Curso de gestão de redes sociais - Mercado E-commerce

2.472 visualizações

Publicada em

Curso de Redes Sociais - Mercado E-commerce

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.472
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
581
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
233
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso de gestão de redes sociais - Mercado E-commerce

  1. 1. OBJETIVO DO CURSO OBTER RESULTADOS EFETIVOS PARA A MINHA EMPRESA ATRAVÉS DO USO DAS MÍDIAS SOCIAIS
  2. 2. OBJETIVO DO CURSO TUDO PRECISA SER MEDIDO. TUDO PRECISA GERAR ALGUM TIPO DE RESULTADO. CASO CONTRÁRIO, SUAS CAMPANHAS SERÃO SEMPRE BÁSICAS E SEM SENTIDO.
  3. 3. SUGESTÃO DE LEITURAS Estratégia em mídias sociais Fábio Cipriani R$55,00
  4. 4. SUGESTÃO DE LEITURAS Facebook Marketing Camila Porto R$65,00
  5. 5. SUGESTÃO DE LEITURAS Mídias Sociais: do estagiário ao CEO Diego Monteiro Ricardo Azarite R$25,00
  6. 6. WWW.AGENCIAMESTRE.COM.BR
  7. 7. WWW.CAMILAPORTO.COM.BR
  8. 8. WWW.MARKETINGDECONTEUDO.COM.BR
  9. 9. BLOG.BUFFERAPP.COM
  10. 10. WWW.JONLOOMER.COM
  11. 11. https://www.facebook.com/groups/174914452611021
  12. 12. https://www.facebook.com/groups/entusiastas
  13. 13. https://www.facebook.com/groups/589270354455077
  14. 14. MÓDULO 1: INTRODUÇÃO E HISTÓRIA
  15. 15. MÍDIAS SOCIAIS SIGNIFICADO DE MÍDIAS SOCIAIS
  16. 16. MÍDIAS SOCIAIS NO BRASIL • My Space (2003) • Linkedin (2003) • Orkut (2004) • Facebook (2004) • Twitter (2006) • Whatsapp (2009) • Pinterest (2010) • Instagram (2010) • Google Plus (2011) • SnapChat, Periscope, etc…
  17. 17. O QUE AS EMPRESAS PRECISAM TER? PESSOAS FERRAMENTAS IDEIAS TESTÁVEIS AGILIDADE DADOS OBTER FALHAS Sua empresa precisa de pessoas competentes e treinadas para planejar e executar os trabalhos. Você precisará de várias ferramentas em momentos diferentes para coletar dados e automatizar o seu marketing. Você jamais irá dar um passo a mais com a mesma estrutura que te fez chegar onde chegou. É preciso ter novas ideias e tetá-las. Não dá para ficar planejando a vida inteira. é preciso ter agilidade, testar novas ideias, e manter o crescimento sempre. Sem uso dos dados você não saberá onde está. Desta forma, não poderá chegar a lugar algum. Se você não fachar é porque não está fazendo nada para melhorar. A falha faz parte e nos ensina a seguir no caminho correto.
  18. 18. É SIMPLES ASSIM… OTIMIZE OU DELEGUE OU ESQUEÇA
  19. 19. A REALIDADE É TERRÍVEL! NÃO EXISTEM FÓRMULAS SECRETAS RECEITAS DE BOLO NEM PENSAR NÃO VOU RESOLVER OS SEUS PROBLEMAS OS RESULTADOS SERÃO CADA VEZ MENORES O SEUS CONCORRENTES VÃO AUMENTAR NÃO ADIANTA FALAR QUE SABE FAZER
  20. 20. O PROFISSIONAL DEVE SER… MOVIDO PELOS DADOS Gere ações baseadas em dados pesquisas e testes. Use os números ao seu favor. RESILIENTE O Resultado só chega depois de erros e acertos. O caminho é sempre longo. PACIÊNCIA Sem dúvida um dos motivos que mais matam os negócios online: a fata de paciência. Seja paciente: você encontrará o sucesso. CRIATIVIDADE Pensar fora da caixa… encontrar oportunidades em momentos de crise e criar novos meios. SEJA OBSESSIVO Se você não focar no objetivo, ninguém o fará por você. Movimente-se, faça acontecer! SEJA RÁPIDO As melhores oportunidades passam e nem percebemos. Seja rápido, nunca deixe para amanhã. Coloque as Mïdias Sociais como rotina em seu trabalho.
  21. 21. WORKFLOW DE MÍDIAS SOCIAIS
  22. 22. MÓDULO 2: PLANEJAMENTO DE MÍDIAS SOCIAIS
  23. 23. TIPOS DE OBJETIVO :: OBJETIVOS DE MARCA - Share of mind - Engajamento - Posicionamento de comunicação - Aumento da base de fãs - Interação ou relacionamento - De forma geral, métricas ligadas ao aumento do engajamento. :: OBJETIVOS COMERCIAIS - Geração de tráfego - Geração de Leads - Conversão de vendas - Retenção e fidelização - Lançamento de produtos - Vendas, vendas, vendas…
  24. 24. QUAIS OS SEUS OBJETIVOS :: OBJETIVO PRINCIPAL: :: OBJETIVOS SECUNDÁRIOS
  25. 25. PARA QUEM? Conceito de personas "Personas são descrições narrativas de arquétipos de usuários refletindo padrões de necessidades e comportamentos descobertos durante a inteligência do usuário” Kalbach (2009 p.223)
  26. 26. LEVANTAMENTO DE DADOS PARA CONSTRUÇÃO DE PERSONAS Fonte de dados Dados quantitativos Dados qualitativos :: Sistemas ERP :: Sistemas Loja Virtual :: B.I :: Histórico de vendas :: Analytics :: Facebook Insights :: Netnografia :: Big Data em geral :: Idade média :: Profissão :: Residência :: Escolaridade :: Empresa e cargos :: Salários :: Histórico de compras :: Estilo de vida :: Amigos :: Lugares :: Entretenimento :: Life Style :: Saúde :: Estilo :: Gostos, hobbies, etc.
  27. 27. PESQUISA DE CAMPO
  28. 28. MODELO DE PERSONA COM BASE EM PESQUISA DE CAMPO Camila Ribeiro Dados quantitativos Dados qualitativos :: Aumentar o número de fãs :: Contratos publicitários :: 18 a 28 anos :: Mora no nordeste :: Está fazendo graduação :: É expert em mídias :: Possui 5 parceiras :: Cobra R$400 por post :: Participa dos principais Fashion Weeks :: Curte as marcas famosas :: Curte os principais eventos :: Curte marcas famosas :: Cabeça fitness :: Life Style: bike e pequenos Prazeres :: Adora viajar: 3 por ano
  29. 29. WWW.GERADORDEPERSONAS.COM.BR
  30. 30. QUER MOLEZA? VAI ASSISTIR NETFLIX E TOMAR SORVETE!
  31. 31. POR QUE ALGUÉM COMPRARIA DE VOCÊ?
  32. 32. CONSTRUÇÃO DE MARCA FONTE: http://www.brandedtranslations.com/tag/brand-positioning/
  33. 33. ESTUDO DE CASO: ENJOEI.COM
  34. 34. ESTUDO DE CASO: THINKGEEK.COM
  35. 35. POSICIONAMENTO DA SUA EMPRESA :: POSICIONAMENTO DA MARCA Descreva como será o posicionamento da sua empresa nas redes sociais:
  36. 36. PRODUTO: QUANTOS PRODUTOS OU SERVIÇOS? Preciso promover todos os meus produtos ou serviços? Não. Comece a estratégia de redes sociais escolhendo de um a cinco produtos ou serviços. Como vou escolher os principais produtos ou serviços? Comece com os produtos mais procurados, melhor custo/benefício e melhor retorno de investimento. Preciso entrar em todas as mídias sociais? Não. Com base na montagem das personas, escolha uma ou duas mídias apenas. Depois, evolua para outras mídias sempre que puder.
  37. 37. PRODUTO OU SERVIÇO 1 Personas Problemas resolvidos
  38. 38. PRODUTO OU SERVIÇO 2 Personas Problemas resolvidos
  39. 39. PRODUTO OU SERVIÇO 3 Personas Problemas resolvidos
  40. 40. PRODUTO OU SERVIÇO 4 Personas Problemas resolvidos
  41. 41. PRODUTO OU SERVIÇO 5 Personas Problemas resolvidos
  42. 42. MÓDULO 2: MÉTRICAS E KPIs
  43. 43. QUE SÃO MÉTRICAS? Fonte: https://ideas.scup.com/wp-content/uploads/ MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO ”No livro Métricas: Como melhorar os principais resultados da sua empresa, Martin Klubeck afirma que as métricas são ferramentas que servem à melhoria de algo, sendo possível, então, associá-las a inúmeros tipos de análise que tem por objetivo aperfeiçoar algo.”
  44. 44. TIPOS DE MÉTRICAS Fonte: https://ideas.scup.com/wp-content/uploads/ MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO
  45. 45. TIPOS DE MÉTRICAS Fonte: https://ideas.scup.com/wp-content/uploads/ MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO “O KPI é uma métrica ou conjunto de métricas que está diretamente relacionada com o sucesso da ação que estamos mensurando, e deve estar associado a uma tomada de decisão. Dessa maneira, ele é frequentemente composto por índices, comparativos, faixas de valores, benchmarks, podendo ser calculado a partir das métricas fornecidas.”
  46. 46. TIPOS DE MÉTRICAS Fonte: https://ideas.scup.com/wp-content/uploads/ MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO CASE: APLICATIVO DIA DOS NAMORADOS A empresa lançou um aplicativo em sua página do Facebook, em que o usuário cadastra os dados, responde a algumas perguntas sobre seu relacionamento e recebe uma recomendação personalizada de presente para o Dia dos Namorados. O principal objetivo do aplicativo é o cadastramento de informações dos usuários (geração de leads para ações futuras) e o conhecimento do público da página.
  47. 47. TIPOS DE MÉTRICAS Fonte: https://ideas.scup.com/wp-content/uploads/ MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO MÉTRICAS E KPI PARA A CAMPANHA DE USO DO APLICATIVO: • Alcance e engajamento das postagens sobre o aplicativo nos canais da marca • Crescimento da base de usuários nos canais sociais da marca • Comentários espontâneos sobre o aplicativo • Engajamento do público nas postagens feitas pelos influenciadores selecionados • Investimento e retorno utilizado na campanha de mídia • Número de cadastrados em relação à base de fãs e custo por cadastro • Origem de acessos ao aplicativo • Cadastros no aplicativo • Análise de web analytics a fim de verificar a aceitação das landing pages que divulgação a campanha KPI
  48. 48. MÉTRICAS COMPOSTAS Fonte: https://ideas.scup.com/wp-content/uploads/ MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO TAXA DE ENGAJAMENTO No Facebook Insights, o engajamento é determinado pela relação entre as pessoas que viram o conteúdo (alcance) e as pessoas que interagiram com o conteúdo (usuários engajados), sendo utilizada a fórmula: ENGAJAMENTO X 100 ALCANCE
  49. 49. MÉTRICA DA VAIDADE Fonte: https://ideas.scup.com/wp-content/uploads/
  50. 50. :: NÍVEL ANALÍTICO (diário ou semanal) Contém todos os dados bem detalhados. Utiliza todas as métricas e possui comparações, descrição de evidências e análises primárias (3 a 10 páginas). :: NÍVEL GERENCIAL (semanal ou quinzenal) Mais resumido que o anterior, possui as principais métricas, KPI’s, análise crítica e levantamento de oportunidades (2 a 5 páginas) :: NÍVEL DIRETORIA (quinzenal ou mensal) O Relatório dirigido à diretoria deverá ser extremamente resumido, direto, claro, com demonstrativos de KPIs, benchmarking e analise da gerência (1 a 2 páginas). O QUE DEVE TER UM BOM RELATÓRIO Fonte: E-book Como trabalhar Métricas e KPI`s em Mídias Sociais - Scup
  51. 51. :: Metodologia Apresentação da metodologia utilizada para a análise, as ferramentas, o período, os índices, parâmetros e benchmarks e, se for preciso, um glossário das principais métricas. :: Contexto Antes de sair colocando gráficos e números na apresentação, contextualize o relatório. Faça de conta que está fazendo o relatório pela primeira vez, contando a história de onde viemos, onde estamos e para onde vamos. Se for um relatório mensal: o que aconteceu neste período? Tivemos alguma crise, alguma campanha no ar? Se for um relatório de uma campanha, apresente a ação e seus desdobramentos, expectativas, hipóteses e a partir daí é que partiremos para os resultados propriamente ditos. Dar o contexto ao leitor é colocá-lo numa história em que os dados fazem parte da conversa, ou seja, sentido. O QUE DEVE TER UM BOM RELATÓRIO Fonte: E-book Como trabalhar Métricas e KPI`s em Mídias Sociais - Scup
  52. 52. :: Dashboard É muito importante contar com pelo menos um slide (ou página) que contenha os principais KPIs e as metas da campanha/cliente. Esse dashboard cumpre o papel de responder a pergunta: “se eu não tiver tempo de olhar o relatório inteiro, quais são as informações que preciso saber?”. :: Ser autoexplicativo O relatório deve ser autoexplicativo tanto em relação à disposição visual quanto em relação ao texto. Comentários objetivos, claros e sucintos são altamente recomendáveis. Se possível, coloque-os em bullet points e leia pelo menos duas vezes o relatório a fim de reduzir texto, ou seja, fazer a decupagem deixando apenas o que é essencial. Isso se torna essencial principalmente quando o relatório se destina a gestores de hierarquias mais elevadas, cujo tempo é restrito. O QUE DEVE TER UM BOM RELATÓRIO Fonte: E-book Como trabalhar Métricas e KPI`s em Mídias Sociais - Scup
  53. 53. O QUE DEVE TER UM BOM RELATÓRIO Fonte: E-book Como trabalhar Métricas e KPI`s em Mídias Sociais - Scup :: Insights baseados em dados Os comentários e sugestões no decorrer do relatório devem sempre estar embasados em dados, para que tenham mais força junto ao cliente e possam, realmente, ser colocados em prática. Tire a subjetividade do relatório, pois não é você (analista de métricas) que está falando, mas sim apenas dando voz aos dados :: Conclusões As considerações não devem apenas repetir o que já foi dito no relatório, mas sugerir intervenções a partir dos insights. Pense em conclusões diferentes para demandas e setores diferentes, personalizando a entrega.
  54. 54. DESENVOLVENDO PROCESSOS DE MÉTRICAS Fonte: E-book Como trabalhar Métricas e KPI`s em Mídias Sociais - Scup 1 – DEFINIR Definir o que será medido, definição de métricas e KPI`s, criação do plano de métricas. 2 – DECOMPOR Dividir os resultados em planilhas para análise. As planilhas devem estar por tipo de métrica ou objetivos. 3 – AVALIAR Comparar dados, benchmark, alcance de metas e objetivos, verificar hipóteses e propor melhorias. 4 – DECIDIR Tomada de decisões com base na avaliação dos dados levantados no processo de monitoramento.
  55. 55. MODELO DE RELATÓRIO: BB NO MUNDIAL DE VÔLEI DE PRAIA http://www.bb.com.br/docs/pub/inst/dwn/relatorio09122011.pdf
  56. 56. EBOOK: COMO TRABALHAR MÉTRICAS E KPIS EM MÍDIAS SOCIAIS http://conteudo.scup.com/ebook-metricas-kpis-redes-sociais
  57. 57. ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA E BENCKMARK www.socialbakers.com
  58. 58. ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA E BENCKMARK www.socialbakers.com
  59. 59. ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA E BENCKMARK www.socialbakers.com
  60. 60. ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA E BENCKMARK www.socialbakers.com
  61. 61. ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA E BENCKMARK www.socialbakers.com
  62. 62. ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA E BENCKMARK www.socialbakers.com
  63. 63. ANÁLISE DA CONCORRÊNCIA E BENCKMARK www.socialbakers.com
  64. 64. MÓDULO 4: GESTÃO DE CONTEÚDO
  65. 65. PLANEJAMENTO GERAL Fonte: http://www.slideshare.net/Papomkt/palestra-ian-black-share-2014-rs
  66. 66. PLANEJAMENTO DE CONTEÚDO POR TEMAS CONTEÚDO 60% OFERTAS 40% SAÚDE DO CORPO ALIMENTAÇÃO FIT NOVIDADES TECH ENTREVISTAS VIP MOTIVAÇÃO OFERTAS PLANOS TRAGA UM AMIGO CARTÃO BODY TECH
  67. 67. PLANEJAMENTO DE CONTEÚDO POR TEMAS FACEBOOK INSTAGRAM WHATSAPP SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO DOMINGO MOTIVAÇÃO MOTIVAÇÃO SAÚDE DO CORPOALIMENTAÇÃO ALIMENTAÇÃO ALIMENTAÇÃO OFERTAS OFERTAS TRAGA UM AMIGO OFERTAS TRAGA UM AMIGO NOVIDADES ENTREVISTAS MOTIVAÇÃOMOTIVAÇÃO GRATA UM AMIGO PLANEJAMENTO EDITORIAL DE CONTEÚDO
  68. 68. DIAS E HORÁRIOS: FACEBOOK INSIGHTS CAMINHO: GERENCIAMENTO DE PÁGINAS > INFORMAÇÕES > PUBLICAÇÕES
  69. 69. WWW.ICONOSQUARE.COM - US$4,90/MO MAPA DE ENGAJAMENTO DO INSTAGRAM
  70. 70. PLANEJAMENTO DE CONTEÚDO POR TEMAS MANHÃ TARDE SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO DOMINGO FB, IN, WP IN IN FB, IN FREQUENCIA E PROGRAMAÇÃO DAS PUBLICAÇÕES NOITE FB, IN IN Legenda: FB – Facebook IN – Instagram WP - Whatsapp FB, IN IN IN, WP FB, IN FB, IN IN IN FB, IN IN FB, IN IN WP FB, IN IN FB, IN Frequencia: Facebook: você quem decide Instagram: mais do que o Facebook Whatsapp: não muito! Uma ou duas vezes por semana.
  71. 71. INTEGRAÇÃO DE CANAIS FACEBOOK / ADS INSTAGRAM SITE / BLOG CHAT ONLINE TELEFONE EMAIL LINKEDIN YOUTUBE PERISCOPE
  72. 72. O TAL DO FACEBOOK…
  73. 73. NÃO ADIANTA TER CONTEÚDO RELEVANTE
  74. 74. “MELHOR” PÁGINA DO BRASIL 0,48% ENGAJAMENTO
  75. 75. TERCEIRA “MELHOR" 0,10% ENGAJAMENTO
  76. 76. PONHA GRANA OU COMA GRAMA!
  77. 77. PATROCINE OS POSTS COM MAIOR ENGAJAMENTO
  78. 78. PATROCINE OS POSTS COM MAIOR ENGAJAMENTO
  79. 79. PATROCINE OS POSTS COM MAIOR ENGAJAMENTO
  80. 80. DEFININDO PERSONAS EM PUBLICAÇÕES SIMPLES DIRECIONAR AS POSTAGENS
  81. 81. DEFININDO PERSONAS EM PUBLICAÇÕES SIMPLES SELECIONE O PÚBLICO
  82. 82. O QUE NÃO PODE FALTAR… :: Sem rodeios, direto a assunto. :: Desperte o desejo e atenção. :: Uso das palavras-chave. :: Detalhes importantes. :: Texto alinhado ao público-alvo. :: Telefone de contato. :: Link do produto ou serviço.
  83. 83. NÃO RASGUE O SEU PREÇO! QUEM É ESSE CARA???
  84. 84. CUIDADO COM AS FOTOS
  85. 85. CUIDADO COM AS FOTOS :: Publique apenas fotos de qualidade. :: Faça você mesmo ou contrate um fotografo. :: Teste os estilos de fotos para medir o engajamento. :: Seja criativo e tente enxergar fora da caixa. :: Teste formatos de fotos.
  86. 86. CUIDADO COM AS FOTOS INVISTA EM UM BOM SMARTPHONE!
  87. 87. VENDA NA TIMELINE
  88. 88. CRIE EVENTOS PROMOCIONAIS OU LANÇAMENTOS :: Crie eventos para datas importantes. :: Patrocine o evento para o público-alvo. :: Faça uma programação de conteúdo. :: Mantenha o público nutrido. :: Convide os amigos.
  89. 89. GATILHOS MENTAIS FONTE: http://empreendedorcibernetico.com/blog/gatilhos-mentais/ GATILHO MENTAL #1: AUTORIDADE Para fazer proveito desse gatilho mental, você deve se posicionar como autoridade, ou mostrar as opiniões de conhecidos especialistas sobre o que você está querendo vender. Do infográfico sobre funil de vendas, mais especificamente no funil de vendas do guru, extraímos três aspectos importantes para construir autoridade: Ter uma rede sincera de contatos – se um especialista o apresenta como tal, você será considerado um especialista Estar em contato com seus clientes e potenciais clientes – sem a troca de ideias é impossível expor seu conhecimento e expertise Ter a filosofia de ajuda e contribuição – quem ensina e contribui, automaticamente se posiciona como um entendido do assunto
  90. 90. GATILHO MENTAL #2: ESCASSEZ “A grande dica para aumentar o potencial desses gatilhos mentais é você explicar o motivo de o produto/serviço ser escasso/urgente. Quanto mais o motivo for real e autêntico, mais esses gatilhos mentais serão eficientes. Por exemplo, ao falar que o evento ao vivo será oferecido somente para os 200 primeiros que comprarem, uma justificativa que faz todo sentido é a limitação física do número de acentos. Um outro exemplo é falar que o número de vagas será limitada, pois haverá um acompanhamento individual dos alunos. Por estar enraizado em nossos instintos, a escassez pode ser considerada o mais forte dos gatilhos mentais” GATILHOS MENTAIS FONTE: http://empreendedorcibernetico.com/blog/gatilhos-mentais/
  91. 91. GATILHOS MENTAIS FONTE: http://empreendedorcibernetico.com/blog/gatilhos-mentais/
  92. 92. GATILHOS MENTAIS: RESULTADOS EM RECIFE
  93. 93. GATILHOS MENTAIS: RESULTADOS EM RECIFE
  94. 94. GATILHOS MENTAIS: RESULTADOS EM RECIFE
  95. 95. GATILHOS MENTAIS FONTE: http://empreendedorcibernetico.com/blog/gatilhos-mentais/
  96. 96. GATILHOS MENTAIS FONTE: http://empreendedorcibernetico.com/blog/gatilhos-mentais/ GATILHO MENTAL #4: GARANTIAS Muitas vezes, no momento da finalização das compras, as pessoas recorrem ao sentimento analítico para validar a escolha. Por essa razão, sempre que for anunciar um produto, procure deixar claro no processo de comunicação ou venda, alguns detalhes importantes, como: :: Este produto é para mim? :: Será que vou gostar? :: Não existe um produto melhor ou mais barato? :: Eu vou conseguir executar? :: Não está muito caro?
  97. 97. GATILHOS MENTAIS FONTE: http://empreendedorcibernetico.com/blog/gatilhos-mentais/ GATILHO MENTAL #5: COERÊNCIA As pessoas geralmente não voltam atrás quando prometem alguma coisa. Isso significa que geralmente somos coerentes. Para transformar uma decisão de compra em uma decisão coerente, você primeiro precisa fazer com que o seu lead consuma algo que você esteja oferecendo. Pode ser um e-book, um mini curso grátis ou uma versão simplificada do que você está vendendo.
  98. 98. GATILHOS MENTAIS FONTE: http://empreendedorcibernetico.com/blog/gatilhos-mentais/ GATILHO MENTAL #5: PROVAS SOCIAIS As provas sociais servem como validação do processo de compra. O interessante é que as vezes o consumidor nem conhece a pessoa que está dando um depoimento. Mas, são formas expressivas de dizer que o seu produto ou serviço é de qualidade e vale a pena ser comprado.
  99. 99. GATILHOS MENTAIS FONTE: http://www.webingpro.com.br/blog/facebook-ads-e-gatilhos-mentais-uma-combinacao-poderosa/ GATILHO MENTAL #6: CURIOSIDADE Existe uma teoria que diz que quando existe uma lacuna entre o que sabemos e o que queremos saber nós nos sentimos motivados a buscar respostas. Essa teoria chama-se “Teoria do Intervalo da informação”, de George Loewenstein. “O segredo que pouquíssimas pessoas tem acesso sobre o Google e seus funcionários”. Você clicaria nesse link? Se a resposta foi “Não”, parabéns, você é uma das pouquíssimas pessoas no mundo que resistem a essa tentação. Agora se você respondeu “Sim”, fique tranquilo, é instintivo clicarmos nesses títulos altamente curiosos.
  100. 100. NOVOS REACTIONS
  101. 101. NOVOS REACTIONS
  102. 102. INSTAGRAM
  103. 103. A IMPORTÂNCIA DO AUMENTO DA BASE Ter uma boa base de seguidores no Instagram é importante para aumentar a credibilidade das pessoas em sua marca e também para ter um engajamento quantitativo interessante para a venda de produtos e serviços. A QUALIDADE Tão importante quanto a quantidade, é a qualidade dos seus seguidores. Tenha cuidado para crescer sua base de forma merecida, em cima de boas postagens, ações, anúncios, promoções e conteúdo de qualidade. Uma base realmente angajada irá lhe trazer resultados expressivos.
  104. 104. OS PILARES PARA AUMENTO DA BASE
  105. 105. CONTEÚDOS: RELEVÂNCIA Via de regra, as pessoas seguem outras pessoas ou empresas pela afinidade com o conteúdo gerado. Dicas, looks, receitas… qualquer conteúdo que contribuia para o dia a dia.
  106. 106. CONTEÚDOS: GATILHOS Apesar de também ser uma estratégia de vendas, os Gatilhos Mentais (abaixo o gatilho da Oferta) também são usados para atrair novos seguidores através das “Menções estratégicas”.
  107. 107. CONTEÚDOS: HASHTAGS As “hashtags”, palavras-chaves usadas com um jogo da velha (#exemplo) são importantes ferramentas para o “taguiamento” do produto e conquistar novos seguidores através das pesquisas no aplicativo.
  108. 108. CONTEÚDOS: HASHTAGS FERRAMENTA: WEBSTA.ME
  109. 109. CONTEÚDOS: HASHTAGS APLICATIVO: TAGS FOR LIKES
  110. 110. CONTEÚDOS: HASHTAGS FERRAMENTA WEB: WORLDC.AM
  111. 111. CONTEÚDOS: SORTEIOS Os sorteios são uma forma muito fácil de conquistar novos seguidores. Dê algo de presente e peça as pessoas para marcarem de 3 a 5 amigos na publicação. Além disso, seguir a sua página. Não se esqueça de colocar o dia do sorteio.
  112. 112. CONTEÚDOS: ANÚNCIOS Criar anúncios pagos através da plataforma do Facebook Ads faz com que você apareça para pessoas que ainda não conhecem o seu perfil.
  113. 113. CONTEÚDOS: ACTIONS Os Actions (ações) também são gatilhos mentais. De certa forma é você direcionar o engajamento de resposta ao seu post. Por exemplo: - Pedir para marcar os amigos. - Pedir para deixar o e-mail. - Menção premiada: peça que as pessoas mencionem o seu perfil ou use uma determinada hashtag em troca de alguma coisa.
  114. 114. CONTEÚDOS: ACTIONS Menção premiada: peça para as pessoas publicarem que estão ou estiveram em sua empresa. Em troca, ofereça algum benefício.
  115. 115. ENVOLVIMENTO: SEGUIR / SDV Seguir pessoas ou empresas estratégicas para o seu negócio é uma estratégia que geralmente dá certo. O SDV (segue de volta) funciona somente quando a pessoa que você está seguindo realmente poderá ser um cliente em potencial.
  116. 116. PARCERIAS: INSTA CELEBRIDADES Uma das formas de conseguir mais seguidores é a parceria com as chamadas Insta Celebridades. Personalidades, artistas ou simplesmente pessoas em diversos segmentos famosas no Instagram. A dica é… - Verifique quem são as celebridades em seu segmento. - Crie ações junto com essas celebridades, como “publi posts” ou sorteios. - É muito comum encontrarmos celebridades regionais no Instagram.
  117. 117. PARCERIAS: SORTEIOS COM CELEBRIDADES Se você quer bombar o número de seguidores, faça um sorteio promovido por uma Insta Celebridade.
  118. 118. PARCERIAS: MIMOS E PRESENTES Enviar presentes para celebridades é também uma ótima tática de conquistar novos seguidores.
  119. 119. PARCERIAS: FORNECEDORES E AMIGOS Sempre é bom você fazer parceria com fornecedores, clientes e amigos.
  120. 120. GATILHOS MENTAIS = VENDAS
  121. 121. RARIDADE: ESTOQUE + PRAZO O Gatilho da Raridade apressa as coisas. É legal usar, porém, sem exagero. E sempre usar falando a verdade. Cuidado com a sua credibilidade.
  122. 122. RARIDADE: ESTOQUE
  123. 123. RARIDADE: ESTOQUE
  124. 124. AUTO VALIDAÇÃO: EMOJIS Os “emojis” ajudam a validar que uma determinada oferta é realmente muito boa ou imperdível.
  125. 125. AUTO VALIDAÇÃO: PALAVRA-CHAVE Na legenda, use palavras-chave como “linda”, “perfeito”… entre outras palavras de conotação positiva em relação ao produto ou serviço.
  126. 126. AUTO VALIDAÇÃO: PREÇO / OFERTA Informações como preço, formas de pagamento, parcelamento e entrega chamam a atenção, deixando o cliente mais interessado.
  127. 127. VALIDAÇÃO SOCIAL: DEPOIMENTOS Aprenda a colecionar depoimentos de clientes satisfeitos com o seu produto ou serviço. Publique sempre que possível.
  128. 128. VALIDAÇÃO SOCIAL: CELEBRIDADES Uma das técnicas usadas pelas marcas é a validação social através de celebridades. Funciona bastante. Porém, cuidado para não fazer uso indevido da imagem.
  129. 129. MELHOR OFERTA: BOI DE PIRANHA Se você sempre separar um produto bacana a um preço imperdível, irá parecer que sua empresa sempre tem os melhores produtos com o menor preço. - Produtos mais procurados - Custo / benefício - Foco no preço parcelado
  130. 130. DESEJO: FOTOS MATADORAS Ninguém compra produto pela internet. Compram a foto. Sempre use fotos que aumentem o desejo pelo consumo do produto.
  131. 131. DESEJO: FOTOS MATADORAS Mostre o produto sendo usado.
  132. 132. DESEJO: FOTOS MATADORAS Seja diferente… saida do lugar.
  133. 133. DESEJO: FOTOS MATADORAS Fique antenado em assuntos atuais.
  134. 134. DESEJO: FOTOS MATADORAS Fundos e texturas: use e abuse
  135. 135. DESEJO: FOTOS MATADORAS Use fundos legais e diferentes
  136. 136. VÍDEOS: ABUSE E USE Temaki em 15 segundos: https://www.youtube.com/watch?v=B9yaO3vnSjw
  137. 137. CANAIS DE INFORMAÇÃO
  138. 138. MÓDULO 5: COMO GERAR LEADS E VENDAS
  139. 139. GERE TRÁFEGO PARA O SEU SITE
  140. 140. DEFINIÇÃO DE LEAD Lead. “Lead também pode ser definido como alguém que entra em contato com a sua empresa interessado em mais informações sobre o seu produto ou serviço.” Fonte: http://marketingdeconteudo.com/o-que-e-lead/
  141. 141. DEFINIÇÃO DE LEAD Fonte: http://www.cygnuscosmeticos.com.br/o-que-e-funil-de-vendas/ Funil de vendas possibilita um contato de interesse com a empresa. Trabalhar esse contato é fundamental para o fechamento de vendas e novas negócios.
  142. 142. 1 - ATRAÇÃO :: Crie um anúncio :: Direcione seu anúncio corretamente :: Use uma imagem que chame a atenção :: Seja direto, sem firulas :: Direcione para uma landing page
  143. 143. 2 - RETENÇÃO
  144. 144. 2 - RETENÇÃO
  145. 145. 3 – NUTRIÇÃO DO LEAD
  146. 146. 4 – OPORTUNIDADE
  147. 147. 5 – VENDA
  148. 148. 6 – REMARKETING
  149. 149. CRIE PÚBLICOS COM ALTO PODER DE VENDA CLICOU NO E-MAIL PÚBLICO FACEBOOK ABRIU O E-MAIL ENTROU NO PRODUTO Caminho: Gerenciador de anúncios > Ferramentas > Públicos
  150. 150. MÓDULO 6: MONITORAMENTO
  151. 151. VANTAGENS DO MONITORAMENTO :: Obter insights escutando os fãs :: Identificar os influenciadores e advogados da marca :: Atuar melhor de acordo com o perfil dos fãs :: Otimizar as palavras-chave que geram mais resultado :: Identificar oportunidades e tendências :: Aproximar e gerar empatia com os fãs :: Evitar que barulhos gerem crises :: Simplificar a atuação em diversas redes sociais ao mesmo tempo :: Medir os resultados das campanhas :: Faturar através do fechamento de vendas
  152. 152. APLICAÇÕES DO MONITORAMENTO Fonte: http://querosersocialmedia.com.br/material-curso/081114/monitoramento-metricas.pdf MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO
  153. 153. APLICAÇÕES DO MONITORAMENTO Fonte: http://querosersocialmedia.com.br/material-curso/081114/monitoramento-metricas.pdf MÓDULO 2: MÉTRICAS, KPIs E TAGS DE CONVERSÃO
  154. 154. WWW.DINAMIZE.COM.BR
  155. 155. IMPORTÂNCIA DO ATENDIMENTO SE VOCÊ NÃO ESTIVER DISPONÍVEL PARA ATENDER, ENTÃO NÃO VAI VENDER
  156. 156. SISTEMA DE CHAT
  157. 157. 7 - GESTÃO DE CRISES – REDES SOCIAIS
  158. 158. GESTÃO DE CRISES – REDES SOCIAIS BARULHO X CRISE
  159. 159. TIPOS DE USUÁRIOS :: Troll Aquele cara chato que gosta de apimentar e irritar pessoas e marcas. :: Stalker É aquele usuário obsessivo. Fica procurando erros e brechas da empresa. :: Famoso ou influente Usuário com uma grande rede de influcência e tenta tirar proveito disso. :: Insatisfeito Usuário que teve uma má experiência com a empresa e usa as redes para reclamar.
  160. 160. DICAS IMPORTANTES :: Seja positivo, mas nem tanto. :: Não negue o problema. :: Faça o que é certo: resolva logo. :: Jamais aja por impulso. :: Não tente resolver tudo sozinho. :: Evite culpar outras pessoas. :: Não exclua um post negativo, a não ser que seja ofensivo. E principalmente: seja rápido!
  161. 161. CASE PEPSI
  162. 162. CASE SKOL NO CARNAVAL: QUANDO O OFF INVADE O ON
  163. 163. CASE ITAIPAVA: RESPOSTA AUTOMÁTICA NO TWITTER
  164. 164. CASE LUCIANO HUCK
  165. 165. CASE PRETA GIL #SEMMIMIMI
  166. 166. PREFEITURA DE IBITINGA
  167. 167. PREFEITURA DE IBITINGA
  168. 168. PREFEITURA DE IBITINGA
  169. 169. EFEITO FLAWSOME: DANIEL DO OUTBACK
  170. 170. QUANDO AS MARCAS SE UNEM
  171. 171. BENCHMARK DE CURITIBA?
  172. 172. BENCHMARK DE CURITIBA?
  173. 173. CASE MERCADO E-COMMERCE
  174. 174. CASE MERCADO E-COMMERCE
  175. 175. AULA ONLINE: :: CRIAÇÃO DE ANÚNCIOS NO FACEBOOK :: CRIAÇÃO DE ANÚNCIOS PARA INSTAGRAM :: REMARKETING PARA FACEBOOK :: COMO MONTAR PÚBLICOS ESPECÍFICOS :: PIXEL DE CONVERSÃO WWW.MERCADOECOMMERCE.COM.BR/REDES
  176. 176. SENDO DESCONTRAÍDO A FORÇA ESTÁ COM VOCÊ
  177. 177. OBRIGADO! BRENO KOSCKY contato@mercadoecommerce.com.br 31 3656-1766

×