Jornal digital 4791_seg_09112015

431 visualizações

Publicada em

Correio do Sul

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
431
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4791_seg_09112015

  1. 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.791 segunda-feira, 9 de novembro de 2015 R$ 2,00 Grupo 25º 18º Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Geral Polícia HospitalSãoRoque ganhaalageriátrica Finaldesemana registraváriosacidentes Jacinto Machado Região 4 11 Página Página Segurança Motoristacaicom carronorioAraranguá Araranguá 13Página 4 e 11 15Página Praia Grande Polícia ainda caça quatro assaltantes do Banrisul
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “Eu entendo que meus colegas que são do partido do falecido governador que criou estas secretarias não querem deixar morrer aa ideia. E respeito o posicionamento de fidelidade. Mas, quero dizer que a mudança precisa ser maior para que a população consiga compreender e aceitar”. Ele disse: ‘ ‘Deputado Valmir Comim (PP) sobre as SDR’s. Vice-prefeitodeErmosefilianoPMDB D iante das mais gra- duadas lideranças do PMDBermense,ovice- -prefeito Elias Nagel assinou ficha no novo partido, deixando o PTB. A operação política faz parte do projeto para a formação de uma É notável o trabalho feito pelas lideranças es- taduais do PSD para o crescimento do partido. O número crescente de prefeituras comandadas pela sigla exemplifica isso. Quando se encerrou a totalização das urnas em 2012, o partido do governador Raimundo Colombo havia elegi- do 53 prefeitos. Após o Tribunal Regional Eleitoral determinar a realização de novos pleitos em alguns municípios, esse total subiu para o cabalístico 55, número de urna do partido. De lá para cá, o trabalho foi intensificado com outro objetivo: o de trazer pre- feitos de outras siglas para as hostes peessedistas. Hoje são 65, o que registra um crescimento superior a 20% se levarmos em conta àqueles que foram empossados em janeiro de 2013. Nesta leva de novos prefeitos está Juarez Godinho (foto), de Passo de Torres, que deixou o DEM para se filiar no partido do governador. (48) 3522-3777 PSD em crescimentoO tempo necessário Questionado por um ouvinte, durante par- ticipação no programa Correio Notícias, da Rá- dio 93 FM, o prefeito de Sombrio Zênio Cardoso (PMDB) não prometeu datas com relação ao imbróglio referente ao concurso público des- te ano. Como foram levantadas suspeitas, o prefeito aguarda o posicionamento da comissão de sindicância designada para apurar o caso. “Se tivermos que cancelar o concurso vamos fazer. Agora, se não forem encontradas irregularidades ele será efetivado”, confirmou. PPS Presidente do PPS de São João do Sul, João Olívio Cardo- so, segue trabalhando o forta- lecimento do partido. O PPS já conta com seu diretório, com- posto por 23 membros, eleito com vigência até 31 de outubro de 2017. “Agora começaremos a nos preparar para as eleições na majoritária e proporcional de 2016. Estamos abertos para discutir coligações com todos os partidos do Município”, afirma Cardoso. grande aliança em torno da reelei- çãodoprefeitoZicaCadorin(PSD), e que deve contar com o apoio do PMDB.Oatoaconteceunaresidên- cia do presidente peemedebista, o vereador Daniel Borges, que deu as boas vindas a Elias, afirmando que ele será de grande valia para o projeto de “um novo tempo” para o município. O vice-prefeito agra- deceu ao PMDB pelas boas vindas e destacou que somará forças no projeto de reeleição do prefeito Zica. Também presente ao ato, o prefeito agradeceu a manifestação de apoio do vice e afirma que seu objetivo é continuar trabalhando em favor dos ermenses e que conta com o apoio de todo o PMDB para o projeto de “um novo tempo” para Ermo. Também participaram do ato, a primeira-dama Marília Cadorin, o ex-prefeito de Ermo e presidente de Honra do PMDB Altamiro Schmidt, o vereador José Favaro (PMDB), o Vereador Jorge Ferraz (PMDB), o coordenador regional do PMDB Heriberto Sch- midt,ossuplentesdevereadorLuiz AcordieAdalbertoAcordi,alémde membros da executiva municipal do partido e simpatizantes. Ponto Assembleia Legislativa passará a exigir dos funcioná- rios lotados nos gabinetes dos parlamentares o registro do ponto, mesmo para àqueles lotados para atuarem nas ba- ses dos deputados. Atualmente a comprovação do compa- recimento ao serviço destes funcionários era feita apenas através de relatórios. Para que isso aconteça a Assembleia passará a custear os escritórios regionais, instalando o “mal- fadado” equipamento. Tem gente apostando que muitos funcionários acabarão sendo exonerados por falta de com- parecimento ao trabalho.
  3. 3. acadêmicos por meio das universidades e ins- tituições de ensino, o seminário aproximou os envolvidos no Sistema Regional de Inovação, buscando integração para que os empresários se beneficiem com a pro- dução de conhecimento e pesquisa das universida- des locais, e os represen- tantes governamentais atuem como interme- diadores e propulsores do processo tecnológico e inovativo proporcionan- do ambientes adequados para o desenvolvimento econômico por meio da inovação na região. Ao longo da tarde e início da noite de sexta, várias palestras foram proferidas ao público. O secretário munici- pal de Desenvolvimento remos que a incubadora já esteja implantada”, declara o prefeito. Durante o seminário, Sandro destacou ainda a parceria com a UFSC, que dispõe de cursos na área para o desenvolvimento regional e de empresários engajados com o setor. “Há dois anos já vínha- mos em conversa com a universidade e com a Aciva sobre estas ações. Mas este seminário pode ser o ponto de partida para tornar Araranguá a principal cidade da inova- ção e tecnologia do estado” complementa. Reunindo empresá- rios, representantes das esferas governamentais, > ArArAnguá Tornar Araranguá polo na área de tecnologia em Santa Ca- tarinapodeestarpróximo. Considerando as poten- cialidades do município, a prefeitura encaminhou projeto de lei ao legislativo quedispõesobresistemas, mecanismos e incentivos à atividade tecnológica e de inovação, visando o desenvolvimento susten- tável. Após aprovado por unanimidade, o prefeito Sandro Maciel sancionou a lei durante a realização do I Seminário de Inova- ção do Vale doAraranguá, no auditório da UFSC, na tarde de sexta-feira. Para a efetivação dos objetivos da lei serão cons- tituídos o Sistema Muni- cipal de Inovação (SMI), o Conselho Municipal de Inovação (CMI), o Fundo Municipal da Inovação (FMI), o Programa de In- centivo a Inovação (PII), a Rede de Promoção da Inovação (RPI), o Plano de Sustentabilidade do Exe- cutivo Municipal e o Plano de Inovação do Executivo Municipal. Para que Ara- ranguásetornereferência no estado, no seminário o prefeito Sandro Maciel destacou ainda a proposta de criar a Incubadora e o Parque Tecnológico no município. “Nosso plano é transformar o prédio do Caic do Jardim das Avenidas em Parque Tec- nológico, já que estamos construindo uma nova escola no bairro e o prédio ficará quase na totalidade inutilizado.Embreveque- Geral 3Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Lei projeta cidade tecnológica Caminho Certo ³Prefeito Sandro assina a lei que pretende incentivar a inovação tecnológica ³Convênio com o asilo foi um dos assinados Lei que incentiva as atividades tecnológicas e de inovação no município foi sancionada pelo prefeito Sandro Maciel durante seminário de sexta Econômico Sustentável, Maureci Rodrigues, afir- ma que o evento ficará registrado na história do município. “Araranguá se orgulha em receber este seminário, pois, a partir desta data dare- mos um grande salto em questão do desen- volvimento tecnológico”, enaltece o secretário. A promoção do I Seminá- rio de Inovação foi do Laboratório e Núcleo de Inovação Tecnológica (LabNita), curso de Tec- nologias da Informação e Comunicação Campus Araranguá/UFSC; As- sociação Empresarial do Vale do Araranguá (Aciva); e prefeitura de Araranguá, por meio da Secretaria de Desen- volvimento Econômico Sustentável. > ArArAnguá A prefeitura de Ara- ranguá, por meio da Se- cretaria Municipal deAs- sistência Social, celebrou na última quinta-feira, termo de parceria e coo- peraçãotécnico-financeira com três entidades filan- trópicas do município. O ato foi realizado no gabi- nete do prefeito Sandro Maciel. Para o Lar São Vi- cente de Paulo (asilo) e Associação Irmã Carmen (Casa Lar), o município repassará o valor de R$ 46.985,60 cada, através de cofinanciamento esta- dual.JáaAssociaçãoCen- tro Terapêutico Casa do Oleiro vai receber aproxi- madamenteR$39mil,do MinistériodoDesenvolvi- mentoSocial.Osrepasses têm o aval do Conselho Municipal de Assistência Social (Comas). Os convênios objeti- vamaexecuçãodoServiço de Proteção Especial de AltaComplexidadeparao acolhimento de idosos, no caso do asilo, de adultos, para a casa do Oleiro, e crianças, adolescentes e jovens,daCasaLar.“Esta Convênios reforçam ajuda ao setor social ajuda às entidades vai auxiliarnostrabalhosque vem sendo desenvolvidos e fortalece a parceria que vem ocorrendo com o mu- nicípio”,declaraosecretá- rio de Assistência Social Eduardo Chico Merêncio. O ato marcou o início daparceriacomaCasado Oleiro, que complementa o trabalho já realizado com Centro de Referên- cia Especializado para PopulaçãoemSituaçãode Rua (Centro POP). “Des- de quando iniciamos os trabalhos no Centro Pop e campanhas como a de não dar esmolas, muitas pessoasnosperguntavam para onde encaminhar estes indivíduos de rua. A Casa do Oleiro vai nos ajudarnestaárea”,desta- ca o secretário. O prefeito Sandro Maciel enalteceu a par- ceria com as entidades beneficentes. “Temos a Casa Lar e o asilo que dispensamapresentações por conta do excelente trabalho. Com a Casa do Oleiro temos a convicção defortalecimentodemais umaparceriaparaajudar quem precisa”, expõe o prefeito. Todos pela inovação
  4. 4. Geral4 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Gislaine Fontoura ³Profissionais das Apaes aprendem a fazer órteses de qualidade e baratas Hospital prepara ala geriátrica Aline Bauer Pioneiro São Roque está concluindo dez apartamentos que vão receber idosos como em uma espécie de condomínio especial ³Renato e Helmedio estão a frente de projeto que se encontra em fase de conclusão siste em um tratamento intensivo de exercícios diários associado ao uso de um macacão terapêu- tico ortopédico, que irá promover um ajuste bio- mecânico no paciente. Além deste, dez fisio- terapeutas de Apaes par- ticiparam de aulas para confecção de órteses para membros inferiores, mi- nistrado pelo técnico or- topédico Reinaldo Mello, também de Goiânia. Nes- te setor os profissionais ficaram aptos para con- feccionar as peças para pernas em polipropileno. “Eles estão aprendendo desde a tiragem de medi- da até a confecção final e entrega para pacientes”, contou Mello. O presidente da Apae de Araranguá, Sadi Pos- samai Soprano, falou so- bre as qualificações. “A previsão é que sejam da- dos 18 cursos no estado, todos voltados para área de órtese. Isso vai ajudar > ArArAnguá A Associação de Pais e Amigos dos Ex- cepcionais (Apae) de Araranguá, foi sede de dois cursos na área de fisioterapia para profis- sionais de diversas parte do estado. A terapeuta ocupa- cional da Apae Andréa Ferrado Barbosa Lima, participou do curso do Pediasuit Avançado. “São 15 profissionais que estão fazendo o cur- so, de diversas regiões de Santa Catarina”, ex- pôs Andréa. O curso de Pediasuit Avançado foi ministrado pela fisiote- rapeuta Silvana Batista Vasconcelos, de Goiânia, contratada pela Federa- ção Estadual das Apaes e está ministrando o cur- so nas oito microrregiões catarinenses. O PediaSuite con- Apae recebe cursos de fisioterapia no desenvolvimento das crianças a corrigir deficiências físicas”. Para o presidente da Federação Estadual das Apaes, Júlio César de Aguiar, a iniciati- va significa melhoria na qualidade de vida dos pacientes e dos fa- miliares. “Estes dois cursos representam a mobilidade, qualidade de vida para nossos alunos e suas famí- lias. Com este curso de órteses de membros inferiores, já estamos fazendo órteses para sete pacientes. Estas mesmas órteses custa- riam cerca de R$ 2 mil cada uma no mercado, aqui na Apae vai ser de graça. Teremos em cada Apae um fisioterapeuta capacitado para a fabri- cação de órtese de qua- lidade. Nós vamos ter condições de melhorar a vida dos pacientes”, avaliou Aguiar. foi integralmente doado por comerciantes e em- presários do município. “Queremos divulgar o que está sendo feito para que as pessoas saibam e haja interesse”, diz o diretor do hospital Renato Zanatta, que completa: “aprovei- tamos para agradecer a todos que colaboraram para a concretização des- ta obra. Os doadores serão homenageados com placa de reconhecimento na própria ala geriátrica”. Aideia surgiu quando se soube que havia uma ala com essa finalidade em Santa Cruz do Sul/RS. “Uma comitiva de 11 pes- soas foi até lá conhecer e decidiu implantar a ideia aqui”, conta Helmedio Astor Kuentzer, da Co- missão de Instalação da Ala Geriátrica. Aárea será destinada não apenas a pessoas do- entes mas também para aquelas que tenham di- ficuldade em atender as necessidades especiais provocadas pela idade em sua própria casa. Os pa- cientes podem se transfe- rir para esta ala com toda a liberdade de visitas de familiares, inclusive, to- dos os hóspedes (autoriza- dos) poderão se ausentar para passar os finais de semana ou determinados dias com seus familia- de TV com acesso a inter- net para entretenimento. Tudo está sendo pla- nejado para facilitar a chegada e acomodação dos pacientes de mais idade. Como a rampa que dá acesso a plataforma externa, permitindo que o paciente possa ficar ao sol. A ideia é oferecer o conforto e atenção que são dispensados pela es- trutura do Hospital São Roque, dizem os orga- nizadores. Estão sendo investidos em torno de R$ 140 mil, cujo valor > JAcinto MAchAdo Em breve será inaugurada uma nova ala no Hospital São Roque de Jacinto Machado, de geriatria. Serão dez apartamentos (em setor isolado) com banheiros individuais adaptados com barras de segurança e box para re- ceber idosos. Os quartos terão ar condicionado, frigobar, camas e col- chões novos, roupeiro e gaveteiro, além de sala res. “O atendimento será feito 24 horas por dia, por atendentes treinados e supervisionados pelo grupo de enfermagem, médicos de plantão e, inclusive com duas visi- tas semanais feitas por médico geriatra”, conta Helmedio. Cerca de 90% da ala já está pronta, restan- do apenas a parte de pintura, instalação de interruptores e outros detalhes. Nos próximos dias serão iniciadas as inscrições aos interessa- dos, quando serão dis- ponibilizados maiores detalhes a respeito.
  5. 5. cias, além das 40 que já estavam em vigor. Na avaliação da assessoria jurídica da Federação, exigências implicam, por exemplo, em renovação imediata do maquinário existente, resultando em um gasto expressivo para todo setor industrial, em um momento evidente de crise e desemprego. Aliminarconquistada pelo Sistema Facisc deter- mina que sejam aplicadas as obrigações contidas na norma em conformidade com a redação anterior, até decisão posterior do processo. Juntamente com a Facisc, também foram requerentes do mandado, as associações empresariais de Tubarão, de Nova Veneza, Laguna, Jaguaruna, Imbituba, Braço Do Norte, Urus- sanga, Orleans, Jacinto Machado,Içara,Criciúma e Araranguá. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Reviravolta na política de Ermo V ice-prefeito de Ermo, Elias Nagel, deixou ontem o PTB e se filiou ao PMDB, partido que foi seu principal adversá- rio em 2012, quando concorreu em dobra- dinha com o prefeito eleito Aldoir Cadorin, o Zica (PSD). Naquela ocasião, Zica e Elias enfrentaram João Otávio da Silva (PMDB) e Bruno Gabriel (PMDB), e ainda Maicon Emerin (PPS) e José Bento Américo (PP). Os vencedores fizeram 50,93% dos votos, contra 39,47% dos peemedebistas e 8,42% de Maicon e José. A vitória com folga se deu em grande parte pelo apoio explícito que Zica e Elias tiveram do então prefeito Marcos Leone de Oliveira, o Marquinhos, que era filiado ao PSD, mas que hoje é um dos principais comandantes do PSDB no município. O problema é que pouco depois da eleição de 2012 começaram as primeiras divergências de ordem política entre Marquinhos e Zica, com o ex-prefeito passando a defender a alternância de poder a partir de 2016. Gradativamente houve o afastamento po- lítico entre o ex e o atual prefeito, o que culminou com a filiação de Marquinhos, este ano, no PSDB. No sentido inverso Zica começou a buscar aproximação com seus antigos opo- sitores, de modo a recompor as perdas que vinha sofrendo. A primeira convergência veio do PP, e depois, de forma pontual, do próprio PMDB. Daniel Borges, vereador peemedebista, começou a defender o pro- jeto de governo de Zica. Por divergência com lideranças de seu partido, que não queriam o apoio a Zica, acabou deixando o PMDB. Mais tarde retornou e hoje é o presidente da sigla. As circunstâncias acabaram fazendo com que Zica e Elias se aproximassem de vez do PMDB e a filiação do vice-prefeito ao partido acabou acontecendo de forma natural. Como o PP já estava dentro do governo, mesmo tendo sido oposição em 2012, Zica acabou trazendo para seu en- torno os dois principais partidos do muni- cípio, deixando, por outro lado, o PSDB de Marquinhos isolado. Outra vantagem é que o PPS pelo qual concorreu Maicon Emerim na última eleição, praticamente se fundiu com o PP, reforçando o projeto de reeleição de Zica. Neste cenário há de se relevar ainda o PTB, que hoje está mais para a oposição do que para a situação. Renaldo Inácio, seu principal líder, é nome cotado para ser candidato a vice do ex-prefeito Marquinhos ano que vem. No fim das contas, o que se percebe hoje é um total desequilíbrio entre as forças políticas de Ermo, quando paramos para avaliar o que é situação e o que é oposi- ção. A situação é composta pelo PSD do prefeito Zica, e pelo PMDB e PP, que estão entre os principais partidos do município. Afora isto, o PP abrigou grande parte dos líderes do PPS, que também era uma força expoente em Ermo. Este conjunto de siglas tem ainda o reforço do DEM. Do outro lado ficaram o PSDB e o PTB. Como se sabe, em política tudo é possível, mas pelo atual quadro, caso haja um embate entre Zica e Marquinhos ano que vem, o resultado já poderá ser previsto muito antes da primei- ra panfletagem. ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 Vitória contra a burocracia Racionalidade > Região Iniciada pelo en- tão vice-presidente regional da Facisc, Ka- roly Agardi, junto com os membros da Federação das Associações Empre- sariais de Santa Catari- na, a busca pela suspen- são das fiscalizações do Ministério do Trabalho sobre a polêmica Norma Regulamentadora NR12 recebeu um importante passo nos últimos dias. A Facisc obteve, na última semana, por meio de mandado de seguran- ça, a liminar que deter- mina que o superinten- dente regional do traba- lho e emprego de Santa Catarina abstenha-se de permitir que o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e os Centros de Referência de Saúde ao Trabalhador (Cerest) re- alizem fiscalizações com base na redação da Nor- ma Regulamentadora nº 12, dada pela Portaria nº 857, de 25-06-2015, que trata da segurança no trabalho em máquinas e equipamentos. “Enten- demos este passo como fundamental para o mo- mento em que vivemos. Acreditamos que mais do que nunca, é preciso lutar contra normas que burocratizem e invia- bilizem o dia a dia das empresas e dos próprios colaboradores”, ressalta o presidente da Aciva Kleber Frigo. ANR-12, editada pelo Ministério do Trabalho e Emprego passou por mudanças que agrega- ram 300 novas exigên- Investimento Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso (PMDB), está prevendo um investimen- to de cerca de R$ 2,5 milhões para o setor viário, nos bairros e do interior do município. Os recursos são oriundos de convênios e emendas parlamentares, que vêm sendo articuladas desde o início deste ano. De acordo com o prefeito, o montante que será investido fará com que o setor viário sofra uma mudança radical em todo o município. “Já temos obras de grande vulto sendo realizadas em ruas e avenidas, principalmente no centro da cidade. Nosso objetivo a partir do início de 2016 é ampliarmos estes investimentos, de modo a contemplarmos diretamente toda a população”, comenta Zênio. Até o final do ano ele pretende anunciar seu projeto de investimentos através dos veículos de comunicação. De volta Lideranças do PSDB de Sombrio têm promovido pequenos encontros, nos quais pregam a determinação do partido de ter novamente candidato a prefeito no mu- nicípio ano que vem, a exemplo de 2012. Naquele pleito o PSDB amargou uma der- rota avassaladora com a candidatura de Jucimar Custódio, o Bujão, ao executivo. Para 2016, no entanto, o partido crê que o cenário será diferente, em parte, pelo bom momento que vive a sigla em nível nacional, por conta do clima anti-petista. A diferença é que agora os tucanos já falam em disputar a majoritária, o que significa que poderiam estar dispostos a concorrer como vice. Como o discurso até o momento é de oposição, supõe-se que as apostas para uma dobradinha estariam focadas no PP, ainda que nenhum líder do PSDB afirme isto de forma categórica. Da redação Entenda a NR
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro l48l 3533.0870 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015
  7. 7. Geral 7Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Avenidas, emAraranguá, por um motivo especial. Os cães seriam castrados, e dali em diante não iriam mais ter criar.Aresponsá- velpelosanimais,Rosada Cunha, afirma que Lola havia sido abandonada. “Ela ficou na rua depois > ArArAnguá Os irmãos Lola e Beauti passaram o domingo nas dependên- cias do Caic Jardim das que os donos se mudaram e então resolvi cuidar dela, já que todo período de cio era rodeada de outros cães”, diz Rosa que tem no total nove cachorros e três gatos. “Faltava castrar só a Lola e o Beauti. Acredito que esta iniciativa de castração minimiza o so- frimento dos animais. É uma ação maravilhosa”, complementa. O mutirão de castra- ção foi uma realização da Associação Bom Pra Bicho em parceria com a prefeitura deAraranguá, por meio das Secretarias de Saúde e Educação, Fundação Ambiental (Fama) e Instituto Bicho Urbano. Inúmeros cães e gatos foram cadastra- dos ao longo da cam- panha e nesse sábado ³Lola e Beauti foram castrados pelas novas donas ³Cães de todos os tamanhos e raças no mutirão Mutirãocastraanimais Sem Cria Da redação e domingo,as cirurgias foram realizadas ao custo de R$ 80,00 por animal. A presidente do Insti- tuto SOS Bicho Urbano, Márcia Lírio, conta que a ação teve o amparo do Conselho Regional de Medicina Veterinária. “Buscamos todas as infor- mações necessárias para uma ação legal”. Para a tesoureira da Associação Bom Pra Bi- cho, Maria Helena Périco da Silva, a ação busca intensificar a conscienti- zação sobre a importân- cia do não abandono dos animais e da procriação de cães e gatos de rua. “As pessoas precisam ter consciência de não abandonar os animais e a castração não só dimi- nui a população, como faz bem à saúde dos ani- mais”, relata. O prefeito Sandro Maciel aprovou a iniciativa e reafirmou o compromisso da adminis- tração em dar suporte a entidade. “O trabalho das entidades é de extrema importância para o mu- nicípio. Estamos atentos às demandas das insti- tuições de proteção aos animais”, declara Sandro. Ideia por Daniel K. Guolo e Julian Clezar Interativa ideias@iocus.com.br www.iocus.com.br Capitão Nascimento: Do francês, “Strategie” A estratégia como base do negócio “Capitão! O zero cinco está dormindo.” No mundo empresarial, muitas marcas entram no “ônibus de negócio” e passam do seu destino porque cochilou. Um exemplo é a Kodak, grande da fotografia até os anos 90, e por lá ficou, simplesmente por não montar novas estratégias. Gabou-se de ser a maior no setor, não acompanhou os avanços da tecnologia de câmeras digitais e acabou caindo no abismo das grandes marcas do passado. A estratégia é parte chave em qualquer programação de marcas e empresas. É nela onde verifica-se o que é bom ou o que é ruim, junto a uma análise do atual momento e perspectiva do mercado, é possível tomar as melhores decisões sem prejudicar o futuro da instituição. “Agora é a hora de unir o Tico e o Teco”... juntar o racional com emocional. O racional é para ver o as condições reais, o que está à mão, o emocional, o lado criativo, inventar algo, ser diferente, somados conseguem ir onde outros não conseguem chegar. Em nossos projetos na Iocus, conseguimos direcionar vários aspectos que garantem diferencias dos clientes, evitando dores de cabeça com gastos desnecessários e concentramos o foco no que há de melhor de cada cliente. Pilares da marca, perfil e posicionamento de mercado são um dos pontos desenvolvidos no planejamento. Um caso de sucesso foi o desenvolvimento da marca Bem Pra Ela, um espaço de bem estar e saúde feminina em Sombrio. Com uma avaliação profunda de mercado, enxergamos uma oportunidade de negocio não existente na região. Previmos os riscos e posicionamos a marca concentrado no público, com base na demanda e experiência profissional do cliente. Em menos de seis meses de marca, agenda praticamente lotada. Não importa o que faça, seja na vida de uma empresa, na profissional ou pessoal, planeje- se, faça uma estratégia, irá encontrar uma rota segura e promissora.
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Novelas Além do Tempo -18h Totalmente Demais -19h A Regra do Jogo -21h G ilda tenta convencer Eliza de que seu pai faleceu. Arthur ganha a competição de caiaque e é saudado por Daniele. Carolina comunica que irá para Austrália participar de um editorialdemoda.Pietroinforma queamodelodoeditorialserá DanieleLiebDich.DorinhaeZéPedrosehospedamcomascrian- ças na casa de Carolina. Pietro e Lu insinuam para Carolina que Germano está interessado na executiva. Lili decide acompanhar Germano na viagem à Austrália com Carolina. B ernardoeEmíliaseirritamumcomooutroeArielcomemora. Emília sonda Dorotéia sobre o passado deVitória e Luiz. Ber- nardo visitaVitória, que o alerta sobre Emília. Emília conversa com Alberto sobre seus planos de vingança. Anita conhece Zilda eAlex.MelissasofreaopensaremFelipeeLívia.Afonsonãogosta quandoAnitarevelaseusplanosdesermãesemseenvolveramo- rosamente.SaloméadmiraMassimo.BernardoprocuraEmíliapara falarsobreVitória. J ulianoconfessaparaZéMariaquearmouparaqueelefosse presopelapolícia.OsbandidosdafacçãogolpeiamJuliano e libertam Zé Maria. Belisa sugere que Dante acredite em Juliano.Tio avisa a Zé Maria que eliminará Juliano. Orlando encontraocelulardeBelisaeenviaumamensagemparaJuliano emnomedamoça.JulianocainaarmadilhadeOrlando,masZé Maria salva a vida do filho e implora perdão ao jovem. Belisa se desentende com Orlando. Romero beijaTóia. Rapidinhas Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Vênus, o astro da atração e do amor, adentra Libra, signo de estéticaepaz.Paravocê,sinalderelacionamentosmaisjustos, de romance e de favorecimento por parte de sócios, clientes e do seu cônjuge, ou parceiro estável. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Nãoéqueabatidanotrabalhovaialiviar,maspelomenos pode contar com momentos deliciosos ao lado de ami- gos, e ótima participação em entidades e organizações que lutam por justiça e paz. Raios benfazejos de Vênus aseufavor. Gêmeos 21/05 a 20/06 A mudança é boa e promete:Vênus, astro das relações e quegovernaosvalores,entraemLibra,ondepoderesta- belecer equilíbrios perdidos.. Pra você, a área focada é a criatividadepessoal.Maischarmevemnopacotetambém. Libra 21/09 a 20/10 LuaeVênusemseusignoabremsegundadeótimasvibra- çõespravocê!Comececuidandomaisdesi,vocêtemdireito aumpoucodemimos.Vênusprometefavorecersuavidae tornartudomaisbonito,interessanteelevenestassemanas! Aquário 21/01 a 18/02 Touro 21/04 a 20/05 Pode comemorar entrada deVênus, regente deste signo, no sociáveleidealistaLibra,ondedominaacenacomelegância e desenvoltura. São qualidades com que contará nestas semanas,notrabalhoenarelaçãocomassistentesecolegas. Virgem 21/08a20/09 Marteestásedespedindodeseusignoeistotemtudoa vercomapressaeaurgênciaderesolveraqualquercus- tocertaspendências.VênusentraemLibra,protegendo suas finanças por algumas semanas, relaxe! Capricórnio 21/12 a 20/01 Anote na sua agenda: de hoje sua aparência terá mais impacto no mundo social e profissional. E melhor de tudo: com Vênus em Libra, a busca por refinamento, bom gosto, e harmonia será mais intensa de sua parte. Sigaessavibração. Câncer 21/06 a 20/07 Um tempo mais feliz e equilibrado em casa! Já não era sem tempo -dia especial pra receber amigos e família em casa, e semanaquecomeçaeleganteebonitacomVênustrazendo pazfamiliar.Inspiraçãoparaelegânciaebomgostoemseular. Escorpião 21/10 a 20/11 Mudança astral aponta necessidade de se doar mais a quemamanaspróximassemanas-edeajustarnamedida certa esse afeto compartilhado. Ótimo para desenvolver atividadescriativasnasolidão,VênusemLibrachegacom suavidade. Peixes 19/02 a 20/03 Melhor do que fazer força é contar com alguém que tam- bém está do seu lado, somando e torcendo pelo sucesso de ambos. Vênus -o astro da harmonia, da paz e da justiça- em Libra agora, reforça essa percepção da somatória de forças. Duasalteraçõesastraisfavorecemseucotidiano:Vênusem Libra,quenaspróximassemanasgarantebomdiálogoe fluxoequilibradocomirmãos,primos,vizinhoseparentes e amigos próximos. A Lua em Libra, que solta sua verve romântica,hoje. ThábataMendes,anovacompanheiradeChim- binha, concedeu entrevista ao jornal Extra e, entre outrosassuntos,foiquestionadaarespeitodealguns fãs“raivosos”quenãogostaramnadadeverofimda parceira entre Joelma e o guitarrista. “Jásabiaqueissoiriaacontecer.Nãotemcomo serdiferente.Massódigoumacoisa,confioemDeus e ele preparou tudo isso para mim. Não estou aqui paratomarolugardeninguém,atéporqueaJoelmaé insubstituível.Masvoumostrarmeutrabalhoeespero que as pessoas sejam receptivas a ele”, disse. A loira falou ainda dos boatos que ouviu de que Chimbinha é um homem violento. “Não foco em nada disso, ele é exigente, mas tem sido um parceiro maravilhoso, tem muita paci- ência,medáváriostoquesenãoénadarude”,elogia a cantora, que solteira após vários namoros no meio musica, com parceiros de trabalho, tem na ponta da línguaarespostaparaqualquertipodeinsinuaçãoque façam sobre ela e Chimbinha: “Vão dizer que temos um caso. E digo: temos mesmo! Meu caso de amor com Chimbinha é musical”, disse. CapadarevistaTopMagazinedestemês,Anitta, de 22 anos, defendeu seu modo de vestir. “Eu uso looks sensuais nos shows porque têm a vercomoqueeucanto.Rihanna,Beyoncé,Madonna, quandofazemshowsusamroupascurtaseapertadas que as deixam dançar, e nem por isso levam a fama de periguetes. Não sou periguete”, disse. A cantora comentou ainda sobre ser exemplo para as crianças. “Ospais meagradecemporeuserumexemplo dedeterminação.Cabeaelesdirecionaremotipode informaçãoqueosfilhosvãoter.Masminhamãeme acompanhavaeviaoqueeuestavafazendosempre”, afirmou. Hábelezaemacreditaremalgo,emtorcerpelaexpansão de uma filosofia, de uma crença, de uma fé. E você pode contar com o poder deVênus que hoje começa sua rota em Libra, para atrair acontecimentos bons na direção destascrenças.
  9. 9. Geral 9Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 GIRO PELO VALE Já é Natal Creche Melhor Mercado de Trabalho Em Evidência Agricultores Tudo Azul Processo Seletivo Profissionais da Secretaria Municipal de Educa- ção de Balneário Arroio do Silva estão empenhados na confecção dos enfeites natalinos que irão decorar a cidade. A chegada do Papai e da Mamãe Noel já está marcada para o dia 18 de dezembro, quando os bons velhinhos percorrerão as principais ruas do município e receberão a chave da cidade. A produção da decoração está em ritmo acele- rado e a toda a equipe da educação está envolvida no processo. Na quarta-feira, a diretora do CEI Mundo Feliz, Elisangela Lumertz, recebeu a secretária de Educação e Cultura de Passo de Torres Karine Colares que entregou a creche uma biblioteca composta de mais de 300 livros para educação de 0 a 3 anos e um parquinho. Ainda no setor de Educação de Passo, estão em construção três salas, além de 12 já concluídas. ASecretaria Municipal deAssistência Social de Araranguá entregou certificados do curso profissio- nalizante de Auxiliar Administrativo, do Pronatec, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, do governo federal. Ao todo, 19 alunos concluíram o curso realizado em seis meses, nas dependências da Escola Munici- pal Nova Divineia.Além de auxiliar quem já atua na área, o curso também deve servir para a abertura de portas no mercado de trabalho. “O certificado do Senac e Pronatec vai valorizar e muito o currículo destes alunos”, destaca a coordenadora pedagógica do Senac, Beatriz Pereira Zago. O secretário de As- sistência Social, Eduardo Chico Merêncio, destacou a importância da parceria com o Senac. “Esta é uma grande oportunidade que o governo e as parcerias firmadas proporcionam para o desenvolvimento do nosso município”, relata Chico. O prefeito Sandro Maciel anunciou a realização de um concurso pú- blico ainda este ano. “Sabemos da importância de efetivar os servidores e abriremos vagas para o setor administrativo”, comenta o prefeito. Parte da equipe técnica da Associação Irmã Carmen (Casa-Lar) participou em outubro do II Seminário Sobre Segurança Sanitária de Serviços de Alta Comple- xidade do Sistema Único de Assistência Social (Suas), em Florianópolis. A Casa-Lar foi destaque estadual no final de 2014, sendo a primeira instituição do estado a receber o Alvará Sanitário baseado no Suas. Isso lhe trouxe cre- dibilidade para participar do seminário, apresentando aos participantes a forma como atua. OSindicatodosProdutoresRuraiseoSenarrealizaram um curso de informática em Timbé do Sul. O curso é dire- cionadoasfamíliasdeagricultoresruraiseaprocuramaior foidasmulheresembuscadeinformaçõeseconhecimento. O curso foi gratuito, disponibilizando alimentação e certificado de participação. A Secretaria de Saúde e Saneamento de Jacinto Machado já espalhou o tom azul pelas repartições públicas do município, a começar pela própria Secretaria e UBS central, prédio da prefeitura e postos de saúde. Também estão sendo distribuídos laços azuis com o bigode, símbolo da campanha de prevenção ao câncer de próstata. O ponto alto da programação será no dia 26 de novembro, com palestra de prevenção a saúde do homem com o médico Ricardo Bubniak do ESF central e distribuição de senhas para exames. A palestra do dia 26 será auditório da Cooperja. A prefeitura de Balneário Gaivota está abrindo inscrições de processo seletivo para atuação na rede mu- nicipal de ensino. As inscrições começam neste sábado e seguem até 6 de dezembro. Interessados devem realizar a pré-inscrições online no portal da prefeitura de Balneário Gaivota através do endereço eletrônico:balneariogaivota.sc.gov.br, onde o candidato irá encontrar o ‘banner’ que redirecionará para o site da inscrição. De acordo com o edital da Secretaria de Educação, o processo seletivo é para contratação de professor, orientador educacional, supervisor escolar, psicólogo, fonoaudiólogo, nutricionista, monitor de transporte escolar, auxiliar de biblioteca, auxiliar de ensino de educação e também para auxiliar de serviços gerais, todos para caráter temporário.
  10. 10. 10 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Publicidade
  11. 11. localidade de Morro do Cipó, em Sombrio. O acidente aconteceu nas Furnas e a infor- maçãoé de que Joselito ficou sobre a pista ao ser atingido e outros veículos também passaram por cima do corpo. Também na madru- gada de sexta-feira, por volta das três horas, um jovem morador de Jacin- to Machado sofreu um acidente quando condu- Polícia 11Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 No mais grave um homem morreu atropelado em Sombrio, nos demais foram registrados somente danos materiais ³Caso estranho tem um ferido e outro detido³Homem é levado a delegacia por agressão > Balneário Gaivota No início da tarde de domingo, Milto Pinheiro de Oliveira estava em sua casa próximo a avenida Interpraias, em Balneário Gaivota, quando algo bem estranho aconteceu. Ele diz que não sabe explicar porqueumhomemchegou e urinou no churrasco que estava fazendo. Milto pegou uma faca e esfaqueou o homem que caiunochão.APolíciaMili- Urina em churrasco acaba em facada tar e o Corpo de Bombeiros foramchamadosparaaten- der a ocorrência e a vítima foi conduzida ao Hospital Dom Joaquim de Sombrio. Milto foi preso em fla- grante sendo conduzido a delegacia, onde chegou ir- ritado comentando: “o cara chegou e mijou na minha carne,daínãodá,né?”.Mil- to não tem passagem pela policia de Santa Catarina e confessou ter esfaqueado o outro, mas a faca não foi encontrada. ³Caminhão de sombriense fica destruído e tem carga saqueada, na Gaivota moça perde controle e sai da pista > reGião Oacidente mais grave registrado na região entre a ma- drugada de sexta-feira e a noite de ontem foi um atropelamento. Joselito de Oliveira Mesquita, de 46 anos, morreu ao ser atropelado na madrugada de sexta, na BR 101, em Sombrio. Ele morava em Criciúma, mas tinha parentes na Acidentes marcam final de semana Perigo na Estrada > SomBrio Como diria o nome de uma famosa novela, existem coisas que são laços de família. Para a Polícia Militar depois do dia 5, são rotineiras as brigas de família e registros da lei Maria da Penha de violência doméstica. Muito disso provocado pelo recebi- mento do salário, pois com dinheiro no bolso al- guns homens costumam abusar da bebida alcoó- lica e provocar confusão. Na região durante este final de semana a PM registrou várias oco- trrências referentes a esse tipo de problema. A Valentões pegos por Maria da Penha reportagem do Correio do Sul na tarde de domingo acompanhou algumas so- licitações. A primeira situ- ação aconteceu na Cohab do bairro Januária quan- do um homem agrediu a cunhada e a sogra. Segundo informações, o homem foi pego na casa deumasupostanamorada, mesmo sendo casado. Irri- tado com o flagra ele foi para casa e agrediu seus familiares. A Polícia Mili- tar foi ao local e deu voz de prisão para o machão que foi levado para delegacia de Sombrio. Outro valentão tam- bém do bairro Januária tentou bater na esposa, que disse já estar cansada de apanhar do marido. Comoestágrávidade qua- tro meses ela mandou o homem embora. Depois de tomar um pileque ele vol- touedissequenãoiriaem- boraequeseelachamasse zia um Renault Megane no sentido Araranguá/ Ermo, pela SC 285. Segundo a Polícia Mi- litar Rodoviária, próximo a comunidade de Soares, em Ermo, o condutor per- deu o controle e capotou o veículo. A Polícia Militar foi ao local prestar o pri- meiro apoio até a chegada da Polícia Rodoviária. O Samu também foi aciona- do e levou o rapaz com fe- rimentos para o Hospital a polícia ele iria matá-la. A polícia foi acionada e o segundo machão do final de semana acabou atrás das grades. Regional de Araranguá. Apesar do grande Susto e do prejuízo o motorista passa bem. Na Serra do Cafezal, estado de São Paulo, um sombriense se acidentou na noite de sábado. Edilson dos Santos da Silva, de 26 anos, con- duzia um caminhão e por motivo desconhecido per- deu o controle e tombou o veículo. Areportagem conver- sou com Edilson que já se encontra em casa e não teve nenhum ferimento. Ele contou que trans- porta arroz até o sertão da Bahia e na volta traz mamão para o sul. Segundo o caminho- neiro, a carga de fruta foi toda saqueada e o cami- nhão amassado. Por sorte ele não se feriu e o veículo tem seguro. Mesmo com o susto o caminheiro apai- xonado pela profissão diz que não vê a hora de estar novamente na estrada. Antes, porém, passa uns dias em Sombrio com a esposa e o filho. “Só pensei neles na hora do aciden- te”, diz o rapaz. Em Balneário Gaivo- ta, na tarde de sábado, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros de Sombrio foram acionados para atender uma ocorrência próximo a Curva da Ter- neira, na rodovia José Tis- coski, que liga Balneário Gaivota a Sombrio. No local um Fiat Uno tentou realizar uma ultrapassa- gem quando a motorista acabou perdendo o contro- le e colidindo contra outro veículo. O Uno rodopiou e saiu da pista, caindo em um barranco de mais de dois metros com um valo. A condutora Erica Figueiredo da Rosa, de 21 anos, mesmo muito assustada conseguiu sair do carro sozinha e sem ferimentos. “Foi o pri- meiro e espero que seja o último acidente que acon- teceu em minha vida”, comentou Erica, buscan- do consolo nos braços de seus familiares que logo chegaram. O trânsito foi inter- rompendo por poucos ins- tantes para retirada do carro. O condutor do outro automóvel, um Vectra, só teve ferimentos leves e preferiu não ser conduzi- do ao hospital.
  12. 12. 12 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Geral
  13. 13. Josiane e o genro Ander- son Marcelino acorda- ram cedo e voltaram a Araranguá em busca do carro, quando estavam no caminho receberam a ligaçãoqueoveículohavia sido encontrado. Feliz pelo pai estar bem, Josiane acredita que foi a mão de Deus que o salvou. “Foi por Deus, não dá para entender, meu pai tava encarangado, tadinho, a sorte que o guarda é uma pessoa boa, cheguei lá já tinha dado café para ele se esquentar. Os bens materiais a gente recupera, o importante é que meu pai está bem”, declarou Josiane. O carro foi resgatado às 10 horas da manhã de sexta pela empresa de guincho Beto Gil de Araranguá. José Nelson contou que havia com- prado o veículo na quinta- -feira, um dia antes do mergulho. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros esti- veram no local e registra- ram a ocorrência. Segurança 13Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 ³ Automóvel foi retirado da água na manhã de sexta, com proprietário acompanhando tudo O ferreiro contou que se agarrou nos juncos que ficam na beira do rio e conseguiu chegar à terra firme. Com muito frio, andou de madrugada até chegar à Epagri, quando recebeu café do guarda da empresa e conseguiu ligar para a família, para pedir ajuda. Os filhos Josiane e Jeferson Amaral vieram de madrugada buscar o pai. “Às 2h15min ligaram lá pra casa perguntando se a gente conhecia ele, eu falei que sim, que era meu pai. Viemos até onde o guarda socorreu meu pai, trouxemos roupa para ele, que estava todo encharca- do. Procuramos o carro de madrugada e não encon- tramos, então resolvemos ir embora, até para meu pai descansar um pouco, ele ainda não tinha dor- mido”, falou a filha. Na manhã de sexta- -feira José Nelson, a filha > ArArAnguá Oferreiro armador criciumense José Nelson do Amaral, de 62 anos, aproveitou a noite de quinta-feira, para visi- tar uns amigos em Turvo. Na volta para casa pegou uma estrada de chão e se perdeu. Por volta de 1h30min da madrugada de sexta- -feira, ele entrou com car- ro e tudo dentro do rio Araranguá, na Estrada Geral Sanga do Marco, bem embaixo do elevado da BR 101. “Eu estava vindo do Turvo para cá, mas não sei qual estrada eu peguei”, disse ele, já na manhã de sexta-feira, quando estava esperando o resgate de seu veículo, um Fiat Pálio vermelho, ano 2016. José Nelson conse- guiu sair do carro pelo vidro. Ele não usava cin- to de segurança e saiu pela porta do caroneiro. Homemmergulhacomcarronorio Perdido Gislaine Fontoura “A mão de Deus” ³Adércio Velter (centro) com agentes prisionais > ArArAnguá O presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá Rony da Silva homenageou os responsáveis por desen- volver o projeto Quem Ama Cuida, que é de- senvolvido nas escolas da região. Nessa semana, o vereador entregou mais cinco certificados de agradecimento aos agentes do Presídio Re- gional. Todos participa- ram da palestra feita aos vereadores mirins na sessão do dia 29 de setembro. O diretor do presídio Adércio Velter já havia recebido esta homenagem. “Compre- endemos que seria justo destacar a participação de todos devido a qua- lidade da atividade”, disse Rony. A equipe ficou feliz com o reconhecimento prestado pela Câmara. “Esta atitude represen- ta mais uma motivação para continuidade e su- > ArArAnguá O Departamento Estadual de Infraes- trutura (Deinfra), em Florianópolis, deve re- ceber na quinta-feira, um abaixo-assinado pedindo mais seguran- ça na rodovia Jorge cesso dos trabalhos com os alunos. Em aproxima- damente 60 dias do pro- jeto, passamos 26 escolas e palestramos para mais de 2.400 alunos do ensino fundamental e médio. Realizamos 46 encon- tros” salientou Adércio Velter. Próxima sessão da Câmara Mirim de Ara- ranguá será realizada no dia 24 de novembro, a partir das 19 horas. Lacerda. A reivindicação assi- nada por empresários e moradores das proximi- dades da rodovia deve ser entregue pessoalmen- te ao presidente do Dein- fra Wanderley Teodoro Agostini, pelo vereador Adair Jordão. Através do documento a comunidade Agentes prisionais são homenageados Segurança na Jorge Lacerda Além da palestra sobre “Cidadania - Direitos e deveres” cuja apresen- tação será feita pelo professor de Filosofia, Fernando Espindula, também já está con- firmada a presença do prefeito Sandro Roberto Maciel, que vai falar sobre projetos e escla- recer dúvidas. Ele foi convidado pelos jovens vereadores e aceitou participar da sessão. solicita a implantação redutores de velocidade ou lombadas eletrônicas, além de melhor sinali- zação viária na rodovia, acesso para o campus da Unisul e próximo ao cruzamento com a rua Antônio Manoel João, nas imediações do Cemi- tério Jardim da Paz. Acidente aconteceu de madrugada e o motorista consegue sair do automóvel, chegar a margem e procurar ajuda
  14. 14. Publicidade14 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015
  15. 15. Polícia 15Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 ³Dezenas de policiais catarinenses e gaúchos se mobilizaram durante caçada aos assaltantes do Banrisul Quadrilha Perde > Praia Grande Em uma sexta-feira que começou tran- quila na região um assalto na agência do Banrisul de Cambará do Sul/RS movi- mentou dezenas de policiais em Praia Grande. Bandidos fortemente armados e com reféns fugi- ram da cidade gaúcha em direção a Santa Catarina, mobilizando a polícia dos doisestados.Barreirasforam montadas nos municípios de Cambará e Praia Grande. A Polícia Militar, através de 2ª Cia de Sombrio, organizou o cerco na descida da Serra do Faxinal,porondeosbandidos teriam que passar.Ao tentar furarobloqueio,osmarginais entraramemconfrontodireto comospoliciais,atingindoum deles, o cabo Lopes, no braço. Vendo o poder bélico dos bandidos foi formada uma força tarefa como raramente vista, incluindo além da PM, a Polícia Rodoviária Federal, a Brigada Militar gaúcha, Polícia Civil dos dois estados e até policiais de folga que foram chamados a reforçar a Bandido é morto e dinheiro é recuperado depois de assalto perseguição aos assaltantes. Após o primeiro con- fronto no pé da serra, os bandidos seguiram para a estrada geral do Rio do Boi, umacomunidadedointerior dePraiaGrandecomestrada de chão e várias pequenas entradas para as proprie- dades. Durante a correria os bandidos foram deixando os veículos de fuga para trás e pegando outros em assaltos. Neste entremeio, a Polícia Civil de Sombrio chegou iniciando o segundo confronto,trocandotirocom aquadrilhaquetinhaentra- doemumbecosemsaídaem uma propriedade. Nesse tiroteio o bandido Valdecir Borges de Freitas, de 31 anos, morador de São Miguel do Oeste, foi morto. O restante do bando deixou ocorpoparatrásecontinuou entrando para o meio do mato. Enquantoaperseguição acontecia os moradores de Praia Grande se espanta- vam com o grande movi- mento. A todo momento chegavamviaturasdosmais diferentes tipos e lugares. Foram até lá a Polícia Mi- litar Rodoviária, Polícia Ambiental, Pelotão de Ope- raçõesEspeciaisdaBrigada Militar (POE), Pelotão de PatrulhamentoTático(PPT) de Araranguá e Criciúma, PM de Içara, Rocam (ronda com Motos), o canil da PM com cães farejadores, além do Batalhão Aéreo da PM e o Bope. Como sabia-se ser uma caçada demorada, algumas polícias levaram parte do setoradministrativodesuas centrais para organizar na cidade apoio como refeição e combustível entre outras necessidades dos policiais. Segundo a Polícia Militar erammaisde80homensen- volvidos na busca aos cinco criminosos – depois quatro com a morte de um- pela extensa mata fechada de Praia Grande. Para impedir os ban- didos de se movimentar barreiras fecharam as prin- cipais entradas e saídas de Rio do Boi.Aoperação abor- dou todos os veículos que passavam, desde automó- veis e caminhões até ônibus escolar para garantir que os bandidosnãoseinfiltrassem em famílias para sair do local. As barreiras também alertavam as pessoas sobre a importância de ir para um lugar seguro. Um segundo grupo co- nhecedor da região entrou na mata fechada buscando quatro homens que conse- guiram fugir levando dois reféns que na madrugada desábadoconseguiramfugir. No meio da mata foram en- contradasroupasedinheiro, dando pistas dos ladrões e algumashorasmaistardefoi encontrada grande parte do dinheiro roubado do banco. Nosábado,porvoltadas 17h, parte dos policias dei- xaram Praia Grande, mas a polícia da região continua em busca aos bandidos. Até a tarde de ontem a ação resultou na morte de um dos bandidos, a recupe- ração dos veículos furtados, apreensão de várias muni- ções, recuperação de parte do dinheiro roubado, todos osrefénslibertadoseumpo- licial ferido que passa bem. Comunidade fica sitiada
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ aViso dE liCitaÇÃo Edital nº 127/2015 - ModalidadE PrEGÃo PrEsEnCial OBJETO: Aquisição de 01 (um) chassi de caminhão 4x2R, com cabine leito (estendida) com possibilidade de transformação posterior em auto bomba tanque e resgate – ABNT, para o Corpo de Bombeiros Militar de Araranguá., cujas especificações encontram-se detalhadas no termo de referência anexo. lEi nº 3.375, dE 25 dE sEtEMBro dE 2015. OBRIGA OS ESTACIONAMENTOS PÚBLICOS E PRIVADOS COM VAGAS ESPECIAIS, DE AVISAR AOS MOTORISTAS SOBRE AS PENALIDADES SOBRE O DESCUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS. O Prefeito em exercício Volnei Roniel Bianchin da Silva, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Ficam obrigados os estabelecimentos públicos e privados, com estacionamentos abertos ao público, mesmo os não gratuitos, de fixar aviso quanto às penalidades impostas aos motoristas que desrespeitarem o uso das vagas especiais no local. Art. 2º Os avisos a que se refere o Artigo 1º deste deverão ser fixos nas vagas especiais, em locais de visibilidade absoluta, em proporção de um aviso para duas vagas. Parágrafo único. Os avisos deverão conter as dimensões de 90cm X 90cm, divididos em três partes de 25, 35 e 40cms, com os seguintes dizeres: a – na 1ª divisão, em fundo branco com letras pretas, caixa alta: “ATENÇÃO MOTORISTA”. b – na 2ª divisão, em fundo branco com letras vermelhas: “Não estacione nas vagas especiais sob pena de multa”. c – na 3ª divisão, em fundo azul com letras brancas: “Lei 10098/00, 10741/03, Resol. 303 e 304/06, Dec. 4806 e 4807/10.Art. 181 CTB, inciso XVII, multa leve 3 pontos CNH, R$ 53,20”. Art. 3º A infração ao disposto nesta Lei acarretará, primeiramente, em advertência e em caso de reincidência, multa diária de 35 (trinta e cinco) Unidades Fiscais de Referência Municipais - UFRMs. A não adequação se converterá em suspensão do alvará de funcionamento. Art. 4º Caberá ao Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, através da sua fiscalização, autuação e aplicação da multa prevista no artigo 3º desta lei. Art. 5º Os estabelecimentos em funcionamento na data do início de vigência desta Lei deverão adequar-se às suas disposições no prazo de 90 (noventa) dias, contados da data de sua publicação. Art. 6º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 25 de setembro de 2015. VOLNEI RONIEL BIANCHIN DA SILVA Prefeito Municipal em exercício Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 25 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.377, dE 25 dE sEtEMBro dE 2015. DISPÕE SOBRE A UTILIZAÇÃO DE VIDROS NAS FACES EXTERNAS DAS EDIFICAÇÕES, DE MODO A NÃO AMEAÇAR AAVIFAUNA. O Prefeito em exercício Volnei Roniel Bianchin da Silva, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Torna obrigatória a observância de critérios para a utilização de vidros transparentes nas edificações realizadas em todo o território municipal. Parágrafo único. Para os efeitos desta lei são considerados: I - vidros transparentes, aqueles através dos quais se vê além, ainda que apresentem cor em sua composição. Art. 2º As áreas envidraçadas de edificações, casas e muros, devem apresentar-se de forma a evitar o choque de aves contra os vidros, de acordo com os seguintes métodos: § 1º Fixação de adesivos impressos com a silhueta de predadores da própria unidade de conservação, ou uso de obstruções visuais, tais como, faixas de cores extremamente visíveis, plantas, cortinas, persianas, móveis, etc. que impeçam a devassidão do espaço limitado pelas lâminas de vidro. § 2º Consideram-se como áreas envidraçadas os fechamentos de varandas, guarda-corpos, portas, janelas, fachadas, muros ou qualquer face externa de edificações que se apresentar sob a forma dos vidros especificados no artigo 1º desta lei. § 3º Cada módulo de área envidraçada igual ou maior que 3m2 (três metros quadrados) deve conter um dos tipos de proteção a que se refere o caput deste artigo. Art. 3º Em portas de vidro de estabelecimentos comerciais, devem ser respeitados os termos do artigo 1º e artigo 2º e seus respectivos incisos da presente lei. Porém, no caso das vitrines comerciais, é facultado a esse tipo de estabelecimento, a possibilidade de preencher a vitrine, o seu interior, com objetos e outros itens a exposição. I – Vitrines sem objetos e materiais em exposição no seu interior, devem seguir os termos do artigo 1º e 2º da presente lei ou passar papel de cores fortes, por toda a sua superfície da vitrine. II - Os objetos e materiais expostos na vitrine, tem que ocupar um espaço mínimo, igual a metade da área de visão da vitrine. Tanto em comprimento de altura e como de largura. III - Os objetos devem estar posicionados, ou pelo menos alguns deles, há uma distância mínima de 30 centímetros da vitrine, para evidenciar ao pássaro, a existência do vidro. Art. 4º -As pessoas físicas ou jurídicas, de direito público e privado, que utilizem vidros transparentes em suas edificações, terão o prazo de 180 (cento e oitenta) dias, a partir da publicação desta lei, para se ajustarem à norma. Art. 5º Compete a FAMA, a proteção e melhora da qualidade ambiental, o controle e a fiscalização das edificações, casas e muros de modo a fazer cumprir esta Lei. Art. 6º O não cumprimento às disposições da presente lei sujeitará o infrator ao pagamento de multa arbitrada em valor correspondente a 10 UFIR (dez unidades fiscais de referência) por módulo em desajuste e de 20 UFIR no caso de reincidência. Parágrafo único. Os recursos provenientes do pagamento de multas serão revertidos a um Fundo, destinados ao reflorestamento de árvores frutíferas pela cidade. Art. 7º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 8º Revogam-se todas as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 25 de setembro de 2015. VOLNEI RONIEL BIANCHIN DA SILVA Prefeito Municipal em exercício Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 25 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.376, dE 25 dE sEtEMBro dE 2015. DENOMINA “RUA PEDRA MARIA CARDOSO” A RUA QUE FICA LOCALIZADAENTREARUAJOÃO PAULO II EARUANATALÍCIO ELIZIÁRIO FERREIRA, COM INÍCIO NA RUA GOVERNADOR CELSO RAMOS, NO BAIRRO COLONINHA, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito em exercício Volnei Roniel Bianchin da Silva, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica denominada “RUA PEDRA MARIA CARDOSO” a Rua que fica localizada entre a Rua João Paulo II e a Rua Natalício Eliziário Ferreira, com início na Rua Governador Celso Ramos, no Bairro Coloninha, neste Município. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 25 de setembro de 2015. lEi nº 3.378, dE 29 dE sEtEMBro dE 2015. AUTORIZAA PERMUTA DE ÁREA DE TERRAS NO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ. O Prefeito do Município de Araranguá, no exercício das suas atribuições legais, faz saber a todos os habitantes do município que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Fica o Prefeito Municipal autorizado a permutar a seguinte área de terras no município de Araranguá: “Um terreno rural, sito no Bairro Polícia Rodoviária, neste Município de Araranguá - SC, com área de 150.000,00 m² (Cento e cinqüenta mil metros quadrados), contida dentro da área maior Edital dE intiMaÇÃo ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 140530; Devedor(es): ARACELI MARIANE REUS DOS SANTOS - 098.132.709-50, End: Rua Vereador Severino Possamai, 817, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 29227 ; Apr: FCDL; VEN: 11/05/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 127,50 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140550; Devedor(es): EB COMERCIO DE TINTAS LTDAME - 09.172.774/0001-74, End: Rod. Br 101 Km 437, S/N, SOMBRIO; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: COOPERATIVA DE CREDITO VALE DO ITAJAI - VIACREDI; Sac: JSX PISOS INDUSTRIAIS EIRELI - ME; Tit: 0190003 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 25/10/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 2.400,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140509; Devedor(es): LETICIA THIESEN BITENCOURT - 081.571.799-71, End: Rua Padre João Reitz, , Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: BV FINANCEIRA S/A C.F.I.; Sac: ; Tit: 116100475 ; Apr: BV FINANCEIRA S/A C.F.I.; VEN: 21/04/2015; Esp: Cédula de Crédito Bancário por Indicação; Val: R$ 31.141,73 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140398; Devedor(es): LUANA SOARES DE SOUZA - 097.819.379-20, End: Rua Breno Cardoso, 1400, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONTRA TEMPO MODAS LTDA ME; Sac: CONTRATEMPO MODAS LTDA ME; Tit: 17665 ;Apr: FCDL; VEN: 10/05/2015; Esp: Nota Promissória; Val: R$ 968,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96.Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140531; Devedor(es): LUANA SOARES DE SOUZA - 097.819.379-20, End: Rua Eralides da Silva Ferreira, 618, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 31211 ;Apr: FCDL; VEN: 16/09/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 156,06 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 140512; Devedor(es): MARISETE BORGES - 613.597.009- 78, End: Rua Rio de Janeiro, S/N, Balneario Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: BANCO COOPERATIVO SICREDI SA; Sac: PATY JOIAS; Tit: 1182-3 ; Apr: BANCO BRADESCO S A ; VEN: 20/10/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 348,35 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 70,13. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 42,20 - Condução R$ 14,18 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 70,13. Prot: 140508; Devedor(es): MIGUEL DA SILVA GOMES - 398.469.039-87, End: Rua Valerim Inacio da Rosa, sn, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: BV FINANCEIRA S/A C.F.I.; Sac: ; Tit: 900346210 ; Apr: SCHULZE ADVOGADOS ASSOCIADOS; VEN: 05/11/2015; Esp: Cédula de Crédito Bancário por Indicação; Val: R$ 2.031,70 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 09/11/2015. Sombrio - SC, 09/11/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 13h45min; do dia 19 de novembro de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. ABERTURA DOS ENVELOPES: Às 14h00min do dia 19 de novembro de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006, Lei Complementar 147/2014 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ararangua. sc.gov.br Araranguá, SC, 06 de novembro de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane Silva de Souza Pregoeira VOLNEI RONIEL BIANCHIN DA SILVA Prefeito Municipal em exercício Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 25 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração
  17. 17. Publicações Legais 17Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 de 1.220.072,985m2, matriculada sob o n. 41.098, no Cartório do Registro de Imóveis da Comarca de Araranguá/SC, com as seguintes medidas e confrontações: AO NORTE, onde mede 463,73m com terras de Floresul – Florestamento e Reflorestamento Sul Ltda. (Mat. 41.098); AO SUL, onde mede 345,65m com terras de Cesário Cibien eAldaAmboni;AO LESTE, onde mede 361,22m com terras de Floresul – Florestamento e Reflorestamento Sul Ltda. (Mat.41.098); e AO OESTE, onde mede 185,22m, com terras de Romeu Carlessi, Sirlei de Souza Gomes, Maria Gomes da Silva, Nilseia de Souza Gomes, Julio Pasquali, Luiz Paulo Schalb e Edith D’Avila, fazendo um repiquete no sentido Oeste-Leste a Sul onde mede 91,35m com terras de Romeu Carlessi, Sirlei de Souza Gomes, Maria Gomes da Silva, Nilseia de Souza Gomes, Julio Pasquali, Luiz Paulo Schalb e Edith D’Avila, fazendo um segundo repiquete no sentido Norte-Sul a Oeste, onde mede 161,10m, com terras de Romeu Carlessi, Sirlei de Souza Gomes, Maria Gomes da Silva, Nilseia de Souza Gomes, Julio Pasquali, Luiz Paulo Schalb e Edith D’Avila.” § 1º O imóvel citado no caput deste artigo, será utilizado exclusivamente para a implantação de instituição de ensino. Art. 2º - Tal imóvel, localizado no Município de Araranguá, acima descrito, se destina à instalação de instituição de ensino, e foi declarado de utilidade pública por força do Decreto Municipal n. 6.904, de 13 de abril de 2015, e será permutado com a área de terras abaixo descrita: “Um terreno urbano, encravado, situado no Bairro Urussanguinha, nesta cidade de Araranguá/SC, com a área de 14.520,00m2 (Catorze mil e quinhentos e vinte metros quadrados), com as seguintes confrontações: AO NORTE, onde mede 220,00m, com terras de Walter Belinzoni; AO SUL, onde mede 220,00 m, com terras de herdeiros de Laercino Henrique Bernardino; AO LESTE, onde mede 66,00 m, com terras de Walter Belinzoni; eAO OESTE, onde mede 66,00 m, com uma Sanga. Imóvel matriculado sob o n. R-10/25.652, no livro 2 do Registro Geral, às fls. 2 e 2v, do Cartório do Registro de Imóveis da Comarca de Araranguá.” Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 29 de setembro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 29 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ lEi nº 3.379, dE 13 dE outuBro dE 2015. ALTERA OS ARTIGOS 7º E 8º DA LEI Nº 3.148 DE 19 DE ABRIL DE 2013. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Ficam alterados os artigos 7º e 8 º da Lei Municipal nº 3.148 de 19 de abril de 2013, que passam a vigorar com a seguinte redação: lEi nº 3.381, dE 15 dE outuBro dE 2015. ALTERA O ARTIGO 5° DA LEI N° 1957, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1999 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito do Município de Araranguá, no exercício das suas atribuições legais, faz saber a todos os habitantes do município que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Fica alterado o artigo 5º da Lei nº 1957, de 29 de dezembro de 1999, institui a entidade executiva de trânsito do município de Araranguá e dá outras providências, que passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 5º - A JARI é formada por três (3) membros titulares, três (3) suplentes, com reconhecida experiência em matéria de trânsito, indicados da seguinte forma: I - um presidente da Junta e respectivo suplente, portador de curso superior, indicado pelo Chefe do Poder Executivo; II - um representante da entidade executiva rodoviária de trânsito e respectivo suplente, indicado pela Autoridade Executiva de Trânsito; III - um representante de entidade representativa dos taxistas no Município de Araranguá e respectivo suplente, obrigatoriamente domiciliados no Município de Araranguá, indicados por seu Presidente; § 1º - O mandato dos componentes da Junta é de dois (2) anos, admitida a recondução. § 2º - A experiência em matéria de trânsito a que se refere o “caput” deste artigo, será medida através de exame de suficiência em legislação de trânsito, onde os indicados alcancem, pelo menos, 70 % (setenta por cento) de aproveitamento, ou por correspondente comprovação de frequência em cursos técnicos na área de trânsito, com carga horária mínima de 60 H/A. § 3º -Após a aprovação das indicações, são os membros da Junta nomeados por ato do Prefeito.” § 4º – Fica o Executivo autorizado a remunerar os membros da JARI, por sessão, no valor de R$ 394,00 (trezentos e noventa e quatro reais), correspondente a 50% (cinquenta por cento) do Salário Mínimo Nacional. § 5º - Os membros da JARI se reunirão ordinariamente duas vezes por mês e extraordinariamente quando houver necessidade e por convocação do Presidente da JARI.” “Art. 7º Fica criado o Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil. Art. 8º Os membros do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil serão designados pelo seu Coordenador, por indicação dos órgãos que o constituem.” Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 13 de outubro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 13 de outubro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração Art. 2º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 15 de outubro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 15 de outubro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração apartamento de dois quartos, com garagem, localizado próximo ao Beto Gil Bairro: Barranca - Araranguá R$ 400,00 Contato: 9922-5227 ou 3522-1729 Aluga-se
  18. 18. Publicidade18 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015
  19. 19. Entrevista 19Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 [PeloEstado] - Qual a expec- tativa de crescimento no nú- mero de turistas para a pró- xima temporada de verão? Valdir Walendowsky - O mercado está indicando, com as compras de passagens em voos comerciais e charter, com o pré -pagamento para reserva em hotéis já há alguns meses, princi- palmente através de operadores e agentes de viagem, que deve haver um grande crescimento, num percentual próximo dos 30% sobre a temporada 2014/2015, o que vai representar 8 milhões de pessoas passeando pelo estado, entre visitantes estrangeiros, vin- dos de outros estados e também de catarinenses circulando entre cidades e regiões. Esse aumen- to acontece, em parte, por causa da desvalorização do real frente ao dólar e ao euro, o que inibe as pessoas deviajarem para o exte- rior. Consequentemente, o nosso destino fica competitivo para os turistas estrangeiros que têm essa moeda no exterior. Essa questão cambial vai incrementar o turis- mo no Brasil como um todo. [PE] - Mais uma vez o lito- ral catarinense vai receber o maior fluxo de visitantes? Walendowsky - Sim, a tem- porada de verão é (roteiro) Sol e Mar. Ainda assim, detectamos que haverá crescimento também no interior do estado, porque tem pessoas que preferem lugares com temperaturas mais aprazíveis, como a região serrana. Outros po- dem preferir as estações termais. Só que temos que ter a visão de que as cidades precisam dispor de equipamentos condizentes com as necessidades dos turistas. As nossas cidades com águas ter- mais já têm de uma estrutura de hotelaria e isso atrai o visitante. É preciso estrutura para o turista Trabalhamos o ano todo para a promoção do turismo e não só da temporada.PeloEstado Entrevista VALDIR WALENDOWSKY Natural de Brusque, cursou Engenharia Civil (FURB) e Administração de Marketing (Unisul). Começou a lidar com a área do Turismo em 1980, na prefeitura de Brusque. Preside a Santa Catarina Turismo S.A. (Santur) desde janeiro de 2011. É seu segundo período no comando da empresa. O primeiro transcorreu de julho de 2007 a julho de 2010. Nessa entrevista exclusiva à Coluna Pelo Estado, Walendowsky afirma que é preciso apostar no setor. “É uma indústria altamente positiva para o Estado de Santa Catarina. Uma atividade que, de acordo com a Organização Mundial do Turismo, terá curva ascendente até 2030. Tanto os municípios quanto empresários podem apostar em nosso turismo”, aconselha. Segundo ele, os roteiros de Sol e Mar movimentam 50% do turismo mundial, o que se confirma em Santa Catarina. Além disso, avalia: “A questão cambial vai incrementar o turismo no Brasil como um todo”. se hospedar, comer, comprar, ter opção de lazer. Caso contrário, o visitante não permanece, por mais que o lugar tenha belezas naturais. Também pesa o bom atendimen- to, a mão de obra qualificada. [PE] - As cidades turísticas do litoral catarinense estão preparadas para receber tantos visitantes? Walendowsky - O turismo de Sol e Mar é feito em toda a cos- ta catarinense, desde o Sul até o Norte, ainda que a concentração maior esteja entre Balneário Cam- boriú e Florianópolis. Temos uma capacidade maior de receber do que tínhamos há dez anos. Todas as cidades do litoral receberam investimentos em novas constru- ções. E entram aí as unidades ha- bitacionais que vão para locação de temporada, uma característica de Santa Catarina que tem cres- cido e que vai absorver boa parte desses visitantes. [PE] - E em serviços? Walendowsky - As empresas responsáveis pelo fornecimento de água e luz, Casan e Celesc, vêm ampliando e melhorando os seus sistemas de distribuição, não só para a temporada, mas para a po- pulação fixa também. E não só no litoral, mas em todas as regiões. As duas empresas estão cientes do crescimento sazonal e têm feito os investimentos necessários para esse atendimento. Na Segurança Pública, é bom lembrar que San- ta Catarina tem um histórico de muita competência, com investi- mentos permanentes. O planeja- mento já está feito e novamente nosso estado vai dar o exemplo. O próprio governador Raimundo Colombo acompanha diariamente essa questão, porque é muito im- portante para Santa Catarina fazer uma boa temporada, pela relevân- cia na abertura de postos de traba- lho e de geração de receita. [PE] - Apesar das boas pers- pectivas, a Santur mantém o trabalho de divulgação de Santa Catarina. Walendowsky - Trabalhamos o ano todo para a promoção do turismo e não só da temporada. NossapremissabásicaéqueSanta Catarina tenha movimentação tu- rística o ano todo e em todo o seu território. Entretanto, temos que considerarqueSoleMarresponde por 50% do turismo do mundo. E em Santa Catarina não é diferente. Cidade, Estado e União precisam se preparar cada vez mais, cada um fazendo sua parte. No caso da mobilidade urbana, por exemplo, não cabe ao governo estadual fa- zer tudo. Municípios e governo federal precisam fazer sua parte. No caso do aeroporto de Floria- nópolis... não cabe ao Estado ao ao Município, uma vez que se tra- ta de um aeroporto federalizado. Mas a ampliação não aconteceu e está difícil de acontecer. O Estado está fazendo o que pode. [PE] - Do que não foi feito, nesses 12 meses entre tem- poradas, o que é mais grave? Walendowsky - A infraestrutu- ra aeroportuária em Santa Catari- na está bem complicada. E aí des- taco os aeroportos internacionais de Florianópolis e de Navegantes. Se o trade turístico for consultado, o maior anseio estará aí. Limitan- do o número de voos, limita-se também o número de visitantes. Se esses aeroportos tivessem uma concepção mais moderna, pode- riam receber até voos de outros continentes e não só do Mercosul, direto para Santa Catarina. Seria um avanço. [PE] - E o que foi feito e que vai facilitar a vida de turistas e moradores? Walendowsky-EmFlorianópo- lis, a principal obra é a duplicação da SC-403, que leva ao Balneário Ingleses. Ainda no Norte da Ilha, tem o elevado de Canasvieiras, que também vai melhorar muito a trafegabilidade por ali. Saindo da Capital, temos a conclusão da BR-101-Sul e a inauguração da ponteAnitaGaribaldi,quejávirou um atrativo turístico. A conclusão desse trecho vai melhorar muito a mobilidade de quem vem do Sul do Brasil e do Mercosul. O impac- toépositivonãosónaquelaregião, mas o estado e o país. O último en- trave é o morro do Formigão, cujo túnel vai ser liberado até o final do ano. Soma-se aí o aeroporto de Jaguaruna, também no Sul. São situações pontuais e com gran- des reflexos no nosso turismo. [PE] - Como está a expectati- va para a chegada de cruzei- ros marítimos? Walendowsky - Aí está um pro- blema do Brasil e não só de Santa Catarina. Os armadores apontam o custo Brasil como inibidor para a vinda de mais navios. As tarifas para a entrada no porto, atra- cação e de permanência ficam, somadas, em média 30% a 40% mais caras em comparação com outros países. Ainda assim, Itajaí e Porto Belo vão receber 27 navios na próxima temporada. A desva- lorização do real não impactou porque a programação chega a ocorrer dois anos antes. O porto municipal de Porto Belo, único porto turístico do Brasil, ainda não tem postos da Receita Fede- ral, da Polícia Federal e da Anvisa (vigilância sanitária) para fun- cionar melhor. Estamos tratando disso há mais de 15 anos. A expec- tativa é que tudo se resolva até o final de novembro. É um porto muito bonito e de grande atrati- vidade. Quando contar com esses serviços, poderá receber os navios que vêm do Cone Sul, principal- mente Uruguai e Argentina. Ao entrar em água brasileiras, o pri- meiro lugar de parada tem que ter esses organismos federais para nacionalizar o navio. Não tendo, o navio para antes ou passa direto, porque é caro parar vezes segui- das. Com isso, perdemos movi- mentação turística. Os navios que chegam pelo Cone Sul, acabam seguindo direto para o Rio de Ja- neiro ou para São Paulo. Santa Catarina se prepara para receber 8 milhões de turistas Por: Andréa Leonora | Entrevista exclusiva distribuída aos diários que formam a rede Central de Notícias Regionais e Associação dos Diários do Interior (CNR-SCeADI-SC) Florianópolis - 09Nov15 CENTRAL DE DIÁRIOS VINTE E NOVE INTEGRADOS DIÁRIOS INTEGRADOS PRESENÇA EM 62% DE SC PeloEstado peloestado@centraldediarios.com.br www.centraldediarios.com.br Polícia Militar 51 cidades 157 praias 35 balneários 17 estâncias hidrominerais 5.259 policiais militares 881 viaturas 5 aeronaves Polícia Civil 32 cidades 1.159 policiais civis 2 aeronaves Corpo de Bombeiros 37 cidades 157 praias 312 postos de guarda-vidas 275 guarda-vidas militares 1.236 guarda-vidas civis 53 embarcações 43 motonáuticas 2 aeronaves Segurança Pública Operação Veraneio 2015/16
  20. 20. segunda-feira, 9 de novembro de 2015
  21. 21. > Recife OSport está cada vez mais vivo na briga pelo G-4 da Série A do Campeonato Brasileiro. Ao fazer valer o mando de campo na Ilha do Retiro, ondenãoperdeuesteano,o Leão sofreu com um adver- sário duro pela frente, mas graças ao atacante André, venceu o Grêmio, por 1 a 0, e diminuiu a distância do G-4 para apenas dois pontos. Apesar da vitória, os gremistas incomodaram bastante e não facilitaram avidadospernambucanos. OgoleiroDaniloFernandes foi um dos destaques com três defesas salvadoras. O Sport chegou aos 52 pontos e igualou as melho- res campanhas na Série A dos pontos corridos. O númerohaviasidoatingido em2008e2014.Apesardis- so, só ganha uma posição na rodada e posiciona-se emsétimo.OGrêmiosegue tranquilo no G-4. Tem 60 e uma distância confortável de seis para o Santos, o quarto. O Sport volta a jogar pela Série A, no próximo domingo, contra o Cruzei- ro, no Mineirão. A rodada aconteceria no meio da outra semana, por conta dos jogos da seleção nos próximos dias, mas a CBF antecipou o confronto do Leãocontraosmineiros.Os gaúchos recebem o Flumi- nense, na quinta-feira, 19. SportvenceoGrêmiopor1a 0eficaadoispontosdoG-4 Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 ³ 18-41-43-59-71CONCURSO 3.928 QUINA 07/11 ³ 1º 47743 600.000,00 ³ 2º 96078 37.200,00 ³ 3º 59874 37.000,00 ³ 4º 69253 36.800,00 ³ 5º 89804 36.608,00 CONCURSO 5.021 Destino Bilhete Valor do Prêmio (R$) LOTERIA FEDERAL 07/11 ³ 06-11-16-23-36-42 CONCURSO 1.758 MEGA SENA 07/11 Brasileirão Coloradosvibramcom vitóriano"coração"e garantemânimoporG-4 > poRto alegRe Quando não dá na técnica, que a vontade e o "coração" façam a diferença. Foi assim, na base da superação que os colorados creditaram a vitória por 1 a 0 sobre a PontePretanestesábado no Beira-Rio. Ao longo dos 90 mi- nutos,oIntersofreupara furar o bloqueio da equi- pedeCampinas.Chegou a ser envolvida e correr riscos de perder. Porém, se esforçou. Não desistiu atéconseguiroresultado. Para Juan, esta vitória pode ser o diferencial para a caminhada rumo à vaga a Libertadores.
  22. 22. > Sombrio Após dez anos de espera Sombrio novamente conquista me- dalhasnovoleibol,emcom- petições regionais. Foram três categorias e três pódios: medalha de prata na categoria sub 7, masculino e feminino, perdendo no Tie Breack paraAraranguáemambos os jogos. Nacategoriasub15,fe- minina,vitóriasobreTurvo e terceira colocação, meda- lha de bronze no peito. "Agoranossasatenções se voltam ao Jerva, mas hoje temos que agradecer a estes atletas por ter nos representado bem nova- mente e ter levo Sombrio de volta ao pódio no vôlei de nossa região", disse o professor Claudiovani Bi- tencourt, técnico do Novo Vôlei Sombrio. Prataebronzenafinaldevôlei 2 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 > Sombrio O Campeonato Sombriense de Fute- bol Amador 2015 teve mais uma rodada das > ArArAnguá Depois de encerra- da a primeira fase do campeonato da Larm neste domingo, o Ara- ranguá Esporte Clube ficou conhecendo os dois times que irão se enfrentar na segunda fase, e quem vencer jogará diante do AEC nas semifinais. A parti- da provavelmente será no dia 28 de novembro Basetem maisumarodada AECjátemadversário nasemifinal Garantido Neste domingo, no Estádio Domingão na Lagoa de Fora, o Ferpa venceu a Turimar de virada e garantiu a primeira colocação em seu grupo. Com isso, fica apenas aguardando a confirmação de seu adversário das quartas de finais. O adversário do Ferpa da próxima fase deverá ser a equipe da Rua Nova. O primeiro confronto já definido da próxima fase é o jogo entre Gaivota E.C e Valência. Quase se Complicou Antes do início da partida, o que todos comentavam era que seria uma vitória fácil da equipe do Ferpa em cima da Turimar. Mesmo saindo atrás do placar com gol de Ré- gis, o Ferpa conseguiu se encontrar em campo e dominou as ações do jogo em boa parte da partida. O empate do Ferpa veio ainda na primeira etapa, com gol de Carlinhos. Logo no início da segunda etapa a Turimar ficou com um jogador a menos, por que o camisa 13 Rodrigo sofreu uma contusão no ombro e teve que sair, e a equipe não tinha mais jogadores no banco de reservas. Com o decorrer da segunda etapa, o Ferpa natural- mente chegou a virada com gols de Sandro e Leonardo, e poderia até ampliar o placar, porém o final do jogo reservou emoções. Aos 38 minutos, a Turimar empatou com Marcelo, poucos minutos após o gol sofrido o Ferpa ampliou com Leonardo novamente, dois minutos após o gol do Ferpa, a Turimar descontou mais uma vez para por fogo na partida. Nos minutos finais faltava o último passe e a Turimar não conseguiu criar chances claras de gols para empatar a partida, e o placar final foi de 4 a 3 para o Ferpa. Permanência O Criciúma conseguiu um resultado importantíssimo neste sábado, uma vitória contra o líder Botafogo, que dá um gás a mais para buscar a permanência do clube na série B do Brasileirão. Antes do jogo o Tigre entrou pressionado, pois o Ceará havia vencido e a distância para a zona de rebaixamento ficou de apenas 1 ponto. Mesmo não jogando bem o Tigre conseguiu a vitória pelo placar de 1 a 0 com gol de Mau- rinho. Com o resultado, a distância para o rebaixamento permaneceu em 4 pontos, e com isso está muito próximo de conseguir sua permanência na série B. Muito Próximo Em um Brasileirão marcado por muitos erros da arbitragem, e também com um nível técnico inferior em comparação aos últimos anos, o Corinthians foi a equipe que mais manteve a regularidade. Mesmo durante a com- petição perdendo jogadores importantes, o técnico Tite conseguiu montar um esquema tático quase imbátivel, e está muito próximo de conquistar mais um título impor- tante no comando do Corinthians, e levar o Timão ao seu sexto título do Campeonato Brasileiro. (48) 9616 5258 esporte@grupocorreiodosul.com.br categorias de base nes- se domingo, no Estádio Antônio Sant'Helena. Quatro partidas foram realizadas nas categorias sub 12, sub 14 e sub 17. fora de casa e no dia 6 de dezembro em casa, no CT Emerson Almeida. O adversário sairá do confronto entre Ca- ravaggio e Turvo. Quem passar de fase enfrenta o AEC nas semifinais. Já o Metropolitano es- pera o vencedor de Lau- ro Muller e Carbonífera. Os jogos da segunda fase serão disputados em ida e volta, assim também os jogos das semifinais. Confira os resultados: Sub12: Guarani 2x2 Amja Sub14: Guarani 3x0 Amja Sub17: Guarani 2x0 São Francisco Sub17: Só Canelas 1x0 Ipiranga por W.O.
  23. 23. nhecidopoucoantesdas23 horas.Nasarquibancadas, o público compareceu em grande número e vibrava a cada instante dos jogos. A cerimônia de encerra- mento ocorreu por voltas 21h20min, e contou com a presença de autoridades políticas do município, entre elas o prefeito San- dro Maciel, empresários e direção da empresa Pro- dapys, patrocinadora do campeonato neste ano. A primeira disputa ocorreu entre as equipes Bola Pra Cima e Sementi- nhas, pela categoria sub9, e quem levou a melhor > ArArAnguá Emoções do início ao fim. Assim fi- cou marcada a noite a noite de jogos de sexta- -feira, no Ginásio de Es- portes Padre Ézio Julli, em Araranguá. Após pouco mais de um mês e meio de intensas dis- putas, foram conhecidos os campeões das seis ca- tegorias do Campeonato Municipal de Futsal de Araranguá – Taça Pro- dapys 2015. Os duelos iniciaram às 18 horas e o último campeão só foi co- Política 3Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Jogos acirrados nas finais de futsal Grande final Seis jogos marcaram as finais do Campeonato Municipal de Futsal. Na categoria masculino livre, a equipe Inter/Fátima Esportes foi a campeã foi a Bola Pra Cima ao golear o adversário por 5 a 0. As duas equipes, inclusive, marcaram um duelo particular na noite de sexta, já que ambas também decidiram pela categoria sub11. Desta vez, quem ficou com o título foi Sementinhas, ao vencer por 6 a 5 em jogo bastante acirrado e ânimos exaltados das comissões técnicas dos ti- mes. Na categoria sub13, mais uma vez a Bola Pra Cima disputou a final. O adversário Lagoão não impediu a segunda con- quista da Bola Pra Cima. Placar: 10 a 2. Na disputa pelo tí- tulo da categoria sub15, Sementinhas retornava à final contra a Megga Center. Neste confron- to brilhou a estrela do goleiro Josué da equipe Megga Center. No pri- meiro tempo, enquanto a partida ainda estava com o placar zerado, o arqueiro defendeu uma cobrança de penalidade. E na etapa final, já com um tento a zero a favor, nova cobrança de pênal- ti para Sementinhas e outra defesa do goleiro. Sem muito tempo para o adversário reagir depois de duas situações próxi- mas de gols e com o jogo sob controle, Megga Cen- ter levantou a taça com o placar mínimo. Penúltima partida da noite, as mulheres entraram em campo para um jogo bastante técnico e qualificado. Frente a frente, AraraSport e Bla- ck White duelavam pela única categoria feminina da Taça Prodapys.Ambas jogavam com muita von- tade de vencer, porém, ao fim do apito do árbitro, exploração de alegria em quadra da equipe Ara- raSport, vencedora do confronto por 3 gols a 1. Pela categoria masculino adulto, a principal do campeonato, o campeão só foi conhecido na pror- rogação: Inter/Fátima Esportes venceu por 4 a 2 a equipe Boleiros/Funerá- ria Santa Terezinha. Depois de cinco in- tensas finais, a última partida da noite também rendeu fortes emoções. O público manteve-se fiel até o último minuto e pôde conferir um grande espetáculo dentro das quatro linhas. Inter/Fá- tima Esportes e Boleiros/ Funerária Santa Terezi- nha proporcionaram um jogo eletrizante, aos mol- des do que já havia ocorri- do em toda a competição. A partida foi marcada pelo equilíbrio no placar resultando em prorroga- ção, após empate em 2 a 2. Mais eficientes, os atletas do Inter/Fátima Esportes lograram êxito na decisão ao marcar outros dois gols. Com 4 a 2, a equipe levantou o troféu de cam- peão, recebeu um cheque simbólico no valor de R$ 1 mil reias, e ainda teve o goleiro Renan o menos va- zado do campeonato, com apenas 17 gols sofridos. Aos vice-campeões Bolei- ros/Funerária Santa Tere- zinha restaram levantar a taça de 2º lugar, o cheque de R$ 600, e o troféu de artilheiro do campeonato ao atleta João Otávio que balançou as redes adver- sárias 14 vezes. “Fico feliz com o suces- so do campeonato. Para- benizo a todas as equipes que participaram da Taça Prodapys deste ano, em especial aos finalistas e campeões que demonstra- ram muita garra durante os jogos. Não poderia es- quecer também do grande público presente. Ao de- mocratizar as categorias do campeonato e levá-las para a quadra, a gente percebeu o envolvimento de muitas pessoas, prin- cipalmente dos pais que vieram acompanhar as partidas dos seus filhos. Foi um momento em que as famílias estavam no ginásio torcendo e moti- vando os atletas. Isto para nós é muito gratificante”, declara o subsecretário municipal de Esportes, Luciano Pires ao lembrar ainda da organização do campeonato. “Este é um momento de agradecer aos membros da subse- cretaria de Esportes que se envolveram no cam- peonato, prefeito Sandro Maciel e vice Rodrigo Tu- ratti pelo grande apoio e confiança na missão que nos foi dada, ao professor Búrigo e ao patrocinador desta edição, a empresa Prodapys”, reconhece. A Taça Prodapys 2015 foi uma realização da Prefei- tura de Araranguá, por meio da Subsecretaria Municipal de Esportes, e contou com a coordenação da JB Esportes do profes- sor, José Búrigo.
  24. 24. 4 Correio do Sul Segunda-feira, 9 de novembro de 2015 Tigre vence, foge do Z-4 e adia volta do Bota à Série A: 1 a 0 em Criciúma > criciúma São 343 dias de tristeza, piadas dos rivais e expectativa em estar de volta. E a espera ainda não aca- bou. A Série B, realidade desde 30 de novembro do ano passado, com derrota ao Santos, faz parte do presente do Botafogo. Neste sábado, ao perder para o Criciúma por 1 a 0, em Santa Catarina, o Alvinegro não aproveitou a primeira chance de retornar à elite do Cam- peonato Brasileiro. O Tigre, porém, conseguiu diminuir o risco de queda à Série C. O Tigre, com 42 pon- tos, é agora o 14ª coloca- do. Volta a jogar em casa, no Heriberto Hülse, na terça-feira, às 19h (de Brasília). O rival é o Boa Esporte. O Botafogo, no Passo das Emas, desafia o Luverdense, no mesmo dia, às 21h30. Continua líder, com 65 pontos. Finalizar três vezes na trave em 17 minutos, todas com Ronaldo, foi o cartão de visitas do Bota no primeiro tempo. Superior, o time carioca ainda teve boas chances com Neilton e Willian Arão. O toque de bola e as iniciativas pelas laterais confundiram a marcação do Tigre, um time lento e de pouca qualidade. Ne etapa final, com Roger Guedes, os donos da casa melhoraram. Perderam gol em falta técnica dentro da área cobrada por cima pela novidade. Ele mesmo em outrochutequasefezo primeiro gol do jogo. Que saiu aos 20 minutos, após RogerGuedesfazerboajo- gada, Jefferson dar rebote e Maurinho completar ao gol. O Bota, muito mal, quase nada produziu. E desperdiçou a chance de subir. A má fase do Tigre levou pouca gente ao He- riberto Hülse. O público total foi de 5.127 pessoas, para renda de R$ 91.520. Brasileirão Série B Brasileirão Série A Brasileirão Série B

×