Apresentação ubá

1.011 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.011
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação ubá

  1. 1. SANS – Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável UBÁ - MG“ Da perspectiva a realidade”
  2. 2. Divisão de Proteção Social BásicaSeção de Segurança Alimentar e Nutricional
  3. 3. UbáLocalização – Zona da Mata – MGAproximadamente 102 mil habitantes
  4. 4. Artigo 6° da ConstituiçãoArt. 6º: São direitos sociais a educação, a saúde, aalimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, aprevidência social, a proteção à maternidade e à infância, aassistência aos desamparados.
  5. 5. LINHA DO TEMPO• 2003 – Lei n. 3.239 - Institucionalização do COMSEA/Ubá – Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Ubá.• 2007 – Criação do Banco de Alimentos de Ubá• 2008 – Sancionada a LOSAN municipal de Ubá – Lei n. 3.698• 2008 – Início da Implementação do PAA/Ubá• 2009 – Aprovação de 3 projetos para o município de Ubá, sendo 2 pela SESAN/Editais 2009, e 1 pela CONAB/MG, sendo tais: Modernização do Banco de Alimentos de Ubá, Implementação do PAA/CDLAF- MDS e CONAB
  6. 6. LINHA DO TEMPO• 2010 – Implementação do COMSEA – Nomeação dos conselheiros• 2011 – abril - Criação da Seção de Segurança Alimentar e Nutricional• 2011 – 30 de maio - I Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Ubá/MG Alimentação Adequada e Saudável: Direito de Todos
  7. 7. LINHA DO TEMPO• 2011 - Dezembro – Avanço - Nivelamento da informação e implementação da Isenção do ICMS na comercialização dos gêneros alimentícios por agricultores familiares no âmbito do PAA – Programa de Aquisição de Alimentos 2011 – MG - 06 de outubro – Instrução Normativa SUTRI n°2 – Regulamenta ICMS nas operações com gêneros alimentícios produzidos e comercializados pelo agricultor familiar.• 2012 - Adoção de práticas sustentáveis(redução do consumo de sacos plásticos e substituição ainda neste ano de sacolas plásticas por papel reciclado na confecção de sacolas de alimentos para famílias.
  8. 8. Programas de SAN em Ubá• PBF – Programa Bolsa Família• BA – Banco de Alimentos• PAA – Programa de Aquisição de Alimentos• SISVAN – Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional• Educação Alimentar e Nutricional• PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar• PRONAF – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar
  9. 9. ORGANOGRAMA - entendendo: SMDS DPSB DPSE SSAN Outros Outros Programa deBanco de Educação Projeto Roça Aquisição deAlimentos Nutricional Variada Alimentos
  10. 10. Articulação COMSEAProjeto Roça Variada PAA Educação CRAS nutricional Banco de Alimentos SISVAN Bolsa Família/CRAS Rede Socioassistencial de Ubá PARCEIROS: •Universidades (Estagiários), SENAR, EMATER
  11. 11. Seção de Segurança Alimentar e Nutricional - SSANA Seção de Segurança Alimentar e Nutricional supervisiona oBanco de Alimentos, coordena o PAA, realiza ações de EducaçãoNutricional com os beneficiários objetivando práticas saudáveis dealimentação e realiza em fase inicial em parceria com a EMATER-MG, o Projeto Roça Variada.
  12. 12. Seção de Segurança Alimentar e Nutricional - SSAN EQUIPE:• Supervisora de Seção/nutricionista• Auxiliares Administrativos – 2• Manipulador de Alimentos - 1• Estagiária – 1• Auxiliares Mirins - 5
  13. 13. Seção de Segurança Alimentar e Nutricional - SSAN PARCERIAS: Rede de SANS• EMATER• UFV - estágios• SENAR - cursos• Sindicatos de trabalhadores e de Produtores Rurais• Rede Socioassistencial – Entidades• CRAS
  14. 14. Seção de Segurança Alimentar e Nutricional - SSAN BENEFICIÁRIOS• Agricultores familiares - 91• Entidades Beneficiárias – 22• CRAS – 3• Projeto Auxiliar Mirim• Projeto Ação Carinho• Total de beneficiários que recebem alimentos através da entidades , CRAS e projetos - 3330• Total de cestas de alimentos encaminhadas a famílias beneficiárias - 555 / mês
  15. 15. Banco de Alimentos de Ubá/MGÉ um equipamento público de Segurança Alimentar e Nutricionalque serve de apoio logístico à operacionalização das ações de SAN,tais como; recepção de alimentos oriundos do PAA e de doação,repasse às entidades beneficiárias, espaço para realização de cursose outras ações de Educação Nutricional. Portanto o BA de Ubáfornece espaço físico, transporte e equipe técnica.
  16. 16. Palestra ministrada aos coordenadores das entidades beneficiárias do BA/Ubá Avaliação antropométrica dos usuários das entidadesbeneficiárias do BA/Ubá
  17. 17. PAA – PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS Tem por objetivo incentivar a agricultura familiar, compreendendo ações vinculadas à distribuição de produtos agropecuários para pessoas em situação de insegurança alimentar.
  18. 18. PAA – PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOSEM 2011:79 agricultores familiares beneficiários;22 entidades da rede socioassistencial e 3 CRAS (SãoDomingos, Pires da Luz e Agroceres) e projeto AçãoCarinho, totalizando 2957 beneficiários.Em 2011, 108.162,32 kg de alimentos distribuídos aosbeneficiários do Banco de Alimentos, totalizando R$275.653,22 pagos à agricultura familiar.
  19. 19. PAA – PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOSEM 2012: 117 agricultores familiares beneficiários;PERSPECTIVA DE 150 ou mais.22 entidades da rede socioassistencial e 3 CRAS (SãoDomingos, Pires da Luz e Agroceres), projeto AçãoCarinho, projeto auxiliar mirim, totalizando 3330Beneficiários.
  20. 20. PAA – PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOSReuniões com agricultores:
  21. 21. AGRICULTURA FAMILIAR Cultivo
  22. 22. AGRICULTURA FAMILIAR Cultivo
  23. 23. RECEPÇÃO DOS GÊNEROS DO PAA
  24. 24. ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR
  25. 25. ALIMENTOS DE QUALIDADE
  26. 26. ENTREGA DOS ALIMENTOS PARA AS ENTIDADES
  27. 27. Cestas de Alimentos para famílias Cerca de 40 gêneros alimentícios:•Açúcar mascavo, canjiquinha, doce de frutas, feijão, fubá,rapadura, polpa de frutas, ovos caipira, bolo de fubá, milho;•Frutas (acerola, banana, laranja, limão, maracujá, mexerica) ;• Hortaliças em geral (Acelga,alface, almeirão, couve, mostarda,rúcula, brócolis, repolho, couve-flor, mandioca, inhame, chuchu,abóbora, abobrinha, beterraba, pepino, tomate, pimentão, jiló,berinjela, batata-doce, entre outros.
  28. 28. Educação NutricionalObjetiva práticas saudáveis dealimentação e a garantia do DHAA.
  29. 29. Educação NutricionalCRAS: grupo para redução de excesso de peso;
  30. 30. Educação Nutricional Cursos: parceria com SENAR
  31. 31. Educação NutricionalNas entidades beneficiárias pelo BA
  32. 32. EDUCAÇÃO NUTRICIONAL AGRICULTORES FAMILIARES
  33. 33. EDUCAÇÃO NUTRICIONAL Recursos utilizados
  34. 34. Projeto Roça VariadaEstratégia que visa diversificação do plantio através de incentivo aocultivo de gêneros incomuns na agricultura familiar em Ubá ecidades circunvizinhas. Projeto em fase inicial desenvolvido emparceria com a EMATER ( Ubá, VRB e Tocantins)que resultará em:• Maior variedade dos gêneros operacionalizados no PAA eofertados no mercado;•Aumento da lucratividade para agricultores;•Melhora no perfil nutricional dos beneficiários, entre outros.
  35. 35. Projeto Roça VariadaAÇÕES:• Grupos para abordagens de técnicas diversificadas de cultivo;•Desenvolvimento de material didático ;•Reuniões com agricultores a fim de triagem de grupos elevantamento de demandas ;•Visitas técnicas, entre outras.
  36. 36. ATENTEMOS:A adoção de políticas não ocorre de forma espontânea, mas sim,como resultado de longos anos de organização, mobilização epressão das organizações e movimentos sociais no processo deconstrução, proposição e deliberação dessas políticas, comotambém no controle social de sua implementação, através domonitoramento dos programas e projetos sociais. Írio Conti
  37. 37. OBRIGADA!bancodealimentos@uba.mg.gov.br

×