Jornal digital 4618_ter_03032015

322 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
322
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4618_ter_03032015

  1. 1. Operaçãoprende grandetraficante www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.619 TERÇA-FEIRA, 3 DE MARÇO DE 2015 R$ 2,00 Grupo 29º 22º Sol com algumas nuvens. Não chove. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense 25 Anos Geral GeralGeral Pavimentação começaemacesso acomunidade Judiciário fazmutirãode ‘MariadaPenha’ Sombrio Araranguá Correio do Sul começa série de reportagens 4Página3Página 13Página 19Página Expresso Cadeia Micro-ônibus precisou ser usado para levar todos os detidos a delegacia
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “Quem tem uma empresa de jornal e rádio não poderia cometer a loucura de agredir um funcionário”. Ele disse: ‘ ‘Presidente da Câmara de Sombrio, Daniel Bitencourt (PPS), sobre a agressão sofrida pelo funcionário da Casa. Lagoa do Sombrio volta a ser discutida! A preservação da Lagoa do Sombrio, que ba- nha cinco municípios da região, será discutida em reunião na Assembleia Legislati- va nesta terça-feira, das 10h às 13h. A iniciativa da reunião é da deputada Ana Paula Lima, que em dezembro passado coordenou au- diência pública em Sombrio sobre a situação da lagoa e os apelos da comunidade para a criação de uma Unidade de Conservação. A continuidade dos debates, mediados por Ana Paula, foi uma das decisões da Audiência Pública de dois de dezembro de 2014, Já se mobilizando para as eleições de 2016, a executiva do PP de Sombrio vem se reunindo PP de Sombrio intensifica reuniões! (48) 3522-3777 através da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Alesc, que era presidida pela deputada. Na ocasião, gestores públicos, repre- sentantes de Organizações Não da Câmara de Sombrio, Daniel Bitencourt (PPS), a audiência de hoje só foi marcada devido a mobilização do vereador Marcello Areão (PT), que mobilizou sua correligionária no ano passado! Tela Quente Vereador Nego Gomes (PMDB) fez questão de exibir o vídeo gravado pelo servidor Osvaldo Duarte, agredido pelo empresário Cacai Amorim na última semana na comunidade de Boa Esperança. O vídeo traz o momento da agressão sofrida por Osvaldo, comprovando o destempero do empresário. frequentemente com o deputado estadual José Milton Scheffer. Neste momento estão sendo levantados os nomes com dispo- sição para concorrer nas chapas majoritária e proporcional. Convênio renovado! Prefeito de Ermo Aldoir Cadorin (PSD) recebeu em seu gabi- nete o presidente da Apae Edio Sartor. Em pauta, a assinatura do convênio entre a prefeitura e a Apae, para atendimento dos alunos do Município. “A Apae é uma instituição que tem uma brilhante história na luta pela educação de pessoas especiais e Ermo conta com esse bom atendimento através dessa parceria”, comenta Zica. Governamentais (Ong’s) e comu- nidade falaram sobre os impactos ambientais e sociais na região devido a degradações na lagoa e seu entorno. Para a reunião desta terça foram convidados prefeitos, vereadores de sete municípios (Sombrio, Santa Rosa do Sul, Bal- neário Gaivota, São João do Sul, Passo de Torres, Balneário Arrio do Silva e Araranguá). Também estão convidados representantes de órgãos como a Fatma (Funda- ção do Meio Ambiente), Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Ministério Público e organizações ambientais. Até ontem, um bom número de au- toridades já havia confirmado presença na audiência pública. Como bem lembrou o presidente www.vitaanalise.lablaudo.com.br
  3. 3. Foi a primeira obra iniciada com Carlinhos Gomes como secretário de Obras, substituindo o vereadorNego Gomes,que voltou ao legislativo som- briense. Ambos estiveram pela manhã acompanhan- do o início dos trabalhos, medições e ajustes dos últimos detalhes entre os engenheiros da prefeitura e a empresa Pais e Filhos, quevenceualicitaçãopara realizar o serviço. “Essa obra é um pedi- do antigo da comunidade, uma necessidade pelas moradias existentes na marginal da estrada, pelo escoamento da produção de madeira, banana e ma- racujá que passa por aqui, mas muito especialmente pelaescolaAntônioStuart, que sofre com a poeira, Geral 3Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Da redação Foto:GuinterBrovedan/DivulgaçãoMeleiro ³Pontedeconcretoéaguardadacomotimismo ³Engenheiros foram abordados por moradores satisfeitos com a pavimentação > MELEIRO/M.GRANDE Fruto de uma parce- riaentreasprefeiturasde Meleiro, Morro Grande e governodoestadoatravés da Defesa Civil, a ponte que liga os dois municí- pios pelas comunidades de Poço Verde e Sanga das Pedras está na etapa de conclusão. As vigas superiores e o concreto armado que vão suportar o pavimento foram feitos, e agora a obra recebe o material das cabeceiras. A medida em que se aproxima de sua conclu- são, a nova ponte sobre rio Manoel Alves devolve a tranquilidade aos mo- radores de Poço Verde, em Meleiro e Sanga das Pedras, em Morro Gran- de; além de comunidades próximas que utilizam o caminho para chega- rem ao município vizi- nho. Com sua estrutura comprometida por duas enchentes que atingiram a região, a antiga ponte ofereciariscoseprecisava há anos ser substituída. Contando com o apoio dos deputados estaduais José Nei Ascari e José Mil- ton Scheffer, as administra- ções municipais receberam recursos do governo do Es- tadonomontantedeR$600 milparaaexecuçãodaobra, que contou ainda com uma contrapartida de outros R$ 200 mil da prefeitura de Meleiro. A estrutura toda de concreto armado recebeu as vigas e as placas que sustentarão o pavimento Ponte entre municípios segue em construção e o peso dos veículos que por ela trafegarem. Atu- almente,ostrabalhossão de colocação de material base para formação das cabeceias e o próximo passo de aplicação de uma camada de concreto. Segundo o secretário de Obras e Desenvolvimen- to Urbano, José Arilton Demétrio, em cerca de 60 dias a obra estará con- cluída e o novo local de travessia do rio Manoel Alves poderá ser liberado à população. Aprovação dos Josés Pavimentação do principal trecho da comunidade começa a ser realizada, livrando motoristas e moradores da poeira Asfalto vai ligar Retiro a SC 449 > SOMBRIO Uma das obras mais aguardadas no interior de Sombrio ini- ciou nesta segunda-feira, na comunidade de Retiro da União, que já tem uma nova escola e uma quadra coberta em construção, terá um novo campo de futebol e agora recebe uma pavimentação asfáltica que vai tirar o principal ligação local da poeira. A obra de drenagem e pavimentação, orçada em R$ 650.211,07, tem 547,13 metros de extensão e liga Retiro a SC 449, rodovia entre os municípios de Sombrio e Jacinto Ma- chado. Em obra com lodo e com o transpor- te dos alunos que vem de outras comunidades do in- terior”, lembrou o vereador Nego Gomes. Carlinhos, salientou que o período em Sombrio é de muitas obras e que aos poucos todas as comunidades e bairros vão recebendo os benefícios. “Estamos num ano de realizações, após a conquista dos recursos, a tramitação burocrática dos processos licitatórios e tudo o que envolve o poder público, chegamos nas ações diretas, beneficiando os cidadãos em todos os se- tores, e nas obras não será diferente”,disseCarlinhos. Durante a conversa entre os engenheiros, mo- radores da comunidade passavam de carro, pa- ravam e perguntavam o que aconteceria no local. Quando informados co- memoravam ou agrade- ciam, lembrando o tempo de espera por esta obra. Caso dos dois Josés, o José Valdinei Pereira e José Possamai Bristot. “Moro há 30 anos aqui, temos um grande movimento nessa estrada e precisa- mos do asfalto. Vai ficar muito bom pra gente que trabalha e pros moradores também”, disse Valdinei. “Por aqui saem caminhões com madeira, banana, maracujá e muitos outros produtos que temos na comunidade.Temosescola, mercados, agropecuária, é uma comunidade bem mo- vimentada e esse asfalto vai valorizar as terras e melhorar o trânsito pra todo mundo”, completou Bristot. De acordo com a em- preiteira responsável pela obra, o trabalho de drena- gem e pavimentação deve acontecer dentro de 120 dias, com a entrega sen- do feita dentro do prazo previsto.
  4. 4. 4 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Há25anosaoladodoextremo-sul V ocê duvida da força das palavras? Da capacidade das ideias registradas nas páginas de um jornal? Nós não. Não é pretensão nossa, que fazemos o Correio do Sul, mas orgulho e noção de quão imensa é a responsabilidade que temos. O Correio do Sul, em duas décadas e meia de história esteve sempre ao No ano em que o Cor- reio do Sul ‘nasceu’, 1990, até março a Rede Globo estava exibindo um dos maiores sucessos da sua história: a novela Tieta. Mas justamente em mar- ço, pela primeira vez uma novela de outra emissora ameaçava a supremacia da Globo. Pantanal foi ao ar de março a outubro de 1990, pela extinta TV Mancheteefoiumsucesso estrondoso. Tieta foi substituída por Rainha da Sucata. Há 25 anos estas eram ‘novelas das 8’. Hoje os capítulos começamdepoisdas21h. O Brasil e o mundo em 1990 Música e cinema O Jornal Correio do Sul comemora 25 anos de fundação no próximo dia 5 de junho. A partir desta semana, uma série de reportagens vão lembrar essa trajetória de fazer jornalismo com seriedade que teve início em 1990 e segue até hoje lado do extremo-sul catarinense. Incen- tivando conquistas, desbravando novos caminhos, defendendo a população. Em nossas páginas, estão presentes os valores que norteiam o nosso trabalho. Muita coisa mudou nestes 25 anos, menos o compromisso do Correio do Sul com a nossa região. Obrigado, leitor, pela sua confiança nestes 25 anos de história! Mas esta não foi à única e nem a maior mudança neste quarto de século. Na vida real, muitos fa- tos importantes acontece- ramem1990.Foinesteano que o mundo assistiu, ao vivo e a cores, a reunifica- ção oficial da Alemanha. Também foi em 1990 que um dos mais degradantes capítulosdahistóriadahu- manidade chegou ao fim. Na África do Sul, os negros, que são maioria, eram proibidos até de andar na mesma calçada em que osbrancos.Poishá25anos o regime do aparthaid enfim terminava. Para lembrar.... Aqui no Brasil, depois de um triste período mi- litar, foi eleito o primeiro presidente civil. Fernando Collor de Mello tomou pos- se no dia 15 de março de 1990. Dois anos depois ele sofreria um processo de impeachment, mas a de- mocracia estava de volta aopaís,emaisfortalecida. No dia 7 de julho de 1990,morriaumdosjovens mais talentosos da safra quehaviadespontadoem 1980 na música brasileira. Vítima de aids, Cazuza foi mais um a chamar a atenção para o flagelo provocado pelo vírus HIV. Vinte e cinco anos depois, os jovens já não temem o vírus e o número de infec- tados voltou a subir. O que também pare- cia estar morta em 1990 era a seleção brasileira. A CopadoMundorealizada na Itália teve uma parti- cipação ridícula do time que era comandado por Sebastião Lazaroni. Claro que não foi nada que se comparasse ao fiasco dos 7x1 de 2014, que infeliz- menteoCorreiodoSulteve que noticiar. Mas nem tudo foi triste- zanoanoemqueoCorreio do Sul surgiu. Em 1990, AirtonSennafoibicampeão de Fórmula 1. Nas ciên- cias, o Telescópio espacial Hubble, lançado em 1990, revoluciona a astronomia. Ascriançasquenasce- ramnomesmoanoemque o Correio do Sul curtiram desenhos como a Família Dinossauro, que populari- zou um bordão usado até hoje:‘nãoéamamãe’,que saia da boca do adorável bebê dinossauro. Eram famosostambémoDragon Ball Z, Taz Mania, X Man e os Cavaleiros do Zodíaco. Os adultos fizeram su- cessos filmes como Uma Linda Mulher, que tornou Julia Roberts a maior sen- sação do cinema ame- ricano; Edward Mãos de Tesoura, que revelou outro grande talento, Johnny Depp. Também estavam em cartaz em 1990 Tem- po de Despertar, Vingador do Futuro, Ghost do Outro Lado da Vida, Dança com Lobos,EsqueceramdeMim eDiasdeTrovão.Esteúltimo marcou o início da carreira vitoriosa do grande astro Tom Cruise. A música tinha de tudo um pouco, mas um ritmo em especial sacudia o país: a lambada. A dan- ça sensual e a música contagiante varreram o Brasildenorteasulemuitos programas e publicações dedicados a música estão comemorandoesteanoos 25 anos do surgimento da lambada. Tambémfizeramsuces- so em 1990 artistas como Mara Maravilha e Banda Mel, além de canções que ainda hoje estão en- tre as mais prestigiadas e conhecidas, mesmo por quem nasceu bem depois de1990.SãoexemplosPais e Filhos, do Legião Urbana, e Lanterna dos Afogados, dosParalamasdoSucesso. Vinte e cinco anos depois, Renato Russo está morto e o Legião desapareceu, e Herbert Viana, dos Parala- mas,estáemumacadeira de rodas, mas na ativa. AyrtonSenna Cazuza TietadoAgrestePantanal FernandoCollor Lambada
  5. 5. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 E stá todo mundo odiando o novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, o que inclui eu. O cidadão chegou cortando tudo e aumentando tributos. Vai arrochar a economia brasileira o que der, até ter o con- trole das finanças do país em suas mãos. Em alguns momentos Joaquim Levy chega a ser irônico, ressaltando que a economia nacional vinha sendo conduzida como se fosse uma brincadeira. O pior da história é que Joaquim Levy está certo. De fato o Governo Federal vinha brincando com as finanças do país. Desde o primeiro mandato do presi- dente Lula o PT vem cometendo uma série de equívocos econômicos. Os programas sociais sem contrapartida dos beneficiários Joaquim Levy e a vida como ela é é um clássico exemplo disto. Desde que foi criado, o Bolsa Família já deu uma despesa, em valores atuais, de quase R$ 200 bilhões. É mais do que o dobro do que foi roubado na Petrobras. Imagine o retorno para o país se este dinheiro tivesse sido investido em educação, infraestrutura e fomento a produção industrial. No fim das contas os benefícios sociais ofertados pelo Governo Federal estão se voltando contra a própria população. Sem capital para investir, o governo precisa repartir a conta do prejuízo que causou, au- mentando o preço das matrizes energéticas e tributando a mais tudo o que pode e o que não pode. O que deu com uma mão está tirando com a outra. O problema é que a mão que tira é bem maior do que a que deu. Maureci de volta (I) Secretário do Interior de Araranguá, Maureci Rodrigues, cogita a possibilidade de retornar ao PPS do município, depois de mais de dois anos afastado da sigla. A relação com o partido, que havia sido rompida durante a campanha eleitoral de 2012, começou a ser recosturada ano passado, quando ele se engajou a campa- nha do então candidato e hoje deputado estadual Ricardo Guidi (PPS). As conver- sações para que Maureci retorne a sigla estão adiantadas, mas a concretização disto depende do espaço que ele teria na composição do comando do PPS araran- guaense. Por óbvio, o secretário não vai querer reingressar na sigla para atuar como coadjuvante, principalmente diante da eleição municipal de 2016. Maureci de volta (II) O PPS de Araranguá apoiou a candi- datura a prefeito de César Cesa (PMDB) em 2012. Em meio à campanha Maureci rompeu com César e passou a apoiar a candidatura vitoriosa de Sandro Maciel (PT). No início do ano passado o PPS en- trou oficialmente no governo de Sandro. Ainda assim Maureci não promoveu seu retorno ao partido, o que poderia acontecer agora. No quadro atual, Sandro Maciel tem o PPS tecnicamente, mas nada garante que o partido irá permanecer com ele ano que vem. Com o retorno de Maureci a sigla, desde que em um posto de comando, a possibilidade de apoio ao projeto de ree- leição do prefeito é praticamente certa. É que Maureci não iria medir esforços para que o PPS não convergisse novamente para César Cesa, seu desafeto político. Conselho Rural sugere melhorias Organização Órgão de desenvolvimento vai elaborar lista com prioridades das comunidades. No encontro também foi discutida a DAP Pela moralidade Deputados federais Jorge Boeira (PP), Carmem Zanotto (PPS), Pedro Uczai (PT) e Valdir Colatto (PMDB) abriram mão do direito de comprarem passagens aé- reas, de ida e volta à Brasília, para seus cônjuges, com dinheiro do contribuinte. O benefício foi criado este ano pelo presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha (PMDB/RJ). A população catari- nense permanece no aguardo de que os deputados Esperidião Amin (PP), João Rodrigues (PSD), Mauro Mariani (PMDB), Jorginho Mello (PR), Rogério Mendonça (PMDB), Marcos Tebaldi (PSDB), Décio Lima (PT), César Souza (PSD), Celso Maldaner (PMDB), Ronaldo Benedet (PMDB), Geovania Sá (PSDB) e Edinho Bez (PMDB) tomem a mesma iniciativa. De volta ao nada Nova derrota imposta a Clésio Salvaro (PSDB), no que diz respeito ao comando da Prefeitura de Criciúma, derruba também os sonhos de ascensão do ex-deputado estadual Dóia Guglielmi (PSDB). Sem autorização do Tribunal Superior Eleitoral para tentar validar 287 votos da seção eleitoral 458, em Içara, onde supostamente estariam os 38 votos que faltaram para que se reelegesse, Dóia depositava em Salvaro suas fichas para 2016. Neste sentido, po- deria ser candidato a prefeito de Criciúma, ou em Içara, com o apoio explícito de seu correligionário. Sem um suporte à altura não será fácil para Dóia construir um pro- jeto neste sentido. E pensar que ele abriu mão de concorrer a deputado federal pelo PSDB do Sul do Estado, dando a vaga a Geovania Sá, que acabou se elegendo. DIVERSÃOELAZERGARANTIDOS QUARTA,SÁBADOEDOMINGO BR101-KM413-ARARANGUÁ Da redação > MARACAJÁ Os representantes do Conselho Mu- nicipal de Desenvolvimento Rural (CMDR) de Maracajá e a Epagri, se reuniram na última sexta-feira, em Ma- racajá.Umdosassuntosdis- cutidos na reunião foi a ofi- cializaçãodeumdocumento quedeveráserencaminhado a prefeitura e Câmara de Vereadores contendo suges- tões das comunidades para melhoria em infraestrutura e agricultura do município. "No entanto, foi de amplo consensoentreosconselhei- ros do CMDR, que muitas das demandas já foram ou vêm sendo atendidas pelo poder público desde a sua consulta em 2013", destaca o engenheiro agrônomo da Epagri, Ricardo Sant'Anna Martins. O engenheiro agrôno- ³Agricultores tiveram dia de campo e receberam informação sobre arroz irrigado mo da gerência regional da Epagri de Araranguá, Reginaldo Ghellere, falou sobre o controle social da DAP (Declaração de Apti- dão ao Pronaf) dos agricul- tores de Maracajá que visa auxiliar na eliminação de possíveis inconsistências, desvios e irregularidades. "O controle e supervisão de DAP emitidas no muni- cípio é muito importante, pois desse modo é possível identificarrealmentequem são os agricultores que po- dem acessar e se beneficiar das políticas públicas do governo e atualizar a base de dados dos agricultores e suasfamíliasdomunicípio", completa. Um dia antes, na quin- ta-feira, os agricultores de Maracajá participaram de um Dia de Campo sobre a cultura do arroz irrigado na propriedade de José Fran- cisco Ubiali. O objetivo do encontrofoiorientareescla- recer as principais dúvidas sobre o preparo do solo, manejo e trato das lavouras de arroz. Segundooextensionista da Epagri Ricardo Martins, os participantes observa- ram diferentes variedades recomendadas para cultivo no município, inclusive a nova cultivar SCS 121 CL. "Esta novidade promete ser uma boa opção para os arrozeiros da região, apre- sentando boas condições paracontroledoarrozpreto, vermelho e capim arroz, as principaisplantasdaninhas da cultura, bem como boas características industriais e culinárias", explica. Osengenheirosagrôno- mos da Epagri de Araran- guá e Maracajá, Douglas GeorgedeOliveiraeRicardo Martinsforamospalestran- tes do encontro que teve a participação também do gerente regional da Epagri Marcos José Rosso.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro Joice Ramos l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Fiesc divulga estudo sobre Energia PeloEstado A Federação das Indústrias (Fiesc) divulgou ontem à noite o diagnósti- co e as sugestões da entidade para a área de Energia, dentro do Pro- grama de Desenvolvimento Industrial Catarinense (PDIC 2022). Um dos destaques do estudo é que o custo da energia elétrica em Santa Catarina é 21% mais alto que a média nacional e 52% superior em comparação à mé- dia internacional. A conclusão foi divulgada no mesmo dia em que a Celesc lançou material abordando a Revisão Tarifária Extraordinária e o Reajuste das Bandeiras Tarifárias. Conforme determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a média de aumento na tarifa ficou em 24,8%. O estudo da Fiesc indica três objetivos principais, que para serem alcançados dependem de ações de curto, médio e longo prazo: “Santa Catarina deve ser referêncianousodefontesdeenergiasustentáveisemumamatrizdiversifica- da, com inovação e segurança de fornecimento”; “deve ser reconhecida pelo uso de redes inteligentes e tecnologias inovadoras que promovam eficiência energética e qualidade”; e “deve ser líder nacional no desenvolvimento e na produção de equipamentos eficientes, inteligentes e inovadores, que possibi- litem alta eficiência energética”. Também ontem foi apresentado um estudo sobre o setor de Saúde e hoje, em Joinville, o tema será Indústrias Emergen- tes, abrangendo os setores automobilístico, aeronáutico e ferroviário. Os re- sultados do PDIC 2022 começaram a ser anunciados em 2014 (economia do mar, tecnologia da informação e comunicação, cerâmica, têxtil e confecção, metalmecânica e metalurgia, produtos químicos e plástico e construção civil) e seguem em 2015 ainda com os ramos de móveis e madeira, agroalimen- tar, celulose e papel, meio ambiente, bens de capital e turismo. A divulga- ção dos estudos tem apoio da Associação dos Diários do Interior (ADI-SC). Caminhoneiros Os bloqueios promovi- dos pelos caminhoneiros levou a Comis- são de Transportes da Assembleia para Chapecó. O presidente da Comissão, de- putado João Amin (PP), na companhia da deputada Luciane Carminatti (PT), e dos deputados Cesar Valduga (PCdoB), Clei- tonSalvaro(PSB),IsmaeldosSantos(PSD) e Mário Marcondes (PR), membros da co- missão, tiveram reunião com manifestan- tes e conheceram mais profundamente a pauta de reivindicações. “Foi a primeira vez que os deputados conversaram com eles. Agora vamos esperar as sinalizações do governo estadual para dar segmento à nossa ação nesse caso”, anunciou Amin, que tratou o encontro como “proveitoso e propositivo”. Hoje, na reunião da Comis- são, será feito um relato do encontro. Em Florianópolis, outra reunião tratou do assunto. Participaram o governador Raimundo Colombo, o vice Eduardo Mo- reira e o secretário de Estado da Agricul- tura, Moacir Sopelsa. Antes, na reunião do PMDB, Sopelsa resumiu os prejuízos causados pelos bloqueios: queda de 30 mil para 15 mil em abate diário de suínos; 20 mil matrizes de suínos deixaram de ser inseminadas - em 60 dias vão faltar 200 mil leitões para serem alojados nas gran- jas catarinenses; queda de 6 milhões para 2 milhões no abate diário de aves, nos mo- mentos mais críticos; e falta de ovos nas incubadoras - o que levará a aviários va- zios em poucas semanas. ReuniãotécnicaOdeputadoPedroUczai (PT-SC) participou de reuniões técnicas sobre a questão dos bloqueios das estra- das, ontem, em Brasília. Ele disse que o as- sunto é complexo por envolver diferentes categorias e empresas de diferentes por- tes, além de autônomos. Para Uczai, um dos pontos fundamentais é a regulação de uma tabela referencial com o custo do transporte de cargas, a exemplo do que ocorre com o de passageiros. Andréa Leonora Florian��olis ��Florian��olis �� 05Fev15 Climadepreocupação Na primeira reunião-almoço de 2015 das bancadas do PMDB, ontem, na casa do vice-gover- nador Eduardo Moreira, o cli- ma ao mesmo tempo foi de con- fraternização e de preocupação. Conforme revelou o anfitrião, os deputados federais e o se- nador Dário Berger falaram da situação em Brasília e da sensação de que “o governo está perdido”. Também foi tema da conversa o bloqueio dos caminhoneiros em rodovias estaduais e federais em Santa Catarina e o resultado em perdas econômicas. Os peemede- bistas fecharam posição na necessidade de ampliar o número de prefeituras administradas pelo partido nas eleições de 2016, destacando Florianópolis e Joinville - “emblemáticas para nós”, segundo Moreira. Num tom de desabafo, ele falou sobre a reforma administrativa que o Executivo está para anunciar - “E que nós não conhecemos”, reclamou -, revelando à Coluna Pelo Estado que os temas descentralização e secretarias regionais vão receber “atenção redo- brada” do partido. “Afinal, são bandeiras nossas.” O presidente em exercí- cio do PMDB-SC, deputado Valdir Cobalchini, disse que ainda nessa semana apresentará uma proposta de roteiro para a Jornada do PMDB, que pretende passar por todos os 295 municípios do estado já a partir de março. “Temos 220 mil filiados e é importante promover a aproximação dos líderes partidários com essas pessoas, que estão nas bases e são a nossa força.” EvoryPedroCâmaraSchmitt
  7. 7. Publicidade 7Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Boogie oogie -18h Alto Astral -19h Império -21h C elso mente e afirma que Úrsula pode falecer a qual- quer momento, deixando Maria Inês arrasada. Pepito é desclassificado do concurso da Celebrar por causa da denúncia de Samantha. Úrsula pede a Maria Inês que espere ela morrer para ficar com Marcelo. Sueli aconselha Marcos a ficar do lado da mãe para retomar a diretoria do hospital. Marcos pede a Sueli que volte a ser sua secretária. F ernando se esconde e Homero foge em seu carro. Pedro intimida Sandra. O atropelador faz mais uma vítima. Célia conta para Beatriz que será sócia da Star Trip. Vitória tem uma ideia para unir Elísio e Beatriz. Madalena avisa a Beto que Fernando voltará para a Vip Turismo. Tadeu e Ana temem o resultado do julgamento de Susana. Elísio e Beatriz ficam presos no elevador. Luisa e Ricardo entregam os recibos da Vip Turismo para um contador. M aurílio acusa Marcão de ser seu cúmplice. José Alfredo orienta Maria Marta a dar continuidade a seu plano. Danielle tenta abrir o cofre de Maurílio. Pereira avisa ao delegado Tadeu que Marcão é cúmplice de Maurílio. Maria Marta procura Bruna. Marcão é preso. Bruna ajuda José Alfredo a abrir o cofre de Maurílio. Téo pensa em publicar a entrevista de Érika sobre Salvador. Salvador comemora a venda de seus quadros. Rapidinhas Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Excelente momento para inovar e abrir novas frentes de atuação. Surpresas, novidades e mudanças positivas carac- terizamoatualmomento.Uminíciodesemanaqueenfatiza a criatividade, o afeto e a espontaneidade, ariano. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Oportunidades interessantes de mudanças emocionais aos sagitarianos. Momento oportuno para se sentir mais confiante e engajado com o que você faz. Leituras, estudos, contato com universidades e viagens estão favorecidos. Gêmeos 21/05 a 20/06 Excelentemomentoparanovosaprendizados,interessese situações,geminiano.Umdiaquefavoreceacomunicação e a percepção de aspectos emocionais de seu compor- tamento. Libertar, experimentar e ousar são atitudes interessantesnesteperíodo. Libra 21/09 a 20/10 Um momento que favorece novos relacionamentos, amizadeseinteresses.Éimportanteestarabertoaoutros conceitos e atitudes na arte de se relacionar. Hoje, as amizades, o contato com equipes, grupos e empresas está estimulado. Aquário 21/01 a 18/02 O seu planeta regente Urano está em contato positivo com Júpiter. Um momento interessante aos relaciona- mentos,associaçõeseparcerias,aquariano.Éomomento de se abrir a novos interesses e aprender mais com as pessoas. Touro 21/04 a 20/05 Um momento de mudanças que favorecem o descondi- cionamento de antigos padrões. Um dia em que os seus interesses estão mais voltados para aspectos ligados à casa e à família. É necessário inovar, mudar, mas sem agir de uma forma impulsiva, taurino. Virgem 21/08a20/09 Um dia que pede reflexão sobre como você está viven- ciandoasemoções.Aarteeaespiritualidadesãoapoios importantes em momentos desafiadores. Mudanças importantes estão ocorrendo com os virginianos, mu- danças emocionais e materiais. Capricórnio 21/12 a 20/01 Momentoimportantedemudançasedenovaspercep- ções em relação à família, à casa e às emoções. Um dia queenfatizaapercepçãodoseuverdadeiropoderque estámuitoalémdamatéria.Benefíciosemnegociações e situações que levem às mudanças. Câncer 21/06 a 20/07 Momento de inovação em relação à carreira e à expressão de seus talentos. Podem haver mudanças na forma como você expressa e reconhece as suas habilidades. Um dia importanteparaasquestõesfinanceiraseparaconfiarmais no seu talento. Escorpião 21/10 a 20/11 Um momento interessante para as prioridades profis- sionais e financeiras dos escorpianos. É hora de inovar no modo como você se expressa no trabalho. Os es- corpianos buscam agora por reconhecimento e uma profunda realização pessoal e profissional. Peixes 19/02 a 20/03 Momentointeressanteparaainovaçãomaterialeprofissional. Éhoradeexploraroutrosrecursos,talentosehabilidadesque vocêpossui.Diaqueenfatizaotrabalho,especialmentesevocê utilizaneleacriatividade. Horóscopo Lua e Júpiter estão se movimentando em seu signo, leonino. Um dia interessante para aspectos vocacionais, educacionais e afetivos. Momento oportuno para você expandirhorizonteseseabriranovasperspectivas. Fernanda Souza e Thiaguinho fizeram um dos primeiros grandes casamentos que 2015 promete por aí, mas a lua de mel do casal vai ficar para mais tarde. A atriz contou no Instagram, nesta segunda-feira (2), que tem uma novidade incrível para contar aos fãs ainda no começo do ano, mas deixou no ar qual o próximo projeto de sua carreira. “Então bora trabalhar (coisa MUITO LEGAL vindo por aí) enquanto não chega o dia da nossa viagem! Pelo sorriso, a coisa é boa mesmo! Mas, também quero minha viagem!”, contou a artista, que vai para a Europa com o novo marido assim que tiver a agenda livre do trabalho. Thiaguinho e Fernanda não param de trabalhar e até combinam na rotina com tantos projetos, mas o noivo contou a Luciano Huck, antes de subir no altar, que quer ‘desacelerar’ a carreira daqui uns anos e curtir a vida com a esposa. “Não vou trabalhar assim para sem- pre.Em15ou20anos,querodarumaacal- mada e curtir a vida, depois de trabalhar nesse ritmo todo!”, declarou o pagodeiro, que oficializou a relação com a amada na última quarta-feira (25), em São Paulo. Está marcada para a próxima quinta- -feira (5), o anúncio oficial da ida de Xuxa Meneghel para Record, e, segundo a colu- na Retratos da Vida, do jornal Extra, isso instaurou um grande clima de insegurança na emissora do bispo Edir Macedo. É sabido que há algum tempo instabi- lidades são recorrentes, e muitos funcioná- rios temem que as demissões, que come- çaram no ano passado, continuem com a contratação da loira. O jornal destaca que há outro grupo de funcionários, no entanto, que acredita que a ida da apresentadora para a Record vai trazer muitos patrocina- dores, evitando, assim, mais demissões.
  9. 9. Social Tânia Duarte Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 tania@grupocorreiodosul.com.br facebook.com/tania.duartecoelho 48 3533.0762 48 8804.2871 ³ Ana Clara Oliveira Sche- ffer da Rosa e sua mãe Lu- ciana Cardoso de Oliveira comemoraram aniversário no último sábado (28). Para- béns!!! ³ Encerra- mento da promoção de Natal da CDL de Sombrio. ³ Parabéns a sombriense Camila Gomes Borges pela formatura em Odontologia na Ulbra Torres no último fim de semana. Na foto com a mãe Adriana Costa Gomes. ³ Isis com os pais Dani e Igor, ela que comemorou seus 2 anos no último sábado (28). Adorei a festa. Parabéns!!! Foto : Capra Fotografia ³ A Cooperja reuniu no seu auditório professores das escolas da qual é parceira no Programa Cooperjovem: EMEB Albino Zanatta de Jacinto Machado e EEB Abel Esteves de Aguiar de Paria Grande. O comando dos trabalhos ficou a cargo da instrutora Denise Crespo. O objetivo do encontro foi dar maior esclarecimento e trocar ideias sobre o projeto.
  10. 10. 10 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Publicidade
  11. 11. Geral 11Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Avanço > ARARANGUÁ Depois de uma se- mana de ativida- des, terminou a oficina realizada pela Secretaria de Saúde de Araranguá para implementação da Rede de Atenção Psicos- social (Raps). A iniciativa permitiu a troca de expe- riênciaentreprofissionais desaúdedomunicípioede Santo André/SP. No último encontro, foramdebatidassituações do dia-a-dia e soluções em grupo. “Tivemos a percep- ção do que precisa mudar emAraranguá.Durantea semana, participamos de várias atividades de gru- po, estudos de casos, re- portandoquadrosclínicos, Saúde mental terá rede de atenção dispositivos que têm que ser criados para melhorar a rede. Independente dos serviços existentes, o que tem que mudar é a men- talidade das pessoas que atendem. Não podemos julgar, temos que receber com empatia, conhecer os serviços, acompanhar o processo e não apenas encaminhar os usuários”, relatou a coordenadora do projeto, Sayonara Araújo Pessoa. A enfermeira Noelia Roque Vieira Nunes, coor- denadora de enfermagem em Santo André, também aprovou a experiência. “Discutir a rede, os tra- balhos, ações e soluções é muito importante. Alcan- çamos nossos objetivos de ajudar as pessoas a pensar estratégias para que a saúde mental seja pensada de maneira dife- renciada”. Aoficina contou com a participaçãodeservidores de várias áreas, como saú- de, educação e assistência social.“Maisdoquenunca sabemos que um trata- mento de dependência química,porexemplo,não deve ser tratado somente pela saúde, e sim, por todas as áreas, atuando em conjunto”, defende a subsecretária de Políticas Públicas Sobre Drogas, Priscila Pessi. No último dia de en- contro um grupo visitou o posto de saúde de Balneá- rio de Ilhas. Programa psicossocial está sendo estruturado e foi discutido durante uma semana com profissionais de vários setores ³Grupo de Araranguá recebeu visitantes para intercâmbio sobre saúde mental Asingela lição de dona Canô ProcóPio Lamarca N ão gosto dos livros de autoajuda. Os poucos que folheei achei super- ficiais e sempre fiquei pensando que eu seria capaz de escrever todas aquelas frases feitas. Tam- bém não gosto de palestras deste tipo. O fato de eu não gostar não significa que para algumas pes- soas estes livros e palestras de motivação não sejam úteis. Eles podem sim ajudar muita gente. E mesmo não gostando, não nego que tudo que algumas pessoas precisam é de um estímulo para mudar de atitude. Lembro de uma entrevista de dona Canô, mãe dos cantores Ca- etano Veloso e Maria Bethania, no dia em que completava 102 anos. Ela disse ao jornalista: “A vida, a gente é que decide. Eu escolhi a felicidade”. Claro que dona Canô não estava querendo dizer que tinha vivido até ali sentindo ape- nas felicidade, sem dramas, sem tristezas e aborrecimentos. Ela os deve ter tido como todo mundo. Mas dona Canô deixou claro que tomou a vida em suas mãos. Usou as palavras “decide” e “escolhi”. Não acompanhei sua trajetória, mas parece que ela não passou os anos culpando os outros por seus problemas ou se queixando. Parece claro que mesmo quando coisas ruins acontecem na nossa vida, como doenças, acidentes e desemprego, pode- mos escolher como enfrentá-las. Podemos decidir nos sentirmos injustiçados e ficar remoendo má- goas e raivas, ou seguir em frente, da melhor forma possível. Dentro das limitações de cada um, nos- sas escolhas fazem a diferença. Isso vale para as questões pesso- ais, como a forma de enfrentar as críticas, até as questões coletivas, como a forma de colaborar com a limpeza da cidade, por exemplo. Tente fazer a seguinte experi- ência: levante em uma segunda- -feira e comece desde cedo a dizer que está cansado. Reclame que se sente muito cansado e sem ânimo. Mesmo que você tenha descansado bastante no final de semana, verá que logo estará realmente se sentindo esgotado. Em uma semana seguinte faça o contrário: levante se dizendo muito bem disposto, diga às pes- soas que está cheio de energia e perceba que seu corpo e sua men- te vão acreditar nas suas palavras. Então cansaço não existe? Claro que existe. Depois de uma sema- na inteira de trabalho é natural se sentir cansado, e importante des- cansar. Mas depois de descansar, você não tem porque continuar se sentindo cansado. Se está, então o seu problema não é cansaço, é a sua vida que o está sufocando. E o que você vai fazer a respeito? Vai ficar se queixando, enchendo os outros com suas reclamações, deixando de produzir como de- via, ou vai agir para mudar o que precisa ser mudado? A escolha é sua. Como dona Canô, decida ser feliz. Só não espere para isso chegar aos 102 anos. Até porque pessoas infelizes não costumam viver tanto.
  12. 12. 12 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Publicidade
  13. 13. Especial 13Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 ³Juiz Guilherme com o cartaz do Judiciário divulgando a realização dos mutirões Mulheres desistem Pena branda Djonatha Geremias > ARARANGUÁ Dos mais de dois mil processos que estão tramitando na 1ª Vara Criminal do Fórum da comarca deAraranguá, um pouco mais de 10% en- volvem violência domésti- cacontramulheres.Assim, um mutirão inédito será realizado dos dias 9 a 13 de março para que sejam realizadas as audiências envolvendo a Lei Maria da Penha. Apesar de não haver congestionamento desses casos , a ação do Poder Judiciário visa prin- cipalmente promover o de- bate do tema na sociedade. O mutirão acontece em todo o estado durante o próximo mês, masAraran- guá separou uma semana devido ao baixo número de processos que estão prontos para audiência: serãoincluídosapenassete dos 225 casos de violência contra mulheres, de um total de 2.147 processos de todas as naturezas na 1ª Vara Criminal. O número diminuiu comparado ao mesmo período do ano passado, segundo o juiz Guilherme Mattei Borsoi. “Foram 360 casos, uma média de praticamente um por dia, o que é um alto índice preocupante”, ressaltou o juiz. A queda não necessa- riamente significa uma diminuição no número de ocorrências de violência contra mulheres. Para chegar a se tornar uma ação judicial no âmbito criminal, o caso passa por uma série de etapas e, ge- ralmentenomeiodesseca- minho, as vítimas acabam desistindo da acusação. O principal fator de arre- pendimento da denúncia é o perdão, iludido pela ideia de que dali para a frente o agressor vai mu- dar. Boa parte dos casos que chegam a se tornarem processos criminais são contra réus acusados de reincidência nos atos de violência. Muitas agressões e abusos não chegam ao conhecimento da Justiça, doMinistérioPúblico,nem da Polícia Civil, porque é necessário que as pessoas denunciem, mas muitas mulheres têm medo de delatar o homem, seja por temerem uma vingança, seja por terem ainda senti- mentos bons por ele ou por dependência financeira. “A mulher que volta atrás nessas acusações geral- mente se preocupa com a condição dos filhos ou veio de uma educação pela qual acredita que violência é normal em um casamento, mas não é. Nem agressões nem humilhações”, ressal- ta a psicóloga da Delegacia de Proteção à Mulher (Dp- cami)deAraranguá,Isabel Clemes da Silva. Quando recebe a de- Mutirão de audiências envolvendo casos de violência doméstica está marcado para a próxima semana, organizado pela 1ª Vara Criminal MarçoédedicadoaMariadaPenha Na Justiça núncia, a Polícia Civil abre um inquérito para inves- tigar a ocorrência. Nesse meio tempo, o recurso le- gal de proteção costuma funcionar,e o agressor é proibido de se aproximar da vítima, mesmo quando os fatos não tenham sido comprovados, inclusive o acusado pode ser preso preventivamente. Quan- do há agressão física, a vítima não tem opção de retirar a denúncia, porque a própria Polícia Civil tem a obrigação de indiciar o agressor. Porém, nos ca- sos de ameaças, injúrias e outrasviolênciaspsicológi- cas, a vítima pode desistir darepresentaçãocriminal. O delegado da Dpcami Jair Pereira Duarte, afir- maqueécomumasmulhe- res, no momento de raiva, denunciar o marido para dar um susto nele, mas depois de se acertarem, ela quer retirar a queixa. “O SupremoTribunalFederal determinouqueemcasode toda lesão corporal deve ser instaurada uma ação civil pública incondiciona- da, ou seja, quer a vítima queira ou não”, explica o delegado, pontuando que ameaças, injúrias e lesões corporais contra meninas, mulheres e idosas são os casos mais frequentes na delegacia especializada, que também atende meno- res de idade e idosos. Após a Polícia Civil indiciar o agressor, o in- quérito concluído vai para o Ministério Público, em que a promotoria o anali- sa e decide instaurar um procedimento judicial ou não. Antes de seguir em frente, o Poder Judiciá- rio promove audiências conciliatórias, em que as vítimas têm uma última oportunidade de desis- tir, em caso de as partes entrarem em um acordo. Nessa etapa, também é comum as vítimas retira- rem a acusação. Se o acordo não for possível, o caso vira ação criminal e uma audiência é marcada com o juiz da 1ª Vara Criminal para ouvir as partes, os advogados, a promotoria e então julgar o réu. O processo, desde a denúncia até a sentença, leva de seis meses a um ano, em média. Segundo o juiz Guilherme, a pena para os casos de violência doméstica não costuma ser alta. “O homem pode ter que fazer serviço co- munitário ou outras penas brandas. É mais fácil o agressor ficar preso du- rante o processo do que depois.. Isso porque a Lei Maria da Penha foi ela- borada não com objetivo punitivo, mas sim educa- cional, propondo uma mu- dança de cultura”, explica o juiz. Na sua opinião, a Lei cumpre um papel emergencial, mas não tem apresentado mudan- ças significativas a longo prazo, especialmente na comarca de Araranguá. “As agressões estão em um ritmo alto e estável. O Estado faz pouco para pre- venção, quando já deveria estar planejando resulta- dos para a geração do ano 2030. Há muitos casos de adolescentes batendo nas próprias mães, crianças que foram educadas sem limites e que depois se envolvem com álcool e dro- gas. Existe pouco debate e ações preventivas entre as mulheres e as crianças”, pontua . Ele acrescenta que, em março, além do muti- rão de audiências,o Poder Judiciário também fará palestras de conscientiza- ção para os agressores, es- pecialmente os já detidos, em datas ainda a serem confirmadas. Elas de- vem acontecer no fórum, onde já é possível obter gratuitamente materiais informativos sobre a Lei Maria da Penha e sobre o 1º Mutirão de Enfrenta- mento à Violência Contra a Mulher.
  14. 14. Publicidade14 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 C M Y CM MY CY CMY K Anuncio_Ararangua.pdf 1 07/01/15 11:01
  15. 15. ção dos policiais foi reali- zada de maneira estraté- gica a fim de contemplar toda a área de realização da festa e quatro conduto- res embriagados foram de- tidos no Arroio do Silva. A primeira prisão aconteceu na manhã de sábado,na Zona Oeste do Balneário. A Central de Operações da Polícia Militar (Co- pom) foi informada sobre uma discussão que estava acontecendo no local. Um homem conduzindo um Fiat Palio havia passado em cima de uma bicicleta. Os policiais constataram que o motorista estava visivelmente embriagado. Ele foi submetido ao teste de bafômetro e foi confir- mada a embriaguez. Já a noite outra prisão por embriaguez ao volan- te foi efetuada pela PM. Após envolver-se em um acidente de trânsito, um rapaz que conduzia um ca- minhão Scânia, com placas de Novo Hamburgo, estava visivelmente embriagado e foi preso. Na noite de do- mingo houve outra prisão, Polícia 15Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 ³Márcio e o vizinho têm prejuízo com os furtos Rafael Andrade ³Polícia Militar teve um estande na Arrancada para monitorar segurança Cansado do abuso de bandidos em uma obra, futuro morador da Gaivota ameaça fazer justiça com as mãos > ARROIO DO SILVA O 19° Batalhão de Polícia Militar de Ara- ranguá, comandado pelo tenente coronel Antônio Carlos Mota Machado, com o efetivo de Balne- ário Arroio do Silva co- mandado pelo sargento Carlos Almar Cardoso e com o apoio do Batalhão de Criciúma, do Pelo- tão de Patrulhamento Tático de Araranguá e policiais militares de Sombrio e Turvo, traba- lhou durante os quatro dias da 25ª Arrancada de Caminhões de Arroio do Silva. Durante todo o even- to, que se estendeu de quinta-feira a domingo, a PM atuou com uma média de 50 policiais por dia, número ainda maior no domingo, dia de maior concentração de público. A segurança foi reforçada com poli- ciamento ostensivo a pé, viaturas, motocicletas e quadriciclos.Adistribui- PM prendeu quatro motoristas embriagados > BALNEÁRIO GAIVOTA Após três furtos se- guidosemmenosde 60dias,oempresárioMárcio Zimmermann Ferretti, mo- rador de Sombrio, está can- sado da ação dos ladrões e preparaumaarmadilha.Ele está construindo uma casa na rua Fernando Capello, no bairro Jardim Ultramar, em Balneário Gaivota, onde pretende morar com a espo- sa e filhos. Mas parece que a missão não está resumida apenas em comprar tijolos e cimento, e sim defender a construção de desocupa- dos que vivem de pequenos furtos. O empresário já teve um prejuízo aproximado de R$ 3 mil e garante que os criminosos são moradores dacomunidadedaCohab,na Gaivota.“Nãomerestamdú- vidasdeondesãoosladrões. Chegueiafazerrondasneste ponto, que é considerado de risco,paraverserecuperava o material levado da minha obra. Não tive êxito, ainda. No entanto, quando eu fla- grar alguém ou saber onde estão as minhas coisas, não respondo por mim”, alerta. Márcio afirma que não tem receio dos ladrões e garan- te estar preparado para enfrentá-los. Nos últimos dias foram furtados 40 sacas de cimen- to, três carrinhos de mão e várias ferramentas. “Eles estouram um cadeado e levam tudo em carroças. O meu vizinho também viu um Tempra preto nas ime- diações. Eles agem sempre de madrugada. Então, per- gunto: O que um carroceiro Dono prepara arapuca para ladrões Furto de Materiais faznaruaentreumaecinco horas da madrugada? Claro que é para furtar”, acredita Márcio. Outroqueteveprejuízos na mesma rua é o soldador JoãodaSilveiraGuimarães, morador da frente à obra de Márcio. Há cerca de 15 dias, ele teve a casa arrombada por marginais que levaram uma TV 29 polegadas, um aparelho DVD, panelas e comidas. Ainda teve pre- juízos com a fechadura. “É a segunda vez que entram em casa. Não dá nem para sair e ficar sossegado. Re- almente é preciso agir, pois com a polícia não dá para contar”, lamenta João. Os dois planejam se unir, ficar de tocaia, aguardar a próxi- ma visita sem aviso prévio dos ladrões e entregá-los na delegacia. “Fiquei até assustado quando vi vários policiais durante um pro- testo na BR-101. Estavam protegendo quem ali, pois eram todos caminhoneiros, ou seja, trabalhadores. Fico triste quando precisamos de uma viatura na frente da nossa casa e não somos ouvidos”, reclama Márcio. Existeumgraveproble- machamadosistemacarce- rário catarinense. Nenhum presídio da região sul do estado está ‘hospedando’ os presos. A maior parte é en- caminhada para a reclusão emConcórdia,SãoJoaquim ou Lages. O problema é que dificilmente um juiz criminal vai encaminhar um ladrão acusado de furto para um sistema fechado, principalmente devido à superlotação do sistema. Então, qual é a solução? Na lei,ofurtoqualificadoprevê pena de detenção de dois a oitoanos,emulta,seocrime é cometido com destruição ou rompimento de obstá- culo à subtração da coisa; com abuso de confiança, ou mediante fraude, escalada ou destreza; com emprego de chave falsa; mediante concurso de duas ou mais pessoas. desta vez no Centro de Arroio do Silva, quando um motorista de 44 anos colidiu em um caminhão. O homem foi submetido ao teste de bafômetro e foi confirmada a embria- guez. Ele foi preso pela Polícia Militar. Também na noite de domingo a PM atendeu o atropelamento de uma mulher. O condutor de um Mercedes Benz atro- pelou uma mulher de 28 anos, que sofreu lesões leves e foi conduzida para o Hospital Regional de Araranguá por uma ambulância do muni- cípio. O homem estava visivelmente embriaga- do e negou-se a realizar o teste de bafômetro, sendo preso. A ocorrência mais grave do fim de sema- na foi a morte de um adolescente de 16 anos. Angel Cristian Colombo caiu de um caminhão e foi atropelado. Ele saía do parque da Arrancada e morreu a caminho do hospital.
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTA CATARINA FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE MORRO GRANDE ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 13/2015 - MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS com a finalidade de selecionar melhor proposta objetivando eventuais e futuras aquisições de MATERIAIS DE ENFERMAGEM E OUTROS MATERIAIS a serem usados nas Unidades de Saúde, UPA e Centrais de Atendimento em Saúde do Município de Araranguá no ano de 2015 (itens não propostos no processo n° 1/2015 realizado em 22/01/2015), tudo em conformidade com Termo de Referência, anexo ao Edital. TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 09h30min; do dia 13 de março de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. ABERTURADOS ENVELOPES:As 09h45min do dia 13 de março de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC, 02 de março de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane S. de Souza Pregoeira AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 15/2015 - MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL OBJETO: Aquisição de 1.728 testes de laboratório para exames de HIV, imumnoensaio enzimático da 4ª geração para detecção simultânea do HIV-1 grupo, HIV-2 e antígeno HIV-1 metodológica de etapa única, para consumo no ano de 2015, cujas especificações detalhadas encontram-se no anexo I do edital de licitação. TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 08h15min; do dia 23 de março de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. ABERTURADOS ENVELOPES:As 08h30min do dia 23 de março de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC, 02 de março de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane Silva de Souza Pregoeira AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 37/2015 - MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL O Município deAraranguá, por intermédio do pregoeiro nomeado, leva ao conhecimento dos interessados que fará realizar licitação na modalidade PREGÃO PRESENCIAL. OBJETO: Prestação de serviço na publicação dos atos oficiais do Município de Araranguá no Diário Oficial de Santa Catarina na quantidade estimada de 700 cm / coluna, para a Prefeitura e Fundos Municipais, e também a publicação dos atos oficiais do Município deAraranguá no Diário Oficial da União, na quantidade estimada de 400 cm / coluna. TIPO: Menor preço por item REGIMENTO: Lei Federal nº 10.520, de 17 de Junho de 2002 e Decreto Municipal nº 2.676, de 19 de Maio de 2006, com aplicação subsidiária da Lei Federal nº 8.666/93 e alterações. ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 10 horas e 15 minutos do dia 16 de Março de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura Municipal de Araranguá. CREDENCIAMENTO, SESSÃO DE LANCES E HABILITAÇÃO: Às 10 horas e 30 minutos do dia 16 de Março de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Material e Patrimônio, Setor de Compras/Licitações da Prefeitura. EDITAL COMPLETO: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, e afixado no mural localizado no hall de entrada da Prefeitura Municipal de Araranguá e na Internet no site: www.ararangua.net e maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone 48 3521.0929 - ramal 229 no Setor de Compras/Licitações, no horário das 08:00 as 12 horas e das 13h:30min. até 19h:30min. horas, e-mail: licitacao1@ ararangua.sc.gov.br. Araranguá, 02 de Março de 2015, Márcio Alessandro Farias Pregoeiro AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 39/2015 - MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS para eventuais e futuras aquisições de materiais elétricos destinados a manutenção e implementação da iluminação pública no município deAraranguá, cujas especificações encontram-se detalhadas no Termo de Referência anexo ao edital de licitação. TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 13h45min; do dia 20 de março de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. EDITAL DE CONVOCAÇÃO O MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ, PESSOA JURIDICA DE DIREITO PÚBLICO INTERNO, CNPJ Nº 82.911.249/0001-13, COM SEDE À RUA DR. VIRGULINO DE QUEIROZ Nº 200, CENTRO, MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ – SC CONVOCA A PESSOAABAIXO MENCIONADA, PARAQUE COMPAREÇANO PRAZO DE 03 DIAS, NA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ, SITUADO NO ENDREÇO ACIMA MENCIONADO, PARA TRATAR DE ASSUNTOS DE SEU INTERESSE, SOB AS PENAS DA LEI. * CRISTINA DE FÁTIMA ARBELO PARROT Araranguá, 02 de março de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal AVISO DE LICITAÇÃO - PREGÃO PRESENCIAL Nº 2/2015 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE, localizado à Rua Juvenal Feliciano de Bitencourte, nº 160, Centro, CEP 88.925-000, Morro Grande/SC, torna público para conhecimento dos interessados, que está sendo publicado o Edital de Pregão Presencial nº 2/2015, cujo objetivo é a contratação de serviços especializados para realização de exames clínicos laboratoriais. Os envelopes contendo a proposta de preços e documentos de habilitação serão recebidos até às 08h30min do dia 17/03/2015, com abertura no mesmo dia às 09h00min, junto ao Setor de Licitações, localizado no Centro Administrativo da Prefeitura de Morro Grande, sito a Rua Rui Barbosa, nº 310, Centro, Morro Grande/SC. Informamos que a íntegra do Edital e seus anexos poderão ser lidos ou obtidos no endereço supracitado ou no site www.morrogrande.sc.gov.br. Maiores informações estarão disponíveis os telefones (0xx48) 3544-0015/3544-0016 ou pelo e-mail licitacao@morrogrande. sc.gov.br. Eduir Marcelo Prefeito Municipal em exercício. AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 14/2015 - MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS objetivando eventuais e futuras aquisições de formulas infantis para atender as necessidades das crianças atendidas pelo programa do SISVAN no município de Araranguá, cujas especificações encontram-se detalhadas em anexo ao edital de licitação. TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 13h45min; do dia 13 de março de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. ABERTURA DOS ENVELOPES: As 14h00 do dia 13 de março de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC, 02 de março de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane S. de Souza Pregoeira ABERTURA DOS ENVELOPES: Às 14h00 do dia 20 de março de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC, 02 de março de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane Silva de Souza Pregoeira EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Tabelião do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533- 0318 - CEP 88960-000, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 132986; Dev: DIEGO JOÃO FERMIANO - 18.829.035/0001- 01; Ced: PARMACOMERCIAL LTDA; Sac: PARMACOMERCIAL LTDA; Tit: 25537/3 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 17/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 394,66+Juros Legais; Emol.: 64,23. Prot: 132983; Dev: J. N. TRANSPORTES RODOVIÁRIO LTDA ME - 15.308.804/0001-20; Ced: J. DIESEL BOMBA INJETORA LTDA EPP; Sac: J. DIESEL BOMBA INJETORA LTDA EPP; Tit: 15780/01 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 20/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 1.110,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Sombrio - SC, 03/03/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
  17. 17. Publicações Legais 17Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ DECRETO Nº 6.745, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2014. DISCIPLINA NORMAS QUE DEFINE OS PROCEDIMENTOS DE CONTROLE INTERNO PARA AS ROTINAS DA FROTA E TRANSPORTE MUNICIPAL E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Sandro Roberto Maciel, no uso das atribuições emanadas da Lei Orgânica do Município, especificamente ao que determina o art. 83, VII: DECRETA: TITULO I DOS OBEJTIVOS, ABRAGÊNCIAS E FINALIDADES Art. 1 – Disciplina os procedimentos e elaboração para o controle de Frota e Transporte do Município de Araranguá, Estado de Santa Catarina, objetivando uma boa gestão de controle e o cumprimento dos dispositivos da Lei Federal n° 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa) e Lei Federal n° 9.503/97 (Código de Trânsito Nacional). I - Abrangerá o presente Decreto, todos os Órgãos da Estrutura Administrativa do Poder Executivo Municipal, estabelecendo rotinas de manutenção e conservação de frota, orientando os condutores de veículos. II - Dispõe sobre o procedimento de Controle Interno para as rotinas a serem observadas visando efetivar o gerenciamento e controle da frota e transporte de máquinas, caminhões, ônibus, veículos, motocicletas e equipamentos em geral, sob responsabilidade do Poder Executivo do Município de, cuja finalidade é: padronizar, uniformizar, controlar e disciplinar a identificação, guarda, conservação e utilização da frota municipal. TITULO II DA BASE LEGAL Art. 2° - Em conformidade com o que dispõe a Lei n° 8.429/92 (Lei de ImprobidadeAdministrativa), Lei 9.503/97 (Código de Trânsito Nacional) e tendo em vista a responsabilidade dos servidores públicos e do administrador público perante a comunidade de proteger o Patrimônio Público contra o uso indevido, bem como visando atender a legislação e evitar infrações de trânsito, a Administração Municipal determina aos condutores de veículos do Poder Executivo, a adoção dos procedimentos constantes deste Decreto na prática de suas atividades. CAPITULO I DOS PROCEDIMENTOS LEGAIS Art. 3° - Para fins deste Decreto considera-se frota municipal, as máquinas, caminhões, ônibus, veículos, motocicletas e equipamentos em geral e todos os demais instrumentos necessários para a execução de obras e serviços públicos municipais. I - Cada Secretaria será responsável pelo gerenciamento e guarda da frota municipal sob sua responsabilidade mencionados neste instrumento. II - Qualquer manutenção e/ou compra de peças, equipamentos ou acessórios deverão ser obrigatoriamente requisitados ao Departamento de Compras, respeitando os tramites legais. III – A frota municipal deve ser utilizada de acordo com as recomendações do fornecedor e da fábrica. IV - O gestor de cada pasta nomeará um responsável pela coordenação, organização e serviços mencionados neste Decreto. Art. 4° - Toda a frota municipal é de patrimônio público, somente podendo ser utilizada para a execução de serviços do interesse público, sendo terminantemente proibida a utilização destes para outras finalidades e/ou interesses particulares. § 1° - O uso indevido da frota municipal é passível de penas disciplinares e sanções civis e administrativas aos responsáveis envolvidos, conforme cada caso. § 2° - A solicitação de quaisquer componentes da frota municipal para serviços locais, ou seja, dentro dos limites do Município deverá ser efetuada, preferencialmente, com antecedência de 24 (vinte e quatro) horas, através do responsável pela coordenação e organização de serviços, por ordem de prioridade, informando data, horário, itinerário, tipo de serviço e permanência no local de destino. TITULO III DO GERENCIAMENTO E CONTROLE DA FROTA DE MÁQUINAS, CAMINHÕES, ÔNIBUS, VEÍCULOS, MOTOCICLETAS E EQUIPAMENTOS EM GERAL Art. 5° - A partir da publicidade deste Decreto determina-se a obrigatoriedade do controle de entrada e saída da frota municipal, do pátio ou local estipulado com identificação do motorista, devidamente habilitado e autorizado a dirigir, de forma a exigir e registrar os destinos e demais dados necessários ao controle de frota, desde que autorizado, por escrito, pelo respectivo gestor da pasta ou servidor designado pelo mesmo. I - O deslocamento de qualquer item da frota municipal será efetuado mediante autorização do responsável, devendo constar no registro de movimentação, ou seja, no Diário de Bordo (Anexo I) o tipo de equipamento, a placa, o nome do condutor, data e hora de saída e chegada. II - Os condutores deverão limitar-se a executar o percurso preestabelecido no registro de movimentação, sendo proibido o desvio para qualquer outro, exceto em casos excepcionais, nos quais a mudança de itinerário ou serviço deverá ser autorizada pelo responsável pela coordenação e organização de serviços, com a devida anotação no Diário de Bordo. III -Aautorização da saída da frota municipal, independentemente do órgão solicitante, somente poderá se dar por ordem do gestor da pasta; IV - O não cumprimento das determinações deste Decreto configura imputação de responsabilidade ao(s) envolvido(s) nos termos da legislação vigente. § 1° - Os veículos serão abastecidos através de autorização de abastecimento expedida pelo Setor de Frotas. § 2° - O abastecimento será realizado nos postos credenciados, determinados pela Administração Municipal através de processo licitatório; § 3° - Haverá uma planilha para cada veículo, que identificará os gastos mensais com quilometragem e abastecimento gerenciados por responsável, conforme modelo de Despesas com Combustível (Anexo II), ainda, em consonância com as exigências do TCE/ SC – Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina. § 4°- Diariamente, os condutores deverão registrar no Diário de Bordo (Anexo I) a quilometragem (inicial e final), para os veículos da frota que possuem hodômetro; e hora (inicial e final) para os veículos da frota que possuem horímetro. § 5° - Os condutores deverão efetuar a verificação diária nos equipamentos sob a sua direção ou responsabilidade, no início e final do expediente, e comunicar quaisquer falhas ou defeitos verificados, efetuando o registro de observação no Diário de Bordo (Anexo I) visando providenciar em tempo hábil, o imediato ajuste e/ou conserto, com supervisão e orientação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Obras e Serviços. Art. 6° - Qualquer manutenção e/ou compra de peças, equipamentos ou acessórios deverão ser obrigatoriamente requisitados ao Departamento de Compras pelo gestor da pasta onde estiver lotada a frota municipal. I - Os dados e informações constantes da ficha de controle de veículos, os dados da planilha de controle dos gastos mensais com abastecimentos, assim como outros gastos com manutenção serão registrados em programa específico para emissão de relatório mensal, que permita identificar o custo de manutenção de cada veículo, do quilometro (km) rodado e consumo ou hora trabalhada; II - Nenhum dos componentes da frota municipal poderão deslocar- se sem documentação legal e sem o perfeito funcionamento do hodômetro ou horimetro, luzes, freio e todos os itens veicular obrigatórios que se fazem necessários; III - Encerrada a circulação diária, os componentes da frota municipal deverão ser recolhidos ao pátio de serviços, localizada na sede da Administração Municipal ou local designado, obedecendo ao horário de expediente da Prefeitura do Município de Araranguá. a) Após o horário estabelecido, bem como aos finais de semana, os veículos da frota municipal somente poderão ser utilizados com prévia comunicação e autorização do responsável pelo controle da frota municipal e respectivo gestor da pasta; IV - Somente com autorização dos gestores, ao servidor autorizado, a frota municipal poderá permanecer no local da obra ou serviço, desde que, comprovada a necessidade; V - Ao final de cada dia, o gestor receberá do responsável o relatório da movimentação da frota municipal, pelos quais é responsável, com a devida contagem dos equipamentos no final do dia e devida comunicação de qualquer desfalque ou desvio dos mesmos. VI – É determinação que o motorista de frota matenha em perfeitas condições de uso, conservação e limpeza, o veículo pelo qual executa suas atividades funcionais, limpando-o interna e externamente. CAPITULO I DA POLÍTICA DISCIPLINAR PARA OS MOTORISTAS/ CONDUTORES Art. 7° - A condução da frota municipal, somente poderá ser realizada por motorista profissional ou servidor, devidamente habilitado e autorizado, que detenha a obrigação respectiva em razão do cargo ou função que exerça. Art. 8° - Os servidores públicos municipais, dos órgãos e entidades integrantes da administração Pública Municipal Direta e Indireta, no interesse do serviço e no exercício de suas próprias atribuições, quando houver insuficiência de servidores ocupantes do cargo de motoristas, poderão dirigir veículos oficiais, de transporte individual de passageiros, desde que possuidores de Carteira Nacional de Habilitação - CNH e devidamente autorizados pelo dirigente máximo do órgão ou entidade a que pertençam, através de ato designatório a ser fixado no Mural de Publicações do Paço Municipal. I -ACarteira Nacional de Habilitação deverá ser compatível ao tipo de veículo que o condutor irá utilizar, conforme a Lei n° 9.503/97 (Código Nacional de Trânsito), a saber: a) Categoria “A” condutor de veículo motorizado de duas ou três rodas, com ou sem carro lateral; b) Categoria “B” condutor de veículo motorizado, não abrangido pela categoriaA, cujo peso bruto total não exceda a 3.500 kg (três mil e quinhentos quilogramas) e cuja lotação não exceda 08 (oito) passageiros, excluído o motorista; c) Categoria “C” condutor de veículo motorizado utilizado para o transporte de carga, cujo peso bruto total exceda a 3.500 kg (três mil e quinhentos quilogramas); d) Categoria “D” condutor de veículo motorizado utilizado no transporte de passageiros, cuja lotação exceda a 08 (oito) lugares, excluído o motorista; e) Categoria “E” condutor de combinação de veículos em que a unidade tratora se enquadre nas categorias B, C ou D e cuja unidade acoplada, reboque, semi-reboque ou articulada, tenha 6.000 kg (seis mil quilogramas) ou mais de peso bruto total, ou cuja lotação exceda a 08 (oito) lugares, ou ainda, seja enquadrado na categoria trailer. II - Havendo alteração na Legislação vigente, as alíneas “a”, “b”, “c”, “d” e “e”, acima relacionadas, serão automoticamente substituídas, em conformidade com a lei que a regulamenta. III - Fica expressamente proibida a utilização da frota municipal: a) em qualquer atividade de caráter particular; b) no transporte de familiares de servidores públicos ou de pessoas que não estejam vinculados às atividades daAdministração Direta ou Indireta; c) aos sábados, domingo e feriados, salvo autorização do Chefe do Poder Executivo por solicitação do respectivo gestor da pasta; d) desvio e guarda em residências particulares; Art. 9° - Em caso de colisão de qualquer dos componentes da frota municipal, ficam os condutores obrigados a permanecer no local do acidente até realização de perícia, bem como comunicar a Secretaria de Administração e/ou Secretários e Diretores Municipais de sua lotação, sobre o sinistro e registrar a ocorrência, atraveś de B.O. (Boletim de Ocorrência) na Delegacia de Polícia local. § 1° - Será instaurado, quando necessária, sindicância ou processo administrativo disciplinar, caso o acidente resulte em dano ao erário público ou a terceiros, com o fito de apurar a responsabilidade; § 2° - Se o laudo pericial, sindicância ou processo administrativo disciplinar concluir pela responsabilidade (dolo ou culpa) do condutor, este responderá pelos danos causados, pelas avarias e quaisquer prejuízos resultantes do acidente e indenizará o erário; § 3° - Se o laudo pericial, sindicância ou processo administrativo disciplinar concluir pela responsabilidade (dolo ou culpa) de terceiro envolvido, o Município oficiará ao condutor ou proprietário do veículo, para o devido ressarcimento dos prejuízos causados; Art. 10 - Os motoristas profissionais exercerão atividades produtivas nos intervalos em que estarão disponíveis nos departamentos pertencentes, sob pena de advertência. CAPITULO II DAS MULTAS DE TRÂNSITO DA FROTA MUNICIPAL Art. 11 - Todos os Autos de Infrações dos veículos da Administração Pública Municipal, deverão ser encaminhadas ao Departamento de Trânsito do Município. Art. 12 - O pagamento de multas advindas de infrações de trânsito cometidas por servidores quando da condução de veículos de propriedade do Município é de inteira responsabilidade da Prefeitura, a qual também compete adotar as medidas necessárias visando ao ressarcimento da despesa ao erário público por parte do responsável pela infração. I - A Prefeitura tem a responsabilidade de comunicar os Autos de Infrações ao Condutor, para que este apresente Defesa Prévia e Recurso à Junta Administrativa de Recursos de Infrações -JARI, e na falta desta a de jurisdição devida; II - O condutor que dispensar a Defesa prévia e assumir diretamente a responsabilidade da infração e o ônus da mesma efetuará o ressarcimento da multa através de pagamento em parcela única ou parcelada, mediante instrumento legal cabível; III - O pagamento parcelado poderá ser efetuado de acordo com os seguintes procedimentos: a) O condutor infrator de qualquer norma de trânsito fica responsável pelo pagamento da constante multa da Notificação de Autuação, podendo solicitar o parcelamento junto ao Departamento de Receitas do Município; b) Caso assim decida, o condutor infrator se compromete pelo pagamento da Notificação. Parágrafo Único - O condutor que se recusar a pagar o Auto de Infração, após ter utilizado de todas as garantias dos princípios do contraditório e da ampla defesa (Defesa Prévia e Recursos ao DER), que lhe são cabíveis, e tiver contra si a caracterização de infração, o pagamento da multa, responderá a processo de Inquérito Administrativo, até sentença final. TITULO IV DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 13 - Os servidores designados a exercerem atividades relacionadas neste Decreto deverão obedecer às ordens do gestor da pasta e as determinações deste ato e demais dispositivos legais. Art. 14 - Os Diretores, Assessores, Gerentes, Coordenadores, Motoristas e Servidores Públicos em geral, responsáveis pelos equipamentos públicos no âmbito do Poder Executivo, Direta e Indiretamente, terão responsabilidade solidária no caso de negligência dos procedimentos do presente ato; Parágrafo Único - O não cumprimento do preceituado neste Decreto pelos Motoristas/condutores e servidores públicos em geral, implicará em sanções civis e administrativas, conforme dispositivos legais. Art. 15 - Os procedimentos contidos neste Decreto deverão ser respeitados quando da elaboração ou alteração de quaisquer dos elementos do Sistema da Frota e Transporte; Art. 16 - Em caso de dúvidas e/ou omissões geradas por este Decreto deverão ser solucionadas junto à Secretaria de Administração desta municipalidade. Art. 17 - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Art. 18 - Revogam-se as disposições em contrário. Prefeitura Municipal de Araranguá, em 28 de novembro de 2014. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal Registrado e Publicado o presente Decreto na Secretaria da Administração Municipal, em 28 de novembro de 2014. FERNANDO VALMOR MARCELINO Secretário de Administração
  18. 18. Polícia18 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 ³ Charlen foi encontrado bastante ferido depois de ser agredido em casa a noite > ARARANGUÁ Um homem de 40 anos foi esfa- queado na madrugada de segunda-feira e ainda está internado em estado gravenoHospitalRegional de Araranguá (HRA). O pedreiro Charlen Manoel Stolk, atualmente desem- pregado,naturaldeIçarae morador do Campo Verde, em Araranguá, foi encon- trado pela Polícia Militar todo ensaguentado à porta de casa. A Polícia Civil não tem histórico sobre a vítima e está investigando o caso. Segundo vizinhos que socorreram Charlen, três homens invadiram sua residência, localizada em uma travessa paralela à rua Santilina Rocha Ro- drigues, e o agrediram, na madrugada de domingo Pedreiro é esfaqueado em casa para segunda-feira. Sem conseguir falar devido a gravidade dos ferimentos, Charlen foi socorrido pelo Serviço de Atendimento MóveldeUrgência(Samu) elevadoaoHRAemestado grave. Até o fechamento desta edição, ele continu- ava internado, segundo informações do hospital. SegundoaPolíciaMili- tar, foram encontrados na casa uma pequena lâmina de faca de cozinha, uma foice sem cabo e vário pe- daços de madeira roliça, utilizados para agredir o Brutalidade Djonatha Geremias Menina de 11 anos pode estar grávida > ARARANGUÁ Podendo estar grá- vida, uma menina de 11 anos fugiu com o namo- rado de 20 e com a avó, que deixou uma carta de despedida para a mãe da criança.Além disso, o trio roubou todos os móveis da casa e está desaparecido. A história aconteceu na terça-feira da semana passada, no bairro Jardim Cibele, em Araranguá, mas a Polícia Civil só foi comunicada pela família na manhã de ontem, e agoravaiinvestigarocaso. Segundo o relato da mãe, o namoro acontecia escondido dela, que não o aprovava. No entanto, a avó, de 72 anos, apoiava o casal e ajudava para que eles se encontrassem es- condidos. Segundo a mãe, na manhã do ocorrido, ela e o marido saíram cedo para trabalhar e, quando voltaram, encontraram a casa sem móveis algum, apenas com um bilhete da avó. No bilhete, escrito em três folhas de caderno com uma caligrafia difícil, a avó deixa claro que a menina mantém relações sexuais com o namorado, e que inclusive pode estar grávida. Independente- mente da gravidez ser confirmada ou não, o dele- gado Jorge Giraldi afirma que o namorado pode ser indiciado por estrupo de vulnerável. A identidade dos envolvidos não pode ser divulgada. rapaz, segundo o relato. O delegado Jorge Giraldi, coordenador da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá abriu um inquérito para inves- tigar a causa da tentativa de homicídio e descobrir os agressores.
  19. 19. Polícia 19Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Djonathan Geremias Djonathan Geremias Variedade ³ Drogas, arma, balança de precisão e dinheiro foram recolhidos na casa de homem considerado maior traficante da região ³ Policiais prenderam traficante em casa e foram ‘recebendo’ usuários que chegavam em busca de droga, também detidos A Casa Caiu > ARARANGUÁ Os delegados Jor- ge Giraldi e Jair Pereira com suas equipes prenderam ontem à noite o maior traficante da região. Erte Nunes do Amaral, de 40 anos, natural de Cerro Negro,abasteciaos15muni- cípios e já tinha condenação por tráfico. Alémdeapreenderuma grande quantidade de dro- gas, armas e dinheiro, a PolíciaCivilprecisouchamar ummicro-ônibusparalevara delegacia19usuários flagra- dos na casa do traficante, no bairro Vila Santa Catarina, em Araranguá. Eles foram pegosumaumàmedidaque chegavamparacomprardro- ga,semsaberqueospoliciais estavamdetocaiaesperando comotraficantejáalgemado. Umhomemabandonouuma moto de Içara e conseguiu fugir mata adentro na escu- ridão, em meio a um tiroteio com a polícia. O tráfico estava intenso ontem, em uma segunda- -feira,oquesurpreendeuGi- raldi. “Imagina o quanto ele não faturava na sexta-feira, que é o dia que mais vende MaiortraficantedaregiãoépegoAlém de muita droga, armas e dinheiro, DIC precisou chamar um micro-ônibus para apreender mais de 18 usuários pegos em tocaia droga”,comentouodelegado. Após a abordagem na casa, que fica isolada aos fundos de uma longa estra- dinhadeareiamuitoestrei- tanamarginaldaBR101,os policiais encontraram Erte em posse de duas espingar- das de pressão novas, uma balança de precisão com capacidade para dez quilos, R$ 800,00 em notas diver- sas, um cheque no valor de mil reais e quase 1,5 quilo de diversas drogas. Os entorpecentes es- tavam escondidos em sete potes de alumínio, quatro grandes e três pequenos, enterrados nos fundos da casa, próximo a uma laje. A polícia suspeita de que possa haver mais drogas escondidas no terreno. Ao todo, foram 799 gra- mas de cocaína em porções de aproximadamente 25 gramas, 14 pacotes peque- nos de cocaína prontos para venda no peso total de 27 gramas, uma porção grossa de cocaína misturada no peso de 308 gramas, duas porções grandes de crack de 102 gramas, 18 porções pequenasdecrack, setepor- ções pequenas de maconha e dois pacotes de pó branco de200gramascadaum,que os delegados suspeitam ser cafeína, para ser misturada à cocaína. Apósotraficanteestaral- gemadoesuafamíliarendida nacasa(esposaecincofilhos, dentre crianças e adolescen- tes), os policiais começaram a‘recepcionar’osclientesque chegavam em busca de dro- gas.Forampresas19pessoas, dentre homens e mulheres de diversos municípios da região. As desculpas eram das mais esfarrapadas: um disse que foi comprar ovos, outro quer queria arrumar o motordeumamoto,eteveaté um revendedor já conhecido da polícia que alegou ter ido comprar sabão.ADIC preci- souchamarummicro-ônibus da prefeitura para conseguir transportar todos até a Cen- tral de Polícia Civil no bairro CidadeAlta. Segundo Giraldi, o traficante Erte abastecia todos os 15 municípios da região. Em 2008, ele foi condenado em Santa Rosa do Sul por tráfico. Na época, o delegado Giraldi lembra que uma filha do traficante, ainda criança, foi pega com um revólver tentando fugir atravessan- do a rodovia. Motos furtadas de pátio reaparecem > ARARANGUÁ Duas motos foram furtadas ontem de ma- drugada e recuperadas no mesmo dia pela Po- lícia Militar em Araran- guá. Elas estavam há alguns anos em um pá- tio de veículos recolhi- dos, no bairro Operária, que tem parceria com as polícias da região, e uma já estava pronta para ir a leilão. Segundo a secre- tária da empresa de guinchos, Vanessa Fer- nandes, os trabalhado- res fecharam o pátio às 18h30min de domingo e reabriram às 7 horas de segunda-feira. Eles encontraram sinais de arrombamento e deram pela falta de duas mo- tos, sendo uma Titan CG-125, de placa MCN- 5428 de Forquilhinha, e uma Yamaha XPZ-125, de placa MEB-8416 de Araranguá. À tarde, por volta das 15h30min, um ci- dadão estava limpan- do seu terreno baldio às margens da BR101, também no bairro Ope- rária, quando encontrou as duas motos encosta- das em meio ao matagal, aparentemente aban- donadas. Ele acionou a PM, e a guarnição militar liderada pelo sargento Luiz Fernando recolheu as motos. Lá, a empresa de guinchos foi chamada, não como vítima, mas pelo trabalho de reco- lhimento de veículos apreendidos, e foi jus- tamente assim que o motorista reconheceu as motos furtadas e acio- nou a empresa.Uma das motos, inclusive, tinha uma marcação em tinta branca sobre o banco, usada em veículo que vai a leilão. Segundo a secretária, o leilão da moto Titan aconteceria em junho. Ainda não se sabe quem efetuou o furto, mas a Polícia Civil está investigando as ima- gens capturadas pelas câmeras de segurança da empresa e outras pistas deixadas pelos bandidos.
  20. 20. TERÇA-FEIRA, 3 DE MARÇO DE 2015
  21. 21. > PASSO DE TORRES No domingo acon- teceram as finais do Campeonato Praiano de Rosa do Mar em Passo de Torres. A competição teve seu desenvolvimen- to aos finais de semana levando grande público a arena poliesportiva da praia. No primeiro jogo da manhã valendo o título da categoria máster, o Amigos da Gaivota saiu vencendo por 1 x 0 com gol de Josi, porém Vanderson empatou para o Florestal levando a decisão do tí- tulo para as penalidades. O Amigos da Gaivota se deu melhor garantindo o título da categoria máster ao vencer pelo placar de 5 x 4. Nesta categoria o artilheiro foi Josi do Ami- gos da Gaivota e o goleiro menos vazado Franque do Florestal. No segundo jogo da manhã o Glorinha saiu vencendo o jogo com gol de Fabio, porém o Família Sala empatou com gol de Chiquinho. Como no más- Rosa do Mar Terça-feira, 3 de março de 2015 ³ 08-31-37-45-71CONCURSO 3.727 QUINA 02/03 ³ 02-03-05-06-08 ³ 09-10-11-12-16 ³ 17-20-22-23-25 CONCURSO 1.177 LOTO FÁCIL 02/03 LAVM encerra o Praião de Rosa do Mar com chave de ouro no último domingo Livre FamíliaSalaeAmigosdaGaivotafaturamtítulos Cleder Maciel ter, a decisão da categoria livre também foi conhe- cida nos pênaltis, onde o Família Sala fez a festa ao vencer pelo placar de 3 x 2 e levantou o caneco de campeão da categoria livre no ano de 2015. Matias da equipe do Furacão ficou com o tro- féu de artilheiro eAlex do Glorinha com o de goleiro menos vazado. Ao término dos jogos foi entregue a premia- ção aos vencedores com a presença do diretor de esportes de Passo de Torres Namur dos San- tos Silveira e presidente da Liga Atlética Vale do Mampituba JulianoAlves Coelho. Vale lembrar que o Campeonato Praiano de Rosa do Mar foi uma re- alização da Liga Atlética Vale do Mampituba em parceria com a Prefeitu- ra Municipal de Passo de Torres através de sua Secretaria de Turismo e Esportes.
  22. 22. do Sul e a Chave B é com- posta pelas equipes São Cristóvão, Vila Beatriz, Centro e Bar do João. Na edição de 2014 quem ficou com o título foi a equipe do Cruzeiro do Sul. puralama.com.br.De acor- do com informações do clube, todas as inscrições feitas até esse sábado, com a confirmação do paga- mento, estarão concorren- do a um guincho elétrico profissional com controle remoto e sem fio. O Passeio de Verão tem como objetivo pro- mover a integração e a diversão entre amigos e amantes da adrenalina. hoje está entre os três melhores campeonatos daAmesc pela questão da organização e disciplina. "E queremos nos manter neste posto", completa. No primeiro confron- to, domingo, se enfrentam > ARROIO DO SILVA Estão abertas as ins- crições para o 9º Passeio de Verão. O evento pro- movido pelo Jeep Clube Pura Lama, com o apoio de Balneário Arroio do Silva, pretende reunir jipeiros de toda a região no próximo dia 14. As inscrições estão sendo feitas pelo site:www. > MARACAJÁ Abola começa a rolar pelo Campeonato Municipal de Futebol de Campo - TaçaAntônio Ron- coni, neste domingo, às 13h30min, no Comple- xo Esportivo Antônio da Rocha. As oito equipes, di- vididas em duas chaves, disputam o título de cam- peão da taça que home- nageia um dos grande incentivadores do esporte no município. Antônio Ronconi atuou no futebol no profissional, foi diretor de Esportes em Maracajá e seu maior sonho era re- velar atletas profissionais e bons cidadãos. Para o prefeito Wag- ner da Rosa o incentivo a práticas esportivas é fundamental, por isso o município mantém várias competições e a primeira delas é a de futebol de campo. “Mais um vez teremos um bom nível técnico na competição”, garante. O diretor de Espor- tes Edinei Pedro Rocha lembra que Maracajá Espigão Grande e São Cristóvão seguidos pela partida entre Morretes e Vila Beatriz. Pela Chave A jogam as equipes do Espigão Grande, Morretes, Juve- nil de Maracajá, Cruzeiro Sem cultura e faladores Existempessoasquesóqueremveromaldosoutros.Aquelavelha história,paraajudartêmpoucos,agoraparaestragartêmmuitos.Cer- taspessoasporaí,nãosódeAraranguácomotambémdanossaregião e da região de Criciúma, estão criticando a Arrancada de Caminhões, depois da morte de mais uma pessoa. Uma coisa eu digo, antes de falar bobagens é preciso saber os fatos, ir atrás, investigar, pesquisar, e não comentar o que não se sabe. A Arrancada estava 100%, pegas alucinantes, público maravilhoso, gente bonita, turistas, e quem não gosta não vai. O que andam dizendo por aí, que teve mais uma morte, é bo- bagem, não teve nada a ver com a corrida, que já tinha acabado. O acidente que vitimou o rapaz no domingo foi no centro do Arroio e nem perto do parque da festa. Não gostam não vão Já foi dado o recado: não gosta não vai e não comenta o que não sabe. Uns aí estão mesmo parados no tempo, ou é politicagem pura. Confesso que não simpatizo com o prefeito Evando Scaini, é um oi para lá e um oi para cá por educação. Mas temos que tirar o chapéu paraele,pelabrigaincessantequetevepararealizaraarrancadadeste ano, para que o povo fosse contemplado com mais essa festa que foi perfeitamente boa. ParabénsaBianca,assessoradeimprensadaprefeitura,quealém de competente é uma simpatia incrível. Sucesso e parabéns querida. Municipal de Araranguá Está marcada para hoje à noite, às 19h no Colégio Castro Alves, a primeira reunião do campeonato municipal de futebol de campo de Araranguá. A reunião servirá apenas para confirmação das equipes participantes e assinatura do termo de compromisso desse ano para equipestantodaprimeiraquantodasegundadivisão.Tambémservirá para definiralgunspontosdacompetiçãodoanopassado. Lembrando que o campeonato deste ano vai ter início no dia 5 de abril, portanto no domingo, e não no dia 3, que é Sexta-Feira Santa. Tem ainda a hipótese de ter inicio no dia 12. Tudo isso será definido pelo subsecretario municipal de esportes Luciano Pires, juntamente com as equipes. Mais fichas de fora Correm boatos que está previsto para serem abertas mais fichas de fora. Poderá ser até dez fichas de fora. O que eu penso é que tem mesmoéquefazerumcampeonatoaberto.Essahistóriadefecharpara jogadores da casa, isso não adianta. O campeonato fica fraquíssimo e mais caro ainda. Eu sempre fui da opinião de abrir, não importa se é jogador de fora ou é profissional, o importante é que o nível do cam- peonato fique forte e dê vontade não só de ir assistir as partidas, mas também dos jogadores jogar a competição, sabendo que vão encontrar um grande público nos campos. Fechado Pois campeonato fechado, além de dar somente peladas brabas, com muitos que não sabem dar um chutinho na bola, ainda dá quatro gatos pingados. Aí ninguém quer ir assistir os jogos, os bons jogadores nãoqueremjogar,preferemjogarfora,eospatrocinadoresnãoquerem investirporquenãodáninguémassistindoesuamarcanãoédivulgada. 2 Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Oito equipes vão em busca do título da taça Antônio Ronconi a partir deste domingo Evento promovido pelo Jeep Clube Pura Lama será realizado no dia 14 de março Esporte Cleder Maciel (48) 9900 3535 esportes@grupocorreiodosul.com.br https://www.facebook.com/cleder.maciel Municipal começanestedomingo PasseiodeVerãoestá cominscriçãoaberta
  23. 23. Coruja EC x Madeireira Pacheco pelas semifinais da segunda divisão. Depois, às 21h15min se enfrentam Resenha FC/Madeireira Pache- co x Bad Boys Torino, Política 3Correio do Sul Terça-feira, 3 de março de 2015 Cleder Maciel Quatro jogos estão marcados para a noite de hoje, sendo três semifinais Futebol suíço segue no Gaiva Beach > BALNEÁRIO GAIVOTA Está chegando ao seufinalmaisuma edição do campeonato de futebol suíço no Gaiva Bea- ch.Quatrojogosnanoitede hojedefinemalgunsfinalis- tasetambémsemifinalistas desseano,dessabelíssimae disputadíssimacompetição. Está sendo aguardado um bom público no Gaiva Beach, já que todas as com- petiçõesdeverão,acabaram não só na Gaivota, como também em toda região da Amesc. Serão duas semifi- nais pela segunda divisão e mais uma pela categoria sub-20. Tem também uma partida ainda pelas quar- tas de finais da primeira divisão. As 19h30min jogam AA São Luiz x X9 Produ- ções/Jesuino Materiais de Construções, pelas semifi- nais da categoria sub-20. Em seguida se enfrentam Rodada de quinta Luizinhosesatisfazcomvitória,mascobraevolução > CRICIÚMA O gol de Rafael Pereira foi muito importante para o Criciúma. A rede balançada suprimiu a vaia que poderia ocorrer ao final do primeiro tempo, deu a vitória por 1 a 0 sobre o Marcílio Dias e foi o suficiente para que o Tigre deixasse o gramado com o objetivo alcançado: ao menos bem próximo de avançar ao hexagonal semifinal do Campeonato Catarinense. Só não foi o bastante para fazer com que o técnico Lui- zinho Vieira pudesse dizer algo diferente da impressão que a equipe deixou em campo. O Carvoeiro não conse- guiu ser superior ao adver- sário, o que apenas ocorreu em poucos minutos do con- fronto no domingo. A vitória não maquia o futebol de nível abaixo do esperado. O treinador do Criciúma admitiu que o time precisa melhorar. - Em outras partidas jogamos melhor, mas o que conta é o resultado final. De- senhava-se uma vaia no fim do primeiro tempo e marca- Tabelas pelas quartas de finais da primeira divisão. E fechando a rodada desta noite, pelas semifinais da segunda divisão jogam EC União x Independente/ Sandremar. Na última quinta-feira aconteceumaisumarodada. No primeiro confronto pela sub-20, Constrular e Centro EsportivoDarabasempata- ram em 1 x 1 e nos pênaltis o time do Darabas ganhou de 4 x 3. Em seguida pela categoria máster, o Sanga Negra bateu a Tapeçaria Josimar por 2 x 0. Jápelasegundadivisão, aMadeireiraPachecogoleou o Firula FC por 5 x 1. E fechando a rodada, o Inde- pendente goleou o Torreone/ Steynerturpor4x0,também pela segunda divisão. mos o gol, e o torcedor muda. Era um jogo de paciência, da equipe achar espaços e ter convicção na escolha. Para esta partida o Cri- ciúma teve em campo o retor- no do meia Cleber Santana e do lateral Danilo Tarracha, que ficaram de fora de com- promissos recentes.Ainda, a equipe contou com a volta do goleiro Luiz, em seu primei- ro desafio desde a cirurgia no joelho esquerdo, ocorrida no ano passado. Para Luizinho Vieira, a presença deles era primordial neste embate e assim foi sobre o gramado do Heriberto Hülse. O resultado sobre o Ma- rinheiro representa um bom passo para a conquista da vaga no Hexagonal, mas o Ti- gre ainda depende de ponto para avançar ao hexagonal semifinal do Campeonato Catarinense. Vai tentar aumentar a conta e se ga- rantir na fase seguinte às 22h de quarta-feira, contra o Atlético de Ibirama.

×