PROJETO SEBRAE

Desenvolvimento da Apicultura no
       Araripe – (GEOR)




            Março de 2008
Sumário



1.     Apresentação           ....................................................................................
1. Apresentação




A principal finalidade deste relatório é descrever as informações básicas
necessárias para avaliação e...
As informações contidas neste relatório são expressas de forma simples, visando
  facilitar a compreensão dos dados analis...
consulta. Apenas 3 entrevistados vinculados ao projeto não responderam a
pesquisa, sendo que 1 não foi localizado porque f...
3. Análise dos Dados



3.1.    Análise dos Resultados Intermediários e Finalísticos Objetivados pelo
        SEBRAE



  ...
Quadro 01 – Apicultores segundo comercialização de produtos.


                                                           ...
Quadro 02 – Apicultores segundo média mensal de faturamento com todos os produtos
comercializados.


                     ...
Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008.
3.1.3   – Resultado 03 (Intermediário) – Elevar a produtividade da colméia
          habitada em 52%, sendo 20% até dezemb...
Gráfico 04 – Quantidade média anual de mel processado com controle de qualidade e
    identificação do produto (em kg).

 ...
Participantes do Projeto             Grupo de Controle            Total



                         10


             7


...
3.2 Perfil dos Entrevistados

Quadro 04 – Empresas segundo algumas variáveis socioeconômicas, Desenvolvimento da
Apicultur...
Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008.

Quadro 06 - Empresas segundo quantidade de func...
Nenhum                 48,6%          54,0%        51,8%        48,6%         52,0%          50,6%
                  Um   ...
Anexo do Quadro 09
                                                   Grupo de    Participante
             * Outras Assoc...
4. Conclusão




O projeto “Desenvolvimento da Apicultura no Araripe (GEOR)”, idealizado pelo
SEBRAE, está fundamentado na...
Sebrae Pe Geor T1 2007 Apicultura
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sebrae Pe Geor T1 2007 Apicultura

470 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
470
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sebrae Pe Geor T1 2007 Apicultura

  1. 1. PROJETO SEBRAE Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – (GEOR) Março de 2008
  2. 2. Sumário 1. Apresentação .................................................................................................................... 03 2. Metodologia .................................................................................................................. 04 . 2.1 Plano amostral .................................................................................................................. 04 . . 2.2 Hipóteses Levantadas ............................................................................................................ 05 . 2.3 Etapas da Pesquisa ............................................................................................................ 05 . 3. Análise dos Dados ............................................................................................................ 06 3.1 Análise dos Resultados Intermediários e Finalísticos Objetivados pelo SEBRAE .................. 06 3.1.1. Resultado 01 - Finalístico ........................................................................................ 06 . 3.1.2. Resultado 02 - Finalístico ........................................................................................ 08 . 3.1.3. Resultado 03 - Intermediário ........................................................................................ 09 . 3.1.4. Resultado 04 - Intermediário ........................................................................................ 09 . 3.1.3. Resultado 05 - Intermediário ........................................................................................ 10 . 3.2 Perfil do Entrevistado ............................................................................................................ 12 4.0 Conclusão ......................................................................................................................... 16
  3. 3. 1. Apresentação A principal finalidade deste relatório é descrever as informações básicas necessárias para avaliação e análise do projeto “Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – (GEOR)”. Este projeto foi concebido pelo SEBRAE com os objetivos geral de ampliar o volume de produção e comercialização de produtos apícolas, de forma integrada e sustentável. O SEBRAE-PE dividiu o projeto em resultados Intermediários e Finalísticos. Para cada resultado foi construído um indicador capaz de mediar a situação das empresas que fazem parte tanto do projeto quanto do grupo de controle. Esses indicadores foram mensurados e comparados, sem perder de vista os focos estratégicos a serem atacados durante a execução do trabalho: • Promover acesso a tecnologias. • Fortalecer a cultura da cooperação. • Estimular educação empreendedora. • Ampliar a comercialização. A Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos analisa os resultados intermediários T1 (Referente ao ano de 2006 e o 1º semestre de 2007) procurando confrontar, na medida do possível, com os resultados obtidos na fase inicial T0 (Referente ao ano de 2005).
  4. 4. As informações contidas neste relatório são expressas de forma simples, visando facilitar a compreensão dos dados analisados. O resultado final é apresentado em forma de gráficos e quadros. 2. Metodologia da Pesquisa 2.1. Plano Amostral O público alvo, de onde foram sorteadas as empresas vinculadas ao projeto, é constituído de 170 apicultores ligados às associações dos municípios de Araripina, Bodocó, Exu, Ipubi, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz e Trindade. A amostra1 é composta por 100 empresários colhidos dentre os segmentos acima mencionados (40 do grupo de controle e 60 vinculados ao projeto), sorteados de forma aleatória. A estratificação da amostra por município foi realizada a partir de plano amostral probabilístico proporcional ao tamanho dos estratos (PPT), podendo ser visualizada a seguir (Quadro A): Quadro A Estratificação da amostra por tipo município Município Grupo de Participante Total Controle do Projeto Araripina 10 20 30 Bodocó 7 10 17 Ipubi 3 5 8 Ouricuri 4 4 8 Parnamirim 2 5 7 Santa Cruz 4 4 8 Trindade 10 12 22 Total 40 60 100 No ano de 2005 foram realizadas 100 entrevistas. Nesta pesquisa, que avalia o ano de 2006 e 1º semestre de 2007, 97 dos 100 entrevistados participaram da 1 Amostra retirada do plano amostral criado pela empresa V&Q Consultores responsável pela criação dos indicadores T0 no ano de 2005.
  5. 5. consulta. Apenas 3 entrevistados vinculados ao projeto não responderam a pesquisa, sendo que 1 não foi localizado porque fazenda foi desapropriada pelo INCRA2, 1 não mora mais na cidade de Ipubi3 e 1vendeu o apiário4. 2.2. Hipóteses Levantadas: • Se a evolução deverá ser no geral, positiva. • Se o desempenho médio das empresas apoiadas pelo SEBRAE será significativamente melhor do que o daquelas que fazem parte do grupo de controle. 2.3. Etapas da Pesquisa • Determinação do espaço amostral, delimitação da amostra e sua respectiva estratificação; • Elaboração do questionário com base na identificação das variáveis relevantes à pesquisa; • Aplicação dos questionários; • Lançamento, tabulação, análise estatística (no programa estatístico SPSS) e elaboração do relatório; • Elaboração da Apresentação do Relatório. 2 Fazenda Santa Maria, Entrevistado: José Gomes Barros, Santa Maria da Boa Vista. 3 Cícero Jéferson Alves Pereira, Gameleira. Zona Rural, Ipubi. 4 Antônio Ricelle, Sítio Batingas, Zona Rural, Ipubi.
  6. 6. 3. Análise dos Dados 3.1. Análise dos Resultados Intermediários e Finalísticos Objetivados pelo SEBRAE 3.1.1. Resultado 01 (Finalístico) – Comercializar 40.000 kg de mel orgânico em 2006, 60.000 kg em 2007 e 80.000 em 2008. As empresas participantes do projeto comercializaram menos quilos de mel orgânico no ano de 2006 (1.482,18 kg) em comparação ao ano de 2005 (2.184 kg). Ocorrendo o mesmo com as empresas do grupo de controle. A queda desse indicador (T1) nos grupos de projeto e de controle foram respectivamente de 32,13% e 50,58% (Gráfico 01). Gráfico 01 – Quantidade média anual de mel orgânico comercializado (em kg). Participantes do Projeto Grupo de Controle Total 2.184,00 1.956,00 1.464,00 1.482,18 1.196,11 992,49 723,48 765,93 346,80 Ano de 2005 Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Podemos visualizar a proporção dos apicultores quanto à comercialização de produtos associados ao mel e a média de faturamento com a comercialização desses produtos nos Quadro 1 e 2 a seguir.
  7. 7. Quadro 01 – Apicultores segundo comercialização de produtos. Ano de 2006 Produto Grupo de Partcipante Total Controle de Projeto Mel orgânico Sim 40,0% 52,0% 47,1% Não 60,0% 46,0% 51,8% Não respondeu 0,0% 2,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% Mel comum Sim 68,6% 48,0% 56,5% Não 14,3% 52,0% 36,5% Não respondeu 17,1% 0,0% 7,1% Total 100,0% 100,0% 100,0% Geléia real Sim 5,7% 2,0% 3,5% Não 80,0% 96,0% 89,4% Não respondeu 14,3% 2,0% 7,1% Total 100,0% 100,0% 100,0% Própolis Sim 2,9% 6,0% 4,7% Não 80,0% 94,0% 88,2% Não respondeu 17,1% 0,0% 7,1% Total 100,0% 100,0% 100,0% Cera Sim 34,3% 42,0% 38,8% Não 51,4% 58,0% 55,3% Não respondeu 14,3% 0,0% 5,9% Total 100,0% 100,0% 100,0% Pólen Sim 2,9% 4,0% 3,5% Não 80,0% 96,0% 89,4% Não respondeu 17,1% 0,0% 7,1% Total 100,0% 100,0% 100,0% Outros Sim 0,0% 0,0% 0,0% Não 82,9% 98,0% 91,8% Não respondeu 17,1% 2,0% 8,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008.
  8. 8. Quadro 02 – Apicultores segundo média mensal de faturamento com todos os produtos comercializados. 1º Semestre Tipo de Empresa 2006 de 2007 Grupo de Controle 350,79 521,47 Partcipante de Projeto 1958,80 2204,79 Média Geral 1300,10 1548,95 3.1.2 Resultado 02 (Finalístico) – Elevar em 24% o volume de mel comercializado através de grupos organizados, sendo 8% até dezembro de 2006, 16% até dezembro de 2007 e 24% até dezembro de 2008. A média anual com a comercialização de mel em grupos organizados em 2006 (2.384 kg) foi significativamente superior à média do ano de 2005 (671 kg) entre os participantes do projeto. Ocorrendo o mesmo com a média do grupo de controle (Gráfico 02). Gráfico 02 – Quantidade média anual de mel comercializado em grupos organizados (em kg). Participantes do Projeto Grupo de Controle Total 3.442 2.807 2.384 2.141 1.757 1.301 671 644 489 Ano de 2005 Ano de 2006 1º Semestre de 2007
  9. 9. Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008.
  10. 10. 3.1.3 – Resultado 03 (Intermediário) – Elevar a produtividade da colméia habitada em 52%, sendo 20% até dezembro de 2006, 40% até dezembro de 2007 e 52% até dezembro de 2008. A produtividade da colméia habitada, entre ambos os grupos estudados, superou a meta estipulada para o ano de 2006, principalmente entre os participantes do projeto que produziram 35 kg em 2005 e 78kg em 206 (Gráfico 3). Gráfico 03 – Produtividade média anual das colméias (em kg). Participantes do Projeto Grupo de Controle Total 78 68 51 49 47 39 41 35 27 Ano de 2005 Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. 3.1.4 Resultado 04 (Intermediário) – Elevar em 23% o volume de mel processado (com controle de qualidade e identificação do produto) nos entrepostos da região, sendo 7% até dezembro de 2006, 15% até dezembro de 2007 e 23% até dezembro de 2008. Houve crecimento, também, do indicador que mede o volume de mel processado com controle de qualidade e rótulo de identificação nas propriedades participantes do projeto. Esse indicador passou de 585 kg em 2005 para 744 kg em 2006, crescimento aproximado de 27% (Gráfico 04).
  11. 11. Gráfico 04 – Quantidade média anual de mel processado com controle de qualidade e identificação do produto (em kg). Participantes do Projeto Grupo de Controle Total 744 629 585 587 586 428 428 352 379 Ano de 2005 Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. 3.1.5 Resultado 05 (Intermediário) – Ter 60 apiários com processo de produção orgânica certificado, sendo 20 até dezembro de 2006, 30% até dezembro de 2007 e 60 até dezembro de 2008. As propriedade de ambos os grupos (controle e projeto) apresentaram queda na quantidade média anual de apiários certificados. O valor estimado do publico alvo no ano de 2005 totalizou 20 apiários certificados, já no ano de 2006, esse indicador foi de 12 apiários certificado, um decréscimo de 40% (Gráfico 05). Gráfico 05 – Quantidade média anual de apiários certificados.
  12. 12. Participantes do Projeto Grupo de Controle Total 10 7 4 4 3 2 2 2 2 Ano de 2005 Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Quadro 03 – Apicultores segundo média de quantidade de colméias nos apiários. 1º Semestre Tipo de Empresa 2006 de 2007 Grupo de Controle 42,79 47,81 Participante de Projeto 63,33 69,63 Média Geral 55,06 61,01
  13. 13. 3.2 Perfil dos Entrevistados Quadro 04 – Empresas segundo algumas variáveis socioeconômicas, Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – GEOR. Tipo de Empresa Variáveis Socioeconômicas Grupo de Participante Total Controle do Projeto Sexo Masculino 88,6% 92,0% 90,6% Feminino 11,4% 6,0% 8,2% Não respondeu 0,0% 2,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% Escolaridade Ensino Fundamental 74,3% 72,0% 72,9% Ensino Médio 22,9% 20,0% 21,2% Ensino Superior 2,9% 4,0% 3,5% Pós-Graduação 0,0% 2,0% 1,2% Não respondeu 0,0% 2,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% Atividade Exercida Anteriormente Empregado de micro e pequena empresa 0,0% 0,0% 0,0% Empregado de média ou grande empresa de outra atividade 2,9% 0,0% 1,2% Empregado de micro ou pequena empresa do setor 2,9% 0,0% 1,2% Empregado de média ou grande empresa do setor 0,0% 0,0% 0,0% Funcionário público 14,3% 10,0% 11,8% Empresário em outra localidade 0,0% 0,0% 0,0% Atuou em setor rural 74,3% 74,0% 74,1% Não exerce outra atividade 0,0% 10,0% 5,9% Outras (Autônomo) 2,9% 6,0% 4,7% Não respondeu 2,9% 0,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Quadro 05 - Empresas empresa segundo tempo de atuação no ramo, Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – GEOR. Grupo de Participante Classes Total Controle do Projeto Até 5 anos 42,9% 38,0% 40,0% De 6 a 10 anos 40,0% 42,0% 41,2% De 11 a 15 anos 14,3% 14,0% 14,1% De 16 a 20 anos 0,0% 4,0% 2,4% Acima de 20 anos 2,9% 2,0% 2,4% Total 100,0% 100,0% 100,0%
  14. 14. Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Quadro 06 - Empresas segundo quantidade de funcionários com ou sem carteira assinada, Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – GEOR. Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Classe Grupo de Participante Grupo de Participante Total Total Controle do Projeto Controle do Projeto Nenhum 28,6% 24,0% 25,9% 31,4% 24,0% 27,1% Um 11,4% 8,0% 9,4% 14,3% 10,0% 11,8% Dois 28,6% 20,0% 23,5% 25,7% 20,0% 22,4% Três 17,1% 20,0% 18,8% 14,3% 22,0% 18,8% Quatro 8,6% 22,0% 16,5% 8,6% 14,0% 11,8% Cinco 2,9% 6,0% 4,7% 5,7% 10,0% 8,2% Seis 2,9% 0,0% 1,2% 0,0% 0,0% 0,0% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Quadro 07 – Empresas segundo quantidade de empregados e os cargos que ocupam Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – GEOR. Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Quantidade de Empregados Grupo de Participante Grupo de Participante Total Total Controle do Projeto Controle do Projeto Nenhum 100,0% 98,0% 98,8% 100,0% 98,0% 98,8% Menor Dois 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% 2,0% 1,2% Aprendiz Quatro 0,0% 2,0% 1,2% 0,0% 0,0% 0,0% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Nenhum 71,4% 78,0% 75,3% 71,4% 82,0% 77,6% Um 17,1% 16,0% 16,5% 17,1% 12,0% 14,1% Dois 5,7% 4,0% 4,7% 5,7% 2,0% 3,5% Estagiário Três 2,9% 2,0% 2,4% 5,7% 2,0% 3,5% Quatro 2,9% 0,0% 1,2% 0,0% 0,0% 0,0% Cinco 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% 2,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Nenhum 97,1% 86,0% 90,6% 94,3% 88,0% 90,6% Em fase de Um 2,9% 12,0% 8,2% 5,7% 10,0% 8,2% experiência Dois 0,0% 2,0% 1,2% 0,0% 2,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Nenhum 65,7% 46,0% 54,1% 62,9% 46,0% 52,9% Tem função Um 34,3% 48,0% 42,4% 37,1% 48,0% 43,5% de chefe Dois 0,0% 4,0% 2,4% 0,0% 4,0% 2,4% Quatro 0,0% 2,0% 1,2% 0,0% 2,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0%
  15. 15. Nenhum 48,6% 54,0% 51,8% 48,6% 52,0% 50,6% Um 45,7% 42,0% 43,5% 45,7% 44,0% 44,7% Dois 2,9% 0,0% 1,2% 2,9% 0,0% 1,2% Vendedores Três 0,0% 4,0% 2,4% 0,0% 4,0% 2,4% Quatro 2,9% 0,0% 1,2% 2,9% 0,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Quadro 08– Empresas segundo opção pelo Super Simples, Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – GEOR. Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Opinião Grupo de Participante Grupo de Participante Total Total Controle do Projeto Controle do Projeto Sim 2,9% 2,0% 2,4% 2,9% 2,0% 2,4% Não 88,6% 92,0% 90,6% 74,3% 94,0% 85,9% Não respondeu 8,6% 6,0% 7,1% 22,9% 4,0% 11,8% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Quadro 09 – Empresas segundo grau de satisfação com os serviços oferecidos pelo SEBARE-PE, Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – GEOR. Ano de 2006 1º Semestre de 2007 Opinião Grupo de Participante Grupo de Participante Total Total Controle do Projeto Controle do Projeto Ótimo 37,1% 50,0% 44,7% 31,4% 40,0% 36,5% Bom 60,0% 50,0% 54,1% 65,7% 54,0% 58,8% Regular 2,9% 0,0% 1,2% 2,9% 4,0% 3,5% Ruim 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% Péssimo 0,0% 0,0% 0,0% 0,0% 2,0% 1,2% Total 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% 100,0% Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008. Quadro 09 - Empresas segundo participação em entidades associativas, Desenvolvimento da Apicultura no Araripe – GEOR. Ano de 2006 Classe Grupo de Participante Total Controle do Projeto Sindicato 11,4% 12,0% 11,8% Cooperativa 11,4% 18,0% 15,3% Outras Associações 57,1% 66,0% 62,4% Não Participa de Associações 11,4% 2,0% 5,9% Não respondeu 8,6% 2,0% 4,7% Total 100,0% 100,0% 100,0% Fonte: Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos, jan 2008.
  16. 16. Anexo do Quadro 09 Grupo de Participante * Outras Associações Controle do Projeto Total AAPIMI (IBUPI) 5,7% 13,0% 10,2% AASB (ARARIPINA) 8,6% 4,0% 5,8% APIB (BODOCÓ) 8,6% 12,0% 10,2% APMSJ (ARARIPINA) 0,0% 2,0% 1,2% APS (ARARIPINA) 0,0% 15,0% 9,4% ASAPAR (PARNAMIRIM) 2,9% 0,0% 1,2% Asccopar (PARNAMIRIM) 0,0% 2,0% 1,2% ASSAMUT (TRINDADE) 0,0% 2,0% 1,2% Associação dos Apicultores Rurais da fazenda ,0% 2,0% 1,2% Volta Associação dos Criadores de Abelhas de Santa 5,7% 4,0% 4,5% Cruz Associação dos Pequenos Produtores do Açude 2,9% 8,0% 5,9% Velho Associação Produtores Rurais de Trindade 2,7% ,0% 1,2% ASSUMAT (TRINDADE) 20,0% 2,0% 9,2% Total 57,1% 66,0% 62,4%
  17. 17. 4. Conclusão O projeto “Desenvolvimento da Apicultura no Araripe (GEOR)”, idealizado pelo SEBRAE, está fundamentado nas hipóteses levantadas no início do trabalho que visa verificar se evolução deverá ser, no geral, positiva e se o desempenho médio das empresas apoiadas pelo SEBRAE-PE será significativamente melhor do que o daquelas que fazem parte do grupo de controle. Com base nessas hipóteses concluímos que (2006 em relação a 2005): • A quantidade média de mel orgânico comercializado no ano de 2006 foi menor que a quantidade comercializada em 2005, tanto entre os participantes do projeto quanto entre os participantes do grupo de controle; • A quantidade média de mel comercializado por grupos organizados cresceu significativamente em ambos os grupos (controle e projeto); • Ocorreu crescimento no indicador (T1) que mede a quantidade de kg de mel produzidos por colméias habitadas no ano de 2006, principalmente entre os participantes do projeto; • Entretanto, com relação à média de quantidade de mel (kg) processado com controle de qualidade e identificação do produto, as empresas participantes do projeto apresentaram desempenho superior às do grupo de controle, pois, enquanto o primeiro grupo obteve crescimento significativo, segundo decresceu; • Por fim, a quantidade média de apiários com certificação orgânica diminuiu significativamente, tanto no grupo de controle quanto entre os participantes do projeto.

×