendo 05 (cinco) questões de língua portuguesa e interpretação de texto, 10 (dez) questões de conhecimentos Gerais da Educação e 05 (cinco) questões de Atualidades e conhecimentos históricos municipais. Cada uma delas com 05 (cinco) alternativas, das quais, somente 01 (uma) deverá ser assinalada como correta. f) Os candidatos receberão um cartão resposta com 20 (vinte) questões. Sendo 05 (cinco) questões específicas para cada cargo pretendido; g) O caderno de avaliações será único e composto pelas questões gerais e específicas de todos os cargos; h) As questões que o candidato deverá responder estarão explicitamente indicadas no cartão resposta através da
  15. 15. Publicações Legais 15Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 identificação de sua disciplina/cargo e numeração de questões conforme caderno de avaliações. 5.1.2.3 As questões das provas versarão sobre os conteúdos programáticos constantes no Anexo II deste Edital. 5.1.2.4 O peso de cada questão é de 0,5 pontos. 5.1.2.5 A nota da prova escrita (NPE) será calculada com o emprego da seguinte fórmula: NPE = (NAx 0,5) onde (NPE= Nota da Prova Escrita, e NA= Número de Acertos). 5.1.2.6 Cada Candidato inscrito no certame terá direito a apenas 01 (um) cartão de respostas, não sendo permitida, em hipótese alguma, a troca de seu cartão assinado por outro. 5.1.2.7 O candidato deverá transpor os resultados das questões para grade de respostas, cujo preenchimento é de sua inteira responsabilidade. 5.1.2.8 Questões rasuradas ou com mais de uma alternativa marcada, na grade de respostas, serão consideradas como marcadas incorretamente pelo candidato. 5.1.2.9 Para fins de correção da prova, somente será considerada a grade de respostas, sendo que os cadernos de prova não serão considerados, sob quaisquer hipóteses. 5.2 PROVA DE TÍTULOS 5.2.1 Da avaliação do nível de escolaridade A avaliação do nível de escolaridade será feita através de certificados ou diplomas de licenciatura na área a que concorre, curso de pós-graduação, mestrado e doutorado na área da educação, de acordo com a tabela de pontos abaixo: Cargo: Professor Cargos: Auxiliar de Ensino 5.2.2 Da avaliação dos cursos de aperfeiçoamento ou atualização. Aavaliação dos cursos de aperfeiçoamento ou atualização na área da educação será feita através de cursos de aperfeiçoamento ou atualização frequentados, ministrados e concluídos no período de 30/11/2013 a 30/10/2015, obedecida a tabela de pontos abaixo: 5.2.3 Da avaliação do tempo de serviço. 5.2.3.1 A avaliação do tempo de serviço será feita através de atestado de tempo de serviço no magistério da rede pública ou particular de Santa Catarina e de outros estados, e obterá a pontuação de 0,01 (zero vírgula zero um) pontos para cada mês completo de tempo de serviço, limitando-se a 25 (vinte e cinco) anos, totalizando o máximo de 3,0 (três) pontos. 5.2.3.2 No cálculo de pontos por tempo de serviço comportar-se-á como um mês a fração igual ou superior a 15 dias. 5.2.3.3 Para receber a pontuação relativa ao tempo de serviço no magistério, o candidato deverá comprovar através de: I.Para exercício de atividade em instituição privada ou instituição pública que adote o Regime Celetista para o quadro funcional será necessária a comprovação através de: Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) contendo as páginas: identificação do trabalhador, registro do empregador que informe o período (com início e fim, se for o caso) e qualquer outra página que ajude na avaliação, por exemplo, quando há mudança na razão social da empresa; II. Para exercício de atividade em instituição pública que adote o regime estatutário será necessária a comprovação do tempo de serviço que informe o período, com início e fim, emitida pelos seguintes órgãos: a. Unidade Escolar, quando se tratar de magistério público estadual; b. Secretaria de Educação do Município, quando se tratar de tempo de serviço municipal (Setor de Pessoal da Prefeitura Municipal); c. Secretaria da Educação do Estado de origem, quando se tratar de magistério público de outros Estados; d. Setor de Recursos Humanos do Órgão Federal ou de Unidade Escolar, quando se tratar de magistério público federal e particular, respectivamente; 5.2.3.4.. Para efeito de pontuação relativa ao título de tempo de serviço no magistério o atestado/certidão emitido deverá conter o nome do órgão por extenso, não se aceitando abreviaturas. 5.2.3.5 Para efeito de pontuação relativa ao título de tempo de serviço no magistério não será considerada sobreposição de tempo nos documentos apresentados, mesmo que em instituições diferentes. 5.2.3.6 Não será computado para efeito de pontuação ao título de tempo de serviço no magistério, o tempo de serviço que excede a 25 anos de trabalho. 5.2.3.7 Não será computado também, o tempo de estágio, de monitoria e de bolsa de estudo, nem o tempo de trabalho voluntário exercido na condição de estudante. 5.2.3.8 O tempo de serviço será considerado até a data de 30/10/2015. 6 DA REALIZAÇÃO DA PROVA 6.1 A prova será realizada no dia 20/12/2015, na E.E.B.M. PROF. ALDA SANTOS DE VARGAS, sito a rua Francisco Caetano Lummertz, 873, Bairro Januária em Sombrio/SC. (Acesso de Entrada da escola no portão ao lado do Ginásio) 6.2 Os portões do prédio onde será realizada a prova escrita serão fechados, impreterivelmente, às 09h00min. O candidato que chegar após o horário estabelecido, terá sua entrada vedada e será automaticamente eliminado do Processo Seletivo. 6.3 Para os candidatos inscritos em 01 (um) cargo, a prova terá duração máxima de 01 hora e 30 minutos com início às 09:30h e término às 11h00min. 6.4 Para os candidatos inscritos em 02 (dois) cargos, a prova terá duração máxima de 01 hora e 50 minutos com início às 09:30h e término às 11h20min. 6.5 Para fins de acesso à sala de realização da prova, será exigido o Documento de Identidade Original com Foto (Obrigatoriamente) e o Comprovante de inscrição (Facultativamente). 6.6 Para realização da prova, somente será permitido ao candidato o uso de caneta esferográfica, de tinta azul ou preta. 6.7 As provas terão um prazo mínimo de realização de 30 (trinta) minutos. 6.8 O candidato que, durante a realização da prova escrita, for encontrado e confirmado de posse, de qualquer tipo de relógio, telefone celular, pager, beep, calculadora ou quaisquer outros componentes ou equipamentos eletrônicos, em funcionamento ou não, terá sua prova anulada e, com isso, será automaticamente eliminado do Processo Seletivo. 6.9 Durante a realização das provas será vedado, também, o uso de carteiras, bolsas, bonés, chapéus e similares, livros, revistas, apostilas, resumos, dicionários, cadernos, etc. 6.10 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização da prova escrita, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá apresentar boletim de ocorrência expedido por órgão policial, há no máximo 15 (quinze) anteriores em relação ao dia da realização da Prova. 6.11 A apresentação do comprovante de inscrição no dia da realização da prova escrita servirá também ao candidato como único documento que possibilitará a garantia de poder realizar a prova em caso sua inscrição deferida e não constatação de seu nome nas listas de distribuições de locais de prova. 6.12Serádeinteiraresponsabilidadedocandidatoopreenchimento correto do cartão de respostas, que será o único documento válido para efeito de correção da prova. 6.13 Não serão computadas as questões não assinaladas, assinaladas a lápis ou caneta de cor diferente da preta ou azul, assim como as questões que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legíveis. 6.14 Em hipótese nenhuma haverá substituição do cartão de respostas em caso de erro, rasura ou preenchimento incorreto do candidato conforme instruções contidas no mesmo. 6.15 Em caso de existirem tipos de cadernos de provas diferentes (para cargos diversos), estes serão identificados na lista de presença de cada candidato e o cartão de respostas será devidamente identificado com o número do caderno de prova ou outra forma que auxilie o candidato na identificação das questões correspondentes a sua área/cargo pretendido. 6.16 Em hipótese nenhuma haverá segunda chamada para realização da prova, seja qual for o motivo alegado pelo candidato, implicando a ausência na sua eliminação do Processo Seletivo. 6.17 Os 03 (três) últimos candidatos permanecerão no local até a conclusão do último, para, após, assinarem o termo de recolhimento dos cartões resposta juntamente com os fiscais (de sala e coordenador). 6.18 Por razões de ordem técnica e de segurança, a entidade responsável pela elaboração das provas, se reserva ao direito de não fornecer exemplares dos Cadernos de Provas a candidatos ou a outras instituições, mesmo após o encerramento do certame, estando à disposição dos candidatos uma cópia para download no mesmo endereço das inscrições em até 24 horas úteis após aplicação da prova. 6.19Alactante que necessitar amamentar durante a realização da prova, poderá fazê-lo em sala reservada, desde que o requeira no momento da inscrição, para adoção das providências necessárias. 6.20. Não haverá compensação do tempo de amamentação em favor da candidata. 6.21 A criança deverá ser acompanhada de adulto responsável por sua guarda (familiar ou terceiro indicado pela candidata) e permanecer em ambiente reservado. 6.22A lactante deverá apresentar-se, no respectivo horário para o qual foi convocada, com o acompanhante e a criança. 6.23..Não será disponibilizado pela equipe técnica do Processo Seletivo, responsável para a guarda da criança, acarretando à candidata a impossibilidade de realização da prova. 6.24 Nos horários previstos para amamentação, a candidata lactante poderá ausentar-se temporariamente da sala de prova, acompanhada de uma fiscal. 6.25 Na sala reservada para amamentação ficará somente a candidata lactante, a criança e uma fiscal, sendo vedada a permanência de babás ou quaisquer outras pessoas que tenham guarda parentesco ou de amizade com a candidata. 6.26Constatando-se, durante a realização da prova, qualquer erro ou equívoco relacionado à edição ou impressão das provas, os organizadores tomarão a providência cabível, podendo inclusive determinar a anulação da questão ou questões afetadas. 6.27 Caberá à entidade organizadora do certame, juntamente com a Comissão, decidir sobre ocorrências verificadas durante a realização das provas. 6.28AComissão do Processo Seletivo e a empresa organizadora do certame poderão, justificadamente, alterar as normas previstas no ITEM 6 e seus desdobramentos, desde que com a finalidade de preservar a realização e o bom andamento do Certame. 7 DA CLASSIFICAÇÃO 7.1 Os candidatos considerados aprovados serão ordenados e classificados pela área/cargo e pela habilitação mínima exigida em listagem, de acordo com a sua inscrição no Processo Seletivo, seguindo a ordem decrescente de pontuação final, expressa em 03 (três) algarismos, de acordo com a seguinte fórmula: PONTUAÇÃO FINAL = (NOTA DA PROVA ESCRITA) X 5 + (PONTOS DA PROVA DE TÍTULOS + TEMPO DE SERVIÇO + HORAS DE CURSO) X 5 7.2. No caso de empate na classificação terá preferência para a nomeação, sucessivamente, o candidato que: a) Obtiver maior pontuação na prova escrita; b) Obtiver a maior pontuação na soma da prova de Títulos e Tempo de Serviço; c) Obtiver o maior Título; d) Obtiver a maior idade; e) Persistindo o empate prevalecerá o maior número de dependentes. 7.3 As provas obedecerão aos critérios especificados pelo Anexo I e conteúdos programáticos constantes do Anexo II deste Edital. 7.4 A chamada dos candidatos selecionados será efetuada obedecendo à ordem de classificação, mediante a existência de vagas. 7.5 A publicação da classificação final do processo seletivo será divulgada no site www.processosseletivos.com.br/sombrio no dia 21/01/2016. 8 DOS RECURSOS 8.1..O candidato poderá interpor recurso nos seguintes casos e prazos: a) Com relação à homologação das inscrições, no prazo de 02 (dois) dias, a contar do primeiro dia útil subsequente ao da publicação do edital de homologação das inscrições; b) Com relação à prova escrita (questões objetivas) no prazo de 02 (dois) dias úteis a contar do primeiro dia útil subsequente à realização da prova. c) Com relação à classificação parcial no prazo de 02 (dois) dias úteis a contar do primeiro dia útil subsequente à publicação dos resultados. 8.2 O recurso deverá ser individual, por questão, com a indicação daquilo que o candidato se julga prejudicado, devidamente fundamentado, comprovando as alegações com citação das fontes de pesquisa, páginas de livros, nome dos autores, bibliografia específica, etc., juntando cópia dos comprovantes, devendo o mesmo ser dirigido e protocolado na SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, nos prazos e horários estabelecidos no cronograma do Anexo I. 8.3 Após o julgamento dos recursos interpostos, os pontos correspondentes às questões porventura anuladas, serão atribuídos a todos os candidatos, indistintamente, que não os obtiveram na correção inicial. Se resultar em alteração do gabarito, as provas de todos os candidatos serão corrigidas novamente, conforme essa alteração e seu resultado final divulgado de acordo com esse novo gabarito. 8.4 Os pedidos de revisão de provas e notas somente serão aceitos se feitos pelos próprios candidatos, em até 02 (dois) dias úteis a contar a partir do primeiro dia útil seguinte ao da publicação dos classificados no Processo Seletivo, com respeito somente às suas próprias provas, ficando vedados, a qualquer tempo e condição, pedidos de revisão de provas e notas de terceiros. 8.5 No pedido de Revisão de correção de provas, será apresentado apenas uma vez ao candidato o Caderno de Provas com respectivo Gabarito, ficando impedido de fazer qualquer alteração ou cópia. 9 DOS CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA 9.1 Às pessoas com deficiência são asseguradas o direito de inscrição no Processo Seletivo, Modalidade - Emprego Público de que trata este Edital, nos termos do Decreto Federal nº. 3.298/99. 9.2 São reservados 5% das vagas abertas por este edital, para cada cargo, às pessoas com deficiência de conformidade com o inciso VIII do art. 37 da Constituição Federal e Decreto Federal nº. 3.298/99, e suas alterações, Decreto Federal nº. 5.296/2004 e suas alterações e na Lei Federal nº. 7.853/1989, caso não houver candidato inscrito ou aprovado as vagas reservadas serão disponibilizadas para os demais candidatos aprovados. 9.3 Os candidatos com deficiência poderão disputar cargos cujas atividades sejam compatíveis com a sua deficiência, em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação, aos critérios de aprovação, ao horário e local de aplicação das provas e à pontuação mínima exigida. 9.4 Caso o candidato inscrito como pessoa com deficiência não se enquadre nas categorias definidas no Art. 4, incisos I a V, do Decreto Federal nº. 3.298/99, a homologação de sua inscrição se dará na listagem geral de candidatos e não na listagem específica para pessoas com deficiência. 9.5 Na avaliação médica, posterior a nomeação, caso o candidato com deficiência seja considerado inapto para o cargo, será nomeado o candidato imediatamente posterior. 9.6 O candidato com deficiência ou aquele que necessitar de tratamento diferenciado no dia da prova objetiva deverá especificá-lo no formulário de inscrição, e complementado pelo preenchimento doANEXO III desde edital, indicando as condições diferenciadas de que necessita para a realização da prova, como, por exemplo, prova em andar térreo ou sala para amamentação. 9.7...A não solicitação de recursos especiais, tempestivamente, implica a sua não concessão no dia da realização das provas. 9.8 O candidato com deficiência que, no ato da inscrição não declarar esta condição ou não atender as condições de deficiência, determinadas neste Processo Seletivo passará a concorrer unicamente como candidato sem deficiência e não poderá
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Quarta-feira, 18 de novembro de 2015 impetrar recurso em favor de sua situação. 9.9 A realização das provas por estes candidatos, em condições especiais, ficará condicionada à possibilidade de fazê-las de forma que não importe quebra de sigilo ou não enseje seu favorecimento. 9.10 As pessoas com deficiência participarão da seleção em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação, aos critérios de aprovação, ao horário e local de aplicação das provas e à pontuação mínima exigida. 10 DA DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS 10.1 Fica delegada competência à PS CONCURSOS para: a) Organizar programas e inscrições no portal da internet; b) Deferir e indeferir as inscrições e apreciar recursos previstos neste Edital; c) Disponibilizar a Emissão Eletrônica dos documentos de pré- inscrições e inscrição através de sistemas automatizados e on-line; d) Elaborar, aplicar, julgar, corrigir e avaliar a prova escrita; e)Apurar e responder os recursos das inscrições, da prova escrita e resultados publicados, com auxílio e suporte da Comissão do Processo Seletivo. 10.2 Fica atribuído à Comissão do Processo Seletivo, nomeada através de Decreto, exclusivamente para acompanhar o certame, as seguintes responsabilidades: a) Elaborar e responder pelo edital; b) Conferir, aprovar e publicar o edital; c) Prestar informações sobre o Processo Seletivo; d) Acompanhar e fiscalizar a realização das provas; e) Validar as informações prestadas pelo candidato, relativamente às pré-inscrições; f) Entregar toda a documentação referente as validações de inscrições e recursos a empresa organizadora do certame após o término de cada fase. 11 CONVOCAÇÃO PARA EXAMES MÉDICOS E ENTREGA DE DOCUMENTOS 11.1 Os candidatos aprovados e convocados deverão apresentar exames médicos admissionais e a critério do médico avaliador responsável poderão requisitar exames complementares e emitir parecer deAPTO ou NÃOAPTO para o exercício do cargo, sendo este de caráter eliminatório. 11.2 O candidato convocado deverá apresentar ao setor de Recursos Humanos da Secretaria Municipal de SOMBRIO/SC, situada a rua Telegrafista Adolfo Coelho, Bairro São Luis com a documentação necessária à sua admissão, composta por: a) Comprovação da idade mínima de 18 anos; b) Prova de quitação das obrigações eleitorais; c) Prova de quitação das obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino; d) Comprovação da escolaridade exigida neste edital; e) Declaração de não ter sofrido, no exercício de função pública, as penalidades previstas no art. 137 e seu parágrafo único da Lei nº 8.112/1990; f) Atestado de médico declarando aptidão para exercer o respectivo cargo público; g) Nacionalidade brasileira ou gozo das prerrogativas insertas nos decretos Nº. 70.391/1972 e Nº. 70.436/1972. h) Não ser aposentado por invalidez e nem estar com idade de aposentadoria compulsória, ou seja, 70 anos. i) Carteira de Identidade; j) CPF; k) PIS/PASEP; l) Certidão de Casamento; m) Certidão de Nascimento dos filhos menores de 14 anos; n) (uma) foto 3x 4 recente; o) Carteira Profissional Original; p) Original e fotocópia do comprovante de residência atualizado, assim sendo considerado: Conta de luz, IPTU, água ou telefone fixo, em nome do candidato, cônjuge ou de ascendente ou descendente direto; 12 DA ESCOLHA DE VAGAS 12.1Aescolha de vagas obedecerá rigorosamente à classificação, de acordo com o horário, data e local a serem divulgados. 12.2 A escolha de vaga deve ser feita pelo titular da inscrição, não podendo ser por procuração. 12.3 O candidato deverá escolher a vaga existente de 10, 20, 30 e 40 horas na unidade escolar, na sua totalidade de carga horária. 12.4 O candidato que assumir o cargo e vier a desistir será eliminado do processo seletivo, salvo por necessidade da Secretaria de Educação. 12.5 O candidato após assumir a vaga não poderá trocá-la, sob pena de exclusão do processo seletivo, exceto em casos de necessidade da Secretaria Municipal de Educação 12.6 O candidato que escolher a vaga e não assumir no tempo previsto, será considerado desistência, sendo eliminado do processo seletivo. 12.7 O prazo de se apresentar na unidade de trabalho será o seguinte. a) Para a 1a chamada – o primeiro dia de atividades na unidade de trabalho; b) Para a 2a chamada e demais – 24 (vinte e quatro) horas a partir do documento de encaminhamento. 12.8 O profissional contratado ficará vinculado a Secretaria Municipal da Educação, onde poderá ocorrer mudança de local de trabalho e alteração da jornada de trabalho, sempre que necessário. 12.9 O candidato contratado ficará em permanente avaliação, caso seu aproveitamento não seja satisfatório, será rescindido seu contrato; 12.10 A avaliação de desempenho neste caso será comprovada através de relatórios, onde no mínimo 02 (duas) pessoas da referida escola e 01 (uma) representante da Secretaria Municipal de Educação assinem cada um deles; 12.11 O candidato que tiver seu contrato rescindido em função do ocorrido no subitem 12.7 não poderá optar por outra vaga durante o ano letivo de 2015 e implicará no indeferimento de sua inscrição para o ano letivo de 2016, com ressalvas para defesa. 12.12 Para a escolha de vagas, o candidato será chamado conforme as necessidades surgidas no início e no decorrer do ano letivo de 2016, em ordem classificatória. A chamada de todos os cargos, será feita por chamada pública: Primeira chamada Pública e as subsequentes via telefone celular até duas tentativas em horário de expediente, ficando sob a responsabilidade do candidato, manter o número do telefone e e-mail informado disponível para atendimento. 12.13 O candidato terá dois dias úteis para se apresentar no Setor Pessoal munidos das documentações exigidas para o contrato e assim assumir as aulas/ ou vaga escolhida. Passando o prazo, fica a Secretaria de Educação autorizada a dar continuidade à chamada dos demais candidatos, respeitando a sequencia da ordem de classificação. Caso o candidato não se apresentar no prazo determinado, será excluído do processo seletivo. 12.14.. Após contratação temporária, a desistência da vaga não dará direito a nova escolha no ano letivo. 13 DISPOSIÇÕES GERAIS 13.1 A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital, bem como em eventuais aditamentos e instruções específicas para a realização do Certame, acerca das quais não poderá alegar desconhecimento. 13.2 Os candidatos que não atenderem aos requisitos exigidos neste Edital serão automaticamente eliminados do Processo Seletivo em qualquer de suas fases. 13.3 Será excluído do certame o candidato que: • Faltar a qualquer uma das fases do certame; • Não pontuar na prova objetiva; • Portar-se de maneira inadequada nos locais de realização das provas, de modo a prejudicar o andamento normal do Processo Seletivo; • For surpreendido, durante a realização das provas, em comunicação com outro candidato; • For apanhado em flagrante tentativa de burla, fraude ou falsificação na realização da prova, sem prejuízo do indiciamento cabível; •..Deixar de apresentar qualquer documento comprobatório dos requisitos exigidos neste Edital. 13.4 O presente edital objetiva o preenchimento de cargos, sob a égide do regime estatutário dos servidor públicos municipais do município de Sombrio/SC. 13.5 Se aprovado e convocado o candidato, por ocasião da contratação, deverá apresentar todos os documentos exigidos pelo presente Edital bem como outros que lhe forem solicitados, acarretando, o descumprimento deste requisito, na perda do direito à vaga e consequentemente não contratação. 13.6 A aprovação no Processo Seletivo não gera direito à contratação, a qual se dará, a exclusivo critério da Secretaria Municipal de Educação, dentro do prazo de validade do certame em conformidade com a necessidade atual e futura da mesma. 13.7 O ato de inscrição implica na aceitação destas e demais condições do presente Edital e do Regulamento do Processo Seletivo e, em caso de classificação e contratação, a observância do regime jurídico nele indicado. 13.8 É de inteira e exclusiva responsabilidade do candidato o acompanhamento das publicações, editais, avisos e comunicados referentes ao Processo Seletivo. Não serão prestadas por telefone informações relativas ao resultado do Processo Seletivo. 13.9 O candidato deverá manter atualizado seu endereço e contato telefônico, no portal das inscrições, até a publicação da classificação final do Processo Seletivo, e junto ao Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de SOMBRIO/SC, após a homologação do resultado do Processo Seletivo. 13.10.Os casos omissos serão resolvidos pela organizadora do certame e pela Comissão do Processo Seletivo. 13.11 O presente Edital estará disponibilizado no site www. processosseletivos.com.br/sombrio, no site www.sombrio.sc.gov. br e no mural da Prefeitura Municipal de SOMBRIO. 13.12 Faz parte deste edital o Anexo I – Do Cronograma e Do Regulamento para as provas do Processo Seletivo. 13.13 Faz parte deste edital o Anexo II – Dos Conteúdos Programáticos. 13.14 Faz parte deste edital o Anexo III – Do Requerimento do candidato com deficiência. 13.15 Faz parte deste edital o Anexo IV – Do formulário para recurso. 13.16 Este Edital entra em vigor na data de sua publicação. 13.17 Revogam-se as disposições em contrário. SOMBRIO/SC, em 18 de NOVEMBRO de 2015. ZULMA ANTONIA SIMON Secretária Municipal de Educação Fica homologado o presente EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N.º 001/2015, a data, o local e o horário da prova. ZÊNIO CARDOSO Prefeito Municipal ANEXO I CRONOGRAMA DO PROCESSO REGULAMENTO PARAAS PROVAS DO PROCESSO SELETIVO Os portões do prédio onde será realizada a prova escrita serão fechados, impreterivelmente, às 09h00min. O candidato que chegar após o horário estabelecido, terá sua entrada vedada e será automaticamente eliminado do Processo Seletivo. Para os candidatos inscritos em 01 (um) cargo, a prova terá duração máxima de 01 hora e 30 minutos com início às 09h30min e término às 11h00min. Para os candidatos inscritos em 02 (dois) cargos, a prova terá duração máxima de 01 hora e 50 minutos com início às 09h30min e término às 11h20min. Não será admitida a entrada de candidatos após o fechamento dos portões do prédio, e/ou que não estiver munido do Documento Original com Foto. O candidato apenas estará segurado da realização da prova mediante a apresentação do comprovante de validação de inscrição em caso de não constatação de seu nome nas listas de distribuição de locais de prova fixados na entrada do prédio onde serão realizadas as provas. Os envelopes das provas serão abertos por 02 (dois) candidatos, que comprovarão os respectivos lacres e assinarão, juntamente com 01 (um) fiscal de sala e 01 (um) fiscal coordenador, um termo de abertura dos envelopes. Durante a prova não poderá ser feita qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquinas calculadoras, celulares ou quaisquer tipos de aparelhos ou anotações. Não será permitido qualquer tipo de comunicação do candidato com outros candidatos ou com o exterior do recinto, sob pena da eliminação do Processo Seletivo do(s) Candidato(s) envolvido(s). Aparelhos de telefonia celular, bip e/ou similares deverão ser desligados. As provas terão um prazo mínimo de realização de 30 (trinta) minutos. O candidato poderá sair da sala somente em caso especial e acompanhado de um fiscal. É expressamente proibido fumar nos locais das provas. Todas as respostas da prova escrita deverão ser transpostas para a grade de respostas, não podendo ficar nenhuma questão sem resposta. Após a conclusão e entrega da prova, os candidatos não poderão permanecer nos corredores e dependências do local da aplicação das provas. Os 03 (três) últimos candidatos permanecerão na sala até a conclusão do último, para, após, assinarem o termo de recolhimento dos cartões resposta juntamente com os fiscais (de sala e coordenador). Os cartões de respostas, juntamente com a lista de presença e termos referentes aos pacotes lacrados e entrega de cartões resposta deverão ser entregues pelos Fiscais ao Coordenador da equipe de aplicação do Processo Seletivo, acompanhados dos três últimos candidatos. SOMBRIO/SC, em 18 de NOVEMBRO de 2015. ZULMA ANTONIA SIMON Secretária Municipal de Educação Fica homologado oANEXO I do presente EDITALDE PROCESSO SELETIVO N.º 001/2015, Do Cronograma e Do Regulamento para as provas do Processo Seletivo. ZÊNIO CARDOSO Prefeito Municipal ANEXO II CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS PARA OS CARGOS DA PROVA ESCRITA 1. CONHECIMENTOS GERAIS DA EDUCAÇÃO Para todos os cargos: Função social da escola, Currículo, Projeto Político Pedagógico; Concepções de Ensino-Aprendizagem; Concepção histórico cultural (Vygotsky e Wallon); Inclusão digital; Teorias do conhecimento (Paulo Freire); Educação Inclusiva; Planejamento e avaliação; Legislação da educação básica; Estatuto da Criança e do Adolescente; Proposta Curricular de Sombrio e Atualidades. 2. CONHECIMENTOS GERAIS LINGUA PORTUGUESA Para todos os cargos 1. Compreensão e interpretação de textos. 2. Características dos diversos gêneros textuais. 3. Tipologia textual. (sequências narrativa, descritiva, argumentativa, expositiva, injuntiva e dialogal). 4. Elementos de coesão e coerência textual. 5. Funções da linguagem, Ortografia oficial. 6. Acentuação gráfica. 7. Emprego do sinal indicativo de crase. 8. Pontuação. 9. Emprego e descrição das classes de palavras. 10. Sintaxe da oração e do período. (ênfase em concordância e regência). 11. Significação das palavras e inferência lexical através do contexto. 12. Fonética e Fonologia Fonema e Letra Ortografia. 3. CONHECIMENTOS GERAIS – ATUALIDADES E DADOS

×