16.a.bizantino

363 visualizações

Publicada em

aspectos principais do Império Bizantino

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
94
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

16.a.bizantino

  1. 1. AULA DE HISTÓRIA. O IMPÉRIO BIZANTINO. PROFESSOR SeuRiba. .“ A única generalização cem por cento segura sobre a história é aquela que diz que enquanto houver raça humana haverá história.” Eric Hobsbawn - “A Era dos Extremos – O Breve Século XX”
  2. 2. I - ASPECTOS GERAIS. •Origens: Século IV (330). O Imperador Constantino transferiu a capital do Império para o Oriente(bizâncio,CONSTANTINOPLA). Motivo: a crise econômica e social .
  3. 3. LOCALIZAÇÃO: - ENTRE O OCIDENTE (ÁSIA) E O ORIENTE (EUROPA), ENTRE O MAR NEGRO , MAR EGEU E O MAR MEDITERÂNEO. *Q. 1 - QUE IMPORTÂNCIA TEVE ESTA LOCALIZAÇÃO: - FACILITOU O COMERCIO A NAVEGAÇÃO, E AS TROCAS CULTURAIS. - PERMANENTES DISPUTAS PELA REGIÃO.
  4. 4. II – HISTÓRICO. •EM 395, O IMPERDOR TEODÓSIO DIVIDIU O IMPERIO ENTRE SEUS DOIS FILHOS HONÓRIO FICOU COM O CIDENTE,CAPITAL MILÃO E ARCÁDIO FICOU COM O ORIENTE CAPITAL BIZÂNCIO. •OCIDENTE –RURALIZAÇÃO,FEUDALISMO, DESCENTARLIZADO ORIENTE – URBANA, PODER CENTRALIZADO. •DUROU UM MILÊNIO E FOI DOMINADO PELOS TURCOS EM 1453.
  5. 5. III – A SOCIEDADE E O ESTADO BIZANTINOS. •O ESTADO CENTARLIZAVA O COMÉRCIO E A SOCIEDADE. •REGULAMENTAVA E MONOPOLIZAVA A PRODUÇÃO. •VIDA URBANA- O ESTADO EMPREGAVA GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO. •A ESTRUTURA SOCIAL: Sociedade Hierarquizada (em camadas sociais com pouca mobilidade) : Imperador e sua família, assessores do imperador, alto clero, elite (grandes proprietários rurais, grandes comerciantes), camada média (pequenos comerciantes, artesãos, baixo clero), camada pobre formada por camponeses. •A CIDADE DE CONSTANTINOPLA POSSUIA HABITANTES DE DIVERSAS ORIGENS QUE CONTRIBUIRAM PARA A SUA RIQUEZA CULTURAL
  6. 6. EDUCAÇÃO No campo educacional, os bizantinos desenvolveram um modelo de ensino cuja principal preocupação era transmitir a cultura grega e a fé cristã. A boa formação cultural era valorizada principalmente nos grupos sociais mais ricos. A falta de cultura era considerada um infortúnio e uma desvantagem, quase um crime. O ignorante era alvo de constantes zombarias.
  7. 7. IV – A IGREJA BIZANTINA. •Papel de manutenção da unidade do império. •Combate as heresias. •1054 – separação da igreja – cisma do oriente. •Surge a igreja romana e igreja ortodoxa. A Basílica de Santa Sofia, Hagia Sophia
  8. 8. V – organização conflitos no império bizantino. * REINADO DE JUSTINIANO ; AUGE DO Império: - RECUPEROU TERRITORIOS,ultima tentativa de unificação do império romano. -construção de numerosas obras como a igreja de santa Sofia -compilação do código de direito romano – código de Justiniano, dividido em; código: conjunto das leis romanas a partir do século II. 1 >digesto: comentários de juristas sobre essas leis. 2 > institutas: princípios fundamentais do direito romano. 3 >novelas: novas leis do período de Justiniano.
  9. 9. - AUMENTOU OS IMPOSTOS, para aplicar no governo e na construção das obras ,essas medidas resultaram na REVOLTA DE NIKA em 532. MOTIVO: A INSATISFAÇÃO POPULAR COM OS ALTOS IMPOSTO E A OPRESSÃO. morte de 30 mil pessoas. *após a revolta de nika Justiniano centralizou a igreja e o estado iniciando o CESAROPAPISMO: significava ter total chefia do estado ( como César) e da igreja( como o papa).
  10. 10. VI – RELIGIÃO. A religião bizantina foi uma mistura de diversas culturas, como gregos, romanos e povos do oriente. Mas as questões mais debatidas eram: Monofisismo: estes negavam a natureza terrestre de Jesus Cristo. Para eles Jesus possuía apenas a natureza divina, espiritual. Esse movimento teve início no século V com auge no reinado de Justiniano. Iconoclastia: para estes a ordem era a destruição das imagens de santos, e a proibição do uso delas em templos. Com base na forte espiritualidade da religião cristã oriental. Teve apoio no século VIII, com o imperador Leão II, que proibiu o uso de imagens de Deus, Cristo e Santos nos templos e teve forte apoio popular.
  11. 11. V – PRODUÇÃO CULTURAL: - DIVERSIDADE, INTEGRAÇÃO ENTRE O ORIENTE E O OCIDENTE. - ARQUITETURA. EX; IGREJA DE SANTA SOFIA Os bizantinos também se destacaram na arte do mosaico, A escultura bizantina servia aos ideais religiosos. Um dos mosaicos bizantinos de Jesus Cristo em Hagia Sofia;observe a sua felicidade fluindo!
  12. 12. VI – DECADÊNCIA: -DEPOIS DA MORTE DE JUSTINIANO OCORRERAM VARIAS INVASÕES -MOVIMENTOS SEPARATISTAS - E RIVALIDADES. - 1453 – TOMADA PELOS TURCOS OTOMANOS.
  13. 13. EXERCICIOS PROPOSTOS. (UECE) Na origem do chamado “Cisma do Oriente”, pode-se apontar corretamente: a) as desavenças entre os membros da hierarquia católica e o Imperador bizantino diziam respeito à cobrança das indulgências e à corrupção dos bispos. b) significou o aparecimento de inúmeras seitas “reformadas”, que se desligaram da Igreja romana. c) no Império Bizantino, a Igreja era submetida ao Imperador e promovia um excessivo culto aos ídolos e às imagens. d) em Bizâncio, ao contrário do cristianismo ocidental, as imagens e os ídolos dos santos não eram objetos de adoração e culto. PUC-Campinas) O Império Bizantino , ao longo de sua história, apresentou um governo que se caracterizou por: a) proporcionar condições sociais que possibilitaram eliminar, desde suas origens, o problema da escravidão. b) procurar eliminar suas origens romanas e por restringir o poder dos soberanos, que era bastante limitado. c) apresentar um caráter despótico associado à grande influência religiosa, dando- lhe uma feição teocrática. d) controlar, chegando a eliminar completamente, o poder da burocracia no Estado.
  14. 14. FIQUEM EM PAZ. Fontes : gloogle imagens. http://gifs-animados.lwam.com.br/tag/gifs-animados-de-maos-batendo-palmas/ Acessado dia 28/05/15. Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância. Sócrates FELIZ 2015. FIQUEM EM PAZ.

×