Jornal digital 4760_qua_23092015

249 visualizações

Publicada em

Jornal Correio do Sul

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
249
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4760_qua_23092015

  1. 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXv EDIÇÃO Nº 4.760 Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 R$ 2,00 Grupo 28º 18º Sol com algumas nuvens. Não chove. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense GeralGeral Polícia Polícia Saúdecontabiliza 22milconsultas duranteumano Projetoquer prevenircâncerde peleempescadores Motoé‘pescada’ naságuasdo rioMampituba Delegadodescarta latrocínioepede prisãodesuspeito Passo de TorresGaivota Estranho Caso Gisele 74 11 13 PáginaPágina Página Página Apoie Vende-se Terreno no bairro Guarita em Sombrio. Aceito carro no negócio. Fone: (48) 99080293 13Página Correiodo Sulmobiliza PPT comFeijoadadoBem
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “Queremos apenas os que tiverem ficha-limpa. Os políticos precisam gostar mais de pessoas do que de dinheiro”. Ele disse: ‘ ‘Deputado federal Jorginho Mello (PR) em evento de filiação do partido. Criadores e criaturas em sintonia J á comentei neste espaço que algumas pessoas dentro do PP de Som- brio veem uma predileção do deputado estadual Zé Milton pela candidatura de Cris da Rosa e do ex-prefeito, Professor Jusa, pela de Teco Silvério, por questões de afinidade. O interessante é que esta sintonia vem sendo perce- bida até mesmo no estilo de se vestir dos personagens, mesmo que de forma inconsciente. A impressão PB do jornal não aju- da, mas convido quem puder a acessar esta coluna no portal do Grupo Correio do Sul para tirar a prova. Os quatro se encontraram BalneárioGaivotatambémfoi contemplado com uma emenda dadeputadafederalGeovaniade Sá (PSDB). O prefeito Ronaldo Pereira (PP) recebeu a deputada em seu gabinete para a entrega simbólica do valor de R$ 157 (48) 3522-3777 no final de semana, com Teco e Jusa vestindo preto, numa linha mais despojada, enquanto Zé R$ 157 mil para a agricultura sinal de que as criaturas estão se espelhando em seus criadores, até mesmo no guarda roupas. Milton e Cris apostaram na clás- sica camisa azul (cor do partido). Pode ser coincidência, ou um mil, destinada a agricultura local. “A emenda da deputada irá ajudar muito nossa agricultura, princi- palmente neste momento onde a crise tende cortar despesas”, co- mentou Ronaldo. Após a liberação da emenda, o governo municipal decidirá, junto aos conselhos de agricultura que operam em Balneário Gaivota, a melhor forma de utilização do recurso. O candidato a vice-prefeito na última eleição, Fernando Borges (PSDB), acompanhou o ato. Duas vezes 11 Empolgado com a criação do PR em Santa Rosa do Sul, o presidente da Câmara de Vereadores Agenor Francisco de Carvalho (PP), fez um convite para que os cidadãos de bem, interessados em participar da próxi- ma eleição, se filiem no Partido da República. “O PR é bom, é 22, que é duas vezes 11”, brin- cou fazendo menção ao atual partido. Troca Bastidores da política em Balneário Gaivota dão como certa a transferência do vere- ador Kekinha do PDT para o PSDB. A afinidade do parla- mentar com o ninho tucano é bastante antiga, tanto que ele trabalhou para candidatos do PSDB na eleição de 2014, em detrimento dos pedetistas.
  3. 3. De acordo com o presi- dente do CMDCA, Marcos Tramontin Serafim, tam- bém integrante da Comis- são Eleitoral, a eleição é a terceira etapa do processo, que deve ser transparente e democrático. “Por isso conclamamos os cidadãos araranguaensesacompare- cerem as urnas no próximo dia4”,declaraopresidente. Dos 15 candidatos ap- tos a participar da eleição, os cinco mais votados serão considerados eleitos. Os demais, a partir do 6º mais votado, serão suplentes. O mandato é de quatro anos a partir de 10 de janeiro de 2016. > ArArAnguá Conhecidososnomes dos 15 candidatos a conselheiros tutelares de Araranguá, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), divulga o perfil de cada um. O pleito ocorre deformaunificada,emtodo o país, no dia 4 de outubro. Em Araranguá, a eleição será realizada no Colégio Murialdo,das8às17horas. Podem votar todos os cida- dãoscomdomicílioeleitoral no município, que deverão compareceraolocaldevota- ção munidos de documento com foto e título de eleitor. Geral 3Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Quinze buscam vaga de conselheiro Eleição ³Candidatos a conselheiro tutelar estão em campanha, buscando votos para a eleição de 4 de outubro Alysson Bitencourt Número: 10 Conhecido como: Professor Sansão/ Filho do Juquinha Idade: 28 Bairro:Morro dos Conventos Formação: Ensino Médio Professor de Capoeira há mais de 5 anos, trabalha com projetos sociais no Cras e escolas municipais. Antônio Roberto Leandro Número: 19 Conhecido como: Beto Idade: 48 Bairro: Coloninha Formação: Nível Médio– Curso Técnico de Enfermagem Fez parte da APP do colégio João Matias. Trabalhou na área da saúde e é conselheiro tutelar há 4 anos. Cristiane Kunhasky Abatti Número: 07 Conhecida como: Cris Idade: 33 Bairro: Urussanguinha Formação: Curso Superior em Serviço Social Bairro: Jardim das Avenidas Formação: Curso superior de História Atua nas pastorais da Igreja Católica e colabora nas celebrações do Lar São Vicente de Paulo. Josy Cipriano Ignácio Número: 11 Conhecida como: Josy Idade: 32 Bairro: Jardim das Avenidas Formação: Bacharel em Direito É professora, já ministrou aulas para população carente, adultos e jovens, nos cursos de beleza e estética, administração, marketing. Rafael Shaulyn de Freitas Número: 31 Conhecido como: Shaulyn Bairro: Jardim Cibele Idade: 26 Formação: Ensino Médio – Técnico Agrícola Monitor na Casa Lar Irmã Carmen. Trabalhou como educador social na casa de SemiliberdadeArte e vida.Atua também no projeto Papo Amigo na escola Otavio Manoel Anastácio e no projeto Infusão de Alegria do Hospital Regional de Araranguá. Rosana Gomes Número: 24 Conhecida como: Rosana Idade: 37 Bairro: Jardim das Avenidas Formação: Ensino Médio Trabalha no Restaurante Quality e na praça de alimentação do Supermercado Angeloni. Já trabalhou no Caic e no projeto Varal Literário em Criciúma. Sônia Maria Sadzinski Número: 30 Conhecida como: Sônia Sadzinski Bairro: Coloninha Idade: 53 Formação: Curso superior em Serviço Social Atuou no presídio, no programa Bolsa Família, na associação criança com câncer, Lions Clube, Iguatemi empresa ambiental, Escritório Modelo de Araranguá. Está cursando graduação em direito e é mediadora no fórum de Araranguá. Tamara Ferreira da Silva Número: 23 Conhecida como: Neta do seu Antoninho Torres Bairro: Centro Idade: 34 Formação: Ensino Médio – Cursando Língua Portuguesa. Trabalha no Caic, voluntária no Fórum de Araranguá, colaborou com o projeto Pé no bairro do IFSC e no Centro POP e Creas de Araranguá. Tatiani Schimitti Vieira Número: 20 Conhecida como: Tati Idade: 35 Bairro: Operária Formação: Curso Superior de Psicologia. Trabalha como numa franquia da Subway. Fez estágio de atendimento psicológico com crianças na clínica de psicologia da Unisul. Trabalhou 5 anos no Recursos Humanos de uma empresa em Criciúma. Vânia Rejane Soares Elias Número: 17 Conhecida como: Rejane Idade: 53 Bairro: Jardim Cibele Formação: Auxiliar de Enfermagem / Agente Comunitária de Saúde. Ajudou coordenar o coral das crianças EBM Otavio Anastácio, foi catequista, agente comunitária de Saúde durante 10 anos. É conselheira tutelar. Atuou como assistente social no Arroio do Silva e no setor de Cadastro Único e Bolsa Família da Secretaria de Assistência Social de Araranguá. Edna Borges Antonello Número: 06 Idade: 26 Bairro: Jardim Cibele Formação: Bacharel em Direito Atua no ramo do direito há 5 anos, com experiência no gabinete de juiz da comarca de Araranguá por 2 anos. Atuou em escritório de advocacia por 3 anos. Eliane Aparecida Kruger Número: 28 Conhecida como: Eliane assistente social Idade: 48 Formação: Curso Superior em Serviço Social. Especialização em politicas públicas Possui experiência como assistente social no trabalho com famílias, crianças e adolescentes em situação de abandono e dependentes químicos. Atuou na prefeitura de Araranguá, nas Secretarias de Bem Estar Social e de Saúde. Foi coordenadora da casa de semiliberdade. Trabalhou no Hospital Regional comoo assistente social. Prestou serviço a comunidade terapêutica Monte Sinai. Presta serviço a comunidade terapêutica CREBS. Emerson Flávio da Rocha Número: 02 Idade: 30 Conhecido como: Neno Bairro: Jardim das Avenidas Formação: Cursando universidade de Sociologia Trabalha como azulejista. Já atuou na presidência de Associação de Moradores, e Associação Bom pra Bicho. Trabalhou com adolescentes em instituições religiosas na área da música. Geisiane de Carvalho Albino Número: 14 Conhecida como: Geisi Idade: 26 Bairro: Rio dos Anjos Formação: Curso Superior em Serviço Social Gertrudes de Matos Machado Número: 16 Conhecida como: Serui Idade: 59
  4. 4. Geral4 Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 > Balneário Gaivota Para fazer um tipo de prestação de contas à comunidade, a Secretaria de Saúde de Balneário Gaivota promoveu uma reunião na tarde de ontem na Câmara de Vereadores. Uma série de slides foi apresentada ao públi- co formado por agentes de saúde, vereadores, representantes de comu- nidades e a vice-prefeita Terrimar Ramos Ferrei- ra. Os dados apresenta- dos surpreenderam os presentes, que teceram elogios ao secretário José Luiz de Oliveira Lentz e a sua equipe. “O objetivo é mostrar um relatório às pessoas sobre tudo o que aconteceu no último ano, de abril de 2014 a abril de 2015. Foi um ano de muito trabalho”, disse José Luiz. Para Terrimar, “o carente que precisa de Saúde presta contas de serviços Aline Bauer Aline Bauer Contabilizando Secretaria fez levantamento de todas as ações realizadas em um ano e apresenta resultado a representantes da população restrição por perda de saúde, como paralisia por acidentes. Mas segundo Roberto, o grupo de maior propensão é o dos que já tentaram tirar a própria vida alguma vez, e que, sem ajuda, podem concluir o ato. O CVV tem 53 anos, e se originou de um grupo de amigos que resolveu ajudar pessoas e foi evo- luindo até se tornar a maior linha de apoio do país, com mais de dois mil voluntários ouvindo aque- les que sofrem e que não têm com quem contar. “Os voluntários são treinados para terem um ouvido fra- terno, sem julgamentos, apenas provocando para que quem liga, desabafe”, conta ele. Roberto acre- dita que deve-se tratar o suicídio como tratou-se a aids, quando descoberta. “Varreu-se para debaixo do tapete? Não! Trou- xeram o assunto à luz e informaram tudo o que puderam às pessoas. É assim que se combate esse problema.” De acordo com o voluntário, que é repre- sentante comercial, o ato > reGião Cerca de 66% das pessoas que quiseram abrir mão de viver, co- municaram a intenção suicida a alguém, des- tes, 40% de forma clara. Mas infelizmente, as pessoas que ouvem às vezes não levam a sério, e outras, se omitem, sem saber de que forma agir, o que acaba afastando quem poderia ajudar de quem precisa de ajuda, e, por consequência, fa- zendo com que a pessoa que pensa em se matar, se decida ainda mais. O que algumas pes- soas não imaginam, é que um estranho pode- rá ouvi-las e ajudá-las de forma efetiva, sem julgamento, e que há um número de telefone especialmente criado para isso. Sigilo e ano- nimato podem ajudar a diminuir a angústia, se- gundo Roberto Caldas, voluntário do Centro de Valorização da Vida (CVV) de Criciúma. Pes- soas com transtorno físico e mental, que so- mam 5% da população mundial, são um dos grupos de risco. Sofredo- res de abalos psicológi- cos também estão nesta lista triste, bem como os que adquiriram alguma de falar faz com que a pessoa se ouça e repen- se, desistindo assim de tirar a própria vida. O principal sinal de que a pessoa está pensando em cometer suicídio é a tristeza e angústia por tempo prolongado, e é nesse momento que a família deve intervir e conver- sar. “Quem está num momento aflitivo como esse, deve saber de que há alguém que o ama e se importa com ela”, diz Roberto, que completa “quem pensa em suicí- dio, não quer pôr um fim à vida, quer pôr um fim à dor, e acha que esse é o único modo de acabar com essa angústia.” A solução para esse pro- blema não pode partir apenas do governo, de instituições ou da pró- pria pessoa. Deve ser uma solução conjunta, já que, quando alguém decide se matar, ela não se governa mais e pre- cisa de ajuda urgente. O número do CVV, que atende toda região sul, é 3439-0222. Um ouvido contra o suicídio ³Resultados de serviços e ações durante um ano foram apresentados na câmara saúde, será sempre bem atendido e encaminha- do de acordo com a sua necessidade. Tínhamos a parte técnica mas nos faltava a parte humana. O saber ouvir. Agora, isso foi superado, através de treinamentos e cursos para os funcionários”. Sandra Delfino Steltter, assessora de gestão em saúde de uma empresa de Araranguá que ajudou na coordenação dos traba- lhos, ressalta a importân- cia da reunião. “Balneário Gaivota é o precursor do trabalho, e se não divul- garmos, os dados ficariam numa gaveta e não chega- riam ao conhecimento da população”, justifica. O trabalho consistiu em três fases: capaci- tação motivacional aos servidores da Secretaria de Saúde, levantamento de dados e a prestação de contas. Os vereadores elo- giaram o trabalho. “Mui- tas vezes as pessoas vem reclamar e nós não temos dados em mãos para res- ponder a elas”, disse a vereadora Esadir Gomes Machado. “O que faltava era o trabalho de grupo, e temos isso agora”, comple- tou Maria Leandro Nu- nes, que também é verea- dora. O recadastramento das pessoas dependentes Taxas de suicídios: •Entre idosos, a maioria tem mais de 70 anos. •Entre 15-30 anos, 8,5% das mortes são via suicídio (é a segunda maior causa, a primeira é trânsito). •Entre homens: 15 mortes a cada 100 mil. São mais efetivos. •Entre mulheres: 8 mortes a cada 100 mil. •A estatística em alguns estados ou municípios brasi- leiros se equiparam aos países líderes do ranking da OMS. da farmácia do posto cen- tral, também foi uma ação bastante elogiada . “Foi interessante por que evita que moradores de outros municípios venham pegar medicamentos aqui, o que fazia com que os remédios acabassem mais rápido”, lembraovereadorAntônio da Silva. O próximo passo é capacitar os novos fun- cionários, para que ajam com a dedicação e vontade que a Secretaria de Saúde espera. Dados apresentados Consultas + de 22, 581 Consultas odontológicas + de 16, 900 Pequenas Cirurgias + de 440 Exames + de 11, 330 Atendimento Domiciliar de Enfermagem + de 3. 833 Vacinas de Rotina e Campanhas + de 3, 600 doses aplicadas Aferição de Pressão Arterial + de 53, 190 Consultas com Especialistas + de 10, 946 Visitas Domiciliares por Agentes + de 48, 206 Dispensação de Medicamentos + de 1. 703. 424
  5. 5. chuva, mas a situação se complicou nesta semana, com a grande quantidade de água que se acumulou. O cratera aumentou ain- da mais. Um bambuzal, que margeia a estrada, está sendo engolido pelo buraco e agravando ainda mais o problema, visto que as folhas das plan- tas estão tocando os fios de alta tensão, podendo provocar um acidente. Moradores dizem que estão com medo de terem algum eletrodoméstico queimado em casa e que pode ocorrer uma tragédia aqualquermomento,jáque crianças passam pelo local para ir à escola. O enorme buraco se abriu onde foram feitas obras de drenagem e fica em uma curva, o que au- menta o perigo para os motoristas. O secretário de obras Carlos Gomes informou quearecuperaçãodaestra- dajáestavaplanejada,mas que as chuvas atrapalhou o seu início. Enquanto vi- sitava o local, o secretário, acompanhado do prefeito em exercício Valmir Dami- nelli, garantiu que a obra sairáomaisrápidopossível. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 O que disse Primo sobre 2016 E speculaçõesdandocontadoretor- no do ex-prefeito de Araranguá, Primo Menegalli, ao cenário político deixou em polvorosa a Cidade das Avenidas. Depois de cumprir mandato entre 1997 e 2004, Primo voltou a se candidatar em 2008, quando acabou sendo derrotado por Mariano Mazzuco (PP), que à época concorreu com o atual prefeito Sandro Maciel (PT) como seu vice. Não há como negar que a união entre PP e PT contra Primo foi capital para sua derrota. União que, aliás, muito dificilmente será repetida nas próximas eleições, já que os progressistas estão disparando sua artilharia francamente contra o governo petista. Conversei com Primo abertamente sobre seu envolvimento no pleito de 2016, entre- vista que foi objeto de matérias na coluna. Hoje transcrevo parte desta entrevista para que o caro leitor tenha uma noção mais apro- fundada sobre o pensamento do ex-prefeito a respeito de sua possível participação nas eleições do ano que vem. Obras planeja ações Estradas > sombrio Na manhã desta terça-feira,opre- feito em exercício Valmir Daminelli foi verificar as estradasdointerioracom- panhado do secretário de Obras Carlos Gomes para verasituaçãoapósaschu- vas da semana passada. Várias delas deixaram os moradores com difi- culdade de acesso, mas, segundoCarlos,nos próxi- mos dias estes problemas deverão ser resolvidos. Aprimeira comunida- de a ser visitada foi Costa da Lagoa, onde um bura- co se abriu no meio da rua e os moradores colocaram pedaços de madeira para conseguir transitar no local. Ainda nesta se- mana, caso não chova, a Secretaria de Obras irá encaminhar uma equipe para a recuperação. Na Santa Fé outro ponto crítico foi encontrado. Quando chove as famílias sofrem com a estrada que fica completamente cheia delama.ConformeCarlos Gomes, mesmo com a quantidade de chuva dos últimos dias, a maioria das estradas estão boas. Os trechos que foram considerados mais críti- cos terão prioridade para receber melhoria. Na subida para o ‘morro da antena’, no Morro da Canoa, dois moradores sofriam com a dificuldade de acesso até as suas residências. “Ire- mos colocar mais pedras nestes trechos para facili- tar o tráfego de veículos”, informou o secretário. Nas comunidades de Maracanã e Sanga Ne- gra acontece a mesma situação. Conforme o pre- feito Valmir Daminelli, a reclamação sobre estes lugares já tinha chegado a prefeitura. “Fomos con- ferir para ver a realidade das estradas após essas chuvaradas.Pretendemos solucionar os casos que encontramos em algumas localidades o mais rápido possível”, afirmou. No Campo D’Água, os moradores estão preocu- pados com a segurança de quem trafega pela estra- da geral da localidade. Há dois meses, um buraco se abriu na margem da via que leva a vizinha Mara- canã durante uma forte ³Estrada do Campo D'água está com um grande trecho desmoronando em buraco Tem sido muito comentada sua possível candidatura a prefeito de Araranguá ano que vem. O senhor pretende mesmo ser candidato? Primo – Tem sido comentada é? O que as pessoas estão falando? Falam que o senhor pode ser can- didato, e que teria boas chances de vitória. Primo – Eu fico feliz com isto. Isto prova que o povo reconheceu o meu trabalho por oito anos à frente da prefeitura. E tu, acha que eu tenho chances? Acho que o senhor é um nome de peso. Sua candidatura alteraria todo o atual quadro político de Araranguá. Primo – Pois é, mas eu tenho muitos ne- gócios no Mato Grosso, bem mais do que quando fui prefeito entre 1997 e 2004. Não vou negar que gostaria de voltar a ser prefeito, mas tenho que avaliar muito bem, porque teria que praticamente abandonar minha vida empresarial O senhor deve se decidir se será candidato quando? Primo – Eu estou pensando, avaliando esta possibilidade. Isto tem que ser bem pensado, tem que ver pesquisa, ver se o povo de fato quer isto. Nos próximos dez dias eu já devo ter as respostas que preciso para tomar uma decisão. O senhor está filiado ao DEM no Mato Grosso. Caso se disponha a concorrer em Araranguá seria pelo DEM ou por outro partido? Primo – Eu acho que me filiaria ao PSDB. Foi o partido pelo qual fui prefeito, então fica aquela ligação política que é difícil de se separar. Tu acha que o PSDB é um bom partido para eu concorrer? Penso que o PSDB e o senhor têm uma ligação histórica muito grande em Araranguá. A impressão que se tem é a de que sua candidatura seria melhor assimilada pelo PSDB do que por outro partido. Primo – Eu também acho isso. O senhor recebeu convites de outros partidos para concorrer? Primo – Recebi uma ligação do deputado Jorginho Mello me convidando para me filiar ao partido dele. Na verdade nem sabia qual era o partido dele. Depois fui saber que era o PR. Mas se eu for candidato será pelo PSDB. Caso se decida pela candidatura a prefeito, o senhor pretende realizar uma coligação com quais partidos? Primo-Umacandidaturatemquesurgirao natural,vindadodesejodopovo.Nãoadian- ta eu dizer que só serei candidato se este ou aquele partido me apoiar. Tampouco eu vou interferir no sonho deste ou daquele de ser candidato. Se eu decidir ser candidato, serei e pronto. Se decidir não ser, não serei e pronto. Nada deverá estar condicionado a esta ou aquele situação O senhor vê, então, a possibilidade de múltiplas candidaturas, incluindo a sua? Primo – Não tenho nada contra várias can- didaturas. A população que escolha quem ela achar melhor. Não sou eu que tenho que dizer que eu sou o bom. Já mostrei meu trabalho. Então, se o povo achar que eu deva ser prefeito novamente vota em mim. Se achar que não devo vota em outro candidato. Se tiver mais opções melhor para escolher. O importante é que escolha com consciência visando sempre o bem do município e não o interesse pessoal. O senhor acha que a população às vezes vota errado? Primo – De modo geral acho que sim, por- que não está atenta as questões políticas no dia a dia. Deixa para prestar atenção em po- líticasónavésperadaeleiçãoeàsvezesnem isto. Política devia ser ensinada nas escolas, para que desde cedo a criança entendesse como é que as coisas funcionam. Eu quando era jovem fui numa festa na véspera de uma eleição. No outro dia, ainda com o barulho da festa na cabeça, juntei uns santinhos de uns candidatos no chão, perto do local da urna e fui lá e votei. Nem sabia quem eram. Por nada se elegeram como meu voto e eu nem sabia quem era aquela turma. Uma boa parte do povo vota assim no Brasil e depois reclama da situação em que o país está.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Esquenta para o “Compre no Pequeno” PeloEstado O Sebrae-SC realiza em 19 cidades do estado uma semana de capacita- ção para os empresários se prepararem para o Movimento Compre do Pequeno Negócio, em 5 de outubro. Até sexta-feira (25), uma sé- rie de eventos como palestras, consultorias e orientações sobre controle de custos e atendimento ao cliente estarão disponíveis gratuitamente para os empresários catarinenses. Cerca de 3 mil empresas se cadastraram no hotsite para participar da semana de capacitação. O site (www.compredopequeno. com.br) também funciona como uma vitrine, já que o consumidor encon- trará ali a lista com os dados e a localização dos empreendimentos cadastra- dos. Por meio de geolocalizador, ele saberá quais os pontos comerciais mais próximos que participam do Movimento. Assim, poderá dar preferência às micro e pequenas empresas na hora de fazer compras. De acordo com o diretor superintendente do Sebrae-SC, Carlos Guilherme Zigelli, há 42 anos o Sebrae prepara o empreendedor para melhorar a gestão das empresas, para que elas se tornem mais eficientes e atendam melhor os consumidores. “Agora é a primeira vez que fazemos um movimento para a sociedade, para que as pessoas percebam que, ao comprar do pequeno, estão melhorando a sua cidade, gerando empregos e ajudando a economia”, destaca. Mais de 98% das empresas catarinenses são de micro e pequeno portes. Juntas, res- pondem por 35,1% do PIB do estado e por 46% do total de empregos com carteira assinada – mais de 1 milhão de vagas. Na vitrine Angela Albino, secretária de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação e presidente licenciada do PCdoB-SC, foi convocada para uma reu- nião no diretório nacional do partido. A pauta será dura. Ela terá que decidir se prefere assumir a cadeira na Câmara dos Deputados ou lançar seu nome para a prefeitura de Florianópolis em 2016. O comando do PCdoB nacional quer que Angela volte para a vitrine política. Meteorologistas Durante reunião da Co- missão de Proteção Civil da Assembleia Legislativa, meteorologistas alertaram novamente sobre os efeitos do fenômeno climático El Niño, que deve ser de forte in- tensidade. Estão previstas chuvas intensas emnovembroeduranteoverão,principal- mente no Oeste catarinense. Os profissio- nais solicitaram ainda a realização de uma audiência pública, já confirmada pelo pre- sidente da comissão, deputado Patrício Destro (PSB), mas ainda sem data mar- cada. A classe alega que sofre com a falta de políticas públicas e quer regulamentar as atribuições da profissão no estado. Reação positiva A Polícia Rodoviária Federal (PRF) emitiu nota técnica suspen- dendo a fiscalização punitiva com relação ao transporte botijão de gás, à exigência de para-choque traseiro nos caminhões- tratores e do desenho de sulcos ou banda de rodagem dos pneus. Para o deputado CelsoMaldaner(PMDB-SC),coordenador da Comissão Externa dos Caminhoneiros da Câmara dos Deputados, a nota é uma resposta positiva da aprovação de reque- rimento para a realização de audiência pública, amanhã, em Brasília, que deba- terá o rigor excessivo nas abordagens e autuações da PRF aos caminhoneiros nas últimas semanas. Andréa Leonora ��or�an�po��s ����or�an�po��s �� 23Set15 Prazocurto Pela legislação eleitoral vigente, o prazo de filiação para os que desejam concorrer nas eleições munici- pais de 2016 é dia 1º de outubro. Por isso a correria dos partidos atrás de nomes fortes para os executi- vos e os legislativos municipais. E no PMDB não é difernete. Com foco no fortalecimento, o partido tem promovido filiações em praticamente todos os municípios nos últimos meses e agora trabalha no que se pode chamar de “regime de plantão”. Na noite de segunda-feira (21), o presidente do PMDB-SC, Valdir Cobalchini, esteve em Blume- nau para receber 300 novos filiados e o ex-prefeito Dalto dos Reis, que retor- na à sigla (foto). Até o final da semana, líderes peemedebistas vão ao Meio Oeste para abonar novas fichas e promover mobilizações nos municípios. DivulgaçãioPMDB ProgramaSCRural Treze municípios catarinenses receberão investimentos de R$ 9.315.389,77 com recursos do Pacto por SC e do Progra- ma SC Rural para projetos de inclusão digital, sistemas de abastecimento de água e melhoria de estradas. As autori- zações foram assinadas pelo governador Raimundo Colombo e pelo secretário da Agricultura, Moacir Sopelsa. Colombo ainda recebeu um documento, assinado pelo diretor para o Brasil do Banco Mundial, Martin Raiser, manifestando o interesse em dar continuidade à parceria com o governo do Estado na execu- ção do SC Rural, o que agora depende da aprovação do Ministério do Plane- jamento. “O Banco Mundial vê no programa um modelo para os outros esta- dos do Brasil e também para os países da América Latina”, comentou Sopelsa. AnaCeron
  7. 7. Geral 7Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Saúdealertasobrecâncerdepele No Mar Marivânia Farias > Passo de Torres ASecretaria de Saúde de Passo de Torres está realizando um projeto bastante inte- ressante voltado princi- palmente aos pescadores. Eles estão sendo alertados a tomar cuidado com o sol para evitar o câncer de pele. Segundo a enfermei- ra da Unidade de Saúde Central Elizângela Coelho Rodrigues, o município está atendendo cerca de nove casos deste tipo de câncer e pelo menos cinco pessoas já morreram diag- nosticadas, quatro homens e uma mulher. “Acredito que ainda falta informa- ção a população e nosso público-alvo é o pescador porque ele muitas vezes passa o dia inteiro no sol, sem nenhuma proteção”, diz Elizângela. No início do projeto, batizado de Salve Sua Pele, no final de julho,ela ministrou uma palestra sobre o assunto, mas poucos interessados apareceram. Um deles era Moacir Melo da Rosa, de 49 anos, pescador desde os 12. Ele nunca usou protetor solar, porém evita ficar sem camisa, consciente do pre- juízo que o sol pode causar a pele. Moacir também já se preocupou com um sinal que tem nas costas, mas não foi ao dermatologista. O presidente da Colô- nia de Pesca de Passo de Torres,Adriano Delfino Jo- aquim, apoia a campanha. Ele confirma que tanto os profissionais que vão para o mar quanto os amadores, que passam os dias pescan- do de caniço nos molhes, não costumam usar prote- tor solar. O município pos- sui cerca de 45 barcos, cada ³Enfermeira alerta em palestra para o perigo do excesso de sol sem proteção ³Secretário Emerson mostra camiseta do projeto de prevenção ao câncer de pele Projeto Salve Sua Pele, realizado pela administração municipal, é destinado principalmente aos pescadores um em média com oito tripulantes, resultando em uma grande quantidade de homens expostos aos raios solares diariamente. Mes- mo assim, Adriano lembra de um único caso de câncer de pele entre os associados. Depois do encontro, que contou com a presença do secretário de Saúde do município, Emerson Car- doso Kijillim, os presentes receberam um ‘kit prote- ção’ com camiseta e boné do projeto e protetor solar. O secretário diz que desde que a secretaria re- cebeu um dermatoscópio, há cerca de dois meses, o atendimento se tornou mais ágil e fácil. O apare- lho permite fazer espécies de fotos muito detalhadas do problema de pele do paciente. As imagens são então enviadas, pela inter- net, a um especialista em Florianópolis que devolve um laudo apontando o pro- blema. O sistema está sen- do usado em toda a região, diminuindo a fila de espera por atendimento. Isso se torna ainda mais importan- te porque se diagnosticado cedo, segundo Elizângela, o câncer de pele tem 90% de chance de cura.
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Novelas Além do Tempo -18h I love Paraisópolis -19h A Regra do Jogo -21h A lceste aconselha Benjamin a deixar que Dom Peppino trabalhenaPilartex.AlcestearmaparaqueMaripenseque Benjamin a traiu. Grego avisa a Jurandir para afastar Eva e PauluchadeParaisópolis,afimdeprotegê-las.Benjaminconfessa aMariqueAlcestetentoubeijá-lo.PatríciaaconselhaMargotaficar longedeAlceste.GregoeAlcesteficamjuntos.Benjamindemite Alceste. Margot flagra Alceste beijando Grego. Alceste ameaça a filha de Benjamin. Z ilda não gosta de ver Afonso perto de Anita.Vitória fica im- pressionada com a semelhança entre Lívia e sua tia ao ver umantigoretrato.LíviaeFelipesereconciliam.Gemaimplora que Raul não deixe Campobello. Melissa tem um pesadelo com Berenice.LíviaeFelipesebeijam.BentoinvadeoquartodeRosa. Raul recebe uma ordem de prisão e Gema se desespera. Pedro ameaça contar a Felipe a verdade sobre Lívia. R omero comemora o sucesso da operação e a fuga de Salazar da prisão.Tio comenta com Orlando que Romero não deverá ser promovido. Juliano questiona Djanira e Zé Maria sobre a ligação que eles têm com Romero.Tóia e Juliano discutem por causa de Zé Maria, e o rapaz pede um tempoànamorada.RomeropedeAtenaemnamoro.Adisabeba afirma a Zé Maria que Romero está armando contra Djanira. Rapidinhas Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Vocêquerliberdade,mascompromissosetarefasassumidas estão cobrando mais. Além disso, também não está num dia demuitaautoconfiança.Encareoqueaindatemdeaprimorar e se concentre nisso! Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Umdiaótimoparacuidarsuasfinanças,dosseusbens,e valorizarseustalentos.Vocêestáafinadocomoessencial, capacitadoparamostrarsuacompetência.Naprofissãoe navidasocial,mostrepraticidade! Gêmeos 21/05 a 20/06 Alterações inesperadas o aguardam nestes dias --essa ondaaindanãoterminou!Noamor,comfilhos,amigos... tudo muda de um momento para o outro! Estão recon- siderandodecisões.Éotempodeles.Nãosedesgaste. Libra 21/09 a 20/10 Você está com muitas dúvidas; revê suas ultimas decisões, não sabe se agiu certo, nem se quer hoje o que quis na semana passada. As pessoas não gostam e não entendem mesmoesseseucomportamento.Aguentefirme.. Aquário 21/01 a 18/02 Touro 21/04 a 20/05 Tudo flui bem para você, que recebe boas novas de alguém e pode tocar com facilidade assuntos ligados a lei, viagens, estudos superiores. Planos de viagem e concursos também estão entre as boas surpresas do dia! Virgem 21/08a20/09 Se você desistir de manter o controle de todos os deta- lhes,tudoirábemcomfilhoseoromanceprospera.Mas, se insistir nessa ilusão, perderá a ótima onda astral que aproxima e consolida esses relacionamentos. Capricórnio 21/12 a 20/01 Com a Lua em seu signo, juntinho de Plutão e formando aspectopositivocomJúpiter,amelhorpedidaseráreser- varpartedotempoparacuidardasaúde,daaparência,da pele.Renovaçãoemocionalemandamento! Câncer 21/06 a 20/07 Diasdelicadosestes!Pressãodetudoquantoélado,quenão deixa você em paz. Mas você ainda tem escolha: negociar claramente os pontos importantes, e aguentar firme as oscilações do parceiro e as tramoias familiares. Escorpião 21/10 a 20/11 Palavras,pensamentosepreocupaçõestemenormepeso nocomportamento--conscientedisso,escolhaoquedizer, oquepensarecomquemseassociar..Engajamentosocial eculturalésaídaparavocê. Peixes 19/02 a 20/03 Piscianoscontam,hoje,comamigosqueajudamaconcretizar desejos.Sãopessoasambiciosas,rigorosasepráticas,quedão ajuda na hora certa. Não é dia para hesitar ou duvidar, mas aceitar novos desafios. Vênus e Urano mantêm ótimo aspecto, indicando que a vibração positiva do amor, do afeto e dos amigos ainda estáaseufavor!Cuidadospessoaisfelizescommudança dovisual.Invistaemalgoinovador. VictorChaveséomaisnovopapaideprimeira viagem do pedaço! O cantor, que faz dupla com o irmão, Léo, usou o perfil que possui no Instagram, nesta terça-feira (22), para anunciar aos fãs a gra- videzdanamorada,aempresáriaPolianaBagatini. Naimagempublicadanaredesocial,oartista aparece acariciando a barriguinha da amada, que tambémcaprichounosorrisãoparaserclicadacui- dando do bebê que espera, e usou todo o seu dom musical para se pronunciar sobre a primeira filha, que já teve até o nome revelado pelo papai coruja. “Maria Vitória (Victor Chaves). O prazer que moranoqueseenxergajamaisestaránoquesevê. Prazer de estar ao sabor de um saber, de simples estar,deser.Nadamelhorqueumahistóriaquese escreve agora. Sem lugar, sem pensar, sem hora. Uma história para Maria Vitória. (Quatro meses; Mãe bonita e zelosa, pai caipira e babão) A todos, obrigado pelos votos de carinho e ternura”, escre- veu o mais novo papai na legenda da postagem, cujoscomentárioslogoficaramrepletosdeelogios e felicitações por parte dos fãs. Com isso, Victor já pode pedir vários conse- lhossobreapaternidadeparaopróprioLéo,quejá é pai de duas crianças e está contando os minutos para a chegada da terceira, já que sua esposa, Tatianna Sbrana, está na reta final de mais uma gestação. Parabéns, Victor! Quatro astros em signos de elemento terra pedem aten- çãocomavidaprática,comadimensãoconcretadetudo quevocêpensaemfazer.Formalismostêmseulugar,hoje. Nãodesdenhedelesecheguemaislonge.
  9. 9. Correio Especial Igor Borges igor.borges@grupocorreiodosul.com.br www.facebook.com/igor.borges @igormborges O QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO Foto do Dia #fotododiacorreiodosul No jogo do Brasil contra o EUA, eles tentaram que a Glo- bo os pegasse, mas o Correio do Sul pe- gou. E por isso estão aqui. Da próxima vez pode escrever: “Correio do Sul Co- loca nós no jornal!” “Algumas mulheres estão tão preocupadas com a flacidez do corpo que perderam a rigidez dos seus princípios” Rafael Borges Martins Novo Depois de tantas dificuldades enfrentadas e superados o novo Sombrio Moda Shopping finalmen- te abriu suas portas. Não foi fácil para ninguém. Alguns até foram sentimentais, pois no antigo local foi onde conseguiram construir sua vida e atingiram o sucesso. Mas com a benção do céu, pois dizem que mudança em dia de chuva pega, abriram as portas aos ami- gos, quer dizer clientes, quer dizer amigos. Teve gente que ficou dias sem dormir para poder estar aberto na data, outros ainda arrumavam a loja enquanto as pessoas chegavam. O mais importante é que ficou bo- nito, ficou atual, trouxe conforto para todos, lojistas, trabalhadores e consumidores. Em um tempo de superação, eles mostraram que todos são capazes. Pegaram e fizeram e sem sombra de dúvida será um sucesso. Além de orgulho para cidade e belo exemplo. Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Extintor = Brasil Durante muito tempo trabalhei com empresas estrangeiras, e conse- quentemente investidores. O Brasil semprefoiconsideradouminvestimen- to para poucos, para os fortes. Quem investia sabia e estava preparado para perder dinheiro. Mas sempre foi difícil explicar para meus amigos do exterior porque no Brasil é tão difícil fazer negócio, até que o principal exemplo deu as caras por estes dias. O que acon- teceu com os extintores ABC resume o que é o nosso Brasil. Estabelecem uma lei, obrigam todos a comprar, estendem o prazo, depois cancelam. Todo investimento de uma indústria e de comerciantes foi jogado fora, quem comprou jogou dinheiro fora. Este exemplo você pode replicar em toda área governamental e jurídica. Por isso considero os empresários brasileiros os melhores no mundo. Eles são os úni- cos que começam a empreender sem saber o que vão enfrentar pela frente. As regras estão sempre mudando e um negócio que começou dando lucro e gerando empregos pode ser dizimado em uma canetada. #um- Brasilmelhorjá Adiada O Sombrio Moda Shopping, cons- truído em tempo recorde, teve apenas um adiamento. Enquanto isso, seu primo que foi primeiro planejado e teve início das obras antes, o Center Shopping, teve mais uma vez a data adiada, agora para 30 de ou- tubro. Tudo isso para poder entregar um baita de um entretenimento para a maior cidade da região. Terá cinema, praça de alimentação e muito mais. #sóaumentaaansiedade ³Com muito trabalho, suor, dedicação e determinação, os empresários conseguiram inaugurar. Além de um novo empreendimento, ele trouxe para uma área feia da cidade um novo ar e será uma dos catalisadores da mudança. Sombrio Moda Shopping
  10. 10. Publicidade10 Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015
  11. 11. Polícia 11Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 arame, começou a cutucar próximo onde estaria o entulho, pois achávamos que era entulhos. Só de tarde vimos que era uma moto, então chamamos a polícia”, disse Samuel, triste com o prejuízo que teve com a tarrafa, que ficou bem estragada. O sargento Antônio, da PM de Passo, explicou que a guarnição foi ao lo- cal e ao consultar a placa da moto viu que não tinha registro de furto. A moto foi recolhida e encami- nhada a Polícia Civil para investigação. Tarrafa encalhou no veículo na água e ficou bastante danificada. Horas depois pescador viu o que era o ‘entulho’ Da redação ³Rogério foi fazer um conserto e caiu da oficina depois de telha quebrar > Sombrio Na manhã de terça- -feira, o Corpo de Bom- beiros de Sombrio foi acionado para atender mais uma queda de altu- ra, a terceira em menos de cinco dias registradas no município de Sombrio. O acidente aconte- ceu por volta das 9h, no bairro Nova Brasília, em uma oficina mecânica às margens da BR 101. Segundo informa- ção, Rogério Leandro da Rosa, proprietário do es- tabelecimento, estava em cima do telhado, em uma das partes mais baixas, com aproximadamente dois metros e meio de altura, fazendo um conserto. Ro- gério estava usando para o trabalho uma Makita (fer- ramenta de corte) quando segundo as testemunhas a telha se quebrou. Ele não teve tempo de se segurar em nada e caiu dentro da oficina se machucando gra- vemente. Um funcionário ligou Homem cai do telhado de oficina para a Polícia Militar e para o Corpo de Bom- beiros pedindo socorro, dizendo que o caso era urgente e que o patrão precisava de atendimento o mais rápido possível. Os bombeiros, que usaram a ambulância ASU, ao che- gar ao local observaram que o homem estava cons- ciente, porém com fratu- ras graves, e decidiram encaminhá-lo ao Hospital Regional de Araranguá. Na queda Rogério teria atingido a clavícula. > Sombrio No final da tarde desta terça-feira, aPolíciaMilitardeSombrio foi informada de que uma criança de sete anos de idade, moradora do bairro Nova Brasília, havia desa- parecido. Por sorte, pouco depois a história terminou com final feliz. Aavó contou que esta- va no banheiro pintando o cabelo e quando saiu não viu mais o neto. Preocupa- da, ela começou uma busca desesperadora. De acor- do com a senhora, mesmo quando o menino sai com a mãe costuma deixar um bilhete avisando. “Ele escreve osgarranchinhosdeledizendo onde está indo, e dessa vez nem bilhete e nem um sinal”, explicou o seu susto. Um grupo de amigos em pouco tempo se mobilizou e começou a procurar a criança, algunsnasruasoutrasatravés da internet e do celular per- guntandoaamigoseparentes. A Polícia Militar também se envolveunabusca,poisosavós temiam que o menino tivesse sido levado por um estranho, já que não é habitual ele sair de casa sozinho. Depois de aproximada- mente uma hora de muito Criança desaparece e avós se desesperam medo, chegou a notícia que trouxe alívio a família. O menino de sete anos esta- va na casa de uma tia no bairro São Luiz, no outro lado da BR 101. Segundo a Polícia Militar, são cerca de três quilômetros de uma casa a outra, com inúmeros obstáculos pelo caminho, inclusive a movimentada rodovia federal. A criança ao ser encon- tradafoilevadaparaamãe, edepoisdosustoosavós,que cuidamdonetoenquantoos pais trabalham, ainda não conseguiramentenderbemo queaconteceuparaomenino ter saído sem avisar. > PaSSo de TorreS Depois de fortes chuvas, dezenas de pescadores procuram os rios da região, pois sabem que existe fartura nesse período. Além de peixes, estas pescarias rendem também mui- tas histórias de pesca- dor, mas esta, registra- da na tarde de ontem,é verdadeira: pescadores pescaram uma moto na tarrafa. O que parece um ³Tarrafada de Samuel e outros pescadores resultou em uma moto recolhida ‘causo’virou ‘caso’de polí- cia. Por volta das 9horas, Samuel Bittencourt Porto estava pescando próximo a Sanga da Madeira, na ponte da na rodovia SC 290, que liga a BR101 a Passo de Torres. Ele conta que jogou a tarrafa e ela trancou em alguma coisa, que ele não sabia o que era, mas danificou a tarrafa. Então chegaram outros pecadores. “Nós alertá- vamos para não jogar a tarrafa naquele lugar. Foi quandoumdospescadores mais velhos, usando um Moto é encontrada no Mampituba Pescando no Rio
  12. 12. 12 Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Publicidade
  13. 13. bandidos. “Obrigatoria- mente teria que ter es- tojo no chão e não tinha, perto do corpo da vítima também não havia estojo. Existe ainda um exame de balística pendente em Florianópolis,masemcima das contradições fiz uma reconstituição do local, os peritos vieram com uso de luminol,algumasmanchas de sangue foram encon- tradas, no cobertor, no pé da cama. Então em cima destas contradições nós descartamos a hipótese de latrocínio e sim a hipótese de homicídio qualificado, uma execução sumária”, disse Giraldi. O coordenador da DIC relata que desde o início da investigação sua equipe já trabalhava com a hipótese de execução. “Nove tiros dado numa vítima de um roubo, uma pessoa indefe- sa, sem armas, que esta- ria de roupão no pátio da residência, contraria toda a crônica policial, mesmo porque o marginal que vai para roubar, ele quer ser sutil, ele quer ser silen- cioso, ele não quer deixar margem. O máximo que ele faria com uma vítima dessas era colocar a arma , no momento que ela es- taria na rua, ele, do forro da casa, teria escutado ela cochichar alguma coisa, como se estivesse enxotan- do cães, posteriormente dois indivíduos teriam en- trado na casa, roubado a importância de R$ 35 mil e executaram a Gisele no pátio”, contou Giraldi. Várias diligências fo- ram feitas pela equipe da Divisão de Investigação Criminal, que no outro dia voltou ao endereço do cri- me, pois Gisele foi morta à noite e o tempo estava chu- voso, ruim de fazer buscas, conforme relatou Giraldi. “Ninguém foi encontrado, nenhumsuspeito,nenhum veículo, nada foi visuali- zado pelos vizinhos, a não ser os pedidos de socorro estridentes da vítima e os disparos de arma de fogo emduassequências”,conta sobre a noite do crime. No dia seguinte os policiais voltaram a fazer buscas para ver se encontravam algumacápsulaouprojétil, porémnadafoiencontrado, exceto três que estavam numvaso,próximoàsaída, onde o marido disse que efetuou aproximadamente 20 tiros perseguindo os > ArArAnguá No final do mês de maio,GiseleMon- teiro Bauer foi encontrada morta em sua residência, localizada na Sanga da Toca II. Na época foi cogi- tado tratar-se de um crime de latrocínio, versão esta descartada pelo delegado JorgeGiraldi,coordenador daDivisãodeInvestigação Criminal (DIC) de Ara- ranguá, após conclusão do inquérito policial. Conforme o delegado, quando do atendimento da ocorrência, ele e o dele- gadoDiegoArcherdeHaro foram até o local e verifi- caram a situação. Gisele estava morta no pátio da residênciaondemorava,já haviasidosocorrida,havia policiaiscivisemilitaresno local. No começo a versão dada pelo marido dela, DanielTomásBauer,foida hipótesedelatrocínio(rou- bo seguido de morte). “Se- gundo Daniel, ele estaria no forro da casa providen- ciando o conserto de um curto circuito, pediu para a esposa ir até o disjuntor Polícia 13Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Inquéritodescartalatrocínio Caso Gisele Moça teria sido morta no pátio, mas havia vestígio de sangue no quarto. Delegado fala em execução e pediu prisão de suspeito ³Delegado Jorge Giraldi concluiu inquérito em que excluiu o crime de latrocínio Gislaine Fontoura Gislaine Fontoura ³Camiseta pode ser adquirida no Batalhão da PM > ArArAnguá Os policiais do Pe- lotão de Patrulhamento Tático (PPT), da Polícia Militar de Araranguá se mobilizaram e estão organizando um evento para angariar recursos em prol do tratamento da pequena Jennifer Hoffman Martins, de sete anos, que foi diag- nosticada com leucemia. Amenina, que mora no bairro Raizeira, em Sombrio, recebeu na última semana a visita do sargento Gerlach, cabo Jefferson, soldado Matos e cabo Casagran- de. Eles foram conhecer de perto Jennifer e seus pais e também convidá- -los para participarem da Feijoada do Bem do PPT, que acontecerá no domingo, na sede do Ba- talhão de Polícia Militar de Araranguá. Os policiais soube- ram do caso de Jennifer, através de uma reporta- gem do Jornal Correio do Sul, fixada no mural do quartel e resolveram ajudar. “Em princípio tínhamos a ideia de fazer um evento beneficente e não definimos para quem iríamos doar a renda. Um dia vimos no mural do quartel a matéria, que di- zia que a menina estava passando pelo problema e estava precisando de ajuda”, relatou o sargento Gerlach. O cabo Jefferson ficou responsável pela capta- ção de patrocínio para a realização do almoço e conta que as despesas foram divididas entre 32 patrocinadores. O PPT já tem todos os produ- tos necessários para a realização da Feijoada do Bem e as camisetas estão à venda na sede do Batalhão pelo valor de R$ PPT realiza Feijoada do Bem Relembre o caso 35,00 para adultos e R$ 17,50 para crianças de 11 e 12 anos. Crianças até 10 anos não pagam. De início foram confec- cionadas 100 camise- tas, com o sucesso mais 100 foram produzidas para que mais pessoas possam participar da feijoada. Se todas as camise- tas forem vendidas os policiais conseguirão arrecadar R$ 7 mil, o dinheiro será todo re- vertido para a menina, bem como qualquer do- ação dos patrocinadores que possa a vir sobrar. A entrega será feita na semana seguinte a Fei- joada do Bem, na casa de Jennifer, ao evento pelos policiais do PPT. na cabeça, ingressar para dentro da casa, perguntar onde é que estaria o mari- do,ondeestariamascoisas, sairiam sutilmente e o máximo que fariam seria amarrar, ou alguma coisa neste sentido. Agora nove tiros, tem característica de execução”,afirmouGiraldi. O inquérito policial, de 220páginas,foiconcluídoe a prisão de um suspeito foi pedidapelodelegadoJorge Giraldi no último dia 16. Na noite do último dia 27 de maio, Gisele Montei- ro Bauer, de 28 anos, foi alvejada com nove tiros e morreu na hora. Segundo o marido, que estava em casa, R$ 35 mil foram le- vados do casal. O marido declarou estar no telhado, consertando a fiação elé- trica. O crime ocorreu no bairro Sanga da Toca II, interior de Araranguá. Emjunhofamiliarese amigos de Gisele fizeram uma passeata em Ara- ranguá pedindo pressa no esclarecimento do caso.
  14. 14. 14 Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Publicidade Chega pro mate, o assunto é Rodeio! + de R$ 20.000,00 em Premiação + de R$ 20.000,00 em Premiação DE OUTUBRO DE 2015DE OUTUBRO DE 2015 9 a 129 a 12 Patrocínio: publicidade e propaganda CTGGALPÃO DE ESTÂNCIA Realização:Apoio: Campus Santa Rosa do Sul
  15. 15. CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇAE DO ADOLESCENTE DE PASSO DE TORRES/SC Publicações Legais 15Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 RESOLUÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE – ESCOLHA UNIFICADA DOS MEMBROS DO CONSELHO TUTELAR – CONDUTAS VEDADAS AOS CANDIDATOS Resolução CMDCA nº 04/2015 Dispõe sobre as condutas vedadas aos candidatos ao cargo de Conselheiro Tutelar durante o processo de escolha unificado no Município de Passo de Torres/SC. O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, no uso de suas atribuições legais, conferidas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90) e pela Lei Municipal Complementar nº 028/2014, de 25 de Junho de 2014. CONSIDERANDO que o art. 133, inciso I do Estatuto da Criança e do Adolescente prevê ser um dos requisitos para a candidatura a membro do Conselho Tutelar, a idoneidade moral; CONSIDERANDO que idoneidade moral é conceito jurídico indeterminado, compreendido genericamente como atributo ou qualidade de determinada pessoa de ter suas ações pautadas pelos preceitos éticos e morais vigentes em dado local e época, sendo, assim, bem conceituada onde reside e recomendada à consideração pública; CONSIDERANDO que o Estatuto da Criança e do Adolescente não descreve o que caracteriza a idoneidade moral, inclusive no período do pleito eleitoral, gerando interpretações subjetivas que causam insegurança jurídica ao processo de escolha para o cargo de Conselheiro Tutelar; CONSIDERANDO que as condutas vedadas, elencadas nesta Resolução, tornarão objetiva a aferição do requisito da idoneidade moral, quanto ao processo da eleição unificada; CONSIDERANDO que o candidato ao cargo de membro do Conselho Tutelar que não comprovar qualquer um dos requisitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente e/ou na Lei Municipal, terá sua candidatura impugnada; CONSIDERANDO que o art. 7º, § 1º, “c”, da Resolução Conanda nº 170/14, dispõe que ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente cabe definir as condutas permitidas e vedadas aos candidatos a membros do Conselho Tutelar; CONSIDERANDO que o art. 11, §6º, incisos III e IX, da Resolução Conanda nº 170/14, aponta também ser atribuição da Comissão Eleitoral do CMDCA, analisar e decidir, em primeira instância administrativa, os pedidos de impugnação e outros incidentes ocorridos no dia da votação, bem como resolver os casos omissos; CONSIDERANDO que o art. 11, § 6º, inciso I, da Resolução Conanda nº 170/14, prevê a realização de reunião destinada a dar conhecimento formal das regras do processo de escolha aos candidatos considerados habilitados, que firmarão compromisso de respeitá-las, sob pena de imposição das sanções previstas na legislação local, a ser realizada pela Comissão Especial encarregada de realizar o processo de escolha. RESOLVE: Capítulo I DAS CONDUTAS VEDADAS Art. 1º Considera-se violação da idoneidade moral, para os fins do art. 133, inciso I c/c art. 135, do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90), pelos candidatos devidamente habilitados ao processo de escolha para o cargo de Conselheiro Tutelar, durante o dia da votação, as seguintes condutas: I – a promoção do transporte de eleitores; II – doar, oferecer, prometer ou entregar ao eleitor bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive brindes de pequeno valor (art. 139, §3º, do Estatuto da Criança e do Adolescente), desde o registro da candidatura até o dia da eleição; III – perturbar o sossego público, inclusive com o uso alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata; IV – realizar propaganda de qualquer natureza, inclusive a propaganda de boca de urna; V – caluniar, difamar ou injuriar quaisquer pessoas, bem como órgãos ou entidades que exerçam autoridade pública; VI – prejudicar a higiene e a estética urbana ou desrespeitar posturas municipais ou que impliquem qualquer restrição de direito; VII – até o término do horário da votação, contribuir, de qualquer forma, para aglomeração de pessoas utilizando vestuários padronizados, de modo a caracterizar manifestação coletiva, com ou sem a utilização de veículos; VIII – padronizar, nos trabalhos de votação, o vestuário de seus respectivos fiscais, quando permitido a presença destes por meio de Lei Municipal ou Resolução do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente; Art. 2º A incidência em alguma das condutas apontadas no art. 1º desta Resolução caracterizará inidoneidade moral, deixando o candidato passível de impugnação da candidatura, por conta da inobservância do requisito previsto no art. 133, inciso I, do Estatuto da Criança e do Adolescente. Capítulo II DO PROCEDIMENTOADMINISTRATIVO PARAAPURAÇÃO DA CONDUTA INIDÔNEA Art. 3º Qualquer cidadão poderá denunciar à Comissão Eleitoral, ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente ou ao Ministério Público a prática das condutas constantes no art. 1º desta Resolução. Art. 4º Os candidatos que praticarem quaisquer das condutas relacionadas nos itens anteriores, durante e/ou depois da campanha, inclusive no dia da votação, terão cassado seu registro de candidatura ou diploma de posse, sem prejuízo da apuração de eventual responsabilidade civil e mesmo criminal, inclusive de terceiros que com eles colaborem. Art. 5º No prazo de 01 (um) dia contado do recebimento da notícia da infração às condutas vedadas previstas nesta Resolução, a Comissão Eleitoral deverá instaurar procedimento administrativo para a devida apuração de sua ocorrência, expedindo-se notificação ao infrator para que, se o desejar, apresente defesa no prazo de 02 (dois) dias contados do recebimento da notificação (art. 11, §3º, inciso I, da Resolução Conanda nº 170/14). Parágrafo único. O procedimento administrativo também poderá ser instaurado de ofício pela Comissão Eleitoral ou pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, assim que tomar conhecimento por qualquer meio, da prática da infração. Art. 6ºAComissão Eleitoral , no prazo de 02 (dois) dias do término do prazo da defesa, poderá: I – arquivar o procedimento administrativo se entender não configurada a infração ou não houver provas suficientes da autoria, notificando-se o representado e o representante, se for o caso; II – determinar a produção de provas em reunião designada no máximo em 02 (dois) dias contados do decurso do prazo para defesa (art. 11, §3º, inciso II, da Resolução Conanda nº 170/14). Art. 7º Encerrada a reunião designada para a produção das provas indicadas pelas partes, a Comissão Eleitoral decidirá, fundamentadamente, em 02 (dois) dias, notificando-se, em igual prazo, o representado e, se for o caso, o representante, que terão também o mesmo prazo para interpor recurso, sem efeito suspensivo, à Plenária do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (art. 11, §4º, da Resolução Conanda nº 170/14). Parágrafo único.APlenária do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente decidirá em 02 (dois) dias do término do prazo da interposição do recurso, reunindo-se, se preciso for, extraordinariamente (art. 11, § 4º, da Resolução CONANDA nº 170/14). Art. 8º No prazo máximo de 02 (dois) dias do término do prazo para apreciação do recurso eventualmente interposto, a Comissão Eleitoral, fará publicar a relação dos candidatos habilitados, enviando, em igual prazo, cópia ao Ministério Público. (art. 11, § 5º, da Resolução CONANDA nº 170/14). Art. 9º O representante do Ministério Público deverá ser cientificado de todas as decisões, no prazo de 02 (dois) dias de sua prolação. Capítulo III DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 10. Para que o teor desta Resolução seja de conhecimento de todos os munícipes e candidatos, ela deverá ter ampla publicidade, sendo publicada no Diário Oficial do Município ou meios equivalentes, além de ser afixada em locais de grande acesso ao público e noticiada em rádios, jornais e outros meios de divulgação, inclusive e se possível, pela internet. §1º A Comissão Eleitoral realizará reunião, no prazo de 02 (dois) dias a contar da publicação desta Resolução, destinada a dar conhecimento formal das regras do processo de escolha aos candidatos considerados habilitados, que firmarão compromisso de respeitá-las, conforme preconiza o art. 11, § 6º, inciso I, da Resolução Conanda nº 170/14. Art. 11. Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação. Passo de Torres, SC, 22 de Setembro de 2015. Elizandra da Silva Martins Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente Passo de Torres – SC
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Edital dE intiMaÇÃo ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533- 0318 - CEP 88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 138703; Devedor(es): CAROLINE GONZAGA VIGNALI ALVES - 070.188.229-80, End: Av. Nereu Ramos, 190, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONTRATEMPO MODAS LTDA ME; Sac: CONTRA TEMPO MODAS LTDA ME; Tit: 19720 ; Apr: FCDL; VEN: 11/09/2015; Esp: Nota Promissória; Val: R$ 900,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 138777; Devedor(es): JAQUELINE FERREIRA BORGES - 083.359.499-05, End: rua João jose Coelho, sn, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: LICO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA ME; Sac: LICO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA ME; Tit: E-018016 ; Apr: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL; VEN: 10/09/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 505,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 138702; Devedor(es): TAISE ESPINDULA- 064.745.409-23, End: Rua Emanuel Wurffel, 1032, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONTRA TEMPO MODAS LTDA ME; Sac: CONTRA TEMPO MODAS LTDA ME; Tit: 19247 ; Apr: FCDL; VEN: 28/08/2015; Esp: Nota Promissória; Val: R$ 1.599,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 46,96.Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 27,50 - Condução R$ 5,71 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 46,96. Prot: 138718; Devedor(es): TRANSPORTES AJB LTDA - EPP - 02.945.966/0001-27, End: Estrada Geral, S/N, SOMBRIO; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: THOMAS Y. lEi nº 3.366, dE 04 dE sEtEMBro dE 2015. INSTITUI O PROGRAMA DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA – PDV NO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DEARARANGUÁ/SC. Art. 1º – Fica instituído o Programa de Demissão Voluntária – PDV no Poder Executivo do Município de Araranguá/SC. Art. 2º – Podem aderir ao Programa de Demissão Voluntária os servidores públicos municipais estatutários ou celetistas que estejam aposentados e que permanecem lotados no quadro de pessoal da Prefeitura Municipal de Araranguá ou do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – SAMAE. Parágrafo único. Os demais servidores estão excluídos do Programa de Demissão Voluntária. Art. 3º – O Chefe do Poder Executivo Municipal, ou aquele Secretário por ele designado em ato próprio, apreciará os pedidos de adesão ao Programa de Demissão Voluntária, reservando-se ao direito de rejeitá-los, em virtude de estrito interesse público, a seu critério. Art. 4º – Por força do que dispõe esta Lei, fica o Poder Executivo autorizado a conferir, aos servidores demissionários do Município, a percepção de incentivo pecuniário correspondente ao valor de 08 (oito) salários base, entendidos neste caso como mantidos os valores atinentes a Regência de Classe aos profissionais da Educação, e excluídas eventuais vantagens e/ou gratificações a todos os servidores. Art. 5º – Fica ainda o Poder Executivo autorizado a efetuar o pagamento das verbas rescisórias devidas aos servidores que aderirem ao PDV, inclusive com a liberação do saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS, depositado em conta vinculada na Caixa Econômica Federal, referente ao tempo de serviço publico prestado como servidor do Município de Araranguá, excluída a multa de 40% e o aviso prévio. Parágrafo único. O servidor que tiver atendido seu pedido de demissão fica liberado da prestação de aviso prévio, prestado ou remunerado. Art. 6º – O Programa de Demissão Voluntaria – PDV do Poder Executivo Municipal entrará em vigor na data da publicação da presente Lei. § 1º – Pedidos de adesão ao PDV deverão ser protocolizados no prazo improrrogável de 30 (trinta) dias, a contar da publicação da presente Lei. § 2º – A publicação do deferimento ou não do pedido será feita em até 60 (sessenta) dias após a data do respectivo protocolo. § 3º – Os pagamentos serão efetuados em até 15 (quinze) dias após a publicação do deferimento do pedido, podendo ser prorrogado por acordo entre as partes. § 4º – O pedido de adesão ao Programa de Demissão Voluntaria – PDV tem natureza irrevogável. Art. 7º – As disposições da presente Lei não se aplicam a servidores demissionários nas seguintes hipóteses: I - instauração de inquérito, sindicância ou processo administrativo disciplinar para apuração de falta grave ou infração funcional cometida pelo interessado e que comine pena de demissão ou demissão a bem do serviço público; II - perda do cargo ou função pública em decorrência de sentença criminal condenatória definitiva; III - exoneração do cargo público para nomeação em outro cargo ou função pública no Município; Art. 8º – A exoneração ou rescisão do contrato de trabalho na forma desta Lei será feita com a assistência do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Araranguá, o qual, através de Assembléia realizada no dia 09 de julho de 2015, aprovou a proposta do PDV apresentada pelo Município de Araranguá, por meio do Ofício nº 023/2015, subscrito pelo seu Presidente, Sr. Fernando Espíndola, protocolizado através do Processo Administrativo nº 005008/2015. Art. 9º – As despesas oriundas da execução da presente Lei onerarão dotações próprias, constantes do orçamento vigente no exercício de 2015, suplementadas se necessário, nos termos da Lei Federal nº 4.320, de 17 de março de 1964. Art. 10º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 04 de setembro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 04 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.367, dE 04 dE sEtEMBro dE 2015. REVOGA A LEI Nº 1.564, DE 02 DE MAIO DE 1995. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, faz saber a todos que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º. Fica revogada a Lei Municipal nº 1.564, de 02 de maio de 1995, que concedeu pensão mensal de deficiente físico ao lEi nº 3.365, dE 04 dE sEtEMBro dE 2015. AUTORIZAO PODER EXECUTIVOACONTRATAR, MEDIANTE PROCESSO LICITATÓRIO, EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA, TRANSPORTE DE LIXO DOMICILIAR E DESTINAÇÃO FINAL. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a contratar, mediante processo licitatório, empresa para prestação de serviços de coleta, transporte de lixo domiciliar e destinação final. Art. 2º - O contrato terá o prazo de doze meses, podendo ser renovado por iguais e sucessivos períodos até o limite estabelecido na Lei Federal nº 8.666, de 21/06/93. Art. 3º - Todos os procedimentos referentes à contratação serão delineados pelas diretrizes da Lei de Licitações. Art. 4º - As despesas decorrentes de execução da presente Lei correrão por conta do orçamento em vigor, suplementadas se necessário. Art. 5º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 6º - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 04 de setembro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 04 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.364, dE 25 dE aGosto dE 2015. VISA DENOMINAÇÃO DE RUAS DO LOTEAMENTO RESIDENCIAL AÇORES, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: Art. 1º As Ruas do Loteamento Residencial Açores, passam a ter a seguinte denominação: a) Rua PORTUGAL, a rua principal do Residencial Açores; b) Rua TONDELA, do Residencial Açores; c) Rua VALENÇA, do Residencial Açores; d) Rua LEIRIA, do Residencial Açores; e) Rua VILA REAL, do Residencial Açores; f) Rua FIGUEIRA DA FOZ, do Residencial Açores; g) Rua AVEIRO, do Residencial Açores; h) Rua SETUBAL, do Residencial Açores; i) Rua GUIMARÃES, do Residencial Açores; j) Rua PONTA DELGADA, do Residencial Açores; k) Rua VILA DO CONDE, do Residencial Açores; lEi nº 3.368, dE 04 dE sEtEMBro dE 2015. ISENTA OS PRÉDIOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO AO PAGAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no uso das suas atribuições legais faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Ficam os prédios públicos municipais próprios, locados e cedidos que estejam afetados às repartições públicas ou aos serviços públicos da Administração Direta e Indireta Municipal, isentos do pagamento da tarifa dos serviços de água e esgoto, bem como de taxas pela realização de serviços ou instalação de equipamentos, cobradas pelo SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Araranguá. Parágrafo Único: Para efeitos desta Lei, ficam também isentados os débitos anteriores já lançados no sistema do SAMAE de Araranguá. Art. 2º Para prédios locados deverá ser apresentada ao SAMAE documentação que comprove a locação do imóvel, ou parte dele, em caso de prédios fracionados que se utilizem da mesma matrícula, e o seu uso para o funcionamento de repartição pública ou de serviços público municipais, vigorando a isenção enquanto for mantida tal destinação. Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 04 de setembro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 04 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração senhor Alexsandro Machado Rocha. Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 04 de setembro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 04 de setembro de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração TAKAHASHI EIRELI; Sac: THOMAS Y. TAKAHASHI EIRELI; Tit: 1/1094 ; Apr: BANCO SANTANDER SA; VEN: 14/09/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 225,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 71,89. Apontamento R$ 13,75 - Selo R$ 1,55 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 42,20 - Condução R$ 15,94 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 71,89. Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 23/09/2015. Sombrio - SC, 23/09/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
  17. 17. Publicações Legais 17Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ Estado dE santaCatarina PrEfEituraMuniCiPal dE araranGuÁ lEi nº 3.363, dE 21 dE aGosto dE 2015. ESTABELECE QUE SEJA DISPONIBILIZADA UM EXEMPLAR DA LEI FEDERAL Nº 11.340/2006 (LEI MARIA DA PENHA) NOS ESTABELECIMENTOS QUE ESPECIFICA PARA CONSULTA DA POPULAÇÃO, EM LOCAL VISÍVEL E DE FÁCIL ACESSO, NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Deverá ser disponibilizado, no mínimo, um exemplar da Lei Federal n° 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) para consulta da população, em local visível e de fácil acesso, nas Unidades de Saúde, públicas ou privadas; nas bibliotecas das Instituições de Ensino, públicas ou privadas, nas Unidades deAssistência ou Desenvolvimento Social e nas bibliotecas públicas, estabelecidas do Município de Araranguá. § 1° Faz-se necessário dar publicidade na entrada dos estabelecimentos descritos no “caput” deste artigo, da sua disponibilização à população, em especial às mulheres, em cartaz com a seguinte legenda: “Disponibilizamos a Lei Maria da Penha. Diga não à violência contra a Mulher.” § 2° O exemplar da Lei Federal nº 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) deverá ser atualizado cada vez que houver alteração na referida Lei. Art. 2° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 21 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 21 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.361, dE 21 dE aGosto dE 2015. RECONHECE DE UTILIDADE PÚBLICA A ASSOCIAÇÃO DOS TAXISTAS DO VALE DO ARARANGUÁ – ARARA TAXI, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica reconhecida de utilidade pública a Associação dos Taxistas do Vale do Araranguá – Arara Taxi, fundada em 16 de maio de 2006, neste Município. Art. 2º A Associação de que trata o artigo anterior, ficam assegurados todos os direitos e vantagens da legislação vigente. Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 21 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 21 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.358, dE 20 dE aGosto dE 2015. DENOMINA “VALTER HERCÍLIO SILVEIRA” AATUALAVENIDA “L”, DO LOTEAMENTO VISTA ALEGRE DO SUL, NO BAIRRO URUSSANGUINHA, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica denominada “Valter Hercílio Silveira”, a Rua “L”, do Loteamento Vista Alegre do Sul, no Bairro Urussanguinha, neste Muncípio. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 20 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 20 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.357, dE 20 dE aGosto dE 2015. AUTORIZA O PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DOAR VEÍCULOS À FUNDAÇÃO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ - FAMA. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a doar veículos abaixo mencionados, à Fundação Ambiental do Município de Araranguá - FAMA, estabelecida na Rua Rui Barbosa n° 835, Cidade Alta, nesta cidade de Araranguá, inscrita no CNPJ sob o nº. 13.540.482/0001-14. - Um veículo de passeio tipo automóvel, marca GM Corsa Wind, Fabricação/Modelo: 2001/2002, cor branca, combustível: gasolina, placas MFM0190, chassi nº 9BGSC08Z02C127548, Renavam nº 773111247. - Um veículo tipo caminhonete/c. aberta, marca GM S10 Colina S 4x4, Fabricação/Modelo: 2005/2005, cor branca, combustível: diesel, placas MDR0367, chassi nº 9BG1240C05C438272, Renavam nº 865424730. Art. 2º As despesas de custeio e manutenção, serão por conta da entidade beneficiada. Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 20 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 20 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.360, dE 20 dE aGosto dE 2015. DENOMINA “PASTOR PEDRO MANOEL SOARES” A ATUAL RUA “A”, DO LOTEAMENTO OPERÁRIA NOVA, COM INÍCIO NARODOVIABR – 101ATÉ O ENTRONCAMENTO COMARUA “D” DO LOTEAMENTO OPERÁRIA NOVA, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica denominada “Pastor Pedro Manoel Soares” a atual Rua “A”, do Loteamento Operária Nova, com início na Rodovia BR – 101 até o entroncamento com a Rua “D” do Loteamento Operária Nova, neste Município. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 20 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 20 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.359, dE 20 dE aGosto dE 2015. RECONHECE DE UTILIDADE PÚBLICAA“ASSOCIAÇÃO MOTO CLUBE DE ARARANGUÁ”, FUNDADA EM 27 DE JULHO DE 2013, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica reconhecida de utilidade pública a “Associação Moto Clube Araranguá”, fundada em 27 de julho de 2013, neste Município. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 20 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 20 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração lEi nº 3.362, dE 21 dE aGosto dE 2015. RECONHECE DE UTILIDADE PÚBLICA A “ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DA REGIÃO DAS AREIAS DA CIDADE DE ARARANGUÁ –ACRA”, FUNDADAEM 11 DE MARÇO DE 2015, NESTE MUNICÍPIO. O Prefeito Municipal Sandro Roberto Maciel, no exercício das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, faz saber a todos os habitantes que a Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou e ele sanciona a seguinte lei: Art. 1º Fica reconhecida de utilidade pública a “Associação Comunitária da Região das Areias da Cidade de Araranguá – ACRA”, fundada em 11 de março de 2015, neste Município. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 21 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 21 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração l) Rua FUNCHAL, do Residencial Açores; m) Rua FARO, do Residencial Açores; n) Rua ÉVORA, do Residencial Açores; o) Rua VISEU, do Residencial Açores; p) Rua BRAGA, do Residencial Açores; q) Rua COIMBRA, do Residencial Açores; r) Rua PORTO, do Residencial Açores; s) Rua LISBOA, do Residencial Açores; Art. 2º Esta lei entra em vigor na data da sua publicação. Art. 3º Revogam-se as disposições em contrario. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 25 de agosto de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrada e publicada a presente Lei na Secretaria de Administração, em 25 de agosto de 2015. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração
  18. 18. 18 Correio do Sul Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 Publicidade
  19. 19. Inscrição para levar tocha termina dia 15 > ArArAnguá Símbolo das Olim- píadas, a Tocha Olímpica vai percorrer 300 municípios brasilei- ros, e entre eles, Araran- guá será contemplado por este momento histórico. Para carregar a tocha e vi- ver este sentimento único, os araranguaenses inte- ressados no revezamento podem participar se ins- crevendo no site oficial dos Jogos Rio 2016, ou então nos portais dos patrocina- dores oficias Coca-Cola, Quarta-feira, 23 de setembro de 2015 ³ 18-27-51-69-73CONCURSO 3.890 QUINA 22/09 Arroio participa da Copa Anjos de Futsal > Arroio do SilvA Os atletas do Pro- jeto Anjos do Futsal nas categorias sub-12, sub-13 e sub-14 come- çaram a disputar a Copa Anjos de Futsal. No último fim de sema- na os jovens jogaram no município de Som- brio contra a equipe de Balneário Gaivota. Na categoria sub-12, os atletas fizeram 3 gols contra 4; já a categoria sub-12 ganhou de 4 a 3 e sub-14 venceu de 3 a 1. O projeto é reali- zado com o apoio da prefeitura através do departamento de es- portes que tem como di- retor Cleberson Vieira. A garotada participa da competição acom- panhada do professor Guilherme Siqueira. Competição mostra força do jiu jitsu local > ArArAnguá/ Sombrio Um resultado sur- preende e uma perfor- mance de alto rendi- mento. Assim foi a par- ticipação de 20 alunos atletas de Araranguá em uma competição de jiu-jitsu, de onde trou- xeram 18 medalhas. De Sombrio outros 15 participantes conquis- taram 11 medalhas. O c a m p e o n a t o aconteceu no último domingo, em Criciúma, sendo a primeira etapa do circuito Ascam e válida como terceira do Campeonato Catari- nense. A Gracie Barra Ara- ranguá somou pontos junto com a academia Gracie Barra Sombrio que as deixaram em uma ótima colocação em nível estadual. As duas escolas fica- ram muito bem colocadas no cenário do jiu-jítsu estadual. Atletas de Ara- ranguá conquistaram 4 ouros e 5 pratas no in- fantil; e 4 ouro 4 bronze 1 prata no adulto. Total de 18 medalhas. Atletas de Sombrio conquistaram 2 ouros, 4 prata e 5 bronze. Total de 11 medalhas. ³ 18-24-31-32-36-45 ³ 04-11-26-31-33-43 CONCURSO 1.422 DUPLA SENA 22/09 Olimpíada Nissan e Bradesco, até o dia 15 de outubro. Cada página eletrôni- ca promove as inscrições de forma que os candi- datos podem se inscrever ou indicar outra pessoa para carregar a tocha. No Brasil, o símbolo passará pelas mãos de milhares de carregadores em diversas cidades e reunindo uma multidão de espectadores numa celebração alusiva à paz e união. O destino da tocha é o Maracanã, estádio da cerimônia de abertura dos Jogos, onde a chama acende a pira Olímpica e marca o início oficial do evento. Como a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos está marcada para o dia 5 de agosto de 2016, no Ma- racanã, no Rio de Janeiro, a tocha começará a percorrer as cidades brasileiras em maio.
  20. 20. quarta-feira, 23 de setembro de 2015

×