(17) unidade 4 slide share-para as-os filhas-os

3.732 visualizações

Publicada em

Curso Promoção do Envolvimento dos Homens na Paternidade e no Cuidado, na Comunidade de Práticas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.732
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.334
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

(17) unidade 4 slide share-para as-os filhas-os

  1. 1. Benefícios para as/os filhas/os: Os riscos de uma atenção pré-natal inadequada e do nascimento de bebês prematuros aumentam quando o casal não compartilha do mesmo desejo pela gravidez ou quando os dois não a desejavam (Hohmann-Marriott, 2009, em FI);
  2. 2. A transmissão vertical do HIV (assim como da sífilis) pode ser melhor prevenida quando há o apoio de maridos/parceiros, permitindo que a situação seja revelada e que o tratamento seja seguido da maneira adequada (Mwanyika-Sando, 2013; Sherr&Croome, 2012, em FI); Estratégias de educação e apoio sobre a amamentação voltadas aos pais aumentam as taxas de amamentação e as mães sentem-se mais capazes e confiantes para amamentar quando recebem o apoio ativo de seus parceiros (Maycock et al, 2013; Mannion et al, 2013, em FI);
  3. 3. Quando os pais são presentes e atuantes na vida de suas/seus filhas/os, estas/es tendem a prosperar em diversas áreas: saúde física e mental; motivação para o estudo; rendimento acadêmico; desenvolvimento cognitivo; habilidades sociais; maior autoestima; menos problemas de comportamento; maior tolerância ao estresse e, na adolescência, menor abuso de drogas, menos problemas com a lei e menos riscos relacionados à saúde sexual e reprodutiva (Barker, 2003; FathersDirect, 2005; Allen e Daly, 2007; Nock e Einolf, 2008, em Promundo, 2014);
  4. 4. Revisão de 16 estudos longitudinais apontou impacto positivo sobre as crianças que tiveram um pai engajado nas seguintes áreas: menos problemas de comportamento, menos conflitos com a lei, menor vulnerabilidade econômica posterior, melhores resultados em escalas de desenvolvimento cognitivo, melhor desempenho escolar e menos estresse na idade adulta (Sarkadi, Kristiansson, Oberklaid e Bremberg, 2008, em Promundo, 2014);

×