SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
AULA DE 
HISTÓRIA. 
RENACIMENTO 
PROFESSOR 
Seu Riba. 
“Que o teu trabalho seja perfeito para que, mesmo depois da tua 
morte, ele permaneça.” 
Leonardo da Vinci
Analise da imagem, o Homem 
Virtruviano de Leonardo da 
Vinci. 
- demostra a simetria e a 
proporcionalidade do corpo 
humano; 
- retrata as imagens 
sobrepostas dentro de um 
quadro e de circulo. 
- busca por representar o corpo 
mais próximo da realidade
Obs. 
O pouco conhecimento sobre 
a estrutura do corpo humano. 
A busca por apresentar a 
natureza humana 
Confronto com os padrões da 
época. 
Questões: 
- quem foi Leonardo da Vinci. 
- na obra o Homem Vitruviano 
, a arte e a ciência se 
confundem. Você concorda? 
Comente
Para entender o 
assunto 
2- Antecedentes. 
O termo renascimento remete; 
- a ideia de um novo renascimento da cultura europeia. 
- a retomada da cultura clássica 
No mesmo período outras transformações na Europa; 
Estados Modernos Reforma Religiosa Expansão Marítima
O Renascimento revolucionou as noções de 
mundo, Universo, homem e conhecimento. 
Durante a baixa Idade Média 
- aumento do numero de 
cidades 
- surgimento da burguesia 
- intensas relações 
socioeconômicas 
Na Idade Média a produção do 
conhecimento esta nas mãos da 
Igreja . 
Mudanças no século XII – XV 
As Universidades e a difusão dos 
textos clássicos(pesquisa) 
Aumento da produção Literária 
Divulgação de Novas Ideias. 
Surgiu o Humanismo. 
(DANTE ,expressivo humanista
3- O Humanismo. 
Na Baixa Idade Média, reforma curricular, 
seriam enfatizadas as Ciências Naturais, a 
Matemática e a Filosofia. 
Os humanistas pretendiam valorizar o ser humano 
em seus estudos. 
Eram Antropocêntricos – 
considerava o ser humano 
o centro do universo. 
Idade Média – Teocêntrica – 
Deus era o centro do 
Universo. 
X 
O Humanismo era um movimento surgido cultural surgido na 
Europa, caracterizado pela Antiguidade clássica(greco-latina).
4- As bases do Renascimento. 
O Renascimento pode ser considerado como um sintoma cultural da crise do 
Feudalismo e do inicio do Capitalismo. 
Um processo de longa duração. 
Não ocorreu de forma simultânea em todos os lugares. 
Teve inicio na Itália. 
Principais Características. 
+ Antropocentrismo – filosofia que coloca o ser humano no centro do mundo. 
- O homem e um ser racional, critico e que pode explicar o mundo ao seu 
redor. 
X 
- Teocentrismo – Deus como centro do Universo. 
+ Racionalismo - a razão humana e a base do conhecimento. 
X-Buscava 
+ Individualismo – afirmação da autonomia individual. 
X 
explica o mundo pela fé e pelos dogmas. 
- Trabalho anônimo e corporativo.
Principais Características.(Continuação) 
+ Humanismo – valorização do conhecimento e 
desenvolvimento humano. 
Base filosófica do Renascimento. 
+ Antiguidade Clássica – renascer a cultura 
greco-romana. 
X 
- tradição medieval. 
+ Universalismo – idealizava ter um 
conhecimento universal. 
O papel da Igreja continuou central financiando 
e influenciando os artistas.
5- Itália: berço do Renascimento. 
Foi propiciando pelo crescimento urbano e comercial. 
Principais centros comerciais: Florença, Genova, 
Milão e Veneza. 
Propagou-se para outras regiões da Europa. 
Obs. Antiga região central do Império romano a Itália não 
constituía uma região unificada era composta por Estados 
Independentes.
6 - Condições socioeconômicas favoráveis. 
Ascensão da burguesia 
Atuação dos mecenas (patrocinadores dos 
artistas) 
Cosme de Médici 
Banqueiro 
e político do 
séc. XV.
7-Arte e técnica 
Da Vinci e um exemplo de ligação entre a arte e a 
ciência. Conhecimentos de Anatomia foram usados 
na pintura e escultura. 
Desenvolvimento de técnicas como: 
- a perspectiva – figuras tridimensionalmente 
- tinta a óleo – efeitos de luz e sombra 
O objetivo era representar formas perfeitas e puras, 
buscando simetria e a regularidade.
Atividade capela sistina. Criação de adão 
Relacione elementos da imagem com o 
pensamento medieval e o moderno.
8- Imprensa e Literatura 
Os livros eram copiados a mão 
pelos monges copistas. 
Johanneson Gutenberg – 
impressão em caracteres 
moveis. 
Contribuiu para difusão da 
bíblia e das línguas nacionais.
9- Música 
Idade Média – 
Vinculada a Igreja. 
Renascimento – temática laica (Característica do que 
ou daquele que não faz parte do clero). 
Nos países reformistas ainda vinculados a religião.
Para entender o assunto 
12- Renascimento Cientifico 
Método experimental 
– experiências para 
comprovar suas hipóteses. 
Observação, experimentação 
e a verificação de hipóteses. 
Giordano bruno – 
infinitiude do universo
Novos paradigmas para as ciências 
Modelo heliocêntrico 
– Nicolau Copérnico. 
Sua teoria do heliocentrismo, que colocou o Sol 
como o centro do Sistema solar, contrariando a 
então vigente Teoria Geocêntrica 
(que considerava a Terra como o centro). 
Galileu Galilei – validou a teoria heliocêntrica
EXERCICOS : 
Leia este trecho, em que se faz referência à construção do mundo moderno: 
“... os modernos são os primeiros a demonstrar que o conhecimento verdadeiro só pode 
nascer do trabalho interior realizado pela razão, graças a seu próprio esforço, sem aceitar 
dogmas religiosos, preconceitos sociais, censuras políticas e os dados imediatos fornecidos 
pelos sentidos”. (CHAUÍ, Marilena. "Primeira filosofia". 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 
80.) 
A leitura do trecho nos permite identificar características do Renascimento. Assinale a 
afirmativa que contém essas características. 
a) nova postura com relação ao conhecimento, a qual transforma o modo de entendimento do 
mundo e do próprio homem. 
b) ruptura com as concepções antropocêntricas, a qual modifica as relações hierárquicas 
senhoriais. 
c) ruptura com o mundo antigo, a qual caracteriza um distanciamento do homem face aos 
diversos movimentos religiosos. 
d) adaptações do pensamento contemplativo, as quais reafirmam a primazia do conhecimento 
da natureza em relação ao homem. 
PUC-SP) Nicolau Copérnico (1473 - 1548), Galileu Galilei (1564 - 1642) e Kepler (1571 - 
1630) são nomes ligados à revolução científica dos séculos XVI e XVII por terem contribuído 
para: 
A - explicitar a teoria da experimentação com as espécies animais. 
B - abalar a crença de uma Terra estática como centro de um Universo limitado. 
C - reforçar as idéias de estreita relação entre ciência e religião. 
D - retificar as experiências de Newton com as cores e os números. 
E - fazer avançar a teoria dos corpos celestes defendida por Francis Bacon.
A vida humana não tem só um 
nascimento, só uma infância, 
é feita de vários 
renascimentos, de várias 
infâncias. 
Francesco Alberoni
Fonte:;; 
http://pensador.uol.com.br/ 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cosme_de_M%C3%A9dici 
http://www.vatican.va/various/cappelle/sistina_vr/index.html 
http://www.google.com.br/imgres. 
https://www.google.com.br/imghp?hl=pt-BR&tab=ii 
http://professor.bio.br/historia/provas_ 
http://kdfrases.com/autor/santo-agostinho 
http://museoprado.mcu.es/muerte.html 
http://www.youtube.com/watch?v=pTV6euIO63o 
: http://www.brasilsemmiseria.gov.br/sala-de-imprensa/ 
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-que-e-filosofia-escolastica 
https://www.youtube.com/watch?v=_vlO-3Nv4fQ 
http://www.mundoeducacao.com.br/historiageral/feiras-medievais.htm 
Acessado dia 11/07/14. 
FELIZ 2014. 
FIQUEM EM PAZ.v

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.Altair Moisés Aguilar
 
do Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao Antropocentrismodo Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao AntropocentrismoLarissa Barreis
 
www.professoraparticularapoio.com.br - História - Renascimento
www.professoraparticularapoio.com.br - História -  Renascimentowww.professoraparticularapoio.com.br - História -  Renascimento
www.professoraparticularapoio.com.br - História - RenascimentoPatrícia Morais
 
www.CentroApoio.com - História - Renascimento - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Renascimento  - Vídeo Aulawww.CentroApoio.com - História - Renascimento  - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Renascimento - Vídeo AulaVídeo Aulas Apoio
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Renascimento
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  Renascimentowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  Renascimento
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - RenascimentoAulasDeHistoriaApoio
 
3 filosofia moderna e iluminista filosofia
3 filosofia moderna e iluminista   filosofia3 filosofia moderna e iluminista   filosofia
3 filosofia moderna e iluminista filosofiaDaniele Rubim
 
Filosofia no renascimento
Filosofia no renascimentoFilosofia no renascimento
Filosofia no renascimentoJoão Silva
 
Introdução à Filosofia Moderna
Introdução à Filosofia ModernaIntrodução à Filosofia Moderna
Introdução à Filosofia ModernaCursoDeFerias
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna Over Lane
 
Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)
Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)
Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)Alexandre Misturini
 

Mais procurados (20)

Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
Filosofia Moderna- Prof.Altair Aguilar.
 
Filosofia moderna 22 444444
Filosofia moderna 22 444444Filosofia moderna 22 444444
Filosofia moderna 22 444444
 
Filosofia Moderna (2)
Filosofia Moderna (2) Filosofia Moderna (2)
Filosofia Moderna (2)
 
Filosofia moderna 22 1
Filosofia moderna 22 1Filosofia moderna 22 1
Filosofia moderna 22 1
 
do Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao Antropocentrismodo Teocentrismo ao Antropocentrismo
do Teocentrismo ao Antropocentrismo
 
www.professoraparticularapoio.com.br - História - Renascimento
www.professoraparticularapoio.com.br - História -  Renascimentowww.professoraparticularapoio.com.br - História -  Renascimento
www.professoraparticularapoio.com.br - História - Renascimento
 
www.CentroApoio.com - História - Renascimento - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Renascimento  - Vídeo Aulawww.CentroApoio.com - História - Renascimento  - Vídeo Aula
www.CentroApoio.com - História - Renascimento - Vídeo Aula
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Renascimento
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  Renascimentowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  Renascimento
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Renascimento
 
3 filosofia moderna e iluminista filosofia
3 filosofia moderna e iluminista   filosofia3 filosofia moderna e iluminista   filosofia
3 filosofia moderna e iluminista filosofia
 
Filosofia no renascimento
Filosofia no renascimentoFilosofia no renascimento
Filosofia no renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Filosofia moderna original
Filosofia moderna originalFilosofia moderna original
Filosofia moderna original
 
Introdução à Filosofia Moderna
Introdução à Filosofia ModernaIntrodução à Filosofia Moderna
Introdução à Filosofia Moderna
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna
 
Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)
Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)
Idade moderna sara importante nao mexer sociologia (1)
 
Filosofia moderna 22 2 2
Filosofia moderna 22 2   2Filosofia moderna 22 2   2
Filosofia moderna 22 2 2
 
Filosofia Moderna
Filosofia ModernaFilosofia Moderna
Filosofia Moderna
 
O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
 
Filosofia moderna 21m 1
Filosofia moderna 21m 1Filosofia moderna 21m 1
Filosofia moderna 21m 1
 
Ementa História da Filosofia Moderna I
Ementa História da Filosofia Moderna IEmenta História da Filosofia Moderna I
Ementa História da Filosofia Moderna I
 

Destaque

Renascimento e grandes navegações
Renascimento e grandes navegações Renascimento e grandes navegações
Renascimento e grandes navegações Laguat
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasVitoriaNunes
 
Capítulo 16 reforma religiosa
Capítulo 16 reforma religiosaCapítulo 16 reforma religiosa
Capítulo 16 reforma religiosaAuxiliadora
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoJoão Medeiros
 
Unidade 2 renascimento e reforma alunos
Unidade 2 renascimento e reforma alunosUnidade 2 renascimento e reforma alunos
Unidade 2 renascimento e reforma alunosVítor Santos
 
Grandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVIGrandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVIBeth Paes
 

Destaque (7)

Renascimento e grandes navegações
Renascimento e grandes navegações Renascimento e grandes navegações
Renascimento e grandes navegações
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
 
Capítulo 16 reforma religiosa
Capítulo 16 reforma religiosaCapítulo 16 reforma religiosa
Capítulo 16 reforma religiosa
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
 
Reforma religiosa
Reforma religiosaReforma religiosa
Reforma religiosa
 
Unidade 2 renascimento e reforma alunos
Unidade 2 renascimento e reforma alunosUnidade 2 renascimento e reforma alunos
Unidade 2 renascimento e reforma alunos
 
Grandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVIGrandes navegações dos séculos XV e XVI
Grandes navegações dos séculos XV e XVI
 

Semelhante a O RENASCIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL

Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento caty1998
 
A mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptxA mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptxcarlateixeira61373
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - História - Renascimento
www.AulasEnsinoMedio.com.br - História -  Renascimentowww.AulasEnsinoMedio.com.br - História -  Renascimento
www.AulasEnsinoMedio.com.br - História - RenascimentoAulasEnsinoMedio
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-iiSamuel Henriques
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaJosPedroSilva11
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento Alan
 
O humanismo renascentista
O humanismo renascentistaO humanismo renascentista
O humanismo renascentistaFulvio Gomes
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Renascimento
www.ensinofundamental.net.br - História -  Renascimentowww.ensinofundamental.net.br - História -  Renascimento
www.ensinofundamental.net.br - História - RenascimentoEnsinoFundamental
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da ArteMarco Silva
 
A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2Carla Teixeira
 
Mudanças e Transformações Sociais - Ciência e Tecnologia
Mudanças e Transformações Sociais - Ciência e TecnologiaMudanças e Transformações Sociais - Ciência e Tecnologia
Mudanças e Transformações Sociais - Ciência e TecnologiaSilvana
 

Semelhante a O RENASCIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL (20)

Atividade renascimento
Atividade renascimentoAtividade renascimento
Atividade renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
A mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptxA mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptx
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - História - Renascimento
www.AulasEnsinoMedio.com.br - História -  Renascimentowww.AulasEnsinoMedio.com.br - História -  Renascimento
www.AulasEnsinoMedio.com.br - História - Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
 
Filosofia moderna 22 33333
Filosofia moderna 22 33333Filosofia moderna 22 33333
Filosofia moderna 22 33333
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O humanismo renascentista
O humanismo renascentistaO humanismo renascentista
O humanismo renascentista
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Renascimento
www.ensinofundamental.net.br - História -  Renascimentowww.ensinofundamental.net.br - História -  Renascimento
www.ensinofundamental.net.br - História - Renascimento
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2
 
Mudanças e Transformações Sociais - Ciência e Tecnologia
Mudanças e Transformações Sociais - Ciência e TecnologiaMudanças e Transformações Sociais - Ciência e Tecnologia
Mudanças e Transformações Sociais - Ciência e Tecnologia
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 

Mais de Jose Ribamar Santos (20)

Grécia.17
Grécia.17Grécia.17
Grécia.17
 
A.persia.2017
A.persia.2017A.persia.2017
A.persia.2017
 
11. fenicios. 17
11. fenicios. 1711. fenicios. 17
11. fenicios. 17
 
Quadro fenicios,hebreus e persas..pptx [salvo automaticamente]
Quadro fenicios,hebreus e persas..pptx [salvo automaticamente]Quadro fenicios,hebreus e persas..pptx [salvo automaticamente]
Quadro fenicios,hebreus e persas..pptx [salvo automaticamente]
 
8. mesopotâmia.17
8. mesopotâmia.178. mesopotâmia.17
8. mesopotâmia.17
 
1.apresentação seu riba 17
1.apresentação seu riba 171.apresentação seu riba 17
1.apresentação seu riba 17
 
1.apresentação seu riba 17
1.apresentação seu riba 171.apresentação seu riba 17
1.apresentação seu riba 17
 
4.assim nasceu a humanidade.16
4.assim nasceu a humanidade.164.assim nasceu a humanidade.16
4.assim nasceu a humanidade.16
 
Colonização do brasil
Colonização do brasilColonização do brasil
Colonização do brasil
 
As reformas religiosas do séc.XVI e sua implicações atuais.
As reformas religiosas do séc.XVI e sua implicações atuais.As reformas religiosas do séc.XVI e sua implicações atuais.
As reformas religiosas do séc.XVI e sua implicações atuais.
 
Baixa i.média.15
Baixa i.média.15Baixa i.média.15
Baixa i.média.15
 
As transformacoes do feudalismo
As transformacoes do feudalismoAs transformacoes do feudalismo
As transformacoes do feudalismo
 
16.a.bizantino
16.a.bizantino16.a.bizantino
16.a.bizantino
 
15.feudalismo
15.feudalismo15.feudalismo
15.feudalismo
 
14. idade média no ocidente.
14. idade média no ocidente.14. idade média no ocidente.
14. idade média no ocidente.
 
Aula indios com música.
Aula indios com música.Aula indios com música.
Aula indios com música.
 
Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.
 
11. o imperio persa. 15
11. o imperio persa. 1511. o imperio persa. 15
11. o imperio persa. 15
 
9.os hebreus.2015
9.os hebreus.20159.os hebreus.2015
9.os hebreus.2015
 
12.grecia antiga 15
12.grecia antiga 1512.grecia antiga 15
12.grecia antiga 15
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 

O RENASCIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL

  • 1. AULA DE HISTÓRIA. RENACIMENTO PROFESSOR Seu Riba. “Que o teu trabalho seja perfeito para que, mesmo depois da tua morte, ele permaneça.” Leonardo da Vinci
  • 2. Analise da imagem, o Homem Virtruviano de Leonardo da Vinci. - demostra a simetria e a proporcionalidade do corpo humano; - retrata as imagens sobrepostas dentro de um quadro e de circulo. - busca por representar o corpo mais próximo da realidade
  • 3. Obs. O pouco conhecimento sobre a estrutura do corpo humano. A busca por apresentar a natureza humana Confronto com os padrões da época. Questões: - quem foi Leonardo da Vinci. - na obra o Homem Vitruviano , a arte e a ciência se confundem. Você concorda? Comente
  • 4. Para entender o assunto 2- Antecedentes. O termo renascimento remete; - a ideia de um novo renascimento da cultura europeia. - a retomada da cultura clássica No mesmo período outras transformações na Europa; Estados Modernos Reforma Religiosa Expansão Marítima
  • 5. O Renascimento revolucionou as noções de mundo, Universo, homem e conhecimento. Durante a baixa Idade Média - aumento do numero de cidades - surgimento da burguesia - intensas relações socioeconômicas Na Idade Média a produção do conhecimento esta nas mãos da Igreja . Mudanças no século XII – XV As Universidades e a difusão dos textos clássicos(pesquisa) Aumento da produção Literária Divulgação de Novas Ideias. Surgiu o Humanismo. (DANTE ,expressivo humanista
  • 6. 3- O Humanismo. Na Baixa Idade Média, reforma curricular, seriam enfatizadas as Ciências Naturais, a Matemática e a Filosofia. Os humanistas pretendiam valorizar o ser humano em seus estudos. Eram Antropocêntricos – considerava o ser humano o centro do universo. Idade Média – Teocêntrica – Deus era o centro do Universo. X O Humanismo era um movimento surgido cultural surgido na Europa, caracterizado pela Antiguidade clássica(greco-latina).
  • 7. 4- As bases do Renascimento. O Renascimento pode ser considerado como um sintoma cultural da crise do Feudalismo e do inicio do Capitalismo. Um processo de longa duração. Não ocorreu de forma simultânea em todos os lugares. Teve inicio na Itália. Principais Características. + Antropocentrismo – filosofia que coloca o ser humano no centro do mundo. - O homem e um ser racional, critico e que pode explicar o mundo ao seu redor. X - Teocentrismo – Deus como centro do Universo. + Racionalismo - a razão humana e a base do conhecimento. X-Buscava + Individualismo – afirmação da autonomia individual. X explica o mundo pela fé e pelos dogmas. - Trabalho anônimo e corporativo.
  • 8. Principais Características.(Continuação) + Humanismo – valorização do conhecimento e desenvolvimento humano. Base filosófica do Renascimento. + Antiguidade Clássica – renascer a cultura greco-romana. X - tradição medieval. + Universalismo – idealizava ter um conhecimento universal. O papel da Igreja continuou central financiando e influenciando os artistas.
  • 9. 5- Itália: berço do Renascimento. Foi propiciando pelo crescimento urbano e comercial. Principais centros comerciais: Florença, Genova, Milão e Veneza. Propagou-se para outras regiões da Europa. Obs. Antiga região central do Império romano a Itália não constituía uma região unificada era composta por Estados Independentes.
  • 10. 6 - Condições socioeconômicas favoráveis. Ascensão da burguesia Atuação dos mecenas (patrocinadores dos artistas) Cosme de Médici Banqueiro e político do séc. XV.
  • 11. 7-Arte e técnica Da Vinci e um exemplo de ligação entre a arte e a ciência. Conhecimentos de Anatomia foram usados na pintura e escultura. Desenvolvimento de técnicas como: - a perspectiva – figuras tridimensionalmente - tinta a óleo – efeitos de luz e sombra O objetivo era representar formas perfeitas e puras, buscando simetria e a regularidade.
  • 12. Atividade capela sistina. Criação de adão Relacione elementos da imagem com o pensamento medieval e o moderno.
  • 13. 8- Imprensa e Literatura Os livros eram copiados a mão pelos monges copistas. Johanneson Gutenberg – impressão em caracteres moveis. Contribuiu para difusão da bíblia e das línguas nacionais.
  • 14. 9- Música Idade Média – Vinculada a Igreja. Renascimento – temática laica (Característica do que ou daquele que não faz parte do clero). Nos países reformistas ainda vinculados a religião.
  • 15. Para entender o assunto 12- Renascimento Cientifico Método experimental – experiências para comprovar suas hipóteses. Observação, experimentação e a verificação de hipóteses. Giordano bruno – infinitiude do universo
  • 16. Novos paradigmas para as ciências Modelo heliocêntrico – Nicolau Copérnico. Sua teoria do heliocentrismo, que colocou o Sol como o centro do Sistema solar, contrariando a então vigente Teoria Geocêntrica (que considerava a Terra como o centro). Galileu Galilei – validou a teoria heliocêntrica
  • 17. EXERCICOS : Leia este trecho, em que se faz referência à construção do mundo moderno: “... os modernos são os primeiros a demonstrar que o conhecimento verdadeiro só pode nascer do trabalho interior realizado pela razão, graças a seu próprio esforço, sem aceitar dogmas religiosos, preconceitos sociais, censuras políticas e os dados imediatos fornecidos pelos sentidos”. (CHAUÍ, Marilena. "Primeira filosofia". 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 80.) A leitura do trecho nos permite identificar características do Renascimento. Assinale a afirmativa que contém essas características. a) nova postura com relação ao conhecimento, a qual transforma o modo de entendimento do mundo e do próprio homem. b) ruptura com as concepções antropocêntricas, a qual modifica as relações hierárquicas senhoriais. c) ruptura com o mundo antigo, a qual caracteriza um distanciamento do homem face aos diversos movimentos religiosos. d) adaptações do pensamento contemplativo, as quais reafirmam a primazia do conhecimento da natureza em relação ao homem. PUC-SP) Nicolau Copérnico (1473 - 1548), Galileu Galilei (1564 - 1642) e Kepler (1571 - 1630) são nomes ligados à revolução científica dos séculos XVI e XVII por terem contribuído para: A - explicitar a teoria da experimentação com as espécies animais. B - abalar a crença de uma Terra estática como centro de um Universo limitado. C - reforçar as idéias de estreita relação entre ciência e religião. D - retificar as experiências de Newton com as cores e os números. E - fazer avançar a teoria dos corpos celestes defendida por Francis Bacon.
  • 18. A vida humana não tem só um nascimento, só uma infância, é feita de vários renascimentos, de várias infâncias. Francesco Alberoni
  • 19. Fonte:;; http://pensador.uol.com.br/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Cosme_de_M%C3%A9dici http://www.vatican.va/various/cappelle/sistina_vr/index.html http://www.google.com.br/imgres. https://www.google.com.br/imghp?hl=pt-BR&tab=ii http://professor.bio.br/historia/provas_ http://kdfrases.com/autor/santo-agostinho http://museoprado.mcu.es/muerte.html http://www.youtube.com/watch?v=pTV6euIO63o : http://www.brasilsemmiseria.gov.br/sala-de-imprensa/ http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-que-e-filosofia-escolastica https://www.youtube.com/watch?v=_vlO-3Nv4fQ http://www.mundoeducacao.com.br/historiageral/feiras-medievais.htm Acessado dia 11/07/14. FELIZ 2014. FIQUEM EM PAZ.v