Jornal digital 4652_qua_22042015

283 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jornal digital 4652_qua_22042015

  1. 1. Chuvafazbombeiro interditarescolaestadual www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.653 TERÇA-FEIRA, 22 DE ABRIL DE 2015 R$ 2,00 Grupo 23º 19º Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Geral Geral Geral Reuniãohojedeve decidirexploraçãodo MorrodoMaracajá Vigilânciaepolícia recebemdoaçãodo PoderJudiciário PolicialMilitar defolgaajudaa salvarbebêemcasa Expectativa Sombrio Susto 11Página 13Página 15Página Arroio do Silva 4 e 5Páginas Discovery Protagonistado DesafioemDose Duplachegaaregião 17Página Foto:ReinaldoFigueiredo
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “A grande preocupação no segundo mandato é fazer um grande governo, que atenda as demandas e traga resultados à sociedade”. Ele disse: ‘ ‘Governador Raimundo Colombo (PMDB) afirmando não estar preocupado com os pedidos por cargos de seus aliados. Mais uma creche em reforma em Sombrio P refeitura de Sombrio realiza no distrito de Guarita mais uma re- forma de um Centro Educacional Infantil, com a troca de todas as madeiras de sustentação do telhado que estavam podres, to- madas por cupim e já oferecendo riscos aos alunos. A empreiteira que realiza a obra passou todo o sábado no local, para adiantar o serviço, diminuindo assim os prejuízos dos pais que precisam deixar as crianças no CEI para trabalharem. Enquanto a refor- ma acontece, as crianças foram colocadas na sala de recreação, Deputados Manoel Mota (PMDB) e Zé Milton (PP) fi- zeram questão de “colar” no governadorRaimundoColombo (PSD) durante sua estada em Jaguaruna, na última semana, (48) 3522-3777 ao lado da estrutura do CEI. “É chata essa situação de ter de Capital do Maracujá PresidentedoDemocratas de Sombrio, Janeo Margute, que é também coordenador regional do partido, está intercedendo junto ao depu- tadoNarcisoParisotto(DEM) parafazerdeSombrioacapi- tal catarinense do Maracujá. Hoje este título pertence a Araquari, na região norte, porém a área de cultivo da fruta em terras sombrienses é quatro vezes maior. “É algo positivo que ajudaria a destacar Sombrio no cenário estadual”, comenta. tirar as crianças de uma sala de aula, preparada para aquele Coladinhos no governador Errata Diferente do que a coluna publicou, não houve sessão da Câmara de Vereadores de Santa Rosa do Sul, na última segunda- -feira. O Poder Legislativo local fez uso do ponto facultativo, por conta do feriado de ontem, assim como também fez o Poder Executivo. A próxima sessão será no dia 27 de abril. tipo de atendimento e colocá- -las noutro local, que seria para atividades físicas e lazer, mas é melhor assim do que colocarmos a segurança destes pequenos em risco”, explica o prefeito Zênio Cardoso (PMDB), que vistoriou a obra no sábado. No prédio, consta uma reforma realizada em março de 2008, ou seja, com apenas sete anos e já precisando de outra, o que indignou o vere- ador Nego Gomes (PMDB), que também esteve na obra. “Imagina você construir uma casa e ter que reformar seu telhado, sua estrutura, a cada sete anos. É um absurdo. E a situação das madei- ras mostra que nem foi tomado cuidado de colocar algo que du- rasse. A segurança das crianças é preciso ser tratada com mais responsabilidade”, reclama Nego. para inauguração da rodovia José João Silvano, que liga o mu- nicípio ao vizinho Sangão. Como Colombo não tem atendido os parlamentares do Sul, ocasiões como essa se tornam estratégi- cas para o “levante” de alguns assuntos. O governador deve receber a bancada sulista para uma reunião oficial no dia 28 de abril,comumaextensapautade reivindicações a ser discutida.
  3. 3. Geral 3Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 Receita, que costumam mudar bastante, para não cometer erros. De maneira geral, está obri- gado a prestar contas ao Leão quem teve rendi- mento anual acima de R$ 26.816,00. O valor é uma das maiores críticas da po- pulação, já que a tabela do IRestábastantedefasada, penalizandocadavezmais brasileiros. “ O rea- juste foi de apenas 4,5%, não acompanha nem a inflação”, explica Forlan. Outras situações também são consideradas injustas, comoolimitedeabatimen- todoinvestimentoemedu- cação dos filhos e questões de saúde, como aquisição de um aparelho auditivo, não serem dedutíveis. critório Forlan Contabi- lidade, Forlan da Silva, diz que a novidade da declaração 2015 (exer- cício 2014) é a crescente adequação da Receita Federal a tecnologia. De- pois de ter abolido defi- nitivamente a entrega em papel, a plataforma agora é on line, ou seja, não precisa mais baixar o programa para fazer a declaração. “Isso facilita porque você pode começar a preencher a declaração em casa e terminar em outro local qualquer, por exemplo”, diz Forlan. No entanto, ele cha- ma a atenção que não basta saber utilizar a tecnologia, é preciso co- nhecer bem as regras da > SOMBRIO Esta e a próxima semana são de correria nos – e em dire- ção – aos escritórios de contabilidade. Contado- res fazem hora extra e correm atrás de dados de clientes e contribuintes correm atrás de documen- tos e de contadores. Isso porque no último dia útil de abril termina o prazo para declaração do Imposto de Renda (IR). A data sempre foi esta, mesmo assim a cada ano é um desespero para quem deixa para o último minuto. O proprietário do es- Quem ainda não acertou as contas com o Leão agora precisa correr contra o tempo, até o final do mês, para evitar futuros problemas com a Receita Federal ³Forlan aconselha ter documentos a mão antes de começar a fazer a declaração Da redação Prazo para declarar termina dia 30 Imposto de Renda Quem pode ser dependente?• Filho (a) ou enteado (a), até 21 anos de idade; •Filho(a)ouenteado(a),emqualqueridade,quandoincapacitadofísicaoumentalmente para o trabalho; • Filho (a) ou enteado (a) universitário ou cursando escola técnica de segundo grau, até 24 anos; • Irmão (ã), neto (a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, de quem você detenha a guarda judicial, até 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho; • Irmão (ã), neto (a) ou bisneto (a), sem arrimo dos pais, com idade de 21 anos até 24 anos, se ainda estiver cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundograu,desdequevocê,contribuinte,tenhadetidosuaguardajudicialatéos21anos; • Menor pobre até 21 anos que você, contribuinte, crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial; • Pessoa absolutamente incapaz, da qual você seja tutor ou curador. • No caso de pais separados, é considerado dependente o filho que fica com o pai ou a mãe, em decorrência de cumprimento judicial. • Companheiro (a) com quem você tenha filho em comum; • Companheiro (a) com quem você viva há mais de cinco anos; • Cônjuge; •Pais,avósebisavósque,em2014,tenhamrecebidorendimentos,tributáveisounão,até R$ 21.453,24. Aqui, um alerta: um casal que declara seus rendimentos em conjunto pode incluir o sogro e a sogra como dependentes. Como os pais são legalmente considerados dependentesdosfilhoseadeclaraçãoserárealizadacombasenosrendimentosdocasal, os pais de ambas as partes podem entrar na declaração. O limite para deduções por dependente, no IR 2015, é de R$ 2.156,52. O que pode ser deduzido?• Despesas com dependentes: O limite anual é de R$ 2.156,52por dependente. • Despesas com educação: O limite individual para cada membro da família é de R$ 3.375,83 por ano. Entre as despesas permitidas, estão: creche, educação infantil, ensino fundamental,ensinomédio,cursosuperior,cursosdeespecializaçãoeprofissionalizantes. • Despesas médicas: Podem ser dedutíveis integralmente, desde que relacionadas a tratamento próprio e dos dependentes. • Pensão alimentícia: Podem ser deduzidos todos os pagamentos destinados à pensão alimentícia.Porém,éimportantenotarquequemrecebeapensãodeixaautomaticamente de ser considerado dependente do contribuinte. • Contribuição à Previdência Social: Você poderá deduzir sem limites todas as contribui- ções pagas à Previdência Social em 2014, tanto como trabalhador empregado, como contribuinte individual ou facultativo. • Contribuição à Previdência Privada: Nos planos PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e Fapi (Fundo de Aposentadoria Programada Individual) as contribuições às en- tidades de previdência privada que corresponderem a até 12% da sua renda tributável podem ser deduzidas da base de cálculo do IR. Para isso, é necessário que o contri- buinte recolha INSS. • Livro-caixa: Podem ser deduzidas as despesas escrituradas no livro-caixa por pro- fissionais autônomos como remuneração de terceiros com vínculo empregatício e os respectivosencargostrabalhistaseprevidenciários,emolumentosedespesasdecusteio necessárias à percepção da receita e à manutenção da fonte produtora. • Aposentadorias e pensões de maiores de 65 anos: Pode ser deduzida a quantia de R$ 1.787,77 por mês, incluindo o 13º salário, correspondente à parcela isenta dos ren- dimentos das aposentadorias e pensões pagas pelos setores públicos ou privados a partir do mês em que o contribuinte completar 65 anos de idade. • Contribuição à Previdência Social do empregado doméstico: Os valores pagos a título deContribuiçãoPatronalàPrevidênciaSocialdoempregadodomésticoserãodeduzidos do Imposto devido, obedecendo aos limites definidos em lei, limitados a R$ 1.152,88 (incluindo 13º salário e férias). O valor corresponde à contribuição de 12% paga pelo empregador ao INSS.
  4. 4. no domingo e ainda con- tinuava. A água escorria pelo forro, descendo pelas lâmpadas e goteiras, e se acumulava no pátio prin- cipal, nas salas de aula e no refeitório. Ainda assim, as au- las seguiram. À tarde, porém, um pai, ao deixar o filho na escola, viu e se impressionou com a situação. Sabendo que não era a primeira vez que isso acontecia, ele denunciou ao Corpo de Bombeiros. A corporação se deslocou de Araran- guá até Arroio do Silva e também se impressionou com a insegurança sob a qual estavam mais de uma centena de crianças e adultos. Após inspeção, os bombeiros ordenaram a evacuação imediata do local e o desligamento do sistema elétrico, sob risco de curto circuito, incêndio e até de uma possível con- dução elétrica involuntá- ria nas áreas alagadas, que poderia atingir quem estivesse pisando nelas. O edifício ficou no escuro e os bombeiros negaram inclusive o pedido da di- reção de manter a energia ao menos na secretaria. 4 Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 Prédio no escuro VereadorconsertaAcademiadeSaúde "Eles disseram que o risco também se estende a nós, funcionários", comentou a diretora Sandra Cris- tiano. Os pais e responsá- veis foram chamados para buscarem os alunos mais cedo. Quem não pode ir, ficou o restante da tarde em uma área segura e monitorada, esperando pelo ônibus escolar, que também foi chamado bem mais cedo do que o usual. A ordem temporária de interdição foi dada até hoje, quarta- -feira, quando o Corpo de Bombeiros ficou de entre- gar um relatório oficial à Gered, vinculada à Secre- taria de Desenvolvimento Regional, do Governo do Estado. Em março, uma outra Djonatha Geremias Escola é interditada pelos bombe Educação em Risco > ARROIO DO SILVA Está interditada desde segunda- -feira a escola estadual Apolônio Ireno Cardoso, no Centro de Balneário Arroio do Silva. O Cor- po de Bombeiros eva- cuou a escola após mais uma inundação durante chuva forte, sob risco de comprometer a fiação elétrica (que já incendiou mês passado pelo mesmo motivo) e, consequente- mente, ameaçando a vida dos estudantes e funcio- nários. A interdição con- tinua hoje, quando deve ser decidido o destino do prédio pela Gerência Regional de Educação (Gered). Na segunda-feira, as aulas começaram normal- mente, com os estudantes do Ensino Fundamental 1 (do 1º ao 5º ano), já que as demais turmas não estão tendo aula devido a greve dos professores da rede pública estadual. Já pela manhã, a escola encontrava-se parcial- mente alagada pela chu- va que tinha começado Diante do alagamento provocado pela água que escorria em grande quantidade através da fiação elétrica e do forro, corporação precisou intervir e desocupar prédio na segunda-feira. Hoje situação será reavaliada ³Alunos foram dispensados no meio da tarde e a escola ficou fechada no escuro chuvarada causou um curto circuito no ven- tilador de uma sala de > ARARANGUÁ O vereador Geraldo Mendesdedicouàmanhã de terça-feira, feriado de Tiradentes, para reali- zar consertos na Acade- mia Pública de Saúde situada na avenida 15 de Novembro, próximo ao Residencial Flor do Campo,nobairroLagoão. Nessa ação, ele teve a companhia do assessor legislativoSérgioLuciano Gomes. Geraldo, que faz ca- minhadasdiáriassempre bemcedo,tambémutiliza a Academia de Saúde. “Depois de caminhar em aula, resultando em um princípio de incêndio. Segundo a diretora, Ge- red e bombeiros foram acionados na época, mas não resolveram o proble- ma. "Foi a prefeitura do Arroio quem cedeu um eletricista para cortar os fios e isolar a área de risco. Depois, nossas ser- ventes é que limparam tudo, e até agora mais nada foi feito para evitar novos acidentes", expli- cou Sandra. Segundo ela, a escola formou uma comissão em parceria com aAssociação de Pais e Professores (APP) para solicitar melhor infraes- trutura, até agora sem resultados práticos. Ao todo, a escola atende 810 alunos, du- rante manhã, tarde e noite. A Apolônio Ireno Cardoso é a única escola estadual no Arroio. média seis quilômetros, eu fazia alongamentos e me exercitava nesse es- paço. O problema é que há aproximadamente 90 dias, alguns aparelhos de ginástica apresentavam problemas, o que inviabi- lizava seu uso. Esta situ- ação prejudicava várias pessoas”, explicou. Consciente de que a academia é um bem público, o vereador não hesitou em providenciar os reparos. Mecânico e ex-trabalhador de minas de carvão em Criciúma, ele adquiriu dez rolamen- tos e realizou os ajustes, troca de rolamentos e re- gulagens. “Na Câmara fiz umaindicaçãosugerindo que todas às academias públicas recebam cober- tura, para não ocorrer o queaconteceuaqui,onde vários equipamentos es- tavamdanificadosdevido à chuva e a umidade. Os bens públicos são de pro- priedade da população, porissoéimportanteque as pessoas ajudem na manutenção e no zelo”, afirmou. Deacordocomovere- ador,asacademiaspúbli- casdesaúdesãobastante utilizadas.Narestaurada por ele estão instalados dez equipamentos, como simuladordecaminhada, esqui e alongador.
  5. 5. ascontasdequantasvezes precisou faltar o serviço para apoiar a esposa na limpezaeretiradadaágua na residência. O diretor da Defesa Civil de Sombrio, Alessandro Tavares, rea- lizou vistorias em vários bairros nesta segunda e emitiu sinal vermelho às autoridades. “A situação maisagravanteérealmen- te no São Pedro, onde há um histórico de problema. Apoiamosestafamíliasem- prequesolicitados”,garan- teTavares.Zéliaconfirmao apoiodoSamae,prefeitura eDefesaCivil.Segundoela, a única solução para o pro- blema seria elevar o terre- no, mas não tem condições de arcar com material de construção. “Meu marido, amigos e parentes podem ajudar na mão de obra, mas não tem como nós pagarmospelomaterial.Se não demolirmos esta casa, aterrarmoseconstruirmos uma nova, nem que seja uma meia-água, continu- aremos com esta situação, alaga,suja,estragamóveis, doenças, limpa, choro”, contextualiza Zélia. Tavares explica que o esgoto transbordou das Especial 5Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 ³Zélia e Moacir mais uma vez sofrem com a chuva Política Rolando Christian Coelho C onsiderado o pai dos concei- tos da democracia moderna, o Barão de Montesquieu (1689-1755) foi o pensador que lapidou em definitivo os conceitos que envolvem os poderes executivo, legislati- vo e judiciário. Antes dele, tudo ainda era muito confuso, em grande parte por conta da inúmera quantidade de monarquias absolutistas que existiam na Europa, e que por sua vez estendiam seus tentáculos por toda a América e grande parte da África. Montesquieu começou a separar o joio do trigo em suas reflexões, de modo a criar um conceito de vida em sociedade que de fato pudesse ser considerado justo. Foi neste contexto que imaginou o Estado dividido em três esferas, independentes, mas colaborativas entre si, de modo a atender os interesses da maioria da po- pulação. Esta independência, no entanto, teria que ser rigorosa, pois só assim ha- veria o real atendimento dos anseios da população. Por conta disto, Montesquieu sentenciou: “Tudo estaria perdido se o mesmo homem, ou o mesmo corpo dos principais, ou dos nobres, ou do povo, exercesse os três poderes: o de fazer as leis, o de executar as resoluções públicas e o de julgar os crimes ou as querelas entre os particulares”. Em resumo, para ele, se o executivo, o legislativo e o judiciário acabassem ficando sob a batuta de um mesmo grupo, fatalmente o conceito de democracia se dissolveria, e voltaríamos ao absolutismo monárquico da Idade Média. As prisões que vêm sendo feitas pela Polícia Federal na Operação Lava Jato me fizeram lembrar desta frase de Montes- quieu, isto porque todo mundo já sabe que depois de condenados os envolvidos no esquema de corrupção na Petrobras não esquentarão muito a cama na cadeia. E isto já é sabido porque passamos pela ex- periência do Mensalão. Noventa por cento dos condenados já estão em casa, soltos que foram pelo Supremo Tribunal Federal, que é um dos tripés da democracia, ao representar o judiciário. E foram soltos porque a maioria dos ministros estão lá indicados pelo PT, que hoje comanda o executivo nacional. Vê-se, deste modo, a ingerência direta do executivo sobre o judiciário. Se ao invés do PT tudo tivesse acontecido sob a égide do PSDB a história não teria sido diferente. Todos os corrup- tos estariam igualmente em casa, pois os governos teriam sido do PSDB e por consequência a primazia pela indicação dos ministros do STF teria sido tucana. Democracia: Tudo está perdido Neste engodo, o legislativo é o mais atolado de todos, já que come nas mãos do executivo dia e noite. Vive como um cão sarnento, a espera de migalhas, que quando não vêm despertam sua ira. Por sua vez, quando o executivo se dispõe a liberar uma verba aqui outra ali, os ânimos do legislativo amainam, e aí tudo fica tran- quilo. E esta prática se estende à maioria das Assembleias Legislativas e às Câmaras Municipais. No fim das contas, o conceito de democracia moderna em nosso país é de fato apenas um conceito. E é apenas um conceito porque nossa população ainda não está preparada para o processo demo- crático. Até imagina que está, mas não está. O ato de votar a cada quatro anos nem de longe representa o ideal democrático. Aos moldes de nossa democracia, votar significa simplesmente que escolhemos alguém para ocupar um cargo público, nada mais que isto. Dizer que este alguém irá representar os anseios daqueles que o elegeram é uma utopia. Ou alguém que votou em Dilma deu procuração para ela nomear um diretor da Petrobras, que por sua vez roubou milhões de dólares da estatal? Situações como esta só acabam aconte- cendo justamente porque estamos na con- tramão da democracia. Há quase um século os brasileiros vêm votando em slogans e não em um projeto de desenvolvimento. Quem consegue emplacar o slogan mais bonito tem grandes chances de se apropriar do poder. Isto não significa que os derrota- dos são de fato aqueles que devessem ter ganho a disputa. Pouco importa se fulano ou beltrano ganha a eleição, se a população de fato não exercer a democracia. E este exercício, nem de longe, se dá meramente pelo voto. O voto chega a ser irrelevante diante do verdadeiro processo democráti- co. O que de fato importa é a participação popular nas discussões que envolvem as decisões em um bairro, em um município, em um Estado ou em um país. Quando a população se nega a esta participação, não prestigiando audiências públicas, dando as costas para as sessões das Câmaras Munici- pais e das Assembleias Legislativas; tendo náuseas do que se debate no Congresso Nacional, eis que se semeia a ditadura travestida de democracia. É este afasta- mento que oportuniza os conchavos, que é a terra fértil para que executivo, legislativo e judiciário de fundam, depondo contra os verdadeiros interesses da população. Diante da realidade brasileira, se esti- vesse vivo Montesquieu não teria dúvidas: “Tudo está perdido, já que o mesmo grupo de nobres exerce os três poderes”. DIVERSÃOELAZERGARANTIDOS QUARTA,SÁBADOEDOMINGO BR101-KM413-ARARANGUÁ ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 Água de esgoto invade casa Rafael Andrade beiros após chuva > SOMBRIO Eram 11 horas de se- gunda-feira quando um temporal deixou uma fa- mília do bairro São Pedro, em Sombrio, desesperada. A enxurrada provocou o entupimento de várias bocas de lobo na rua em frenteàresidênciadocasal Zélia Eufrásio e Moacir Guimarães. O fato provo- cou a inundação de vários cômodos e da garagem por uma água preta e fétida. Representantes da Defesa Civil e do Samae estiveram no local e insta- laram uma bomba de suc- ção, que ficará no pátio da casa até esta quinta-feira, quando o sol deve voltar a predominar.Duascrianças menoresde5anosestavam na casa no momento da inundação que chegou a quase 50 centímetros. “Foi de uma hora para outra. Nunca tinha ocorrido des- ta maneira, de forma tão repentina. Não deu tempo nemdelevantarosmóveis. Fico muito preocupada comasminhasnetas.Esta água ainda traz uma série de doenças”, alerta Zélia. Choveu praticamente todo o dia da última segunda. “Construí vários dre- nosnoterreno,masaforça da chuva foi tanta que nada adiantou. Pedimos ajuda à prefeitura e auto- ridades que nos deem um apoio para que possamos levantar a casa para que fique mais alta que nível da rua”, implora Moacir, queéeletricistaejáperdeu outras casas e foi parar no terreno de Zélia e Moacir porque ainda não foi ins- talado o escoamento até a subestação de tratamento. “Esta é uma situação de administraçõesantigasque estamos tentando resol- ver”, informa. Em março, umagrandeequipedapre- feitura desobstruiu vários valosparaoescoamentoda água da chuva. Enquanto isso, a voz trêmula e os olhos lacri- mejantes de Zélia refle- tem a sensação de medo a cada chuva mais forte. A família já perdeu as contas de quantos mó- veis já foram trocados nos últimos anos. “Só posso lamentar, por enquanto. Deus que me dá forças”, define a mulher, que tra- balha como servente na Escola Estadual Catulo da Paixão Cearense, no centro de Sombrio. Para quem pretende apoiar o sonho do casal, que é de- moliraatualcasa,aterrar e construir uma nova, basta encaminhar um e- -mail para reportagem2@ grupocorreiodosul.com. br, ou ligar para o número (48) 9802-0069.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro Joice Ramos l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 Quando você melhora a logística, melhora tanto a economia como a qualidade de vida das pessoas. Nós temos que acompanhar, acelerar e entregar o quanto antes essas obras para a população. Governador Raimundo Colombo, durante visita a obras em Florianópolis, na companhia do prefeito Cesar Souza Junior “ ” Em busca do voto perdido PeloEstado S eguindo o que ocorre no restante do país, o Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (Cofem) vai lançar campanha mostran- do as vantagens da Lei da Terceirização (Projeto de Lei 4.330), em tra- mitação no Congresso Nacional. A campanha mostra o ponto de vista das entidades que compõem o Cofem, ou seja, que a medida não precariza as relações trabalhistas, não reduz salários, nem provoca informalidade. Para garantir a aprovação da proposta, as entidades empresariais encaminharam correspondência e aumentarão a pressão com contatos pessoais com os de- putados catarinenses. Querem evitar que emendas mudem a essência do projeto. A estratégia é uma resposta ao avanço dos movimentos sindicais e sociais contrários ao PL 4.330 e que conseguiram adiar a apreciação da matéria. Uma reunião realizada na semana passada entre entidades do setor produtivo serviu para avaliar o perfil dos deputados federais, uma forma de modular os argumentos para o voto favorável. O Cofem é formado pelas federações das Indústrias (Fiesc), do Comércio (Fecomércio), daAgricultura (Faesc), dos Transportes (Fetrancesc), dasAssociações Empresariais (Facisc), das CDLs (FCDL) e das Micro e Pequenas Empresas (Fampesc). Posição Bancada estadual do PMDB an- tecipou a avaliação sobre a nova proposta para o Magistério público estadual e irá se reunir nesta quarta-feira (22). Inicialmen- te, o encontro semanal estaria prejudicado em razão do feriado de Tiradentes, mas os deputados decidiram retomar logo o debate, que também deve incluir a fusão das agências reguladoras. As decisões da bancada peemedebista vão dar o tom do relacionamento com o Executivo. Bondade O deputado Marcos Vieira (PSDB) comentou a publicação do ex-se- cretário da Administração, Derly Mas- saud, que em seu blog o indicava como o melhor nome para presidir o tucanato ca- tarinense. “Foi muita bondade dele”, dis- se, com postura tímida que durou pouco tempo antes de citar seus atributos para o cargo: “Sou militante há 26 anos, conheço a história do partido, ajudei a construir o PSDB em Santa Catarina”, enumerou. Entretanto, ao lembrar que já concorreu por duas vezes, afirmou que só o fará de novo se houver consenso. “As conversas já começaram”, anunciou. Inclusive com o senador Paulo Bauer, atual presidente? “Com todos. As conversas têm que ser re- alizadas com todos.” Vieira evitou dizer se está otimista, mas adiantou que tem um “projeto coletivo em favor do PSDB”. Preservação Ministério da Cultura deu destaque em suas redes sociais para o se- minário Entre os Morros e a Lagoa: Um Espaço de Memória – 30 Anos de Preser- vação em Laguna (SC), marcado para o período de 06 a 08 de maio, no Cine Te- atro Mussi, recém-recuperado. Laguna é uma das cidades contempladas pelo PAC Cidades Históricas, do governo federal. Saiba mais em http://goo.gl/hzYNDO Feirão A Caixa Econômica Federal di- vulgou ontem o calendário da 11ª edi- ção do Feirão Caixa da Casa Própria para 2015. Em Santa Catarina está pre- visto apenas o Feirão de Florianópolis, de 22 a 24 de maio. Curso O Senai-SC está com inscrições abertas para o curso de Técnico em Quí- mica, em Chapecó. O início das aulas está previsto para o mês de julho e o curso tem duração de dois anos. Informações pelo telefone (49) 3321 7300 ou pelo e-mail rm- chapeco@sc.senai.br Andréa Leonora ��orian�po�is ����orian�po�is �� 21e22Abr15 DeduçãonoImposto Em tempos de declaração de Imposto de Renda, o líder do PMDB na Assembleia Legislativa, de- putado Antônio Aguiar, que é médico, apresen- tou moção, já aprovada em Plenário, que pede celeridade para votação de projeto apresentado em 2009 na Câmara dos Deputados, propondo dedução de despesas com medicamentos e len- tes corretivas, inclusive as de contato. O projeto é do deputado Jefferson Campos (PSD-SP). Aguiar entende que tais despesas estão relacionadas com a manutenção da saú- de, assim como realização de exames, pagamento de consultas médicas, despesas com clínicas ou internações, já admitidas para dedução. YuriSantos/AgênciaAL ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE Aviso de Licitação Processo Adm. N. 11/2015 Edital: Tomada de Preços P/ Obras e Serviços de Engenharia n. 01/2015 Tipo: Menor Preço Global Objeto: A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA EXECUTAR PAVIMENTAÇÃO ASFALTICA NA AV JULIO PEDRO CLEZAR CONFORME ORÇAMENTO, CRONOGRAMA E PROJETOS EM ANEXO AO EDITAL. Entrega dos Envelopes: 09:00 horas do dia 08 de Maio de 2015. Abertura dos Envelopes:09:00 horas do dia 08 de Maio de 2015. O Edital e esclarecimentos poderão ser obtidos no seguinte endereço e horário: Rua Irineu Bornhausen, 320, nos dias úteis, de segundas á sextas das 08:00 as 11:30 e das 13:30 e das 17:00 horas, ou pelo fone 048 3532-0132. Praia Grande-SC, 10 de Fevereiro de 2015. Valcir Daros Prefeito Municipal ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE EXTRATO CONTRATUAL Contrato Nº.: 54/2015 Contratante.: PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE. Contratada..: COMERCIALIZA STRATEGIA COMUNICAÇÃO E MARKETING LTDA Objeto.........: A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM CONSULTORIA DE DIAGNÓSTICOS AO MERCADO TURÍSTICO, VISANDO À REALIZAÇÃO DE DIAGNÓSTICOS DOS ROTEIROS TURÍSTICOS, ESTRUTURAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E PROMOÇÃO DE ROTEIRO DE TURISMO COMUNITÁRIO, VALORIZANDO OS PRODUTOS ASSOCIADOS AO TURISMO NO ENTORNO DOS PARQUES NACIONAISAPARADOS DASERRAE SERRAGERAL, em atendimento ao CONVÊNIO MTur/ MUNICÍPIO DE PRAIA GRANDE - SC Nº 813129/2014 e de acordo com o ORÇAMENTO,CRONOGRAMA FINANCEIRO,MEMÓRIA DE CÁLCULO,CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO FÍSICA E A ESTRATÉGIA DE EXECUÇÃO. Valor..........:R$ 564.628,22 (quinhentos e sessenta e quatro mil, seiscentos e vinte e oito reais e vinte e dois centavos). Vigência.....: Início : 17/04/2015 Término: 16/10/2016 Licitação.....: PREGAO PRESENCIAL Nº.: 07/2015 Recursos.....:..................... DOTAÇÃO :. 2.033/3.3.90/DR 01.00 2.033/3.3.90/DR 01.29 2.033/4.4.90/DR 01.29
  7. 7. Publicidade 7Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 NOVO KA (Cat.KCC5) SE 1.0L FLEX 2015 Ar-condicionado / Direção elétrica Vidros dianteiros elétricos Travas elétricas / My Connection Chave canivete com controle remoto. NOVO KA+ (Cat.ZFC5) SE 1.5L FLEX 2015 Ar-condicionado / Direção elétrica Vidros dianteiros elétricos Travas elétricas / My Connection Chave canivete com controle remoto. O NOVO SEDAN DA FORD Ar -condicionado / Direção elétrica Vidros + travas e espelhos elétricos Controle de estabilidade e tração Assistente de Partida em Rampas (HLA) Sensor de estacionamento FREESTYLE 1.6L FLEX 2015 (Cat.EFA5) ECOSPORT Ar-condicionado / My Connection Direção elétrica Vidros dianteiros + Travas + Retrovisores elétricos NEW FIESTA HATCH (Cat.RBQ5) S 1.5L FLEX 2015 Motor 1.6L TiVTC flex (135cv) Rodas de liga leve R16” Ar-Condicionado FOCUSHATCH (Cat.QAJ5) SE 1.6L FLEX 2015 TAXA ZERO. NÃO EXISTE MAIS NADA ENTRE UM FORD E A SUA GARAGEM. TAXAZERO a partir de Entrada de Parcelas deà vista 38.990,00 24.953,60 30xR$ 499,00 TAXAZERO a partir de Entrada de Parcelas deà vista 45.190,00 27.114,00 30xR$ 637,00 Promoção válida até 22/04/2015 ou enquanto durarem os estoques - 10 unidades. Novo Ford Ka SE 1.0L 2015 (cat KCC5) a partir de R$ 38.990,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 64% de entrada (R$ 24.953,60) e saldo em 30 parcelas de R$ 499,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 39.923,60. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 31/03/2015 a partir de 0,42% a.m. e 5,17% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Novo Ford Ka + SE 1.5L 2015 (cat ZFC5) a partir de R$ 45.190,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 27.114,00) e saldo em 30 parcelas de R$ 637,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 46.224,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 07/04/2015 a partir de 0,36% a.m. e 4,44% a.a., por meio do Programa Ford Credit. EcosportFreeStyle 1.6L 2015 (cat EFA5) a partir de R$ 71.200,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 42.720,00) e saldo em 36 parcelas de R$ 829,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 72.564,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 30/03/2015 a partir de 0,26% a.m. e 3,10% a.a., por meio do Programa Ford Credit. New Fiesta Hatch S 1.5L 2015 (cat RBQ5) a partir de R$ 45.790,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 27.474,00) e saldo em 30 parcelas de R$ 646,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 46.854,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 16/04/2015 a partir de 0,37% a.m. e 4,51% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Focus Hatch 1.6L 2015 (cat QAJ5) a partir de R$ 67.900,00 à vista ou financiado com taxa de 0,0% a.m. e 00,00% a.a, 60% de entrada (R$ 40.740,00) e saldo em 36 parcelas de R$ 792,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 69.252,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 27/03/2015 a partir de 0,26% a.m. e 3,23% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Ford FusionEcoboost 2.0L Titanium 2015 (cat UNC5) a partir de R$ 135.000,00 à vista ou financiamento com taxa de 0,00% a.m. e 0,00% a.a, 60% de entrada (R$ 81.000,00) e saldo em 12 parcelas de R$ 4.634,00 na modalidade CDC com 30 dias de carência para pagamento da 1ª parcela, incluindo tarifas, custos e impostos (IOF). Valor total a prazo de R$ 136.608,00. Custo Efetivo Total (CET) calculado na data de 30/03/2015 a partir de 0,45% a.m. e 5,59% a.a., por meio do Programa Ford Credit. Não abrange seguro, acessórios, documentação e serviços de despachante, manutenção ou qualquer outro serviço prestado pelo Distribuidor. Sujeito à aprovação de crédito. O valor de composição do CET poderá sofrer alteração, quando da data efetiva da contratação, considerando o valor do bem adquirido, as despesas contratadas pelo cliente, custos de Registros de Cartórios variáveis de acordo com a UF (não incluso no valor das parcelas e no cálculo da CET) a data da contratação. Contratos de Financiamento e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. Valores válidos para cores sólidas. Frete incluso. Na cidade, somos todos pedestres. TAXAZERO a partir de Entrada de Parcelas deà vista 45.790,00 27.474,00 30xR$ 646,00 TAXAZERO a partir de Entrada de Parcelas deà vista 71.200,00 42.720,00 36xR$ 829,00 TAXAZERO a partir de Entrada de Parcelas deà vista 67.900,00 40.740,00 36xR$ 792,00 TAXAZERO a partir de Entrada de Parcelas deà vista 135.000,00 81.000,00 12xR$ 4.634,00 Rodas de Alumínio R18” / 8 Air bags Tração integral nas 4 rodas - AWD Teto solar / Tomada de 110V Cintos de Segurança traseiros com Air bags Sensor de estacionamento / Câmera de ré Motor 2.0 EcoBoost (234CV) / Ar-condicionado (Cat.UNC5) TITANIUM ECOBOOST AWD 2.0L FORD FUSION
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Sete Vidas -18h Alto Astral -19h Babilônia -21h Ú rsula confessa a Ricardo que inventou a doença para Marcelo não se separar dela. Ricardo diz à mãe que lhe dará um tempo para que conte a verdade a Marcelo. Caíque pede ajuda a Itália para conseguir a chave da casa de Miranda. Vicente e Gustavo decidem investigar o acidente que matou os pais de Laura. Sueli diz a Aurélia que ela não tem direito de castigar Azeitona. J úlia, Pedro, Laila, Luís e Bernardo conhecem Felipe e desco- brem que ele tem uma doença congênita grave. Júlia diz a Beatriz que não pode ajudar Felipe. Luís, Pedro e Laila fazem exames para saber se são compatíveis com Felipe. Irene pede o apoio de Lígia. Bernardo é obrigado a mentir para Taís e fica chateado. Pedro recebe uma imagem da ultrassonografia de Taís e fica desconcertado. Aníbal vai à casa de Guida reclamar de uma vizinha. T eresa entrega um convite de seu casamento para Vinícius. Inês discute com Beatriz. Rafael consegue conversar com Laís. Regina fica irritada quando Vinícius fala que ajudará com as despesas de Júlia. Diogo mente para Gabi e pensa em Beatriz. Bento pergunta sobre Paula para Regina e fica animado. Estela tenta tranquilizar Teresa para a sua entrevista no programa de TV. Rapidinhas Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Um bom dia para diálogo, conversas e negociações, ariano. É necessário agir com inteligência nas questões afetivas e nos relacionamentos. A inteligência mais importante neste momento é emocional, ariano. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 ApresençadeLuaeVênusnosignoopostoaoseufavore- ceosrelacionamentos.Éumbelomomentoparacontatos quepossamampliarosseushorizonteseconhecimentos. O trabalho e os cuidados com a saúde e a beleza estão estimulados. Gêmeos 21/05 a 20/06 Hoje temos dois astros emocionais, Lua e Vênus, transi- tando em seu signo. É um dia importante para contatos, especialmente com mulheres, geminiano. Uma fase oportuna para refletir sobre as suas prioridades e como vocêestáexpressandoosseustalentos. Libra 21/09 a 20/10 Favorecimento para atividades culturais ligadas ao co- nhecimento e viagens. Um momento interessante para contatoscompessoasdistantesdevocê.Éhoraderefletir sobrecomoestáagindoemocionalmenteetambémem relação a sexualidade. Aquário 21/01 a 18/02 Um belo dia para namorar, conversar e passear, aqua- riano. É importante que aja com mais flexibilidade nas questões sentimentais. Momento significativo para demandas ligadas à família, ao lar e imóveis. Touro 21/04 a 20/05 Um belo dia para negociações e transações financeiras, tau- rino. É um momento em que você tem mais consciência de suashabilidadeseconhecimentos.Cuidadocomatendência à precipitação e atitudes nervosas e inquietas. Virgem 21/08a20/09 Umdiamuitofavorávelparacontatosligadosàcarreira, virginiano. É hora de agir com flexibilidade, adquirindo novos conhecimentos. Cuidado com a tendência à tei- mosia e a de se considerar o dono da verdade. Capricórnio 21/12 a 20/01 Momento em que as emoções e a vida afetiva dos capricornianosestarãoenfatizadas.Umbomdiaparao trabalhoeparacontatosrelacionadosaoseudesenvol- vimento. Aprimorar os conhecimentos e a capacidade de negociação são fatores importantes. Câncer 21/06 a 20/07 Um excelente dia para conhecer as suas motivações psico- lógicas e emocionais. É hora de refletir sobre as situações que se repetem na vida afetiva e nos relacionamentos. Um excelente período para interiorização e reflexões que promovem a evolução. Escorpião 21/10 a 20/11 Procureserflexívelemquestõesemocionaiseemseus relacionamentos,escorpiano.Podeestarsentindouma dualidade ou ambiguidade emocional. É importante refletir e saber se colocar no lugar de outras pessoas. Peixes 19/02 a 20/03 Pode estar se sentindo dividido emocionalmente, pisciano. É um dia que estimula questões ligadas à vida familiar e a privacidade.Momentointeressanteparaadquirireaprimorar conhecimentos, pisciano. Horóscopo Favorecimento para contatos relacionados à atividade profissional. Um dia importante para as amizades e o contato com empresas e grupos, leonino. Momento significativo para desenvolver novos conhecimentos, prioridadesehorizontes. Deixa a vida levar não tem sido uma tarefa das mais fáceis para Zeca Pagodi- nho, como ele canta em um de seus gran- des sucessos. O cantor, que perdeu o filho mais velho, Elias Gabriel, em janeiro, e o pai, Jessé da Silva, em março, conta com seu coração nobre para seguir adiante. Na próxima semana, o sambista lança um CD, cuja música de trabalho, Ser Humano, traz, no lugar da tristeza ou rancor, uma mensagem de esperança. “É ser humano, na hora que o tempo fechar, ser humano é/ que tá pro que der e vier / é tema da minha canção/ eu tenho espe- rança e fé no ser humano”. “Só passei por barra pesada, mas sobrevivi. Neste disco, pulei algumas fogueiras altas e pesadas. O samba é um refúgio, sempre. Tive momentos em que pensei em adiar, mas fui adiante. Ficar em casa pensando e remoendo tudo que aconteceu? Não! Ia para o estúdio en- contrar meus amigos. Esse foi meu gran- de remédio”, conta Zeca Pagodinhoem entrevistaàre- vistaContigo!. Em entrevista à revista mexicana Tv- notas, a cantora Thalía revelou que durante suas tentativas para se converter em mãe, ela sofreu vários abortos. Algo que todo mundo desconhecia até então. A mexicana, casada com o ex-pre- sidente da Sony Music, Tommy Mottola, desde 2000, confessou que seu caminho para a maternidade foi longo e doloroso. Mas,depoisderevelaressesdetalhes tão íntimos de sua vida privada, segundo o jornalista da revista, Luis Alfredo Borrego, a cantora quis desconversar quando ele pediu mais detalhes: “Eu não sei porque eu te falei sobre isso”, reclamou a artista. Borrego afirmou que agora ficou a dúvida se os bebês que ela perdeu já eram de sua relação com Mottola.
  9. 9. Correio Especial Igor Borges igor.borges@grupocorreiodosul.com.br www.facebook.com/igor.borges @igormborges Quase fundo A gente sabe quando o negócio está ficando feio quando os con- sumidores começam a eco- nomizar nos supermercados. Quando isso acontece é sinal de que estamos chegando ao fundo. Isso ainda não está acontecendo de maneira mais generalizada. Então temos que começar a reverter a si- tuação antes que cheguemos nela. #vamosvirarojogo Preço de Outlet O QUE VOCÊ ESTÁ PENSANDO Foto do Dia #fotododiacorreiodosul Gabriely Muller Suares comemo- rando seus 15 anos com os avós Teresa e Anchieta!!! “As pessoas esperam toda semana pela sexta, todo ano pelo verão, toda a vida pela felicidade. Faça diferente, trans- forme todos os dias em sextas-feiras, aproveite as quatro estações e não espere a vida passar para ser feliz” Conseg Sombrio Parque Mesmo que exista muita crí- tica, a resposta da prefeitura de Araranguá à demanda dos empresários do Parque Industrial foi rápida. Estando entre dois grandes centros do país, Florianópolis e Porto Alegre, nossos ParquesIndustriaisdeveriamterum olhar especial pela parte dos gover- nos municipais e serem grandes participantesdaeconomiadaregião. O que não acontece hoje em dia. Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 ³Forauto de Araranguá, tentando passar pela crise, faz feirão no Shopping Outlet em Sombrio que durará até o próximo domingo e garante que os preços são compatíveis ao Outlet. PT Tenho certeza que o Partido dos Trabalhadores trouxe muitos bene- fícios para o Brasil. Contudo, sigo a corrente de um dos fundadores do partido, Frei Betto, que afirmou em uma entrevista que “o PT trocou um projeto de Brasil por um projeto de poder” . Sair da crise Aumentos de preço, população endividada e muitos perguntando o que fazer para enfrentar esta crise. Fatoéqueasprevisõesmaisotimistas já traziam esta crise no cenário futu- ro, então o certo era ter se planejado. Não se planejou ? Bom, agora é focar nonegócio,escolherbemseupúblico alvo, consumidor e investir. Muitos consumidores ainda têm dinheiro, só que pensam mais antes de gastá-lo e os empresários têm que convencê- -los a gastar o seu rico dinheiro em seus produtos / negócios / serviços. Para isso precisam anunciar e planejar promoções como esta da Forauto. O momento é de sair da zona de conforto e atrair clientes. Não dá para ficar parado esperando eles entrarem na loja / comércio. Só os fortes sobreviverão. Profissional Cadavezmaisficaprovadoque nossosempresáriosprecisamdeixar deladoaadministraçãofamiliarde subsistência epassar para uma administração familiar pro- fissional. Este passo fará muita diferença em consolidar a região como um poló de moda ou não.
  10. 10. Publicidade10 Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015
  11. 11. Geral 11Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 Reunião hoje com Ministério Público Federal é o início da etapa final de decisão sobre detonação de rocha por empresas ³Selma preside Instituto Socioambiental que reúne argumentos contra mineração > ARARANGUÁ Foiumalutademuitos anos até que o sonho da presidente Sidney Rosa Cristiano e demais mora- dores do bairro Divinéia, de ter sua sede própria, se concretizasse. “Fomos um dos pri- meiros conselhos comuni- tários de Araranguá e hoje podemos dizer que temos a nossa sede própria, graças ao empenho do prefeito e vereadores”, destacou a lídercomunitária. A cerimônia de entre- ga da escritura do salão comunitário foi prestigiada pela secretária de Governo Maria Aparecida Costa, Valdelir Cesconetto, o Dé, a diretora de Gestão Par- AssociaçãodeMoradores ganhasuasedeprópria ³Sandro entrega escritura a presidente Sidney Reuniões demais Djonatha Geremias > MARACAJÁ Hoje deve ser um marco para o his- tórico impasse da minera- ção no Morro de Maracajá. A partir das 14 horas, o MinistérioPúblicoFederal (MPF) realiza em Crici- úma a primeira reunião com uma comissão mul- tilateral constituída pela procuradora da República Patrícia Muxfeldt, que buscaresponderequestão: a detonação de rochas vai ou não continuar? Após diversas audi- ências públicas que não tiveram resultado, o MPF recebeu uma denúncia da Organização Não-Gover- namental (ONG) Instituto Socioambiental de Ma- racajá (Isam), em 12 de setembro de 2014, sobre um possível crime am- biental que estaria sendo manipulado para extração mineral do único morro do município. Arespostafoirápidae, em 12 de dezembro, a pro- curadora emitiu três reso- luções oficiais às empresas Cedro, SBM e Setep, pe- dindo a suspensão imedia- ta das atividades, até que elasapresentassememum prazo de 72 dias o estudo e o relatório de impacto am- biental (EIA/Rima). Uma das resoluções também foi encaminhada à Fundação deMeioAmbiente(Fatma) parasuspenderaslicenças ambientais de operação da mineração no morro. Na mesma semana, as mineradoras solicitaram reuniãocomaprocuradora. O diretor da SBM, Azenir Procuradoria Federalassumecaso Locks,eopresidentedaSe- tep, José Locks, alegaram demonstrar interesse em se adequar as exigências, conforme registrado em duas atas do MPF. Diante da demonstração de boa vontade,Patríciaconcedeu um prazo estendido até 30 dejaneirode2015,median- te nova reunião. O Correio do Sul con- versou com a procuradora Patrícia Muxfeldt, que analisou a boa vontade das mineradoras apenas como promessas. “Eles dizem que estão dispostos, mas muito pouco da do- cumentação que solicitei foi apresentada. Ainda estou esperando pelo EIA, pelo Estudo de Impacto de Vizinhança, pelos projetos de recuperação ambiental epelasaçõesmitigatórias”, comentou. Em 2014, foram feitas outras duas reuniões com as empresas, em 30 de ja- neiro e em 27 de março - e novamente, elas não trou- xeram os estudos exigidos. Por outro lado, a ONG Isam não mediu esforços para apresentar ao MPF o máximo possível de in- formações que fortaleces- sem a alegação de que a mineração está causando danos sociais e ambien- tais em Maracajá. Ainda assim, a representante do MinistérioPúblicoFederal foipessoalmenteconversar com a comunidade, sem a presença de nenhuma autoridade política ou em- presarial, para ouvir as insatisfações. O encontro aconte- Morro de Maracajá ceu no salão paroquial da Igreja Matriz, em 20 de fevereiro, com a presen- ça de aproximadamente 20 pessoas. “Constatei que a insatisfação é real e que a comunidade sofre principalmente da falta de informações sobre o que realmente está acontecen- do com o morro”, informou Patrícia ao Correio do Sul. Dentreasreclamações, estão as rachaduras resul- tantes das detonações de pedras, a contaminação do ar com a poeira, os proble- masrespiratórioscausados, operigodosestudantesque frequentam a escola ao pé do morro e o deslizamento de uma rocha em uma das residências. A última reunião, no final de março, colocou a procuradora na mesma sala com os presidentes e advogados das pedreiras, com a presidente da ONG Isam, Selma Aguiar, com o prefeito de Maracajá, Wagner da Rosa, e um representante da Câmara deVereadores.Comoresul- tado, o MPF criou uma co- missãoquedeveencontrar uma solução. A comissão é formada pela presidente da ONG, pelos proprietá- rios das mineradoras, pelo prefeito, por um vereador, por um representante da Fatma e por um repre- sentante do Departamen- to Nacional de Produção Mineral (DNPM), além de Patrícia Muxfeldt. A reunião de hoje é a primeira dessa comissão oficial e espera novamen- te que as mineradoras apresentem os estudos aguardados desde o ano passado. “Estou tentan- do formas extrajudiciais ticipativa Iraídes Dal Pont e a secretáriaadjuntadeAdminis- traçãoThaizaDandolini. O prefeito Sandro Maciel lembrou que assumiu o com- promisso de entregar o centro comunitárioparaacomunida- de durante o Fala Araranguá de 2014. “Encaminhamos o projeto para a Câmara que aprovou e depois sancionei. Com esse termo de doação queentregonasmãosdapre- sidenteSydnei,opatrimônio passa a ser da comunidade, que agora pode reformar, ampliar e realizar grandes eventos”,disseoprefeito. de solução para evitar o litígio das empresas (com a firmação de Termos de Ajustes de Conduta, por exemplo), mas o juízo não está descartado, mesmo sabendo que o processo pode demorar”, ressalta a procuradora federal.
  12. 12. 12 Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 Publicidade
  13. 13. Geral 13Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 ³Juiz Evandro entrega chave do veículo ao diretor da vigilância e armas a polícia > ARROIO DO SILVA Dois assaltantes conseguiram escapar da Polícia Militar na noite do último domin- go, em BalneárioArroio do Silva, após roubarem e agredirem duas viti- mas. O primeiro roubo aconteceu em um esta- belecimento comercial, e o segundo em uma residência. Foram usa- dos um revólver e uma faca para cometerem os crimes. Por volta das 20 horas, um homem de capacete e blusa verdes entrou em um bar e Doishomenssãoagredidos eroubadosnoArroiodoSilva cancha na rua Maracajá, no bairroAreias Brancas, onde os clientes e o pro- prietário foram rendidos, sob a mira de um revól- ver. O assalto foi anun- ciado, mas o bandido só conseguiu levar R$ 20,00 de um cliente. Porém, não saiu de lá sem dar uma coronhada na cabeça do comerciante de 55 anos de idade. Segundo testemu- nhas, o bandido fugiu e se encontrou com um comparsa, que esperava de moto na esquina. A PM foi acionada, fez um cerco na localidade, mas não conseguiu encontrar a dupla. Poucas horas depois, Ajuda Judiciário doa veículo e armasJuiz Evandro Volmar Rizzo transforma dinheiro de transações penais em reforço para a saúde pública e Polícia Civil Da redação Djonatha Geremias > SOMBRIO Oprefeito de Som- brio, Zênio cardo- so, esteve na tarde chu- vosa de segunda-feira no Fórum da Comarca, para receber oficialmente, ao lado do diretor da Vigi- lância Sanitária, Edson Schneider, um Fiat Doblô adquirido com recursos oriundos de transações penais. “Para nós esse ve- ículo é muito importante e o judiciário acaba colabo- rando com a renovação da nossa frota. Temos agora um carro com capacidade de carga, que era a neces- sidade da vigilância e o trabalho, que já é bom, fica ainda melhor”, agradeceu o prefeito. Junto desta entrega, o juiz Evandro Volmar Ri- zzo, ao lado da promotora substituta Naiana Benet- ti, fez a doação de duas submetralhadoras e duas câmeras filmadoras Go Pro, utilizadas para cap- tar imagens em quaisquer condição climática em alta resolução. As armas por pouco não foram encami- nhadas a outras cidades, mas uma ação rápida da equipe comandada pelo delegado Luís Otávio Po- hlmann conseguiu deixá- -las em Sombrio. “Tivemos que analisar o processo porque estavam indo para fora, depois que- riam mandar uma só pra nós e não aceitamos.Elas são para a delegacia de Sombrio. É a nossa arma mais potente e nos ajuda- rá, além das câmeras, que fazem com que a gente tenha todo o registro de ações de nossos policiais”, às 23h40min, outra vítima, também um homem de 55 anos, es- tava em casa, em uma quitinete na rua Santa Rosa, na comunidade de Área Verde, quando foi surpreendido por um assaltante. O rapaz aparentava ter 18 anos e entrou na casa com uma faca, anuncian- do o assalto. A vítima tentou reagir e acabou apanhando, o que re- sultou em lesões leves pelo corpo. O bandido conseguiu roubar uma TV de LED de 32 pole- gadas e fugir. O homem reconheceu o assaltante e comunicou à PM, mas ele desapareceu. > BALNEÁRIO GAIVOTA Para evitar que o aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, se prolifere, a prefeitura de Balneário Gaivota mantém um programa permanente de combate e prevenção à doença. São 30 armadilhas espalhadas por seis pon- tos estratégicos do mu- nicípio, reforçadas pela Gaivotaintensificaações deprevençãoadengue parceria com a Secretaria de Obras que faz coleta de pneus e reparos em locais que podem servir para desova do mosquito. William Matos Le- andro é o agente de en- demias no Balneário. “Verificamos todas as armadilhas e agimos de maneira preventiva e de monitoramento de todas as áreas”, comenta. O secretário de Saúde José Luiz de Oliveira Lentz salienta o importante Da redação trabalho das agentes de saúde em passar as informações aos mora- dores. “Além de acom- panhar as famílias, as agentes divulgam in- formações e ajudam a evitar, com práticas simples, os criadouros de mosquito”, destaca. Entre estas práticas estão manter caixas d’água fechadas e garra- fas de boca para baixo, para que não acumulem água. salientou o delegado. Essa não é a primeira parceria entre judiciário e executivo que dá bom resultado. O próprio juiz Evandro idealizou um projeto de ressocialização de menores infratores, em parceria com a prefeitura de Sombrio e empresários do setor privado. Formação profissional é oferecida ao jovem, na transição penal, em troca do pouco efetivo serviço comunitário. Sobre a polícia, Zênio diz repetir os elogios que ouve da população. “É impressionante o quanto os policiais trabalham com efetivo reduzido, mas o quanto são efetivos, capa- zes de desvendar crimes, dos menores aos mais graves, demonstrando inteligência, persistência e entrosamento.”
  14. 14. Publicidade14 Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015
  15. 15. Geral 15Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 ³Dona Enedina feliz brinca com o neto João Gabriel Situação assustadora ocorreu de madrugada, na casa da família. Menino foi socorrido graças a Polícia Militar Rafael Andrade Anjo da Guarda > SOMBRIO “Deus prepara tudo no momento cer- to”. Esta é uma parte do depoimento emocionado de Juci de Oliveira, que passou por momentos de apuro na madrugada des- tasegunda-feira,nobairro Nova Brasília, em Som- brio. Ela se refere a uma ajuda que culminou no salvamento do seu filho, João Gabriel de Oliveira de Medeiros, de um ano e um mês. “Se fosse no fim de semana ou se este anjo não estivesse em casa, o que seria do meu neném”, diz Juci, que nunca vai esquecer a participação nahistóriadefinalfelizdo caboAlex Silva Ramos, da 2ª Companhia da Polícia Militar de Sombrio. Bebê é salvo por policial de folga Por volta das 3h30 de segunda, João Gabriel acordou aos pran- tos. Assustada, Juci mede mais uma vez a tempe- ratura do filho. Marcava quase 40 graus. A criança tinha apresentado oscila- ção de febre na noite an- terior. A mãe tratou com medicamentos para gripe e iria procurar um médico ao amanhecer. A situação ficoudesesperadora quan- do o menino começou a virar os olhos, torcer-se e tremer. Sem saber o que fazer, Juci correu e gritou por socorro dos vizinhos. A cerca de 10 metros de distância dormia o cabo Ramosemseuapartamen- to vizinho a casa do meni- no. Assim que percebeu a situação, pulou um muro e em questão de segundos estava com o bebê no colo para iniciar os primei- ros socorros. Ao mesmo tempo, segundo a mãe, o herói de João Gabriel acalmou Juci e acionou uma viatura da PM, que chegou ao local em pouco mais de um minuto. Os detalhes da madrugada apavorante ainda ficaram mais angustiantes quan- do a irmã de João, de 10 anos, desmaiou no chão da cozinha. O menino foi levado para o Hospital Dom Jo- aquim, onde foi medicado e ficou estabilizado. “Fica- mos cerca de 40 minutos no hospital e fomos libe- rados. Não pensei duas vezes. Assim que ama- nheceu fui realizar uma série de exames, para ter uma ideia do que pode ter provocado aquela febre altaeaconvulsão,quenos deixou horrorizados. Os médicos não descobriram nada de anormal, mas encaminharamoJoãoGa- briel para um neurologis- ta. Vamos prosseguir com os exames para confirmar que a sua saúde é ótima e quefoisomenteumafebre eventual”, informa Juci. O Correio do Sul ten- tou contato com o policial, mas ele estava de folga e não foi localizado. “Ele foi uma bênção para o meu neto”, agradece a avó do bebê, Enedina Borba de Oliveira. Além de atuar na questão de policiamento ostensivo, praticamen- te todos os profissionais da PM catarinense têm cursos de primeiros so- corros ou atendimento pré-hospitalar, justamen- te para saber lidar com qualquer tipo de situação. JuciinformaqueoServiço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) che- gou a ser acionado, mas o telefone só chamou. Os bombeiros não chegaram asersolicitadospelafamí- lia.Medianteasituaçãoda criança, o policial tomou a iniciativa de realizar o primeiro atendimento e encaminhá-lo ao hospital. Salvou a vida de João Ga- briel, que já está em casa para brincar com a irmã e seus vários carrinhos.
  16. 16. Publicidade16 Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 Só as Melhores Hyundai premia concessionáriasHyundai premia as melhores concessionárias do país. Atual Veículos Criciúma ficou entre as 15 melhores, de Araranguá entre as 40 e a de Tubarão com o 3ª lugar em satisfação dos clientes A Hyundai premiou suas melhores concessionários no país, responsáveis pelas vendas da família HB20, por meio do prêmio Excellent Dealer Club 2014. No HMB Excellent Dealer Club, a montadora reconheceu as concessionárias que apresentaram melhor desempenho de acordo com os critérios pré-estabelecidos, dos quais se destacam: objetivos de varejo, nota do DEP (Dealer Enhancement Program – Programa de Melhoria Contínua da Rede de Concessionárias), pesquisa de satisfação do cliente em vendas (Happy Call de Vendas) e pesquisa de satisfação do cliente em pós-venda (Happy Call de Pós-Venda). Neste prêmio, são reconhecidos dois grupos: Gold Club, com as 15 melhores concessionárias, e o Silver Club, do 16º ao 40º melhor colocados. Esta é a mais importante premiação da Hyundai Motors Brasil. Pelo segundo ano consecutivo a Atual Veículos Criciúma recebeu a premiação Excellent Dealer Gold Club. “Entre as 200 concessionárias da marca, estamos entre as 15 melhores. Além disso, recebemos premiação de melhor Pós-venda e melhor Consultor de Vendas, que foi para o vendedor João Batista do Nascimento. Nossa equipe está de parabéns”, salientou o Gerente de Vendas, André Savi. Já a Atual Veículos Araranguá, recebeu a premiação Excellent Dealer Silver Club. Segundo a Gerente Vendas da concessionária, Francine Santos, este prêmio significa o reconhecimento da satisfação dos clientes. A concessionária Atual de Tubarão recebeu o CS Champion Award o que confere a premiação entre as três melhores concessionárias do Brasil em desempenho na satisfação dos clientes no ano de 2014.
  17. 17. Como resultado de sua alta capacidade de se adaptar ao ambiente que dispõe, Léo Rocha foi convidado a ser um dos protagonistasdoprograma Desafio em Dose Dupla Brasil em 2011, em que desbravaregiõesselvagens deváriospaísesdaAmérica Latina e testa habilidades de sobrevivência. Comoepisódiointitula- doTerradosCânionstendo sido gravado no Aparados da Serra em 2012, o ex- tremo sul catarinense é a primeiraregiãoemqueLéo Rocha retorna após experi- ência através do programa televisivo. LéoRocha–passouaviver na região da Chapada dos Guimarães, Mato Grosso, onde, incentivado pela mãe, passou a ampliar seu contato com as comunida- des alternativas. Aos sete anos de idade Léo já era guia de turismo e aos 11 foi convidado a morar em umacomunidadeindígena no Xingu, onde aprendeu suas técnicas e cultura. Foi o despertar para uma grande aventura que per- dura até. A experiência junto aos índios lhe rendeu uma oportunidadedecomungar comanaturezaeaprender comelatudooqueépreciso para sua sobrevivência. Além disso, Léo se tornou um artista da marcenaria (trabalha com construção sustentável e marcenaria fina desde 1990) e um mestre no que se refere às técnicas utilizadas em áreas remotas. > REGIÃO De hoje até a próxima segunda-feira, o extremo sul catarinense recebe a visita do protagonista do programaDesafioemDose Dupla (Dual Survival), exibidonoBrasilpelocanal Discovery, Léo Rocha. En- tre palestras e encontros, seu principal objetivo é receber um grupo formado por pessoas dos mais va- riados estilos, que vêm de diferentes regiões do país paraparticiparemdoeven- to nomeado de ‘Vivência’, quando passarão dois dias seguidos no meio da mata, utilizando técnicas de so- brevivência e aprendendo sobreariquezaderecursos que a natureza oferece. Mineiro de Belo Hori- zonte, Leonardo Marques Rocha – ou simplesmente Quarta-feira, 22 de abril de 2015 ³ 15-16-28-55-67CONCURSO 3.768 QUINA 20/04 ³ 01-03-04-06-07 ³ 09-10-11-15-17 ³ 20-21-22-23-25 CONCURSO 1.198 LOTO FÁCIL 20/04 Léo Rocha, do canal Discovery, atrai visitantes de todo o país em dois dias de aprendizados em meio à Mata Atlântica Foto:ReinaldoFigueiredo Agenda Desafios Evento abre experiências indígenas Da redação Vivência Oretornosedáatravés da TecTur operadora de turismoeporcontadaativi- dade‘VivênciacomLéoRo- cha’,emqueumgrupolimi- tado de pessoas se inscreve para dois dias e uma noite utilizando apenas técnicas adotadas por indígena em áreas remotas e usando recursos que a mata pode oferecer. “As pessoas me consideram corajoso, mas acho que é o contrário”, diz ele,queandaquasesempre descalço nesses roteiros. “Na cidade, há muito mais ‘animais’ nos ameaçando por nada.” Os chamados viven- cialistas aprenderão como fazer fogo, encontrar e purificar água, construir abrigos e encontrar ali- mentos numa área remota da região dos Canyons, em Jacinto Machado. “Conhe- ci o Léo numa passagem minha pela Chapada dos Guimarães.Trazê-loparaa região,assimcomooVivên- cias,éumgrandeorgulhoe acreditoquetrazbenefícios para o turismo regional”, comenta Luiz Fernando Soares, guia de turismo e representante da TecTur. Nesta quarta, às 19h, Léo Rocha ministra pales- trabeneficentenoauditório do Instituto Federal Ca- tarinense (IFC) – campus Sombrio, tendo como tema ‘Cultura Indígena: Um Te- souroemNossoPaís’.Como diferencial,osparticipantes nãoocuparãocadeiras,mas acompanharão a palestra sentados no chão, como forma de absorver a expe- riência dos índios. Naquinta,participade almoçocomautoridadesem Jacinto Machado, onde a tardeministrapalestraaos alunos da rede municipal de ensino. No mesmo dia, Léo Rocha faz o reconhe- cimento do local onde será realizada a Vivência, no interior do município. Na sexta-feira, as 17h Léo Rocha participa de um encontro com representan- tes da imprensa regional, junto a MaxComper, no Centro de Sombrio. Poste- riormente, às 19h30min, participa de uma sessão de autógrafos no Shopping Outlet, também em Som- brio. O sábado e o domingo são reservados à Vivência, quando o grupo pré-ins- crito passará 34 horas de experiências com uso de técnicas de áreas remotas. No período em que está na região, Léo Ro- cha concederá entrevistas a alguns meios de co- municação. Interessados em mais informações a respeito das palestras e vivências podem entrar em contato pelo fone (48) 9639-8803.
  18. 18. Publicidade18 Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015
  19. 19. Política 19Correio do Sul Quarta-feira, 22 de abril de 2015 A torcida visitante terá 1,9 mil ingressos no setor sul, no quarto anel, a R$ 70, e 600 entradas para os camarotes. A reu- nião ocorrerá no Beira- -Rio, e o deslocamento será de ônibus para o estádio. > PORTO ALEGRE Os ingressos para o setor mais barato da Arena, a arquibancada norte, estão esgotados para o clássico Gre-Nal deste domingo, às 16h, na primeira partida da final do Gauchão. Em cinco horas, foram vendidos 3,2 mil entradas para o setor, único sem cadeiras no estádio gremista. Aexpectativa é de que aArena tenha o seu maior público. O jogo que rece- beu o maior número de torcedores foi contra o San Lorenzo, na Libertadores de 2013, quando 47.244 pessoas compareceram. Foram colocados 28.424 ingressos à venda. Até o momento, são mais Direção do clube espera bater o recorde de público do estádio no clássico de domingo Gauchão 2015 Gremistasesgotamingressos maisbaratosparaoGre-NalnaArena de 4,3 mil bilhetes comer- cializados. A previsão de público da administração do estádio é de 48 mil pessoas no domingo. Até o momento, são cerca de 300 entradas vendidas para a torcida mista, dos mil colocados à venda a R$ 130. Os gremistas precisam ca- dastrar o colorado, que precisa entrar junto na Arena com o acompa- nhante. O deslocamento será do shopping DC Na- vegantes, de ônibus, para o estádio. Esporte Cleder Maciel (48) 9900 3535 esportes@grupocorreiodosul.com.br https://www.facebook.com/cleder.maciel > PORTO ALEGRE Não foi um teste. Pau- lão será mesmo o parceiro de zaga de Juan contra o TheStrongestnestaquarta- -feira. A confirmação veio da boca do próprio Diego Aguirre. A explicação para a mudança é a sequência de jogos deAlan Costa, que será preservado. Chamou atenção no treino de bola parada na manhãdestaterça.Notime sem colete estava Paulão. Alan Costa, então titular, trabalhounaequipedecole- te. Poderia ser apenas uma experiência, mas o técnico fez questão de confirmar e justificar sua opção.Alesão deRévernotornozelodirei- toculminoucomamudança no planejamento. A necessidade de pre- servação não preocupou o uruguaio. Aguirre elogiou o rendimento de Paulão, AguirreconfirmaPaulãoebaixasde NiltoneVitinhocontraTheStrongest principalmente no jogo do final de semana passado - quando foi parceiro de Alan Costa - e se mostrou tranquilo com a mudança. Não só com Paulão, mas como as alternativas que tem para o setor. Assim, o Inter atuará comAlisson;Ernando,Pau- lão,JuaneGeferson;Rodri- go Dourado, Aránguiz, Jor- ge Henrique, D'Alessandro e Eduardo Sasha; Nilmar. O uruguaio tem três desfalques para a parti- da. Além de Réver, Nilton apresentou um problema na coxa direita e Vitinho no cotovelo esquerdo. A delegação do Inter teráatardedefolga.Ogru- po se reapresenta no início da noite, quando inicia a concentração. Na quarta, enfrenta o The Strongest a partir das 17h30 no Beira- -Rio. Líder do Grupo 4 com 10pontos,casoempateserá o campeão da chave. Expectativas São grandes as expectativas para a estreia dos outros times no municipaldeAraranguádesteano.Seistimesfazemsuasestreiasneste domingo na série A. A maior expectativa é em cima do Coloniense do amigo Ati, time sempre forte e que onde participa de competições tem boa atuação, de chegada e com possibilidade para brigar por títulos. Esse ano não será diferente, o Coloniense contratou bons jogado- res, está com um elenco fortíssimo para brigar de frente com o atual campeão Santa Cruz e as outras fortes equipes deste ano. Pela frente jánaprimeirarodada,nestedomingo,enfrentaaboaequipedoInter/ Fátimaquetambémsemprevemforte.OgrupodoJorginhomaisuma vez vem para fazer bonito, será um bom jogo. Confrontos fortes Areti e Barranca fazem o outro jogo. O time do Marcos Paulo é outro que sempre vem forte e esse ano se reforçou para fazer bonito. Mesmo sem muitos recursos, vem bem. O time do Rodrigo Zilli, que é o atual vice campeão da segunda divisão, vem bem também. Podem ter a certeza que o Rodrigo não iria fazer um time somente para disputar, e sim para ganhar, com boas contratações. Esportivo e Cidade Alta estão no outro jogo. O Esportivo é da família da Divinéia, sempre com sua base e alguns nomes de peso de fora. Pelos nomes que eu sei, vem para fazer bonito, está no bolo dos times fortes. E a Cidade Alta, pelo que eu soube, iria vir forte, perdeu algunsjogadoresimportantes,mascontratououtros.Otimecontacom uma base vinda de Maracajá, treinada pelo amigo Raimundo Darolt, ex diretor de esportes da cidade de Maracajá. Cocada Gentequeédagente,esseéonos- so amigo Cocada. Simples, humilde, alémdeconhecedordofuteboleamigo daboleirada,éumafiguracarismática vendendo suas cocadas ao redor dos gramadosdoscampeonatosamadores de Araranguá e região. Sucesso ao amigo, que continue sempre assim comessecarisma,comessahumildade etrabalhador.Nossosatletas,famílias e torcedores agradecem o amigo Cocada nos dias de jogos. Regional de futsal da LAVM Comaparticipaçãode75equipesdivididasnascategoriasadulto masculinoefeminino,sub17masculinoefeminino,sub15masculino e feminino, sub 13 masculino e feminino, sub 11 e sub 9 apenas no masculino,serárealizadaaaberturadoCampeonatoRegionaldeFut- saldaLigaAtléticaValedoMampituba,nestaquinta-feira.Opalcoda abertura será o Ginásio Jairo dos Reis, no município de Praia Grande. Os jogos iniciam a partir das 19h pela categoria sub 17 onde se enfrentam Praia Grande x Bonsucesso e em seguida jogam pelo feminino Beloti x Bonsucesso. Após o término desta partida será realizado o cerimonial de abertura com a presença da diretoria da LAVM e autoridades municipais e regionais e logo após a bola rola para a categoria adulto masculino com o jogo Estância x Bonsucesso.
  20. 20. QUARTA-FEIRA, 22 DE ABRIL DE 2015

×