Jornal digital 4623_ter_10032015

518 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4623_ter_10032015

  1. 1. Comércio melhoracom pontepênsil www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.624 TERÇA-FEIRA, 10 DE MARÇO DE 2015 R$ 2,00 Grupo 28º 22º Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Polícia Jovem éencontrado semvidanocarro Acidente 13Página Geral PMcomemora fimdemais uma OperaçãoVeraneio Sucesso Polícia Aposentada morreatropelada por umacarreta Tragédia 19Página17Página Passo de Torres 3Página 4Página Correio do Sul 25 anos Saiba como tudo começou Elton Damiani, de 19 anos, estava desaparecido
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “Se o professor não lutar por ele, ninguém luta. (...) Nunca vi a classe política lutar unida pelos direitos dos professores”. Ele disse: ‘ ‘Vereador de Sombrio, Professor Marcello (PT), sobre a mobilização dos professores da rede estadual de ensino. SessãocalmacomaausênciadoprefeitoNelson S em a presença do pre- feito Nelson Cardoso (PSD), acometido de uma indisposição, a sessão de ontem da Câmara de Vereado- res de Santa Rosa do Sul foi bastante tranquila. A ausência surpreendeu até o líder do go- verno, vereador Almides Roberg (PSD), que disse ter vindo mais preparado para ouvir do que falar na ocasião. Através de um ofício, o prefeito informou que participará da próxima sessão do Poder Legislativo. Trata-se do segundo adiamento da apresen- tação do Plano de Metas, que é Presidente da Câmara de Vereadores de Sombrio, Daniel Bitencourt Cardoso (PPS), não admite ouvir que falte dinheiro do Governo do Estado ou do Governo Federal, para que se invista na preservação da Lagoa do Sombrio. “Gastou-se quase 10 bilhões em estádio de futebol, para quatro ou cinco jogos da Copa. Imagino que investir uma pequena parte disso para a preservação de uma das maiores lagoas do estado seja bem mais proveitoso, ainda mais na crise hídrica que estamos viven- ciando”, comenta. O comparativo do vereador serve para sinalizar a falta de critério nos investimentos governamentais. Inversão de prioridades... (48) 3522-3777 uma obrigação constitucional. A crise na fumicultura, a preserva- Francisco Carvalho (PP), comen- tou sobre a indicação que fez em benefício da comunidade de Vila Albina, que pede melhor conser- vação das vias públicas e também reposição da iluminação. Necessidade Se já havia lideranças pro- gressistas da região pregando uma renovação ampla do parti- do, agora, com o PP envolvido de cabeça no caso “pretrolão” a medida tornou-se uma neces- sidade. Já tem liderança daqui que acusou o golpe, dizendo que PP se tornou o Partido do Petro- lão. Uma triste coincidência! Dupla afinada A sintonia continua fina entre o prefeito de Jacinto Machado, An- tônio de Fáveri (PT) e o vice, Adelor Emerich (PP), como demonstra a foto do encontro das mulheres, realizado no Município. Antônio e Adelor estão sempre juntos, o que faz com que o progressista seja um dos favoritos para representar a coligação que tentará uma terceira vitória consecutiva contra o forte PMDB local. ção da Lagoa do Sombrio e o Dia Internacional da Mulher foram os temas predominantes da sessão. O presidente da Casa, Agenor www.vitaanalise.lablaudo.com.br
  3. 3. mos meses. Estamos com esperança da presença dos turistas nos próxi- mos feriados”, declarou a vendedora. Geral 3Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 tábuas do assoalho fo- ram retiradas para evitar acidente. Desde então, a administração municipal de Passo de Torres buscou recursos junto ao governo estadual para a reforma, obtendo o montante de R$ 100 mil. Entrando com uma contrapartida, o prefeito Juarez Godinho buscou também parceria com o município vizinho para possibilitar as obras necessárias. Tendo aguardado me- ses por uma definição do lado gaúcho, o prefeito de Passo de Torres optou por executar a obra sem contar com a parceria prometida. Depois de investidos cerca de R$ 118 mil, a ponte pênsil foi reaberta em fevereiro. Maria Aparecida Bi- tencourt, de 57 anos, foi uma das pessoas a ser prejudicada pelo tempo em que a ponte perma- neceu interditada. Traba- lhando em Torres e sem nenhum tipo de trans- porte, deixou o emprego temporário que exercia no lado gaúcho. “Traba- lhava num hotel do outro lado do rio, mas se tornou muito cansativo dar a volta lá pela outra ponte todos os dias”, explicou. Em contrapartida, passou a trabalhar numa loja de bazar localizada próximo à ponte pênsil, no lado catarinense, mas o comércio também teve períodos de pouco mo- vimento em virtude da interdição da travessia. “O movimento esteve bastante fraco nos últi- dor Jaime Luis da Silveira Batista, gestor cultural de PassodeTorresrelembrou umcuriosoepisódioocorri- do no dia da inauguração da ponte.Além do prefeito de São João do Sul (mu- nicípio a qual pertencia Passo de Torres à época), Renato Porto Santos, e de Torres, Clóvis Webber Rodrigues, pelo menos outras40pessoasestavam sobre a estrutura para o atosimbólicodeinaugura- ção, quando uma barra de ferro que estendia o cabo de aço se rompeu no lado catarinense, jogando na água todas as pessoas que estavam na ponte. Mesmo ninguém ten- do se ferido, o episódio foi noticiado nacionalmente, com status de ‘fato sucu- pirano’, na boca do apre- sentador Cid Moreira, no programa Fantástico, da Rede Globo. Ele se referia a fictícia cidade de Sucu- pira, da novela O Bem Amado. Em 1985, a primeira estrutura foi substituída por uma mais resisten- te e segura. Porém, essa também de madeira, deu lugar a uma terceira com colunas e concreto, que continuou sendo utilizada até junho do ano passado. Em 2014, com o rom- pimento de um dos cabos, as prefeituras de Torres e Passo fecharam a pon- te. Mas, como algumas pessoas insistiam em se arriscar na travessia, as Valdinei Nichele Prefeitura resolveu > PASSO DE TORRES Após ficar quase oito meses inter- ditada e sem permitir a travessia de pedestres e ciclistas, a liberação de passagem pela ponte pênsil sobre o rio Mam- pituba já teve reflexos para os comerciantes da avenida Beira Rio, em Passo de Torres. Um dos cartões postais da cida- de, a ligação permite a vinda de turistas para o lado catarinense, princi- palmente durante a alta temporada, período em que não foi possível con- tar com a estrutura, que estava fechada. Tem o seu espaço em livros e faz parte da pró- priahistóriatantoregional quanto estadual a traves- sia pelo rio Mampituba, entre as atuais Torres/ RS e Passo de Torres, no lado catarinense. Feita inicialmente em pequenos barcos, foi na segunda década do século XX que umabalsacontribuiupara avolumar o número de pessoas que cruzavam a fronteira com mercado- rias, animais e veículos. Mas uma estrutura fixa, que permitiria a traves- sia sem a necessidade de terceiros, só foi possível a partir de outubro de 1964, quando Santa Catarina e Rio Grande do Sul foram unidos pela primeira pon- te pênsil entre as duas cidades. Em entrevista conce- dida em 2014, o historia- Alguns estabelecimentos já tiveram incremento de 50% nas vendas. Segundo comerciantes, grande número de pessoas ainda usam a ponte, que é também um atrativo turístico ³Ponte faz a ligação com Torres e ajuda a incrementar o comércio em Passo Comércio comemora volta de clientes Ponte Pênsil Segundo Maria Apa- recida, depois da reaber- tura da ponte pênsil, o aumento do movimento foi de cerca de 50%. “Com a abertura da ponte, a proprietária já decidiu investir mais na loja. As expectativas são boas”, afirmou. > SOMBRIO Foiemmarçode2004 quando a Credija, coope- rativa com sede em Ja- cinto Machado, resolveu abrir sua sexta agência e escolheu o município de Sombrio. O município, é um importante polo econômico do extremo sul catarinense e concen- tra grandes empresas do setor calçadista e de confeção, além do comér- cio e da intensa produção Credija comemora 11 anos em Sombrio agrícola. Para o presidente da instituição,WolniJoséWal- ter,aapostafoiumagrande escolha. “A cooperativa foi muito feliz quando resolveu inaugurar a agência na ci- dade, sempre fomos muito bem acolhidos por todos os associadoseissomostraque estamos no caminho certo”, destaca Wolni. Atualmente, 3.400 as- sociados contam com os ser- viçosfinanceirosdacoopera- tiva, que além de Sombrio também está presente em mais 11 municipios de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O sombriense e em- presário Evandro Lum- mertz Pereira destaca os serviços oferecidos e o atendimento humaniza- do.“Osserviçosoferecidos são excelentes e sempre que eu preciso de alguma coisa sou bem atendido, com certeza é uma gran- de instituição”, finaliza o associado.
  4. 4. 4 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 ³Simples e artesanal, esta foi a primeira edição Jornalsurgiudainiciativa dejovensidealistas Para lembrar.... Como surgiu a ini- ciativa da fundação do jornal Correio do Sul? Rolando – No final da década de 1980 eu e alguns amigos fazíamos parte de um grupo que se dedicava as questões culturais de Sombrio, e também atuávamos na área de pesquisa históri- ca. Por conta disto sem- pre publicávamos artigos sobre cultura nos jornais que existiam na época, especialmente no Tribuna Sombriense e no Tribuna do Vale, de Araranguá. Também fazíamos peças de teatro e discutíamos as questões relacionadas ao setor cultural. Tudo era feito de forma muito simplória e limitada, pois à época tínhamos entre 15 e 17 anos. Foi neste ambiente, que em 1989 surgiu a ideia de criar um jornal alternativo ao que se tinha em Sombrio, algo despretensioso, nada mais. No ano seguinte voltamos a falar sobre o assunto, agora já de for- ma mais séria. Foi aí que decidimos criar o Correio do Sul, em princípio como jornal semanal. Eram muitas pes- soas envolvidas com o projeto inicial? Rolando – Sim, havia várias pessoas, que aca- baram se desvinculando rapidamente do projeto, porque ele simplesmente não dava retorno finan- ceiro. O jornal foi fundado em 5 de junho de 1990 e no final de setembro já me vi sozinho com uma má- quina de escrever e uma série de contas a pagar. Então, me restaram duas soluções: levar o projeto adiante ou desistir dele. Optei pela primeira alter- nativa, o que, para quase todos, parecia insano, já que a situação econômi- ca do país não era nem um pouco receptiva. Mas confesso que à época não estava preocupado com dinheiro. Só me pre- ocupava em não ficar de- vendo e ter algum recurso para me alimentar. Quais as maiores dificuldades no início do jornal? Rolando – As difi- culdades eram de toda ordem. Desde a falta de patrocínio até a falta de mão de obra qualificada para trabalhar na reda- ção. Na verdade tivemos um sonho que na prática era irrealizável se parás- semos para pensar um pouco. O que acabou alavancando o jornal foi o sucesso editorial que ele teve. O Correio do Sul caiu no gosto popular e então não era muito difícil de vender assina- turas. Era um valor muito baixo, equivalente a uns R$ 5,00 por mês hoje em dia, já que era um jornal semanal, mas aquilo deu sobrevida ao projeto por um bom tempo. Dava para pagar a impressão, que era feita no Jornal do Comércio, em Porto Alegre, e algumas outras despesas básicas. Quem trabalhava no jornal neste perí- odo? Rolando – Eu traba- lhava sozinho. Fazia as matérias, vendia as publi- cidades, as assinaturas, montava o jornal, ia para PortoAlegre imprimi-lo de ônibus e na volta, ainda de madrugada, fazia a dis- tribuição. Trabalhava de domingo a domingo. Fiz isto por mais de um ano até conseguir começar as primeiras contratações. O que havia neste período era colaboradores, pes- soas que mandavam arti- gos, que se dispunham a fazer correções de textos, ou que davam sugestões. Você tinha que ida- de na época? Rolando – Tinha 17 anos. Tive que ser eman- cipado para poder regis- trar a empresa no meu nome. Logo em seguida fiz 18 anos. Depois do primei- ro ano as coisas anda- ram definitivamente? Rolando – Um jornal é algo que nunca para de se adaptar. Ele pode até ter um início, mas nunca tem um fim. Mas, no que diz respeito a estabilida- de, e a algum retorno, acho que deve ter de- morado pelo menos uns três anos. É bom lembrar que o Correio do Sul foi fundado em meio a uma das piores recessões que nosso país já passou, no início da década de 1990. O mercado estava total- mente retraído. Ninguém investia em nada, muito menos em jornal. Tam- bém não existia a cultura do jornalismo impresso diário que temos hoje. Era algo totalmente novo em meio a um mercado recessivo. Contrariando os altos índices de fra- casso de negócios recém fundados no Brasil, o Correio do Sul cresceu, se forta- leceu e completa 25 anos. Qual o segredo do sucesso? Rolando – Acredi- to que nosso diferencial sempre foi a redação. Nunca tivemos medo de debatermos os temas de relevância regional com firmeza e coragem. Pode-se dizer que impu- semos respeito na seara do jornalismo impresso da região. Neste sentido a Marivânia Farias, que é a editora do jornal há mais de 20 anos, teve papel fundamental. Se você tem um bom produ- to, por óbvio ele começa a ser vendido com mais facilidade. Foi no emba- lo da boa redação que conseguimos ao longo do tempo um magnífico quadro de assinantes e um excelente número de anunciantes. Não sei se existiu ou existe um se- gredo. Mas se ele existe com certeza se deve ao fato de estarmos umbi- licalmente sintonizados com as demandas de nossa região através de nossa redação. Mas é claro que o projeto não teria vinga- do efetivamente se não tivéssemos uma gestão administrativa bastante eficiente. Neste setor o Tomas Fonseca Selau, que está conosco tam- bém há duas décadas, teve papel fundamental. Mais recentemente, com o ingresso do Jabson Muller ao grupo acredito que tenhamos deixado para trás qualquer possi- bilidade de naufrágio futu- ro dos nossos objetivos. Quais as maiores alegrias e maiores angústias de fazer jornalismo no Brasil? Rolando – As ale- grias, sem dúvidas, estão ligadas a conquista dos objetivos que as matérias se propõem. Queiram, ou
  5. 5. Especial 5Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 DIVERSÃOELAZERGARANTIDOS QUARTA,SÁBADOEDOMINGO BR101-KM413-ARARANGUÁ não, toda matéria jornalís- tica tem um objetivo. Mes- mo aquela que mostra um acidente com uma vítima fatal tem um objetivo, e este é o de conscientizar as pessoas de que de- terminada situação pode colocar em risco a vida humana. Quando se faz uma matéria ressaltando que há uma série de bu- racos em uma estrada, o objetivo é o de melhorar a trafegabilidade por ali, e assim por diante. Então, a alegria está ligada dire- tamente a conquista da- quilo que supomos ser o melhor para a sociedade. Para que não fiquemos envoltos a devaneios, nem presos a suposições ideológicas, conceitua- mos que o que é melhor para a sociedade é tudo aquilo que lhe traz resul- tado benéfico, material ou imaterial. Quando estes resultados são alcança- dos vem a alegria. De minha parte, as maiores angústias estão ligadas a falta de resultados a de- terminadas situações, ou a resultados capengas. A cobertura jornalística so- bre tráfico de drogas é um exemplo. Já realizamos milhares de matérias a este respeito, mas parece que é um problema que, além de não se resolver, cada vez aumenta mais. Quais momentos do Correio do Sul mais marcaram sua trajetória pessoal? Rolando – O jornalis- mo me oportunizou aces- so ao mundo como ele é, sem filtros, sem aliena- ções, e isto marca a vida de qualquer um. Quem quer ser jornalista tem que saber que esta é uma vida de pouco romance profissional. Não é à toa que o Código de Ética do Jornalista é praticamente uma cópia do Código de Ética da Medicina. Por conta disto, praticamente tudo o que vivenciei nes- tes 25 anos me marcou. De todo modo, as princi- pais marcas estão ligadas aos dramas humanos, ao sofrimento das pessoas causado pelas circunstân- cias da vida. Quais as maiores mudanças na profis- são e no setor nestes 25 anos? Rolando – De um modo geral o jornalismo ficou bem mais dinâmico, e, por conta disto, menos filosófico. Não acredito que este seja um ponto positivo, mas, como já estamos cansados de ouvir, ‘o mundo mudou’. Temos agora um jornalis- mo fortemente voltado ao atendimento dos anseios populares. Quando co- mecei no jornalismo as matérias eram muito mais estadistas. A lógica era a de que as pessoas preci- savam se esforçar para que seu município, sua região, Estado e país pu- dessem crescer. A lógica agora é outra. O cidadão tem consciência de que já está fazendo sua parte, através de seu trabalho, do cumprimento de suas obrigações, e, por conta disto, quer respostas das autoridades competentes. Hoje ninguém está mais a fim de ficar esperando duas horas por um aten- dimento médico. Há 25 anos às vezes esperavam uma semana. Diante des- ta nova realidade o jorna- lismo teve que se adaptar, para dar respostas mais rápidas aos anseios da população. O interessan- te é que, em parte, esta nova exigência social foi fomentada pelo próprio jornalismo. Outra mudança mui- to nítida está ligada ao aumento do profissiona- lismo. Não há mais espa- ço para aventureiros no jornalismo. Eles até exis- tem, mas não têm nem de longe o crédito que tinham há duas décadas. Antes, joio e trigo atuavam juntos e tinham quase o mesmo valor. Atualmente há um abismo separando o reconhecimento social entre o bom jornalismo e aquilo que conceituamos no meio como picareta- gem. Como vê o Correio do Sul nos próximos 25 anos? Rolando – Eu vejo o jornal totalmente adap- tado às novas platafor- mas de comunicação que vêm sendo desenvolvidas ao longo dos últimos 20 anos. Não acredito que o jornal impresso vá de- saparecer, como muitos supõem. Jornais, livros e revistas fazem parte da cultura mundial. Não se muda um arquétipo cul- tural por conta de novas descobertas de forma imediata. Mas não há dú- vidas de que a utilização da Internet como platafor- ma de comunicação para jornais é algo irreversível. Neste sentido eu vejo o Correio do Sul totalmen- te integrado às novas mídias, ampliando com isto sua participação no mercado.AInternet, aliás, possibilitará um cresci- mento substancial dos jornais. Hoje, por exem- plo, por uma questão de logística, não temos como entregar um exemplar do jornal impresso em uma residência que fica no in- terior do interior de algum município. Em breve a Internet estará disponível em qualquer lugar do mundo, e com ela estará o Correio do Sul em sua versão on line. Então, esta residência, que nunca teve acesso a informação via jornal, finalmente po- derá tê-la. Depois de 25 anos você se sente com a sensação do dever cumprido? Rolando – Eu acre- dito que o Correio do Sul tenha dado ao longo de sua história uma grande contribuição para nossa região. Ora na vanguarda dos acontecimentos, ora apoiando as demandas. Também tenho convicção de que temos colaborado ao longo dos anos com a consolidação da massa crítica regional, o que é algo que para mim tem um valor muito significativo. No caminho que abrimos também surgiram outros veículos de comunicação impresso que corroboram comonossoobjetivoinicial, queéjustamenteodefazer com que nossa região se veja através do jornalismo impresso e reflita sobre as alternativas de seu próprio destino. Eu penso que nes- te sentido o dever está se cumprindo, mas não está finalizado, pois as relações sociais, que são o principal objetodojornalismo,nunca têm um fim. Jornalista Rolando Christian Coelho é o fundador do Correio do Sul
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro Joice Ramos l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Semana do Consumidor PeloEstado P aracomemoraros25anosdoCódigodeDefesadoConsumidor(CDC), a Secretaria da Justiça e Cidadania, através do Procon-SC, abriu a Se- mana do Consumidor com uma homenagem aos 88 Procons munici- pais e palestra do especialista na área Ricardo Morishita Wada. Segundo ele, construir valores como confiança e correção e contribuir com o desenvolvi- mento do país estão entre as principais razões do CDC. Idealizador da Esco- la Nacional de Defesa do Consumidor, Wada acredita no investimento em educação como meio para fortalecer esses valores. Com essa visão, o Procon estadual retoma hoje as atividades da unidade móvel da Escola Estadual de Defesa do Consumidor, em solenidade na Arena Multiuso, em São José. “O objetivo é preparar as crianças para conhecer seus direitos”, assegura a se- cretáriadaJustiçaeCidadania,AdaFaracoDeLuca.Emseuprimeiroanode operação, a iniciativa alcançou cerca de 9.700 crianças de 15 municípios. Pio- neiro no Brasil, o Procon catarinense foi instalado em 1988. Desde fevereiro de 2011, quando se desvinculou da Secretaria de Segurança Pública, o órgão contabilizou 76 mil atendimentos, com o índice de 95% de resolutividade. Nada de Revigorar A Secretaria de Esta- do da Fazenda se manifestou em respos- ta à proposta apresentada pelo deputado Valdir Cobalchini (PMDB) para que o Executivo reedite o Revigorar, permi- tindo que contribuintes em atraso com o fisco estadual quitem suas dívidas: “A Secretaria de Estado da Fazenda informa que não há previsão de lançamento de programa que implique em perdão de impostos, multa e juros a todos os contribuintes devedores de Santa Catarina. Desde 2013, a Fazenda cata- rinense aboliu programas de anistia fiscal por julgar que acabam por estimular uma cultura de inadimplência e privilegiar o mau contri- buinte em detrimento daquele que cumpre ri- gorosamente com suas obrigações fiscais.” Parceria A resposta segue: “Além disso, iniciativas anteriores mostram que o retorno de programas nos moldes de “Refis” não é significativo em termos de valores, represen- tando muitas vezes uma antecipação do pa- gamento daqueles que já estavam honrando seus parcelamentos. Somado a isso, o perfil do contribuinte catarinense é de bom paga- dor. Em vez da anistia fiscal, em 2013 a Fa- zenda catarinense optou por estabelecer uma parceria com o Ministério Público Estadual e a Procuradoria Geral do Estado para esta- belecer ações conjuntas de combate à sone- gação e recuperação de dívidas tributárias.” Reforma administrativa sequer chegou à Assembleia e já encontra resistência. Ontem à tarde foi realizada uma reunião entre vários sindicatos de servidores pú- blicos estaduais.Articulação é para evitar perdas de direitos. Ministro no Congresso A Federação Catarinense de Municípios (Fecam), que está organizando o XIII Congresso Ca- tarinense de Municípios, confirmou on- tem a presença do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, na abertura do evento. O congresso acontece entre 18 e 20 de março, em Florianópolis, com o tema “A Agenda de Revisão Constitucional do Sistema Federativo”. Andréa Leonora e Alexandre Brandão �lorian��olis ���lorian��olis �� 10Mar15 AlmoçonaAgronômica O governador Raimundo Colombo, e o vice-go- vernador, Eduardo Pinho Moreira, receberam, ontem, para almoço na Casa D´Agronômica, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki (D). Também participaram do encontro o presidente do Tribunal de Justiça, Nelson Schaefer Martins, o presidente da As- sembleia Legislativa, deputado Gelson Merisio (PSD), o procurador-geral de Justiça, Lio Mar- cos Marin, o procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins Neto, e os secretários da Casa Civil, Nelson Serpa, e da Fa- zenda, Antonio Gavazzoni (PSD). Ao final do encontro, Moreira destacou a im- portância da atuação do ministro, que é catarinense (Faxinal dos Guedes), no encaminhamento do processo dos envolvidos na Operação Lava Jato da Polícia Federal, assunto que não esteve em pauta durante o almoço. JefersonBaldo/GVG IndústriapelaEducação A Federação das Indústrias (Fiesc) lançou ontem o Plano de Trabalho para o triênio 2015-2017 do Movimento a Indústria pela Educação. De acordo com o presidente da Federação, Glauco José Côrte, a cada ano ha- verá um tema de destaque: Conexão Jovem (2015), Gestão Escolar (2016) e Professores (2017). “Essa é a contribuição que a nossa ge- ração pode dar para esses jovens que estão dizendo que querem uma educação de qualidade”, disse Côrte.A apresentação foifeitaaoConselhodeGovernançadoMovimentoeacoordenaçãodotrabalho caberá ao diretor Executivo do Movimento, Antônio José Carradori. Durante o ato de lançamento, o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, falou sobre as negociações com os professores públicos estaduais e a tentativa de se evitar a greve, que pode ser deflagrada hoje em assembleia do Sinte-SC. HeraldoCarnieri/Fiesc
  7. 7. Publicidade 7Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Sete Vidas -18h Alto Astral -19h Império -21h V icente abençoa o casamento de Laura e Caíque e Bella comemora. Gaby estranha o fato das roupas de Oscar terem aparecido no quarto de Suzana e desconfia que a mãe esconda algo dela. O rei de Maktub e Nazir dão uma missão a Samantha e Pepito, que não imaginam a verdadeira intenção deles. Israel liga para a linha de ajuda e marca um encontro com Bia. Scarlett avisa a Adriana que verá Ricardo, mas como Cidinha. P edro e Júlia tentam encontrar semelhanças entre eles. Miguel pensa em Lígia. Irene discute com a irmã. Marta questiona a filha sobre o jantar. Miguel oferece carona para uma alpinista. Pedro vai jantar na casa de Guida, e Rosa percebe seu incômodo na presença do rapaz. Bia ajuda Miguel no barco. Lígia decide mudar seu visual e pede ajuda a Irene. Lauro avisa a Miguel que uma tempestade se aproxima, mas ele decide partir em sua expedição. M aria Clara arruma as malas. Érika e Téo conversam ao telefone. José Alfredo conversa com Cristina. Começa a cerimônia de casamento. Maria Marta enfrenta José Alfredo. José Pedro observa Amanda e Leonardo dançando. Severo observa Noely de longe. Maria Ísis e Magnólia acom- panham o casamento pelo blog de Téo. Cláudio e Beatriz conversam. Severo e Magnólia conversam no hospital. José Pedro fica desconfiado durante o casamento. Rapidinhas Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Umbelomomentoparavocêestarmaisatentocomasuain- tuiçãoesensibilidade,ariano.Éhoradeconcluirpendências e refletir sobre as suas atitudes ao longo dos últimos meses. Negócios, investimentos e questões emocionais estão em um momento importante. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Um início de semana que favorece a introspecção e a reflexão.Ummomentoimportanteparavocêseobservar, o seu comportamento e as coisas que aconteceram nos últimos meses. É uma fase de definições e de resolução desituaçõespendentes. Gêmeos 21/05 a 20/06 Um início de semana muito importante para o trabalho e a saúde dos geminianos. Você se sente chamado para realizarprojetosimportantes.Umafasesignificativapara aprimorarotrabalhoefazerascoisascommaisemoção. Libra 21/09 a 20/10 Cuidadoscomasaúdeeaqualidadedevidasãoimpor- tantes neste momento. Um dia que enfatiza negócios, trabalhoeaintuição.Momentooportunoparaseconec- tar mais com o que precisa ser aprimorado e findado. Aquário 21/01 a 18/02 Momentoimportanteparadefiniçõesfinanceirasepro- fissionais. É necessário que reflita sobre os seus valores maispreciosos.Momentoimportantedenegociaçõese de decisões em questões financeiras. Touro 21/04 a 20/05 Relacionamentos,amizadeseprojetoscomgruposeempre- sasestãoenfatizados.Esteéummomentodeinovaçãoede resolução de situações pendentes. É importante que esteja mais atento ao que a sua voz interior diz. Virgem 21/08a20/09 Relacionamentos e parcerias têm sido os temas predo- minantes aos virginianos. Um momento importante paraagirdeformamaissensível,amorosaecompassiva. Preste atenção nas entrelinhas, na subjetividade e na sensibilidade. Capricórnio 21/12 a 20/01 Momento importante para você estar mais atento com as entrelinhas e a sensibilidade. A comunicação e o contato com as pessoas está enfatizado. É hora de se utilizar mais da intuição e de resolver pendências. Câncer 21/06 a 20/07 Osolealuaestãoemsignosdeelementoágua,favorecendo oscancerianos.Uminíciodesemanaquefavoreceaconexão comasensibilidade.Momentooportunoparaestudos,para ampliar horizontes e desenvolver a espiritualidade. Escorpião 21/10 a 20/11 A semana inicia com a lua se movimentando em seu signo, escorpiano. Um momento muito importante para as questões afetivas e para a expressão do seus sentimentos e da criatividade. Peixes 19/02 a 20/03 O sol em seu signo e a lua em escorpião caracterizam um diademuitasensibilidade.Momentoimportanteparaestar mais conectado com a sua voz interior, pisciano. Estudos, leituras, espiritualidade, crenças e ideias estão enfatizadas. Horóscopo Momentoimportanteparavocêsedesenvolveremocio- nalmenteeespiritualmente.Estejaatentocomatendência asedeixarlevarporilusões.Diaimportanteparasecentrar maiselidarpositivamentecomasquestõesfamiliares. Muito em breve, Roberto Justus vai oficializar a união com a modelo Ana Paula Seibert. O empresário está noivo pela quinta vez e ainda definiu quem será a responsável por levar suas alianças até o altar: a filha Rafaella Justus, fruto de seu casamento anterior com a apresentadora Ticiane Pinheiro, que durou 7 anos. A cerimônia está marcada para o dia 30 de abril, mesmo dia em que Justos co- memora seus 60 anos de vida, e vai rolar no Buffet Leopolldo, numa recepção para aproximadamente 200 pessoas, com de- coração todinhaassinada por Chris Ayrosa. Em entrevista à revista Glamour, a modelo deu algumas dicas de como será seu vestido de noiva: “Também será modernoso! Quero uma festa de casamento animada e mo- derna”, dise Ana Paula. O pedido de casamentoaconteceu durante viagemde férias do casal ao Mé- xico, em janeiro passado. A modelo, que participou da edição O Aprendiz em 2009, e Justus começaram o romance em agosto de 2013. Quando o assunto é filho, Ana conta que por enquanto o foco é outro. “Amo crianças e me dou superbem com a Rafinha, mas por enquanto não estou pensando nisso. Estou focada no ca- samento e na criação da próxima coleção da minha marca de beachwear”. Este será o quinto casamento do apresentador da TV Record. O primeiro foi com Sasha Chrysman, onde nasceram os primeiros filhos de Justus, Fabiana e Ricardo. Depois, Roberto trocou alianças com Gisela Prochaskae e juntos tiveram Luiza. O terceiro casamento do apresen- tador foi com Adriane Galisteu, depois ele ficou noivo da apresentadora Eliana, mas não se casou e, em seguida, subiu ao altar com Ticiane Pinheiro.
  9. 9. Social Tânia Duarte Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 tania@grupocorreiodosul.com.br facebook.com/tania.duartecoelho Dimasa Volkswagen Com o objetivo de comemorar o Dia Internacional das Mulhe- res, a Dimasa Volkswagen está entregando brindes e oferecendo promoções especiais para elas até o domingo. Ao comprarem pro- dutos e serviços, as clientes que passam pela concessionária re- cebem mimos, brindes e ganham 15% de desconto na mão de obra da oficina. Feijoada confirmada para 11 de abril A 9ª Feijoada da Apae de Maracajá está confirmada para 11 de abril. As camisetas para a 9ª Feijoada da Apae, realizada no Parque Ecológico Maracajá, no valor de R$ 35,00 estão à venda. Os interessados devem procurar a Apae de Maracajá ou os membros da diretoria para adquirir a sua. 48 3533.0762 48 8804.2871 ³ Curso de Direito da Uni- sul de Araran- guá realizou formatura no último fim de semana. Parabéns aos formandos!!!! ³ A sessão da Câ- mara Municipal de Forquilhinha convidou a Escola de Samba Unidos do Arroio para receber uma moção de reconhecimento e a escola foi repre- sentada pelo casal presidente Gilmar Luis Dutra e Aline Dutra. ³ Na comemoração ante- cipada do Dia da Mulher as servidoras da Câmara de Araranguá também foram homenageadas pelos vereadores. Um certificado coletivo para registrar a ocasião e buquês de flores foram entregues como forma de agradecimento e reconhecimento pela dedicação.
  10. 10. 10 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Publicidade
  11. 11. > ARARANGUÁ O Governo do Municí- pio de Araranguá está de luto pelo falecimento da servidorapúblicaMarinade Lucca da Luz, aos 50 anos. Sua súbita morte ocorreu às 6h da manhã de ontem, após sofrer uma parada cardíaca. Ela foi atendida na UPA, mas não resistiu. Marina trabalhava no setor de Licitações da prefeitura,deondeerafun- cionária desde 1997. Tam- bém trabalhou dez anos no fórum de Araranguá. “La- mentamos profundamente a perda desta funcionária queprestavaumserviçoexem- plar”, frisa o prefeito Sandro Maciel. Marinainiciousuacarrei- ranoserviçopúblicoem1997, atuou até 2007 no Forum Colombo Sales e foi efetivada, através de concurso público comoAuxiliarAdministrativo em 2009. Atualmente traba- lhava no Setor de Licitações Públicas da prefeitura. Era casada com o ex-vereador Loreni Pereira da Luz, com quem teve dois filhos. Uma faixa preta foi co- locada na porta de entrada da prefeitura, simbolizando o sentimento de luto que contagiou a todos os colegas e amigos. “Sua marca era o sorriso aberto, uma pes- soa que estava sempre de bem com a vida. Estamos trabalhando mas nosso sentimento é de tristeza pela perda da Marina”, falou com voz embargada a servidora Rosa, do De- partamento de Pessoal. O corpo de Marina de Lucca da Luz foi velado na Câ- mara de Vereadores de Araranguá. Em virtude do fale- cimento de Marina, o en- contro em homenagem às mulheres,queseriarealiza- do na noite desta segunda- -feira, foi cancelado. Geral 11Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Da redação Provisório > ARARANGUÁ Até a água dispo- nibilizada pelo Samae (Serviço Autôno- mo Municipal de Água e Esgoto) estar pronta para ser consumida, passa por diversas etapas: mistura rápida, floculação, decan- tação,filtração,desinfecção e fluoretação, coleção do PH. O container que será Samae substitui ETA por container utilizado como casa de quí- micaparaooperador,onde são realizadas análises rotineiras da Estação de TratamentodeÁgua(ETA) III,foiinstaladonaestação na sexta-feira. O container temumbanheiro,umasala de operação e uma sala de dosagem de produtos químicos. No local será feita filtração, desinfecção, fluoretação e correção do PH da água. Deacordocomodiretor geral do Samae, Everson Servidora tem morte súbita ³Peça ajuda a manter os trabalhos durante obra e depois será reaproveitada Casagrande, o Polaco, o container ficará no local até a obra da construção da nova ETA ficar pronta. “Posteriormente, ele será deslocado para Espigão da Pedra, para o abaste- cimento desta localidade e tambémBarroVermelhoe Pontão”, explica. O prazo estipuladoparaconstrução da ETAé de 12 meses. O container foi adqui- rido com recursos próprios do Samae, no valor de R$ 12.850,00. Todo o poder a Matemática ProcóPio Lamarca C ada dado novo que surge em relação à educação brasileira, pública e priva- da,édesesperador.Estamosmalem todasasdisciplinas,masapreocupa- çãocomofracodesempenhodoses- tudantesemPortuguêseMatemática é maior. É compreensível, sem ler, escrever e interpretar corretamente as chances de um aluno se sair bem em alguma outra disciplina, como Geografia, por exemplo, é mínima. Com a Matemática é a mesma coi- sa. Sem a capacidade de raciocínio lógico qualquer compreensão fica mais difícil. Por iniciativa do Instituto Nacio- nal de Matemática Pura e Aplica- da, foi criada no país a Olimpíada de Matemática, uma boa medida que tem revelado alguns talentos, mas também tem exposto ainda mais nossas mazelas. A Olimpíada premia estudantes e professores. Aos professores é garantida a par- ticipação em cursos, são mil bolsas de estudo distribuídas. Mas nem sempreosorganizadoresencontram mil professores que tenham tirado a nota mínima na avaliação a que são submetidos. Ou seja, os professores são reprovados nas provas do IMPA tanto quanto os alunos. A história mostra que todos os avançoscientíficosetecnológicosse devem a Matemática. Não se pode dissociá-la do progresso humano. Sem a Matemática não teríamos luz elétricanemcomputador.Estaríamos ainda vivendo como no tempo das cavernas. O mundo moderno exige ainda mais conhecimento matemático. Apenas os países que conseguirem formar um competente exército de matemáticossobreviverãoacompeti- çãoglobal.Nesseponto,oBrasilestá bem atrás de países como a Coréia do Sul e a China, que há décadas investem nas escolas com o objetivo de massificar a Matemática e caçar nas salas de aula os melhores estu- dantes. Nada disso é feito por aqui. Todo ano, entre as melhores escolas brasileiras estão as milita- res. Em 2007, três vencedores da Olimpíada de Matemática eram de colégios militares. A fómula aplicada nestas escolas é simples e eficiente: disciplina, aulas extras da matéria e problemas relacionados à realidade dos alunos. Qualquer escola pode fazerisso.Masamaiorianãoquerim- por disciplina aos alunos, mata aula por qualquer bobagem e se dedica a decoreba sem sentido. Ao se acha- rem modernas por usar uma aula de Matemática para discutir orientação sexual, por exemplo, estão é tirando a possibilidade dos alunos de terem um futuro melhor. Matemática ele só vai aprender na escola, mas debate sobre sexualidade pode ser feito em casa, entre amigos, na hora do intervalo. Aluno com bom raciocínio lógico tem mais chances de ser um profissional qualificado e bem pago em empregos como computação, engenharia, produção eletrônica e, o mais importante, na administração da própria vida, mesmo que ele decida ser artesão, uma profissão bastante nobre. E eu nunca soube que os matemáticos tenham mais preconceito sobre orientação sexual do que outras pessoas.
  12. 12. 12 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Publicidade
  13. 13. naneiras. Dentro, estava Elton sem vida. Segundo a tia, o rapaz não usava cinto de segu- rança e caiu para o lado do caroneiro, com o peito para fora e esmagado pelo automóvel. Ao chegar ao local, desesperado o pai não se conformou em es- perar a chegada da polícia e do IML e insistiu em retirar o filho do carro. Elton era o caçula de três irmãos e trabalhava com os pais na lavoura. “Era um moço muito bom, não costumava sair sem avisar, era educado e bom filho”, lamenta Rosane. pediu ao filho que fosse com um amigo vasculhar a estrada, que é bastante sinuosa, com ribanceira e escura a noite. Ela tinha ido a casa dos pais de El- ton e no caminho pensou na possibilidade do sobri- nho ter sofrido um aci- dente. No entanto, mesmo sendo uma estrada de chão no interior, o trajeto entre dois municípios é bastante movimentado e ninguém havia visto o automóvel. Até que o filho de Rosane enxergou o veículo no fundo de um barranco, pouco depois de uma curva, no meio de ba- Polícia 13Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 ³ Na sexta-feira, por volta das 23h20min, a Central de Operações da Polícia Mi- litar de Sombrio recebeu informações de que um rapaz estaria transtornado, tendo violado domicílios e causado danos na rua prefeito Pedro José Amorim, no bairro Januária. Chegando ao local, os policiais militares constataram que ele estava danificando a residência de sua mãe, tendo quebrado também o portão e a porta da casa de terceiros, além de ter agredido e ameaçado diversos moradores da rua. Os policiais mandaram que ficasse parado e não foram obedecidos. O rapaz resistiu à prisão, sendo necessário o uso de força física para controlá-lo. Na viatura, o maluco ainda desferiu diversos chutes, causando danos no veículo. Foi preso em flagrante e conduzido até a delegacia. ³ Natardedesábado,porvoltadas16h30min,aPolíciaMilitardeSombrioprendeu um foragido da justiça. Durante rondas ostensivas pelo bairro Nova Brasília, os poli- ciaisabordaramoveículoCorsadeSombrionaruaAltairTeixeiradaRosa,queestava sendo conduzido por um homem em atitude suspeita. Ao verificar os documentos, constatou-se que ele não possui Carteira Nacional de Habilitação, e nos sistemas policiais foi encontrado um mandado de prisão preventiva em desfavor do mesmo, pelo crime de furto. Acabou preso e ainda levou multa de trânsito. ³- Também no sábado, mas pela manhã, a Polícia Militar de Araranguá recuperou maisumveículofurtado.SegundoinformaçõesrecebidaspelaPM,umamotocicleta haviasidoabandonadaemumterrenobaldio,nobairroDivinéia.Umaguarnição ao local e localizou uma motocicleta Honda CG 125 Fan, cor vermelha, com placa de Araranguá, sendo contatado que estava com registro de furto. ³Elton tinha se divertido em uma festa com os amigos Da redação > JACINTO MACHADO Terminou em tragé- dia uma festa de fim de semana do jovem Elton Damiani, de Jacinto Machado. Ele foi encon- trado sem vida dentro do veículo que dirigia na es- trada do Tenente, que liga Jacinto Machado a Praia Grande. Elton havia saído de casa na noite de domin- go para ir a um baile na conhecida Gruta do Rio Jundiá, em Meleiro, e não retornou. Como não costumava ficar fora sem avisar os pais, com quem morava, ontem pela manhã a família estava bastante preocupada e a tarde, sem nenhuma notícia, já dava o rapaz como desaparecido. O jovem havia ido ao baile dirigindo um Onix de placas MKS 2422, e lá encontrou um irmão, mas os dois não ficaram jun- tos. Mais tarde o irmão foi embora e ele permaneceu na festa, com amigos. Até por volta das 16 horas de ontem nem ele nem o au- tomóvel tinham sido loca- lizados e o celular estava fora de área de cobertura. Afamília ligou para todos os conhecidos e para uma ex-namorada, mas nin- guém sabia do paradeiro de Elton. “Estamos de- sesperados, pedindo aju- da pra encontrar o meu sobrinho”, disse Rosane Beletini Paganini, ainda sem saber do acidente. Pouco depois, Rosane Familiares estavam desesperados a procura de Elton Damiani, de 19 anos, até encontrar corpo em veículo acidentado. Tragédia aconteceu depois de um baile Rapazéencontradomortoemcarro Fatalidade Ronda Policial O Centro de Referên- cia Especializada em As- sistência Social (Creas) de Orleanestápedindoajuda para localizar um homem daquele município. Cleber Porfírio, mais conhecido como Bigú, tem transtorno mental e está desaparecido há 18 dias. Segundoinformações, ele teria sido visto em Bal- neárioGaivota.“Porfavor, se alguém tiver alguma informação nos avise”, pede a assistente social Natascha Piacentini. A informação pode ser dada pelos telefones (48) 3466- 1399 (Creas) ou (48)3466- 4947 (Caps) ou entrar em contato com a Polícia Militar pelo 190. Homem Desaparecido
  14. 14. Publicidade14 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 C M Y CM MY CY CMY K Anuncio_Ararangua.pdf 1 07/01/15 11:01
  15. 15. Geral 15Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 > ARARANGUÁ Conforme o Correio do Sul vem notician- do com exclusividade desde fevereiro, ontem foi oficialmente inter- ditada parte da escola estadual Maria Garcia Pessi, no bairro Cida- > ARARANGUÁ De 10 a 12 de abril Araranguáestaráemfes- ta para comemorar seus 134 anos de emancipação político-administrativa. Para celebrar a data será realizada a 3ª edição do Araranguá Fest. “Nossa expectativaéqueesteano supere em tudo a edição passada”, diz o prefeito Sandro Maciel. NaCasadeCulturae Turismo, o subsecretário Jair Anastácio de Souza e sua equipe vêm traba- lhando na organização. “Só nos falta confirmar a atração principal, que será um show nacional no dia 12. Entre as inova- ções, teremos maior área no parque da Araranguá Garcia Pessi é oficialmente interditada Araranguá Fest já tem programação de Alta, em Araranguá. Reportagem na edição de ontem informou que até amanhã os alunos estão sem aulas, depois que o conselho de classe foi antecipado. Nesta quarta-feira haverá uma assembleia com os pais que devem ser informa- dos sobre a situação. Fest, com restaurantes e clubes de serviços, enti- dades, servindo comida típica, açoriana e italiana, dentre outras, exposições e muitasatividadesartístico- -culturais de Araranguá e região”, antecipa. A 3ª Araranguá Fest terá como primeira atração a escolha da rainha e prin- cesas no dia 10 de abril. No sábado,11,haveráaabertu- ³Estudantes ouviram explicação sobre importância de preservar a mata ciliar ³Cartazes de divulgação da festa estão na rua Mudas de árvores nativas são plantadas próximo a um rio no Centro da cidade, ajudando a preservar também as nascentes > TIMBÉ DO SUL ASecretaria Muni- cipal de Educação, Cultura e Esporte, atra- vés do Departamento de Cultura, preparou um dia diferenciado para os alunos de Timbé do Sul. O Projeto Novo Ama- nhecer, Centro de Convi- vência e Fortalecimento de Vínculos, escolas estadual e municipal foram convi- dados para visitar a área de preservação, localizada próximo a ponte de acesso a Vila Marchesini. O biólogo da Uneagro/ SC, Edson Luiz da Silva, explicou as crianças o que Estudantes renovam mata ciliar Cuidado o desequilíbrio ambiental pode proporcionar, a im- portância da mata ciliar e a preservação da água. “Esta questão já deixou de ser somente importante. Hoje évitalpreservaranatureza devidoàdestruiçãoqueoser humanoocasionou”alertou. Pelo quarto ano conse- cutivo, o espaço está rece- bendo manutenção. Dentre os motivos para realizar esta ação de plantio de mu- das está a proxmidade do Dia Mundial da Água, co- memorado em 22 de março. “Há anos esta área não possuía vegetação nativa e uma enchente devastou tudo. Hoje, com as árvores e vegetação plantadas, au- mentaasegurançadolocal. Porisso,queremosconscien- tizá-los da importância em preservar e cuidar da mata ciliar”, reforçou a diretora de Cultura Rosane Rocha da Silva. A Secretaria Munici- pal de Agricultura e Meio Ambiente disponibilizou 250mudas,queforamplan- tadas pelos alunos com o acompanhamento do biólo- go.“Gosteimuitodeplantar a minha mudinha. Vou vir mais vezes ver se ela está crescendo”,declarouaaluna do 5º ano da EEB Timbé do Sul,ClaraPasiniZanelatto. Cadaalunotambémre- cebeu uma cartilha sobre o meioambienteeumamuda para ser plantada em casa. Vende-se03 ou 05 hectares de terra para qualquer plantio. Situado na Costa da Lagoa próximo ao Bairro Guarita. Tratar fone: (48) 35249368 Pelo menos metade dos 1.800 alunos devem ser transferidos para outro local, que por enquanto não foi ainda alugado pela Secretaria de Estado da Educação. A interdição do pré- dio foi feita ontem a tar- de pelo Corpo de Bom- beiros de Araranguá. ra dos pavilhões, exposi- ções e abertura oficial do evento com show à noite. No domingo, 12, a festa contará com diversões para a família toda e um bem montado parque in- fantil, apresentações cul- turais e o show nacional de encerramento. A festa aconteceránaAvenida15 de novembro, próximo ao Instituto Federal. Vende-se Interessados entrar em contato pelo fone (48)96596661 Moto CB 300 ano 2012 14.000KM, moto bem cuidada e em ótimo estado.
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Tabelião do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 133182; Dev: FABIANO NUERNENBERG - 076.363.809-94; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 4103 ;Apr: FCDL; VEN: 20/11/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 162,79+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133166; Dev: FRONTAL LOG TRANSPORTES LTDA ME - 73.361.636/0001-32; Ced: VIEIRA AUTO PEÇAS LTDAME; Sac: VIEIRAAUTO PEÇAS LTDAME; Tit: 31168 ;Apr: CAIXAECONÔMICA FEDERAL; VEN: 20/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 142,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133111; Dev: GREICE PIAZZOLI - 043.637.719-50; Ced: MONSTRINHO IND E COM DE CONFECCOES; Sac: MONSTRINHO IND E COM DE CONFECCOES; Tit: 39351 ; Apr: FCDL; VEN: 19/08/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 1.199,59+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133168; Dev: INSTITUTO DE EDUCAÇÃO VITORIA LTDA ME - 01.987.507/0001-43; Ced: DAKSULFACTORING; Sac: DAKSULFACTORING; Tit: 7378/3 ;Apr: CAIXAECONÔMICAFEDERAL; VEN: 23/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 1.075,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133163; Dev: JOÃO BATISTA BALTAZAR ME - 15.694.911/0001-33; Ced: BANCO GMAC S.A; Sac: ; Tit: 2BBL58614596 ; Apr: ADVOCACIA DALLAGNOLO S/C; VEN: 06/03/2015; Esp: Cédula de Crédito Bancário por Indicação; Val: 7.099,19+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133153; Dev: JOÃO BATISTA SILVANO DA CUNHA - 767.173.309-10; Ced: SUL PRODUTOS CERÂMICOS LTDA - ME; Sac: SUL PRODUTOS CERÂMICOS LTDA - ME; Tit: A000018877 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 24/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 1.748,40+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133113; Dev: JONATHAN PEREIRATIBURCIO - 091.572.499-54; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 21085 ;Apr: FCDL; VEN: 19/09/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 323,34+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133167; Dev: MACHADO E BÚRIGO LTDA. - 79.277.240/0001-98; Ced: CONCREDUR ART DE CIMENTO LTDA; Sac: CONCREDUR ART DE CIMENTO LTDA; Tit: NF001313-1 ; Apr: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL; VEN: 23/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 301,05+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133181; Dev: MARCELO MAGNUS BARBOSA- 103.444.919-27; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 3153 ;Apr: FCDL; VEN: 12/11/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 147,90+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133164; Dev: MARIA SALETE DA ROSA DANIEL - 026.877.429-37; Ced: BV FINANCEIRA S/A C.F.I.; Sac: ; Tit: 900355061 ; Apr: SCHULZE ADVOGADOS ASSOCIADOS; VEN: 06/03/2015; Esp: Cédula de Crédito Bancário por Indicação; Val: 4.987,84+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 133148; Dev: SANDER DA SILVA PACHECO - 694.370.099-53; Ced: AGROPECUÁRIA SOMBRIO LTDA; Sac: AGROPECUÁRIA SOMBRIO LTDA; Tit: 00003138/7 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 28/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 486,11+Juros Legais; Emol.: 54,62. Prot: 133127; Dev: SPORT LIVRE LTDA ME - 09.312.461/0001-74; Ced: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Sac: MUNICIPIO DE SOMBRIO; Tit: 242/2014 ; Apr: MUNICIPIO DE SOMBRIO; VEN: À VISTA; Esp: Certidão de Dívida Ativa; Val: 972,95+Juros Legais; Emol.: 46,96. Sombrio - SC, 10/03/2015 - ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
  17. 17. > REGIÃO Após os resulta- dos positivos da Operação Veraneio 2014/2015, os policiais militares do 19º Bata- lhão de Polícia Militar (BPM) de Araranguá, comandado pelo te- nente-coronel Antônio Carlos Mota Machado, comemoraram o tér- mino e o sucesso da operação. Cerca de 120 po- liciais reuniram-se na sede do Batalhão para um almoço de confrater- nização. Com o objetivo de integrar ainda mais os policiais militares e oportunizar um mo- mento de descontração e troca de experiências, o comando proporcionou um dia de comemoração Geral 17Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 ³ Policiais vencedores do sistema Valoren receberam distinção especial dos seus superiores Sucesso PMcomemoraOperaçãoVeraneio Policiais militares participaram de confraternização no fim da temporada que serviu também para homenagear os destaques em projeto de valorização Grupo Proatividade: 1º lugar- Cabo Marcelo Pícolo 2º lugar- Subtenente João Luiz Casagrande 3º lugar- Jonathan Patrício Pereira Luiz Grupo Pronta Resposta 1º lugar- Soldado Ramos Carlessi Nagel 2º lugar- Soldado Eduardo Nazareno Carvalho 3º lugar- soldado Amaurílio Joaquim Kjellim e homenagem aos poli- ciais militares. Os ven- cedores do Valorem, sistema de valorização do policial militar, no qualsebuscaenaltecer os profissionais mais produtivos e que se esforçam diariamente na sua labuta. Da redação ³ Vereadores mirins estão fazendo curso na câmara Escola do Legislativo prepara vereadores mirins > ARARANGUÁ A Escola do Legis- lativo Deputado Lício Mauro da Silveira está realizando ontem e hoje, na Câmara Municipal de Araranguá, curso sobre o papel do Poder Legis- lativo e o fortalecimento da democracia para os vereadores mirins do mu- nicípio. Conforme Sérgio Luciano Gomes, um dos servidores que coorde- na o Programa Verea- dor Mirim na Câmara de Araranguá, entre as ati- vidades oferecidas estão à participação em sessão ordinária na Câmara dos Vereadores, conhecimento dos poderes Executivo e Legislativo, curso de oratória e da história do município e elaboração de campanha em prol da comunidade. A segunda sessão do ano da Câmara de Verea- dores mirins, que mobiliza estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, será realizada no dia 24, a partir das 15 horas.
  18. 18. Publicidade18 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015
  19. 19. Polícia 19Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 ³Maria (foto no detalhe) foi socorrida com vida, mas ferimentos eram graves hemorragia devido aos múltiplos ferimentos. A vítima não aguentou até o hospital. Testemunhas afirmam que o caminho- neiro não teve culpa. A Polícia Militar o encami- nhou à delegacia para esclarecimentos. “Minha mãe era uma ótima pessoa. Foi uma excelente professora e muito extrovertida. Ti- nha dezenas de amigas e nunca tinha tempo ruim. Fica as boas lembranças de uma ótima mulher e mãe”, define a filha Mari- zete da Silva. No local do acidente há uma placa de faixa para de pedestres, mas está quase imper- ceptível de tão apagada. “O prefeito ou algum responsável pela via deve solucionar a questão da faixa e, dependendo do caso, como é um cruza- mento muito movimento, Vítima de 74 anos era professora aposentada e caminhava com uma amiga quando foi atingida pelo veículo ao atravessar a rodovia Rafael Andrade Idosamorreatropeladaporcarreta > PASSO DE TORRES Maria Roncone, de 74 anos, pro- fessora aposentada da rede pública de ensino de Jacinto Machado, morreu a caminho do Hospital Regional de Araranguá, na tarde de ontem. Ela foi vítima de um atropela- mento na SC-449, esquina com a avenida Egídio To- maz, no perímetro urbano de Jacinto.Aidosa voltava para casa a pé acompa- nhada de uma amiga, quando foi atravessar a rodovia e não percebeu a vinda de uma carreta no sentido da avenida e que fazia a curva em direção a Sombrio. A amiga não sofreu ferimentos. O veículo estava a menos de dez quilômetros Tragédia por hora. O caminhoneiro, que mora em Jacinto, não viu Maria e a roda dian- teira do lado do caroneiro passou por cima da perna direita da mulher, que foi decepada na hora. Parte de alguns órgãos também ficaram espalhados pela pista. O barbeiroAriovaldo José Inácio, que trabalha nas redondezas, disse que não é o primeiro acidente grave registrado nesta esquina. “Atuo há cerca de dez anos nas proximidades e já fui testemunha de vá- rias situações gravíssimas como esta. Está na hora de alguém tomar alguma atitude”, pede Ariovaldo. O Serviço Médico de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acio- nado e fez o resgate da aposentada. Antes de o socorro chegar, ela ainda conversava e pedia água. A sede é decorrente de seria interessante colo- car um semáforo”, suge- re o morador Valdomiro Américo. O velório de Maria será na casa onde mora- va com o segundo esposo. O sepultamento deve ocorrer no fim da tarde de hoje, no Cemitério do Engenho Velho, em Ja- cinto Machado. O aciden- te comoveu os moradores cidade, pois a professora era bem conhecida.
  20. 20. TERÇA-FEIRA, 10 DE MARÇO DE 2015
  21. 21. todo. "O projeto Anjos do Futsal não tem a in- tenção de formar atle- tas e sim de tirar nos- sas crianças das ruas, fazendo com que elas fiquem longe de vícios e sejam incluídas na sociedade, contribuindo pra a formação de bons cidadãos. O surgimento jeto mais de 8,5 mil crianças. Atualmente participam cerca de 1.020 crianças em 22 núcleos de treinamen- to distribuídos em 17 municípios. A iniciativa tam- bém já revelou 35 atle- tas profissionalizados espalhados pelo mundo > ARROIO DO SILVA Foi realizada na última semana, no auditório da Anjo Tintas em Criciúma, a primeira reunião de 2015 do Projeto Anjos do Futsal. Estiveram presentes professores e diretores municipais de esporte de todos os núcleos envolvidos no projeto, inclusive a equipe municipal de Balneário Arroio do Silva na presença do diretor de esportes, Cleberson Vieira, e os professores auxiliare- sAndrey Valim e Gui- lherme Siqueira. Na ocasião foi feita a entrega de materiais como bolas, coletes e fi- chas de inscrição. Todo o material será utili- zado pelos professores nos treinos no decorrer do ano com a realização do projeto. Mais de 30 pessoas compareceram ao encontro que teve a participação do Dire- tor Presidente da Anjo Tintas, Filipe Colombo, que fez a abertura do evento. O encontro con- tou também com uma palestra motivacional do psicólogo Jairo Mar- tins, hoje especialista em Psicologia Despor- Terça-feira, 10 de março de 2015 ³ 20-24-39-45-77CONCURSO 3.733 QUINA 09/03 ³ 01-02-06-07-08 ³ 09-10-11-13-14 ³ 15-19-20-22-23 CONCURSO 1.180 LOTO FÁCIL 09/03 Reunião foi realizada em Criciúma para tratar sobre o início do projeto neste ano TudoprontoparaosAnjosdoFutsal tiva. O profissional já atuou em vários Clu- bes Brasileiros. O projeto Anjos do Futsal completa 15 anos de sua criação, que teve início no dia 19 de abril de 2001 com o intuito de tirar crianças das ruas. Já passaram pelo pro- de jogadores, e até mes- mo a profissionalização dos mesmos, vai ser uma consequência do trabalho desenvolvi- do pelos professores e também pela dedicação das crianças envolvidas nesse processo”, frisou o diretor municipal de esportes de Balneário Arroio do Silva. Em Arroio do Silva as atividades iniciam daqui duas semanas, envolvendo crianças de 10 a 14 anos. Maiores informações sobre o pro- jeto no município podem ser obtidas com o diretor de esporte pelo telefone 3526-0350.
  22. 22. > MARACAJÁ A abertura do Cam- peonato Municipal de Futebol de Campo de Maracajá- Taça Antônio Ronconi, movimentou o Complexo Esportivo An- tônio da Rocha, no domin- go, 8. A rodada confirmou o equilíbrio das equipes. No primeiro jogo entre São Cristóvão e Espigão Grande a parti- da terminou empatada em 2 a 2. Já no segundo confronto a Vila Beatriz venceu de virada a equipe do Morretes num placar apertado de 3 a 2. Segundo o diretor de Esportes Edinei Pedro Rocha o nível técnico das equipes cresce a cada edição do campeonato e por isso as equipes es- tão muito equilibradas. "Quem ganha com isso é a torcida que prestigia bons jogos", revela. 7 Fichas Corre aos quatro cantos da cidade que o campeonato municipal de Araranguáterásetefichasdefora.Ouseja,setejogadoresquenãovotam no município poderão jogar. É o corre pela cidade, agora se vai ser isso, já não sei. EsperamosqueoamigoLucianoabraparaváriasfichasdeforapara que o campeonato seja ainda mais forte, de um nível altíssimo para que possamos ver grandes jogos e que dê vontade de ir aos campos. Sábado foi dia de festa Sábado foi dia de muita festa para o time do Bola Facera. A equipe fez sua festa e comemorou com os atletas, família,torcedores e imprensa, quesereuniramnacasadozagueiroDarlei.Todoscomemoraramotítulo de campeão de veteranos deste ano no Morro dos Conventos. Título esse conquistado em cima do time do Amigos. Obrigado aos amigos Caio e Almir Gaúcho pelo convite, não pude comparecer, mas agradeço. Juventude estreia com empate A equipe de veteranos do Juventude da Volta Curta, estreou os seus amistosos no último sábado. O time foi até Sombrio e empatou com o Retiro da União em 2 x 2. No próximo sábado joga diante da Associação daPolíciaMilitar,aAreti.OjogoestámarcadoparaocampodoJuventude, na Volta Curta. TéiopodereforçaroAragana O grande amigo Téio, zagueiro de respeito que já ganhou tudo que tinha direito em sua carreira profissional e também amador, poderá re- forçaroAragananocampeonatomunicipaldoArroiodoSilvadesteano. Poderá fazer dupla de zaga com o amigo Darlei. LembrandoqueTéiofezdupladezagacomoBandoknoJoinville.E o último título do JEC no Catarinense ainda foi com Téio na zaga. Abraços ao Téio e sucesso ao Aragana. Acadêmicos vem aí AoquetudoindicaoamigoAdiltonestávoltandocomoAcadêmicos para disputar o campeonato municipal do Arroio. E vem forte mais uma vez em busca do título. Ao que tudo indica, a base será o time campeão do praião da Caçamba deste ano. Sucesso ao amigo Adilton e a todos do Acadêmicos, caso esse venha a disputar mesmo o municipal do Arroio do Silva. Parabéns, Cleber 2 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Dois jogos foram realizados na abertura da taça Antônio Roconi Competição será realizada nos dias 21 e 22 de março, em São Francisco do Sul Esporte Cleder Maciel (48) 9900 3535 esportes@grupocorreiodosul.com.br https://www.facebook.com/cleder.maciel Bonsjogosmarcaram aaberturadoMunicipal No total oito equipes, divididas em duas cha- ves, disputam o título de campeão da taça que ho- menageia um dos grande incentivadores do esporte no município. Antônio Ronconi atuou no futebol no profissional, foi diretor etapa estadual dos Jogos do Sesi. O evento espor- Será realizada nos dias 21 e 22 de março a Últimosdiasdeinscriçõespara aetapaestadualdosJogosdoSesi tivo, que será realizado nas Praias da Enseada e Grande,emSãoFrancisco do Sul, reunirá trabalha- dores de indústrias de todo o Estado. As moda- lidades em disputa serão futevôlei, futebol de areia masculino e feminino, vôlei de praia masculino e feminino e pesca livre. As inscrições para os jogos devem ser feitas até essa terça-feira, nas unidades do Sesi. O objetivo do torneio é promover o bem-estar e a qualidade de vida, inte- grando os trabalhadores das indústrias. Todos os anos, a entidade promove campeonatos com o objeti- vo de estimular a prática de atividades físicas entre os industriários, contri- buindo para a adoção de um estilo de vida mais ativo e saudável. Confira a programação completa, horários e locais dos jogos no site www.sesiesporte. com.br. de Esportes em Maracajá e seu maior sonho era revelar atletas profissio- nais e bons cidadãos. "Só temos a agradecer a toda a equipe do Esporte de Maracajá pela homena- gem ao meu pai", afirma Wilson Davi Ronconi, filho deAntônio Ronconi. Os jogos continuam no próximo domingo, 15, com os confrontos entre Centro e Juvenil às 13h30min e em se- guida entram em campo Cruzeiro do Sul e Bar do João. Os parabéns da colu- na hoje vai para o grande lateral direito, o amigo Cleber Borges, o Clebinho. Grande pessoa, humilde, de caráter, e que por onde jogou conquistou vários títulos. Respeitado lateral e de uma moral incrível, por onde jogou deixou sua marca. Sucesso ao amigo. FelizAniversário,parabéns pelo seu dia e que Deus o aAbençoe. São também os votos do seu irmão Márcio Borges e toda sua família. Sucesso amigo.
  23. 23. Sérgio não vai atuar pelo clube no Catarinense, por ter sua inscrição comple- tada após o prazo. O caso do Dudu é diferente. Em- bora tenha aparecido no boletim na mesma data, o clube conseguiu com- pletar sua inscrição na última sexta-feira, data final para jogadores no Catarinense, mas ficou de fora por problemas técnicos no BID. O de- partamento de futebol aguarda uma posição da Federação Catarinense de Futebol para saber se ele tem condições legais de atuar. Outro que também foi bem nos arremates, com chutes fortes no trei- namento desta segunda, foi o atacante Lucca. Ele mostrou que está plena- mente recuperado depois de cerca de 15 dias de ausência em virtude de uma cirurgia de apen- dicite. Quem também esteve no trabalho foram o vo- lante Ruan e o atacante Perea. O primeiro esteve de fora em decorrência de estiramento muscular na coxa direita, e agora está liberado. O centroavante colombiano foi outro que Política 3Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Tigre quase definido para enfrentar o Internacional de Lages em mais uma rodada do Catarinense Dudu, Lucca e Paulo Sergio treinam no CT e estão a disposição > CRICIÚMA Otécnico Luizi- nho Vieira mais observou o que tem ao seu dispor do que pro- priamente montou a escalação do Criciúma para a próxima partida, contra o Metropolitano, fora de casa, pela segun- da rodada do hexagonal semifinal do Campeonato Catarinense. É que o trabalho na tarde desta segunda-feira, no CT, contou com a presença de praticamente todos os jogadores do elenco do Ti- gre. A única ausência foi o volante Rafael Pereira, poupado em virtude de um corte no joelho, so- frido na última partida, mas vai ter condições de continuar a atuar. Novos contratados, o meia-atacante Dudu e o atacante Paulo Sérgio estiveram no campo do centro de treinamento. O segundo, por sinal, demonstrou bom apro- veitamento na atividade de finalizações. Os dois tiveram seus nomes pu- blicados no BID como jogadores do Tigre nes- ta segunda-feira. Paulo treinou normalmente e sem restrições. Ele vi- nha de fora dos últimos treinos em virtude de dores no púbis e depois nas costas. O técnico Luizinho Vieira, após o trabalho de finalizações, comandou treino com três times (um ficava de fora) de oito jogadores cada, em metade do campo e com três traves – o chamado treino alemão. Uma das três equipes teve toda a defesa titular do último jogo e uma outra o meio e ataque. No entanto, esta teve o atacante Lucca também, ausente há qua- tro rodadas, e que está nos planos do técnico Luizinho Vieira para o próximo embate. O Criciúma faz o últi- mo trabalho antes do jogo ante o Metropolitano, o que deve encaminhar a formação para o con- fronto, na manhã desta terça-feira. Em seguida, os jogadores relacionados e comissão técnica vão embarcar rumo a Blu- menau. Às 22h do dia seguinte, o Tigre entra no gramado do Estádio do Sesi para enfrentar o Metrô
  24. 24. 4 Correio do Sul Terça-feira, 10 de março de 2015 Fabrício e sua Avenida O lado esquerdo é o grande atalho para chegar à meta do arqueiro Alisson que vive um bom momento debaixo dos três paus. A questão é que Réver, ainda está fora da melhor forma física, e Fabrício, que faz um início de ano tenebroso, com estes problemas tem uma "avenida" no flanco esquerdo vermelho. Apenas trocar as peças é uma solução que pro- vavelmente não dará resultados positivos, já que Réver é o melhor zagueiro do elenco e Fabrício, incrivelmente, tem em Alan Ruschel e Geferson reservas que conseguem jogar ainda menos que o atual titular. Para sanar os gols dos ad- versários e as falhas pelo lado esquerdo defensivo, Aguirre vai precisar conter os avanços do lateral, que leva bolas nas costas em boa parte dos jogos. Alinhar Fabrício junto à linha defensiva e colocar Nilton para cobrir os eventuais avanços do lateral são a providência mais indicada para o momento. Só lembrando que Lau e Emelec rivais do Inter nos próximos jogos na Libertadores, conhecem e muito bem este problema defensivo do colorado. Douglas e a sombra Douglas vinha fazendo uma pífia temporada pelo Grê- mio, não produzia nada, errava passes fáceis e não voltava para marcar. Com isso o tricolor anunciou a contratação do meia Maicon, 29 anos, que estava no São Paulo. O acordo foi confirmado através do site oficial do clube minutos antes de começar o confronto diante do Caxias pelo Gauchão. O que Maicon tem haver com o Douglas? Muita coisa, com a chegada de um meia experiente, "Douglas barriga de cerve- ja" tomou vergonha na cara e fez uma grande atuação no último sábado. O camisa 10, gremista fez um gol Olímpico, deu assistência em outro, teve intensidade durante os 90 minutos e foi o melhor em campo. Conversei com muitas pessoas próximas ao meia Douglas na Arena após o jogo, e é o seguinte, resumindo ele sentiu que neste momento no elenco gremista, pela primeira vez no ano existe uma sombra. Três meias O Grêmio diante do Caxias, teve sua melhor atuação na temporada de 2015. Isso aconteceu por um motivo, a linha de três meias que Felipão vinha insistindo deu certo. Com Douglas centralizado e Luan e Giuliano pelos flancos, trocando de lado a todo momento. Isso embaralhou a defesa bem postada da equipe Grená. Claro o que facilitou esta linha de armação, foi que o tricolor atuou em um 2-4-2-1, pois os laterais do time azul, atuaram boa parte da partida ao lado dos volantes. Também tem que se levar em conta o adversário, que ficou retrancado com todos os dez homens atrás da linha da bola. Mas pela primeira impressão de Douglas, Luan e Giuliano jogando juntos, da para ter uma boa perspectiva. Inter de Tite Hoje sem dúvida o melhor time do Brasil é o Corinthians, consequentemente o melhor treinador Tite. O Inter nos últi- mos anos vem tendo enormes problemas defensivos. O último esquadrão vermelho que não tinha este dilema de uma defesa abarbada, foi o colorado campeão da Copa Sulamericana de 2008, que contava com Tite de técnico. A defesa de 2008 era formada por quatros zagueiros de origem, Bolivar fazia a lateral-direita, Álvaro e Índio a dupla de zaga e Marcão fechava pela esquerda. Trago esta questão por dois aspectos, primeiro o Corinthians de Tite tem uma defesa exemplar, e segundo o comandante colorado da atualidade Diego Aguirre, escalou Ernando de lateral-direito contra o Juventude e pode repetir um Inter com três zagueiros e Fabricio na esquerda. Na minha concepção seria uma boa alternativa, já que Léo não vem desempenhando um bom futebol. Kelvin Lopes Fone: (51) 82956257 Por: AzulnoVermelho Grêmioconfirmaacontratação deCristianRodrigues Reforço Uruguaio assinará contrato por três meses com o triolor e chega hoje a Porto Alegre > PORTO ALEGRE Na tarde desta segunda-feira, o Grêmio anunciou oficial- mente a contratação do meia Cristian Rodríguez, que chega por empréstimo até junho deste ano. O uruguaio é esperado em Porto Alegre na manhã desta terça-feira, às 10h40. Nestamanhã,osdirigentes adotaram cautela ao falar da chegada do meia, pelo curto prazo para a inscri- ção no Gauchão. Mas a negociação foi concretizada com o atleta de 29 anos. Aúnica dúvida gremis- ta era se Cebolla, como é conhecido, seria inscrito no Estadual - o limite é esta sexta-feira. Com a confir- mação da documentação para encaminhar a regu- larização, a contratação foi oficializadopelostricolores. Por meio de sua conta no Twitter, o clube escreveu: "Quem gosta de Cebolla, dá RT". Antes de colocar a matéria oficial do site gremista. O uruguaio par- ticipou da Copa do Mundo de 2014 com a Celeste. O Tricolor acertou um contrato curto para re- passar o empréstimo do Atlético de Madrid-ESP ao Parma-ITA. Para que o clube gaúcho não precisas- se desembolsar dinheiro parapagaratransferência. Ositalianosvivemsituação financeira difícil e declara- ram falência recentemen- te, o que ajudou na saída do uruguaio. O meia quis sair da Itália para ter mais sequência e atuar na Copa América com o Uruguai. Conforme o GloboEs- porte.com apurou, o Grê- mio pagará cerca de R$ 250 mil mensais ao uru- guaio. Há a possibilidade de o time espanhol compor com o Tricolor para que a quantia se aproxime dos vencimentos que o time de Madri paga ao meia. A chegada de Cris- tian Rodríguez acontece um pouco acima do teto salarial estabelecido pelo Grêmio na temporada. No entanto, a ideia é que as saídas de Kleber, Edi- nho e Adriano, a serem resolvidas nesta semana, compensem o investimen- to maior. VENDE - SE TERRENO RURAL COM 8 HECTARES EM ANITA GARIBALDI / BALNEÁRIO GAIVOTA FUNDOS DA LAGOA DE SOMBRIO TEL.: (48) 9626-5119 EXCELENTE PARA SÍTIO FICHA TÉCNICA: Nome: Cristian Gabriel Rodríguez Barotti Posição: Meia Nascimento: 30/09/1985 Local: Juan Lacaze-URU Clubes: Peñarol-URU, Paris Saint- Germain-FRA, Benfica-POR, Porto-POR, Atlético Madrid-ESP, Parma-ITA

×