O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Gestor de Mídias Sociais em Belo Horizonte

Conteúdo do curso

Audiolivros relacionados

Gratuito durante 30 dias do Scribd

Ver tudo
  • Seja o primeiro a comentar

Gestor de Mídias Sociais em Belo Horizonte

  1. 1. BRENO  KOSCKY   E-­‐COMMERCE   MARKETING  DIGITAL   MÍDIAS  SOCIAIS  
  2. 2. 1  -­‐  INTRODUÇÃO   TUDO  PRECISA  SER  MEDIDO.   TUDO  PRECISA  GERAR  ALGUM  TIPO  DE  RESULTADO.   CASO  CONTRÁRIO,  SUAS  CAMPANHAS   SERÃO  SEMPRE  BÁSICAS  E  SEM  SENTIDO.  
  3. 3. SUGESTÃO  DE  LEITURAS   Marke@ng  de  conteúdo   Rafael  Rez   R$50,62  
  4. 4. SUGESTÃO  DE  LEITURAS   Facebook  Marke@ng   Camila  Porto   R$65,00  
  5. 5. SUGESTÃO  DE  LEITURAS   Mídias  Sociais:   do  estagiário  ao  CEO   Diego  Monteiro   Ricardo  Azarite   R$25,00  
  6. 6. WWW.MARKETINGDECONTEUDO.COM.BR  
  7. 7. WWW.JONLOOMER.COM  
  8. 8. CARACTERÍSTICAS  DO  GESTOR  DE  MÍDIAS  SOCIAIS   MOVIDO  PELOS  DADOS   Gere  ações  baseadas  em  dados   pesquisas  e  testes.  Use  os  números   ao  seu  favor.   RESILIENTE   O  Resultado  só  chega  depois   de  erros  e  acertos.  O  caminho   é  sempre  longo.   FOQUE  NO  SEU  CLIENTE   O  seu  sucesso  depende     unicamente  do  sucesso  de  seu   cliente.  Foque  no  sucesso  dele!   CRIATIVIDADE   Pensar  fora  da  caixa…  encontrar  oportunidades   em  momentos  de  crise  e  criar  novos  meios.   SEJA  OBSESSIVO   Se  você  não  focar  no  objevo,     ninguém  o  fará  por  você.   Movimente-­‐se,  faça  acontecer!   SEJA  RÁPIDO   As  melhores  oportunidades  passam  e     nem  percebemos.  Seja  rápido,  nunca  deixe   para  amanhã.  Coloque  as  Mïdias  Sociais   como  rona  em  seu  trabalho.  
  9. 9. É  SIMPLES  ASSIM…   OTIMIZE   OU  DELEGUE   OU  ESQUEÇA  
  10. 10. WORKFLOW  DE  MÍDIAS  SOCIAIS   ANÁLISE  DOS   CONCORRENTES   PLANEJAMENTO:   -­‐  Obje@vos   -­‐  Personas   -­‐  Definição  das  redes  sociais   -­‐  Posicionamento  da  marca   -­‐  Pauta:  estratégia  de  conteúdo   -­‐  Definição  da  pauta  e  plano  editorial   -­‐  Definição  de  frequencia  e  horários   CRIAÇÃO  DAS  PEÇAS,     TEXTOS  E  POSTS   AGENDAMENTO  E   PUBLICAÇÃO   DIAGNÓSTICO   DA  MARCA   ENGAJAMENTO   MONITORAMENTO   E  INTERAÇÃO   ANÁLISE  DOS   DADOS  E     RELATÓRIOS   Fonte:  Mercado  E-­‐commerce   ::  Base   ::  Engajamento   ::  Conversão  
  11. 11. MÓDULO  2:  PLANEJAMENTO  DE  MÍDIAS  SOCIAIS  
  12. 12. TUDO  TEM  UM  COMEÇO…     BASE:  CONHECIMENTO   ENGAJAMENTO:  INTERESSE   CONVERSÃO:  DESEJO  E  AÇÃO  
  13. 13. METAS  E  OBJETIVOS   ::  OBJETIVOS  DE  MARCA   -­‐  Posicionamento  de  marca   -­‐  Aumento  da  base  de  fãs   -­‐  Aumento  do  engajamento   -­‐  Influência  e  reputação   ::  OBJETIVOS  COMERCIAIS   -­‐  Geração  de  tráfego   -­‐  Geração  de  Leads   -­‐  Conversão  de  vendas   -­‐  Retenção  e  fidelização   -­‐  Lançamento  de  produtos   -­‐  Vendas,  vendas,  vendas…  
  14. 14. QUAIS  OS  SEUS  OBJETIVOS   ::  OBJETIVO  PRINCIPAL:   ::  OBJETIVOS  SECUNDÁRIOS  
  15. 15. PARA  QUEM?   Conceito  de  personas   "Personas  são  descrições  narra0vas  de  arqué0pos     de  usuários  refle0ndo  padrões  de  necessidades  e     comportamentos  descobertos  durante  a  inteligência  do  usuário”   Kalbach  (2009  p.223)  
  16. 16. LEVANTAMENTO  DE  DADOS  PARA  CONSTRUÇÃO  DE  PERSONAS   Fonte  de  dados   Dados  quan@ta@vos   Dados  qualita@vos   ::  Histórico  de  vendas   ::  Pesquisa  com  clientes   ::  Mídias  Sociais   ::  Sistemas  de  análise  do   Facebook  e  Instagram   ::  Idade   ::  Profissão   ::  Residência   ::  Escolaridade   ::  Empresa  e  cargos   ::  Salários   ::  Histórico  de  compras   ::  Es@lo  de  vida   ::  Amigos   ::  Lugares   ::  Entretenimento   ::  Life  Style   ::  Saúde   ::  Es@lo   ::  Gostos,  hobbies,  etc.   OBJETIVOS  /  DORES  
  17. 17. PESQUISA  DE  CAMPO:  NETNOGRAFIA  
  18. 18. MODELO  DE  PERSONA  COM  BASE  EM  NETNOGRAFIA   Camila  Ribeiro   Dados  quantavos   Dados  qualitavos   ::  Aumentar  o  número  de  fãs   ::  Contratos  publicitários   ::  21  anos   ::  Mora  no  nordeste   ::  Está  fazendo  graduação   ::  É  expert  em  mídias   ::  Possui  5  parceiras   ::  Cobra  R$400  por  post   ::  Possui  55k  seguidores   ::  Parcipa  dos  principais   Fashion  Weeks   ::  Curte  as  marcas  famosas   ::  Curte  os  principais  eventos   ::  Cabeça  fitness   ::  Life  Style:  bike  e  pequenos   Prazeres   ::  Adora  viajar:  3  por  ano    
  19. 19. PERSONAS:  IMPRIMA  E  COLE  NA  SUA  PAREDE  
  20. 20. WWW.GERADORDEPERSONAS.COM.BR  
  21. 21. QUER  MOLEZA?   VAI  ASSISTIR  NETFLIX  E  TOMAR  SORVETE!  
  22. 22. CONSTRUÇÃO  DE  MARCA   FONTE:  hlp://www.brandedtranslaons.com/tag/brand-­‐posioning/  
  23. 23. ESTUDO  DE  CASO:  ENJOEI.COM  
  24. 24. ESTUDO  DE  CASO:  THINKGEEK.COM  
  25. 25. POSICIONAMENTO  DA  SUA  EMPRESA   ::  POSICIONAMENTO  DA  MARCA   Descreva  como  será  o  posicionamento  da  sua  empresa  nas  redes  sociais:  
  26. 26. PRODUTO  OU  SERVIÇO  1   Personas   Problemas  resolvidos  
  27. 27. PRODUTO  OU  SERVIÇO  2   Personas   Problemas  resolvidos  
  28. 28. PRODUTO  OU  SERVIÇO  3   Personas   Problemas  resolvidos  
  29. 29. PRODUTO  OU  SERVIÇO  4   Personas   Problemas  resolvidos  
  30. 30. PRODUTO  OU  SERVIÇO  5   Personas   Problemas  resolvidos  
  31. 31. EXERCÍCIO   1  –  Escolher  a  empresa  e  o  obje@vo.   Tempo:  8  minutos     2  –  SEGMENTOS  DE  CLIENTES   Defina  uma  persona  alinhado  ao  obje@vo.   Tempo:  8  minutos     3  –  Valores  da  marca   Defina  quais  os  valores  da  sua  marca.   Como  você  gostaria  de  ser  percebido   pelo  público.     Tempo:  5  minutos   1   2   3  
  32. 32. MÓDULO  2:  MÉTRICAS  E  KPIs  
  33. 33. QUE  SÃO  MÉTRICAS?   Fonte:  hrps://ideas.scup.com/wp-­‐content/uploads/   MÓDULO  2:  MÉTRICAS,  KPIs  E  TAGS  DE  CONVERSÃO   ”No  livro  Métricas:  Como  melhorar  os  principais   resultados  da  sua  empresa,   Mar0n  Klubeck  afirma  que  as  métricas  são   ferramentas  que  servem  à  melhoria   de  algo,  sendo  possível,  então,  associá-­‐las  a   inúmeros  0pos  de  análise  que  tem   por  obje0vo  aperfeiçoar  algo.”  
  34. 34. TIPOS  DE  MÉTRICAS   Fonte:  hrps://ideas.scup.com/wp-­‐content/uploads/   MÓDULO  2:  MÉTRICAS,  KPIs  E  TAGS  DE  CONVERSÃO  
  35. 35. TIPOS  DE  MÉTRICAS   Fonte:  hrps://ideas.scup.com/wp-­‐content/uploads/   MÓDULO  2:  MÉTRICAS,  KPIs  E  TAGS  DE  CONVERSÃO   “O  KPI  é  uma  métrica  ou  conjunto  de  métricas  que  está   diretamente  relacionada  com  o  sucesso  da  ação  que  estamos   mensurando,  e  deve  estar  associado  a  uma  tomada  de   decisão.  Dessa  maneira,  ele  é  frequentemente  composto  por   índices,  compara0vos,  faixas  de  valores,  benchmarks,   podendo  ser  calculado  a  par0r  das  métricas  fornecidas.”    
  36. 36. EXEMPLO  DE  OBJETIVO  ALINHADO  ÀS  MÉTRICAS   MÓDULO  2:  MÉTRICAS,  KPIs  E  TAGS  DE  CONVERSÃO  OBJETIVO:  AUMENTAR  O  NÚMERO  DE  SEGUIDORES  NO  INSTAGRAM   •  Número  de  seguidores:  4.092   •  Período:  01/04/2016  a  15/07/2016   •  Número  de  seguidores  ganhos:  5.409   •  Número  de  seguidores  perdidos:  1.878   •  Número  de  seguidores  atual:  9.501      
  37. 37. O  EDGE  RANK  DO  FACEBOOK  E  INSTAGRAM  
  38. 38. MÉTRICAS  COMPOSTAS   Fonte:  hrps://ideas.scup.com/wp-­‐content/uploads/     MÓDULO  2:  MÉTRICAS,  KPIs  E  TAGS  DE  CONVERSÃO   TAXA  DE  ENGAJAMENTO   No  Facebook  Insights,  o  engajamento  é  determinado  pela  relação  entre  as  pessoas  que  viram  o  conteúdo   (alcance)  e  as  pessoas  que  interagiram  com  o  conteúdo  (usuários  engajados),  sendo  ulizada  a  fórmula:   ENGAJAMENTO  X  100   ALCANCE  
  39. 39. DIAGNÓSTICO  INICIAL  DAS  (MÉTRICAS  BÁSICAS)   FACEBOOK   INSTAGRAM   Base  de  seguidores  /  fãs   Alcance  orgânico  médio  (úlmos  20  pots)   Taxa  de  alcance  médio  em  relação  à  base  %  (úlmos  20  posts)   Total  de  engajamento  médio  (úlmos  20  posts)   MÉTRICAS  BÁSICAS   POST  COM  MAIS  CURTIDA   POST  COM  MAIS  COMENTÁRIO   POST  COM  MAIS  COMPARTILHAMENTO  
  40. 40. FACEBOOK  INSIGHTS  
  41. 41. INSTAGRAM  INSIGHTS  
  42. 42. WWW.MLABS.COM.BR  
  43. 43. APLICATIVO  INSTRACK  
  44. 44. 1  –  DIAGNÓSTICO:  ENTENDA  O  SEU  CONCORRENTE  (www.mlabs.com.br)  
  45. 45. 1  –  DIAGNÓSTICO:  ENTENDA  O  SEU  CONCORRENTE  (www.mlabs.com.br)  
  46. 46. PLANILHA  DE  BENCHMARKING  (análise  da  concorrência)   FACEBOOK   INSTAGRAM   Base  de  seguidores  /  fãs   Engajamento  médio  por  post   Taxa  de  engajamento  em  relação  a  base     MÉTRICAS  DE  BENCHMARKING   CONCORRENTE  1   POST  COM  MAIS  CURTIDA   POST  COM  MAIS  COMENTÁRIO   POST  COM  MAIS  COMPARTILHAMENTO  
  47. 47. RELATÓRIO  DE  MÍDIAS  SOCIAIS  
  48. 48. ::  NÍVEL  ANALÍTICO  (diário  ou  semanal)   Contém  todos  os  dados  bem  detalhados.  Uliza  todas  as  métricas  e  possui  comparações,  descrição  de   evidências  e  análises  primárias  (3  a  10  páginas).     ::  NÍVEL  GERENCIAL  (semanal  ou  quinzenal)   Mais  resumido  que  o  anterior,  possui  as  principais  métricas,  KPI’s,  análise  críca  e  levantamento  de   oportunidades  (2  a  5  páginas)     ::  NÍVEL  DIRETORIA  (quinzenal  ou  mensal)   O  Relatório  dirigido  à  diretoria  deverá  ser  extremamente  resumido,  direto,  claro,  com  demonstravos  de   KPIs,  benchmarking  e  analise  da  gerência  (1  a  2  páginas).   O  QUE  DEVE  TER  UM  BOM  RELATÓRIO   Fonte:  E-­‐book  Como  trabalhar  Métricas  e  KPI`s  em  Mídias  Sociais  -­‐  Scup  
  49. 49. ::  Metodologia   Apresentação  da  metodologia  ulizada  para  a  análise,  as  ferramentas,  o  período,  os  índices,  parâmetros  e   benchmarks  e,  se  for  preciso,  um  glossário  das  principais  métricas.     ::  Contexto   Antes  de  sair  colocando  gráficos  e  números  na  apresentação,  contextualize  o  relatório.  Faça  de  conta  que   está  fazendo  o  relatório  pela  primeira  vez,  contando  a  história  de  onde  viemos,  onde  estamos  e  para   onde  vamos.  Se  for  um  relatório  mensal:  o  que  aconteceu  neste  período?  Tivemos  alguma  crise,  alguma   campanha  no  ar?  Se  for  um  relatório  de  uma  campanha,  apresente  a  ação  e  seus  desdobramentos,   expectavas,  hipóteses  e  a  parr  daí  é  que  parremos  para  os  resultados  propriamente  ditos.  Dar  o   contexto  ao  leitor  é  colocá-­‐lo  numa  história  em  que  os  dados  fazem  parte  da  conversa,  ou  seja,  sendo.   O  QUE  DEVE  TER  UM  BOM  RELATÓRIO   Fonte:  E-­‐book  Como  trabalhar  Métricas  e  KPI`s  em  Mídias  Sociais  -­‐  Scup  
  50. 50. ::  Dashboard   É  muito  importante  contar  com  pelo  menos  um  slide  (ou  página)  que  contenha  os  principais  KPIs  e  as   metas  da  campanha/cliente.  Esse  dashboard  cumpre  o  papel  de  responder  a  pergunta:  “se  eu  não  ver   tempo  de  olhar  o  relatório  inteiro,  quais  são  as  informações  que  preciso  saber?”.       ::  Ser  autoexplica@vo   O  relatório  deve  ser  autoexplicavo  tanto  em  relação  à  disposição  visual  quanto  em  relação  ao  texto.   Comentários  objevos,  claros  e  sucintos  são  altamente  recomendáveis.  Se  possível,  coloque-­‐os  em  bullet   points  e  leia  pelo  menos  duas  vezes  o  relatório  a  fim  de  reduzir  texto,  ou  seja,  fazer  a  decupagem   deixando  apenas  o  que  é  essencial.  Isso  se  torna  essencial  principalmente  quando  o  relatório   se  desna  a  gestores  de  hierarquias  mais  elevadas,  cujo  tempo  é  restrito.   O  QUE  DEVE  TER  UM  BOM  RELATÓRIO   Fonte:  E-­‐book  Como  trabalhar  Métricas  e  KPI`s  em  Mídias  Sociais  -­‐  Scup  
  51. 51. O  QUE  DEVE  TER  UM  BOM  RELATÓRIO   Fonte:  E-­‐book  Como  trabalhar  Métricas  e  KPI`s  em  Mídias  Sociais  -­‐  Scup   ::  Insights  baseados  em  dados   Os  comentários  e  sugestões  no  decorrer  do  relatório  devem  sempre  estar  embasados  em  dados,  para  que   tenham  mais  força  junto  ao  cliente  e  possam,  realmente,  ser  colocados  em  práca.  Tire  a  subjevidade  do   relatório,  pois  não  é  você  (analista  de  métricas)  que  está  falando,  mas  sim  apenas  dando  voz  aos  dados     ::  Conclusões   As  considerações  não  devem  apenas  reper  o  que  já  foi  dito  no  relatório,  mas  sugerir  intervenções  a   parr  dos  insights.  Pense  em  conclusões  diferentes  para  demandas  e  setores  diferentes,  personalizando  a   entrega.  
  52. 52. MODELO  DE  RELATÓRIO:  BB  NO  MUNDIAL  DE  VÔLEI  DE  PRAIA   hrp://www.bb.com.br/docs/pub/inst/dwn/relatorio09122011.pdf  
  53. 53. EBOOK:  COMO  TRABALHAR  MÉTRICAS  E  KPIS  EM  MÍDIAS  SOCIAIS   hrp://conteudo.scup.com/ebook-­‐metricas-­‐kpis-­‐redes-­‐sociais  
  54. 54. MÓDULO  4:  GESTÃO  DE  CONTEÚDO  
  55. 55. PLANEJAMENTO  GERAL  Fonte:  hlp://www.slideshare.net/Papomkt/palestra-­‐ian-­‐black-­‐share-­‐2014-­‐rs  
  56. 56. PLANEJAMENTO  DE  CONTEÚDO  POR  TEMAS   CONTEÚDO   60%   OFERTAS   40%   SAÚDE  DO  CORPO   ALIMENTAÇÃO  FIT   BASTIDORES   ENTREVISTAS  VIP   MOTIVAÇÃO   PROMOÇÕES   PLANOS   TRAGA  UM  AMIGO   CARTÃO  BODY  TECH  
  57. 57. PLANEJAMENTO  DE  CONTEÚDO  POR  TEMAS   FACEBOOK   INSTAGRAM   WHATSAPP   SEGUNDA   TERÇA   QUARTA   QUINTA   SEXTA   SÁBADO   DOMINGO   MOTIVAÇÃO   MOTIVAÇÃO   SAÚDE  DO  CORPO  ALIMENTAÇÃO   ALIMENTAÇÃO   ALIMENTAÇÃO   OFERTAS   OFERTAS   TRAGA  UM  AMIGO   OFERTAS   TRAGA  UM  AMIGO   NOVIDADES   ENTREVISTAS   MOTIVAÇÃO  MOTIVAÇÃO   GRATA  UM  AMIGO   PLANEJAMENTO  EDITORIAL  DE  CONTEÚDO  
  58. 58. PLANEJAMENTO  DE  CONTEÚDO  POR  TEMAS   6h30   12h00   SEGUNDA   TERÇA   QUARTA   QUINTA   SEXTA   SÁBADO   DOMINGO   FB,  IN,  WP   IN   IN   FB,  IN   FREQUENCIA  E  PROGRAMAÇÃO  DAS  PUBLICAÇÕES   15h30   FB,  IN   IN   Legenda:   FB  –  Facebook   IN  –  Instagram   WP  -­‐  Whatsapp   FB,  IN   IN   IN,  WP   FB,  IN   FB,  IN   IN   IN   FB,  IN   IN   FB,  IN   IN   WP   FB,  IN   IN   FB,  IN   Frequencia:   Facebook:  você  quem  decide   Instagram:  mais  do  que  o  Facebook   Whatsapp:  não  muito!  Uma  vez  por  semana.     20h30   FB,  IN   IN   FB,  IN   IN   IN   FB,  IN   IN  
  59. 59. EXERCÍCIO   1  –  MÉTRICAS  E  CONVERSÃO   Defina  o  seu  KPI.   Tempo:  5  minutos     2  –  CONTEÚDO  EDITORIAL   Defina  3  assuntos.   Tempo:  5  minutos     3  -­‐  HORÁRIOS   Defina  os  horários  de  publicação.   Tempo:  5  minutos   1   2   3  
  60. 60. WWW.CANVA.COM  
  61. 61. WWW.ETUS.COM.BR  
  62. 62. QUANTO  CUSTA  E  QUANTO  COBRAR   FREELANCER   1  conta  =  R$500  a  R$1200   1  conta  +  monitoramento  =  R$800  a  R$1.500   2  contas  =  R$1000  a  R$1500   2  contas  +  monitoramento  =  R$1300  a  2000   FUNCIONÁRIO   Analista  junior  =  R$800  a  R$1500   Analista  pleno  =  R$1500  a  R$2500   Analista  sênior  =  R$2500  a  R$4000   Gerente  =  R$3000  a  R$6000   AGÊNCIA   1  conta  =  R$1000  a  R$1500   1  conta  +  monitoramento  =  R$1500  a  R$2.500   2  contas  =  R$1800  a  R$2500   2  contas  +  monitoramento  =  R$2000  a  3.500  
  63. 63. O  CONTEÚDO  É  O  MESMO?  
  64. 64. CONTEÚDO  INSTAGRAM  =  FACEBOOK  
  65. 65. O  FACEBOOK  SERVE  PARA  ENTRETER  E  INFORMAR  
  66. 66. O  INSTAGRAM  MOSTRA  CONCEITO,  VALORES  E  BASTIDORES  
  67. 67. TESTE  NOVAS  MÍDIAS  E  FORMATOS!!!   ::  Facebook  Live   ::  Instagram  Live   ::  Instagram  Stories   ::  Facebook  Stories  
  68. 68. MELHORES  DIAS  E  HORÁRIOS   ::  FACEBOOK  INSIGHTS   ::  INSTAGRAM  INSIGHTS   ::  MLABS  (foto  ao  lado)   ::  GOOGLE  ANALYTICS  
  69. 69. O  MOMENTO  DA  OPORTUNIDADE!  
  70. 70. ”NÃO  SE  TRATA  DE  QUEM  VOCÊ  É,  E  SIM  DO  QUE  O  SEUS  CLIENTES  PRECISAM”   Breno  Koscky  
  71. 71. O  TAL  DO  FACEBOOK…  
  72. 72. ARRUMANDO  A  CASA:  FOTO  DE  PERFIL   Avatar     160x160  pixels   Imagem  da  capa   828x315  pixels   Call  to  Acon  
  73. 73. NÃO  ADIANTA  TER  CONTEÚDO  RELEVANTE  
  74. 74. PONHA  GRANA  OU  COMA  GRAMA!  
  75. 75. PATROCINE  OS  POSTS  COM  MAIOR  ENGAJAMENTO  
  76. 76. PATROCINE  OS  POSTS  COM  MAIOR  ENGAJAMENTO  
  77. 77. PATROCINE  OS  POSTS  COM  MAIOR  ENGAJAMENTO  
  78. 78. DEFININDO  PERSONAS  EM  PUBLICAÇÕES  SIMPLES  
  79. 79. DEFININDO  PERSONAS  EM  PUBLICAÇÕES  SIMPLES  
  80. 80. CONTEÚDO  IMPORTANTE  =  RELEVÂNCIA  
  81. 81. SÓ  POSTE  SE  A  OFERTA  REALMENTE  FOR  ATRATIVA  
  82. 82. COMO  MEDIR  O  RESULTADO?  
  83. 83. A  SIMPLICIDADE  QUE  VIRALIZA  
  84. 84. CONTEÚDO  RUIM:  BAIXO  ENGAJAMENTO  
  85. 85. CONTEÚDO  CORINGA:  COMO  AUMENTAR  A  TAXA  DE  ENGAJAMENTO  
  86. 86. O  QUE  ESTÁ  ENGAJANDO  E  VIRALIZANDO?   CUIDADO  COM   ASSUNTOS  POLÊMICOS  
  87. 87. BARBARIDADE:   ATÉ  QUE  PONTO  CHEGAMOS  L  
  88. 88. GATILHOS  MENTAIS   FONTE:  hrp://empreendedorciberne@co.com/blog/ga@lhos-­‐mentais/   GATILHO  MENTAL:  PROVAS  SOCIAIS   As  provas  sociais  servem  como  validação  do   processo  de  compra.  O  interessante  é  que  as  vezes   o  consumidor  nem  conhece    a  pessoa  que  está   dando  um  depoimento.  Mas,  são  formas   expressivas  de  dizer  que  o  seu  produto  ou  serviço   é  de  qualidade  e  vale  a  pena  ser  comprado.  
  89. 89. CUIDADO  COM  AS  FOTOS  
  90. 90. CUIDADO  COM  AS  FOTOS   ::  Publique  apenas  fotos  de  qualidade.   ::  Faça  você  mesmo  ou  contrate  um  fotografo.   ::  Teste  os  eslos  de  fotos  para  medir  o  engajamento.   ::  Seja  criavo  e  tente  enxergar  fora  da  caixa.   ::  Teste  formatos  de  fotos.    
  91. 91. CUIDADO  COM  AS  FOTOS   INVISTA  EM  UM  BOM   SMARTPHONE!  
  92. 92. INSTAGRAM  
  93. 93. ARRUMANDO  A  BIO   SITE  (LINK  OU  REF)   WHATSAPP  OU  TELEFONE   CONTATO  VIA  EMAIL   LINK  PARA  VENDAS:     ::  compre.io  
  94. 94. INSTAGRAM.COM/ACCOUNTS/EDIT  
  95. 95. COLOCO  OU  NÃO  COLOCO  O  PREÇO?  
  96. 96. NOWLINK.IT  
  97. 97. NOWLINK.IT  
  98. 98. LINK  DO  WHATSAPP   COMO  FAZER:   hrp://bit.ly/linkparaowhatsapp  
  99. 99. OS  PILARES  PARA  AUMENTO  DA  BASE  
  100. 100. CONTEÚDOS:  HASHTAGS   As  “hashtags”,  palavras-­‐chaves  usadas  com  um  jogo   da  velha  (#exemplo)  são  importantes  ferramentas   para  o  “taguiamento”  do  produto  e  conquistar  novos   seguidores  através  das  pesquisas  no  aplicavo.    
  101. 101. CONTEÚDOS:  HASHTAGS   FERRAMENTA:  WEBSTA.ME  
  102. 102. CONTEÚDOS:  HASHTAGS   FERRAMENTA  WEB:  WORLDC.AM  
  103. 103. CONTEÚDOS:  SORTEIOS   Os  sorteios  são  uma  forma  muito  fácil  de   conquistar  novos  seguidores.  Dê  algo  de   presente  e  peça  as  pessoas  para   marcarem  de  3  a  5  amigos  na  publicação.   Além  disso,  seguir  a  sua  página.  Não  se   esqueça  de  colocar  o  dia  do  sorteio.    
  104. 104. SORTEIOS:  AUMENTO  DO  CONHECIMENTO  E  BASE  
  105. 105. CUIDADO  COM  “INFLUENCIADORAS”  FAKE  
  106. 106. INFLUENCIADORAS  QUE  COMPRAM  SEGUIDORES  
  107. 107. ENVOLVIMENTO:  SEGUIR  /  SDV     Seguir  pessoas  ou  empresas  estratégicas   para  o  seu  negócio  é  uma  estratégia  que   geralmente  dá  certo.  O  SDV  (segue  de   volta)  funciona  somente  quando  a   pessoa  que  você  está  seguindo   realmente  poderá  ser  um  cliente  em   potencial.    
  108. 108. BUME.IO          -­‐        CUPOM:  mercadoecommerce  
  109. 109. INSTAGRAM  STORIES  
  110. 110. LINK  NO  STORIES   ::  10K  SEGUIDORES   ::  PERFIL  DE  EMPRESA  
  111. 111. INSTAGRAM  STORIES:  SEE  NOW  BUY  NOW  
  112. 112. INSTAGRAM  STORIES:  INFLUENCIADORAS  
  113. 113. INSTAGRAM  STORIES:  NOVIDADES  
  114. 114. INSTAGRAM  STORIES:  GERANDO  EXPERIÊNCIAS  
  115. 115. INSTAGRAM  STORIES:  CUPOM  DE  DESCONTO  
  116. 116. INSTAGRAM  STORIES:  RELACIONAMENTO  +  PRODUTO  
  117. 117. INSTAGRAM  STORIES:  RELACIONAMENTO  +  PRODUTO  
  118. 118. DIRECT  ATRAVÉS  DO  STORIES  
  119. 119. LINK  NO  DIRECT  J  
  120. 120. APLICATIVOS:  LEGENDAR  UM  VÍDEO  
  121. 121. APLICATIVOS:  MOSAICO  DE  FOTOS  
  122. 122. FALANDO  EM  MOSAICO…  
  123. 123. FALANDO  EM  MOSAICO…  
  124. 124. NÃO  FAÇA  ISSO…  
  125. 125. NÃO  FAÇA  ISSO…  
  126. 126. COMPOSIÇÃO  DO  FEED  
  127. 127. QUAL  O  SEU  ESTILO?  QUAL  A  PEGADA  DA  SUA  MARCA?  
  128. 128. QUAL  O  SEU  ESTILO?  QUAL  A  PEGADA  DA  SUA  MARCA?  
  129. 129. QUAL  O  SEU  ESTILO?  QUAL  A  PEGADA  DA  SUA  MARCA?  
  130. 130. FAÇA  LIVES  SOBRE  LANÇAMENTOS  E  DICAS  
  131. 131. O  PODER  DA  HUMANIZAÇÃO  NA  MODA  
  132. 132. O  PODER  DA  HUMANIZAÇÃO  NA  MODA  
  133. 133. GATILHOS  MENTAIS  =  VENDAS  
  134. 134. RARIDADE:  ESTOQUE  +  PRAZO   O  Galho  da  Raridade  apressa  as   coisas.  É  legal  usar,  porém,  sem   exagero.  E  sempre  usar  falando  a   verdade.  Cuidado  com  a  sua   credibilidade.  
  135. 135. RARIDADE:  ESTOQUE  
  136. 136. RARIDADE:  ESTOQUE  
  137. 137. MÓDULO  6:  MONITORAMENTO  
  138. 138. VANTAGENS  DO  MONITORAMENTO   ::  Obter  insights  escutando  os  fãs   ::  Idenficar  os  influenciadores  e  advogados  da  marca   ::  Atuar  melhor  de  acordo  com  o  perfil  dos  fãs   ::  Omizar  as  palavras-­‐chave  que  geram  mais  resultado   ::  Idenficar  oportunidades  e  tendências   ::  Aproximar  e  gerar  empaa  com  os  fãs   ::  Evitar  que  barulhos  gerem  crises   ::  Simplificar  a  atuação  em  diversas  redes  sociais  ao  mesmo  tempo   ::  Medir  os  resultados  das  campanhas   ::  Faturar  através  do  fechamento  de  vendas  
  139. 139. APLICAÇÕES  DO  MONITORAMENTO     Fonte:  hrp://querosersocialmedia.com.br/material-­‐curso/081114/monitoramento-­‐metricas.pdf   MÓDULO  2:  MÉTRICAS,  KPIs  E  TAGS  DE  CONVERSÃO  
  140. 140. APLICAÇÕES  DO  MONITORAMENTO     Fonte:  hrp://querosersocialmedia.com.br/material-­‐curso/081114/monitoramento-­‐metricas.pdf   MÓDULO  2:  MÉTRICAS,  KPIs  E  TAGS  DE  CONVERSÃO  
  141. 141. WWW.DINAMIZE.COM.BR  
  142. 142. IMPORTÂNCIA  DO  ATENDIMENTO   SE  VOCÊ  NÃO  ESTIVER  DISPONÍVEL  PARA     ATENDER,  ENTÃO  NÃO  VAI  VENDER  
  143. 143. EXERCÍCIO   1  –  CRIAÇÃO  DA  CAMPANHA   Crie  uma  peça  de  Facebook  ou  Instagram.   10  MINUTOS     2  –  SAC  E  MONITORAMENTO   5  MINUTOS   1   2  
  144. 144. 7  -­‐  GESTÃO  DE  CRISES  –  REDES  SOCIAIS  
  145. 145. GESTÃO  DE  CRISES  –  REDES  SOCIAIS   BARULHO  X  CRISE  
  146. 146. TIPOS  DE  USUÁRIOS   ::  Troll   Aquele  cara  chato  que  gosta  de  apimentar  e  irritar  pessoas  e  marcas.   ::  Stalker   É  aquele  usuário  obsessivo.  Fica  procurando  erros  e  brechas  da  empresa.   ::  Famoso  ou  influente   Usuário  com  uma  grande  rede  de  influcência  e  tenta  rar  proveito  disso.   ::  Insa@sfeito   Usuário  que  teve  uma  má  experiência  com  a  empresa  e  usa  as  redes  para  reclamar.  
  147. 147. DICAS  IMPORTANTES   ::  Seja  posi@vo,  mas  nem  tanto.   ::  Não  negue  o  problema.   ::  Faça  o  que  é  certo:  resolva  logo.   ::  Jamais  aja  por  impulso.   ::  Não  tente  resolver  tudo  sozinho.   ::  Evite  culpar  outras  pessoas.   ::  Não  exclua  um  comentário  nega@vo,  a  não  ser  que  seja  ofensivo.       E  principalmente:  seja  rápido!  
  148. 148. CASE  PEPSI  
  149. 149. CASE  ITAIPAVA:  RESPOSTA  AUTOMÁTICA  NO  TWITTER  
  150. 150. CASE  LUCIANO  HUCK  
  151. 151. CRISE  NA  ITAMBÉ  
  152. 152. EFEITO  FLAWSOME:  DANIEL  DO  OUTBACK  
  153. 153. CUIDADO  COM  O  QUE  VOCÊ  PEDE  
  154. 154. CUIDADO  COM  O  QUE  VOCÊ  PEDE  
  155. 155. SENDO  DESCONTRAÍDO     A  FORÇA  ESTÁ  COM  VOCÊ  
  156. 156. OBRIGADO!     BRENO  KOSCKY   contato@mercadoecommerce.com.br   31  3656-­‐1766  

    Seja o primeiro a comentar

    Entre para ver os comentários

  • JOAOCARREIRA8

    Jun. 21, 2017
  • EllenSantos37

    Jul. 3, 2017
  • CleoDomingues

    Jul. 19, 2017
  • AlessandroBicalhoCos

    Aug. 28, 2017
  • AdrianaMariaMoreiraB

    Sep. 5, 2017
  • ThalesJunior

    Nov. 15, 2017
  • AlineMontebeller

    Feb. 26, 2018
  • RenataAntunes21

    Mar. 8, 2018
  • crismorley

    Apr. 25, 2018
  • LeandroSantos21

    May. 11, 2018
  • JosiMonteiro3

    Jun. 6, 2018
  • JhonneStarlen

    Aug. 7, 2018
  • AbilioCouceiro1

    Aug. 28, 2018
  • CarolCavalcante5

    Sep. 17, 2018
  • RagneSeixas

    Oct. 8, 2018

Conteúdo do curso

Vistos

Vistos totais

2.157

No Slideshare

0

De incorporações

0

Número de incorporações

1

Ações

Baixados

406

Compartilhados

0

Comentários

0

Curtir

15

×