O sapo-apaixonado

200 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
200
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O sapo-apaixonado

  1. 1. HORAHORADODOCONTOCONTOAnimação da Leitura
  2. 2. Animação da Leitura
  3. 3. Animação da LeituraO sapoestavasentado àbeira do rio.Sentia-seesquisito.Não sabia seestavacontente ouse estavatriste
  4. 4. Animação da LeituraToda a semanatinha andadocomo que asonhar.Que é queteria?
  5. 5. Animação da LeituraEntão encontrou oPorquinho.- Olá, Sapo– disse o Porquinho. –Não estás com muitobom ar. Que é quetens?- Não sei - disse oSapo. – Tenhovontade de rir e dechorar ao mesmotempo. E aqui dentrode mim tenho umacoisa que faz tum-tum.
  6. 6. Animação da Leitura-Talvez estejasconstipado – disse oPorquinho. – Émelhor ires paracasa e meteres-te nacama.- O Sapo continuou oseu caminho. Estavapreocupado
  7. 7. Animação da LeituraDepois passou porcasa da Lebre.-Lebre – disse ele –não me sinto muitobem.- Entra e senta-teum bocadinho –disse a Lebre,muito simpática.- Ora então, que éque tens?- Umas vezes ficocom calor e outrasvezes fico com frio.- e aqui dentro demim tenho umacoisa que faz tum-tum.
  8. 8. Animação da LeituraA Lebre pensoumuito, como umverdadeiro médico.Depois disse:-Já sei. É o teucoração. O meutambém faz tum-tum.- Mas o meu àsvezes faz tum-tummais depressa doque de costume -disse o sapo. – Fazum-dois, um-dois,um-dois.A Lebre foi buscaráestante um grandelivro e pôs-se a viraras folhas.- Ah!- disse ela. -Ora ouve. Coração abater acelerado,ataque de calor e defrio…quer dizer queestás apaixonado!- Apaixonado ?- disse o Sapo,surpreendido- Ena pá! Estou
  9. 9. Animação da LeituraE ficou tão contente que deu um salto enormepela porta fora.
  10. 10. Animação da LeituraO Porquinhoassustou-se muitoquando o Sapo derepente caiu docéu.- Parece que estásmelhor - disse oPorquinho.- E estou! Sinto-meóptimo – disse oSapo. – Estouapaixonado!- Bem, isso é umaboa notícia. Porquem é que estásapaixonado? –perguntou oPorquinho.O Sapo não tinhatido tempo parapensar nisso.
  11. 11. Animação da Leitura- Já sei! – disseele. – estouapaixonado pelalinda e adorávelPatinha branca!- Não pode ser –disse oPorquinho. – umSapo não podeestar apaixonadopor uma pata. Tués verde e ela ébranca.Mas o Sapo nãose importou comisso.
  12. 12. Animação da LeituraNão sabiaescrever, massabia fazer bonitaspinturas.Quando voltou paracasa fez umapintura linda, comvermelho, azul, emuito verde queera a cor que elemais gostava.
  13. 13. Animação da LeituraÀ noite, quando jáestava escuro,saiu com apintura e enfiou-apor baixo da portada Pata.Com a emoção,tinha o coração abater com toda aforça.
  14. 14. Animação da LeituraA Pata ficoumuitoadmiradaquandoencontrou apintura.- Quem é queme terámandado estalinda pintura?- exclamouela, ependurou-ana parede.
  15. 15. Animação da LeituraNo dia seguinte oSapo colheu um beloramo de flores.Ia oferece-las àPata.Mas quando chegouà porta não tevecoragem para aenfrentar.Pôs as flores nasoleira da porta efugiu o maisdepressa que pôde.E assim continuaramas coisas, dia apósdia.O Sapo nãoconseguia arranjarcoragem para falar.
  16. 16. Animação da LeituraA Pata andava muitocontente com todosaqueles belospresentes.Mas quem é que osmandaria?
  17. 17. Animação da LeituraPobre Sapo!Perdeu o apetite e ànoite não conseguiadormir…E as coisascontinuavam assimdurante semanas.
  18. 18. Animação da LeituraComo é quehavia de mostrarà Pata quegostava dela?- Tenho de fazeruma coisa de quemais ninguémseja capaz –decidiu ele. –tenho que bater orecorde do mundode salto emaltura! A Patinhavai ficar muitosurpreendida, edepois elatambém vaigostar de mim.
  19. 19. Animação da LeituraO Sapo começoulogo a treinar.Praticou salto emalturas durantedias a fio.Saltava cada vezmais alto, até àsnuvens. Nuncanenhum sapo domundo tinhasaltado tão alto.
  20. 20. Animação da LeituraQue é que terá oSapo ? –perguntou a Patapreocupada -saltar assim éperigoso. Aindaacaba por semagoar.E tinha razão.
  21. 21. Animação da LeituraÀs duas horas etreze minutos datarde de sexta-feira,as coisas correrammal.O Sapo estava a daro salto mais alto dahistória quandoperdeu o equilíbrio ecaiu no chão.A Pata, que ía apassar nessa altura,veio a correr ajudá-lo.
  22. 22. Animação da LeituraO Sapo malconseguia andar. APata amparou-o comcarinho e levou-opara casa. Tratoudele com toda aternura.-Ó Sapo, podias ter-te matado! – disseela. – Olha que tensde ter muito cuidado.Gosto tanto de ti!Então, finalmente osapo lá conseguiuarranjar coragem:- Eu também gostomuito de ti, queridaPata – balbuciou ele.- Tinha ao coração afazer tum-tum, maisdepressa do quenunca, e ficou com acara muito verde.
  23. 23. Animação da LeituraDesde então.amam-seperdidamente.Um sapo e umapata…Verde e branca.O amor nãoconhecebarreiras.
  24. 24. HORAHORADODOCONTOCONTOAnimação da Leitura

×