www.grupocorreiodosul.com.br
ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.774
qUARTA-feiRA, 14 de oUTUbRo de 2015
R$ 2,00
Grupo
22º 19º
Sol com mui...
Política
Jarbas Vieira
Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015
jarbas@grupocorreiodosul.com.br
(48) 9966.5326
C...
“A gente começou a par-
ticipar dos campeonatos
no município e depois
no ParaJesc”, contou a
professora.
Anderson é portad...
Geral4 Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015
Boas ideias de bons professores
Gislaine Fontoura
EducAção
Para ...
dedor, que deverá reunir
jovens empresários de
todo o estado.Aabertura
ocorre na quinta-feira.
No dia seguinte, eles
parti...
Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente
Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador J...
Geral 7Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015
³Fisioterapeuta Amanda avalia os participantes
Quanto mais chove...
Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão
Novelas
Além do Tempo -18h
I love Paraisópolis -19h
A Regra do Jogo -21h
D
o...
Polícia 9Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015
> Sombrio
Na madrugada de
terça-feira, a Polícia Mi-
litar de ...
10 Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015 Publicidade
a chegada do grupo.
Segundo os policiais,
não é apenas uma doação
de presentes e sim uma
troca mútua de carinho
e respeito...
Publicidade12 Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015
Publicações Legais 13Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015
PROJETO DE LEI Nº 874, DE 04 DE SETEMBRO DE 2015
D...
Publicações Legais14 Correio do Sul
Quarta-feira,
14 de outubro de 2015
LEI Nº 875, DE 13 DE OUTUBRO DE 2015.
ALTERA NOME ...
lado entre Douglas Costa
e Willian e muita velo-
cidade, a Seleção tinha
a posse de bola, mas
errava no último lance
e irr...
QUARTA-feiRA, 14 de oUTUbRo de 2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal digital 4774_qua_14102015

295 visualizações

Publicada em

Correio do Sul

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4774_qua_14102015

  1. 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.774 qUARTA-feiRA, 14 de oUTUbRo de 2015 R$ 2,00 Grupo 22º 19º Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Ladrõestentam fazerburacoemprédio Homemlevatirono tórax noArroio doSilva Polícia Geral Mautempodeixa SerradaRocinha quaseinstransitável Timbé do Sul 7Página 11Página Caravana da Alegria Polícia Civil distribui brinquedos para crianças nos bairros 11 9 Página Página
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “O PSB decidiu que também lançará candidatura a prefeitura de Sombrio”. Ele disse: ‘ ‘Presidente do partido, Omir Stuart, após reunião que o indicou como pré-candidato a prefeito em 2016. Arroio: Partidos cogitam coligação L ideranças políticas de oito partidos do Bal- neário Arroio do Silva se encontraram, na noite de segunda-feira, 12, para tratar de futuras alianças visando as elei- ções do próximo ano. A intenção é unir o PMDB, PP, PSDB, PDT, DEM,PTB,PSB,PPS,numafutura coligação. Participaram do encon- tro o ex-vice-prefeito Mário Mota, vereador Giovane Motta Martins, vereador Marcio Macan, vice prefeito Fernando Borges, presi- dente da Câmara de Vereadores Paulo Martins dos Santos Junior, o Chocolate, Frederico Borges, Aristides Pereira, Asteróide José Juventude progressista distribuiu doces as crianças de diversos bairros de Sombrio. A ação foi prestigiada pelos (48) 3522-3777 Costa, Daniel Robson Borges, Jovens progressistas em ação social Borges,vereadorSergioPolicarpo, Daniel Souza, ex-prefeito Paulo Pedroso Vitor, Alcir Marques e Fernando Vitor. A iniciativa visa isolar o PSD, do prefeito Evandro Scaini, que já não pode mais con- correr a reeleição. Porém, pelo nú- mero expressivo de partidos e de lideranças reunidas, com muitos caciques da política arroiosilven- se, é difícil imaginar uma chapa que congregue e agrade a todos. De qualquer forma, o movimento obrigará o PSD a iniciar também as conversas a respeito de 2016, definindo inicialmente se terá candidato, ou, se apoiará alguma das legendas hoje aliadas.André Borges, empresários Jairo Participação feminina Deputados estaduais Zé Milton (líder da banca- da), Silvio Dreveck (líder do Governo) e João Amin, receberam as suplentes de deputado estadual, Beth Tiscoski, Vivian Ta- mai e Carmelina Barjona, para conversar sobre a importância da participação da mulher na política. Na conversa foi destacada a presença feminina, ainda reduzida, em cargos centrais da política, assim como a quantidade de candidatas a cargos eletivos. Segundo Zé Milton é importante projetar caminhos para viabilizar uma confiança maior das mulheres na vivência política. Também par- ticiparam do encontro os prefeitos de Jaraguá do Sul, Dieter Janssen e de Rio dos Cedros, Fernando Tomaselli, ambos do PP. Valores Deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) vai propor um pedido de diligência para buscar informações sobre o impacto financeiro da transformação das SDRs em Agências de Desenvol- vimento Regional. O pedetista acredita que a economia será mínima e não atenderá a neces- sidade atual de se economizar. dois pré-candidatos que repre- sentam o projeto de renovação política da sigla: Teco Silvério e Cris Rosa. Ambos estão em pré- -campanha, na busca de apoio dentro do partido para uma possível candidatura a prefeito de Sombrio em 2016.
  3. 3. “A gente começou a par- ticipar dos campeonatos no município e depois no ParaJesc”, contou a professora. Anderson é portador da Síndrome de Poland, que afeta o lado esquer- do do seu corpo, tendo comprometimento na musculatura, na mão e o encurtamento do braço. Ele voltou para casa com a medalha de prata. “No tênis de mesa eu comecei a treinar quando estava no 5º ano, um amigo me ensinou a jogar, a profes- sora encaminhou para a escolinha e alguns ami- gos também me incenti- varam”, falou Anderson. Ele também joga futebol e vôlei, mas compete so- mente no tênis de mesa. O primeiro lugar da competição ficou com um rapaz de Itapoá, de 14 anos. Anderson além de estudar e jogar tênis de mesa é vereador mirim de Araranguá, quando não está estudando, na Câmara de Vereadores ou jogando ele fica em casa, ajudando a mãe que tem problemas de mobilidade. Leonardo é portador de artrogripose múltipla congênita, que afeta as articulações duras dos braços, pernas, mãos, joelhos e pés. O jovem diz que para ele é tran- quilo praticar tênis de mesa e que joga futsal também para se distrair. Sobre a participação no ParaJesc, classifica de emocionante. “Fiquei muito feliz. Fomos, eu o Anderson, minha mãe e minha professora, fi- camos alojados em uma escola”, contou anima- do. A coordenação da competição enviou uma cama para o alojamento, para que Leonardo pu- desse dormir com mais conforto, já que ele tem dificuldades de levantar. A mãe de Leonar- do, Mariléia Januário Arnold, fala da emoção dos garotos durante as aulas. Anderson estuda na Isabel desde o pré- -escolar e jogava ping pong. Quando iniciou no tênis de mesa passou a treinar com outros estu- dantes. Os treinos para as competições são feitos com o professor Alexan- der Ferro Cristiano, da prefeitura. Leonardo entrou na escola no meio do ano passado e logo foi envia- do para o treinamento. (Jesc). Araranguá enviou dois competidores para a etapa do ParaJesc, An- derson Cardoso Tomazi, de 12 anos, aluno do 7º ano, e Leonardo Arnold Correa, 14, do 8º ano, ambos da escola Isabel Flores Hubbe, do bairro Alto Feliz, competiram no tênis de mesa. A professora de edu- cação física da escola, Consuelo Matos Bran- co, descobriu o talento > ArArAnguá Duas histórias de superação, de- terminação e talento fo- ram coroadas com êxito no último final de sema- na, quando aconteceu em São Miguel do Oeste a Etapa Estadual do Para- Jesc. Foram quatro dias de competições paralelas a realização dos Jogos Escolares da Juventude Geral 3Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 Gislaine Fontoura Eles podem e vão além Sem Barreiras ³Equipe da escola e mães apoiaram os dois adolescentes que voltaram felizes com resultado no Parajesc Mães corujas Anderson é portador da Síndrome de Poland, Leonardo tem artrogripose múltipla congênita. Os dois são exemplos de determinação de ver o filho superan- do barreiras. “Primeiro eu me preocupei com o trajeto, é muito longe, o Léo não dobra bem o joelho, de carro a gente vai parando, mas com o ônibus não. Ele é muito determinado e apesar do caminho de 15 horas, foi uma viagem tranquila”, disse Léia. Este foi o primeiro ano que foi feita a junção do Jesc com o ParaJesc e para a mãe, isto foi muito importante, pois ajuda a superar o preconceito. “O Léo é superação”, resume Mariléia orgulhosa. A diretora da escola, Karine Fidelis Souza, agradeceu a professora Consuelo. “Ela é dedica- da e a escola está orgu- lhosa dos meninos, por- que isto é um exemplo de superação e integração”, ponderou. A alimentação, o transporte e o alojamento para a competição foram patrocinados pela Fes- porte. Da região, foram apenas os dois atletas para a fase estadual dos jogos paradesportivos. Além do ParaJesc, Leonardo já participou de outras competições de tênis de mesa em Araranguá e Anderson já participou de um fes- tival de tênis de mesa em Içara, da fase mi- crorregional do JESC, em Braço do Norte e de festivais de tênis de mesa em Araranguá, onde já conquistou uma meda- lha de ouro e um troféu e também uma medalha de bronze.
  4. 4. Geral4 Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 Boas ideias de bons professores Gislaine Fontoura EducAção Para lembrar o Dia do Professor, comemorado na quinta-feira, 15 de outubro, o Correio do Sul mostra ações de quem faz a diferença na sala de aula. As histórias que servem de exemplo e incentivo são muitas na região, mas por adequação ao espaço, três delas serão mostradas esta semana. O projeto da professora Franciele Consenso Tonetto é a primeira ³Zulma folheia o gibi ³Professoras e alunos com projeto que vai beneficiar agricultores da comunidade to no município. Não só elas, mas os pais também. Além disso, é um incenti- vo a leitura”, afirma. A pedagoga Analucia Silva da Rosa avalia que o gibi que tem como título As Aventuras do Super Sombrio contribui para a educação infantil de uma > Sombrio Um gibi educativo será lançado em novem- bro pela prefeitura de Sombrio. Desenvolvido para crianças do muni- cípio que cursam até a quinta série do ensino fundamental, terá como personagem principal o Super Sombrio. De uma forma mais atrativa que o convencional, ele deve mostrar aos pequenos como são utilizados os recursos da administra- ção municipal. Conforme a secretá- ria de Educação Zulma Simon, é a primeira vez que a prefeitura lança uma revistinha infan- til. “É importante essa iniciativa do executivo. Desta forma as crian- ças estarão informadas do que está sendo fei- Gibi será lançado em novembro maneira divertida. “Há 22 anos atuo na edu- cação e nunca havia sido lançado nada nesse sentido”, completa. Em princípio serão quatro mil exemplares distribuídos nas esco- las da rede pública do município. Em seu in- terior o gibi possui jogos educativos que ensinam a história de Sombrio de forma adequada as crianças, palavras cru- zadas, caça-palavra, entre outras diversões. O aluno que responder corretamente as ques- tões ganhará um jogo de dados. Através deste jogo serão apresentadas outras potencialidades do município. Todas as atividades são acessí- veis a idade da criança- da e tiveram sua elabo- ração acompanhada por profissionais ligados à área da educação. deral e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária em parceria com a prefeitura e outros órgãos e entidades. A ação foi uma indica- ção do vereador Cristiano Oliveira e será realizada na Unidade Básica de Saúde Paulo Lupinn das 9hàs12hedas13hàs16h. No dia serão oferecidos os serviços de emissão de do- > Arroio do SilvA Será realizado no domingo, um mutirão social em Balneário Ar- roio do Silva. A ação faz parte do Programa Na- cional de Documentação da Trabalhadora Rural (PNDTR) do Ministé- rio do Desenvolvimento Agrário, Delegacia Fe- Mutirão Social beneficia famílias cumentos (Identidade, CPF e Carteira de Tra- balho), além de orienta- ções e informações sobre INSS e acesso ao crédito. A equipe municipal de saúde também estará mobilizada realizan- do vacinação, exames preventivo, avaliação odontológica e testes rápidos de HIV, hepatite e diabetes. alunos como Lucas Elias, de 13 anos, que através da pesquisaaprendeuamedir a pressão atmosférica, a quantidade da chuva e a verificaradireçãodovento. Para Kauã Silveira Mar- tins,tambémdede13anos, o mais importante é poder auxiliar a comunidade. “Se a gente montar estas três miniestações,vamospoder ajudar os agricultores para ver se vem muita chuva, prevenindo no caso das plantações e das pessoas mesmo, além da tempera- tura”, fala Kauã. A diretora da escola, Roselaine Marcelino Ma- galin, apoia a aplicação do conteúdo ensinado na sala de aula, fora dela. “O bom do projeto é de eles terem uma dimensão maior do que eles aprendem, porque é falado na sala de aula, mas colocar em prática é diferente. Trabalhamos muito com agricultura em nossa região, temos fumo, arroz, milho e eles vão po- der ver a pressão do ar, quantidade de chuva, qual o mês que chove mais. Isso beneficiaaintegraçãoesco- la e família e também para tirar um pouco da escola o que eles aprendem, porque às vezes o aluno não chega em casa com o que aprende aqui”, avalia Roselaine. Comoumadasaçõesdo projeto, a turma foi conhe- cerumaestaçãometeoroló- gica em Criciúma. paraaproximarasfamílias da escola. Pretendemos levar isso a duas ou três famílias de agricultores”. A iniciativa está em andamentoeumamaquete já foi feita e apresentada em um concurso promovi- do pela Epagri. No futuro, umaestaçãometeorológica será montada na escola e maisduasoutrêsemcasas de famílias de agricultores da região para comparar valoresdepressão,chuvae temperatura.Asmaquetes devem ficar seis meses em cada local. Oprojetolevadoadian- te por Franciele conta com a participação ativa de > meleiro Os alunos do séti- mo ano da Escola MunicipalPrefeitoLuizde Pelegrini, da comunidade de Sapiranga, em Meleiro, estão produzindo uma es- tação meteorológica feita com materiais recicláveis. A professora de Ciên- cias, Franciele Consenso Tonetto, explica sobre o projeto. “Esta estação me- teorológica é para a gente saber a quantidade de chuvas, as temperaturas em média durante o ano da nossa região e também
  5. 5. dedor, que deverá reunir jovens empresários de todo o estado.Aabertura ocorre na quinta-feira. No dia seguinte, eles participam da visita téc- nica e da AGO, que será realizada no Hotel Morro dos Conventos. A expectativa da comissão organizado- ra é bastante positiva. “Estamos desde o início do ano planejando esta edição do FAN, que já se tornou uma referência para a Aciva. Convida- mos nossos associados e os demais empresários da região a participa- rem conosco”, destaca o presidente da entidade, Kleber Frigo. Geral 5Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 Programação será aberta na noite de hoje e se estende até sexta-feira, voltada aos interesses dos empresários locais Começa o Fórum Aciva de Networking Empreendedorismo > ArArAnguá Já se tornou oficial no calendário da Associação Empresarial de Araranguá e do Ex- tremo Sul Catarinense, a realização do Fórum Aciva de Networking (FAN), que chega a sua terceira edição e neste ano ganha um novo for- mato. A partir desta quar- ta-feira, Araranguá será palco de várias ativi- dades de fomento ao empreendedorismo. O FAN traz palestras de renome nacional, com temas atuais e condizen- tes à realidade do empre- sariado local. Além das palestras, o quadroAltos Cases apresenta uma es- trutura de ponta, seguin- do os padrões do quadro Altas Horas, da Rede Globo. Os participantes são os empresários Alex Cavalheiro, da Rede Ins- tituto Mix de Profissões; Marlise de Souza, da Contato Internet e Abel Olivo, da Realengo. A apresentação ficará a cargo da jornalista Ca- roline Bortot. Outro diferencial deste ano será a Assem- bleia Geral Ordinária (AGO) do Conselho Esta- dual do Jovem Empreen- ³Curso de fisioterapia apresentou seus trabalhos ³Mulheres aprendem empreendedorismo em curso Da redação Gislaine Fontoura ³Fórum do ano passado foi bastante concorrido e este ano deve ser ainda melhor de convidar a comunidade para conhecer a univer- sidade e os trabalhos de professores e alunos. “Es- tamos de portas abertas convidando a comunidade para vir conhecer o que fazemos em pesquisa e ex- tensão e algumas ativida- des interativas. Queremos divulgar nossos cursos para que aqueles que se interessarem, ainda pos- sam fazer a inscrição no vestibular para uma uni- versidade gratuita, aqui na cidade”, expôs Everton. Projetos de pesquisa e extensão foram apre- sentados, bem como ati- vidades interativas com os alunos e professores dos maaparticipaçãofeminina em um fator importante para o sucesso na empre- sa ou negócio familiar. O curso acontece todas as terças-feiras no salão > ArArAnguá As inscrições para o vestibular de verão da Universidade Fede- ral de Santa Catarina (UFSC) terminam hoje, dia 14, e para divulgar os cursos, o campus de Araranguá realizou on- tem o projeto De Portas Abertas. Segundo o professor de Estática e Dinâmica, do Laboratório de Física e de Geometria Analí- tica, Everton Fabian Jazinski, o evento foi realizado com o objetivo > Arroio do SilvA Um grupo de mulhe- res de Balneário Arroio do Silva está participan- do do programa ‘Com Licença Vou à Luta’ re- alizado pelo Serviço Na- cional deAprendizagem Rural (Senar) e pela Federação da Agricul- tura e Pecuária do Es- tado de Santa Catarina (Fauesc) em parceria com a prefeitura através do Departamento de Indústria e Comércio. O programa desen- volve competências por meio de atividades na área do empreendedoris- mo, direito trabalhista, liderança e planejamen- to.Destaforma,transfor- cursos de Engenharia de Energia, Engenharia de Computação, Tecnologia da Informação e Comu- nicação e de Fisiotera- pia, todos ofertados no campus de Araranguá. Duas palestras tam- bém foram oferecidas pelo curso de Fisiotera- pia, uma no período da manhã e outra a tarde, onde alunos, profissio- nais de Fisioterapia e comunidade em geral puderam participar. Os projetos apresen- tados foram os que os professores dos cursos trabalham com as tur- mas. “Tem vários proje- tos, desde a área de ge- ração de energia eólica, futebol de robô, criação de jogos eletrônicos. O pessoal de Fisioterapia está com projetos na parte de acessibilida- de, medidas posturais, além de outros traba- lhos científicos que estão sendo expostos”, revelou Everton. Ao longo do dia, em torno de 60 projetos foram apresentados à comunidade. da Praia da Caçamba e tem como instrutora Bea Bortolotto. Os encontros do grupo formado por mulheres encerram no mês de novembro. Universidade de Portas Abertas Mulheres pedem licença e vão a luta
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro l48l 3533.0870 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 Colombo: “A pirâmide está invertida” PeloEstado O governador Raimundo Colombo e o presidente da Assembleia Le- gislativa, deputado Gelson Merisio, abriram, ontem pela manhã, em Florianópolis, a quarta edição do Diálogo Municipalista – Encontros Regionais de Municípios - Sul. Colombo disse que o quadro da administra- ção pública vem se agravando com as frequentes quedas de receita, resulta- do de uma economia recessiva. “Temos que reduzir custos, aumentar efici- ência”, defendeu. Independentemente de mudanças na gestão, ele lembrou que há um processo histórico, que vem da época da Coroa Portuguesa, de má distribuição de recursos, muito concentrados na União. “É preciso de- nunciar essa injustiça que existe no sistema brasileiro, que é a concentração emBrasíliaeodesperdíciocomdiversospoderesquetêmrecursossobrando enquanto falta para fazer educação, saúde, segurança, mobilidade urbana.A pirâmide está invertida: quem devia ter mais, que são os municípios, tem menos.” Merisio acredita que “o diálogo é o único caminho que nos levará a um porto seguro” e relatou o esforço que está sendo feito na Assembleia Legislativa para reduzir custos. Entre as ações, está a redução dos atuais 828 cargos efetivos para 411. As vagas serão extintas na proporção em que os servidores forem aposentados. O presidente do Legislativo estadual é o au- tor da proposta de transformar o Fundo deApoio aos Municípios (Fundam) em regra constitucional, garantindo a manutenção do fundo e o repasse de verbas diretamente aos municípios. Por meio do Fundam já foram liberados R$ 605 milhões aos municípios catarinenses. Ficha suja O presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), José Cláudio Caramori, prefeito de Chapecó e anfitrião do Diálogo Municipalista-Sul, mostrou preocupação com a Lei de Res- ponsabilidade Fiscal (LRF). Ele receia que muitos prefeitos terão dificuldades de fe- char as contas ao final do mandato e po- derão ser enquadrados como “ficha suja”. “Será necessária a compreensão do Tribu- nal de Contas. Com essa crise e a queda de receita, se levarem a lei ao pé da letra, não passa ninguém. Os municípios caminham para a insolvência.A situação é desespera- dora”, alertou. Cinto (mais) apertado Amanhã, a As- sembleia Legislativa recebe o projeto de lei do governo do Estado que propõe a criação de uma Fundação de Previdência Complementar, que deve prevenir déficits futuros na área. De acordo com Colombo, essa é apenas uma das medidas do gover- no para reduzir custos. “Não preenche- mos muitos cargos, lançamos programas de incentivo à demissão voluntária, es- tamos trabalhando para o agrupamento de órgãos e a extinção de mais cargos”, enumerou.Agora, ele espera a votação do projeto que reorganiza as secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs) para mandar ao Legislativo mais medidas de redução de despesas. Contesc Começa hoje e termina na sex- ta-feira (16) a XXIX Convenção da Con- tabilidade do Estado de Santa Catarina (Contesc). A palestra magna será reali- zada pelos presidentes Glauco José Côr- te, da Federação das Indústrias (Fiesc), e Bruno Breithaupt, da Fecomércio. Ama- nhã, a palestra de abertura do dia será do ministro do Supremo Tribunal fede- ral Gilmar Mendes. Andréa Leonora �lorian�polis ���lorian�polis �� 14Out15 /sebraesc @Sebrae_SC Para melhorar a gestão e a produtividade e trazer mais inovação para seu negócio, conte conosco. SUA VIDA É SE SUPERAR A CADA DIA? ESTAMOS JUNTOS. Fimdanegligência AAssociaçãodeDiáriosdoInterior(ADI- SC)estáentreasentidadesapoiadorasda “Campanha pelo combate à negligência contra crianças e adolescentes”, lançada ontem, em Florianópolis, pelo Ministério Público (MP-SC), em parceria com Fó- rum Catarinense pelo Fim da Violência e da Exploração Sexual Infantojuvenil. De acordo com informações divulga- das pelo órgão, “negligência é a forma violência mais comum contra crianças e adolescentes e a mais denunciada no Disque 100 desde 2012”. O coordenador do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, Marcelo Wegner, ex- plicou que, muitas vezes, a negligência é tratada com menos relevância por não deixar marcas aparentes. “Porém, os maus-tratos podem provocar consequ- ências ainda piores que a violência física, pois os danos psicológicos causados pela negligência afetam o desenvolvimento físico e emocional da criança.” No primeiro semestre, em Santa Catarina, foram feitas 2.947 ligações para o Disque 100 e 37% das denúncias estavam relacionadas à negligência. A campanha vai se estender por um ano e foi desenvolvida pela Agência D/Araújo Comuni- cação. Envolve outdoors, folders, cartazes, spots para rádio, filmes para TV e internet, anúncios para jornais e revistas, além do reforço nas redes sociais. BianorRosa/MPSC
  7. 7. Geral 7Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 ³Fisioterapeuta Amanda avalia os participantes Quanto mais chove, pior fica a situação da estrada que já é ruim por falta de manutenção. População está revoltada Joares Ponticelli, e mais R$ 704.655,80 de recursos próprios do município. Além da pavimentação asfáltica, foram realizados serviços complementares e de drenagem pluvial e sinalização viária. Ao contrário dos adia- mentos anteriores, o ato de entrega está confirma- do mesmo havendo previ- são de mau tempo para sá- bado. Caso chova, um dos empresários do parque irá ceder um pavilhão para a cerimônia. O secretário municipal de Desenvolvi- mento Econômico Susten- tável, Maureci Rodrigues, destaca a motivação dos empresários em ver a obra pronta. “Percebemos “Oobjetivoéquepormeioda reeducaçãoefortalecimento damusculaturaqueprotege a coluna, proporcionando benefícios como melhora da força muscular, flexibilida- de e resistência”, destaca Amanda. As avaliações se- guem nesta quarta. Participam deste grupo pessoas que possuem diag- nósticomédicodeproblemas como escoliose, lombalgia e hérnia de disco e que já passaram por tratamento fisioterapêutico individual. O programa será fechado, comduraçãodetrêsmesese encontros de duas vezes na RuadoParqueIndustrialseráinaugurada GruposiniciamAcademiadaSaúde > ArArAnguá No sábado, às 11 horas, a prefeitura de Araranguá vai entre- gar à comunidade de Polícia Rodoviária, a pavimentação asfálti- ca da rua Thiago Dias Lúcio, localizada no Parque Industrial. A área de pavimentação compreende 13.234,68 m² e pouco mais de 1,1 km. Foram investi- dos R$ 1.688.236,90, sendo R$ 983.581,10 de convênio estadual, através dos deputados estaduais Valmir Co- min, Manoel Mota e do então presidente da Assembleia Legislativa, > ArArAnguá A Secretaria Munici- pal de Saúde de Araran- guá, inicia nesta semana asatividadesdegruposna recém inauguradaAcade- mia da Saúde, no bairro Jardim das Avenidas. O espaço é destinado a pro- mover saúde e com foco na prevenção de grupos específicos e as atividades sãoorientadaspeloNúcleo deApoioàSaúdedaFamí- lia (Nasf). Durante a manhã e tarde desta terça-feira, foram realizadas ava- liações em integrantes do programa Escola da Coluna, coordenado pela fisioterapeuta Amanda de Mattos Machado. De acordo com a especialista o programa vai proporcio- nar palestras educativas de conscientização pos- tural e atividades para fortalecimento da coluna. o entusiasmo daqueles que estão instalados no parque. Muitos que ainda não iniciaram as construções de suas empresas estão nos pro- curando mostrando os projetos e com muito mais otimismo”, relata. De acordo com o secretário com a ida de mais empresas e ampliação do Parque Industrial, além da pro- posta de elaboração do Plano Diretor para a adequação de uma área industrial com finalidade de atender grandes empresas, o potencial econômico de Araranguá tende a se fortalecer. semanaevagaslimitadas para12pessoas.Passado operíododoprimeirogru- po,novasturmaspoderão ser formadas de acordo com a demanda. Nesta quinta, às 19 horas, iniciará na aca- demia os encontros com o grupo de combate ao tabagismo, que conta- rá com 30 participantes priorizando inicialmente os moradores dos bairros Jardim das Avenidas, Urussanguinha e Colo- ninha. Serão realizados encontros semanais com duração de três meses. Serra da Rocinha intransitável Só em Buraco Da redação > Timbé do Sul Apavimentação da estrada que liga Santa Catarina ao Rio Grande do Sul pela Serra da Rocinha teve a ordem de serviço assinada há dois anos, em uma grande festa com a presença da minis- tra Ideli Salvatti. Faltam asfaltar 22 km da rodovia federal, entre São José dos Ausentes/RS e Timbé do Sul. Contudo, a obra que parecia estar pronta para começar ficou apenas no sonho. A manutenção é de res- ponsabilidadedogovernodo estado, que dificilmente a faz. O que já foi feito muito foi reivindicação, protestos e atos públicos, tudo em vão. Na semana passada o prefeito de Timbé, Eclair Coelho, e vereadores con- versaram com o governador Raimundo Colombo duran- te sua visita a Araranguá, pedindo providências para Rocinha. “Ele nos garantiu que repassará o valor para a Secretaria Regional fazer ³Estrada já foi fechada em protestos e novamente está em péssima situação a manutenção até o final do ano”, declarou Eclair. Aprefeiturasepreocupa principalmentecomos7km que ligam o perímetro urba- no de Timbé do Sul ao Pé da Serra. “Esta é a parte mais caótica.Maisde200famílias transitam diariamente por alieháoescoamentodepro- dução”, comentou o prefeito. Com as chuvas, os ca- minhões de madeira que transitam com excesso de peso, dentre outras cargas, deixamaestradaaindamais intransitável. A população não suporta mais.
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Novelas Além do Tempo -18h I love Paraisópolis -19h A Regra do Jogo -21h D om Peppino inicia sua vingança contra seus rivais. Omara, Soraya, Mari e Olga sofrem um atentado. Jávai comunica a Primo que ele ocupará o lugar de Omara. Benjamin avisa a Dom Peppino para se manter distante de sua família. Dom Pep- pino propõe um acordo de paz a seus inimigos. Soraya procura Dom Peppino. F elipe afirma a Lívia que eles devem ficar juntos. Melissa e Roberto preparam uma armadilha para Felipe. Lívia revela a Felipe que Emília está viva. Pedro promete se vingar de Roberto. Roberto coloca sonífero na bebida de Felipe e Lívia vê quandoMelissaentranoquartodonoivo.Afonsoanunciaatodos seu casamento com Anita. Zilda surpreende Melissa na cama de Felipe e Lívia vê a cena. Felipe acusa Melissa e afirma que não se casará com ela.Vitória exige que Felipe se case com Melissa. R omeroafirmaaAscânioqueprecisasecasarcomTóia.Dja- niraprocuraAscânio.RomeroeZéMariavãoaoencontro deTio.FaustiniobrigaDanteasairdeférias.LuanavêKim com uma amiga na praia e se incomoda. Janete anuncia seunamorocomNenenzinho,eVavánãogosta.Romeropropõe sociedade aTóia em uma boate em Búzios. Djanira conta a ver- dade sobre Tóia para Adisabeba. Ascânio comenta com Atena o motivo do interesse de Romero porTóia. Rapidinhas Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Esta é uma das melhores semanas do ano para semear bons relacionamentos em geral. Busque o equilíbrio de interesses e valores, mirando propósitos em comum. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Rituaisemgrupoterãopodereexpressãomaioresagora. Fiqueatentoaconvitesparaseligaraumgrupo.Alguém especialsurge,podeseramigoouumnovoamor.Futuros desdobramentos. Gêmeos 21/05 a 20/06 Parecequetudoquenãoandounemaconteceunassema- nas anteriores de repente vem com rapidez e ao mesmo tempo!Prepare-separadançarmiudinhonestesdias. Libra 21/09 a 20/10 Aindasobasvibraçõespoderosasdalunaçãoemseusigno ontem, o desafio é manter a fidelidade a si mesmo, e dar contadasmuitassurpresasqueestãochegandoagora. Aquário 21/01 a 18/02 Touro 21/04 a 20/05 Enfimasemanacomeçaparavaler,embaladaemboasvibra- ções de harmonia! Negociar é preciso, em especial com os assistentes e subordinados. No amor, postergações. Virgem 21/08a20/09 Nestes dias, quanto mais você procurar bons contatos e cultivá-los, mais firme se sentirá. Manter boas rela- ções pode ser o mantra mais importante destes dias, capriche nisso Capricórnio 21/12 a 20/01 Preste atenção em como se porta socialmente, pois muitosolhosestãogrudadosemvocê.Assim,pequenos gestos poderão ter grande efeito. Sorrisos abrem muitas portas,lembre-se. Câncer 21/06 a 20/07 Cancerianosdevemapostaremsoluçõespráticaseobjetivas, se concentrando no essencial.Vontades e desejos ficam em segundo plano. Não estique a corda de um relacionamento frágil. Escorpião 21/10 a 20/11 Você dispõe de pouco tempo, espaço e liberdade agora --aproveiteashoraslivresparadormir,descansaredarconta dependênciasimportantes.Orestoficaráparadepois. Peixes 19/02 a 20/03 Netuno distrai os filhos deste signo --tudo é motivo para sonhar!Queaartesejaexpressão,paraqueorestonãofique um caos. Combata a dispersão com autoexpressão. A maioria das dúvidas foram embora, restando apenas algumasqueavidadiáriairáesclarecernaturalmente.Não force nada, portanto. Empenhe-se num projeto comum comafamília. Chimbinha concedeu uma entrevista para o Fantástico que deu o que falar. Na matéria, ele afirma que Joelma o impediu de ver o filho, Iago, de 20 anos, e que essa era a pior parte de todas. Para explicar todas as partes da reportagem, o guitarrista entrou ao vivo com no programa A Tarde é Sua e conversou com a apresentadora SôniaAbrão,quefezquestãodequestionaralguns pontos chave do que ele havia dito no programa dominical Da Globo. “Ela usou a Lei Maria da Penha para poder me afastar do palco. Ela me afastou do meu filho, que eu criei desde um ano de idade, que é minha vida”, disse ele. Com a voz embargada, Chimbinha mostrou o quanto o afastamento do filho está mexendo com ele. “Eu quero ver meu filho, eu tenho direito de ver meu filho. Essa é a pior parte. Ela podia levar tudo de mim, podia ter me tirado tudo, mas nunca poderia ter me tirado meu filho”, afirmou. Após a matéria do Fantástico, Joelma decla- rouqueoex-maridoestariacaindoemcontradição, pois ele teria visto a filha, Yasmin, recentemente. “A Yasmin não é a questão, ela passou o Dia dasCriançascomigo,masonomedoIagoestáem umdocumentoquedizquenãopossoficarpertodo meu filho. Pelo amor de Deus, Joelma, tira o nome do meu filho da medida protetiva”, implorou ele. Questionado do motivo que teria levado Joel- ma a afastar o filho, Chimbinha foi bem enfático. “Ela sabe onde me atingir”. Bem abalado, Chimbinha concluiu dizendo que só deseja o melhor para a ex-mulher. “Não tenho nada para falar sobre a Joelma, elafoiumaguerreiraefoimuitoimportante.Espero que ela tenha muito sucesso”. Marte irrita a saúde, a Lua solta as emoções, suavizando relacionamentossociaiseamorosos.Esteéumperíodode suaracamisaemtudoquefizer.Experimentaçãoetestes.
  9. 9. Polícia 9Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 > Sombrio Na madrugada de terça-feira, a Polícia Mi- litar de Sombrio recebeu a informação de que in- divíduos estavam atrás de um prédio no Centro de Sombrio furando um buraco na parede de um prédio onde funciona uma joalheria e uma farmácia de manipulação. O que os bandidos não contavam era que trata-se de um dos pré- dios mais antigos da cida- de, construído com tijolos maciços, o que dificultou consideravelmente o tra- balho deles. Os ladrões, que não estavam muito dispostos a fazer calo na mão, largaram as ferra- mentas e fugiram quando o morador de um prédio ao lado chamou a aten- ção deles gritando “pega ladrão”. Os policiais mi- litares que já estavam a caminho fizeram rondas Ladrões erram cálculo de buraco nas redondezas, mas não encontraram os marginais. Na manhã de ontem, os policiais voltaram ao prédio, tomando alguns de- poimentos e tirando fotos, e para surpresa de todos encontraram o pé de cabra e a furadeira, entre outras ferramentas, no local onde teria iniciado o buraco. Com certeza a intenção era furtar joias da Relojoaria Safira, mas o buraco que não foi finalizado iria sair > Praia Grande Na noite de segunda- -feira, por volta das 21h, o Corpo de Bombeiros de Passo de Torres foi acio- nado para atender um incêndio que aconteceu em Praia Grande, em um dos acessos ao município Incêndio destrói galpão gaúcho de Mampituba. O fogo atingiu um gal- pão em uma pequena usina de asfalto, onde segundo funcionários eram guarda- das ferramentas e mate- riais de trabalho como corda e madeira. Os trabalhadores dis- seram não saber de onde teria partido o fogo que consumiu de forma rápida o galpão e o que estava dentro dele. Os bombeiros controlaram as chamas e fizeram o rescaldo no incêndio que provocou somente danos materiais, sem que ninguém ficasse ferido. na farmácia de manipu- lação. “Onde os bandidos estavam fazendo o buraco tem uma entrada estrei- ta, sem iluminação e de difícil acesso, um local ideal para se cometer um crime, mas através da participação preventiva da população esse crime pode ser evitado”, elo- giou o capitão Luiz Paulo, comandante da PM de Sombrio. ³Policiais encontraram buraco entre os prédios ³ - Na manhã de ontem, a Polícia Militar de Araranguá recuperou um veículo fur- tado. Por volta das 9h35min, a Central de Operações da Polícia Militar (Copom) foi acionada e informada sobre um veículo abandonado em uma roça de fumo, no bairro Sanga da Areia. Uma guarnição PM foi ao local, onde constatou tratar-se de uma motocicleta Suzuki 125, cor preta, com registro de furto do último dia 9. A moto foi recolhida para posterior devolução ao proprietário. ³ - Na noite de sábado, a Polícia Militar de Araranguá foi informada sobre uns jovens que estariam usando drogas atrás de um estabelecimento comercial, no bairro Divinéia. Uma guarnição foi ao local, onde abordou dois adolescentes com 14 e 15 anos. Durante busca pessoal foram encontrados 4,3g de maconha com a dupla, que foi encaminhada a delegacia. ³ - Na tarde de segunda-feira, a Polícia Militar de Balneário Arroio do Silva apre- endeu mais drogas. O fato ocorreu no Centro do Balneário, quando uma guarnição realizava rondas e abordou um homem que estava em atitude suspeita. O rapaz de 19 anos estava com uma pequena quantidade de maconha; um Termo Circunstan- ciado (TC) foi lavrado e a droga apreendida. ³ - Mais droga foi apreendida pela Polícia Militar de Balneário Arroio do Silva. Desta vez por volta das 16h40min, quando uma mulher de 25 anos foi abordada na praia do Mariscão. Antes da abordagem os policiais militares observaram quando ela jogou fora um cigarro de maconha. Durante a abordagem, em uma carteira de cigarros, foi encontrada mais uma pequena quantidade de erva. A droga foi apreendida e um Termo Circunstanciado foi lavrado. ³ - Em Araranguá a Polícia Militar de Araranguá prendeu dois homens acusados de tráfico de drogas. Uma guarnição realizava rondas na localidade de Araponga, quando abordou um Corsa com placas de Imbuia, Oeste de Santa Catarina, condu- zido por um rapaz de 21 anos.No veículo ainda estava um caroneiro de 32. Durante busca pessoal foram encontradas 5 pedras de crack com o motorista e na porta do veículo, do lado do passageiro, foram encontrados, dentro de uma carteira de cigarros mais 8 pedras de crack prontas para venda e mais duas porções da droga. O mais novo confirmou que estava comprando a droga do mais velho, e ambos foram encaminhados a delegacia. Toda a droga foi apreendida. RondaPolicial ³Prefeito Ronaldo recebeu capitão Luiz Paulo e sargento Alexandre no gabinete uma área de 495 metros quadrados, localizada na rodovia José Tiscoski, SC 449, próximo ao Centro. O terreno será futuramente utilizado para novas insta- lações da Polícia Militar no município. Um outro convênio também assinado visa a cooperação financeira para aquisição de armamento - > balneário Gaivota Aprefeitura de Bal- neário Gaivota destinou a Polícia Militar PrefeituradestinaterrenoaPM Convênio carabina tática Taurus cal. 40, modelo CTT.40, para a PM da Gaivota. Participaramdaassina- turadosconvêniosoprefeito Ronaldo Pereira da Silva; o comandantedodestacamen- to da Polícia Militar do Bal- neário sargento Alexandre Souza de Luca e o coman- dante da 2ª Companhia ca- pitãoLuizPauloFernandes.
  10. 10. 10 Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 Publicidade
  11. 11. a chegada do grupo. Segundo os policiais, não é apenas uma doação de presentes e sim uma troca mútua de carinho e respeito pela sociedade. O delegado Luís Otávio Pohlmann disse ser uma atividade prazerosa pela pronta respostas vista no rosto de cada criança ao receber o presente. A Caravana de Ale- gria desse ano contou com a participação de um Polícia 11Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 ³Brinquedos foram distribuídos em rápidas passagens dos policiais nos bairros ³Renan reagiu rápido e recuperou seu telefone³Homem foi detido pouco depois de denúncia de agressão da mulher ³Policiais militares atenderam a ocorrência em comunidade violenta dos idealizadores desse projeto, delegado André Mendes da Silveira, que trabalhou em Sombrio em 2010. Ele voltou on- tem ao município e aju- dou na entrega. André lembrou que a intenção inicial era diminuir a distância entre a Polícia Civil e a população. “Deu certo e ação foi mantida e se fortaleceu”, disse o delegado que hoje está em Tubarão. Gislaine Fontoura > Arroio do SilvA Um homem foi balea- do por volta das 19 horas de ontem no Balneário Arroio do Silva. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência re- gistrada na Vila Isabel. > ArArAnguá O fisioterapeuta Re- nam de Bom levou um grande susto na tarde desta terça-feira. Ele estava atendendo um paciente em sua clínica, localizada no Centro de Araranguá, quando ouviu um barulho na porta e avistou um homem que, segundo ele, estava mal vestido e saiu correndo. “Não pensei duas vezes, sai correndo atrás dele, ele correu por uma qua- dra, voltou, correu para a outra e quando ele entrou em uma loja de artigos esportivos eu consegui abordar ele. Nisso uma menina, que eu não sei o nome, mas até tenho que agradecê-la, ligou para a Polícia Militar, em 30 segundos eles chegaram erecuperamosotelefone”, contou Renam. O fisioterapeuta ain- > Sombrio No início da noite de ontem,por volta das 18h30min,uma mulher foi até a 2ª Compa- nhia da Polícia Militar de Sombrio aos prantos Conforme informações do soldado Orige, a guar- nição foi ao local e verificou que o homem, de 30 anos, havia sido alvejado com um disparo de arma de fogo na região do tórax. O Corpo de Bombeiros de Araranguá também foi chamado para atender a vítima, que foi levada para o Hospital Re- da relatou que ao chegar à Central de Polícia ficou sa- bendo que o mesmo homem havia furtado um notebook de uma senhora na manhãdizendo que seu mari- do a havia agredido com um regador de plantas. Depois ele tinha saído de carro levando junto o filho menor do casal. A guarni- ção rapidamente agiu e encontrou o veículo, dando Homem leva tiro e PM prende suspeito Vítima pega ladrão e recupera smartphone Pai briga e foge com filho gional consciente. De posse de algumas características que a ví- tima passou, os policiais localizaram um dos dois homens apontados como sendo autores do crime. O suspeito recebeu voz de prisão e foi encami- nhado a Central de Polícia de Araranguá. de ontem. Renam termi- nou o dia na delegacia esperando para dar depoi- mento sobre o furto do seu smartphone.voz de prisão ao homem pelo crime da Lei Maria da Penha de violência doméstica. A guarnição condu- ziu o homem a delegacia e entregou a criança para familiares. > Sombrio Na t a r d e d e ontem,a Polícia Civil de Sombrio distri- buiu mais de dois mil brinquedos em comuni- dades carentes, repetindo uma ação que já acon- tece há cinco anos em comemoração ao Dia da Criança. A caravana saiu da delegacia com três viaturas com giroflex e si- renes ligados antecipando Polícia Civil faz Caravana da Alegria Para Crianças
  12. 12. Publicidade12 Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015
  13. 13. Publicações Legais 13Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 PROJETO DE LEI Nº 874, DE 04 DE SETEMBRO DE 2015 DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA LEI ORÇAMENTÁRIADE 2016 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE BALNEÁRIO GAIVOTA, Estado de Santa Catarina, faz saber a todos os habitantes do Município que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º. O Orçamento do Município de Balneário Gaivota, para o exercício financeiro de 2016, será elaborado e executado de acordo com as diretrizes estabelecidas nesta lei, compreendendo: I – as metas fiscais; II – as prioridades e metas da administração municipal, extraídas do Plano Plurianual 2015/2017; III – a estrutura dos orçamentos; IV – as diretrizes para a elaboração e a execução dos orçamentos do Município; V – as disposições sobre dívida pública municipal; VI – as disposições sobre despesas com pessoal e seus encargos; VII – as disposições sobre alterações na legislação tributária; e VIII – as disposições gerais. I – DAS METAS FISCAIS Art. 2º.As metas fiscais de receitas, despesas, resultado primário, nominal e montante da dívida pública para os exercícios de 2016 a 2018, de que trata o art. 4º da Lei Complementar nº 101/2000, são as identificadas nosAnexos de Metas Fiscais e Riscos Fiscais, demonstrativos I a VIII e Anexos I a VII desta Lei. II – DAS PRIORIDADES E METAS DAADMINISTRAÇÃO Art. 3º. As prioridades e metas da Administração Municipal para o exercício financeiro de 2016 são aquelas definidas no Demonstrativo das Metas Físicas e Fiscais desta Lei. Parágrafo único. Os recursos estimados na lei orçamentária para 2016 serão destinados, preferencialmente, para as prioridades estabelecidas noAnexo Demonstrativo das Metas Físicas e Fiscais desta Lei, não se constituindo, todavia, em limite à programação das despesas. Art. 4º. Na elaboração da proposta orçamentária para 2016, o Poder Executivo poderá aumentar ou diminuir as metas e valores estabelecidas nesta Lei, a fim de compatibilizar a despesa orçada com a receita estimada, de forma a preservar o equilíbrio das contas públicas. III – DA ESTRUTURA DOS ORÇAMENTOS Art. 5º. O orçamento para o exercício financeiro de 2016 abrangerá os Poderes Legislativo, Executivo seus Fundos e Autarquias e será elaborado levando-se em conta a Estrutura Organizacional da Prefeitura. Art. 6º. A Lei de Orçamento evidenciará as Receitas e Despesas de cada Unidade Gestora, identificadas por código da destinação de recursos, desdobradas as despesas por função, sub-função, programa, projeto, atividade ou operações especiais e, quanto a sua natureza, por categoria econômica, grupo de natureza e modalidade de aplicação. Art. 7º.Amensagem que encaminhar o projeto de lei orçamentária conterá quadro demonstrativo da evolução da Receita dos exercícios de 2013, 2014 e 2015, previsão para, 2015, 2016, 2017 e 2018, com justificativa da estimativa para 2016, acompanhado de metodologia e memória de cálculo. IV – DAS DIRETRIZES PARAA ELABORAÇÃO E A EXECUÇÃO DOS ORÇAMENTOS DO MUNICÍPIO Art. 8º. O orçamento e a sua execução obedecerá entre outros, ao princípio da transparência e do equilíbrio entre receitas e despesas em cada destinação, abrangendo os Poderes Legislativo, Executivo, seus fundos e autarquias. Art. 9º. Os estudos para definição do Orçamento da Receita, excluídas as previsões de convênios, alienações de bens e operações de crédito, deverá observar as alterações da legislação tributária, incentivos fiscais autorizados, a inflação do período, o crescimento econômico, a valorização imobiliária e a evolução da receita nos últimos três exercícios. Parágrafo único. Se a receita estimada, comprovadamente não atender ao disposto neste artigo, o Legislativo, quando da análise da Proposta Orçamentária, poderá reestimá-la, ou solicitar do Executivo Municipal a sua alteração e a conseqüente adequação do orçamento da despesa. Art.10.Naexecuçãodoorçamento,verificadoqueocomportamento da receita poderá afetar o cumprimento das metas de resultado primário e nominal, os Poderes Legislativo e Executivo, de forma proporcional as suas dotações, adotarão o mecanismo da limitação de empenhos e movimentação financeira no montante ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca - Meleiro / Vara Única Rua José Mezari, nº 281, Jardim Itália - CEP 88920-000, Fone: (48) 3537-8300, Meleiro-SC - E-mail: meleiro.unica@tjsc.jus.br Juiz de Direito: Felippi Ambrósio Chefe de Cartório: Rivelino Dias EDITAL DE CITAÇÃO - RITO ORDINÁRIO - COM PRAZO DE 20 DIAS Procedimento Ordinário nº 0000481-26.2013.8.24.0175 Autor: Espólio de José Antonio Casa e outro Réu: Dorildo Prezalino Ramos e outros Citando(a)(s): Benedito Jacob Rodrigues Junior, Rua Brasil, 807, centro - CEP 86010-000, Londrina-PR, CPF 280.468.389-34, brasileiro(a) . Por intermédio do presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, fica(m) ciente(s) de que, neste Juízo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA(S) para responder(em) à ação, querendo, em 15 dias, contados do transcurso do prazo deste edital. ADVERTÊNCIA: Não sendo contestada a ação no prazo marcado, presumir-se-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na petição inicial (art. 285, c/c art. 319 do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es), com intervalo de 0 dias na forma da lei. Meleiro (SC), 18 de novembro de 2014. Seimpresso,paraconfernciaacesseositehttp://esaj.tjsc.jus.br/esaj,informeoprocesso0000481-26.2013.8.24.0175eocdigo1D1EAE9. EstedocumentofoiassinadodigitalmenteporRIVELINODIAS. fls. 247 necessário, observada a destinação de recursos, ressalvadas as decorrentes de obrigações constitucionais e legais, inclusive aquelas destinadas ao pagamento da dívida. Art. 11. O orçamento da unidade gestora central contemplará recursos para a Reserva de Contingência, limitados entre 0,05% (cinco centésimos por cento) e 2% (dois por cento) da Receita Corrente Líquida prevista, destinada a atender os passivos contingentes e outros riscos e eventos fiscais imprevistos, conforme Anexo VII - Demonstrativo de Riscos Fiscais e Providências. Parágrafo único. Os recursos da Reserva de Contingência destinados a riscos fiscais, caso estes não se concretizem até o dia 10 de dezembro de 2016, poderão, excepcionalmente, ser utilizados por ato do Chefe do Poder Executivo Municipal para abertura de créditos adicionais suplementares de dotações que se tornarem insuficientes. Art. 12. Os investimentos com duração superior a 12 (doze) meses só constarão da Lei Orçamentária Anual se contemplados no Plano Plurianual. Art. 13. Os projetos e atividades priorizados na Lei Orçamentária Anual com dotações vinculadas a destinação de recursos oriundos de transferências voluntárias, operações de crédito, alienação de bens e outros, só serão executados e utilizados a qualquer título, se ocorrer ou estiver garantido o seu ingresso no fluxo de caixa. § 1º A apuração do excesso de arrecadação de que trata o artigo 43, § 3º da Lei 4.320/64 será realizado em cada destinação de recursos para fins de abertura de créditos adicionais suplementares e especiais conforme exigência contida nos artigos 8º, parágrafo único e 50, I da Lei de Responsabilidade Fiscal, LC nº 101/2000. § 2º - Na Lei Orçamentária Anual os orçamentos da receita e da despesa identificarão com codificação adequada cada uma das destinações de recursos, de forma que o controle da execução observe o disposto no caput deste artigo. Art. 14. As renúncias de receita estimadas para o exercício financeiro de 2016 serão consideradas para efeito de cálculo do orçamento da receita. Art. 15. A transferência de recursos do Tesouro Municipal a entidades beneficiará somente aquelas de caráter educativo, assistencial, recreativo, esportivo, cultural, saúde, de cooperação técnica e voltadas para o fortalecimento do associativismo municipal. Art. 16. Para efeito do disposto no Art. 16, § 3º da Lei de Responsabilidade Fiscal, são consideradas despesas irrelevantes, aquelas decorrentes da criação, expansão ou aperfeiçoamento da ação governamental que acarrete aumento da despesa, cujo montante num exercício, em cada evento, não exceda o valor para dispensa de licitação fixado no item I do Art. 24 da Lei 8.666/93, devidamente atualizado. Art. 17. Nenhum projeto novo poderá ser incluído no orçamento, sem antes ter assegurado recursos suficientes para obras ou etapa de obras em andamento e para conservação do patrimônio público, salvo projetos programados com recursos de convênios, alienação de bens e operações de crédito. Art. 18. O Município poderá contribuir para o custeio de despesas de competência de outros entes da Federação, mediante celebração de convênio, acordo, ajuste ou congênere e previsto os recursos na lei orçamentária anual. Art. 19. A previsão das receitas e a fixação das despesas serão orçadas para 2016 a preços correntes. Art. 20. A execução do orçamento da Despesa obedecerá, dentro de cada Projeto, Atividade ou Operações Especiais, a dotação fixada para cada Grupo de Natureza de Despesa/Modalidade de Aplicação, com apropriação dos gastos nos respectivos elementos de que trata a Portaria STN nº 163/2001. Parágrafo único. Para melhor adequar a execução do orçamento da Despesa, poderá ser feita a transposição, o remanejamento ou a transferência de recursos de um Grupo de Natureza de Despesa/ Modalidade de Aplicação para outro, dentro da mesma categoria de programação, assim entendida, cada Projeto, Atividade ou Operações Especiais. (Art. 167, VI da CF). Art. 21. Durante a execução orçamentária, o Executivo Municipal, autorizado por lei, poderá incluir novos projetos, atividades ou operações especiais no orçamento das unidades gestoras na forma de Crédito Especial, desde que se enquadre nas prioridades para o exercício e constantes desta lei, conforme art. 167, I da CF. Art. 22. Para fins do disposto no artigo 165, § 8° da Constituição Federal, considera-se crédito suplementar a criação de Grupo de Natureza de Despesa em categoria de programação ou a elevação do crédito orçamentário fixado na Lei Orçamentária para cada Grupo de Natureza de Despesa/Modalidade de Aplicação, excluído deste último o remanejamento realizado dentro da mesma categoria de programação. V – DAS DISPOSIÇÕES SOBREADÍVIDAPÚBLICAMUNICIPAL Art. 23. Obedecidos os limites estabelecidos em Lei Complementar Federal, o Município poderá realizar operações de crédito ao longo do exercício, para atendimento à Despesas de Capital, respeitado o limite de endividamento, na conformidade com a Lei Complementar nº 101/2000. VI – DAS DISPOSIÇÕES SOBRE DESPESAS COM PESSOAL Art. 24. O Município, mediante lei autorizativa, observada a iniciativa privativa de cada Poder, poderá criar cargos e funções, alterar a estrutura de carreiras, corrigir ou aumentar a remuneração dos servidores, conceder vantagens e, por ato administrativo, admitir pessoal a qualquer título, observados os limites e as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal. Parágrafo único. Os recursos para as despesas decorrentes destes atos deverão estar previstos no orçamento ou em créditos adicionais. Art. 25. Nos casos de necessidade temporária, de excepcional interesse público, devidamente justificado pela autoridade competente, a Administração Municipal poderá autorizar a realização de horas extras pelos servidores, quando as despesas com pessoal excederem a 95% do limite estabelecido no art. 20, III da Lei de Responsabilidade Fiscal. Art. 26. Para efeito desta lei e registros contábeis, entende-se como terceirização de mão-de-obra referente substituição de servidores de que trata o artigo 18, § 1º da LRF, a contratação de mão-de-obra cujas atividades ou funções guardem relação com atividades ou funções previstas no Plano de Cargos daAdministração Municipal, ou ainda, atividades próprias da Administração Pública Municipal, desde que, em ambos os casos, não haja utilização de materiais ou equipamentos de propriedade do contratado ou de terceiros. Art. 27 –Averificação dos limites das despesas com pessoal serão feitas ao final de cada semestre na forma estabelecida na Lei de Responsabilidade Fiscal. VII – DAS DISPOSIÇÕES SOBREALTERAÇÃO DALEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA Art. 28. O Poder Executivo Municipal, autorizado em lei, poderá conceder ou ampliar benefícios fiscais aos contribuintes, devendo, nestes casos, serem considerados nos cálculos do orçamento da receita, apresentando estudos do seu impacto e atender ao disposto no Art. 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Art. 29. Os tributos lançados e não arrecadados, inscritos em Dívida Ativa, cujos custos para cobrança sejam superiores ao crédito tributário, poderão ser cancelados, mediante autorização em lei, não se constituindo como renúncia de receita para efeito do disposto no Art. 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Art. 30. O ato que conceder ou ampliar incentivo, isenção ou benefício de natureza tributária ou financeira constante do Orçamento da Receita, somente entrará em vigor após adoção de medidas de compensação, seja por aumento da receita ou mediante cancelamento, pelo mesmo período, de despesas em valor equivalente. VIII – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 31. Se o Projeto de Lei Orçamentária anual não for encaminhado à sanção até o início do exercício financeiro de 2016, fica o Poder Executivo Municipal autorizado a executar a proposta orçamentária na forma original, até a sanção da respectiva Lei Orçamentária Anual. Parágrafo único. Os eventuais saldos negativos apurados em decorrência do disposto no caput deste artigo serão ajustados após a sanção da Lei Orçamentária Anual, mediante a abertura de créditos adicionais suplementares, através de decreto do Poder Executivo, usando como fontes de recursos o Superávit Financeiro do Exercício anterior, o Excesso ou provável excesso de arrecadação, a anulação de saldos de dotações não comprometidas e a Reserva de Contingência, sem comprometer, neste caso, os recursos para atender os riscos fiscais previstos. Art. 32. Serão consideradas legais as despesas com multas e juros pelo eventual atraso no pagamento de compromissos decorrentes de insuficiência de disponibilidade de caixa, conforme disposto no artigo 117 da Constituição do Estado de Santa Catarina. Art. 33. A Administração Municipal, tanto quanto possível, até a criação de estrutura adequada, deverá apropriar as despesas de forma a demonstrar o custo de cada ação. Art. 34. Os créditos especiais e extraordinários, abertos nos últimos quatro meses do exercício, poderão ser reabertos no exercício subseqüente, por ato do Chefe do Poder Executivo. Art. 35. O Poder Executivo Municipal está autorizado a assinar convênios com o Governo Federal e Estadual através de seus órgãos da administração direta ou indireta para realização de obras ou serviços de competência do Município ou não. Art. 36. Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2016. Balneário Gaivota, 13 de outubro de 2015. Ronaldo Pereira da Silva Prefeito Municipal Publicada e registrada na Secretaria deAdministração e Finanças na data supra. Jeferson Raupp Secretário de Administração e Finanças J U S T I F I C A T I V A DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA LEI ORÇAMENTÁRIADE 2016 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O presente Projeto de Lei dispondo sobre as diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentária para o exercício financeiro de 2016, vem atender ao que dispõe o inciso II e § 2º do art. 165 da Constituição Federal e a Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000 (Lei da Responsabilidade Fiscal), em especial, o art. 4º. A arrecadação de receitas para o exercício de 2016 foi prevista de conformidade com o exposto no demonstrativo da memória e metodologia de cálculo em anexo. As despesas foram fixadas de conformidade com a necessidade de gastos para manutenção dos serviços públicos postos a disposição da comunidade, tais como: saúde, educação, serviços urbanos, transportes, agricultura e outros. Garantido os recursos para custeio dos serviços públicos e administrativos, foram previstos os investimentos programados para o exercício, levando-se em conta as prioridades definidas no Plano Plurianual – PPA, na necessidade de investimento em educação, saúde, sistema viário e demais obras de infra-estrura necessárias a garantir a demanda dos usuários, discutido e aprovado com a comunidade, em Audiência Pública realizada em 4 de setembro de 2015. Balneário Gaivota, 04 de setembro de 2015. Ronaldo Pereira da Silva Prefeito Municipal ESTaDO DE SaNTaCaTaRINa PREfEITuRaMuNICIPaL DE BaLNEÁRIO GaIVOTa
  14. 14. Publicações Legais14 Correio do Sul Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 LEI Nº 875, DE 13 DE OUTUBRO DE 2015. ALTERA NOME DA RUA L NO BAIRRO JARDIM ULTRAMAR. O PREFEITO MUNICIPAL DE BALNEÁRIO GAIVOTA, Estado de Santa Catarina, faz saber a todos os habitantes do Município que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º A rua L, sentido norte/sul, no bairro Jardim Ultramar, no perímetro central do município de Balneário Gaivota, passa a se chamar “Rua EVARISTO GONÇALVES”. Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Balneário Gaivota, 13 de outubro de 2015. Ronaldo Pereira da Silva Prefeito Municipal Publicada e registrada na Secretaria de Administração e Finanças na data supra. Jeferson Raupp Secretário de Administração e Finanças EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960- 000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 139388; Devedor(es): ADRIANA PIRES DA ROSA - 029.841.529-13, End: Rua Alfredo Teixeira da Rosa, 501, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LOJAS SOMBRA RIO; Sac: LOJAS SOMBRARIO; Tit: 4534 ;Apr: FCDL; VEN: 15/06/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val:R$271,32+JurosLegais(1%a.m.);Emol.:R$46,96.ApontamentoR$13,75-SeloR$1,55-Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 139467; Devedor(es): ALAN DYEISON PACHECO DA SILVA - 078.620.549-03, End: Rua João Quartieiro, 263, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A.; Sac: ; Tit: 290586399 ; Apr: AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A.; VEN: 30/04/2015; Esp: Cédula de Crédito Bancário por Indicação; Val: R$ 26.128,59 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 139351; Devedor(es): CATIA CARINE KLIPEL RAMOS DE MATTOS - 826.348.669-68, End: Rua GenerinoTeixeira da Rosa, 589, Sombrio;Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONTRATEMPO EsTADO DE sANTACATARINA PREfEITURAMUNICIPAL DE BALNEÁRIO GAIVOTA MODAS LTDA ME; Sac: CONTRATEMPO MODAS LTDA ME; Tit: 19529 ;Apr: FCDL; VEN: 07/06/2015; Esp: Nota Promissória; Val: R$ 245,80 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96.Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 139421; Devedor(es): CRISTIANE DA SILVA PEREIRA - 918.418.019-68, End: BR-101, km 432, 70, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 1458857 ; Apr: FCDL; VEN: 06/08/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 9.843,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 54,62. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 13,37 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 54,62. Prot: 139460; Devedor(es): JEFERSON DE OLIVEIRA DA SILVA - 096.609.309-76, End: Estrada Geral Boa Esperança, 39, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LOJAS SOMBRA RIO; Sac: LOJAS SOMBRA RIO; Tit: 8046 ; Apr: FCDL; VEN: 24/06/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 518,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 71,89. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 42,20 - Condução R$ 15,94 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 71,89. Prot: 139457; Devedor(es): LIANDRO PATRICIO DOS REIS - 950.690.890-72, End: Rua Projetada, S/N, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LOJAS SOMBRA RIO; Sac: LOJAS SOMBRA RIO; Tit: 7961 ; Apr: FCDL; VEN: 15/03/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 428,40 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 139420; Devedor(es): NATIELE VARGAS HENDS - 089.764.999-05, End: Av. nereu Ramos, 1000, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 1460204 ; Apr: FCDL; VEN: 19/08/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 2.040,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 14/10/2015. Sombrio - SC, 14/10/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
  15. 15. lado entre Douglas Costa e Willian e muita velo- cidade, a Seleção tinha a posse de bola, mas errava no último lance e irritava seu técnico a Dunga queria. O Brasil precisava da torcida ao seu lado e a vantagem relâmpago jogou a des- confiança para escan- teio. Com inversões de Rei Willian resolve, acalma o Castelão e Brasil vence a Venezuela por 3 a 1 > Fortaleza O gol de Willian com menos de um minuto de jogo era tudo o que Quarta-feira, 14 de outubro de 2015 ³ 06-13-35-46-49CONCURSO 3.907 QUINA 13/10 ³ 15-17-20-31-41-48 CONCURSO 1.750 MEGA SENA 13/10 ³ 11-19-24-28-31-38 ³ 01-14-21-27-28-45 CONCURSO 1.428 DUPLA SENA 13/10 ³ 01-02-03-04-05 ³ 06-08-09-10-11 ³ 13-20-21-23-25 CONCURSO 1.270 LOTO FÁCIL 13/10 cada chance perdida. Em uma delas, Douglas Costa deixou de finalizar e levou Dunga à loucura. Pouco depois dos 30 mi- nutos, passou a irritar também os torcedores. Sugiram as primeiras vaias, abafadas pelo se- gundo gol de Willian em grande jogada de Filipe Luís e corta-luz de Oscar. 2 a 0 e mais tranquilidade. Com a vitória, a Se- leção chegou aos três pontos e terminou a se- gunda rodada das elimi- natórias na quinta po- sição. A Venezuela, com duas derrotas em dois jogos, aparece em nono. O Brasil volta a campo no dia 13 de novembro para enfrentar a Argen- tina, provavelmente em Buenos Aires. Um dia antes, a Vinotinto encara a Bolívia fora de casa. O único momento de tensão veio com o gol de Santos no início do segundo tempo e o medo de um empate da Vene- zuela. Mas durou pouco. Com boas atuações in- dividuais de Elias, Luiz Gustavo, Filipe Luís e Willian, o Brasil matou o jogo com Ricado Olivei- ra de cabeça. As poucas vaias deram lugar aos gritos por Kaká. Em uma Seleção sem identidade e seu único ídolo (Ney- mar, que cumpriu nesta terça seu último jogo de suspensão), coube ao experiente camisa 10 o papel de elo entre time e torcida. No fim do jogo, vitória garantida e aplau- sos. Pelo menos por uma noite, o Brasil e os brasi- leiros ficaram em paz. Com a vitória, a Sele- ção chegou aos três pon- tos e terminou a segunda rodada das eliminatórias na quinta posição. A Ve- nezuela, com duas derro- tas em dois jogos, aparece em nono. O Brasil volta a campo no dia 13 de no- vembro para enfrentar a Argentina, provavelmen- te em Buenos Aires. Um dia antes, a Vinotinto encara a Bolívia fora de casa.
  16. 16. QUARTA-feiRA, 14 de oUTUbRo de 2015

×