SlideShare uma empresa Scribd logo

Elaboração de projeto 2013 2

1 de 28
Baixar para ler offline
Orientações sobre a elaboração de Projetos utilizando
a metodologia da Aprendizagem Cooperativa
PACCE
Interdependência Positiva
Responsabilização Pessoal
Interação social (face-a-face)
Habilidades Sociais
Processamento de Grupo
Interdependência Positiva
 Membros ligados ao outro de tal maneira que sintam
que o sucesso de todos depende do nível de
interdependência de cada um.
 Estruturar uma interdependência positiva para que se
aprenda individual e coletivamente
 Recompensas coletivas – tipo 80% dos objetivos
 Fortalecer a ideia que a aprendizagem precisa ser
cooperativa.
Responsabilização Pessoal
 Cada participante deve ser avaliado
 Teste individual
 Cada um deve saber explicar ao outro o conteúdo
 Anotar a contribuição de cada um
 Fortalecimento das ações individuais para que
trabalhem melhor no grupo.
Interação social (face-a-face)
 Interação promotora:
 Ajudando o outro
 Apoiando
 Animando
 Valorizando
Habilidades Sociais
 Competência interpessoal – começar treinando a si
mesmo: autopercepção, autoconscientização,
autoaceitação.
 Como ensinar e aplicar – a não capacitação transforma
a cooperação em coisa fútil.
 Liderança
 Tomada de decisão
 Construção de confiança
 Comunicação
 Gerenciar conflitos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Intervenções - Gestão de Pessoas
Intervenções - Gestão de PessoasIntervenções - Gestão de Pessoas
Intervenções - Gestão de PessoasRosane Queiroz
 
Slides plano de ação
Slides  plano de açãoSlides  plano de ação
Slides plano de açãoheliane
 
Oficina Femama - Valinhos
Oficina Femama - Valinhos Oficina Femama - Valinhos
Oficina Femama - Valinhos contatofemama
 
Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011Fundação Victor Civita
 
Antonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhos
Antonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhosAntonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhos
Antonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhosAntonioJMCruz
 
Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...
Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...
Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...Goretti Silva
 
Como Construir Um PortefóLio
Como Construir Um PortefóLioComo Construir Um PortefóLio
Como Construir Um PortefóLioNome Sobrenome
 
Avaliar Para Quê
Avaliar Para QuêAvaliar Para Quê
Avaliar Para QuêPaula Peres
 
Portefolio reflexivo de_aprendizagem
Portefolio reflexivo de_aprendizagemPortefolio reflexivo de_aprendizagem
Portefolio reflexivo de_aprendizagemElisa Dias
 
A arte de conhecer e conduzir os diferentes
A arte de conhecer e conduzir os diferentesA arte de conhecer e conduzir os diferentes
A arte de conhecer e conduzir os diferentesRaquel Souza
 

Mais procurados (20)

Módulo 3 - Controle e Monitoramento
Módulo 3 - Controle e MonitoramentoMódulo 3 - Controle e Monitoramento
Módulo 3 - Controle e Monitoramento
 
Artefact2 atividade
Artefact2 atividadeArtefact2 atividade
Artefact2 atividade
 
Intervenções - Gestão de Pessoas
Intervenções - Gestão de PessoasIntervenções - Gestão de Pessoas
Intervenções - Gestão de Pessoas
 
Slides plano de ação
Slides  plano de açãoSlides  plano de ação
Slides plano de ação
 
Como elaborar um projeto
Como elaborar um projetoComo elaborar um projeto
Como elaborar um projeto
 
Oficina Femama - Valinhos
Oficina Femama - Valinhos Oficina Femama - Valinhos
Oficina Femama - Valinhos
 
Metodos pedagogicos
Metodos pedagogicosMetodos pedagogicos
Metodos pedagogicos
 
Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011
Panorama de Coordenação Pedagógica - Prêmio Victor Civita 2011
 
Módulo 4 - Avaliação e Relatórios
Módulo 4 - Avaliação e RelatóriosMódulo 4 - Avaliação e Relatórios
Módulo 4 - Avaliação e Relatórios
 
Monitoramento e Avaliacao
Monitoramento e AvaliacaoMonitoramento e Avaliacao
Monitoramento e Avaliacao
 
Trab projetos
Trab projetosTrab projetos
Trab projetos
 
Antonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhos
Antonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhosAntonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhos
Antonio cruz dinamica_final_pw_point_stestemunhos
 
7 Tania Santos
7 Tania Santos7 Tania Santos
7 Tania Santos
 
Controle e Monitoramento 2012
Controle e Monitoramento 2012Controle e Monitoramento 2012
Controle e Monitoramento 2012
 
Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...
Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...
Roteiro Projeto de Intervenção - Profuncionário Técnico Multimeios Didáticos ...
 
Módulo 5 - Elaboração de Projetos
Módulo 5 - Elaboração de ProjetosMódulo 5 - Elaboração de Projetos
Módulo 5 - Elaboração de Projetos
 
Como Construir Um PortefóLio
Como Construir Um PortefóLioComo Construir Um PortefóLio
Como Construir Um PortefóLio
 
Avaliar Para Quê
Avaliar Para QuêAvaliar Para Quê
Avaliar Para Quê
 
Portefolio reflexivo de_aprendizagem
Portefolio reflexivo de_aprendizagemPortefolio reflexivo de_aprendizagem
Portefolio reflexivo de_aprendizagem
 
A arte de conhecer e conduzir os diferentes
A arte de conhecer e conduzir os diferentesA arte de conhecer e conduzir os diferentes
A arte de conhecer e conduzir os diferentes
 

Destaque

Ciclo del nitrogeno y su importancia
Ciclo del nitrogeno y su importanciaCiclo del nitrogeno y su importancia
Ciclo del nitrogeno y su importanciaErnesto_ISA
 
Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)
Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)
Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)UNESP
 
Apresentação cooperativa de benefícios plano futuro
Apresentação cooperativa de benefícios plano futuroApresentação cooperativa de benefícios plano futuro
Apresentação cooperativa de benefícios plano futuroAntonio Almeida
 
Apresentação às empresas
Apresentação às empresasApresentação às empresas
Apresentação às empresasEDGRATIS
 
Métodos de avaliação de interface: Avaliação Cooperativa
Métodos de avaliação de interface: Avaliação CooperativaMétodos de avaliação de interface: Avaliação Cooperativa
Métodos de avaliação de interface: Avaliação CooperativaFernando Figueroa
 
Leva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejar
Leva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejarLeva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejar
Leva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejarPersonal Car Auto
 
Apresentação slaideshare
Apresentação slaideshareApresentação slaideshare
Apresentação slaideshareelizastefanon
 
Apresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXI
Apresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXIApresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXI
Apresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXImultiIN
 
Framework - Estrategia Empresarial
Framework - Estrategia EmpresarialFramework - Estrategia Empresarial
Framework - Estrategia EmpresarialPaulo Cunha
 
My Travel $ Cash Apresentação
My Travel $ Cash  ApresentaçãoMy Travel $ Cash  Apresentação
My Travel $ Cash Apresentaçãowqfaria
 
Fertilizantes nitrogenados
Fertilizantes nitrogenadosFertilizantes nitrogenados
Fertilizantes nitrogenadosApuntes FCA
 
Spek Táxi advertising
Spek Táxi advertisingSpek Táxi advertising
Spek Táxi advertisingManuel Filipe
 

Destaque (20)

Ciclo del nitrogeno y su importancia
Ciclo del nitrogeno y su importanciaCiclo del nitrogeno y su importancia
Ciclo del nitrogeno y su importancia
 
Identidade Visual Ima
Identidade Visual ImaIdentidade Visual Ima
Identidade Visual Ima
 
Cooperativa Santa Clara
Cooperativa Santa ClaraCooperativa Santa Clara
Cooperativa Santa Clara
 
Cooperativa de taxi
Cooperativa de taxiCooperativa de taxi
Cooperativa de taxi
 
Táxi
TáxiTáxi
Táxi
 
16days
16days16days
16days
 
Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)
Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)
Catalogação Cooperativa (parte 2 - atualidade)
 
Apresentação cooperativa de benefícios plano futuro
Apresentação cooperativa de benefícios plano futuroApresentação cooperativa de benefícios plano futuro
Apresentação cooperativa de benefícios plano futuro
 
Apresentação às empresas
Apresentação às empresasApresentação às empresas
Apresentação às empresas
 
Métodos de avaliação de interface: Avaliação Cooperativa
Métodos de avaliação de interface: Avaliação CooperativaMétodos de avaliação de interface: Avaliação Cooperativa
Métodos de avaliação de interface: Avaliação Cooperativa
 
Leva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejar
Leva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejarLeva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejar
Leva e traz: o serviço que leva seu carro e devolve no local que desejar
 
Apresentação slaideshare
Apresentação slaideshareApresentação slaideshare
Apresentação slaideshare
 
Apresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXI
Apresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXIApresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXI
Apresentação Comercial Cooperativa de Taxi de Cubatão - UNITAXI
 
Framework - Estrategia Empresarial
Framework - Estrategia EmpresarialFramework - Estrategia Empresarial
Framework - Estrategia Empresarial
 
Apresentação quarta de manha
Apresentação quarta de manhaApresentação quarta de manha
Apresentação quarta de manha
 
My Travel $ Cash Apresentação
My Travel $ Cash  ApresentaçãoMy Travel $ Cash  Apresentação
My Travel $ Cash Apresentação
 
Fertilizantes nitrogenados
Fertilizantes nitrogenadosFertilizantes nitrogenados
Fertilizantes nitrogenados
 
2013 js transportes
2013 js transportes2013 js transportes
2013 js transportes
 
Spek Táxi advertising
Spek Táxi advertisingSpek Táxi advertising
Spek Táxi advertising
 
Perfuratriz
PerfuratrizPerfuratriz
Perfuratriz
 

Semelhante a Elaboração de projeto 2013 2

2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetosANDRÉ MONTEIRO
 
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]marcilene1311
 
Elaboração de projetos
Elaboração de projetosElaboração de projetos
Elaboração de projetosalbelio
 
Os projetos didáticos
Os projetos didáticosOs projetos didáticos
Os projetos didáticosmarisa liotti
 
Aula 7 - Módulo III
Aula 7 - Módulo IIIAula 7 - Módulo III
Aula 7 - Módulo IIICETUR
 
Roteiro basico projeto_mariags
Roteiro basico projeto_mariagsRoteiro basico projeto_mariags
Roteiro basico projeto_mariagsGoretti Silva
 
Roteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de IntervençãoRoteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de IntervençãoGoretti Silva
 
Atps planejamento gestao_servico_social
Atps planejamento gestao_servico_socialAtps planejamento gestao_servico_social
Atps planejamento gestao_servico_socialtanareal
 
Atps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_social
Atps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_socialAtps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_social
Atps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_socialivlux
 
Planejamento em mídias sociais / julho 2012
Planejamento em mídias sociais / julho 2012Planejamento em mídias sociais / julho 2012
Planejamento em mídias sociais / julho 2012Paulo Marinho
 
Projeto Sala de Educador
Projeto Sala de EducadorProjeto Sala de Educador
Projeto Sala de Educadorcefaprodematupa
 
Projeto Sala de Professor 2011
Projeto Sala de Professor 2011Projeto Sala de Professor 2011
Projeto Sala de Professor 2011cefaprodematupa
 
Fator Humano no Gerenciamento de Projetos
Fator Humano no Gerenciamento de ProjetosFator Humano no Gerenciamento de Projetos
Fator Humano no Gerenciamento de ProjetosADVN Soluções em TI
 

Semelhante a Elaboração de projeto 2013 2 (19)

2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
2012 1 cst_marketing_3_gestao_projetos
 
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
Prática supervisionada [modo de compatibilidade]
 
Orientação de projetos
Orientação de projetosOrientação de projetos
Orientação de projetos
 
Roteiro para escrever projetos
Roteiro para escrever projetosRoteiro para escrever projetos
Roteiro para escrever projetos
 
Elaboração de projetos
Elaboração de projetosElaboração de projetos
Elaboração de projetos
 
Os projetos didáticos
Os projetos didáticosOs projetos didáticos
Os projetos didáticos
 
Aula 7 - Módulo III
Aula 7 - Módulo IIIAula 7 - Módulo III
Aula 7 - Módulo III
 
Project Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best PracticesProject Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best Practices
 
Roteiro basico projeto_mariags
Roteiro basico projeto_mariagsRoteiro basico projeto_mariags
Roteiro basico projeto_mariags
 
Roteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de IntervençãoRoteiro básico Projeto de Intervenção
Roteiro básico Projeto de Intervenção
 
Atps planejamento gestao_servico_social
Atps planejamento gestao_servico_socialAtps planejamento gestao_servico_social
Atps planejamento gestao_servico_social
 
Módulo 3 - Metodologia e Avaliação
Módulo 3 - Metodologia e AvaliaçãoMódulo 3 - Metodologia e Avaliação
Módulo 3 - Metodologia e Avaliação
 
Atps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_social
Atps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_socialAtps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_social
Atps a2 2015_2_sso8_monitoramento_avaliacao_servico_social
 
Planejamento em mídias sociais / julho 2012
Planejamento em mídias sociais / julho 2012Planejamento em mídias sociais / julho 2012
Planejamento em mídias sociais / julho 2012
 
Mini curso aula 02
Mini curso aula 02Mini curso aula 02
Mini curso aula 02
 
Projeto Sala de Educador
Projeto Sala de EducadorProjeto Sala de Educador
Projeto Sala de Educador
 
Projeto Sala de Professor 2011
Projeto Sala de Professor 2011Projeto Sala de Professor 2011
Projeto Sala de Professor 2011
 
Fator Humano no Gerenciamento de Projetos
Fator Humano no Gerenciamento de ProjetosFator Humano no Gerenciamento de Projetos
Fator Humano no Gerenciamento de Projetos
 
Roteiro at-a-distancia
Roteiro at-a-distanciaRoteiro at-a-distancia
Roteiro at-a-distancia
 

Mais de Coordenadoria de Formação e Aprendizagem Cooperativa - COFAC (Prograd/UFC)

Mais de Coordenadoria de Formação e Aprendizagem Cooperativa - COFAC (Prograd/UFC) (20)

Calendário PACCE 2015
Calendário PACCE 2015Calendário PACCE 2015
Calendário PACCE 2015
 
Cel local para blog
Cel   local para blogCel   local para blog
Cel local para blog
 
Calendário PACCE 2015
Calendário PACCE 2015Calendário PACCE 2015
Calendário PACCE 2015
 
Contrato de convivencia final
Contrato de convivencia finalContrato de convivencia final
Contrato de convivencia final
 
Cod nome fun_turno
Cod nome fun_turnoCod nome fun_turno
Cod nome fun_turno
 
Feira das profissoes 2014 presencas confirmadas
Feira das profissoes 2014 presencas confirmadasFeira das profissoes 2014 presencas confirmadas
Feira das profissoes 2014 presencas confirmadas
 
Consulta nome e pacce
Consulta   nome e pacceConsulta   nome e pacce
Consulta nome e pacce
 
Aprovados da seleção PACCE 2014 edital 034/2013.
Aprovados da seleção PACCE 2014 edital 034/2013.Aprovados da seleção PACCE 2014 edital 034/2013.
Aprovados da seleção PACCE 2014 edital 034/2013.
 
Todos deferidos 2014 turno
Todos deferidos 2014 turnoTodos deferidos 2014 turno
Todos deferidos 2014 turno
 
Todos deferidos 2014
Todos deferidos 2014Todos deferidos 2014
Todos deferidos 2014
 
Agenda entrevista 2014
Agenda entrevista 2014Agenda entrevista 2014
Agenda entrevista 2014
 
Eu distribuição 2013
Eu distribuição 2013Eu distribuição 2013
Eu distribuição 2013
 
V feira horários turnos
V feira horários turnosV feira horários turnos
V feira horários turnos
 
Textos para v feira
Textos para v feiraTextos para v feira
Textos para v feira
 
V feira horários por aluno
V feira horários por alunoV feira horários por aluno
V feira horários por aluno
 
Formação 2013
Formação 2013Formação 2013
Formação 2013
 
Lista com nome e número pacce
Lista com nome e número pacceLista com nome e número pacce
Lista com nome e número pacce
 
Lista de classificados 2013
Lista de classificados 2013Lista de classificados 2013
Lista de classificados 2013
 
Aditivo campi interior, 26 fev 2013
Aditivo  campi interior, 26 fev 2013Aditivo  campi interior, 26 fev 2013
Aditivo campi interior, 26 fev 2013
 
Universidade federal do ceará
Universidade federal do cearáUniversidade federal do ceará
Universidade federal do ceará
 

Último

1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...excellenceeducaciona
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 

Último (20)

1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 

Elaboração de projeto 2013 2

  • 1. Orientações sobre a elaboração de Projetos utilizando a metodologia da Aprendizagem Cooperativa PACCE
  • 2. Interdependência Positiva Responsabilização Pessoal Interação social (face-a-face) Habilidades Sociais Processamento de Grupo
  • 3. Interdependência Positiva  Membros ligados ao outro de tal maneira que sintam que o sucesso de todos depende do nível de interdependência de cada um.  Estruturar uma interdependência positiva para que se aprenda individual e coletivamente  Recompensas coletivas – tipo 80% dos objetivos  Fortalecer a ideia que a aprendizagem precisa ser cooperativa.
  • 4. Responsabilização Pessoal  Cada participante deve ser avaliado  Teste individual  Cada um deve saber explicar ao outro o conteúdo  Anotar a contribuição de cada um  Fortalecimento das ações individuais para que trabalhem melhor no grupo.
  • 5. Interação social (face-a-face)  Interação promotora:  Ajudando o outro  Apoiando  Animando  Valorizando
  • 6. Habilidades Sociais  Competência interpessoal – começar treinando a si mesmo: autopercepção, autoconscientização, autoaceitação.  Como ensinar e aplicar – a não capacitação transforma a cooperação em coisa fútil.  Liderança  Tomada de decisão  Construção de confiança  Comunicação  Gerenciar conflitos
  • 7. Processamento de Grupo  É um processo que leva tempo adaptar-se (novos paradigmas)  Focar em ideias e não em pessoas  Que bom, Que pena, Que tal  Identificar ações úteis (ou não) para a eficiência em alcançar os objetivos  Tomando decisões sobre a necessidade de mudanças  O Processamento de Grupo deve:  Enxugar as ações reduzindo a complexidade  Melhoria contínua das habilidades dos membros  Oportunidade de celebrar os sucessos
  • 8. O projeto deve apresentar ações da metodologia da Aprendizagem Cooperativa. Elas podem aparecer na introdução, onde mostramos os problemas; na justificativa, onde apresentamos soluções através das ações da metodologia, dos princípios e no corpo do projeto (objetivos, atividades etc.
  • 9. Título do Projeto  Uma palavra ou frase que expresse sua proposta
  • 10. Sinopse A Sinopse é um pequeno resumo do Projeto, mostrando:  1. A quem se destina o Projeto;  2. Os principais Problemas que o mesmo pretende solucionar;  3. As principais Atividades executadas;  4. Os principais Objetivos que o Projeto pretende alcançar. Ao ler a Sinopse, o leitor deve imediatamente identificar se o Projeto é (ou não) de seu interesse. Você deve construir a sinopse após o projeto concluído.
  • 11. Introdução  Liste o(s) problema(s) central(is) que motiva(ra)m a elaboração do projeto e a(s) oportunidade(s) e potencialidade(s) que são ou sejam fundamenta(l)is para que o projeto obtenha sucesso.  Exemplo 1 – Disciplina com alto índice de reprovação, competição entre colegas etc.  Exemplo 2 – necessidade de acompanhamento das atividades. Nas comissões podemos ter três focos:  A própria comissão  Os bolsistas do Programa  O Programa
  • 12. Justificativa  Por que o projeto precisa ser desenvolvido.  Justificar, através das propostas da metodologia da Aprendizagem Cooperativa, a elaboração de um projeto que atenda as demandas apresentadas na introdução.  Demonstrar como os princípios da Aprendizagem Cooperativa podem contribuir para a resolução das demandas (problematização).
  • 13. Público Alvo  As pessoas que serão beneficiadas diretamente pela execução do projeto. Se possível, coloque os nomes de seus colegas e cursos.  Para células, os membros  Para as comissões, três opções:  A própria comissão  Os bolsistas  O Programa
  • 14. Duração do Projeto  Um semestre acadêmico;  Um semestre acadêmico podendo ser renovado  Um ano acadêmico  O período da bolsa (2013)
  • 15. Local de Execução  Unidade acadêmica, bloco etc.  As células devem ter um local base que será divulgado no blog do PACCE.
  • 16. Objetivos  Gerais - Impactos em longo prazo para os quais o seu projeto irá contribuir (inspire-se nos objetivos do programa). Os objetivos podem ser de natureza cognitiva, interpessoal etc.  Específicos - Os efeitos em curto prazo que seu projeto terá em específico. Objetivos específicos são os problemas resolvidos. Os objetivos podem ser de natureza cognitiva, interpessoal etc. Eles devem ser claros, mensuráveis e tangíveis.
  • 17. Produtos  Eles retratam a estratégia operacional do projeto que será realizado ou produzido para que os objetivos sejam alcançados  Resultados diretos e imediatos das atividades para atingir os objetivos específicos ou que possam ser produzidos até o final do projeto  Exemplos: cartazes, relatórios de reuniões, portfólios, trabalhos publicados, relatos de experiência, blogs ou sites etc.
  • 18. Indicadores de Resultados  Os indicadores definem os critérios de sucesso de um projeto, ou seja, é através deles que sabemos se os objetivos foram alcançados.  São: dados, eventos, ocorrências, acontecimentos e mudanças de comportamento que evidenciam e descrevem um determinado resultado, atribuindo a ele quantidade, qualidade e prazo.  Transformam informações abstratas e subjetivas em informações claras e objetivas, possíveis de serem verificadas por diferentes investigadores e apresentarem as mesmas conclusões.
  • 19. Meios de Verificação  São os documentos onde se encontram as evidências, ou seja, a comprovação dos resultados.  Os produtos podem ser meios de verificação  Exemplos:  Histórico é um meio de verificação. O conteúdo do histórico é um indicador de resultados  Um relato de experiência é um meio de verificação. O conteúdo é um indicador de resultados
  • 20. Atividades Propostas  O que e o como fazer para que os objetivos do projeto sejam alcançados  Como o projeto está proposto à partir dos princípios da Aprendizagem Cooperativa, devem ser inseridas atividades de desenvolvimento desses princípios:  Como acontecerá interação promotora  De que forma se implementará responsabilização individual
  • 21. Atividades Propostas  Como serão desenvolvidas habilidades sociais  Quando e como acontecerá o desenvolvimento de interdependência positiva  Quando e como ocorrerá processamento de grupo (feedback)  Pode ser feito um cronograma de atividades prevendo um tempo para desenvolver aspectos da metodologia da Aprendizagem Cooperativa
  • 22. Insumos  Os recursos materiais que você necessitará para executar o projeto.
  • 23. Fortalezas e Oportunidades  Fatores internos e externos que podem colaborar com a execução do projeto. (podem ser incluídos na introdução).
  • 24. Fraquezas e Ameaças  Faça uma análise da realidade, dos recursos, dos obstáculos.  Verifique os fatores internos e externos (fraquezas e ameaças) que poderão influenciar a execução do seu projeto.
  • 25. Estratégias para Enfrentar os Obstáculos  Pense em como você poderá enfrentar os obstáculos, ou seja, as fraquezas e as ameaças do item anterior.  Para cada obstáculo deve haver uma estratégia.
  • 26. Publicação dos Resultados  Onde e como você comunicará os resultados do seu projeto.  Encontros Universitários  Blogs e sites  Congressos  Em sala de aula